SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Presbítero Daniel Viana
Texto Áureo
“Não erreis: Deus não
se deixa escarnecer;
porque tudo o que o
homem semear, isso
também ceifará” (Gl
6.7)




  Presbítero Daniel Viana
Verdade Prática
 A trama orquestrada
pela rainha Jezabel e o
   rei Acabe contra
  Nabote demonstra
quão danoso é render-
  se aos desejos da
   cobiça e de uma
  satisfação pessoal.


  Presbítero Daniel Viana
Objetivos da lição


• Identificar o objeto da cobiça de Acabe;

      • Citar as causas da cobiça;

    • Conscientizar-se dos frutos e
          consequências da cobiça.




 Presbítero Daniel Viana
Na     sequência     de
estudos sobre o ministério do
profeta Elias, estudaremos
sobre o episodio da tomada
por parte de Acabe e Jezabel
da vinha de Nabote.
       No episódio da vinha de
Nabote, Deus dá ao profeta
Elias a resposta às suas
indagações sobre Jezabel.




   Presbítero Daniel Viana
Digressão da narrativa
    bíblica em 1 Reis


 Após Elias ter seu revigoramento
espiritual, partiu em busca de Eliseu,
      iniciando dessa forma, os
  preparativos para a sua própria
               sucessão.

  Deus não havia se esquecido da
  indagação do profetas Elias, em
virtude de seu dedicado e justo zelo
pela continuação do culto a Deus no
       meio do povo de Israel.



    Presbítero Daniel Viana
Quem era Nabote e como era
           a sua vinha
    A Bíblia nos dá           A Bíblia nos diz que
 poucas informações         ele tinha uma vinha. O
  sobre Nabote, mas         Aurélio nos define: é a
  nos diz que era um          quantidade mais ou
  homem temente a            menos considerável
  Deus e nos mostra          de videiras dispostas
 seu lugar de origem           aproximadamente
        Jizreel.                    entre si.
 Seu nome deriva-se          A palavra hebraica é
do árabe e quer dizer              “kerem”.
“rebento” ou “fruto”.


  Presbítero Daniel Viana
O que é cobiça?

Desejo imoderado e
 inconfessável de
  possuir ( o que
geralmente não se
merece). Ambição.
     Avidez.



 Presbítero Daniel Viana
Definição bíblica
  para cobiça
  Palavra que vem do hebraico
 “epithumeõ”, significa: “fixar o
   desejo em” (formado de epi
“sobre”, usado intensivamente, e
   thumos, “paixão”), quer de
    coisas boas ou ruins, por
 conseguinte, “almejar, desejar
 ardentemente, ambicionar” é
    usado em At 20.33 com o
  significado de “desejar mal”,
 acerca de “desejar dinheiro e
           vestuário”.




  Presbítero Daniel Viana
A cobiça à luz do
Antigo Testamento

 É condenado na Lei de
      Moisés: “Não
 cobiçarás” (Êx 20.17).
 O texto deixa claro que
coisa nenhuma pertence
   a outrem, deve ser
        desejado.



  Presbítero Daniel Viana
A cobiça à luz do
Novo Testamento


   É alistada entre os pecados
destacados pelo apóstolo Paulo
 (Ef 4.19). Aparece nas lista dos
  vícios dos povos pagãos (Rm
              1.29).
Mesmo não aparecendo na lista
das obras da carne, a cobiça é a
causa de varias obras da carne,
adultério, ódio, dissensões, etc.




   Presbítero Daniel Viana
Cobiça é uma consequência da visão de
       mundo que o ser humano possui.
O mundo em que vivemos
  é orientado por um estilo
    de vida materialista,
  hedonista e pragmatista.
    Mas o Evangelho nos
   recomenda a viver um
        estilo de vida
rigorosamente contrário ao
          mundano.




  Presbítero Daniel Viana
O ESPÍRITO DO MUNDO


                          • É o ceticismo a respeito da existência daquilo
                            que é transcendental. Um estilo de vida pautado
    Materialismo            somente nas coisas materiais. Após essa vida,
                            dizem os materialistas, tudo acaba.



                          • Ética pautada na busca intensa pelo prazer
                            inteiramente pessoal. O sexo, a paz interior e a
     Hedonismo              prosperidade são os sonhos de vida do ser
                            humano.



                          • É o estilo de vida que objetiva o lucro pessoal.
                            Os relacionamentos de ordem sentimental,
    Pragmatismo             espiritual e profissional são baseados numa
                            perspectiva de barganha.




Presbítero Daniel Viana
O objeto da
       cobiça
 1. O direito à propriedade
        no Antigo Israel.
 • Levítico nos mostra que
      a terra pertencia ao
       Senhor (Lv 25.23).
• Todo israelita do AT tinha
       consciência dessa
    informação, desse jeito
     não poderia vender o
   que foi dado por herança
             divina.


 Presbítero Daniel Viana
A herança de Nabote

Vejamos algumas informações sobre a vinha de Nabote:

1.   Estava junto ao palácio. Segundo a Bíblia a vinha estava localizada em um lugar
     privilegiado, perto do palácio de campo do rei Acabe;
2.   Estava pronta. Para que ela estivesse pronta era necessário muito trabalho: a
     terra tinha que está limpa de pedras antes que as mais tenras vinhas fossem
     plantadas, teria que ter um lagar, local para esmagar as uvas que eram talhados
     de uma pedra, quando todos os preparativos estavam feitos, a vinha estava pronta
     e dentro de alguns anos seus frutos seriam colhidos;
3.   Tinha valor. Para Nabote a vinha tinha valor significativo, que ultrapassava o
     dinheiro e até mesmo a troca por outra vinha melhor, pois ele havia recebido a
     vinha como herança de seus pais (Lv 25.23). Nabote mostra ao rei que, acima de
     valores materiais, está a fidelidade aos Mandamentos de Deus.




     Presbítero Daniel Viana
Acabe deseja a vinha de
                  Nabote
  Em Jizreel, o rei Acabe
cobiçou a vinha que fazia
  limite com seu palácio,
 pertencente a Nabote, a
fim de que pudesse fazer
       uma horta nela.
       Acabe desejou
 ardentemente possuir a
  vinha de Nabote e, por
    isso, foi ao encontro
       daquele sudito.

  Presbítero Daniel Viana
As três propostas
 de Acabe para
     Nabote
  1ª Proposta de Acabe:
“Dá-me tua vinha para que
   a transforme em horta.
2ª Proposta de Acabe: “Te
  darei por ela outra vinha
           melhor.
3ª Proposta de Acabe: “Se
for do teu agrado, dar-te-ei
  o seu valor em dinheiro.


   Presbítero Daniel Viana
A proposta de
      Acabe
1. Violava a Lei de Moisés
   Lv 25.23;
2. Aviltava a vinha de
   Nabote;
3. Depreciava a vinha de
   Nabote;
4. Estimulava Nabote a
   buscar o dinheiro e o
   que pudesse comprar.



   Presbítero Daniel Viana
As três coisas
       rejeitadas por
           Nabote
  1.    O prestígio. Quem estava negociando
     com Nabote não era qualquer pessoa, e
    sim o rei de Israel, uma pessoa de grande
                     prestigio.
2. Crescimento. Muitas pessoas abrem mão
           da sua salvação por causa do
      crescimento dado pelo homem, o que,
    certamente, amanhã murcha, irá perecer.
  3. Dinheiro. Quando o assunto envolve
     dinheiro, muitos esquecem que possuem
     casa, família, amigos, ministério e até de
                       Deus.


       Presbítero Daniel Viana
O fruto da cobiça
Acabe surge à frente de Jezabel,
em depressão, ela lhe questiona
 o motivo daquele estado (I Rs
21.5,6), ao receber a resposta de
 Acabe ela lhe dar sua “terapia”
           para tratá-lo:

     1.   Exaltação do ego do rei;

2.    Estratégia do entretenimento;

     3.   Entrega da autoridade.




     Presbítero Daniel Viana
Falso
     testemunho
Jezabel, atuando em nome do
 rei Acabe, mostrou toda sua
          impiedade:
Ela mandou que apregoassem
um jejum e que Nabote fosse
  posto acima do povo e que
    fossem levantados dois
homens que testemunhassem
  contra ele, acusando-o de
   blasfêmia (I Rs 21.8:13).




   Presbítero Daniel Viana
Assassinato e apropriação
              indevida
    Uma prática religiosa foi usada para dar uma
    roupagem espiritual ao caso. Com esse falso
  testemunho levantado contra Nabote, não só ele,
 mas toda sua família foram apedrejados e mortos
             injustamente (I Rs 21.13).
Sejamos sinceros, quantas vezes a Palavra de Deus
é usada para justificar práticas pecaminosas! E tudo
 isso com aprovação dos ministros da igreja, pena
 que muitos “homens de Deus” já perderam a visão
   das coisas do Reino de Deus, tudo por troca de
            usufruto de coisas materiais.

Presbítero Daniel Viana
O plano de
 Jezabel violava
 diretamente três
  mandamentos:
A. Não tomarás o nome do
   teu Deus em vão (Êx 20.7;
   Dt 5.11);

B. Não dirás falso testemunho
   (Êx 20.16; Dt 5.20);

C. Não matarás (Êx 20.13; Dt
   5. 17).
   Presbítero Daniel Viana
A astúcia do
plano de Jezabel
 •  Sigilo da real motivação;
  • Oportunismo diante de
      alguma calamidade;
• Aparência de religiosidade;
• Falso enaltecimento de um
         servo de Deus;
• Falso testemunho despido
         de investigação.




     Presbítero Daniel Viana
As consequências da cobiça
                     1. Julgamento divino:
    Acabe já se aproximava todo feliz e alegre para
possuir a vinha de Nabote, com seu ego inchado, mas
 surge o profeta Elias mandado por Deus para trazer-
           lhe uma mensagem (I Rs 21.19,20).
 Elias foi enviado por Deus para dizer a Acabe que ele
   havia matado Nabote e tomado a herança dele, e
devido a isso o Senhor traria mal sobre ele e sua casa.
 Pela segunda vez Acabe recebe uma mensagem de
 que seria exterminado com sua casa. O resultado da
         rejeição a Deus era a rejeição de Deus.


Presbítero Daniel Viana
Arrependimento e morte

  O rei Acabe se arrependeu e comoveu o
 Senhor, a ponto de Deus dizer a Elias que,
     por causa desta humilhação, o mal
  profetizado não se daria em seu reinado,
  mas sim no de seu filho (I Rs 21.27-29).
 O profeta Elias ainda recebeu a revelação
  do que ocorreria com Jezabel: os cães a
  comeriam junto ao antemuro de Jizreel (I
 Rs 21.23), morreria com grande desonra.

Presbítero Daniel Viana
Conclusão

 A lição nos traz um alerta: devemos ter cuidado com a
      cobiça. Este sentimento não pode de maneira
  nenhuma encontrar lugar no coração dos salvos em
      Jesus Cristo, pois todas as nossas ações terão
                      consequências.
 O rei Acabe fracassou porque esqueceu-se da Palavra
  de Deus, pois preferiu ouvir as orientações de uma
       pagã que não sabia nada da Lei do Senhor.
 Todos que enveredam por esse caminho, receberão a
  devida recompensa, pois Deus julgará os segredos
     dos homens naquele Dia (Rm 2.16; I Co 14.25)


Presbítero Daniel Viana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restauradoLição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restauradoErberson Pinheiro
 
Aliança com Deus
Aliança com Deus Aliança com Deus
Aliança com Deus Jessé Lopes
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusIBMemorialJC
 
Parábola do Rico e Lazaro
Parábola do Rico e LazaroParábola do Rico e Lazaro
Parábola do Rico e LazaroRudimar Ribeiro
 
Abigail, um Caráter Conciliado.
Abigail, um Caráter Conciliado.Abigail, um Caráter Conciliado.
Abigail, um Caráter Conciliado.Márcio Martins
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneMárcio Martins
 
Fé em Tempos Difíceis
Fé em Tempos DifíceisFé em Tempos Difíceis
Fé em Tempos DifíceisIBMemorialJC
 

Mais procurados (20)

Dízimos e Ofertas.pps
Dízimos e Ofertas.ppsDízimos e Ofertas.pps
Dízimos e Ofertas.pps
 
A viúva de sarepta
A viúva de sareptaA viúva de sarepta
A viúva de sarepta
 
Arrumando a Bagunça Gerada pela Ansiedade
Arrumando a Bagunça Gerada pela AnsiedadeArrumando a Bagunça Gerada pela Ansiedade
Arrumando a Bagunça Gerada pela Ansiedade
 
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restauradoLição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
 
Paulo e Silas
Paulo e SilasPaulo e Silas
Paulo e Silas
 
Aliança com Deus
Aliança com Deus Aliança com Deus
Aliança com Deus
 
Quem foi jezabel
Quem foi jezabelQuem foi jezabel
Quem foi jezabel
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
 
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIAA casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
 
A História de Sansão
A História de SansãoA História de Sansão
A História de Sansão
 
As dez virgens
As dez virgensAs dez virgens
As dez virgens
 
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e euLição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
 
(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul
 
Parábola do Rico e Lazaro
Parábola do Rico e LazaroParábola do Rico e Lazaro
Parábola do Rico e Lazaro
 
Abigail, um Caráter Conciliado.
Abigail, um Caráter Conciliado.Abigail, um Caráter Conciliado.
Abigail, um Caráter Conciliado.
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Fé em Tempos Difíceis
Fé em Tempos DifíceisFé em Tempos Difíceis
Fé em Tempos Difíceis
 
João 15
João 15João 15
João 15
 
Dois Remos fé e ação
Dois Remos fé e açãoDois Remos fé e ação
Dois Remos fé e ação
 

Destaque

A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabotecesarsilas
 
Lição 8 o legado de elias
Lição 8   o legado de eliasLição 8   o legado de elias
Lição 8 o legado de eliasDaniel Viana
 
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BMASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BMIsrael Evangelista Dias
 
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JIN
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JINA vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JIN
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JINJeronimo Nunes
 
Lição 7 a vinha de nabote
Lição 7   a vinha de naboteLição 7   a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de naboteGerson Silva
 

Destaque (7)

A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabote
 
Lição 8 o legado de elias
Lição 8   o legado de eliasLição 8   o legado de elias
Lição 8 o legado de elias
 
Moises - Rejane Fogo Puro 
Moises - Rejane Fogo Puro Moises - Rejane Fogo Puro 
Moises - Rejane Fogo Puro 
 
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BMASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
 
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JIN
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JINA vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JIN
A vinha de Nabote e a viúva de Sarepta JIN
 
Lição 7 a vinha de nabote
Lição 7   a vinha de naboteLição 7   a vinha de nabote
Lição 7 a vinha de nabote
 
A vinha de Nabote
A vinha de NaboteA vinha de Nabote
A vinha de Nabote
 

Semelhante a Lição 7 a vinha de nabote

20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01
20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp0120131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01
20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01crisbug123
 
Lição 4 elias e os profetas de baal
Lição 4 elias e os profetas de baalLição 4 elias e os profetas de baal
Lição 4 elias e os profetas de baalAlan Fabiano Fabiano
 
03 alongasecasobreisrael
03 alongasecasobreisrael03 alongasecasobreisrael
03 alongasecasobreisraelcledsondrumms
 
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICO
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICOPENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICO
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICORubens Sohn
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALMarcus Wagner
 
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021Marcus Wagner
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuDaniel Viana
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelAilton da Silva
 
Da fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória IDa fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória Iprandradecunha
 

Semelhante a Lição 7 a vinha de nabote (20)

O espírito do mundo a vinha de nabote
O espírito do mundo    a vinha de naboteO espírito do mundo    a vinha de nabote
O espírito do mundo a vinha de nabote
 
2013 1o tri lição 7_a vinha de nabote
2013 1o tri lição 7_a vinha de nabote2013 1o tri lição 7_a vinha de nabote
2013 1o tri lição 7_a vinha de nabote
 
20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01
20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp0120131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01
20131otrilio7avinhadenabote 130131163041-phpapp01
 
Resumo 1º trimestre 2013.
Resumo 1º trimestre  2013.Resumo 1º trimestre  2013.
Resumo 1º trimestre 2013.
 
Lição 4 elias e os profetas de baal
Lição 4 elias e os profetas de baalLição 4 elias e os profetas de baal
Lição 4 elias e os profetas de baal
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
03 alongasecasobreisrael
03 alongasecasobreisrael03 alongasecasobreisrael
03 alongasecasobreisrael
 
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICO
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICOPENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICO
PENTATEUCO AULA 4 IBADEP BÁSICO
 
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAALLIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
LIÇÃO 4 – ELIAS E OS PROFETAS DE ASERÁ E BAAL
 
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021
LIÇÃO 3 – ACABE E O PROFETA ELIAS - LIÇÃO DE ADULTOS 3º TRIMESTRE DE 2021
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
Lição 07
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseu
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
 
Da fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória IDa fraqueza à vitória I
Da fraqueza à vitória I
 
Escola dominical .. we
Escola dominical .. weEscola dominical .. we
Escola dominical .. we
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 

Mais de Daniel Viana

Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5   Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em VãoLição 5   Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em VãoDaniel Viana
 
Lição 1 Deus dá a sua lei ao povo de Israel
Lição 1   Deus dá a sua lei ao povo de IsraelLição 1   Deus dá a sua lei ao povo de Israel
Lição 1 Deus dá a sua lei ao povo de IsraelDaniel Viana
 
Lição 13 o tempo da profecia de daniel
Lição 13 o tempo da profecia de danielLição 13 o tempo da profecia de daniel
Lição 13 o tempo da profecia de danielDaniel Viana
 
Lição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de DeusLição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de DeusDaniel Viana
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuDaniel Viana
 
Eliseu e a escola dos profetas
Eliseu e a escola dos profetasEliseu e a escola dos profetas
Eliseu e a escola dos profetasDaniel Viana
 
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaLição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaDaniel Viana
 
Lição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguraçãoLição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguraçãoDaniel Viana
 

Mais de Daniel Viana (9)

Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5   Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em VãoLição 5   Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
 
Lição 1 Deus dá a sua lei ao povo de Israel
Lição 1   Deus dá a sua lei ao povo de IsraelLição 1   Deus dá a sua lei ao povo de Israel
Lição 1 Deus dá a sua lei ao povo de Israel
 
Lição 13 o tempo da profecia de daniel
Lição 13 o tempo da profecia de danielLição 13 o tempo da profecia de daniel
Lição 13 o tempo da profecia de daniel
 
Lição 4 ebd
Lição 4 ebdLição 4 ebd
Lição 4 ebd
 
Lição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de DeusLição 1: Família, criação de Deus
Lição 1: Família, criação de Deus
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseu
 
Eliseu e a escola dos profetas
Eliseu e a escola dos profetasEliseu e a escola dos profetas
Eliseu e a escola dos profetas
 
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casaLição 10 - Há um milagre em sua casa
Lição 10 - Há um milagre em sua casa
 
Lição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguraçãoLição 9 elias no monte da transfiguração
Lição 9 elias no monte da transfiguração
 

Último

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 

Último (14)

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 

Lição 7 a vinha de nabote

  • 2. Texto Áureo “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7) Presbítero Daniel Viana
  • 3. Verdade Prática A trama orquestrada pela rainha Jezabel e o rei Acabe contra Nabote demonstra quão danoso é render- se aos desejos da cobiça e de uma satisfação pessoal. Presbítero Daniel Viana
  • 4. Objetivos da lição • Identificar o objeto da cobiça de Acabe; • Citar as causas da cobiça; • Conscientizar-se dos frutos e consequências da cobiça. Presbítero Daniel Viana
  • 5. Na sequência de estudos sobre o ministério do profeta Elias, estudaremos sobre o episodio da tomada por parte de Acabe e Jezabel da vinha de Nabote. No episódio da vinha de Nabote, Deus dá ao profeta Elias a resposta às suas indagações sobre Jezabel. Presbítero Daniel Viana
  • 6. Digressão da narrativa bíblica em 1 Reis Após Elias ter seu revigoramento espiritual, partiu em busca de Eliseu, iniciando dessa forma, os preparativos para a sua própria sucessão. Deus não havia se esquecido da indagação do profetas Elias, em virtude de seu dedicado e justo zelo pela continuação do culto a Deus no meio do povo de Israel. Presbítero Daniel Viana
  • 7. Quem era Nabote e como era a sua vinha A Bíblia nos dá A Bíblia nos diz que poucas informações ele tinha uma vinha. O sobre Nabote, mas Aurélio nos define: é a nos diz que era um quantidade mais ou homem temente a menos considerável Deus e nos mostra de videiras dispostas seu lugar de origem aproximadamente Jizreel. entre si. Seu nome deriva-se A palavra hebraica é do árabe e quer dizer “kerem”. “rebento” ou “fruto”. Presbítero Daniel Viana
  • 8. O que é cobiça? Desejo imoderado e inconfessável de possuir ( o que geralmente não se merece). Ambição. Avidez. Presbítero Daniel Viana
  • 9. Definição bíblica para cobiça Palavra que vem do hebraico “epithumeõ”, significa: “fixar o desejo em” (formado de epi “sobre”, usado intensivamente, e thumos, “paixão”), quer de coisas boas ou ruins, por conseguinte, “almejar, desejar ardentemente, ambicionar” é usado em At 20.33 com o significado de “desejar mal”, acerca de “desejar dinheiro e vestuário”. Presbítero Daniel Viana
  • 10. A cobiça à luz do Antigo Testamento É condenado na Lei de Moisés: “Não cobiçarás” (Êx 20.17). O texto deixa claro que coisa nenhuma pertence a outrem, deve ser desejado. Presbítero Daniel Viana
  • 11. A cobiça à luz do Novo Testamento É alistada entre os pecados destacados pelo apóstolo Paulo (Ef 4.19). Aparece nas lista dos vícios dos povos pagãos (Rm 1.29). Mesmo não aparecendo na lista das obras da carne, a cobiça é a causa de varias obras da carne, adultério, ódio, dissensões, etc. Presbítero Daniel Viana
  • 12. Cobiça é uma consequência da visão de mundo que o ser humano possui. O mundo em que vivemos é orientado por um estilo de vida materialista, hedonista e pragmatista. Mas o Evangelho nos recomenda a viver um estilo de vida rigorosamente contrário ao mundano. Presbítero Daniel Viana
  • 13. O ESPÍRITO DO MUNDO • É o ceticismo a respeito da existência daquilo que é transcendental. Um estilo de vida pautado Materialismo somente nas coisas materiais. Após essa vida, dizem os materialistas, tudo acaba. • Ética pautada na busca intensa pelo prazer inteiramente pessoal. O sexo, a paz interior e a Hedonismo prosperidade são os sonhos de vida do ser humano. • É o estilo de vida que objetiva o lucro pessoal. Os relacionamentos de ordem sentimental, Pragmatismo espiritual e profissional são baseados numa perspectiva de barganha. Presbítero Daniel Viana
  • 14. O objeto da cobiça 1. O direito à propriedade no Antigo Israel. • Levítico nos mostra que a terra pertencia ao Senhor (Lv 25.23). • Todo israelita do AT tinha consciência dessa informação, desse jeito não poderia vender o que foi dado por herança divina. Presbítero Daniel Viana
  • 15. A herança de Nabote Vejamos algumas informações sobre a vinha de Nabote: 1. Estava junto ao palácio. Segundo a Bíblia a vinha estava localizada em um lugar privilegiado, perto do palácio de campo do rei Acabe; 2. Estava pronta. Para que ela estivesse pronta era necessário muito trabalho: a terra tinha que está limpa de pedras antes que as mais tenras vinhas fossem plantadas, teria que ter um lagar, local para esmagar as uvas que eram talhados de uma pedra, quando todos os preparativos estavam feitos, a vinha estava pronta e dentro de alguns anos seus frutos seriam colhidos; 3. Tinha valor. Para Nabote a vinha tinha valor significativo, que ultrapassava o dinheiro e até mesmo a troca por outra vinha melhor, pois ele havia recebido a vinha como herança de seus pais (Lv 25.23). Nabote mostra ao rei que, acima de valores materiais, está a fidelidade aos Mandamentos de Deus. Presbítero Daniel Viana
  • 16. Acabe deseja a vinha de Nabote Em Jizreel, o rei Acabe cobiçou a vinha que fazia limite com seu palácio, pertencente a Nabote, a fim de que pudesse fazer uma horta nela. Acabe desejou ardentemente possuir a vinha de Nabote e, por isso, foi ao encontro daquele sudito. Presbítero Daniel Viana
  • 17. As três propostas de Acabe para Nabote 1ª Proposta de Acabe: “Dá-me tua vinha para que a transforme em horta. 2ª Proposta de Acabe: “Te darei por ela outra vinha melhor. 3ª Proposta de Acabe: “Se for do teu agrado, dar-te-ei o seu valor em dinheiro. Presbítero Daniel Viana
  • 18. A proposta de Acabe 1. Violava a Lei de Moisés Lv 25.23; 2. Aviltava a vinha de Nabote; 3. Depreciava a vinha de Nabote; 4. Estimulava Nabote a buscar o dinheiro e o que pudesse comprar. Presbítero Daniel Viana
  • 19. As três coisas rejeitadas por Nabote 1. O prestígio. Quem estava negociando com Nabote não era qualquer pessoa, e sim o rei de Israel, uma pessoa de grande prestigio. 2. Crescimento. Muitas pessoas abrem mão da sua salvação por causa do crescimento dado pelo homem, o que, certamente, amanhã murcha, irá perecer. 3. Dinheiro. Quando o assunto envolve dinheiro, muitos esquecem que possuem casa, família, amigos, ministério e até de Deus. Presbítero Daniel Viana
  • 20. O fruto da cobiça Acabe surge à frente de Jezabel, em depressão, ela lhe questiona o motivo daquele estado (I Rs 21.5,6), ao receber a resposta de Acabe ela lhe dar sua “terapia” para tratá-lo: 1. Exaltação do ego do rei; 2. Estratégia do entretenimento; 3. Entrega da autoridade. Presbítero Daniel Viana
  • 21. Falso testemunho Jezabel, atuando em nome do rei Acabe, mostrou toda sua impiedade: Ela mandou que apregoassem um jejum e que Nabote fosse posto acima do povo e que fossem levantados dois homens que testemunhassem contra ele, acusando-o de blasfêmia (I Rs 21.8:13). Presbítero Daniel Viana
  • 22. Assassinato e apropriação indevida Uma prática religiosa foi usada para dar uma roupagem espiritual ao caso. Com esse falso testemunho levantado contra Nabote, não só ele, mas toda sua família foram apedrejados e mortos injustamente (I Rs 21.13). Sejamos sinceros, quantas vezes a Palavra de Deus é usada para justificar práticas pecaminosas! E tudo isso com aprovação dos ministros da igreja, pena que muitos “homens de Deus” já perderam a visão das coisas do Reino de Deus, tudo por troca de usufruto de coisas materiais. Presbítero Daniel Viana
  • 23. O plano de Jezabel violava diretamente três mandamentos: A. Não tomarás o nome do teu Deus em vão (Êx 20.7; Dt 5.11); B. Não dirás falso testemunho (Êx 20.16; Dt 5.20); C. Não matarás (Êx 20.13; Dt 5. 17). Presbítero Daniel Viana
  • 24. A astúcia do plano de Jezabel • Sigilo da real motivação; • Oportunismo diante de alguma calamidade; • Aparência de religiosidade; • Falso enaltecimento de um servo de Deus; • Falso testemunho despido de investigação. Presbítero Daniel Viana
  • 25. As consequências da cobiça 1. Julgamento divino: Acabe já se aproximava todo feliz e alegre para possuir a vinha de Nabote, com seu ego inchado, mas surge o profeta Elias mandado por Deus para trazer- lhe uma mensagem (I Rs 21.19,20). Elias foi enviado por Deus para dizer a Acabe que ele havia matado Nabote e tomado a herança dele, e devido a isso o Senhor traria mal sobre ele e sua casa. Pela segunda vez Acabe recebe uma mensagem de que seria exterminado com sua casa. O resultado da rejeição a Deus era a rejeição de Deus. Presbítero Daniel Viana
  • 26. Arrependimento e morte O rei Acabe se arrependeu e comoveu o Senhor, a ponto de Deus dizer a Elias que, por causa desta humilhação, o mal profetizado não se daria em seu reinado, mas sim no de seu filho (I Rs 21.27-29). O profeta Elias ainda recebeu a revelação do que ocorreria com Jezabel: os cães a comeriam junto ao antemuro de Jizreel (I Rs 21.23), morreria com grande desonra. Presbítero Daniel Viana
  • 27. Conclusão A lição nos traz um alerta: devemos ter cuidado com a cobiça. Este sentimento não pode de maneira nenhuma encontrar lugar no coração dos salvos em Jesus Cristo, pois todas as nossas ações terão consequências. O rei Acabe fracassou porque esqueceu-se da Palavra de Deus, pois preferiu ouvir as orientações de uma pagã que não sabia nada da Lei do Senhor. Todos que enveredam por esse caminho, receberão a devida recompensa, pois Deus julgará os segredos dos homens naquele Dia (Rm 2.16; I Co 14.25) Presbítero Daniel Viana