UNAMA 2010 objetiva

6.999 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.999
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UNAMA 2010 objetiva

  1. 1. 1 Estamos lhe apresentando duas propostas de redação para que, a partir da escolha de uma delas, você desenvolva a sua redação. Após fazer a escolha, construa um texto, valendo-se dos elementos necessários à elaboração, bem como das experiências que a vida já lhe proporcionou. Atenção:  Faça sua redação com o mínimo de 15 linhas e o máximo de 30.  O uso dos textos de apoio não se deve limitar à mera transcrição.  Seu texto deve ser escrito em prosa. PROPOSTA 1 A publicidade impactante na sociedade contemporânea. Os meios de comunicação e suas influências sobre a sociedade pós-moderna muitas vezes geram polêmicas. É o caso das campanhas publicitárias conhecidas como impactantes. Como as de cigarro que, nas embalagens, além das frases com alertas sobre os danos do tabagismo à saúde dos fumantes, trazem dezenas de diferentes ilustrações absolutamente assustadoras de situações ditas como resultado do fumo. Ou como aquela mostrando a imagem da mocinha anoréxica que, ao mirar-se no espelho, ainda vê uma imagem que, na sua cabeça, foge aos padrões estéticos destes tempos. HORROR O Ministério da Saúde adverte. Este produto causa envelhecimento precoce da pele. http://rubensribeiroe3.blogspot.com/2007/03/anorexia E, ainda, a do anúncio televisivo da Móbil que, de forma direta, tenta conscientizar os motoristas para o uso indevido de celulares ao dirigir. Nela, aparece, na tela, a imagem de um rapaz dirigindo, celular no ouvido, uma praia, gente dourada de sol. Depois, a de uma sala de cirurgia com um médico olhando em direção do espectador. A voz: “Aonde você quer passar o seu fim de semana?”. Surge, então, um homem carregando uma maca vazia dentro do IML. Ele pára com a maca em frente a uma câmara frigorífica, puxa a bandeja com um corpo e pendura uma etiqueta com um número no pé do defunto. A respeito desse tipo de publicidade, as opiniões divergem muito. Para muitas pessoas, peças de propaganda, tais quais as citadas como exemplo, chamam atenção não só pelo tom apelativo contra o fumo, a anorexia, o uso indevido do celular no trânsito – e outros males contemporâneos que vitimam principalmente jovens no mundo inteiro – e sim muito mais pela crua intensidade com que tratam os temas. Outras acham que é óbvio que campanhas publicitárias de impacto não resolvem os problemas, mas consideram que muitas vezes é preciso um ‘tapa na cara’ como esse para pelo menos fazer pensar e, quanto mais se falar, refletir a respeito de um problema recorrente, maiores são as chances dele ir ao encontro da solução. As opiniões são variadas. O jornalista Ivan Silvestre considera “uma pena o uso de recursos tão chocantes, principalmente na propaganda que, mesmo sendo de fim social, tem na sua essência a missão de gerar sonhos”. E há opiniões pragmáticas e de intenção ética, como a do advogado Jair Dourado: “(...), nas propagandas impactantes, é bom ‘pôr o pé no freio’ para alertar a educação dos jovens. Não podemos esquecer que no Código Brasileiro de Auto Regulamentação Publicitária há o Artigo 22 – Os anúncios não devem conter afirmações ou apresentações visuais ou auditivas que ofendam os padrões de decência que prevaleçam entre UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  2. 2. 2 aqueles que a publicidade poderá atingir.” Porém há os que, pensam como Joanna Alonso, pedagoga: “uma ação que causa impacto e promove a reflexão é válida uma vez que um veículo de comunicação precisa assumir também postura de caráter educativo e social”. Como sabemos que o trabalho de conscientização de uma sociedade demanda de muitos determinantes, até que ponto a Publicidade pode chocar as pessoas para tentar conscientizar acerca de causas sociais? Para provocar, obrigar a reflexão, faz-se necessário lançar mão de cenas impactantes para reter a atenção do público? A propaganda impactante funciona positivamente sobre a sociedade contemporânea? Com base nas informações dadas e nas suas próprias experiências, redija um texto argumentativo com o mínimo de 15 e o máximo de 30 linhas, expondo seu posicionamento acerca das questões acima. Dê um título ao seu texto. PROPOSTA 2 Ou Isto ou Aquilo: viver é fazer escolhas Cecília Meireles escreveu o poema “Ou Isto ou Aquilo” Ou se tem sol ou não se tem chuva! Ou se calça a luva e não se põe o anel, ou se põe o anel e não se calça a luva! Quem sobe nos ares não fica no chão, quem fica no chão não sobe nos ares. É uma grande pena que não se possa estar ao mesmo tempo em dois lugares! Ou guardo dinheiro e não compro doce, ou compro doce e não guardo dinheiro. Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo... e vivo escolhendo o dia inteiro! Não sei se brinco, não sei se estudo, se saio correndo ou fico tranquilo. Mas não consegui entender ainda qual é melhor: se é isto ou aquilo. Convivi com esses versos muitos anos, pois no colégio onde eu estudava, este poema ficava logo na porta de entrada. Gigantesco em madeira, eu ficava sempre lendo e analisando cada frase e pensava como alguém, de uma forma tão simplista e ao mesmo tempo magnânima, conseguiu expressar tão bem esta difícil questão das escolhas. E em muitos momentos meus, ao longo da minha vida, peguei-me lembrando do trecho: “se compro o doce não guardo o dinheiro...”, “se calço a luva, não ponho o anel...”. As escolhas se apresentam a cada instante da nossa vida: ou tiro um cochilo ou escrevo este texto. Ou descanso ou vou dar aulas e ganho dinheiro. Ou compro o apartamento que meu dinheiro permite ou outro maior pedindo um empréstimo e comprometo meu orçamento. A luta entre a razão e a emoção no processo de tomada de decisão é grande. Algo que acontece todos os dias, pois vivemos tomando decisões. Viver é um exercício constante de escolhas, das mais simples, às mais complexas. Sobre isso, penso nos versos do Bhagavad-Gîtã, a mais sagrada das escrituras da Índia, como que acendendo e apagando, que nem um cartaz luminoso: “o bem e o mal têm que estar sempre juntos, para que um homem possa escolher. E o campo de batalha onde se digladiam o bem e o mal é a mente humana”. Ou, no que nos diz Roberto Carlos, “Se o bem e o mal existem / Você pode escolher / É preciso saber viver...” Percebo que cada vez o grau das minhas escolhas tomam dimensões maiores. Maiores responsabilidades. E maiores são os meus medos. Mas... Ou tenho medo ou não me arrisco e fico dentro da casca do ovo. Ou sou feliz ou não me arrisco. E se não me arrisco, nunca vou ter a certeza se poderia ter dado certo. Isto ou aquilo? A vida nos põe a prova toda hora e exige resposta. Rita Alonso (texto adaptado) http:// www.umtoquedemotivacao, fevereiro 2009 Com base na leitura do texto acima e nas experiências que Você deve ter, considerando que as escolhas se apresentam a cada instante de nossas vidas, redija um texto em prosa, entre 15 e 30 linhas, opinando sobre o que significa, para Você, fazer escolhas, e como isso se deu em um determinado e decisivo momento, na sua própria vida. Dê um título ao seu texto. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  3. 3. 3 LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA LUSO BRASILEIRA LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES 01 E 02 01. Os fragmentos da letra da música contemporânea do grupo Eu sou apenas alguém “Legião Urbana” demonstram que a barreira geográfica e Ou até mesmo ninguém temporal não impede que os temas universais presentes nos Talvez alguém invisível poemas sejam recorrentes em outros textos e em outros autores em Que a admira a distância diferentes épocas e lugares. Nesse caso, por exemplo, o grupo Sem a menor esperança (...) Legião Urbana encontra inspiração na: Dono de um amor sublime a) crença de que a ciência e a metafísica roubam a naturalidade Mas culpado por querê-la do homem, presente nos poemas modernistas de Alberto Como quem a olha na vitrine Caeiro. Mas jamais poderá tê-la (...) b) morbidez latente evidenciada na poesia simbolista de Eu sei de todas as suas tristezas Alphonsus de Guimaraens. E alegrias c) sátira conservadora e preconceituosa que se manifesta na Mas você nada sabe (...) poesia barroca de Gregório de Matos. Nem sequer que eu existo. d) coita e vassalagem amorosa presentes nas cantigas de amor do (Legião Urbana) trovadorismo português. 02. “Dono de um amor sublime / Mas culpado por querê-la / Como quem a olha na vitrine / Mas jamais poderá tê-la.” Na construção da textualidade dos versos da canção, qual a função do conectivo “MAS” nas suas duas ocorrências, no trecho acima? a) Adicionar argumentos a favor de uma mesma conclusão sobre o amor. b) Introduzir a justificativa para a impossibilidade de realização do amor. c) Exercer contradição em relação às ideias anteriores. d) Substituir sinais de pontuação na estrutura sintática dos versos. LEIA OS 4 TEXTOS A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 03 A 09. TEXTO I “Estavas, linda Inês, posta em sossego, TEXTO II Da triste, bela Inês, inda os clamores De teus anos colhendo doce fruto, Andas, Eco chorosa, repetindo; Naquele engano da alma, ledo e cego, Inda aos piedosos Céus andas pedindo Que a fortuna não deixa durar muito, Justiça contra os ímpios matadores; Nos saudosos campos do Mondego*, De teus fermosos* olhos nunca enxuto, Ouvem-se inda na Fonte dos Amores Aos montes ensinando e às ervinhas De quando em quando as náiades* carpindo; O nome que no peito escrito tinhas. (...)” E o Mondego*, no caso refletindo, (Fragmento do episódio Inês de Castro, Rompe irado a barreira, alaga as flores: em Os Lusíadas, de Camões) Inda altos hinos o universo entoa * Mondego: nome de um rio de Portugal A Pedro, que da morte formosura fermosos - formosos Convosco, Amores, ao sepulcro voa: Milagre da beleza e da ternura! Abre, desce, olha, geme, abraça e c'roa A malfadada Inês na sepultura. (José Manuel Maria Barbosa de Bocage) * náiades: ninfas dos rios. Mondego: nome de um rio de Portugal UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  4. 4. 4 TEXTO III TEXTO IV – Inês, Inês, quem sobrevive, quem, Uma musa matriz de tantas músicas nos filhos que fabrica? melindrosa mulher e linda e única ut-re-mi-tílias ao vento soltas sussurrando – como o lado da lua que se oculta (...) escondia o mistério e a sedução. Hino ouvido entre neves: Comovida com a revolução de Guevara, ulti... multi ... venturas, aventuras, Camilo e São Dimas, vento ululando, vento urrando – vê, escutou meu espelho cristalino multidões precipitam-se(...) viajou nosso sonho libertário. Ouve, repara, ávida Lídia, os sinos, Bela Inês com seu peito de operário os fabricados sinos se partiram, (...) a burguesa que amava o capitão. (Romance da Bela Inês, poema-canção de Alceu Valença) os generados filhos se quebraram, todos falhamos, tudo, ai todos farfalhamos, sinos, folhas: As fabulosas naves passam prenhes.(...) (Mário Faustino,O homem & sua hora e outros poemas. Fragmentos) 03. “Uma musa matriz de tantas músicas” O verso acima, do poema canção de Alceu Valença (texto IV) já sugere o diálogo que há entre o episódio de Inês de Castro, de Camões, e os textos poéticos como os de Bocage, Mário Faustino e este mesmo de Alceu Valença. Esse recurso expressivo tem o nome de: a) ambiguidade. b) metalinguagem. c) intertextualidade. d) comparação. 04. A leitura e o conhecimento prévio da significação do episódio de Inês de Castro, em Os Lusíadas, nos permite, ao compará-lo a versos do poema canção de Alceu Valença (texto IV), afirmar que: I. no poema-canção de Alceu Valença, a mulher de que ali se fala é uma Inês situada claramente num espaço e cor local diferentes da Inês de Camões. II. a Inês de Alceu Valença, uma mulher de “peito operário”, cheia de sonhos libertadores e revolucionários, leva uma caracterização geral semelhante à Inês de Camões. III. no fragmento lido, Camões não economiza palavras na descrição dos atributos físicos e encantos pessoais de Inês de Castro; Valença faz um resumo de tudo isso, concentrando-se sobretudo na descrição do sentimento que move a Inês de seu poema-canção. O correto está em: a) I, II e III. b) I e III, apenas. c) II e III, apenas. d) II, apenas. 05. A respeito do seguinte trecho do texto IV: Bela Inês com seu peito de operário / a burguesa que amava o capitão. O segmento que amava o capitão poderia ser substituído, sem prejuízo para a coesão e para o sentido original do poema, por: a) cuja amava o capitão. b) a qual amava o capitão. c) onde amava o capitão. d) a quem amava o capitão. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  5. 5. 5 06. A respeito do poema de Bocage (texto II), podemos dizer que contém exemplo daquilo que distingue o seu autor como um pré romântico, uma vez que: a) as emoções estão presas à rigidez do verso perfeito e à forma fixa deste soneto. b) a defesa dos ideais liberais, uma espécie de canto à liberdade, estão presentes neste soneto ideológico. c) o tom confessional, desse soneto, é carregado de ironia. d) por meio da forma imperativa, o poeta reduz a intensidade apelativa do poema. 07. Indique a afirmação correta em relação aos recursos sintáticos e estilísticos empregados no texto II, o poema de Bocage. a) Em Abre, desce, olha, geme, abraça, as vírgulas são usadas para separar orações subordinadas que compõem a gradação. b) Em E o Mondego, no caso refletindo / rompe irado a barreira, alaga as flores..., ocorre a figura chamada personificação. c) Em repetindo, pedindo, carpindo, refletindo, há formas verbais de gerúndio usadas para expressar ações plenamente concluídas. d) Em Ouvem-se inda na Fonte dos Amores / De quando em quando as náiades carpindo, a sintaxe de concordância verbal se estabelece corretamente entre o verbo ouvir no plural e o seu referente Fonte dos Amores. 08. Nos seguintes versos do texto III, de Mário Faustino: “– Inês, Inês, quem sobrevive, quem” “Ouve, repara, ávida Lídia, os sinos,”, a linguagem do poeta apresenta uso de vocativos e de formas verbais imperativas praticados com a função: a) referencial. b) metalinguística. c) apelativa. d) emotiva. 09. Mário Faustino, nos versos do texto III, faz uso de recursos linguísticos para conseguir efeitos sonoros e visuais. Esses elementos plásticos e poéticos são marcas que também aparecem com bastante evidência na linguagem dos poetas do: a) Romantismo. b) Barroco. c) Realismo. d) Simbolismo. 10. A observação do conteúdo e da linguagem expressos pela artista plástica Tarsila do Amaral, na tela “Abaporu”, e a leitura e compreensão de “Véu de Noiva”, do dramaturgo Nelson Rodrigues, nos permitem dizer que essas obras modernistas se aproximam pela relação de ambas com o: a) expressionismo que se revela na deformação, não só em nível de conteúdo, mas de interpretação e de significação, com forte apelo ao grotesco e ao lúdico. b) impressionismo existente no sentimento romântico que volta a predominar nas manifestações artísticas do modernismo, cuja tônica é o subjetivismo. c) surrealismo presente no olhar otimista e divertido em relação ao mundo e à humanidade, por meio da deformação proposital da realidade. d) cubismo, caracterizado pelo compromisso em retratar realisticamente a Abaporu, humanidade e os conflitos existenciais do modernismo. de Tarsila do Amaral UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  6. 6. 6 11. “... um rapagão de dezenove anos, desempenado e forte. Tinha olhos pequenos, tais quais os do pai, com a diferença de que eram vivos, e de uma negrura de pasmar. A face era cor de cobre, as feições achatadas e grosseiras, de caboclo legítimo, mas com um cunho de bondade e de candura, que atraía o coração de quantos lhe punham a vista em cima. Demais, serviçal e alegre até ali. (...)” O trecho acima descreve a personagem protagonista: a) Garrinchas, no conto Natal, de Miguel Torga. b) Pedro, no conto O Voluntário, de Inglês de Sousa. c) Fabiano, em Vidas Secas, de Graciliano Ramos. d) Conrado, em Capítulo dos Chapéus, de Machado de Assis. MATEMÁTICA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 12 A 16, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. 12. Segundo a Embrapa, frutas cítricas, ricas em vitamina C, perdem concentrações desta vitamina quando são retiradas as suas cascas, pois, as mesmas ficam expostas a todos os tipos de reações químicas. As laranjas, segundo pesquisadores, quando descascadas, perdem 1,5 g por minuto. Desta forma, uma laranja com 42 g de vitamina C, quando transformada em suco, perderá, com o tempo, massa dessa vitamina. A expressão que melhor relaciona linearmente a massa (M) de vitamina C e o tempo decorrido (T) é: a) M = (42 – 1,5)T b) M = – 1,5T + 42 c) M = (42 + 1,5)T d) M = 1,5T + 42 13. Segundo a reportagem Cara de Mau, da Revista Superinteressante, de novembro de 2009, não é novidade que os produtos piratas invadiram o audiovisual, a moda e a informática. Em 2008, 66% dos brasileiros compraram pelo menos um produto pirata. Justificam estes brasileiros que o preço é mais em conta; são mais fáceis de encontrar e estão disponíveis antes do original. Uma pesquisa feita em uma feira pirata de CDs e DVDs, onde foram entrevistadas 360 pessoas, constatou-se que 80 haviam comprado CDs; 120 haviam comprado DVDs e 90 não haviam adquirido nenhum dos dois produtos. Segundo essa pesquisa, o número de pessoas que adquiriram os dois produtos é: a) 130 b) 100 c) 95 d) 70 14. Na entrada do teatro, a produção do show de lançamento do CD de uma banda resolveu premiar com um CD 80 pessoas escolhidas ao acaso, dando para cada pessoa um cupom para recebimento. Durante o espetáculo a produção resolveu entrevistar 50 das pessoas presentes ao show e constatou que 10 dessas pessoas possuíam cupons premiados. Com base nesses dados, a produção estimou que a quantidade de pessoas presentes no show era de: a) 400 b) 480 c) 540 d) 600 -7 15. O metro, na forma de padrão de medidas, foi definido apenas no final do século XVIII como sendo 10 de 1 do meridiano terrestre. Nestas condições, o comprimento do meridiano terrestre, em km, é: 4 a) 20 000 b) 25 000 c) 32 000 d) 40 000 UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  7. 7. 7 16. O diretor de futebol de um clube resolveu premiar seus jogadores caso conquistassem o título. Da quantia reservada para premiação verificou que, se desse R$ 1 800,00 a cada jogador, ainda sobrariam R$ 600,00. Se a essa quantia reservada fosse acrescentado mais R$ 1 200,00, a divisão desse montante seria exata e o prêmio passaria a ser de R$ 1 920,00. Nestas condições, se o prêmio de cada jogador fosse de R$ 2 400,00, se gastaria a importância de: a) R$ 54 000,00 b) R$ 42 000,00 c) R$ 36 000,00 d) R$ 30 000,00 FÍSICA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 17 A 21, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. 17. Um atleta de 80 kg come uma barra de chocolate de valor nutritivo 400 Cal antes de iniciar a escalada de 2 uma montanha. Considerando 1 cal = 4,2 J, a aceleração da gravidade igual a 10 m/s e sabendo que 1 Cal 3 equivale 1kcal (10 cal), pode-se dizer que a energia proveniente somente desse chocolate, permite ao atleta subir uma altura de: a) 2,1 km b) 500 m c) 1344 m d) 2,1 m 18. Pesquisas sobre a atmosfera terrestre mostram a existência de um campo elétrico radial de aproximadamente 100 V/m às proximidades da superfície. As linhas de força associadas a esse campo terrestre possuem o sentido orientado de cima para baixo. Com base nessas informações, é verdadeiro afirmar que: a) se o efeito gravitacional for desprezível em íons positivos livres na atmosfera, estes tendem a subir. b) os potenciais elétricos diminuem em uma linha de força do campo elétrico terrestre, com o aumento da distância em relação à superfície da Terra. c) a intensidade do campo sendo100 V/m, significa que a cada deslocamento de 200 cm paralelo à superfície da Terra o potencial elétrico varia 200 V. d) considerando que uma gotícula de água da atmosfera fique polarizada, sua parte inferior ficará positiva e sua parte superior ficará negativa. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  8. 8. 8 19. Um circuito eletrônico é constituído por uma espira, um amperímetro, um gerador e uma chave liga-desliga, como demonstra o Esquema I. Esquema I O gráfico I, abaixo, mostra o comportamento da corrente elétrica em função do tempo em três situações: corrente variando quando a chave é fechada, corrente mantendo-se constante quando a chave está fechada e corrente variando quando a chave é aberta Gráfico I a) Observando o Gráfico I, e supondo que os intervalos dos tempos de variação da corrente no fechamento e na abertura da chave são os mesmos, pode-se dizer que a quantidade de carga que passa numa seção transversal dos fios condutores do circuito são idênticos durante o fechamento e durante a abertura. b) No interior da espira (Esquema I) só haverá um campo de indução magnética nas fases em que a corrente estiver variando. c) Nas três fases de funcionamento do circuito (corrente variando no fechamento e abertura da chave e mantendo-se constante) o sentido do vetor campo de indução magnética não sofrerá variação. d) O gráfico da corrente em função do tempo é impossível, pois o amperímetro está ligado de maneira incorreta, e por isso a corrente no circuito será sempre nula, mesmo com a chave fechada. 20. Leia o texto a seguir e assinale a alternativa correta: M3 descobre partículas de água na Lua 2009-09-24 Os investigadores recorreram a dados fornecidos pelo “Moon Mineralogy Mapper” ou M3, um instrumento da Nasa transportado a bordo do Chandrayyan-1, o primeiro satélite indiano a ser colocado em órbita lunar. Este instrumento de cartografia mineralógica da Lua analisa a reflexão da luz do sol sobre a superfície lunar com o objetivo de determinar a sua composição. A luz é refletida em comprimentos de ondas diferentes, de acordo com a natureza dos minerais. A partir daí os cientistas podem utilizar estas variações para determinar a composição da camada superior do solo da Lua. Um comprimento de onda luminoso detectado pelo M3 indica a existência de um elemento químico que liga o hidrogênio e o oxigênio. Os autores deste trabalho, que será publicado na Science de 25 de Setembro, defendem que isso prova a existência de água, formada por dois átomos de hidrogênio ligados a um átomo de oxigênio. Domingo, 1 de Novembro de 2009 http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=35276&op=all a) A inércia do satélite Chandrayyan-1 em órbita da Lua é diferente daquela verificada na Terra. b) O instrumento M3 analisa a reflexão da luz do Sol sobre a superfície da Lua e, sendo assim, supondo que parte da energia luminosa seja absorvida pelos minerais da superfície, então os comprimentos de ondas associados aos fótons detectados por M3 serão menores do que aqueles antes da incidência na superfície lunar. c) O envio dos dados analisados por M3 para a Terra ocorre através de ondas, cuja velocidade no vácuo é a mesma da luz. d) A luz refletida pela superfície da Lua possui ângulo de reflexão diferente do ângulo de incidência, já que o fenômeno está ocorrendo num ambiente diferente do encontrado na Terra. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  9. 9. 9 21. Petrobras: Exploração de petróleo em águas profundas [...] A Petrobras é referência internacional na exploração de petróleo em águas profundas, para a qual desenvolveu tecnologia própria, pioneira no mundo, sendo a líder mundial deste setor [...] [...] Em 2007 a Petrobras mantém o recorde mundial de profundidade em perfuração no mar, com um poço em lâmina d’água de 2.777 metros [...] Fonte: http://wiki.advfn.com/pt/Petrobras:Explora Com base na informação de profundidade recorde contida no texto, e considerando a aceleração da 2 3 3 5 2 gravidade 10 m/s , a densidade da água 10 kg/m e pressão atmosférica 1,0.10 N/m , analise as proposições a seguir: I. Para esse tipo de exploração, serão inadequados aparelhos que resistam no máximo uma pressão absoluta de 250 pressões atmosféricas. II. Na profundidade recorde de exploração, dois instrumentos de volumes idênticos, mas constituídos de materiais de densidades diferentes sofrerão empuxos diferentes. III. Se um instrumento usado na exploração, emitir na água um sinal de luz LASER, a velocidade dessa luz é a mesma verificada se estivesse no ar. IV. Se, na profundidade recorde, um dos instrumentos gerar uma onda sonora, a velocidade do som gerado nesse meio será menor do que sua velocidade se estivesse no ar. Após a análise das proposições, o correto está em: a) I, II, III, IV. b) I e III, apenas. c) II e IV, apenas. d) I, apenas. QUÍMICA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 22 A 26, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. “Hoje em dia, o ser humano apenas tem ante si três grandes problemas que foram ironicamente provocados por ele próprio: a super povoação, o desaparecimento dos recursos naturais e a destruição do meio ambiente. Triunfar sobre estes problemas, visto sermos nós a sua causa, deveria ser a nossa mais profunda motivação.” Jacques Yves Cousteau (1910-1997) 22. A poluição da água, aliada a outros fatores, é uma das principais causas da escassez desse recurso natural do planeta. Estima-se que, se houver outra guerra mundial, ela será causada pela disputa de água potável. Um artifício para se ter um controle simples da poluição da água potável é a adição de produtos químicos, como o hipoclorito de sódio ou o hidróxido de cálcio. As fórmulas químicas destas substâncias são, respectivamente, a) NaCℓ e Ca(OH)2 b) NaCℓO e CaOH c) NaCℓO e Ca(OH)2 d) NaCℓ e CaOH UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  10. 10. 10 23. Para produzir uma tonelada de papel são necessários 3 toneladas de madeira, 100.000 litros de água e 5.000 kW de energia. Para produzir a mesma quantidade de papel reciclado, são usados apenas 2.000 litros de água, 2.500 kW de energia e nenhuma outra árvore será derrubada. A reação de formação da celulose a partir da β-glicose está abaixo demonstrada. β-glicose Celulose O total de átomos de carbono primários e o número de isômeros óticos apresentados pela β-glicose são, respectivamente: a) 2 e 5 b) 2 e 32 c)1 e 32 d) 1 e 5 24. Na reação Fe + HNO3 → Fe(NO3)2 +NO + H2O a soma dos coeficientes de balanceamento é de: a) 20 b)18 c)15 d)14 25. Observando uma tabela com as propriedades físicas de alguns compostos orgânicos, identificam-se os dados a seguir para compostos I, II e III. Estes compostos são etanol, propanol e hexano, não necessariamente nessa ordem. Os compostos I, II e III são, respectivamente, a) etanol, hexano e propanol. b) etanol, propanol e hexano. c) propanol, hexano e etanol. d) hexano, etanol e propanol. 26. Se um arame de ferro for aquecido em uma chama ao ar, a única alteração percebida ao final da reação é o escurecimento de sua superfície. Porém, quando colocamos na mesma chama em presença de ar, um pedaço de bombril (esponja de ferro metálico), observamos que a reação prossegue, mesmo quando a esponja é retirada da chama, desprendendo fagulhas luminosas e, ao final da reação, a esponja fica escura e quebradiça. O escurecimento do “bombril” e do arame é devido à formação do óxido de ferro II através da reação: a) Fe(s) + 1/2 O2(g) → Fe2O3(s) b) Fe(s) + 1/2 O2(g) → Fe2O(s) c) FeO(s) + 1/2 O2(g) → Fe2O3(s) d) Fe(s) + 1/2 O2(g) → FeO(s) UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  11. 11. 11 BIOLOGIA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 27 A 31, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. 27. A legislação brasileira aprovou a legalização da pesquisa com células-tronco embrionárias, embora contra a posição de alguns parlamentares que se apoiavam na premissa de que a vida humana começa na fecundação. (Adaptado do jornal Folha de S.Paulo de 29.05.2008). As células em questão: a) são indiferenciadas com grande capacidade de realizar divisões mitóticas. b) são semelhantes às células meristemáticas vegetais em seu alto índice de divisão meiótica. c) apresentam intensa capacidade de reprodução em todos os estágios do desenvolvimento dos animais, tal como nos vegetais. d) são incapazes de originar novos tecidos. 28. O processo de formação de gametas ocorre por gametogênese. O esquema abaixo simboliza fases de um dos tipos desse processo. Analise-o e assinale a alternativa correta: I. Ocorre mitose nas células das fases A e B. II. Ocorre meiose ns células das fases C e D. III. As células I e II são diplóides e III e IV são haplóides. IV. O processo representado é a espermatogênese V. O período de diferenciação está representado por D. O correto está em: a) I, III e V, apenas. b) II, III e IV, apenas. c) II, IV e V, apenas. d) I, II, III, IV e V. 29. A produção de urina mais concentrada pelos rins é consequência da ação do hormônio ... a) Ocitocina, que atua na contração dos túbulos renais. b) Tiroxina, que elimina o excesso de água pelos rins. c) ADH, que atua nos túbulos renais e promove uma maior reabsorção de água pelos rins. d) ACTH, que promove maior eliminação de água pelos rins. 30. “... O albinismo pode ficar escondido em muitos indivíduos assintomáticos por muitas gerações”. Pardos, negros, índios e brancos podem carregar o alelo por anos, até encontrarem um parceiro que também tenha o alelo. O gene que determina o albinismo precisa ser combinado a outro igual para que a característica apareça. O que pode acontecer com os descendentes de um casal com genes Aa? (Adaptado da Revista Galileu, nº 207-outubro/2008) . a) todos serão albinos. b) todos terão cor da pele normal. c) 75% serão normais e 25% albinos. d) 75% serão albinos e 25% normais. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  12. 12. 12 1 2 31. O cipó-chumbo (Cuscuta sp) e a erva-de-passarinho (Struthantus flexicaulis) são plantas parasitas de outras plantas porque retiram da planta hospedeira o seu alimento. Sobre esse assunto, coloque “V” ou “F” ao lado de cada afirmativa, conforme estejam certas ou erradas: I. ambas pertencem à mesma espécie embora apresentem gêneros distintos. II. ambas pertencem ao mesmo gênero porém são de espécies diferentes. III. 1 extrai a seiva elaborada da planta hospedeira por meio dos haustórios. IV. 2 extrai substâncias inorgânicas da planta hospedeira. V. 1 não apresenta clorofila nas folhas e 2 tem folhas clorofiladas. Na sequência de cima para baixo, o correto está em: a) V, V, V, V, V b) F, F, V, V, V c) F, V, F, F, V d) V, F, F, V, V HISTÓRIA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 32 A 38, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. 32. A palavra “acrópole” normalmente significava o centro das cidades na antiguidade. A mais famosa é a de Atenas, uma acrópole erguida no alto de uma colina por volta de 450 a. C. e dedicada à deusa Atena. De suas estruturas em ruínas, ainda estão de pé: o Propileu, o portal para a parte sagrada da Acrópole; o Partenon, templo principal de Atenas; o Erecteion, templo dos deuses do campo, e o Templo de Atena Niké, simbólico da harmonia do estado de Atenas. Sobre esta acrópole e seu papel nas relações de poder, em Atenas antiga, é correto afirmar que: a) sua posição elevada tem tanto valor simbólico de elevar e enobrecer os valores humanos, como estratégico, pois dali a cidade poderia ser melhor defendida. b) seus templos, grandes praças públicas, estádios e palácios significavam o desnível social e político reinante na cidade de Atenas de 450 a. C. c) sua localização sobre um rochedo e sua principal deusa, Atena, significavam o poder que esta entidade mítica exercia sobre a natureza, especialmente por fazer florescer oliveira nas rochas. d) tanto o Erecteion, quanto o Templo de Atena Niké significavam o poder do campo sobre a cidade no mundo ateniense antigo. 33. As heresias nasceram com o cristianismo, todavia, no contexto do final da Idade Média, com a Reforma e a Contra-reforma religiosa, os papas cristãos estabeleceram regras rigorosas de conceituar e punir os diversos casos de heresia, criando inclusive um tribunal específico para isto: o tribunal da inquisição. Juridicamente, a inquisição e a Igreja Católica julgavam heréticos os: a) cristãos recém convertidos, os pobres e camponeses que não sabiam rezar de acordo com os preceitos da alta hierarquia católica, os maçons e os adeptos de seitas como os anabatistas e os arianos. b) que acreditavam em crenças não católicas como os mulçumanos, os judeus e os protestantes de todos os tipos. Internamente, contudo, a Igreja Católica era bastante tolerante com suas várias tendências. c) que corrompiam os sacramentos, os excomungados, aqueles que comentavam a bíblia de forma diferente dos que estabeleciam os cânones católicos e os que fundavam ou seguiam outras seitas e/ou religiões. d) que compreendiam a fé de forma diferente do Papa, os que acreditavam apenas em Deus, mas não nos santos e santas católicos e aqueles que não sabiam ler nem escrever e assim, não poderiam ler a bíblia, condição primordial para se tornar um bom católico. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  13. 13. 13 34. Na Inglaterra do século XVII, os tecidos de algodão eram importados da Índia. Um século mais tarde a Inglaterra não apenas produzia algodão para abastecer seu mercado interno, mas também se tornava uma grande exportadora de tecidos. Para isto ocorreu uma Revolução na indústria local que se caracterizou pelo (a): a) incentivo alfandegário com altas tarifas para a importação de tecidos prontos, desenvolvimento da maquinaria (fiandeiras) movidas pelo vapor, aprimoramento no sistema produtivo e a criação de leis para obrigar os trabalhadores a abandonarem o campo e migrarem para as cidades. b) migração estrangeira, especialmente norte-americana, grande incentivo ao trabalho assalariado e a tarefas manuais e artesanais, criação de leis de promoção à exportação com redução das taxas e desvalorização da moeda. c) desenvolvimento da maquinaria (movida à explosão e diesel), criação de um parque industrial com abundância de trabalhadores vindos da expulsão do campo devido à perseguição política e religiosa. d) criação de leis de incentivo à importação de algodão e exportação de tecidos, desenvolvimento da maquinaria, especialmente do setor de transporte com incentivo ao setor de transporte com a criação de rodovias para o escoamento da produção. 35. O ano de 1989 foi repleto de mudanças. Na Romênia, o ditador comunista foi preso, julgado, condenado e executado por genocídio, apropriação de bens públicos e danos à economia nacional. Na Tchecoslováquia, manifestações populares levaram à queda do regime comunista. Já na Alemanha Oriental, os protestos foram tão intensos que acabaram por destruir o antigo muro que separava a Alemanha comunista da capitalista. Todos estes episódios fizeram parte de um movimento maior definido pelo (a): a) fim das disputas entre os blocos comunista e capitalista com o enfraquecimento da antiga URSS diante do poderio nuclear dos EUA que, na Era Reagan, construíram um arsenal monumental intitulado de projeto Guerra nas Estrelas. b) fim do regime capitalista russo com o colapso da economia soviética e manifestações de rua que levaram à queda do ditador Mikhail Gorbachev nos anos de 1980 e a implantação da primeira eleição livre na Rússia desde 1917. c) colapso do comunismo na antiga URSS com a implantação de uma democracia com voto direto na Rússia e o nascimento de movimentos sociais como os da Romênia e da Alemanha, antigas colônias russas na Ásia e Europa. d) desestruturação do bloco socialista liderado pela antiga URSS depois das reformas políticas (Glasnost) e econômicas (Perestroika) instituídas por Mikhail Gorbachev nos anos de 1980. 36. Estudos históricos mais recentes apontam a entrada dos escravos africanos na Amazônia no final do século XVIII através da ação da Companhia de Comércio do Maranhão. As razões da mão de obra escrava nessa região, deve-se: a) ao tráfico negreiro que gerava muitos recursos e à dificuldade da obtenção da mão de obra indígena em virtude de sua resistência e da forte oposição dos religiosos à exploração indígena. b) aos africanos, por já vivenciarem a escravidão na África, esboçavam pouca resistência ao trabalho compulsório a que eram submetidos. c) à escravidão indígena, abolida pelo Marquês de Pombal, no início dos anos 70 do século XVII que aumentou a necessidade da mão de obra africana nas lavouras da Amazônia. d) às ordens religiosas, expulsas por ordem do Marquês de Pombal, que desenvolviam um trabalho de catequese entre as populações nativas da região e depois em relação aos negros. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  14. 14. 14 37. O samba da dupla Ataulfo Alves e Wilson Batista, “Oh! Seu Oscar”, foi sucesso no carnaval de 1940 na voz de Ciro Monteiro. Esse samba é uma: a) afirmação da ideologia trabalhista pregada pelo Estado “Oh! seu Oscar Novo, que exalta o trabalho e o trabalhador brasileiro. Cheguei cansado do trabalho, b) associação do trabalho a sacrifício, cansaço e martírio, se Logo a vizinha me falou contrapondo à ideologia do trabalhismo presente no Estado Oh! Seu Oscar, ta fazendo meia hora. Novo. Que tua mulher foi-se embora c) negação à vida boêmia, pois a “mulher de seu Oscar” não E um bilhete deixou aguentou a vida de orgia do marido e o abandonou, o que O bilhete assim dizia: reforçava a necessidade do trabalho pelo governo Não posso mais Varguista. Eu quero é viver na orgia! d) exaltação à vida de um trabalhador do porto que trabalha Fiz tudo para ver seu bem – estar muito para dar conforto à mulher e é destacado pelo Até no cais do porto eu fui parar governo de Vargas como um exemplo a ser seguido pelos Martirizando meu corpo noite e dia demais trabalhadores. Mas tudo em vão, ela é da orgia.” 38. “Com o fim do regime ditatorial e a instituição da anistia, em 1979, milhares de brasileiros que tiveram seus direitos civis cassados, puderam começar a voltar a viver novamente e, com a formação da Comissão de Anistia, desde 2002, em todo o país, muitas famílias destes perseguidos políticos vislumbraram a possibilidade de receber indenização pelos danos físicos, financeiros e até psicológicos impostos pelo período da ditadura militar aos opositores do regime.” (O Liberal, 1 de novembro de 2009, p.18- Caderno Atualidades) Os opositores do regime mencionado, que tiveram seus direitos cassados, foram acusados de: a) subversivos com tendência fascista, pois tinham relações com as ainda existentes ditaduras em Portugal e Espanha. b) participarem de um plano de tomada de poder, que implantaria uma república sindicalista, seguindo o modelo Argentino, do ícone Perón. c) incitarem o povo contra os militares, promovendo passeatas e manifestações de protestos nas várias capitais do Brasil. d) ameaçarem a ordem constituída no país, ou seja, o regime democrático, implantando o comunismo. GEOGRAFIA NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 39 A 45, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. 39. No início da década de 2001, uma nova sigla surge no mundo econômico, os BRICS, denominação dada a um grupo de países gigantes, de economia emergente e grande população absoluta: Brasil, Rússia, Índia e China, cujo crescimento econômico poderá incomodar no futuro os países ricos. Sobre estes países, é correto afirmar que: a) um interesse comum os une, a busca por uma posição relevante na Nova Ordem global, que reflita o peso ganho pelas economias emergentes nos últimos anos, e o que elas devem ganhar. b) há semelhanças entre eles, o elevado crescimento econômico e as vastas áreas disponíveis para a expansão agrícola, principalmente na China e na Rússia, cujos territórios possuem vastos espaços com clima apropriado e a base da economia é a agricultura. c) o nível de desenvolvimento tecnológico e econômico é o mesmo nesses países, inexistindo “bolsões de miséria” em seus interiores, principalmente na Índia, que possui uma harmonia na distribuição das atividades produtivas no seu território e, também, na qualidade de vida de suas populações. d) há semelhança entre eles, o regime político-econômico, economia capitalista e democracia plena, sem intervenção do Estado na economia. Estes países são polos econômicos nos seus respectivos continentes. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  15. 15. 15 40. “Feudos Modernos” “Um mundo que amplia as redes de transporte e derruba barreiras à circulação de mercadorias ergue ‘muros’ contra o livre trânsito de pessoas.” TONELLO, Márcia Nogueira. Atualidades Vestibular 2010.Ed Abril.2009.pag 161. No contexto da citação acima, é verdadeiro afirmar que: a) a mais emblemática barreira à livre circulação de pessoas é a famosa cerca erguida na fronteira do México com os Estados Unidos, embora estes países façam parte do mesmo bloco econômico, o NAFTA, tenham como língua oficial o inglês, além de possuírem processos históricos saxões de formação do território e da população. b) para conter a entrada de africanos em solo europeu, altos muros foram construídos, cercando Ceuta e Melilla, enclaves espanhóis localizados em Marrocos, uma das principais rotas de migração da África para a Europa.Este movimento migratório diminuiu bastante nos últimos anos, fato relacionado às melhorias do setor produtivo em grande parte dos países africanos, especialmente os do norte, onde se localiza Marrocos. c) no Rio de Janeiro, o governo estadual vem construindo “muros” sob a alegação de limitar a expansão das favelas em direção às áreas de matas; chamados de “ecolimites”, são eficientes na contenção dessa expansão como também na significativa diminuição da violência e do tráfico de drogas nessas áreas protegidas. d) os países da União Européia que, durante séculos constituíram polos de atração de imigrantes de todos os continentes, nos tempos atuais endurecem a legislação contra a imigração e, com a crise econômica mundial, cresce a hostilidade aos estrangeiros, a xenofobia, uma espécie de muro invisível, que poderão constituir concorrentes no mercado de trabalho. 41. A tirinha ao lado tem como tema diferenças comportamentais e tecnológicas entre gerações, reforçando características do atual meio técnico científico-informacional A partir de sua interpretação e de seus conhecimentos sobre a temática, é verdadeiro afirmar que: a) apesar das intensas transformações ocorridas no espaço mundial com os avanços tecnológicos e informacionais, a maioria das sociedades contemporâneas mantém de maneira intensa hábitos e costumes que absorveram de gerações anteriores. b) os lugares com suas respectivas sociedades (http://clubedamafalda.blogspot.com/2007) ganharam novas dimensões, conteúdos, profundidades e tornaram-se mais densos em objetos e ações, com mudanças cotidianas na vida das populações, tanto das cidades como das áreas rurais. c) as transformações, tanto tecnológicas como comportamentais, ocorridas no tempo presente estão em todos os lugares, tendo dimensões mundiais e homogêneas, atingindo com igual intensidade os diversos continentes, países e regiões. d) os avanços tecnológicos se fazem presentes em vários ramos das atividades produtivas porém, com mais intensidade nos meios de comunicação, que atuam acentuadamente na construção de uma nova realidade cultural, aniquilando totalmente as identidades regionais. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  16. 16. 16 42. Leia o texto abaixo “Severino Silva de 22 anos teve muito mais sorte que seu pai. No início da década de 1980, Francisco Silva se cansou da vida dura de lavrador nas plantações de algodão no sertão nordestino e partiu para São Paulo. Sem instrução e qualificação profissional, Francisco não conseguiu emprego e teve que voltar para o Sertão. Seu filho (Severino) não vai precisar sair de seu torrão natal para conseguir emprego numa fábrica de roupas. As indústrias estão chegando ao Sertão. (Folha de São Paulo, Caderno Cotidiano 2006.) Ele narra a história de nordestinos como Severino e Francisco e evidencia duas fases distintas da organização do espaço industrial brasileiro. Sobre estas fases, é verdadeiro afirmar que: a) na década de 1980 havia uma centralização industrial no Centro-sul, principalmente em São Paulo, cujo mercado de trabalho absorvia com facilidade a mão de obra migrante e sem qualificação, haja vista que este setor ainda não exigia grande especialização profissional para obtenção de emprego. b) embora as mesmas apresentem características diferentes no que diz respeito, principalmente, à concentração industrial, São Paulo, em especial a capital, ainda continua como o grande vetor migratório para quem procura emprego no setor industrial. c) atualmente ocorre significativa desconcentração industrial no território brasileiro, sendo o Nordeste uma das regiões de forte recepção de unidades fabris, fato favorecido por uma série de fatores, entre eles a isenção fiscal que alguns estados e/ou municípios oferecem para as indústrias que chegam à região. É a chamada “guerra dos lugares”. d) a partir da década de 1990, a desconcentração industrial no país vai se intensificar, apoiada pela maior abertura econômica e pelo desenvolvimento técnico-científico (informática e comunicação), sem esquecer das mudanças constitucionais de 1988. Com esta desconcentração, a Amazônia passa a ser o principal polo de atração às unidades fabris, sendo que, nos dias atuais, a indústria marca o perfil econômico regional amazônico. 43. “A questão amazônica sempre colocou o Brasil no foco das potências imperialistas. Por isso, ao longo do tempo, o Estado brasileiro elaborou várias estratégias geopolíticas para um melhor controle de suas fronteiras. Invariavelmente, valeu-se do binômio segurança e desenvolvimento – razão de ser de muitos projetos dos governos militares e princípio que fundamenta a geopolítica brasileira.” TAMDJALAN, James Onnig e MENDES, Ivan Lazzari.GEOGRAFIA GERAL E DO BRASIL. Estudos para a compreensão do espaço. São Paulo. FTD.2005.p 219. Dos assuntos comentados no texto acima, é verdadeiro afirmar que a) um agravante da questão da segurança das fronteiras setentrionais do Brasil, que preocupa o governo, é a instabilidade política da vizinha Colômbia, que tem parte de seu território controlada por grupos guerrilheiros e narcotraficantes que, aliado à presença de florestas densas e vários cursos fluviais, tornam frágeis nossos limites com este país, possibilitando a entrada de produtos ilegais, entre eles, a cocaína. b) a cobiça internacional que a Amazônia desperta se deve, em grande parte, a sua extraordinária biodiversidade; daí as pressões internacionais que o país sofre, voltadas para a preservação e conservação do ecossistema amazônico. Tais pressões têm forçado o governo a ações mais efetivas na questão do desmatamento, que tem diminuído drasticamente, principalmente no chamado “arco do desmatamento”. c) durante os governos militares, a ação do Projeto Sipam/Sivam conseguiu uma série de informações privilegiadas, através de modernas tecnologias que facilitaram um melhor controle e fiscalização de ações ilícitas, conseguindo com isso fortalecer a presença nacional ao longo da fronteira amazônica, diminuindo consideravelmente a vulnerabilidade do território nacional. d) uma das ações governamentais recentes e de resultados positivos foi o Projeto Calha Norte, pois a ocupação militar através da criação de pontos fixos de fiscalização ao longo de todas as fronteiras setentrionais protegeu não apenas a nossa soberania mas, principalmente, as nações indígenas que vivem nessas áreas, a exemplo dos Ianomamis. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  17. 17. 17 44. O espaço regional amazônico, anterior à década de 1960, apresentava poucas transformações e, entre suas características, destacavam-se a baixa densidade demográfica, grandes áreas de florestas preservadas, intensa prática de atividades tradicionais, entre elas, o destaque para o extrativismo vegetal e para a agricultura de subsistência. Hoje este espaço regional pode ser caracterizado como uma região que apresenta: a) base econômica agrícola, com grandes áreas de monocultura comercial de grãos, cuja produção destina- se principalmente ao mercado externo, e um destaque especial para a fruticultura de espécies nativas da região que, atualmente, tem grande aceitação no mercado nacional e internacional, a exemplo do açaí e da castanha-do-pará. b) significativas modificações das paisagens naturais, com aumento contínuo de áreas degradadas / alteradas e a desorganização das atividades tradicionais, relacionadas especialmente à ação de grandes investimentos econômicos, como os Projetos mínero-metalúrgicos, de energia e de agropecuária e ainda a ação predatória da exploração de recursos florestais. c) perfil extrativista mineral exportador, com intensa exploração dos recursos minerais, em especial ferro, manganês, bauxita e, mais recentemente, o cobre. Esta atividade tem contribuído para melhorar o padrão de vida dos “povos da floresta”, uma vez que as empresas responsáveis por essas explorações têm respeitado não só o território, mas também as culturas locais. d) intenso dinamismo industrial, considerando-se o contexto territorial brasileiro, com forte concentração na porção ocidental da região, devido aos altos investimentos públicos na Zona Franca de Manaus, principal polo industrial siderúrgico e automobilístico da Amazônia. 45. “A relação histórica entre as cidades e os rios na Amazônia apresenta uma forte dimensão geográfica, responsável por expressar material e simbolicamente em suas paisagens e em seus espaços-concebido, vivido e percebido (...) determinadas particularidades construídas através de uma multiplicidade de usos e formas de apropriações, relacionadas às necessidades de produção econômica e de expressões sociais com fortes apelos culturais ligados/associados ou não às singularidades locais e às particularidades regionais.” (TRINDADE JR, S; SILVA, M.A. P; MALHEIRO, B. C. P. Belém, a cidade e o rio: uma apresentação do tema. In: TRINDADE JR, S;SILVA, M.A. P (Orgs.). Belém: a cidade e o rio na Amazônia. Belém: EDUFPA, 2005. p. 9).. No caso de Belém entre as formas de apropriações/intervenções mais recentes que atingem diretamente sua orla, podem ser citada (s): a) a construção do Mercado de Ferro do Ver-o-peso, centro de comercialização de pescado e mariscos provenientes do interior do estado, especialmente das cidades ribeirinhas . b) a instalação de indústrias, ao longo da faixa costeira da baía do Guajará e do furo do Maguari, obedeceu um planejamento ambiental, evitando impactos e degradações na área apropriada. c) aquelas voltadas para o entretenimento e o lazer, denominadas “janelas para o rio”, realizadas pelo governo estadual e municipal, a “Estação das Docas” e “projeto Ver-o-rio”, respectivamente, com ações e concepções bem diferenciadas quanto aos projetos urbanísticos e funcionalidades. d) revitalização de toda a orla da Estrada Nova, desde a área do Mangal das Garças até o Terminal Turístico da Praça Princesa Isabel, com instalação de novos portos bem equipados que substituíram plenamente a área portuária central localizada na Baía do Guajará, nas imediações do Ver-o-peso. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  18. 18. 18 ESPANHOL Tras leer atentamente el texto, marcar la alternativa correcta en las cuestiones 46 a 50. ¿No te apetecería 'personalizar' tus electrodomésticos? Un electrodoméstico para escribir los Cada vez más, la tendencia que impera a la hora de decorar mensajes que desees. Foto: Original una casa es la personalización de todas y cada una de sus partes. House. Prueba de ello es la colocación de los vinilos sobre las paredes, los electrodomésticos de colores, las imágenes y fotografías personales en tazas y cojines, etc. Sin embargo, si esto te parece poco, o incluso ya lo ves como algo de lo más común, te proponemos que te arriesgues todavía más y te decidas a personalizar al 100% toda tu cocina ¿cómo? Mira lo que te traemos hoy… Tu foto en la nevera a tamaño real Seguramente, tu capacidad económica no te permitirá comprar esas preciosas neveras de estilo retro y múltiples colores, y lo de tener una nevera o una lavadora blanca, como las de toda la vida, tampoco te seduce demasiado. Pues bien, ha llegado tu momento. Desde hace algún tiempo existen empresas especializadas en decorar los electrodomésticos dándoles un aire divertido e incluso travieso a las cocinas. Generalmente ellos mismos tienen un catálogo para que decidas que tipo de dibujo, fotografía o motivo prefieres, el que vaya más acorde con tu personalidad, pero también te ofrecen la opción de que seas tú misma la que des rienda suelta a la imaginación y propongas tus propios diseños. Electrodomésticos con vida Incluso si eres especialmente narcisista y te encanta mirarte en el espejo, ¿por qué no colocar una imagen sobre la nevera que te alegre el día? Cualquier cosa es posible y lo mejor es que, aunque es un capricho y todo capricho se paga, no tienen unos precios desorbitados. Generalmente, este tipo de empresas ofrecen sus servicios a través de Internet, y lo único que debes hacer es darles el modelo y las medidas del electrodoméstico que te has decidido a cambiar para que ellos mismos se encarguen de todo. Redecorar tu cocina es mucho más sencillo de lo que podrías haber imaginado. Darle vida, originalidad y sobre todo ese toque especial que siempre has deseado brindarle a tu casa. No te lo pienses. Un simple vinilo sobre los electrodomésticos de tu cocina dará alegría a esta parte de la casa, sobre todo si no tienes la posibilidad de cambiarlos, y a un precio más acorde con los presupuestos en época de crisis. ¿A qué estás esperando? ¡Elige tus dibujos ya! Colectado y adaptado de http://www.hola.com/decoracion/2009100910692/electrodomesticos/cocina/diseno/1/ 46. La frase “¿No te apetecería 'personalizar' tus electrodomésticos?” es una/un: a) Excusa b) Pedido c) Orden d) Invitación 47. Según el texto, la tendencia al decorar una casa es: a) Seguir reglas rígidas de decoración. b) Personalizar la decoración. c) Llenar de vinilos antiguos las paredes de la casa. d) Tener un electrodoméstico de cada color. 48. El/la lector(a) del texto… a) no puede gastar mucho en decoración. b) es una persona con mucho dinero. c) sólo compra neveras blancas. d) compra por impulso. UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  19. 19. 19 49. ¿Es difícil conseguir los electrodomésticos sugeridos en el texto? a) Sí, porque no se sabe la exacta dirección de la calle. b) No, porque las empresas que los hacen son encontradas en Internet. c) Claro que sí porque eso es capricho y caprichos son caros. d) No, es muy sencillo: basta pegar unos vinilos en las paredes y ahí está. 50. Hay una preocupación muy actual a lo largo del texto. ¿Cuál? a) No deshacerse de las neveras de la casa. b) Comprar electrodomésticos que ahorren energía. c) La crisis económica que asola el mundo desde hace un tiempo. d) Reciclar con basura todo lo que está viejo. INGLÊS READ THE TEXT BELOW AND ANSWER QUESTIONS 46 – 50. When Patients Feel Abandoned by Doctors By PAULINE W. CHEN, M.D. Published: March 12, 2009 1 During my surgical training, I was taught never to abandon a patient, no matter how difficult the 2 operation or how complex the clinical course. As one senior surgeon put it, “Once you lay your hands on 3 a patient, that patient is yours.” 4 At the time, I embraced the idea of sticking with my patients and believed it was the fundamental 5 value of my chosen field. Since then, however, I have learned two things. First, that every physician, no 6 matter his or her specialty, is taught the same thing. And second, that despite our long-held belief that 7 doctors should never abandon their patients, many of us have already done so. 8 This week, The Archives of Internal Medicine published the results of a study from Seattle that 9 examined feelings of abandonment at the end of life from the perspective of patients, caregivers, nurses 10 and physicians. Investigators from the University of Washington and the Fred Hutchinson Cancer 11 Research Center followed 55 patients with terminal diseases in the year leading up to their death, as well 12 as the dozens of family caregivers, nurses and physicians involved in their care. 13 Most striking, and perhaps most poignant, were the discrepancies the investigators found between 14 doctors and patients. While the doctors were aware that dying patients might feel abandoned and even 15 took what they believed were steps to prevent it, patients and their caregivers continued to feel 16 abandoned by their doctors both in the period leading up to and at the time of death. 17 One reason, according to study investigators, was that physicians were unaware of the importance 18 for patients, and caregivers, of closure. A sense of closure helped mitigate any feelings of abandonment, 19 they found. And efforts to achieve closure could range from openly acknowledging that a visit might be 20 the last with the patient, to calling the family or sending a condolence note after death. 21 “We talk a lot about the professional value of non-abandonment,” Dr. Back said to me, referring to 22 the ideal of staying with one’s patients up until the very end. “But we don’t teach this value effectively. 23 There are clearly doctors who aren’t aware of the tremendous therapeutic value of their presence, even on 24 the phone. And then I think there are doctors who are worried about how they will manage their 25 emotions, so they keep things at arm’s length.” 26 “Communication skills can be taught,” he continued. “There’s a whole set of skills involved — 27 learning about your own responses to patients and how you are with them. The more expertise you have 28 managing patients and yourself, the closer you can be without running into problems.” 46. The text implies that there is a problem between doctors and, a) All of their patients b) None of their patients c) Some of their patients d) Their dead patients UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1
  20. 20. 20 47. According to the writer, doctors should a) Get along well with their patients b) Leave their patients alone c) Stick with their patients till the end d) Treat their patients 48. The writer believes the problem between doctors and patients is caused by a feeling of a) Abandonment b) Stress c) Indifference d) Inefficiency 49. A synonym for the expression “…to keep things at arm’s length…” in line 25 is a) Check on things b) Anticipate things c) Solve things d) Control things 50. How many affixes are there in the word non-abandonment: a) One b) Two c) Three d) None UNAMA – Processo Seletivo 2010 / 1

×