Sistemas de Referência Terrestre

1.912 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sistemas de Referência Terrestre

  1. 1. UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná Alunas: Andressa Delafiori Izabela Peruzzo Naiara Rohling Thalita Lorenzi
  2. 2.  Sistemas de referência terrestre;  ITRS;  ITRS- Definições;  ITRF;  Referências.
  3. 3.  Geodésia: determinação do tamanho e da forma da Terra, dos parâmetros definidores do campo da gravidade e suas variações temporais;  Irregularidade da superfície terrestre traz muitas dificuldades na realização de cálculos matemáticos;  O geóide é tido como modelo com significado físico, mas não é conveniente para servir como superfície de referência para as redes geodésicas horizontais, devido a sua complexidade;
  4. 4.  A posição e a orientação do elipsóide de referência pode ser com relação à Terra como um todo;  Elipsóides geocêntricos;  Elipsóides que se ajustam a uma certa região, não sendo geocêntricos;  Posicionamento e a orientação são feitos através de seis parâmetros topocêntricos: Coordenadas de um ponto origem; Orientação (azimute inicial); Separação geóide-elipsóide (ondulação geoidal); Componentes do desvio da vertical (componente meridiana primeiro vertical);
  5. 5.  Sistema de referência terrestre: um conjunto de parâmetros e constantes que caracteriza um objeto matemático no qual a posições de pontos serão expressas. International Earth Rotation and Reference Systems Service (IERS): conjunto de prescrições e convenções, juntamente com a modelagem necessária para definir uma tríade de eixos de coordenadas  Permite que se faça a localização espacial de qualquer feição sobre a superfície terrestre;  Eixo de rotação da Terra, meridiano de Greenwich e um terceiro eixo ortogonal a esses dois;
  6. 6.  Definido a partir da adoção de um elipsóide de referência, posicionado e orientado em relação à superfície terrestre;  Coleta de observações a partir de pontos sobre a superfície terrestre (rede), devidamente materializados;  Malhas ou redes geodésicas: conjunto de estações terrestres cujas posições foram determinadas com respeito a um sistema coordenado;
  7. 7.  Redes verticais: redes de pontos definidos por apenas uma coordenada, a altitude (referido ao campo de gravidade da terra);  Redes horizontais: redes de pontos cujas posições horizontais são conhecidas -latitude e longitude (definido em um sistema geométrico);  Redes tridimensionais: redes de pontos com três coordenadas;
  8. 8.  Sistema de Referência Terrestre Internacional;  Constitui um conjunto de prescrições e convenções em conjunto com a modelagem necessária para definir origem , escala, orientação e tempo de evolução de um Sistema de Referência Terrestre Convencional ;  Um Referencial Terrestre fornece um conjunto de coordenada de pontos localizados na superfície da Terra.  11 realizações do ITRS foram criadas a partir de 1988. O mais recente é o ITRF2005, que incluem posições, estação e velocidades;
  9. 9.  Sistema de referência espacial mundial de co- rotação com a Terra em seu movimento diurno no espaço;  IERS: (Serviço Internacional de Rotação da Terra e sistemas de referência) responsável pela prestação de referências globais para uso astronômico, geodésico e comunidades geofísicos. realização do ITRS; Também supervisiona a
  10. 10.  Geocêntrico, centro de massa sendo definido para a Terra como um todo, incluindo oceanos e atmosfera;  A unidade de comprimento Internacional de Unidades - SI);  A escala é consistente com o TCG (Tempo Coordenado Geocêntrico) para um referencial geocêntrico local, de acordo com resoluções IAU (International Astronomic Union) e IUGG;  É obtida por modelos relativistas apropriados. é metros (Sistema
  11. 11.  International Terrestrial Reference Frame;  É um exemplo de materialização de sistema de referência;  Realização do ITRS; Esta realização é efetuada pelo ajustamento de um conjunto de estações obtidas a partir de várias tecnologias apropriadas ao posicionamento espacial (MONICO, 2000).
  12. 12. ITRF  Usa-se o termo realização ou materialização para denominar um conjunto de estações geodésicas e suas respectivas coordenadas de referência e velocidades;  As soluções ITRF são publicadas pelo IERS-PC;  São designadas por ITRFyy, onde yy são números que especificam o último ano de dados utilizados na solução;
  13. 13. ITRF  A solução inicial do ITRF foi denominada ITRF0;  As sucessivas realizações são: ITRF88, ITRF89, ITRF90,..., ITRF94, ITRF96, ITRF97, ITRF2000 e ITRF2005;  Tem coordenadas X, Y e Z;  ITRF 2000- 800 estações espalhadas pelo globo, cujas coordenadas foram determinadas por uma ou mais técnicas espaciais de posicionamento;
  14. 14. ITRF  A determinação destas coordenadas é feita a partir de várias técnicas de observações astronômicas e de satélites:  VLBI- Very Long Baseline Interferometry,  SLR- Satellite Laser Range,  GPS- Global Positioning System,  DORIS- Doppler Orbitography and Radiopositioning Integrated by Satellite,  LLR- Lunar Laser Range;
  15. 15. ITRF  Para se mudar de um ITRF para outro recorre-se a um conjunto de 14 parâmetros (parâmetros Helmert e respectivas variações) para se proceder à transformação de coordenadas.
  16. 16. Fonte: http://www.gmat.unsw.edu.au/currentstudents/ug/projects/AliMohamad/ (ITRF 2005)
  17. 17. Referências [1] JÚNIOR, João Paulo M. Modelagem de Distorções entre Realizações de Referenciais Geodésicos. Presidente Prudente, 2007. Disponível em: <http://www2.fct.unesp.br/pos/cartografia/docs/teses/d_magna_jr_jp.pdf> [2] ZANETTI, Maria Aparecida Z. Geodésia. Curitiba, 2007. Disponível em: http://www.georeferencial.com.br/old/material_didatico/apostila_geodesia_UFPR.pdf http://www.iers.org/IERS/EN/DataProducts/ITRS/itrs.html http://www2.fct.unesp.br/pos/cartografia/docs/teses/d_magna_jr_jp.pdf http://itrf.ensg.ign.fr/general.php http://www2.fct.unesp.br/pos/cartografia/docs/teses/d_magna_jr_jp.pdf

×