Educação 1.0, 2.0, 3.0

2.451 visualizações

Publicada em

Educação e suas transformações, um outro olhar para a educação 3.0

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.451
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação 1.0, 2.0, 3.0

  1. 1. NOVAS TECNOLOGIAS E EaD Educação1.0, 2.0 e 3.0 Profa. Ms. Carolina Franco
  2. 2. Educação 1.0 Mestre como fonte dos saberes
  3. 3. Educação 1.0 A Educação 1.0, nome dado à maneira como as pessoas eram educadas nessa época, funcionou dessa maneira durante séculos e, ao longo do período correspondente, ela atendeu plenamente às expectativas daquela sociedade.
  4. 4. Educação 1.0 A Educação 1.0, as primeiras escolas eram chamadas de Escola Paroquiais e limitavam-se à formação de eclesiásticos. Aulas aconteciam nas igrejas e o ensino era limitado as lições das Escrituras e a leitura e estudos dos salmos. Ensino baseado em uma educação estritamente cristã.
  5. 5. Educação 1.0 NA Educação 1.0 o currículo consistia apenas em aprender a ler, escrever, conhecer a bíblia, canto e um pouco de aritmética, com o tempo incluiu o latim, gramática, retórica e dialética. Segundo FAVA (2012, p22): Na fase da Educação 1.0 o mestre era a figura mais importante na organização e no trabalho de formação do estudante.
  6. 6. Educação 2.0 Receptivo, Trabalho solitário
  7. 7. Educação 2.0 A então “nova” escola 2.0 preparou as pessoas para trabalhar nas fábricas. Essa mudança demorou a chegar às escolas, mas finalmente aconteceu, e vemos na Educação 2.0 as mesmas características observadas na produção industrial – tarefas repetitivas e mecânicas, trabalho individual mesmo com alunos dispostos em classes – reproduzidas na escola. O conhecimento transmitido tinha, mais uma vez, a função de adequar o educando à sociedade e ao mercado de trabalho que ele enfrentaria e, novamente, durante praticamente um século, isso foi suficiente.
  8. 8. Educação 2.0 Na Educação 2.0 o local de aprendizagem é praticamente a sala de aula, e é programada data e hora para aprendizagem. Segundo FAVA (2012, p45): O Exemplo de dessa sincronização é o controle de frequência, todos devem estar sempre no mesmo local, na mesma hora, para responder a chamada de forma sincronizada
  9. 9. Educação 2.0 Na Educação 2.0 a aprendizagem tem objetivo de treinamento baseado na aprendizagem informativa, em que a memorização fica evidente.
  10. 10. Educação 3.0 Colaboração, pensamento analítico
  11. 11. Educação 3.0 A Educação 3.0 é uma nova concepção do que ensinar (mudança de conteúdos), como ensinar (mudança de metodologia), com o que ensinar (recursos didáticos variados, principalmente tecnológicos) e o que desenvolver (novas habilidades) para entregar como resultado, ao final do processo educativo, uma pessoa apta a trabalhar nesse novo panorama.
  12. 12. Educação 3.0 Precisamos desenvolver um modelo de Educação 3.0:  Docente precisa saber usar as novas tecnologias, assim como seus alunos fazem;  Empregar a tecnologia no ensino onde seja apropriado para a incentivar seus alunos com seu devido potencial pedagógico;  Modificar sua metodologia aproveitando ao máximo as tecnologias e seu potencial para a aprendizagem.
  13. 13. Educação 3.0 Perfil do aluno na Educação 3.0:  O aluno dificilmente trabalhos em papel; entrega seus  O aluno mantém um portfólio on line, desta forma o professor pode ter acesso a seus trabalhos e o acadêmico pode leva-lo até a universidade e além, como um histórico de seus trabalhos;
  14. 14. Educação 1.0 Educação 2.0 Educação 3.0 Os estudantes aprendiam na Alunos sentam em Alunos trabalham em terra, ao ar livre, em grandes grupos e todos muitos grupos diferentes, pequenos grupos. fazem a mesma coisa, ao cada um fazendo uma mesmo tempo. coisa distinta. O trabalho em grupo incluía jovens e velhos. Pais e avós frequentavam a mesma escola e aprendiam as mesmas coisas. mede o sucesso pelo “domínio de um conjunto restrito de rotinas e tarefas cognitivas que foram importantes para o trabalho industrial, nas fábricas. mede o sucesso dos alunos pela curiosidade, coragem, personalidade e capacidade de colaborar em pequenos grupos para resolver problemas complexos. Educação e trabalho se correspondiam. A escola produzia os tipos de cidadãos necessários para o mundo ao seu redor. O professor não é mais simplesmente um transmissor de conhecimento e guardião da ordem. os professores desenham e gerenciam um complexo conjunto de projetos, estudantes e atividades que mudam frequentemente.
  15. 15. “A disponibilidade de informação e comunicação enriquece o relacionamento entre aluno e professor, mas somente se ambos aproveitarem as vantagens e aprenderem a utilizar os recursos tecnológicos para fins acadêmicos sérios”. Jim Lengel

×