O papel do professor online

531 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O papel do professor online

  1. 1. Unidade Curricular – Processos Pedagógicos em E_learningTema – O Papel do professor onlineAno letivo 2012 - 2013Trabalho realizado por – Manuel Augusto Alves Lousa
  2. 2. O Papel do professor online As novas tecnologias invadem o mundo e modificam asrelações: • Na sociedade; • No trabalho; • Na educação. As tecnologias da informação desencadearam novas estratégiasde difusão de informação, novos modelos de comunicação,alterando as atitudes e o comportamento humano, provocandomudanças nos processos de ensino e de aprendizagem, Neste novoparadigma é privilegiada a aprendizagem colaborativa e coletivaonde todos – professores, alunos e restante comunidade educativa– participam na construção de saberes..
  3. 3. Com a aprendizagem online, os e_alunos (alunos virtuais) e osprofessores virtuais (e_professores), tornaram-se uma realidadecada vez mais comum. Podemos afirmar que a educação de hoje tem uma forteinterligação entre estas três vertentes – tecnologia, pedagogia ecomunicação – o que implica alterações no papel do professor. Apesar dos avanços tecnológicos, o desempenho dosprofessores continua a ser decisivo para garantir a qualidade e osucesso do ensino aprendizagem. A mediação no apoio à aprendizagem no e_learning, exige aosprofessores uma variedade de competências e habilidades.
  4. 4. Há autores que assinalam os papeis que devem assumir osprofessores no contexto da sociedade em rede:  Mais que ensinar, deve é “fazer aprender”(Perrenoud, 2000);  Um facilitador e construtor do saber (Hartnel – Young,2003; Pallof & Pratt, 1999);  Um guia das cognições, (Fino, 2001);  Um mediador das aprendizagens, (Nisbet, 1992; Fosnot,1996);  Um gestor da informação, (Berliner, 1990);  Um bom gestor do tempo, (Simon,2000; Salmon, 2000);  A chave do sucesso do Ensino Online (Bischoff,2000; Salmon, 2000);
  5. 5. O Papel do professor Fazer aprender Guia A chave das do cognições Sucesso PROFESSOR Gestor das AprendizagensFacilitador Gestor do Mediador das Tempo Aprendizagens
  6. 6. Os professores no contexto de aprendizagem online,desempenham diversos papeis segundo diferentes autores.  Segundo Garrison & Anderson (2003) a dimensão docente no modelo “comunidade de aprendizagem”, prossupõe que o papel do professor assenta: o Na conceção e organização da experiência de aprendizagem; o Na conceção e implementação de atividades; o Na contribuição do professor nos próprios conteúdos através da instrução direta.
  7. 7.  De acordo com Salmon (2000) à medida que o curso prossegue a função do professor atravessa 5 níveis: Acesso e motivação - É dado acesso e motivação aos alunos (questões técnicas ou sociais inibidoras da participação dos estudantes; partilha de informação sobre si criando presença virtual); Socialização - É dada continuidade à sociabilização online (ligação entre ambientes culturais, sociais e de aprendizagem); Partilha de informação - A "troca de informações" e o professor facilita as tarefas de aprendizagem (moderação de discussão sobre temas concretos, esclarecimento de conceções erróneas dos estudantes);
  8. 8. Construção do Conhecimento - A seguir, é construído oconhecimento, através da criação de artefactos e projetos pelos alunos(individual ou colaborativamente) que ilustram a sua aprendizagem;Desenvolvimento - os alunos tornam-se responsáveis pela suaaprendizagem (projetos finais, avaliação sumativa, produto daaprendizagem).
  9. 9.  Segundo Bishoff (2000) existem quatro categorias na atuação do professor: o Feedback;  De forma regular e detalhada;  Fornece orientações imediatas. o Permanência.  Frequenta assiduamente a plataforma;  Verifica o nível de participação dos alunos;  Envolve os estudantes nas atividades..
  10. 10. o Visibilidade do professor;  Através da publicação de mensagens;  Mostra que está ativo incentivando a participação;  Previne o isolamento dos alunos.o Materiais;  Prepara e adiciona informação;  Clarifica os objetivos;  Calendariza atividades.
  11. 11.  Segundo vários autores existem quatro áreas de intervenção do professor: o Na área pedagógica (Berge,1995; Harasim et al., 1995; Rowntree, 1995) - Engloba todos os processos que suportam a aprendizagem:  Orientar e sugerir;  Dar exemplos;  Promover a reflexão;  Fazer perguntas;  Orientar na exploração de outras fontes de informação;  Estimular os estudantes a fim de que: Justifiquem as suas ideias; Expliquem as suas ideias; Elaborem as suas ideias.  Feedback.
  12. 12. o Na área social (Mason, 1989;Berge,1995; Rowntree, 1995);  Criação dum contexto social de aprendizagem.o Na área técnica (Berge,1995) - Prende-se com a contribuição do professor com vista:  Tornar a tecnologia transparente, permitindo deste modo que o estudante se concentre nas tarefas académicas.o Na área de gestão (Mason, 1989;Berge,1995; Rowntree, 1995; Dugleby, 2000) - Engloba todas as tarefas que vão desde:  Tarefas de organização;  Planificação do curso;  Planificação de atividades de ensino.
  13. 13. Em suma, o professor deve: estabelecer contacto com os alunos de modo a motivá-los e ajudá-los a superar as suas dificuldades; saber quando deve intervir no processo de ensino – aprendizagem; ser capaz de compreender as necessidades de cada aluno e ajustar o curso a essas necessidades; fazer os possíveis para que os alunos não se afastem da temática a ser tratada, solucionando os problemas técnicos ou outros.
  14. 14. Consolidação  O papel do professor deixou de ter a atitude de , • “ditar-falar” ; • da distribuição de informação.  O Professor e o aluno, atuarão com autonomia e de forma colaborativa.  A mensagem não é fechada, encontra-se aberta a modificações, a interferências e a múltiplas interpretações.  O Professor deve ser um: • Facilitador; • Tutor; • E até mesmo um provocador de participação (dos Alunos). O professor não tem a missão de transmitir conhecimento, e sim, de orientar o aluno e ajudá-lo na procura do conhecimento;
  15. 15. BIBLIOGRAFIADUGGLEBY, JÚLIA (2002). Como ser um tutor online. Lisboa: Monitor.MORGADO, L (2001). O Papel do professor em contextos de ensino online:Problemas e Virtualidades. Discurso, III Série, Nº Especial, pp.125-138.MORGADO, L. (2003), Ensino online. Contextos e interacções. Dissertação deDoutoramento em Ciências da Educação, não-publicada, UniversidadeAberta.PEREIRA, ALDA [et al.] - "Contributos para uma pedagogia do ensino onlinepós-graduado : proposta de um modelo". Discursos : perspetivas emeducação. Lisboa. (2003), p. 39-51.SALMON, G. (2000) – E-Moderating: The key to teaching and LearningOnline, London, Kogan Page.

×