SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
Disciplina: Geografia C
        Professora: Manuela Santos



Organização Formal

   UNICEF
Organização Informal
    ANEM
                                     Kátia Pirata Nº10
                                     12ºD
A UNICEF é uma agência das Nações Unidas que tem como
objectivo promover a defesa dos direitos das crianças, ajudar a
dar resposta às suas necessidades básicas e contribuir para o seu
pleno desenvolvimento.

A UNICEF rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, e
trabalha para que esses direitos se convertam em princípios
éticos permanentes e em códigos de conduta internacionais para
as crianças.
O que faz?
A UNICEF é a única organização mundial que se dedica
  especificamente às crianças. Em termos genéricos,
  trabalha com os governos nacionais e organizações
  locais em programas de desenvolvimento a longo
  prazo nos sectores da saúde, educação, nutrição,
  água e saneamento e também em situações de
  emergência para defender as crianças vítimas de
  guerras e outras catástrofes. Actualmente, trabalha
  em 158 países de todo o mundo.
A UNICEF mobiliza recursos para conseguir
  resultados para as crianças em cinco áreas de
  intervenção prioritária:
• Sobrevivência e desenvolvimento infantil;
• Educação básica e igualdade de género;
• VIH/SIDA e as crianças;
• Protecção infantil;
• Promoção de políticas e alianças.
Este Fundo das Nações Unidas para a
   Infância foi fundado em 11 de
   Dezembro de 1946 e foi criado para
   ajudar as crianças que viviam na
   Europa e que sofreram com a
   Segunda Guerra Mundial.

No começo, a UNICEF era um fundo de
  emergência para ajudar as crianças
  que sofreram com a guerra, mas
  alguns anos depois milhões de
  crianças de países pobres
  continuavam ameaçadas pela fome e
  pela doença. Então em 1953, a
  UNICEF tornou-se uma instituição
  permanente de ajuda e protecção a
  crianças de todo o mundo.
As crianças têm direitos
 Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas
 adoptaram por unanimidade a Convenção sobre
 os Direitos da Criança (CDC), documento que
 enuncia um amplo conjunto de direitos
 fundamentais de todas as crianças, bem como as
 respectivas disposições para que sejam
 aplicados.
A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados
com todos os outros direitos das crianças:
• a não discriminação;
• o interesse superior da criança;
• a sobrevivência e desenvolvimento;
• a opinião da criança.




A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias
de direitos:
• os direitos à sobrevivência;
• os direitos relativos ao desenvolvimento;
• os direitos relativos à protecção;
• os direitos de participação.
A ANEM é uma Instituição Particular de Solidariedade Social,
constituída a 24 de Maio de 1999.

O seu âmbito de intervenção é a nível nacional, não tem fins
lucrativos e possui como meios financeiros as cotas dos seus
associados e alguns subsídios públicos e privados.

Neste momento a ANEM conta com 464 sócios (dados de
Novembro de 2006), muitos dos quais não sendo doentes de
Esclerose Múltipla são pessoas que de forma directa ou indirecta
têm contacto com a doença e consideram esta causa justa e
digna de ser apoiada.
A Associação Nacional de Esclerose Múltipla
  prossegue os seguintes objectivos:



• Sensibilizar e promover a divulgação da natureza
  evolutiva da doença e a sua terapêutica junto da
  sociedade civil, doentes, famílias, médicos e todo
  o pessoal técnico ligado à área da saúde, através
  de acções de divulgação (colóquios e encontros)
  e da publicação de um jornal;
• Intervir junto das entidades patronais e
  sindicatos para a problemática da doença e
  incapacidades daí resultantes, assim como os
  efeitos secundários derivados da medicação
  a que estão sujeitos os doentes de Esclerose
  Múltipla;

• Apoiar e intervir junto dos portadores de
  Esclerose Múltipla, ajudando-os na resolução
  dos seus problemas físicos, psicológicos e
  sócio-económicos decorrentes da
  problemática da patologia;
• Disponibilizar apoio psicossocial aos portadores de
  Esclerose Múltipla e seus familiares, através de
  uma equipa multidisciplinar constituída por
  psicólogos, assistentes sociais, terapeutas
  ocupacionais e voluntários;

• Colaborar com os serviços de saúde (Hospitais,
  Centros de Saúde, Clínicas, entre outros), de modo
  a sensibilizar os médicos para a patologia,
  proporcionando uma maior rapidez de diagnóstico
  e uma vigilância sistemática da sintomatologia da
  doença;
• Apoiar a investigação e pesquisa no âmbito da
  Esclerose Múltipla, promovendo assim o
  aperfeiçoamento dos tratamentos e uma
  melhoria significativa da qualidade de vida dos
  doentes;

• Sensibilizar os laboratórios para a necessidade
  de investigação e desenvolvimento de novos
  medicamentos.
A ANEM conta com uma equipa multidisciplinar
  especializada constituída actualmente por uma
  Assistente Social, uma Psicóloga, uma Terapeuta
  Ocupacional, um Ajudante de Acção Directa, um
  Advogado e uma Administrativa.

A referida equipa tem à sua responsabilidade um
  leque de serviços que assegura a todos os
  associados, com particular destaque para os
  doentes de Esclerose Múltipla, quer pelas próprias
  características da doença, quer pelo facto de
  serem portadores de uma deficiência.
A Esclerose Múltipla (EM) afecta mais de um
  milhão de pessoas em todo o mundo. Os
  estudos epidemiológicos apontam para a
  existência de 450.000 pessoas com Esclerose
  Múltipla só na Europa, sendo a incidência
  maior nos países nórdicos. Estima-se que o
  número de doentes em Portugal seja da
  ordem dos 5000.
Webgrafia
• http://www.unicef.pt/




• http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia
  :P%C3%A1gina_principal

• http://www.anem.org.pt/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novocattonia
 
Cruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacionalCruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacionalLiliana Morais
 
Geografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoGeografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoHneves
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado NovoCarlos Vieira
 
Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)Susana Simões
 
Guerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaGuerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaJorge Almeida
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaGabriel Cristiano
 
7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacionalVítor Santos
 
Guerra Colonial
Guerra ColonialGuerra Colonial
Guerra ColonialJoão Lima
 
Onu - Trabalho de Pesquisa
Onu - Trabalho de PesquisaOnu - Trabalho de Pesquisa
Onu - Trabalho de PesquisaBeatrizSantos567
 
O processo de integração europeu - Tratados
O processo de integração europeu - TratadosO processo de integração europeu - Tratados
O processo de integração europeu - Tratadosffcanario
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalMaria Adelaide
 
A.M.I assistência medica internacional
A.M.I assistência medica internacionalA.M.I assistência medica internacional
A.M.I assistência medica internacionalNeguinho Chocolatado
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisIlda Bicacro
 

Mais procurados (20)

Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Cruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacionalCruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacional
 
Geografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º AnoGeografia A - 10º/11º Ano
Geografia A - 10º/11º Ano
 
Guerra fria 1
Guerra fria 1Guerra fria 1
Guerra fria 1
 
Médicos sem fronteiras
Médicos sem fronteirasMédicos sem fronteiras
Médicos sem fronteiras
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado Novo
 
Programa polis 1
Programa polis 1Programa polis 1
Programa polis 1
 
Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)Organização das Nações Unidas (ONU)
Organização das Nações Unidas (ONU)
 
Guerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial PortuguesaGuerra Colonial Portuguesa
Guerra Colonial Portuguesa
 
Organizações Internacionais
Organizações InternacionaisOrganizações Internacionais
Organizações Internacionais
 
A integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeiaA integração de portugal na união europeia
A integração de portugal na união europeia
 
7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional
 
Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)Guerra colonial (1)
Guerra colonial (1)
 
Guerra Colonial
Guerra ColonialGuerra Colonial
Guerra Colonial
 
Onu - Trabalho de Pesquisa
Onu - Trabalho de PesquisaOnu - Trabalho de Pesquisa
Onu - Trabalho de Pesquisa
 
O processo de integração europeu - Tratados
O processo de integração europeu - TratadosO processo de integração europeu - Tratados
O processo de integração europeu - Tratados
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
 
A.M.I assistência medica internacional
A.M.I assistência medica internacionalA.M.I assistência medica internacional
A.M.I assistência medica internacional
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
 

Destaque

Organizações Formais e Não-formais
Organizações Formais e Não-formaisOrganizações Formais e Não-formais
Organizações Formais e Não-formaisFrancisca Maria
 
Características básicas das organizações formais modernas apostila
Características básicas das organizações formais modernas   apostilaCaracterísticas básicas das organizações formais modernas   apostila
Características básicas das organizações formais modernas apostilaDébora Soares Teodoro
 
Folheto CP José Lacerda
Folheto CP José LacerdaFolheto CP José Lacerda
Folheto CP José LacerdaEFAG
 
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)Study Mas Web
 
Sistematizar
SistematizarSistematizar
SistematizarUNICEF
 
Trabalho sobre as omg`s unicef
Trabalho sobre as omg`s unicefTrabalho sobre as omg`s unicef
Trabalho sobre as omg`s unicefJosé Duarte
 
Organizações não governamentais
Organizações não governamentaisOrganizações não governamentais
Organizações não governamentaisDaniela Costa
 
Trabalho sobre ongs
Trabalho sobre ongsTrabalho sobre ongs
Trabalho sobre ongsElvis Reis
 
Teoria Estruturalista
Teoria EstruturalistaTeoria Estruturalista
Teoria Estruturalistaadmetz01
 
Tga teoria estruturalista
Tga teoria estruturalistaTga teoria estruturalista
Tga teoria estruturalistaEdivan Barreto
 

Destaque (20)

Organizações Formais e Não-formais
Organizações Formais e Não-formaisOrganizações Formais e Não-formais
Organizações Formais e Não-formais
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Teoria estruturalista 2012_01
Teoria estruturalista 2012_01Teoria estruturalista 2012_01
Teoria estruturalista 2012_01
 
UNICEF
UNICEFUNICEF
UNICEF
 
UNICEF
UNICEFUNICEF
UNICEF
 
Características básicas das organizações formais modernas apostila
Características básicas das organizações formais modernas   apostilaCaracterísticas básicas das organizações formais modernas   apostila
Características básicas das organizações formais modernas apostila
 
UNICEF
UNICEFUNICEF
UNICEF
 
Folheto CP José Lacerda
Folheto CP José LacerdaFolheto CP José Lacerda
Folheto CP José Lacerda
 
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)
Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF)
 
Ami[1]
Ami[1]Ami[1]
Ami[1]
 
Sistematizar
SistematizarSistematizar
Sistematizar
 
Trabalho sobre as omg`s unicef
Trabalho sobre as omg`s unicefTrabalho sobre as omg`s unicef
Trabalho sobre as omg`s unicef
 
Organizações não governamentais
Organizações não governamentaisOrganizações não governamentais
Organizações não governamentais
 
Ami
AmiAmi
Ami
 
Guião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONGGuião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONG
 
Teoria estruturalista
Teoria estruturalistaTeoria estruturalista
Teoria estruturalista
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Trabalho sobre ongs
Trabalho sobre ongsTrabalho sobre ongs
Trabalho sobre ongs
 
Teoria Estruturalista
Teoria EstruturalistaTeoria Estruturalista
Teoria Estruturalista
 
Tga teoria estruturalista
Tga teoria estruturalistaTga teoria estruturalista
Tga teoria estruturalista
 

Semelhante a UNICEF e ANEM: Organizações que apoiam crianças e doentes de EM

Semelhante a UNICEF e ANEM: Organizações que apoiam crianças e doentes de EM (20)

Dr 3 trab. de grupo andreia; fernando; jorge
Dr 3 trab. de grupo andreia; fernando; jorgeDr 3 trab. de grupo andreia; fernando; jorge
Dr 3 trab. de grupo andreia; fernando; jorge
 
Fred.,m
Fred.,mFred.,m
Fred.,m
 
Organizacoes ajuda humanitaria
Organizacoes ajuda humanitariaOrganizacoes ajuda humanitaria
Organizacoes ajuda humanitaria
 
Solidariedade
Solidariedade Solidariedade
Solidariedade
 
GlossáRio
GlossáRioGlossáRio
GlossáRio
 
GlossáRio
GlossáRioGlossáRio
GlossáRio
 
UNICEF
UNICEFUNICEF
UNICEF
 
Ong
OngOng
Ong
 
Educ. para a Solidariedade
Educ. para a Solidariedade Educ. para a Solidariedade
Educ. para a Solidariedade
 
A unicef
A unicefA unicef
A unicef
 
Outras soluções p atenuar-desigualdades pd-ped
Outras soluções p  atenuar-desigualdades pd-pedOutras soluções p  atenuar-desigualdades pd-ped
Outras soluções p atenuar-desigualdades pd-ped
 
Orgaos vinculados a onu
Orgaos vinculados a onuOrgaos vinculados a onu
Orgaos vinculados a onu
 
Medicos Sem Fronteiras 2015
Medicos Sem Fronteiras 2015Medicos Sem Fronteiras 2015
Medicos Sem Fronteiras 2015
 
2014 04-07 - dm saúde - msf - alícia filipa inês g nuno - 9-b
2014 04-07 - dm saúde - msf - alícia filipa inês g nuno - 9-b2014 04-07 - dm saúde - msf - alícia filipa inês g nuno - 9-b
2014 04-07 - dm saúde - msf - alícia filipa inês g nuno - 9-b
 
11 organizações para o desenvolvimento
11   organizações para o desenvolvimento11   organizações para o desenvolvimento
11 organizações para o desenvolvimento
 
Soluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimentoSoluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimento
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Solidariedade
 
Joaomachado9.3
Joaomachado9.3Joaomachado9.3
Joaomachado9.3
 
Unicef
UnicefUnicef
Unicef
 
Manual de controle das dst pelos acs
Manual de controle das dst pelos acsManual de controle das dst pelos acs
Manual de controle das dst pelos acs
 

Mais de GeografiaC

Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...GeografiaC
 
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...GeografiaC
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)GeografiaC
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)GeografiaC
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)GeografiaC
 
Geografia final
Geografia finalGeografia final
Geografia finalGeografiaC
 
UE apresentaçao
UE apresentaçaoUE apresentaçao
UE apresentaçaoGeografiaC
 

Mais de GeografiaC (13)

Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
 
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
Trabalho Projeto Individual sobre o tema 4 - Um Mundo de Contrastes; 4.1 - Um...
 
Ami e pam
Ami e pamAmi e pam
Ami e pam
 
AMI E PAM
AMI E PAMAMI E PAM
AMI E PAM
 
Os probl..
 Os probl.. Os probl..
Os probl..
 
Os probl..
 Os probl.. Os probl..
Os probl..
 
Os probl..
 Os probl.. Os probl..
Os probl..
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
 
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
A Política Externa e de Segurança Comum (PESC)
 
Os Dragões
Os DragõesOs Dragões
Os Dragões
 
Geografia final
Geografia finalGeografia final
Geografia final
 
UE apresentaçao
UE apresentaçaoUE apresentaçao
UE apresentaçao
 

UNICEF e ANEM: Organizações que apoiam crianças e doentes de EM

  • 1. Disciplina: Geografia C Professora: Manuela Santos Organização Formal UNICEF Organização Informal ANEM Kátia Pirata Nº10 12ºD
  • 2. A UNICEF é uma agência das Nações Unidas que tem como objectivo promover a defesa dos direitos das crianças, ajudar a dar resposta às suas necessidades básicas e contribuir para o seu pleno desenvolvimento. A UNICEF rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, e trabalha para que esses direitos se convertam em princípios éticos permanentes e em códigos de conduta internacionais para as crianças.
  • 3. O que faz? A UNICEF é a única organização mundial que se dedica especificamente às crianças. Em termos genéricos, trabalha com os governos nacionais e organizações locais em programas de desenvolvimento a longo prazo nos sectores da saúde, educação, nutrição, água e saneamento e também em situações de emergência para defender as crianças vítimas de guerras e outras catástrofes. Actualmente, trabalha em 158 países de todo o mundo.
  • 4. A UNICEF mobiliza recursos para conseguir resultados para as crianças em cinco áreas de intervenção prioritária: • Sobrevivência e desenvolvimento infantil; • Educação básica e igualdade de género; • VIH/SIDA e as crianças; • Protecção infantil; • Promoção de políticas e alianças.
  • 5. Este Fundo das Nações Unidas para a Infância foi fundado em 11 de Dezembro de 1946 e foi criado para ajudar as crianças que viviam na Europa e que sofreram com a Segunda Guerra Mundial. No começo, a UNICEF era um fundo de emergência para ajudar as crianças que sofreram com a guerra, mas alguns anos depois milhões de crianças de países pobres continuavam ameaçadas pela fome e pela doença. Então em 1953, a UNICEF tornou-se uma instituição permanente de ajuda e protecção a crianças de todo o mundo.
  • 6. As crianças têm direitos Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), documento que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais de todas as crianças, bem como as respectivas disposições para que sejam aplicados.
  • 7. A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças: • a não discriminação; • o interesse superior da criança; • a sobrevivência e desenvolvimento; • a opinião da criança. A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos: • os direitos à sobrevivência; • os direitos relativos ao desenvolvimento; • os direitos relativos à protecção; • os direitos de participação.
  • 8. A ANEM é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, constituída a 24 de Maio de 1999. O seu âmbito de intervenção é a nível nacional, não tem fins lucrativos e possui como meios financeiros as cotas dos seus associados e alguns subsídios públicos e privados. Neste momento a ANEM conta com 464 sócios (dados de Novembro de 2006), muitos dos quais não sendo doentes de Esclerose Múltipla são pessoas que de forma directa ou indirecta têm contacto com a doença e consideram esta causa justa e digna de ser apoiada.
  • 9. A Associação Nacional de Esclerose Múltipla prossegue os seguintes objectivos: • Sensibilizar e promover a divulgação da natureza evolutiva da doença e a sua terapêutica junto da sociedade civil, doentes, famílias, médicos e todo o pessoal técnico ligado à área da saúde, através de acções de divulgação (colóquios e encontros) e da publicação de um jornal;
  • 10. • Intervir junto das entidades patronais e sindicatos para a problemática da doença e incapacidades daí resultantes, assim como os efeitos secundários derivados da medicação a que estão sujeitos os doentes de Esclerose Múltipla; • Apoiar e intervir junto dos portadores de Esclerose Múltipla, ajudando-os na resolução dos seus problemas físicos, psicológicos e sócio-económicos decorrentes da problemática da patologia;
  • 11. • Disponibilizar apoio psicossocial aos portadores de Esclerose Múltipla e seus familiares, através de uma equipa multidisciplinar constituída por psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e voluntários; • Colaborar com os serviços de saúde (Hospitais, Centros de Saúde, Clínicas, entre outros), de modo a sensibilizar os médicos para a patologia, proporcionando uma maior rapidez de diagnóstico e uma vigilância sistemática da sintomatologia da doença;
  • 12. • Apoiar a investigação e pesquisa no âmbito da Esclerose Múltipla, promovendo assim o aperfeiçoamento dos tratamentos e uma melhoria significativa da qualidade de vida dos doentes; • Sensibilizar os laboratórios para a necessidade de investigação e desenvolvimento de novos medicamentos.
  • 13. A ANEM conta com uma equipa multidisciplinar especializada constituída actualmente por uma Assistente Social, uma Psicóloga, uma Terapeuta Ocupacional, um Ajudante de Acção Directa, um Advogado e uma Administrativa. A referida equipa tem à sua responsabilidade um leque de serviços que assegura a todos os associados, com particular destaque para os doentes de Esclerose Múltipla, quer pelas próprias características da doença, quer pelo facto de serem portadores de uma deficiência.
  • 14. A Esclerose Múltipla (EM) afecta mais de um milhão de pessoas em todo o mundo. Os estudos epidemiológicos apontam para a existência de 450.000 pessoas com Esclerose Múltipla só na Europa, sendo a incidência maior nos países nórdicos. Estima-se que o número de doentes em Portugal seja da ordem dos 5000.