SlideShare uma empresa Scribd logo

Sensoriamento Remoto - Satélites Spot e ResourceSat

Anderson Bruno Anacleto de Andrade Contatos para criação de Design de Slides: b-deandrade@hotmail.com

1 de 35
Baixar para ler offline
SPOT 5 Satellite Image - Haradh, Saudi Arabia

RESOURCESAT 1 - Arábia Saudita, ISSO, 2008
Centre National d´Etudes Spatiales (CNES)
Empresa Spot Image.
Sensores ópticos.
Bandas do visível, infravermelho próximo e infravermelho
médio.
Seis satélites.
Quatro gerações.
Spot 1: 22 de fevereiro de 1986
Spot 2: 22 de janeiro de 1990
Spot 3: 26 de setembro de 1993
Spot 4: 24 de março de 1998
Spot 5: 04 de maio de 2002
Spot 6: 09 de setembro de 2012
Os três primeiros satélites da série SPOT levaram a bordo sensores
HRV (High Resolution Visible).
Um sensor que possibilitava a realização de visadas em planos
oblíquos verticais em ângulos de até 27º, o imageamento permitia a
obtenção de imagens em estereoscopia, além possibilitar a
diminuição do período de revisita.
Tabela: Características do Sensor HRV

Fonte: EMBRAPA, 2009
SPOT 1 Satellite Image - Great Sandy Desert, Australia

SPOT 2 Satellite Image - Rub' Al Khali, Saudi Arabia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aulas sobre imagens de satélite
Aulas sobre imagens de satéliteAulas sobre imagens de satélite
Aulas sobre imagens de satélitecarlieden
 
Planilha nivelamento geometrico
Planilha nivelamento geometricoPlanilha nivelamento geometrico
Planilha nivelamento geometricorailano
 
Cartografia aula 9 - sistemas de coordenadas - utm
Cartografia   aula 9 - sistemas de coordenadas - utmCartografia   aula 9 - sistemas de coordenadas - utm
Cartografia aula 9 - sistemas de coordenadas - utmFabrício Almeida
 
Região sudeste
Região sudesteRegião sudeste
Região sudesteCBM
 
Fotogrametria digital
Fotogrametria digitalFotogrametria digital
Fotogrametria digitalguest72086
 
Coordenadas Geográficas e Pesquisa de Campo
Coordenadas Geográficas  e Pesquisa de CampoCoordenadas Geográficas  e Pesquisa de Campo
Coordenadas Geográficas e Pesquisa de Campounesp
 
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)Susan Aragon
 
Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento
Sensoriamento Remoto e GeoprocessamentoSensoriamento Remoto e Geoprocessamento
Sensoriamento Remoto e GeoprocessamentoAline Souza
 
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e R
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e RInterpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e R
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e RVitor Vieira Vasconcelos
 
Balanço Hídrico
Balanço Hídrico Balanço Hídrico
Balanço Hídrico LCGRH UFC
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASRenata Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Sensoriamento Remoto em R
Sensoriamento  Remoto em RSensoriamento  Remoto em R
Sensoriamento Remoto em R
 
Geoprocessamento 2
Geoprocessamento 2Geoprocessamento 2
Geoprocessamento 2
 
Aulas sobre imagens de satélite
Aulas sobre imagens de satéliteAulas sobre imagens de satélite
Aulas sobre imagens de satélite
 
Aula 1 Geoprocessamento e fotointerpretação
Aula 1 Geoprocessamento e fotointerpretaçãoAula 1 Geoprocessamento e fotointerpretação
Aula 1 Geoprocessamento e fotointerpretação
 
Geografia fuso horário
Geografia   fuso horárioGeografia   fuso horário
Geografia fuso horário
 
Dados espaciais em R
Dados espaciais em RDados espaciais em R
Dados espaciais em R
 
Eclipses
EclipsesEclipses
Eclipses
 
Geoprocessamento
GeoprocessamentoGeoprocessamento
Geoprocessamento
 
Planilha nivelamento geometrico
Planilha nivelamento geometricoPlanilha nivelamento geometrico
Planilha nivelamento geometrico
 
Cartografia aula 9 - sistemas de coordenadas - utm
Cartografia   aula 9 - sistemas de coordenadas - utmCartografia   aula 9 - sistemas de coordenadas - utm
Cartografia aula 9 - sistemas de coordenadas - utm
 
Região sudeste
Região sudesteRegião sudeste
Região sudeste
 
Escala cartográfica
Escala cartográficaEscala cartográfica
Escala cartográfica
 
Sistemas de Informações Geográficas
Sistemas de Informações GeográficasSistemas de Informações Geográficas
Sistemas de Informações Geográficas
 
Fotogrametria digital
Fotogrametria digitalFotogrametria digital
Fotogrametria digital
 
Coordenadas Geográficas e Pesquisa de Campo
Coordenadas Geográficas  e Pesquisa de CampoCoordenadas Geográficas  e Pesquisa de Campo
Coordenadas Geográficas e Pesquisa de Campo
 
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
 
Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento
Sensoriamento Remoto e GeoprocessamentoSensoriamento Remoto e Geoprocessamento
Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento
 
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e R
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e RInterpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e R
Interpolação e Geoestatística - QGis, Geoda e R
 
Balanço Hídrico
Balanço Hídrico Balanço Hídrico
Balanço Hídrico
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
 

Destaque

Apres.aero aaaa
Apres.aero aaaaApres.aero aaaa
Apres.aero aaaaTito Bosco
 
Satelite communication
Satelite communicationSatelite communication
Satelite communicationSyam Kumar
 
¡5 planes de clase de educación física!
¡5 planes de clase de educación física!¡5 planes de clase de educación física!
¡5 planes de clase de educación física!kariferny
 
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2Indicador de vegetação tsavi 1 e 2
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2Susan Aragon
 
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)Susan Aragon
 
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...BeefPoint
 
Bloco2 produtos gerados_pela_ufal
Bloco2 produtos gerados_pela_ufalBloco2 produtos gerados_pela_ufal
Bloco2 produtos gerados_pela_ufalDafmet Ufpel
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remotoMaicon Voigt
 
Tutoriais para criação e edição de gráficos no r
Tutoriais para criação e edição de gráficos no rTutoriais para criação e edição de gráficos no r
Tutoriais para criação e edição de gráficos no rAna Maria Souza
 
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus München
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus MünchenAnforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus München
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus MünchenLea-María Louzada
 
Philips - LED in der Praxis
Philips - LED in der PraxisPhilips - LED in der Praxis
Philips - LED in der Praxisineltec 2011
 

Destaque (20)

Apres.aero aaaa
Apres.aero aaaaApres.aero aaaa
Apres.aero aaaa
 
Satelite communication
Satelite communicationSatelite communication
Satelite communication
 
¡5 planes de clase de educación física!
¡5 planes de clase de educación física!¡5 planes de clase de educación física!
¡5 planes de clase de educación física!
 
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2Indicador de vegetação tsavi 1 e 2
Indicador de vegetação tsavi 1 e 2
 
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)
Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI)
 
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...
Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo na Bacia do A...
 
Bloco2 produtos gerados_pela_ufal
Bloco2 produtos gerados_pela_ufalBloco2 produtos gerados_pela_ufal
Bloco2 produtos gerados_pela_ufal
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remoto
 
Gryphon 4100 healthcare
Gryphon 4100 healthcareGryphon 4100 healthcare
Gryphon 4100 healthcare
 
Tutoriais para criação e edição de gráficos no r
Tutoriais para criação e edição de gráficos no rTutoriais para criação e edição de gráficos no r
Tutoriais para criação e edição de gráficos no r
 
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus München
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus MünchenAnforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus München
Anforderungen an Tunable White – Beispiel Lenbachhaus München
 
Projeto Sun SPOT
Projeto Sun SPOTProjeto Sun SPOT
Projeto Sun SPOT
 
Ds GD4100
Ds GD4100Ds GD4100
Ds GD4100
 
Présentation LED par Megaman
Présentation LED par MegamanPrésentation LED par Megaman
Présentation LED par Megaman
 
Présentation DLEDS
Présentation DLEDSPrésentation DLEDS
Présentation DLEDS
 
Graficas en matlab
Graficas  en matlabGraficas  en matlab
Graficas en matlab
 
Detas dleds streetlight esp
Detas dleds streetlight espDetas dleds streetlight esp
Detas dleds streetlight esp
 
Led Highlights 2010
Led Highlights 2010Led Highlights 2010
Led Highlights 2010
 
Philips - LED in der Praxis
Philips - LED in der PraxisPhilips - LED in der Praxis
Philips - LED in der Praxis
 
Estadística con Lenguaje R: Sesión 9
Estadística con Lenguaje R: Sesión 9Estadística con Lenguaje R: Sesión 9
Estadística con Lenguaje R: Sesión 9
 

Semelhante a Sensoriamento Remoto - Satélites Spot e ResourceSat

Geotecnologia aplicada a geologia
Geotecnologia aplicada a geologiaGeotecnologia aplicada a geologia
Geotecnologia aplicada a geologiaOnaldo Nunes
 
Sensoriamento Remoto
Sensoriamento RemotoSensoriamento Remoto
Sensoriamento Remotonaiararohling
 
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento Remoto
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento RemotoCriando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento Remoto
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento RemotoRodolfo Almeida
 
Apresentação landsat 8- Midiã
Apresentação landsat 8- MidiãApresentação landsat 8- Midiã
Apresentação landsat 8- MidiãSusan Aragon
 
Aula de Posicinamento por Satélites .pdf
Aula de Posicinamento por Satélites .pdfAula de Posicinamento por Satélites .pdf
Aula de Posicinamento por Satélites .pdfPauloVictor415128
 
Satélite terrasar
Satélite terrasarSatélite terrasar
Satélite terrasarLuiz Carlos
 
5 a aula geo cpvem cartografia-aula-3=
5 a aula geo cpvem  cartografia-aula-3=5 a aula geo cpvem  cartografia-aula-3=
5 a aula geo cpvem cartografia-aula-3=Wellington Moreira
 
G.P.S. Positioning System 2.pptx
G.P.S.  Positioning System 2.pptxG.P.S.  Positioning System 2.pptx
G.P.S. Positioning System 2.pptxSantiagoAlves7
 
G.P.S
G.P.SG.P.S
G.P.Sunesp
 
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauerApresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauerFrancisco Javier Cervigon Ruckauer
 
Modulo sensoriamento remoto
Modulo sensoriamento remotoModulo sensoriamento remoto
Modulo sensoriamento remotoJucyara Costa
 
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...alcscens
 
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografia
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografiaTecnologias modernas utilizadas pela cartografia
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografiaRenata Magalhães
 
INTERMAP - NEXTMap
INTERMAP - NEXTMapINTERMAP - NEXTMap
INTERMAP - NEXTMapDiogoMatos
 

Semelhante a Sensoriamento Remoto - Satélites Spot e ResourceSat (20)

Geotecnologia aplicada a geologia
Geotecnologia aplicada a geologiaGeotecnologia aplicada a geologia
Geotecnologia aplicada a geologia
 
Sensoriamento Remoto
Sensoriamento RemotoSensoriamento Remoto
Sensoriamento Remoto
 
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento Remoto
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento RemotoCriando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento Remoto
Criando uma base cartográfica a partir de dados de Sensoriamento Remoto
 
GPS
GPS  GPS
GPS
 
Apresentação landsat 8- Midiã
Apresentação landsat 8- MidiãApresentação landsat 8- Midiã
Apresentação landsat 8- Midiã
 
Aula de Posicinamento por Satélites .pdf
Aula de Posicinamento por Satélites .pdfAula de Posicinamento por Satélites .pdf
Aula de Posicinamento por Satélites .pdf
 
Folder_GPS_UFRRJ.pdf
Folder_GPS_UFRRJ.pdfFolder_GPS_UFRRJ.pdf
Folder_GPS_UFRRJ.pdf
 
Sistemas sensores aula cesnors
Sistemas sensores aula cesnorsSistemas sensores aula cesnors
Sistemas sensores aula cesnors
 
Satélite terrasar
Satélite terrasarSatélite terrasar
Satélite terrasar
 
Aster
AsterAster
Aster
 
5 a aula geo cpvem cartografia-aula-3=
5 a aula geo cpvem  cartografia-aula-3=5 a aula geo cpvem  cartografia-aula-3=
5 a aula geo cpvem cartografia-aula-3=
 
G.P.S. Positioning System 2.pptx
G.P.S.  Positioning System 2.pptxG.P.S.  Positioning System 2.pptx
G.P.S. Positioning System 2.pptx
 
G.P.S
G.P.SG.P.S
G.P.S
 
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauerApresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação deteção remota francisco javier cervigon ruckauer
 
Capítulo 5 2014_pos
Capítulo 5 2014_posCapítulo 5 2014_pos
Capítulo 5 2014_pos
 
Modulo sensoriamento remoto
Modulo sensoriamento remotoModulo sensoriamento remoto
Modulo sensoriamento remoto
 
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...
Utilização de séries temporais de imagens AVHRR/NOAA no apoio à estimativa op...
 
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografia
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografiaTecnologias modernas utilizadas pela cartografia
Tecnologias modernas utilizadas pela cartografia
 
INTERMAP - NEXTMap
INTERMAP - NEXTMapINTERMAP - NEXTMap
INTERMAP - NEXTMap
 
Sensores letm+7
Sensores letm+7Sensores letm+7
Sensores letm+7
 

Mais de Bruno Anacleto

Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaBruno Anacleto
 
Melhoramento Por Meio de Ideótipos
Melhoramento Por Meio de IdeótiposMelhoramento Por Meio de Ideótipos
Melhoramento Por Meio de IdeótiposBruno Anacleto
 
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas Bruno Anacleto
 
Horizontes Diagnósticos Superficial
Horizontes Diagnósticos Superficial Horizontes Diagnósticos Superficial
Horizontes Diagnósticos Superficial Bruno Anacleto
 
Mecanização Agrícola - Entraves e Consequências
Mecanização Agrícola - Entraves e ConsequênciasMecanização Agrícola - Entraves e Consequências
Mecanização Agrícola - Entraves e ConsequênciasBruno Anacleto
 
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODE
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODEZootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODE
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODEBruno Anacleto
 
Zootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - CoelhosZootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - CoelhosBruno Anacleto
 
Agroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas MedicinaisAgroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas MedicinaisBruno Anacleto
 
Topografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
Topografia - Nivelamento e Sistematização de TerrenosTopografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
Topografia - Nivelamento e Sistematização de TerrenosBruno Anacleto
 
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.Bruno Anacleto
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaBruno Anacleto
 
Informática - Softwares Aplicados a Agronomia
Informática - Softwares Aplicados a AgronomiaInformática - Softwares Aplicados a Agronomia
Informática - Softwares Aplicados a AgronomiaBruno Anacleto
 

Mais de Bruno Anacleto (13)

Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia Orgânica
 
Melhoramento Por Meio de Ideótipos
Melhoramento Por Meio de IdeótiposMelhoramento Por Meio de Ideótipos
Melhoramento Por Meio de Ideótipos
 
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas
Fitopatologia - Resistência de Fungos à Fungicidas
 
Horizontes Diagnósticos Superficial
Horizontes Diagnósticos Superficial Horizontes Diagnósticos Superficial
Horizontes Diagnósticos Superficial
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
 
Mecanização Agrícola - Entraves e Consequências
Mecanização Agrícola - Entraves e ConsequênciasMecanização Agrícola - Entraves e Consequências
Mecanização Agrícola - Entraves e Consequências
 
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODE
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODEZootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODE
Zootecnia Geral - Raça Canindé - FACEBODE
 
Zootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - CoelhosZootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - Coelhos
 
Agroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas MedicinaisAgroecologia - Plantas Medicinais
Agroecologia - Plantas Medicinais
 
Topografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
Topografia - Nivelamento e Sistematização de TerrenosTopografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
Topografia - Nivelamento e Sistematização de Terrenos
 
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.
Sistemática Vegetal - Ordens: Magnoliales, Laurales e Piperales.
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma Amazônia
 
Informática - Softwares Aplicados a Agronomia
Informática - Softwares Aplicados a AgronomiaInformática - Softwares Aplicados a Agronomia
Informática - Softwares Aplicados a Agronomia
 

Último

Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 

Sensoriamento Remoto - Satélites Spot e ResourceSat

  • 1. SPOT 5 Satellite Image - Haradh, Saudi Arabia RESOURCESAT 1 - Arábia Saudita, ISSO, 2008
  • 2. Centre National d´Etudes Spatiales (CNES) Empresa Spot Image. Sensores ópticos. Bandas do visível, infravermelho próximo e infravermelho médio. Seis satélites. Quatro gerações.
  • 3. Spot 1: 22 de fevereiro de 1986 Spot 2: 22 de janeiro de 1990 Spot 3: 26 de setembro de 1993 Spot 4: 24 de março de 1998 Spot 5: 04 de maio de 2002 Spot 6: 09 de setembro de 2012
  • 4. Os três primeiros satélites da série SPOT levaram a bordo sensores HRV (High Resolution Visible). Um sensor que possibilitava a realização de visadas em planos oblíquos verticais em ângulos de até 27º, o imageamento permitia a obtenção de imagens em estereoscopia, além possibilitar a diminuição do período de revisita.
  • 5. Tabela: Características do Sensor HRV Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 6. SPOT 1 Satellite Image - Great Sandy Desert, Australia SPOT 2 Satellite Image - Rub' Al Khali, Saudi Arabia
  • 7. O quarto satélite, inovou com o acréscimo do sensor VEGETATION e alterou alguns parâmetros do sensor HRV, transformando-o no sensor HRVIR. Viabilização de mapeamentos na área de geologia e monitoramento de vegetação. O satélite SPOT-4 levou a bordo dois sensores HRVIR para atuarem em conjunto, adquirindo imagens da mesma região de interesse ou de regiões distintas, simultaneamente.
  • 8. Tabela: Características dos Sensores Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 9. SPOT 4 Satellite Image Mendoza Region Argentina
  • 10. O quinto satélite da série com três tipos de sensores a bordo: HRG (evolução do sensor HRVIR), o sensor VEGETATION-2 e o novo sensor HRS. O sensor VEGETATION-2 é capaz de fornecer imagens obtidas em um só dia (primárias) assim como obtidas em intervalos de 10 dias (sintéticas). O sensor HRS foi projetado especificamente para atuar na obtenção de imagens stereo.
  • 11. Tabela: Características dos Sensores Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 12. SPOT 5 Satellite Image - Zaragoza SPOT 5 Satellite Image - Dubai, United Arab Emirates
  • 13. O SPOT realiza Ortoimagem automática com precisão usando Reference3D, tendo aquisição simultânea de imagens pancromáticas e multiespectrais. A nova geração SPOT-6 e 7 satélites ópticos apresentam melhorias tecnológicas e de desempenho avançado sistema permitindo a continuidade na constelação SPOT até 2024. A capacidade de responder adequadamente às mudanças nas condições meteorológicas.
  • 14. Sensor Reference3D Bundle: aquisição simultânea de imagens pancromáticas e multiespectrais 1.5 m pancromática (0.455 µm – 0.745 µm) 6 m multiespectral Quatro bandas: azul (0.455 µm – 0.525 µm) verde (0.530 µm – 0.590 µm) vermelho (0.625 µm – 0.695 µm) infravermelho próximo (0.760 µm – 0.890 µm) Sensor Pan-fusionada: 1.5-m colorida combinando pancromático Quatro bandas multiespectrais.
  • 15. SPOT 6 Satellite Image - The Dead Sea SPOT 6 Satellite Image - Chicoutimi, Canada
  • 16. PRINCIPAIS APLICAÇÕES: Áreas científicas e comerciais, Monitoramento de fenômenos e recursos naturais, Acompanhamento do uso agrícola das terras, Apoio ao monitoramento e definição de áreas de preservação, Atualização de mapas e cartas, Atividades energético-mineradoras, Dinâmica de urbanização, Estimativas de fitomassa, Monitoramento da cobertura vegetal, Queimadas, secas e inundações, Sedimentos em suspensão nos rios e estuários, entre outros.
  • 17. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO Imagens do satélite SPOT-1 em mapeamento geológico: um estudo comparativo com vários produtos sensores no vale do rio Curaçá, Estado da Bahia, Brasil. desenvolvido no período de março a dezembro de 1990. Mapeamento do uso da terra e da cobertura vegetal no domínio cerrado, Estado do mato grosso, Brasil. Esta pesquisa foi realizada em abril de 2013.
  • 18. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO A utilização de dados SPOT vegetação para evidenciar a expansão e a intensificação da agricultura no município de Vera, Estado do Mato Grosso, Brasil. Esta pesquisa foi realizada em abril de 2009. Evolução das superfícies cultivadas no Mato Grosso de 1999 a 2007 de acordo com os dados SPOT-Vegetação: 1: uma cultura; 2: duas culturas (limites municipais em preto), MAPAS.
  • 23. O RESOURCESAT-1 juntamente com outros cinco satélites, fazem parte de um programa indiano de sensoriamento remoto (IRS), sendo um programa pioneiro de mais alto perfil dentro da indústria de comercio de imagens. Foi lançado em 17 de outubro de 2003, em uma órbita héliosíncrona a uma altitude de 817 km pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO). O RESOURCESAT-1 é o mais avançado satélite construído pela ISRO. A space Imaging do Brasil possui direito exclusivo de vendas de imagem do satélite RESOURCESAT-1 na América do Sul, através da parceria entre a Antrix e o Governo Indiano.
  • 24. SENSORES O RESOURCESAT-1 possui três sensores, fornecendo imagens com 5.8, 23.5m, e 56 m de resolução nas bandas pancromáticas e multiespectral, para uma maior variedade de aplicação, com tempo de revisita de 4 a 5 dias.
  • 25. TIPOS DE SENSORES O LISS III é uma versão aprimorada do sensor a bordo do IRS 1-D com quatro bandas espectrais(Vermelho, Verde, Infra-Vermelho Próximo e Short Wave Infrared), todas com 23.5 metros de resolução, faixa de imageamento de 141 km, que dá continuidade aos dados do IRS-1. Resourcesat-1 LISS III - 23m Rio Potomac - EUA
  • 26. Tabela: Características do Sensor Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 27. TIPOS DE SENSORES O LISS-IV opera em três bandas espectrais, no Visível e no InfraVermelho Próximo (VNIR) ou no modo PAN com 5.8 metros de resolução espacial; Possui a capacidade de ângulo de visada de +/26 graus para obter imagens estereoscópicas e capacidade de 5 dias de revisita. Resourcesat-1 - LISS IV 5m- Bangkok – Tailândia
  • 28. Tabela: Características do Sensor Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 29. TIPOS DE SENSORES O Sensor Avançado de Amplo Campo de Imageamento (AWiFS) possui em média 60 metros de resolução com uma faixa de imageamento de 700 km e 5 dias de tempo de revisita. Sua câmera poderá perfeitamente permitir o monitoramento florestal e de safras, previsão de safras em nível regional, além de aplicações em recursos hídricos Resourcesat-1 - AWiFS - 60m Foz do Rio da Prata - Argentina
  • 30. Tabela: Características do Sensor Fonte: EMBRAPA, 2009
  • 31. APLICAÇÕES O RESOURCESAT-1 é um sistema próprio para trabalhos na área de agricultura, levantamentos de uso e cobertura das terras, monitoramento de safras, além de atuar em estudos de áreas urbanas e cartografia. Opera com três instrumentos sensores semelhantes aos oferecidos por seus antecessores, com atualizações tecnológicas para viabilizar maior qualidade dos dados oferecidos.
  • 32. APLICAÇÕES POR SENSORES O sensor LISS-III fornecem informações relacionadas a vegetação, caracterização de culturas e espécies vegetais. O sensor LISS-IV desenvolvido para operar no satélite RESOURCESAT-1, possui qualidade significativa na resolução espacial e temporal, possibilitando aplicações nas áreas urbanas e também monitoramento temporal. O sensor AWIFS a bordo do satélite RESOURCESAT-1 tem o período de revisita de 5 dias permite com que os dados fornecidos pelo sensor sejam utilizados para revisão de safras e monitoramento florestal.
  • 33. APLICAÇÕES Imagem obtida pela satélite RESOURCESAT-1 de região localizada na Arábia Saudita, onde observam-se pivôs de irrigação.
  • 34. APLICAÇÕES O sensor LISS-IV com sua qualidade significativa na resolução espacial e temporal. Imagem - Resourcesat-1 - LISS IV 5m - Bangkok – Tailândia