Mobile Marketing: O telefone celular como nova forma de mídia móvel

2.055 visualizações

Publicada em

Este trabalho trata basicamente sobre o telefone celular como nova forma de mídia móvel, e aborda questões como quando e de qual forma ele é melhor utilizado, qual deve ser sua abordagem para os mais diferentes públicos, e que tipo de conteúdo deve trazer. Para que isso seja melhor compreendido, são descritas as formas mais comuns dessa nova tecnologia, através de cases exemplificando cada uma delas. Além disso, é feito também um estudo da regulamentação existente para controlar essa nova ferramenta, visando sempre a satisfação total dos usuários do aparelho celular, para que os mesmos não sofram de invasão de privacidade e acabem realmente tendo interesse no conteúdo que lhes é passado através do aparelho.

Trabalho completo disponível em: http://issuu.com/ffmcorrea/docs/mobilemarketing_fernandacorrea?mode=window&pageNumber=1

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.055
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mobile Marketing: O telefone celular como nova forma de mídia móvel

  1. 1. MOBILE MARKETING: O TELEFONE CELULAR COMO NOVA FORMA DE MÍDIA MÓVEL. FERNANDA DE FREITAS MELRO CORRÊAORIENTADOR: PROF. DR. EDUARDO CAMPOS PELLANDA
  2. 2. OBJETIVOS CONHECER A HISTÓRIA DA MÍDIA E SUA EVOLUÇÃO ATÉ CHEGAR AO MOBILE MARKETING; IDENTIFICAR QUAIS SÃO OS TIPOS DE TECNOLOGIAS ENVOLVIDAS NESSA NOVA MÍDIA; DESCOBRIR QUE TIPO DE CONTEÚDO É RELEVANTE RECEBER NO CELULAR E QUAL SEU GRAU DE ACEITAÇÃO.
  3. 3. METODOLOGIAPESQUISA BIBLIOGRÁFICALEVANTAR O QUE JÁ FOI ESCRITOSOBRE O ASSUNTO E BUSCARREGISTROS ANTIGOS.PESQUISA DOCUMENTAL ANÁLISE DE CONTEÚDOBUSCAR INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS CASES ENVOLVENDO FERRAMENTASNA INTERNET. DE MOBILE MARKETING.
  4. 4. O CONTEXTO
  5. 5. O TELEFONE CELULAR
  6. 6. O TELEFONE CELULAROBJETO PESSOALHOJE EM DIA AS PESSOAS LEVAMO TELEFONE CELULAR PARA TODOSOS LUGARES. MULTIFUNCIONALIDADE CONVERSAR VIA SMS, REGISTRAR MOMENTOS, JOGAR, GPS, FAZER LIGAÇÕES, ACESSAR A INTERNET, ETC.
  7. 7. O TELEFONE CELULAR $$ BAIXO CUSTO MUITAS MARCAS FABRICANDO MUITOS MODELOS AUMENTOU A CONCORRÊNCIA E BAIXOU O PREÇO.BOA COBERTURAHOJE APENAS 7 MUNICÍPIOS (POUCOMAIS DE 50 MIL HABITANTES) NÃOTEM COBERTURA DE CELULAR.
  8. 8. O TELEFONE CELULAR 224 MILHÕES DE APARELHOS HABILITADOS NO BRASIL.
  9. 9. A INTERNET
  10. 10. A INTERNET • SEM FRONTEIRAS (DISTÂNCIA); • SEM CENSURA; • EXCESSO DE CONTEÚDO; • SEM CONTROLE E REGRAS.
  11. 11. A INTERNET 73,9 38 MILHÕES DE ACESSA % 87 ACESSA % USUÁRIOS TODOS TODA ACIMA DE 16 OS DIAS. SEMANA. ANOS. Fonte: W3Haus, 2011.
  12. 12. A INTERNETPARTE DO DIA A DIAUTILIZAM PRA BUSCAR INFORMAÇÕES,COMUNICAR-SE COM AMIGOS EFAMILIARES, COMPARTILHAR FOTOSE VÍDEOS, ETC. CREDIBILIDADE 87% DOS INTERNAUTAS UTILIZA A REDE PARA PESQUISAR PRODUTOS E SERVIÇOS, 90% DOS CONSUMIDORES OUVE SUGESTÕES DE PESSOAS NA INTERNET ANTES DE FAZER UMA COMPRA, E 70% CONFIA EM OPINIÕES EXPRESSAS ONLINE*. *Fonte: W3Haus, 2011.
  13. 13. A INTERNET PRESENÇA DAS MARCAS É ESSENCIAL MEIO DE MUITA VISIBILIDADE, POPULARIDADE, E MUITO PRESENTE NA VIDA DE TODOS OS PÚBLICOS.3º VEÍCULO DE MAIOR ALCANCENO BRASIL*, FICANDO ATRÁS APENASDA TELEVISÃO E DO RÁDIO. *Fonte: W3Haus, 2011.
  14. 14. MOBILEMARKETING
  15. 15. MOBILE MARKETING CRESCIMENTO DO USO CRESCIMENTO DO TELEFONE CELULAR DA INTERNET SURGIMENTO DO MOBILE MARKETING
  16. 16. MOBILE MARKETINGDIRETO E INTERATIVOSEGMENTAÇÃO DO TELEFONECELULAR + INTERATIVIDADEDA INTERNET. OLÁ EXPERIÊNCIA PERSONALIZADA EDUARDO COM O MOBILE MARKETING, PODE-SE SABER EXATAMENTE COM QUEM SE ESTÁ FALANDO, OFERECENDO ALGO DO INTERESSE DO RECEPTOR.
  17. 17. MOBILE MARKETING TIMMING CERTO NÃO BASTA APENAS ANUNCIAR, A PUBLICIDADE DEVE SABER A HORA CERTA DE FAZER ISSO.ACESSIBILIDADEPESSOAS PODEM TER ACESSO ÀSMARCAS A QUALQUER HORA E EMQUALQUER LUGAR.
  18. 18. MOBILE MARKETINGCELULAR “AMIGO”PUBLICIDADE NO CELULAR PERMITEQUE AS MARCAS PARTICIPEM DOSMOMENTOS OCIOSOS OU DETRANSIÇÃO DOS CLIENTES. CONVENIÊNCIA INTERNET MÓVEL PODE SER MAIS CONVENIENTE DO QUE CONEXÕES EM CASA, PARA ACESSAR INFORMAÇÕES NA HORA*. *Fonte: Yahoo!, 2010.
  19. 19. MOBILE MARKETINGDIVERSOS RECURSOSA SEREM EXPLORADOS,DEPENDENDO DA IDEIA EESTRATÉGIA DA CAMPANHA.• SMS • BLUETOOTH • ADVERGAMES• MMS • QR CODE • REALIDADE AUM.• PINCODE • APLICATIVOS • M-COMMERCE
  20. 20. PESQUISAQUANTITATIVA
  21. 21. PESQUISA QUANTITATIVA [...] as pesquisas quantitativas são mais adequadas para apurar opiniões e atitudes explícitas e conscientes dos entrevistados, pois utilizam instrumentos estruturados (questionários). IBOPE, 2011.
  22. 22. PESQUISA QUANTITATIVA ABCDE 221 15˜64 PORTO ALEGRE
  23. 23. ANÁLISE RELAÇÃO COM OTELEFONE CELULAR
  24. 24. ANÁLISERELAÇÃO COM O TELEFONE CELULAROPERADORAS
  25. 25. ANÁLISERELAÇÃO COM O TELEFONE CELULARSMARTPHONES x INTERNET
  26. 26. ANÁLISERELAÇÃO COM O TELEFONE CELULARFUNÇÕES MAIS UTILIZADAS
  27. 27. ANÁLISERELAÇÃO COM O TELEFONE CELULARUSO DO SMS94,8% DAS PESSOAS QUE NÃO UTILIZAM LIGAÇÕES DE VOZ,COMUNICA-SE POR SMS VÁRIAS VEZES DURANTE O DIA.
  28. 28. ANÁLISE RELAÇÃO COM OMOBILE MARKETING
  29. 29. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGINTERAÇÃO COM AS MARCAS66% INTERAGE COM ALGUMA MARCA VIA CELULAR POR DIA.
  30. 30. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGRECURSOS MAIS POPULARES
  31. 31. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGRECURSOS QUE INCOMODAM
  32. 32. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGRECURSOS INTERESSANTES
  33. 33. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGPARTICIPAÇÃO EM AÇÕES MOBILEAPENAS 31% PARTICIPOU DE AÇÕES PUBLICITÁRIAS VIA CELULAR.
  34. 34. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETINGDESAPROVAÇÃO
  35. 35. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETING• INVASÃO DE PRIVACIDADE;• NÃO SOLICITAÇÃO DO SERVIÇO;• SATURAÇÃO DE PUBLICIDADE;• CONEXÃO LENTA.
  36. 36. ANÁLISERELAÇÃO COM O MOBILE MARKETING• ALTO NÍVEL DE INTERATIVIDADE;• RELEVÂNCIA;• PERSONALIZAÇÃO DE CONTEÚDO;• PRATICIDADE.
  37. 37. CONCLUSÕES
  38. 38. CONCLUSÕES RESULTADO DE CELULAR + INTERNET = MUITAS EVOLUÇÕES ÓTIMA COMBINAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA INTERATIVIDADE
  39. 39. CONCLUSÕES GAMA DE POSSIBILIDADES PRECONCEITO E REGULAMENTAÇÃO MÁ UTILIZAÇÃO MMA
  40. 40. OBRIGADA. FERNANDA DE FREITAS MELRO CORRÊAORIENTADOR: PROF. DR. EDUARDO CAMPOS PELLANDA

×