Computação em nuvem

684 visualizações

Publicada em

Computação em Nuvem - exemplo google drive.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Computação em nuvem

  1. 1. Computação em Nuvem
  2. 2. Computação em nuvem • O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e utilizar todas as ferramentas on-line. • Assim, o computador seria simplesmente uma plataforma de acesso às aplicações, que estariam em uma grande nuvem – a Internet;
  3. 3. Computação nas nuvens (Vantagens) • Possibilidade de utilização de softwares sem que estes estejam instalados no computador; • Na maioria das vezes o usuário não precisa se preocupar com o sistema operacional e hardware que está usando em seu computador pessoal, podendo acessar seus dados na "nuvem computacional" independentemente disso; • O trabalho corporativo e o compartilhamento de arquivos se tornam mais fáceis, uma vez que todas as informações se encontram no mesmo "lugar"; • Mesmo sem saber, você pode estar nas nuvens. Quem mantém fotos no flickr, ou salva textos e planilhas no Google Docs, está recorrendo a serviços de armazenamentos de dados que operam nas nuvens.
  4. 4. “Eu diria que o computador do futuro é a internet. Hoje, se você tem um problema no computador, está tudo perdido, é terrível. Mas, com a computação nas nuvens, não importa se você usa o celular, o computador ou qualquer outro aparelho, tudo estará guardado na internet”. Eric Schmidt Presidente do Google
  5. 5. Ferramenta importante Veremos a partir de agora a seguinte ferramenta: Esta Ferramenta permite trabalhar na nuvem e oferece recursos importantes para o professor se relacionar e, consequentemente, desenvolver um processo de ensino-aprendizado de qualidade com seus alunos.
  6. 6. Google Drive • O Google Drive é um recurso do Google Apps que funciona como um “HD VIRTUAL”, proporcionando-nos criar e compartilhar trabalhos de modo on-line. • Trata-se de uma ferramenta inovadora, consoante às tendências modernas da tecnologia atual, como dissemos, a “Computação nas Nuvens”. • O professor pode valer-se deste conjunto de aplicativos de produtividade para, por exemplo, salvar documentos do seu PC - Computador Pessoal (local), para a rede, podendo acessá- los de qualquer local onde haja aceso à internet (upload).
  7. 7. BLOG
  8. 8. Blog vem da abreviação de WEBLOG = WEB + LOG WEB – teia, tecido, rede, ambiente de internet LOG – diário de bordo
  9. 9. • Blogs são páginas da internet atualizadas regularmente por uma pessoa ou um grupo. • Temáticos ou não, eles podem trazer textos, imagens, áudios, vídeos, gráficos e quaisquer arquivos multimídia. • Blogs nasceram como diários pessoais e extrapolaram essa dimensão,sendo uma espécie de filtro do ciberespaço, mapas para navegar no infinito de páginas da world wide web.
  10. 10. Origem • Blog é um fenômeno do século 21. • Apareceu pela primeira vez em 1994, quando o estudante norte-americano Justin Hall criou um dos primeiros sites com o formato de blog de que se tem notícia e popularizou-se a partir de 1999, com o surgimento de ferramentas de publicação que não envolvem gastos ou conhecimento técnico. • Mas foi em 2001 que despontou como fenômeno. • Em 11 de setembro de 2001, logo após o ataque às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, os blogs foram alçados ao posto de importante fonte de notícias.
  11. 11. • A internet teve um papel importante na troca de informações. • Pela rede, em 2001, o mundo inteiro pôde assistir às imagens do choque dos aviões contra as torres gêmeas do Word Trade Center, em Nova York, e os blogs alçaram ao posto de importante fonte de notícias. • Blogs publicaram e espalharam milhares de textos sobre o atentado e suas conseqüências para a cidade e seus moradores. • A partir de 2002, o número de blogs passou dobrar a cada semestre. • Entre 2002 e 2006, um novo blog foi criado a cada segundo, nos mais diferentes idiomas. • Em 7 de julho de 2005, os blogs deram nova demonstração de força e importância após os ataques terroristas em Londres. Na manhã daquela quinta-feira, o mundo correu atrás de informações sobre os atentados no metrô e em um ônibus.
  12. 12. • Dessa vez, não só as páginas pessoais fizeram a diferença, mas também os blogs de jornais e veículos tradicionais, que aproveitaram os recursos da ferramenta para atualizar rapidamente a cobertura na web. • Comoções sociais, guerras, desastres naturais e ataques terroristas passaram a ser noticiados em primeira mão pelos blogs. • Foi por meio deles que, no fim de 2005, os jovens descendentes de imigrantes organizaram protestos que fizeram queimar automóveis em muitas cidades da França. • Neles também lemos os relatos das vítimas da passagem do furacão Katrina pelos Estados Unidos.
  13. 13. • A primeira guerra a ser “blogueada” foi a Guerra do Iraque em • contraponto à Guerra do Vietnã, na década de 60, a primeira a ser televisionada. • Diante dessas mudanças, TVs, rádios, jornais e revistam criaram blogs como apêndices de sua presença on-line.
  14. 14. • Possui uma estrutura cronológica; • Os últimos escritos - também chamados de posts - aparecem em primeiro lugar quando visitamos o endereço na web. • Conhecido também por diário, já que os posts são separados por data de publicação. • Essa organização e a possibilidade de os leitores escreverem comentários é o que faz uma página na internet ser realmente um blog. • Quando você coloca na rede um novo texto em seu blog, milhares de sites e mecanismos de busca registram a novidade. Como conseqüência, muitas pessoas chegam a seu blog sem nunca ter ouvido falar de você.
  15. 15. Características do Blog • Público; • Promove interação e comunicação; • Desenvolve a habilidade de escrita (produção textual); • Registro cronológico = arquivo; • Liberdade de expressão; • Marketing e Capital Social; • Estabelece conexão a outras informações, pessoas, organizações e idéias – ou seja – criação de REDE.
  16. 16. O blog também é conhecido por outras nomenclaturas, de acordo com o tipo de mídia que enfatiza: Fotolog Videoblog Audioblog Edublogs Blognovelas Groupblog
  17. 17. Alguns termos específicos GLOSSÁRIO • Blogger ou blogueiro: autor do blog (perfil) • Postar ou publicar: inserir novo registro • Comentários: opiniões de outras pessoas • Fotolog (flog): blog de fotos • Vídeoblog: blog de vídeos • Podcast: “blog” de áudios
  18. 18. O blog no processo de ensino-aprendizagem • O Blog no contexto educacional pode ser um grande aliado dos profissionais de educação. • Informações apresentadas explorando diversos assuntos, no formato de diários, contos, notícias, poesias, artigos etc., despertam uma nova onda de produção escrita em muitos jovens. • Os blogs educacionais tem como objetivo apoiar o processo educacional em todo seu contexto. • A publicação de um blog permite ao aluno a publicação de suas atividades, a avaliação destas por ele mesmo, pelo professor, pelos próprios colegas e por outras pessoas.
  19. 19. E mais... • Na sala de aula, serve para registrar os conhecimentos adquiridos pela turma durante os projetos de estudo, sendo possível enriquecer os relatos com links, fotos, ilustrações, sons, vídeos, slides...
  20. 20. Você pode utilizar um blog para: • Tarefas escolares e desafios extras; • Abordar assuntos relacionados a um tema; • Registrar todas as etapas de um projeto e utilizar o blog como um meio de comunicação e extensão do projeto; • Registrar atividades de sala com fotos, textos e relatos dos alunos; • Solicitar que os alunos criem seus próprios blogs e façam um registro de aula, criando um tipo de portfólio; • Criar um blog da turma e cada dia um aluno ficar responsável por registrar a aula e os demais colegas comentarem. Enfim, são muitas as possibilidades...
  21. 21. Principais características de um blog educacional • Compromisso • Linguagem • Criação de rede de aprendizagem • Interação • Colaboração • Motivação • Atualização
  22. 22. Cibercultura • Cibercultura é a cultura que surgiu, ou surge, a partir do uso da rede de computadores através da comunicação através de computadores, a indústria do entretenimento e o comércio eletrônico. • É também o estudo de vários fenômenos sociais associados à internet e outras novas formas de comunicação em rede, como as comunidades on- line, jogos de multi-usuários, jogos sociais, mídias sociais, realidade aumentada, mensagens de texto,1 e inclui questões relacionadas à identidade, privacidade e formação de rede. Voltar
  23. 23. WEB • A World Wide Web traduz-se para português literalmente como teia mundial; • Sistema de documentos de hipermídia que são ligados e executados na Internet. • Os documentos podem estar na forma de vídeos, sons, hipertextos e figuras que são acessados através de navegadores. Voltar

×