T i r a g e m 3 5 m i l - w w w . f b . c o m / F o l h a It a i m C u r u c a - T e l . : ( 1 1 ) 2 0 3 1 - 2 3 6 4 - r a...
2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Atualidades
Ministério Público suspeita
que policiais da tropa de elite...
3FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Destaque Local
O Posto Policial locali-
zado no centro comercial do
Jard...
4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Cultura
Diretor Executivo:
Jornalistas (fl):
Designer Gráfico
Gerente C...
5FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Variedades
Pinacoteca está com inscri-
ções abertas para formação; se-
r...
6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Comunidade
Vinte e nove escaparam
e PM recapturou um deles,
segundo fun...
7FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Política
As novas versões da Cartei-
ra Nacional de Habilitação e do
Cer...
8 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Política
A Polícia Federal defla-
grou mais uma fase da ope-
ração Lava...
9FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Política
As contas do governo re-
gistraram nos cinco primeiros
meses de...
1 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Emprego
O uso de mensagens no
Whatsapp relacionadas ao
trabalho, tant...
11FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Trânsito
A medida, que acaba de
ser anunciada, entra em vigor
apenas em...
1 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Comunidade
O objetivo principal do projeto
foi enriquecer o conhecime...
13FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Comunidade
Comunidade
envolveu o projeto: ¨Histórico Junino”
13FOLHA IT...
1 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Cotidiano
A estação mais fria do ano
acaba de chegar oficialmente
e a...
15FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Feminissima
Em mechas ou em cober-
tura total, os fios prateados
agora ...
1 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Bem Estar
Tempo – Limite – Atraso...
Esses fatores nos levam a
pensar...
17FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Saúde
Organismo gasta mais
energia para manter a tem-
peratura do corpo...
1 8 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Esporte
DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 2015 15
es...
19FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Esporte
DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 25 DE JUNHO DE 201520
espor...
2 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Divirta-se DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 201528
...
21FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
TV em Ação
DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 25 DE JUNHO DE 201528
Cr...
2 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
TV em Ação
DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 2015 27...
23FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Educação
Unidades indicarão per-
centual de vagas reservadas
para quem ...
2 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
Publicidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Folha 239

93 visualizações

Publicada em

Jornal Folha do Itaim & Curuçá Edição 239

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
93
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha 239

  1. 1. T i r a g e m 3 5 m i l - w w w . f b . c o m / F o l h a It a i m C u r u c a - T e l . : ( 1 1 ) 2 0 3 1 - 2 3 6 4 - r a l e s t e @ g m a i l . c o m 27 de Junho de 2015ANO X / Nº 239 SÃO PAULO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Festa Junina no Colégio Futura Virada Cultural teve aprovação do público e redução de ocorrências policiais Ônibus são queimados no Itaim Paulista Maurício Pestana assume Secretaria As contas do governo re- gistraram nos cinco primeiros meses deste ano um superávit primário (economia para pagar Contas do governo federal têm pior resultado em 17 anos O Posto Policial localizado no centro comercial do Jardim das Oliveiras, precisamente na rua Manoel Lemos da Sil- Comerciantes do Oliveira lamen- tam demolição de Posto Policial va, foi demolido neste mês de junho. A demolição veio por ordem do Ministério... Leia pág 03 juros da dívida pública) de R$ 6,62 bilhões. É o pior resultado para o período desde 1998 – ou seja, em 17 anos, Leia pág 09 Leia pág 04 Leia pág 06 Leia pág 12 e 13 Leia pág 08
  2. 2. 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Atualidades Ministério Público suspeita que policiais da tropa de elite do BOPE participaram do as- sassinato do Amarildo de Sou- za, morador da Rocinha. No Rio de Janeiro, promo- tores reabriram as investigações sobre o desaparecimento de Amarildo de Souza, morador da Rocinha. Imagens de uma câmera de segurança da Rocinha foram gravadas na noite de 14 de ju- lho de 2013, quase cinco horas depois de Amarildo ter sido le- vado para a sede da UPP. Quem MP investiga imagens que podem ajudar a desvendar caso Amarildo entra ou sai da unidade tem que passar por essa rua. É 23h59 quando chega um comboio do BOPE, o Batalhão de Operações Especiais da Po- lícia Militar. São quatro cami- nhonetes. Na época, o então coman- dante da UPP da Rocinha, Ma- jor Edson Santos, que já fez par- te da Tropa de Elite, disse que pediu reforço do BOPE porque havia risco de uma invasão de traficantes. Para os promotores, a descoberta dessas novas ima- gens revela uma história dife- rente. “Mas aí a gente vai lá para as escutas, nenhuma movimen- tação de ataque à UPP, nenhum comentário a esse respeito. E você tem um outro dado, poli- 0h36. Duas caminhonetes do BOPE vão deixar a UPP. Na primeira, dois policiais em pé e um sentado. Agora, o carro em que o GPS, não funciona, tam- bém sai. A caçamba está mais cheia. São dois policiais em pé. Um agachado e o outro, do lado di- reito, sentado. “Isso já chamou atenção. Fugiu ao padrão das demais viaturas. E você olha de- pois, depois, depois e você con- segue ‘não, realmente tem um volume aqui, está esquisito esse negócio’”, diz a promotora Car- men Eliza Bastos de Carvalho. Os peritos do Ministério Pú- blico enxergaram um volume, enrolado em um material preto. A simulação em 3D ajuda os peritos. “Olhando, ninguém presta atenção. Mas com a tecnologia foi aprimorando, aprimorando. Tem um volume aqui. Isto é um volume e esse volume é com- patível com um cadáver. É um cadáver, não sabemos. Tem que se investigar”, afirma Carmen Eliza Bastos de Carvalho. Ao sair da UPP, duas ca- minhonetes param numa rua, onde há mais duas câmeras. Os policiais saltam e, um minuto e meio depois, os carros vão em- bora. O Ministério Público diz que a iluminação da rua não ciais que estavam ali foram dis- pensados, exatamente na hora em que o BOPE é acionado. En- tão por que realmente o BOPE foi para lá?”, questiona Carmen Eliza Bastos de Carvalho, pro- motora de Justiça. As primeiras caminhonetes chegam sem ninguém na ca- çamba. Só a terceira e a quarta têm policias armados na parte traseira. Os promotores descobriram que as quatro caminhonetes passam com o GPS ligado, mas, na sede da UPP, o equipamen- to de um dos carros para de funcionar, à 0h24, 12 minutos depois vai embora com o GPS desligado e carregando um mis- tério. Os peritos do Ministério Público trataram as imagens no computador. Eles usaram varia- ções de luz e sombra para ver o volume e a profundidade de objetos. permite ver o volume na caçam- ba. Os peritos não descartam a possibilidade de o volume ter sido colocado embaixo do as- sento. O Ministério Público des- cobriu que os policiais levam quase seis minutos entre dois pontos. Nesse caminho, eles pa- ram por cerca de dois minutos em um ponto cego sem câmera de monitoramento. O MP afirma que o GPS da caminhonete que carregava o volume só voltou a registrar o itinerário 58 minutos depois de ter parado de funcionar. “Tudo isso tem que ser investigado, apurado, esclarecido”, pontua a promotora. O comandante-geral da Po- lícia Militar determinou a aber- tura de IPM (Inquérito Policial Militar) para apurar os fatos referentes às novas imagens di- vulgadas do caso Amarildo. ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA O MELHOR NEGÓCIO DA CIDADE! O MELHOR NEGÓCIO DA CIDADE! Prestação facinha! Custo x benefício excelente Pra vida na cidade Essa é a moto! JAPAUTOJAPAUTO www.japauto.com.br CB 300 DE R$ 14.550, POR R$ 12.990 XRE 300 DE R$ 16.375, POR R$ 14.990 CG 150 FAN ESDI ENTRADA + MENSAIS R$ 199 LEAD ENTRADA + MENSAIS R$ 197,57 Todos juntos fazem um trânsito melhor. XRE300 15/15 á vista R$16.375. Lead 110 15/15 á vista R$7.766, ou entrada R$2.500,+48xR$197,57(t. prazo R$11.983,36)Banco Honda c/ juros 2,15% a.m. (29,08% a.a.).FAN 150 ESDI 15/15 á vista R$8.139, ou entrada R$3.000,+48xR$199, (t. prazo R$12.552,) Banco Honda c/ juros 2,15% a.m. (29,08% a.a.). CB 300R 15/15 á vista R$14.550,.Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras. Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. ACEITAMOS
  3. 3. 3FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Destaque Local O Posto Policial locali- zado no centro comercial do Jardim das Oliveiras, preci- samente na rua Manoel Le- mos da Silva, foi demolido neste mês de junho. A demo- lição veio por ordem do Ministério Público através da Promotoria de Habitaçãoe Urbanismo, porque se trata- va de uma obra irregular. Desativado ainda no ano passado pelo comando do 29º Batalhão da Polícia Mi- litar, o posto foi uma cons- trução irregular construída sobre uma calçada e sem au- torização do poder público, responsável pela segurança. Comerciantes do Jd.Oliveira lamentam demolição de Posto Policial Segundo os moradores e comerciantes, a demoli- ção do prédio improvisado trouxe ainda mais insegu- rança para o comércio local. Mesmo porque, o posto foi erguido nos anos 90 e fazia mais de 20 anos que estava lá. Uma das causas pelas quais o posto foi desativado, segundo a PM, foi a falta de estrutura e de segurança para se trabalhar no local. “Olha, ainda não acei- tamos bem esta situação, a palavra é: não achamos jus- to, mesmo porque, quando o posto ficava lá, todos nós, co- merciantes, fazíamos ques- tão de colaborar com eles”, fala um dos comerciantes do localque optou por manter si- gilo em sua identidade. Um dos fatos que mais tem deixado os comercian- tes em estado amedrontado é que a rua principal do cen- tro comercial possui alguns pontos de caixas 24horas, e o que antes era para facilitar os cidadãos, hoje pode ser um chamariz para infratores. “Com o posto, é claro que não estávamos 100% em segurança, mas é nítido que inibia a bandidagem. Agora, o que ficou acordado foi que a base ficaria fazendo ron- da no local, mas como você hoje vê...tem alguma base aqui? Não né, eles vêm, fi- cam umas horinhas e depois vão embora”, lamenta outro comerciante. Após a demolição, a pro- messa foi que ficaria uma Base Móvel da Polícia Mi- litar no local. Após algumas denúncias para nossa reda- ção, coincidência ou não, na terça-feira (16), a equipe de reportagem do jornal Bom Dia Acontece, passou o dia no centro comercial e não presenciou o equipamento de segurança no local. Questionado, um cabo que fazia ronda no carro da polícia militar sobre a Base que deveria ficar ali, expli- cou que exatamente naquele dia ela estava posicionada em outro ponto, mas garan- tiu que todos os dias ela fica parada na esquina onde era o antigo posto policial. A Prefeitura irá interditar totalmente a Avenida Paulis- ta no próximo domingo para a inauguração da ciclovia. Será um teste que pode levar ao fechamento para os carros de uma das principais vias da cidades em todos os domin- gos, transformada em área de lazer. O mesmo pode aconte- cer com o Minhocão nas tar- des de sábado. São medidas que podem ser interessantes, desde que acompanhadas de testes e estudos de impacto no trân- sito e na segurança. Há uma carência de áreas esportivas públicas na cidade, demanda necessária em uma socieda- de cada vez mais preocupa- da com os males do seden- tarismo e os benefícios da atividade física. A mesma Avenida Paulista passou a ser uma via muito utilizada por corredores, pedestres e ciclistas desde a reforma nas calçadas que conduzi quando fui secretário das das Subpre- feituras. Concordo que a cidade precisa de medidas como es- sas, que a tornam mais atra- ente. Mas discordo da atual administração, que prioriza o que é acessório e negligencia com as grandes prioridades para o paulistano. Como mostrou a impren- sa na semana passada, os de- zessete hospitais municipais da capital tiveram queda no número de atendimentos de urgência na maioria das especialidades nos últimos dois anos. Dez hospitais também reduziram o número de consultas clínicas, princi- palmente devido à falta de médicos. Na atual gestão, nada foi feito para proteger os mora- dores de áreas de risco nem para a regularização fundi- ária de bairros inteiros que estão irregulares, o que im- pede o desenvolvimento de atividades econômicas e a geração de emprego. O trânsito, cantado como prioridade pelo prefeito, não anda. A velocidade média dos ônibus nos horários de pico em sua gestão caiu de 16 km/h para 15 km/h. É a mesma situação das creches, outra promessa de campanha que foi totalmente esquecida. São Paulo é uma bela cidade, com cartões postais que precisam ser bem cui- dados. Mas, longe dos pon- tos turísticos, há uma cidade repleta de carências, que têm que ser tratadas como priori- dade pela administração. A vida anda muito dura para os paulistanos, principalmente os da periferia. Andrea Matarazzo, vereador e líder do PSDB na Câmara Mu- nicipal de São Paulo. Prioridades Coluna
  4. 4. 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Cultura Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Designer Gráfico Gerente Comercial: Representantes: Redes Sociais: Reporter Fotográfico: Revisora: Gerente Financeiro: Distrib./Logistica: Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ademir Rodrigues Jeremias Telles Eduardo Rocha e Luciana Bruno Barreto Rosa Eduardo Rocha Prof. Suseli Corumba Rosa Ademir Rodrigues MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas Associado a: Evento teve 1.500 atrações gratuitas ao longo de 24 horas de programação e avanços na segurança em relação à última edição. A 11ª Virada Cultural movi- mentou a capital entre as 18h do sábado (20) e as 18h do domin- go (21). Neste ano, não houve ocorrências graves. A Guarda Civil Metropolitana (GCM) re- gistrou a prisão de duas pessoas e a apreensão de dois adoles- centes. A Polícia Militar (PM), por sua vez, deteve 73 pessoas. A maior sensação de segurança, aliada à diversidade de opções Virada Cultural 2015 termina com aprovação do público e redução no número de ocorrências policiais culturais, refletiu na satisfação do público. Segurança A atuação da GCM no even- to contou com 338 viaturas e 2.310 agentes, que relataram sete ocorrências registradas nos Distritos Policiais da região central, nove pessoas presas e dois adolescentes apreendidos por roubo, furto, tráfico de en- torpecentes, agressão e porte ilegal de arma. De acordo com a PM, não houve ocorrências graves. Foram registradas 73 detenções por tráfico de drogas, furtos, roubos e crimes contra o patrimônio público. Aprovação Segundo os resultados da pesquisa realizada pelo Obser- vatório de Turismo e Eventos da São Paulo Turismo (SP- Turis), a nota geral dada pelo público para a Virada Cultu- ral 2015 foi de 8,3, sendo que quase 70% dos entrevistados atribuíram notas entre 8 e 10. O levantamento, que entrevis- tou mais de 1,2 mil pessoas em 15 pontos diferentes do evento, apontou ainda a avaliação po- sitiva do público em relação a aspectos específicos. Saúde Durante as 24 horas da Vi- rada Cultural, houve 268 aten- dimentos médicos em todos os pontos do evento, dos quais 61 resultaram em remoções. Os números foram semelhantes aos da última edição. O Servi- ço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) relatou 23 atendimentos, sendo que qua- tro resultaram em remoção. As principais causas de remoção foram intoxicação alcoólica, dois ferimentos por arma bran- ca, crises convulsivas e fraturas leves, todos sem gravidade. Limpeza A Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), por meio das empresas Inova, Soma, Loga e EcoUrbis, reco- lheu cerca de 260 toneladas de resíduos na área de abrangên- cia do evento. Desde o último dia 8, serviços preliminares de limpeza foram intensificados no perímetro da Virada Cultural, tais como raspagem de sarje- ta e guias, capinação, coleta de resíduos, raspagem e pintura de postes, limpeza de bueiros, lim- peza mecanizada de vias e via- dutos, lavagem dos calçadões e escadarias e coleta de outros resíduos. Atrações Outro ponto positivo desta edição da Virada Cultural foi a parceria com a Secretaria Mu- nicipal de Promoção da Igual- dade Racial, ação que permitiu levar apresentações de cantores populares a palcos espalhados por diversos pontos da cidade e, assim, descentralizar o evento. Nos palcos principais, o que se viu foi uma sucessão de grandes nomes da música, entre eles Le- nine, Hermeto Pascoal, Daniela Mercury, Nando Reis, Erasmo Carlos, Alceu Valença, Fábio Jr. e Ira! Um dos shows mais aguardados foi o de Caetano Ve- loso, que arrastou uma multidão à Praça Júlio Prestese encerrou a programação com sucessos como Sampa e A Luz de Tieta. Algumas das atrações foram: Tremendão enaltece Virada Tié canta “Esmeraldas” Lisbela e o Prisioneiro cantam e encantam Nando Reis e Demônios da Garoa na Júlio Prestes Caetano fechou a Vida Cultural Ed. 239 2ª Quinz.Jun.2015
  5. 5. 5FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Variedades Pinacoteca está com inscri- ções abertas para formação; se- rão 10 aulas semanais Estão abertas as inscrições para o curso Idosos e o Museu: Possibilidades Educativas, na Pinacoteca do Estado. Previstas para acontecer entre os meses de agosto e dezembro, as ativi- dades são voltadas para idosos, além de educadores e assisten- tes sociais que lidam com esse público. Com inscrições abertas até o dia 3 de agosto, o curso contará com 10 aulas semanais e os par- ticipantes aprenderão sobre ge- rontologia, patrimônio imaterial Antigamente, as pessoas só procuravam o dentista em caso de extração. Então o medo vem, em parte, das histórias dos mais velhos, segundo espe- cialistas o medo pode passar de pai para filho. Um francês de apenas 12 anos forjou o próprio seques- tro para não ir ao dentista. Depois de horas de procura e muita confusão, o rapazinho, que estava escondido, acabou assumindo que tinha inventado essa história para não ter que ir à consulta. Sentar na cadeira do dentista, ficar imóvel com a boca aberta e ouvir os baru- lhos dos instrumentos causam pânico nos pequeninos. Mas de onde vem tanto medo? Esse trauma pode estar associado a experiências do passado, mas não necessariamente vivencia- das pela criança. Antigamente não existiam os recursos que temos hoje pra garantir o con- forto do paciente e evitar a dor durante um procedimento. Como não havia prevenção, as pessoas só procuravam o den- tista em caso de extração. En- tão o medo que vivemos hoje vem, em parte, das histórias que ouvimos dos mais velhos e que acabamos transmitindo aos Curso aproxima idosos das artes e material e sua relação com a velhice e memória. O objetivo é dar subsídios aos participantes para a com- preensão das potencialidades socioeducativas dos museus e qualificar suas práticas junto a grupos de idosos, a partir de conteúdos e abordagens da arte, cultura e patrimônio. Os interessados devem pre- encher a ficha de pré-inscrição e enviá-la para o email meumu- seu@pinacoteca.org.br. Mais informações pelo telefone (11) 3324-0991. Clique aquipara sa- ber sobre datas e inscrições. Psicóloga diz como não deixar crianças com medo de dentista mais novos. Porém, a psicóloga Adriana Prado de Albuquerque acredita que o confronto com uma experiência nova também assusta as crianças. O medo muitas vezes é uma reação ao desconhecido. No caso do den- tista, a criança, que fica total- mente vulnerável com a boca aberta e imóvel, não consegue prever o que irá acontecer. Pais devem tomar cui- dado com o que dizem Um erro cometido pelos pais é colocar a visita ao dentis- ta como uma forma de castigo para a criança. Já ouvi pais di- zendo aos filhos: se você não se comportar vou te levar ao den- tista e ele vai te dar uma injeção enorme. É uma inversão total do significado da atenção odon- tológica, que visa cuidar e não punir. A idéia imposta a criança de que ir ao dentista pode ser algo aterrorizante às vezes é tão forte, que em alguns casos o atendimento acaba se tornando inviável. Existem dois tipos de medo, o bom e o ruim. O bom nos assegura e impõe limites. O ruim nos incapacita de fazer certas coisas e traz prejuízo a nossa vida. Quando o medo da criança chega nesse nível é hora de se preocupar, analisar as cau- sas e tentar corrigi-las. Brinquedos, preven- ção e confiança Para tentar acabar com esse problema, os consultórios po- dem recorrer a estímulos in- fantis como paredes coloridas, brinquedos temáticos e brindes. E o mesmo se aplica aos profis- sionais. Estimular a curiosida- de da criança também pode ser uma boa opção. Mostre para ela o que está acontecendo em sua boca. Converse com ela e utilize brinquedos e espelhos para que ela acompanhe tudo e passe a gostar daquela situação. Já em casa, a ajuda deve começar com relatos positivos sobre visitas ao dentista e prevenção. Crian- ças com uma boa higiene bucal nunca passarão por procedi- mentos mais severos como uma restauração ou um tratamento de canal, ou seja, não associa- rão o dentista a situações de dor. “O ideal é que a criança pense no dentista como um amigo que vai ajudá-la a cuidar dos dentes. É necessário que ela e o profis- sional estabeleçam uma relação de confiança. A infância é a me- lhor época para se acabar com esse medo de dentista.
  6. 6. 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Comunidade Vinte e nove escaparam e PM recapturou um deles, segundo fundação. Corregedoria irá apurar como ocorreu a fuga na noite desta quarta-feira. Vinte e nove adoles- centes fugiram da unidade Vila Conceição da Funda- ção Casa, na Vila Curuçá. O ocorrido aconteceu por volta das 20h de quarta- -feira (17). Segundo a as- sessoria da fundação, um Dois ônibus foram incen- diados na noite no domingo (15),sendo 01 no Itaim Paulista. A Polícia Militar (PM) infor- mou que os ataques aos coleti- vos foram motivados pela morte de um homem durante aborda- gem policial. Segundo a PM, o homem foi morto quando caminhava pela Rua Estudantes da China, no Itaim Paulista, ao reagir a uma abordagem policial. A corpo- ração informou que o suspeito Adolescentes fogem de unidade da “Fundação Casa” deles havia sido recaptura- do até as 21h20. A unidade tem capaci- dade para 60 jovens e abri- gava 60 internos até a fuga desta noite. A fundação diz que não houve rebelião ou tumulto e que a Corre- gedoria irá apurar como os jovens escaparam. A Po- lícia Militar faz buscas na região para tentar localizar os adolescentes. Ônibus são queimados no Itaim Paulista estava armado. Essa ocorrência despertou a revolta das pessoas, disse a PM. Um grupo abordou, às 18h, o coletivo que passava pela Rua Desembargador Octávio Gon- zaga Júnior e ordenou que os passageiros descessem antes de atear fogo. O veículo fazia a linha 273N/10, entre a Cidade Kemel e o Metrô Vila Matilde. O segundo ônibus foi incen- diado na Rua Paulo Tapajós, a cerca de 1 quilômetro (km) do que foi queimado. Esse veículo fazia a linha 2076/10, entre o Terminal Penha e o Jardim Oli- veiras. Os casos foram registra- dos no 50º Distrito Policial, no Itaim Paulista. De acordo com a São Paulo Transporte (SPTrans), 46 ôni- bus foram incendiados neste ano. Em 2014, foram queimados 132 coletivos na cidade de São Paulo. A PM informou que os ataques aos coletivos foram motivados pela morte de um homem durante abordagem policial O jornal Bom Dia Folha do Itaim & Curuçá na edição de Nº237 errou. Na matéria sobre o meio ambiente, na pagina 10 onde publicamos a foto do subprefeito de Guaianases Josafá juntamente com o secretário Simão Pedro a legenda saiu er- rada. Ao lado do subprefeito de Guaianases Josafá, do secretário Simão Pedro esteve a Supervisora da SUVIS do Itaim Paulista. Sra. Cleide Leunice Rossi, informamos que a mesma, não é do secretário conforme foi publicado. E r r a t a
  7. 7. 7FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Política As novas versões da Cartei- ra Nacional de Habilitação e do Certificado de Registro de Li- cenciamento de Veículos e do Certificado de Registro de Veí- culo (CRV) foram apresentadas no final do ano passado e têm mais dispositivos de segurança que os modelos em vigor. Previstas para começar a partir de 1° de julho, a impres- são e emissão do novo modelo da Carteira Nacional de Habi- litação foram suspensas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O novo prazo para implantação será discutido na próxima reunião do Contran, prevista para o mês de julho. A suspensão da vigência da Re- solução 511, que determina as mudanças no documento, está publicada na edição do dia 23 do Diário Oficial da União. O novo modelo da carteira de habilitação foi anunciado no final do ano passado e previa aumento do número de dispo- sitivos de segurança para im- pedir falsificação e adulteração do documento. A previsão era aumentar dos cerca de 20 dispo- sitivos de segurança atuais para 28, além de implantar mudan- ças de segurança na impressão. O Contran explicou que foi preciso adiar a emissão devido à necessidade de dar continuidade aos estudos de aprimoramento das normas e procedimentos Estão abertas as inscrições para a tempo- rada de cursos do 2º semestre de 2015 do MIS (Museu da Imagem e do Som), institui- ção da Secretaria de Estado da Cultura. São 17 opções com temas diversificados, como Cinema, Fotografia e História da Arte, que acontecem entre os meses de agosto e no- vembro. Desta vez, o destaque fica por contra de três cursos focados na vida e obra do cine- asta François Truffaut, que será tema de uma exposição inédita no Museu, em cartaz a partir do dia 14 de julho. Para os fãs da Sé- Contran adia emissão de novo modelo de carteira de motorista para a formação e habilitação de condutores de veículos au- tomotores e elétricos. Outro motivo foram as inúmeras pro- postas e sugestões dos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito que levou à criação de um grupo de trabalho da Câ- mara Temática de Habilitação, em junho, para a discussão do assunto. Ao anunciar o novo mode- lo, o Contran explicou que os motoristas que têm o atual não precisariam trocar o documento. A nova carteira seria obrigatória para a primeira permissão para dirigir emitida a partir de 1° de julho, para renovação e substi- tuição do documento em casos como perda e roubo. Também foram suspensas as mudanças nos documentos do veículo, que são os certificados de registro e de licenciamento, e teriam igualmente acréscimo nos itens de segurança para evi- tar falsificações e fraudes no pagamento de licenciamento e Imposto de Propriedade de Veí- culo Automotor. MIS abre inscrições para cursos do 2º semestre de 2015 Fotografia, História da Arte e Edição são alguns dos temas oferecidos pelo Museu da Imagem e do Som tima Arte, o destaque é a obra de Alfred Hi- tchcock (setembro). O curso terá dez aulas com análises minuciosas de todos os filmes do “mestre do suspense”. Também tradicionais no MIS, os cursos envolvendo fotografia ganham destaque este semestre. Quem está começando a fotografar tem como opção “Fotografia - Noções básicas” (setembro), que abor- dará conceitos básicos e funções de câme- ras analógica e digital. Em agosto é a vez do curso “Ensaios Fotográficos” criados a partir de qualquer equipamento, que visa explorar as infinitas possibilidades de criar uma imagem fotográfica com diversas apa- relhagens e experimentos. Dentre as novidades, dois cursos abor- darão métodos de conservação preventiva e técnicas para evitar a deterioração de materiais: “Conservação de Acervos Au- diovisuais” e “Conservação Preventiva de Material Bibliográfico” (ambos com início em agosto). A relação completa de cursos oferecidos pode ser acessada no site http://www.mis- -sp.org.br/ Na última terça-feira (23), o vereador Adolfo Quintas (PSDB), morador de Ermelino Matarazzo, visitou a redação do Grupo Acontece de Jornais e Re- vista. O encontro serviu para que o vereador pudesse es- treitar o seu relacionamento Vereador Adolfo Quintas visita a redação do Jornal Bom Dia Folha do Itaim e Curuçá com a imprensa regional, como também fez questão de falar sobre seus projetos que estão em andamento na Câmara Municipal de São Paulo. A conversa durou cerca de 01h. O vereador foi re- cebido pelo diretor Divaldo Rosa. Reinaldo Costa, Divaldo Rosa, Ver. Adolfo Quintas, Gilvan e Júlio Calado
  8. 8. 8 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Política A Polícia Federal defla- grou mais uma fase da ope- ração Lava Jato, agora deno- minada de Erga Omnes. Os alvos foram as construtoras Odebrecht e Andrade Gutier- rez. Foram presos: do lado da Odebrecht, o presidente, Mar- celo Odebrecht, e os diretores Márcio Faria, Alexandrino Alencar e Rogério Araújo; do lado da Andrade Gutierrez, o presidente, Otávio Azevedo, e os executivos César Ramos Rocha e Flávio Lúcio Maga- lhães. O fato é emblemático pois estamos diante de duas empresas gigantescas com milhares de empregados onde agora seus mandatários estão sendo investigados com rigor, justamente pelo aparelhamen- to de seus negócios mediante propinas e outras práticas de- lituosas. Sem dúvida, reper- cutirá em todo o Brasil e deve respingar em várias instâncias governamentais até que tudo seja esclarecido. Os desdo- bramentos serão sentidos na sociedade como um todo pois a maioria das obras de infraes- trutura no país estão nas mãos dessas companhias. A Justiça Federal deve ter reunido for- tes argumentos para a prisão de dois empresários dessa en- vergadura e a onda de choque deve resvalar em diversos es- calões dessas empresas. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Poli- cia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, especializado em Direi- tos Humanos pela Fundação Ge- túlio Vargas, membro do Núcleo de Projetos Estratégicos –ISAE Amazônia eda OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br). Maurício Pestana assume Secretaria de Promoção da Igualdade Racial Publicitário, cartunista, di- retor da Revista “Raça” e escri- tor com trabalhos publicados no Brasil e no exterior, ele substitui Antonio Pinto, que atuará na Se- cretaria da Cultura. Ações para a população negra são os focos do trabalho da pasta Cartunista conhecido pelos trabalhos no jornal “O Pasquim” e diretor da revista “Raça”, vol- tada ao público negro, o escritor e publicitário Maurício Pestana foi empossado na tarde do dia 22 como o novo secretário municipal de Promoção da Igualdade Ra- cial. Pestana, que ocupava o car- go de secretário-adjunto da pasta desde abril do ano passado, subs- titui Antonio Silva, que atuará na Secretaria Municipal da Cultura. Ligado ao Partido Comunis- ta do Brasil (PC do B), Pestana milita há quase 30 anos no movi- mento negro e tem como missão ampliar as políticas afirmativas adotadas desde a criação da secre- taria, em 2013. Além do processo de implementação do ensino da História e Cultura Afrobrasileira nas escolas municipais, as políti- cas para imigrantes haitianos e a ampliação do diálogo com movi- mentos da periferia estão entre os focos do trabalho da pasta. “Nosso objetivo é que o negro não seja só aquele que ser orga- niza e bata a porta reivindicando os direitos que são seus, mas que esteja dentro da administração quem olhe pela comunidade em geral, e não por fragmentos da comunidade ou por aqueles que tenham acesso privilegiado aos órgãos públicos”, disse o prefeito Fernando Haddad. “Ampliar e consolidar as polí- ticas afirmativas será nossa gran- de marca e nosso grande desafio. Se em um primeiro momento fi- camos marcados por termos ini- ciado o diálogo entre o poder pú- blico e os fluxos do funk, vamos aproveitar essa expertise para fazer o mesmo com todas as ver- tentes da cultura negra e popular, como as dezenas de agremiações de escolas de samba”, afirmou o novo secretário. Entre as medidas aplicadas nos últimos dois anos, está a Lei Municipal 15.939, que assegura cota de 20% para a população negra em cargos efetivos e co- missionados de órgãos munici- pais, sancionada no ano passado. Com ela, 14 procuradores negros e negras ingressaram no serviço público por meio de concurso, em um universo que antes, era de apenas três profissionais. Além deles, por meio da lei, 23 audi- tores fiscais, 18 especialistas em Ciências Contábeis e 971 profes- sores entraram na administração municipal. “Se você não tem a repre- sentação da mulher ou do negro dentro da administração pública, essa administração não tem como representar o todo e por isso, os concursos precisam de um equilí- brio maior”, disse o prefeito. VIVER Em Segurança Lavanderia Brasil Coronel Emanuel de Aquino SUB PREF. ITAIM PAULISTA Av. Marechal Tito, 3012 Itaim Paulista-SP BANCA DO VALDO Av. Marechal Tito, 4800 Itaim Paulista-SP BANCA PÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP SEBO PAPEL & CANETA R. Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP www.papelcaneta.com.br BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP BANCA MARECHAL 4400 Av. Marechal Tito, 4400 Itaim Paulista-SP BANCA NAGUMO Pç Francisco Pereira, 80 Vl Curuçá-SP REVISTARIA CAVOA Av. Cavoá, 425 Vl. Curuçá-SP BANCA FLOR DAS OLIVEIRAS R. Manoel L. Silva, 158 Jd das Oliveiras-SP SEBO PAPEL & CANETA R.Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP
  9. 9. 9FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Política As contas do governo re- gistraram nos cinco primeiros meses deste ano um superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública) de R$ 6,62 bilhões. É o pior resultado para o período desde 1998 – ou seja, em 17 anos, segundo in- formações divulgadas na quin- ta-feira (25) pela Secretaria do Tesouro Nacional. O resultado registrado de janeiro a maio deste ano repre- senta uma queda de 65,6% fren- te ao resultado do mesmo perío- do de 2014, quando o superávit primário ficou em R$ 19,28 bilhões. Em 1998, esse resul- tado ficou positivo em US$ 4,9 bilhões, segundo números do Tesouro Nacional. Mês de maio Somente no mês de maio, o Tesouro Nacional informou que foi registrado um déficit primá- rio (receitas menos despesas, sem contar os juros da dívida pública) de R$ 8,05 bilhões. O valor, porém, foi melhor do que resultado fiscal registrado em maio do ano passado (-R$ 10,44 bilhões). Meta do governo Os números do Tesouro Na- cional mostram que será difí- cil o governo atingir a meta de superávit primário fixada para todo este ano, de R$ 55,3 bi- lhões. O esforço fiscal até maio, de R$ 6,62 bilhões, representa apenas 12% da meta de todo este ano. Para que a meta seja atingida, o governo terá de re- gistrar um superávit médio de R$ 6,95 bilhões por mês até o fim deste ano. Os resultados das contas públicas têm sido afetados pelo fraco comportamento da arreca- dação federal, que registrou o Contas do governo federal têm pior resultado em 17 anos Fonte: Do G1, em Brasília pior desempenho para o período de janeiro a maio desde 2011. As receitas se ressentem do bai- xo nível de atividade econômica e, também, das desonerações de tributos efetuadas nos últimos anos justamente para tentar es- timular o Produto Interno Bruto (PIB) e o nível de emprego – que não foram totalmente rever- tidas pelo governo federal. Nesta semana, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, de- clarou que, apesar da queda da arrecadação neste ano, ainda seria “um pouco precipitado fazer qualquer movimento em relação à meta” – indicando que não afasta totalmente a possi- bilidade de rever a meta nos próximos meses. “Não adianta querer tirar o sofá da sala. Tem uma série de ações que a gente tem de tomar”, afirmou ele na ocasião. Para tentar atingir as me- tas fiscais, além de aumentar tributos sobre combustíveis, automóveis, empréstimos, im- portados, receitas financeiras de empresas, exportações de produtos manufaturados, cerve- ja, refrigerantes e cosméticdos, o governo também atuou na li- mitação de benefícios sociais, como o seguro-desemprego, o auxílio-doença, o abono salarial e a pensão por morte, medidas já aprovadas pelo Congresso Nacional. Receitas, despesas e investimentos De acordo com dados do go- verno federal, as receitas totais subiram 4,2% nos cinco primei- ros meses ano (em termos nomi- nais, sem descontar a inflação), contra o mesmo período do ano passado, para R$ 529 bilhões. O aumento das receitas foi de R$ 21,1 bilhões sobre o mesmo pe- ríodo do ano passado. Ao mesmo tempo, as despe- sas totais subiram bem mais nos cinco primeiros meses deste ano (ainda em termos nominais): 8,2%, para R$ 425 bilhões. Neste caso, o aumento foi de R$ 32,08 bilhões. Os gastos somen- te de custeio, por sua vez, avan- çaram 14,3% na parcial deste ano, para R$ 98,05 bilhões – um aumento de R$ 12,29 bilhões. Já no caso dos investimen- tos, porém, houve forte redução de gastos. Segundo números oficiais, as despesas com inves- timentos caíram 32,3% nos cin- co primeiros meses deste ano, para R$ 23,63 bilhões. A que- da frente ao mesmo período de 2014 foi de R$ 11,28 bilhões, de acordo com números da Secre- taria do Tesouro Nacional. Dividendos, concessões, CDE e subsídios Além do fraco comporta- mento da arrecadação, fruto do baixo ritmo da atividade eco- nômica, o governo também in- formou que recebeu, nos cinco primeiros meses deste ano, me- nos recursos de dividendos de empresas estatais. De janeiro a maio de 2015, o governo recebeu R$ 2,91 bi- lhões em dividendos, contra R$ 9,01 bilhões no mesmo período de 2014. Em concessões, po- rém, o governo recebeu mais recursos de janeiro a maio deste ano (R$ 3,91 bilhões) contra o mesmo período do ano passdo (R$ 1,22 bilhão). O governo informou ainda que foi realizado um pagamento de R$ 1,25 bilhão para a CDE nos cinco primeiros meses des- te ano, em comparação com R$ 3,3 bilhões no mesmo período do ano passado. Apesar de ter prometido não fazer pagamen- tos para a Conta de Desenvolvi- mento Energético (CDE) neste ano, foi paga uma última parce- la em janeiro. A CDE é um fundo por meio do qual realiza ações no setor elétrico, entre elas o financia- mento de programas como o Luz para Todos, subsídio à con- ta de luz de famílias de baixa renda, compra de combustível para termelétricas e pagamento de indenizações para empresas. No caso dos subsídios, a Secretaria do Tesouro Nacional informou que os pagamentos somaram R$ 7,46 bilhões de janeiro a maio deste ano, contra R$ 4,28 bilhões no mesmo perí- odo do ano passado.
  10. 10. 1 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Emprego O uso de mensagens no Whatsapp relacionadas ao trabalho, tanto em grupos quanto diretamente com o chefe, podem ser contabili- zadas como hora extra, de Empresa: Morillo Vaga: Assistente Finan- ceiro (Contas a Pagar) Local de trabalho: Cum- bica / Guarulhos Curriculo para: abigail. moura@morillo.com.br ====0==== Serralheiro – 01 vaga Ensino Médio Completo Curso: Serralheiro Eletricista – 01 vaga Ensino Médio Completo Curso: Elétrica e NR10 Currículos para o e-mail adriana.rosa@joalmi. com.br Mensagens de trabalho no Whatsapp podem ser contadas como hora extra acordo com o 6° artigo da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Esse benefício também abrange e-mails e ligações quando o funcionário estiver fora da jornada de trabalho e precisa responder por proble- mas repentinos. “Caso a relação entre trabalhador e patrão não fa- voreça o acordo amigável, o funcionário pode procurar a Justiça do Trabalho para co- brar as horas extras trabalha- das”, explicou a especialista em direito trabalhista. Ainda segundo a especia- lista, cada hora extraordiná- ria deve ser calculada com acréscimo de 50% sobre a hora normal de trabalho. Empresa: SANKO VENDEDOR INTERNO – ÁREA COMERCIAL Atividades: Vendas por telefone, prospecção de novos clientes e manu- tenção do nosso cadastro de clientes. Requisitos: Universitá- rios, Benefícios (VT, Refeição no local). Local: Parque Novo Mundo Vila Maria Encaminhar currículo para rivaldo.mendes@ sanko-sider.com.br
  11. 11. 11FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Trânsito A medida, que acaba de ser anunciada, entra em vigor apenas em 1º de fevereiro de 2016, mas já é discutida por mães e motoristas de trans- porte escolar A partir de 1º de fevereiro de 2016, os veículos esco- lares serão obrigados a usar cadeirinhas para acomodar as crianças de até sete anos e meio. Mesmo sem entrar em vigor, a medida – que foi decidida em reunião do Conselho Nacional de Trân- sito (Contran) no dia 17 – já causa polêmica entre os pais de alunos e os motoristas das vans. Quem vive do transpor- te escolar teme que o cumpri- mento da medida do Contran torne a atividade economica- mente inviável. Já os pais das crianças que utilizam o servi- ço receiam que a cadeirinha não seja eficaz para garantir a segurança dos pequenos pas- sageiros e que o custo de im- plantação dos equipamentos seja repassado para o preço final. Segundo o diretor de Logística e Planejamento do SIMETESP (o sindicato do transporte escolar), Donay Levantamento do IBGE mostra que quase 50% das pessoas não utilizam cinto de segurança no banco traseiro Utilizar o cinto de segu- rança no banco traseiro pode reduzir o risco de morte em caso de acidentes em até 75%, segundo pesquisa a utilização do cinto de segu- rança pode evitar que os pas- sageiros sejam arremessados para fora do veículo ou ainda batam a cabeça contra partes duras, o que reduz a gravida- de dos acidentes – a namora- da do cantor foi arremessada para fora do veículo, por isso a suspeita da não utilização do cinto. Contudo, o item é pouco utilizado pelos passageiros dos veículos. De acordo com levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geo- grafia e Estatística (IBGE) no início deste mês, quase 50% das pessoas não utilizam o cinto de segurança quando viajam no banco traseiro. O grupo mais jovem da pesqui- sa, de 18 a 29 anos, é o que menos usa cinto no banco de trás, com 40,3%. O per- Cinto no banco traseiro reduz em 75% risco de morte centual sobe para 49,8% na faixa etária de 30 a 39 anos. Entre 40 e 59 anos, chega a 54,3%, e atinge 57,8% entre os maiores de 60 anos. O cinto na parte traseira do veículo reduz o risco de morte tanto de quem viaja no banco traseiro como de quem está na frente, pois, em uma colisão, impede que o corpo dos passageiros seja proje- tado para frente, atingindo o motorista e o carona. Dados do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dint) apontam que um acidente de carro a uma velocidade de 60 km/h equivale a cair de um prédio de quatro andares – uma al- tura de aproximadamente 14 metros. Mesmo com o veícu- lo em uma velocidade de 20 km/h o impacto sob um ob- jeto fixo resulta numa força superior a 15 vezes ao peso da pessoa. De acordo com o Dnit, uma a cada cinco le- sões em acidentes de carro ocorrem porque os ocupantes do veículo bateram-se uns contra os outros. Cadeirinha em vans escolares causa polêmica antes de decisão entrar em vigor da Silva Neto, uma das prin- cipais questões atualmente é a falta de padronização dos veículos escolares, que hoje no Brasil já são aproximada- mente 120 mil. Outro ponto são os monitores que ficam junto com as crianças nas vans. “O acompanhante não é obrigatório em todo o ter- ritório nacional, mas deveria ser, pois ele ajuda demais tanto no embarque e desem- barque quanto na segurança dos alunos”, afirma. Decisão do Contran De acordo com Alberto Angerami, diretor do Depar- tamento Nacional de Trânsi- to (Denatran) e presidente do Contran, a obrigatoriedade da cadeirinha só irá valer a par- tir do ano que vem, porque é necessário dar um prazo aos proprietários dos transportes para que eles se adaptem às resoluções. O motivo da mu- dança, segundo Angerami, é que os pequenos não ficam totalmente seguros apenas com o cinto de segurança. “É um instrumento inadequado, porque em uma colisão a criança pode ser facilmente deslocada”, diz. Após uma série de testes, diz o diretor, foi constatado que a cadeiri- nha é mais eficiente do que apenas o cinto. A legislação determina que crianças de até um ano devem ser trans- portadas no “bebê-conforto”. Entre um e quatro anos, em cadeirinhas com encosto e cinto próprio. Dos quatro a sete anos e meio, devem ser utilizados os assentos de ele- vação que não possuem en- costo, mas que ficam presos ao cinto de segurança. Ange- rami assegura que quem irá arcar com o custo do aparato são os motoristas das vans escolares. São dispositivos que duram bastante tempo, então eles irão ter um gas- to só. A vida de uma crian- ça vale bem mais [do que o gasto]. Quem descumprir a norma será multado em R$ 191,50 e perderá sete pontos na Carteira Nacional de Ha- bilitação (CNH). O veículo também será apreendido até que o proprietário cumpra as condições determinadas pelo Contran.
  12. 12. 1 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Comunidade O objetivo principal do projeto foi enriquecer o conhecimento dos alunos quanto aos costumes das festas juninas. Isso se deu através de atividade teóricas, lúdicas e pra- zerosas, contribuindo para a socia- lização dos alunos. A Sra. Vanessa Feliciano, Di- retora Pedagógica do Colégio, comentou: “Precisamos reforçar valores e tradições de nosso país, compreender a história da festa ju- nina, bem como, seu valor dentro da cultura brasileira, destacando seus aspectos sociais e religiosos. O projeto foi finalizado no sábado, 20 de junho, com o 17˚ Ar- raia Futura, cujo tema foi : “Ser Tão Futura”. Todos os anos o Colégio abre suas portas e leva os festejos para a rua, trazendo alegria não ape- nas para pais e alunos, mas também para a comunidade local. Quem esteve presente pode deliciar-se com comidas típicas de uma festa caipira, churrasco, bolos e outros deliciosos quitutes. As crianças divertiram-se em brinquedos inflá- veis, pinturas de rosto, barraqui- nhas da pesca e boca do palhaço, Comunidade entre outros. O Jornal Aconte- ce conversou com alguns pais e moradores locais e constatou a unanimidade nas opiniões sobre a Festa. “A festa é um suces- so!!!”. O Sr. Antônio, morador vizinho do Futura, questionado pelo Jornal, comentou: “A festa está muito linda, uma maravilha. As apresentações das criancinhas encantam. É muito bom a festa assim na rua, nós, moradores vi- zinhos, que não temos filhos que estudam no Colégio, podemos também participar”. As apresentações dos alunos do Colégio Futura, desde os pequenos do Berçário até os mais crescidos que frequentam o Ensino Médio alegraram e enche- ram de orgulho pais, familiares e professores. A cada apresenta- ção, pais e parentes cercavam o local das apresentações em frente ao Colégio e aplaudiam entusias- mados e orgulhosos seus filhos, estrelas do evento. Sra. Ana Pau- la, mãe de uma das alunas que participou das apresentações dis- se à nossa Equipe: “É lindo ver teu filho participando das danças e apresentações, os eventos que acontecem no Colégio são mo- mentos para podermos parti- cipar da vida escolar de nosso filho”, conclui. Alguns trabalhos rea- lizados no decorrer do projeto, foram expostos para a aprecia- ção dos convidados. A Gestão do Colégio Futura agradece toda a comuni- dade, pais, alunos, funcionários e as empresas parceiras e atribui o sucesso do evento ao empe- nho e dedicação de todos. O Colégio Futura am- pliou recentemente suas insta- lações confirmando com isso sua proposta de ensino com qualidade para o bairro. Locali- zado na Rua Flor Boreal, 236- Jardim dos Ipês. Possui turmas do Berçário ao Ensino Médio. Educação Infantil e Ensino Fundamental também em perí- odo integral. Para o ano letivo de 2016, o Colégio Futura terá no- vidades. Eduardo Rocha No mês de junho, o Colégio Futura dese 1 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
  13. 13. 13FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Comunidade Comunidade envolveu o projeto: ¨Histórico Junino” 13FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015
  14. 14. 1 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Cotidiano A estação mais fria do ano acaba de chegar oficialmente e a gente já não vê a hora de transformar nosso lar em um espaço muito mais quentinho e convidativo. Afinal de contas, no inverno dá uma super vonta- de de ficar em casa, né? Ligar aquecedores, fazer comidinhas deliciosas como o fondue e con- vidar os amigos, parece bem mais atraente do que se encher de casacos e enfrentar a friaca do lado de fora. Então aproveite o momento para deixar sua casa mais aconchegante anotando todas estas dicas simples e fun- cionais. Tire do armário as cobertas e edredons pesados que você lavou e guardou limpinhos no início do verão. Eles deixarão sua cama muito mais quentinha e gostosa, a companhia perfeita para horas de sono no inverno. Aproveite para decorá-la com almofadas coloridas e dar uma graça a mais para o quarto. O Brasileiro que emigra nos dias de hoje para os Estados Unidos é proveniente da classe média baixa, a chamada classe C. A maior parte tem ensino médio ou curso superior e vem de centros urbanos, principal- mente do Sudeste e do Centro- -Oeste. A maioria entra no país com visto de turista. A busca por melhor renda, mais qualidade de vida para os filhos e segurança nas grandes cidades está entre os fatores que levam brasileiros a sair do país e viver nos Estados Unidos. “Ve- mos um número crescente de brasileiros que chegam em bus- ca de qualidade de vida e que temem a violência urbana no Brasil”, argumenta o economis- ta Álvaro Lima, autor do livro Brasileiros na América. Maioria dos brasileiros nos Estados Unidos é da classe “C” Busca por segurança, melhor renda e maior qualidade de vida para os filhos são os principais motivos que levam brasileiros a deixar o país Na opinião dele, o imigrante brasileiro que vive nos Estados Unidos tem um perfil diferente do de outros latinos, como os vindos do México e de países centro-americanos. “O brasilei- ro costuma ter mais escolarida- de, muitas vezes, ensino supe- rior e vem de centros urbanos. Foi assim na fase inicial da imi- gração nos anos de 1980 e con- tinua assim atualmente”, diz. O governo brasileiro diz não ter dados precisos sobre a quan- tidade de imigrantes que vivem nos Estados Unidos. Segundo as autoridades, a dificuldade se explica porque os censos reco- lhem dados estáticos e o fluxo migratório (de ida e vinda) é variável. Além disso, nem toda migração é legal (autorizada). Decore sua casa para o inverno Cortinas mais pesadas com tecidos de cores quentes tam- bém ajudam a aquecer o am- biente. Combine-as com teci- dos mais leves, que podem ser usados durante o dia para não obstruir a iluminação natural. Mantas, mantas e mais man- tas. São sempre bem-vindas em qualquer cantinho: na poltrona de leitura, no sofá da sala de TV e até aos pés da cama do casal. São quentinhas, macias e ainda dão um toque especial na decoração, se usadas em har- monia com as cores e estilo do ambiente. Tapetes felpudos para aque- cer o piso são imprescindíveis. No lavabo e banheiro, aposte em tapetes mais largos que ga- rantam uma cobertura maior do chão, o piso destes ambientes costuma ser geladíssimo. Se você tem lareira em casa, essa é a hora de aproveitá-la ao máximo. Acenda em um espa- ço e feche todas as portas para o calor ficar concentrado em um só ambiente. O mesmo vale para quem tem ar-condicionado ou aquecedor.
  15. 15. 15FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Feminissima Em mechas ou em cober- tura total, os fios prateados agora fazem a cabeça das mais jovens. Saiba como conseguir esse efeito e que cuidados to- mar para manter a cabeleira bonita Há muitas gerações, um costume entre a maioria das mulheres brasileiras em re- lação aos cabelos é simples: quando começam a aparecer os fios brancos, entram em cena as mechas loiras para disfarçá-los ou a tintura de cor semelhante à original para cobri-los totalmente. Como tradições existem para serem quebradas, de uns tempos para cá não só muitas mulhe- res têm assumido os grisalhos e brancos. Nasceu, assim, a tendência do “granny hair”, ou “cabelo de vovó”. A moda começou no norte da Europa e no Japão no ano passado, chegou aos EUA no começo deste ano e agora ganha força no Brasil. Como chegar lá Se antes os cabeleireiros brasileiros se recusavam a dei- xar uma moça jovem com ca- belos de vovó, hoje eles fazem isso com um sorriso no rosto, pois a moda pegou. O aconse- lhável é ir a um profissional com técnica apurada, para não correr o risco de sair do salão com um desastre na cabeça. O trabalho começa com uma in- tensa descoloração. Se os ca- belos estiverem virgens, será Granny hair: quem disse que cabelo branco é coisa de vovozinha? preciso clarear muitos tons. Se já tiverem pelo menos mechas claras, serão menos etapas. Restrições Esteticamente falando, o granny hair cai bem em mu- lheres de qualquer etnia e tipo físico – até porque, con- venhamos, a natureza não escolhe tom de pele quando torna brancos os cabelos de qualquer pessoa. Ele é muito democrático e pode ser usado por todas. Mas quem normal- mente exibe esse visual são as moças mais urbanas. Há, porém, alguns motivos que podem impedir uma mulher de aderir à tendência. Cabe- los que já tenham alisamento, tratamentos químicos severos, mais de um relaxamento ou tinta sobre tinta: nem pensar. Para suportar tanta descolo- ração, os fios precisam estar resistentes e minimamente saudáveis. Manutenção Dá trabalho manter o granny hair bonito, a cor des- bota com muita facilidade, então o ideal é retocar o tom cinza a cada 15 dias. E para que a hidratação seja eficien- te, precisa ser em dois passos, um para reposição de massa capilar e outro para manter a cor dos fios. Por sofrer desco- loração profunda, esse cabelo precisa de produtos que devol- vam toda a matéria perdida.
  16. 16. 1 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Bem Estar Tempo – Limite – Atraso... Esses fatores nos levam a pensar que devemos viver apressados, que a rapidez é importante, mas isso é preju- dicial à reflexão e à oração. Já outras pessoas pensam que para mostrar que esta- mos ativos e cheios de vigor “não devemos fazer as coisas devagar”. Lembro-me de que no mercado publicitário, no qual trabalhei por mais de 15 anos, quase no final do expe- diente começava o corre-cor- re para entregar os anúncios e vídeos que tinham de che- gar aos jornais, estações de rádios e canais de televisão. Em algumas ocasiões, o trabalho apresentava obstá- culos característicos da an- siedade e do descontrole. O Vencer o estresse e ter saúdedesfrutar de tudo o que faze- mos influi na saúde mental. Mesmo responsáveis, o “diminuir a marcha” nos tor- na livres, atentos e no contro- le de tudo. A serenidade, a calma, a reflexão possibilitam enxer- gar a vida de um ponto de vista diferente. Comprovar esse fato pode ser o começo de uma experiência feliz e cheia de alegria. Elizabeth Santángelo de Gastaldi é Comitê de Pu- blicação da Ciência Cristã na Argentina.Email:brasil@ compub.org estresse e a tensão não deixa- vam de estar presentes. Com frequência, o chefe dizia: “Preciso disso para ontem”. A velocidade excessiva muitas vezes nos impede de parar para pensar. Mas reló- gio não tem poder para go- vernar a vida. Carl Honoré , em sua re- flexão sobre a importância da lentidão, afirma: “A len- tidão nos devolve a tranqui- lidade e o ritmo pausado que nos permitem ser mais cria- tivos no trabalho, ter mais saúde, mais satisfação e mais contato com outras pessoas”. Escapar da ditadura do re- lógio não significa que seja- mos irresponsáveis no cum- primento do trabalho, mas sim que podemos encontrar o equilíbrio que contribui para a saúde. Considero correto o con- ceito que Mary Baker Eddy revela em seu livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, a respeito do que significa contemplar um dia livre de limitações: “Os obje- tos do tempo e dos sentidos desaparecem na iluminação da compreensão espiritual, e a Mente mede o tempo de acordo com o bem que se desdobra”. Não ser impulsivo ajuda a recuperar um ritmo normal de vida. Priorizar a qualidade e não a quantidade de horas que dedicamos a uma tarefa e
  17. 17. 17FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Saúde Organismo gasta mais energia para manter a tem- peratura do corpo aquecida e o principal efeito disso é o consumo imediato de mais alimento O programa Meu Prato Saudável elaborou uma série de dicas sobre os alimentos mais indicados para o inver- no. Na estação mais fria do ano, o organismo gasta mais energia para manter a tem- peratura do corpo aquecida e o principal efeito disso é o consumo imediato de mais alimentos. Para não comprometer a saúde, o ideal é evitar as chamadas dietas da moda, pois “podem causar sérios prejuízos à saúde”, alerta a nutricionista Denise Eva- zian, do Instituto Central do Hospital das Clínicas. Confira algumas dicas de alimentos corretos para a estação mais fria do ano: - Prefira sopas prepara- das com legumes batidos, sem adição de creme de leite ou massas. É interes- sante acrescentar algumas fibras, como o farelo ou fi- bra de trigo ou o farelo de aveia. As fibras ajudam a regular a função intestinal, manter o colesterol em ní- Prepare seu corpo para o inverno! Veja dicas para uma alimentação adequada veis normais e provocam uma maior sensação de sa- ciedade. - Substitua o chocolate quente por um chá com adoçante, que esquenta o organismo da mesma for- ma, ou prepare com leite desnatado e achocolatado light. - Troque os queijos amarelos por queijos bran- cos ou reduzidos em gor- dura. - Substitua carnes gor- durosas por coxão duro e patinho, que podem ser preparados na pressão e consumidas ensopadas
  18. 18. 1 8 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Esporte DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 2015 15 esportes SÃO PAULO do TRICOLOR DIÁRIO Transferências_Vice não quer liberar O vice de futebol do Tricolor, Ataíde Gil Guerreiro, não quer ver mais jogadores serem ne- gociados. Na última semana, o clube acertou as saídas de Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Denilson. “Não há mais a in- tenção de negociar ninguém, a não ser que apareça uma proposta irrecusável”, disse Ataíde, à Rádio Globo. Em alta_ Souza celebra boa fase Após balançar as redes nos dois últimos jogos, Souza (fo- to) comemora a boa fase. “Tanto eu quanto o Ganso te- mos a possibilidade de apare- cer mais na frente. Isso tem feito a diferença. Mas também tive sorte de a bola chegar em mim e eu finalizar bem. Tem o dedo do Osorio nesses gols, sim, mas também con- tou a boa fase”, disse Souza. Mercado_ Denilson se apresenta Denilson (foto) se apresentou ontem ao Al Wahda, dos Emi- rados Árabes. O ex-volante do São Paulo realizou exames médicos e deve começar o trabalho em breve. O jogador foi negociado por 3,1 milhões de euros (R$ 10,7 milhões), sendo que o Tricolor recebeu 40% deste valor — 1,3 milhão de euros (cerca de R$ 4,5 mi- lhões) — para liberá-lo. SãoPaulofechaacordocom clubedosEstadosUnidos para o São Paulo em nossa mis- são de expandir a marca interna- cionalmente e especialmente na América do Norte”, discursou o mandatário são-paulino. Com a parceria, o Tricolor deve promover amistosos com o Tam- pa Bay Rowdies, além de ceder jogadores das categorias de base e auxiliar na formação e capaci- tação de profissionais que atuam na comissão técnica. n Para tentar fortalecer a sua marca no exterior, o São Paulo fechou uma parceria com o Tam- pa Bay Rowdies, dos Estados Unidos. O presidente do Tricolor, Carlos Miguel Aidar, anunciou ontem o projeto, que prevê o in- tercâmbio com os americanos. “Estou muito feliz por estar em St. Petersburg para a assinatura dessa parceria entre os clubes. É um momento muito importante CHEIO DE VONTADE Breno tenta segurar o meia argentino Centurión em treino, no CT da Barra Funda. O zagueiro não vê a hora de poder voltar a defender o Tricolor Tricolor Mesmo sem ter atuado nem um jogo sequer neste ano, Breno deve renovar seu contrato com o São Paulo até o fim desta temporada e receber uma chance de Juan Carlos Osorio José Eduardo Martins jose.martins@diariosp.com.br Em época de saída de jogado- res,oSãoPauloestámuitoper- toderenovarovínculocomum deseusatletas.Mesmosemser nem sequer relacionado para um jogo no ano, Breno deve ampliarocontratocomoTrico- loratéofimdestatemporada. ODIÁRIOapurouqueoclube já preparou um novo acordo comojogador,quedeveserofi- cializado nos próximos dias. A renovação do vínculo é vista como mais uma chance para o defensormostrarserviço. O zagueiro, que assinou com o clube do Morumbi até 7 de outubro deste ano, ainda tenta retomarocondicionamentofí- sico e o ritmo depois de tanto tempolongedosgramados. Aos25anos,obequenãodis- putaumapartidadesdeodia17 deabrilde2011,quandodefen- deuoBayerndeMuniquecon- traoBayerLeverkusen. Em setembro daquele ano, o zagueiro foi preso acusado de ter colocado fogo em sua casa, naAlemanha.Ojogadorcum- priuadetençãoetentoumanter o condicionamento físico com o auxílio do seu antigo clube, o BayerndeMunique. QuandofoiliberadopelaJus- tiçaalemã,retornouaoBrasile começouotrabalhocomosde- mais jogadores do Tricolor no iníciodestatemporada.Porém, apesardaempolgaçãodevoltar atreinarnaantigacasa,eleso- freuumalesãomuscularnaco- xa esquerda e o sonhado reen- controcomabolafoiadiado. Agora, o técnico Juan Carlos Osorio, contratado no início deste mês, espera observar maisumpoucoozagueiroedar umachanceparaeleatuar. Breno é visto como impor- tante opção para o sistema de- fensivo, que recentemente perdeu os negociados Rodrigo CaioePauloMiranda. PROMESSA/ Breno era consi- deradoumadasprincipaisjoias dascategoriasdebasedoclube. Revelado em 2007, ele con- quistou o Brasileirão daquele anoelogoacertou suatransfe- rênciaparaopoderosoBayern. Após conturbada passagem pelo futebol alemão, viu o Tri- colorreabrirasportasnofimde 2012, quando passou a ajudá- loeofereceuumcontrato.Ago- ra,otimeesperaqueozagueiro possaretomarosbonstempos. segura Breno FotosdeNelsonCoelho/DiárioSP Divulgação
  19. 19. 19FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Esporte DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 25 DE JUNHO DE 201520 esportes CORINTHIANS Sem medo de mexerTite faz cinco alterações em relação ao time que perdeu para o Santos. Técnico alvinegro ainda busca a formação titular ideal Lucas Bettine lucas.bettine@diariosp.com.br O ditado diz que não se mexe em time que está ganhando. Mas no que está perdendo, a história é diferente. Depois da derrota por 1 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro, o técnico Tite promoveucincomudançasno time que enfrentará o Figuei- rense,sábado,noItaquerão. Duasdelassãopordesempe- nhotécnico.Oufaltadele.En- golido pelo ataque santista, o zagueiroEduDracenafoiparar no time reserva. Felipe, titular duranteboapartedoano,reas- sumiu o posto. No ataque, Mendozavaiverojogodoban- co,enquantoMalcom,quevol- tou da seleção brasileira sub- 20,ganhouumaoportunidade. As outras três alterações se derampornecessidade.Olate- ral-direito Fagner, expulso contra o Santos, deu posição a Edílson.Algoparecidoaconte- ceucomovolanteRalf,quele- vouoterceirocartãoamareloe perdeu espaço para Marciel. Petros,negociadocomoBetis, foisubstituídoporLuciano. Tite ainda não confirmou se estaserá realmenteaequipena próxima rodada. A principal dúvida está no excesso de pe- çasofensivas.Oúnicohomem de marcação é Marciel, que costumavajogarmaisavança- do na base. Renato Augusto, Jadson, Luciano, Malcom e VagnerLoveestãoàfrentedele. Um deles, provavelmente Luciano,podedarlugaraBruno Henrique.Ovolantevemsere- cuperando de entorse no tor- nozelo esquerdo e não treinou ontem,depoisdeterparticipa- do da atividade de terça. Con- tudo, ainda possui chance de jogardiantedoscatarinenses. ATENÇÃO/ Se Tite mantiver a escalação com três atacantes e doismeias,oCorinthiansvaifi- carmaisexpostodoqueohabi- tual.ApesardeoFigueirenseter feito apenas seis gols no Cam- peonato Brasileiro, é um risco entraremcampoassim. E quem sofre mais são sem- preosdefensores.Apesardisso, o lateral-direito Edílson mos- trou que dá para atuar assim, mascomumacondição. “Acho que dá para jogar as- sim, desde que todos tenham umpapeldefensivoimportan- te.Nomeio,achoqueoMarciel vaisairpoucoetodostêmdeter essarecomposiçãorápidapara ajudar na defesa”, analisou o substitutodeFagner. DanielAugustoJr./Ag.Corinthians Timãoficacom25%dePetros elevafatiapequenadeFábio A quantia de R$ 2,1 milhões — parte alvinegra — não deve cair inteira no cofre do clube. A dire- toria tenta negociar com Fernan- do Garcia, já que deve cerca de R$ 6 milhões ao agente. Na saída de Fábio Santos para o Cruz Azul-MEX, o Timão ficou de bolsos quase vazios. O clube mexicano pagou R$ 1,2 milhão, mas o Timão devia ao jogador e deu boa parte de sua fatia a ele. n Petros deve assinar hoje seu contrato de quatro anos com o Betis, da Espanha. Dono de 50% dos direitos econômicos do joga- dor, o Corinthians ainda conse- guiu manter metade de sua cota. O time espanhol comprou 25% da parte corintiana e 25% da fatia de Fernando Garcia, agente do jogador. Assim, o Timão pode le- var um quarto de uma futura venda do meio-campista. TIME IDEAL Como ainda não achou seus 11 titulares, Tite vem mexendo no time. Ontem, promoveu cinco mudanças em relação à equipe que perdeu para o Santos Dança das cadeiras do time titular Técnica Depois de falhar contra o Santos, Edu Dracena voltou para o banco e Felipe, titular no início do ano, ganhou outra chance. Felipe Edu Dracena Retorno Titular antes de se juntar à seleção sub-20, Malcom ganhou a vaga de Mendoza ao lado de Love e Luciano no ataque. Malcom Mendoza Negociado Vendido, o meia Petros foi substituído pelo atacante Luciano. Bruno Henrique ainda pode assumir essa vaga. Luciano Petros Expulso Titular da posição, Fagner levou o vermelho contra o Santos e vai ter de cumprir suspensão. Edílson assume a lateral direita. Edílson Fagner Amarelado Ralf recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Peixe e, suspenso, abriu espaço para Marciel fazer sua estreia. Marciel Ralf
  20. 20. 2 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Divirta-se DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 201528 horóscopopor João Bidu ÁRIES (21/3 a 20/4) No trabalho, assuntos antigos podem causar discórdia na convivência com os colegas. A relação com a família ganha novo ânimo. Não perca a chance de de- monstrar seu carinho com quem gosta. TOURO (21/4 a 20/5) Você está mais falante. Mostre o que pensa, mas fique atento para não se envolver em fofocas no trabalho. Aten- ção para não perder informações. A saúde pede um cuidado extra. GÊMEOS (21/5 a 20/6) Lidar com dinheiro pede cautela extra, especialmente se pensa em investir em algo mais arriscado ou gastar mais ao seu divertir. Em compensação, há boas chances de ganhar dinheiro extra. CÂNCER (21/6 a 21/7) Apesar de alguns atritos com o pessoal de casa, você vai se importar muito com a família. Basta deixar as diferen- ças pessoais de lado e verá como tudo melhora. Marte redobra sua coragem. LEÃO (22/7 a 22/8) Lua destaca seu poder de comunica- ção, mas se desentende com o Sol, pe- dindo atenção redobrada para não falar mais do que deve e revelar um segredo. Caso escondido pode parecer sedutor. VIRGEM (23/8 a 22/9) Astros avisam que é melhor manter amizade e dinheiro separados. Evite emprestar ou pedir quantia a um amigo, assim, pode evitar dor de cabeça. Mas há chances de ganhar um extra. LIBRA (23/9 a 22/10) Cresce a confiança e bom humor. Não deixe que isso atrapalhe o relaciona- mento com superiores. Se quer melho- rar na carreira, mostre dedicação. Tomar a iniciativa faz diferença na paquera. ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Sol e Marte aumentam sua sede de co- nhecimentos. O desejo de viajar tam- bém cresce, mas podem surgir alguns problemas. Se for possível, é melhor adiar. Romance à distância vai bem. SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) Coisas novas podem ser estimulantes, mas podem ter contratempos. Mudan- ças são bem-vindas e não falta energia para implementá-las. Seu poder de atração ganha reforço. CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) Priorize a carreira e não poupe esforços para chegar aonde deseja, desde que não deixe o seu amor de escanteio. Re- lacionamentos ganham nova importân- cia e você espantará solidão. AQUÁRIO (21/1 a 19/2) Não falta energia para mergulhar no trabalho, já que Sol e Marte aumentam sua disposição para encarar as tarefas. Mas a tentação de sair da rotina e se di- vertir por aí pode atrasar a sua agenda. PEIXES (20/2 a 20/3) Há sinal de desentendimentos com fi- lhos ou crianças da família, mas não se preocupe. O bom humor estará de volta e vai contar com uma dose extra de sorte para resolver qualquer assunto. Cruzadas passatempo Soluções Sete erros Sudoku O conteúdo de Passatempo é fornecido pela www.coquetel.com.br Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e horizontais, nem nos quadrados menores (3.3).
  21. 21. 21FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 TV em Ação DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 25 DE JUNHO DE 201528 Créditodafoto ‘O que temos pra hoje é saudade’ C omapenas3anos,nos arredores de Goiás, o pequeno Cristiano Araújo já soltava as primeirasnotasmusi- cais.Nafamília,commaisdois irmãos,ogarotinhoeraumfe- nômeno.Trêsanosdepois,veio oprimeiroviolão.E,aos9,elejá pisavanospalcosimprovisados debareserestaurantesdeGoiás. Tudodeucerto.Com13anos,já estavanumconcursodejovens talentos do Faustão, gravou o primeirodisco,correuatrásde nomesrenomados–comoJor- ge&MateuseGusttavoLima–– eopúblicooabraçou. Na madrugada de ontem, no entanto,namesmaterraqueo preparouparaosucesso,oautor dohit“BaraBará,BereBerê”se despediu, brutalmente, dos maisdeseismilhõesdesegui- doresdoFacebookeInstagram. Após uma apresentação em Itumbiara,ocantor,de29anos, sofreuumacidentedecarrona BR-153, entre Morrinhos e o trevodePontalina,emGoiás.A namorada,AllanaCoelhoPinto de Moraes, de 19 anos, morreu nolocal.CristianoAraújofoile- vadoparaoHospitalMunicipal deMorrinhos,onderecebeuos primeiros atendimentos. De- pois, na transferência para Goiânia, não resistiu e, após umaparadacardíaca,morreu. No mesmo carro, um Land Rover, ainda estavam o segu- rançaRonaldoRibeiro,quedi- rigia o veículo, e o empresário viva LUTO VictorLeonardo–ambossóti- veramferimentosleves. Acausadoacidenteaindavai serinvestigada.Porém,segun- do a Polícia Rodoviária, tudo indica que o casal estava sem cintodesegurançanosbancos traseiros (leia mais sobre o as- suntonaspágs.2e3)eocapota- mentofoicausadoporumaso- madefatores.“Sonodomoto- ristaevelocidademaiordoque opermitido.Háaindaapossibi- lidadedeumafalhamecânica”, enumerou os policiais que atenderamaocorrência.Oen- terrodocantoredeAlannaestá marcado para as 11h de hoje , emGoiânia. HITS/Dono de sucessos como “Efeitos”, “Hoje Eu Tô Terrí- vel” e “Maus Bocados” e de uma agenda com quase 30 shows por mês, Cristiano sempre foi queridinho das re- des sociais – no YouTube, ele tinha quase 500 mil seguido- res e seus vídeos somavam, até ontem, mais de 250 mi- lhõesdeacessos. Não por acaso, conquistou o respeito do meio sertanejo e, comanotíciadamorte,paroua televisãonacional(leiamaisna pág.29)erecebeuhomenagens de veteranos como Leonardo, seu padrinho, e jovens como Gusttavo Lima e Lucas Lucco. Como diz o início de uma de suas música, o hit “Cê que Sa- be”: “O que temos pra hoje é saudade”.Equesaudade... Aos 29 anos, cantor Cristiano Araújo se despede dos fãs vítima de um acidente de trânsito. Namorada também não resistiu PADRINHO “Muito triste! Menino talentoso demais, de uma bondade indescritível! Difícil de acreditar! Como driblar a dor?” _Leonardo, cantor e espécie de padrinho DESPEDIDADOLOROSA “Eu só quero fazer uma pergunta: será que Deus existe? Será mesmo que Deus existe?” _João Reis, pai do cantor, que costumava orar sempre antes das viagens do filho. Ele concedeu uma coletiva para compartilhar a dor ABRIUASPORTAS “Uma triste notícia para nós que gostamos de boa música. Ele foi lançado aqui no nosso programa, em 2012” _Ana Maria Braga, apresentadora
  22. 22. 2 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 TV em Ação DIÁRIO DE S. PAULO - QUARTA-FEIRA / 24 DE JUNHO DE 2015 27 diáriodafama Mari abre o jogo e diz se ficou com Cauã por Aline Nunes aline.nunes@diariosp.com.br Otávio toma ‘cogumelo’ n Durante o programa “Ok, Pes- soal”, no SBT, o apresentador Otávio Mesquita deslizou e apresentou o “A Noite é uma Criança”, que comandava na Band. À coluna, ele explica: “To- mei cogumelo do sol (risos). Mas é que brinco muito”. A partir de julho o programa será gravado pela produtora de Otávio: a Mes- quita Marketing e Midia. Mari Silvestre foi capa da “Playboy” de março de 2014 n Para manter o quadro semanal “Master Jegue”, no “Pânico na Band”, o político e comediante Tiririca tem corrido bastante. Pa- ra sua comodidade, a Band mon- tou um estúdio em Brasília para o artista, que tem concedido raras entrevistas – quase todas, inclu- sive, por e-mail. Não é fácil... Rosi Campos some de ‘Babilônia’ Agenda bem adaptada n O talento da atriz Rosi Cam- pos é indiscutível. Ela, no entan- to, parece não viver tempos de muita sorte com personagens de novela. Depois de ter um papel apagado em “Salve Jorge”, ago- ra ela está com a Zélia de “Ba- bilônia”. Quase não aparece... ReproduçãoTV n A cantora Joelma festejou os 41 aninhos segunda-feira – com direito a um bolo surpresa de sua equipe e do marido, Chimbinha. Apesar dos rumores de separa- ção dos dois – que ganhou força novamente –, parece que tudo vai bem. Em dias eles lançam o DVD especial de 15 anos. BURBURINHO Embora há críticos de plantão dizendo que o tal “book rosa” não existe no meio da moda, o novelista Walcyr Carrasco foi corajoso e disse que pesquisou bem o tema para “Verdades Secretas”. Crise? Parece que não é bem assim Se virando na internet n Uma coisa que Gilberto Barros não gosta é de ficar parado. Por isso, desde que deixou a Re- deTV!, começou a se empenhar em um projeto para a web. A TV Leão, 24 horas no ar, terá 14 ca- nais – para exibir entretenimen- to, denúncias e outros temas. O www.tvleao.com.br entra no ar amanhã! DESLIZES Depois de Adriana Esteves aparecer em uma sequência com cores de sutiã diferentes, foi a vez de Cássio Gabus Mendes mostrar uma folha do roteiro ‘escondida’ no sofá onde gravava. Que feio! pegou bem pegou mal AutumnSonnichsen/Playboy Silvio Santos está n Com 23 anos, passagens pelo “Caldeirão do Huck” e também pela “Playboy”, Mari Silvestre é um furacão – recentemente, Leonardo Di Caprio também veio ao Brasil, promoveu uma festa VIP e a morena foi convida- da. Agora, o novo boato é de que ela e Cauã Reymond estariam se conhecendo melhor. Os dois teriam cria- do intimidade nos bastido- res da série “Dois Irmãos”. Em entrevista à coluna, po- rém, ela explica que está solteira e focada na carreira: “Fiquei tão chateada com esse boato do Cauã Rey- mond... Eu estou focada na profissão. Sempre admirei o trabalho dele, mas só tive contato com ele na Globo”. n Para fazer bonito na teli- nha, Mari fez alguns cursos de interpretação – paralela- mente se dedica à carreira de cantora. A jovem tam- bém está no reality Lucky- Ladies, no Fox Life. internado?Saiba o que aconteceu n Segunda-feira alguém bem maldoso espalhou a notícia de que Silvio Santos foi internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O pânico, é claro, foi instalado. O boato ganhou força porque há uma semana, mais ou menos, o dono do SBT está sem gravar o “Pro- grama Silvio Santos”. A ra- zão? Oficialmente, o SBT diz que ele está bem e não há problema algum de saúde. Sil- vio, inclusive, estaria apenas descansando um pouco e re- solveu tocar as coisas de ca- sa, em São Paulo. n Na mansão Abravanel, além de apreciar os quitutes feitos pela mulher, a novelista Íris Abravanel, ele tem um escri- tório particular– Silvio, é claro, precisa cuidar de todo o Gru- po Silvio Santos, mas tem um carinho especial pelo SBT, afi- nal, não pretende se aposen- tar da telinha. E também pela Jequiti, de cosméticos. Ele participa de tudo que pode, sem exagero algum. n Qualquer possibilidade de um problema vocal também está enterrado. Silvio tem cui- dados especiais e caseiros com a voz. Está 100% n O apresentador deve voltar a gravar normalmente na pró- xima semana. Segundo o co- lunista Flávio Ricco, ele está se recuperando de dores pro- vocadas por um medicamen- to que tomou. Tudo bem até aí. O único problema é que se não há um programa inédito já pronto para colocar no ar no próximo domingo. Sendo as- sim, caso Silvio não volte ao trabalho até sexta, o canal de- ve optar por uma reprise. n Por outro lado, quadros no- vos estão previstos para o “Programa Silvio Santos”. E largar o batente, de fato, só deve acontecer em dezembro, quando o patrão pretende tirar férias junto com a família – como de costume, eles em- barcam de comboio para Or- lando, onde os Abravanel têm uma mansão. Tudo certo!
  23. 23. 23FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Educação Unidades indicarão per- centual de vagas reservadas para quem fizer Enem. De- cisão final será do Conselho Universitário em reunião na terça-feira (23). O Conselho de Gradua- ção (CoG) da Universidade de São Paulo (USP) aprovou nesta quinta-feira (18) a ado- ção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como alternativa à Fuvest, vestibu- lar tradicional da instituição. Para entrar em vigor, a medi- da precisa passar por avalia- ção do Conselho Universitá- rio (CO). De acordo com a propos- ta que já tinha sido feita pela Pró-Reitoria de Graduação, cada unidade definiu quais cursos adotarão o sistema, assim como a quantidade de vagas e demais critérios. Em nota, a assessoria da USP disse que a decisão final so- bre o tema e o detalhamento será dado na próxima sema- na. Para que as mudanças sejam implantadas, deverão ser aprovadas no Conselho Universitário, quando fare- mos a divulgação oficial do assunto. A próxima reunião do CO será no dia 23/06. Resultado do programa já foi divulgado e o sistema vai selecionar candidatos para 116 mil bolsas de estudos. O resultado do Prouni (Pro- grama Universidade para To- dos) para a edição do segundo semestre de 2015 foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 22. Ao todo, o programa teve 1.340.616 de inscrições e 869.837 candida- tos inscritos para as 116.004 bolsas de estudos ofertadas em instituições particulares. O curso de administração foi o mais procurado com 134.659 inscritos. O segundo curso mais dis- putado foi o de direito, com 128.012, seguido de engenha- ria civil, com 66.976 inscrições. Dentre os dez cursos mais pro- curados, cinco são da área de saúde. Enfermagem, com 58.002; educação física, com 55.117; psicologia, com 54.840; medi- cina, com 47.072, e fisiotera- pia, com 43.113. Nesta edição, o Prouni vai oferecer 116.004 bolsas em instituições privadas de ensino superior para alu- nos com renda familiar bruta de até 3 salários-mínimos. Se- rão 68.971 bolsas integrais e 47.033 parciais de 50%. SEGUNDA CHAMADA DO PROUNI O resultado da segunda chamada sairá em 6 de julho. Os candidatos devem fazer a consulta do resultado no site do programa. O estudante pré- -selecionado deverá compare- cer à instituição de ensino para checar as informações presta- das em sua inscrição e even- tual participação em processo seletivo próprio da instituição de 22 a 29 de junho na primei- ra chamada e de 6 a 10 de julho na segunda chamada. LISTA DE ESPERA DO PROUNI De acordo com o MEC, ao final do prazo para as duas cha- madas, os candidatos podem se inscrever na “lista de espe- ra” do Prouni. Ela será utiliza- da pelas instituições de ensino para preenchimento das bolsas eventualmente não ocupadas. A divulgação dos candidatos participantes da lista de espera será em 23 de julho. Uso do Enem para entrar na USP é aprovado no Conselho de Graduação Reserva de 15% das vagas A proposta da pró-Reito- ria colocada para avaliação de cada unidade é a reserva de 15% das vagas para alu- nos de escolas públicas atra- vés do Enem. Com o avanço dos debates, a expectativa é que o uso do Enem já esteja valendo no próximo proces- so seletivo. A necessidade de revisão do processo seletivo já tinha sido apontada pelo reitor Marco Antonio Zago logo após a sua posse no co- meço do ano passado. Ele defendeu criar mecanismos adicionais de ingresso em entrevista ao Blog da USP. “O Enem é um deles, não vejo problemas. É um exame mais amplo, que lidou com dificuldades, exatamente pelo tamanho dele, mas é um bom sistema de seleção, di- ferente do vestibular”, disse à época. Ex-ministro aprova medida Em maio, durante a aber- tura do 1º Congresso de Gra- duação, o ex-ministro da Educação e prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, defendeu o uso do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como um critério para seleção de alunos para a USP. “Se nós temos o Enem, podemos imaginar uma for- ma de utilizá-lo no sentido de buscar jovens talentos, como as olimpíadas de mate- mática e português, que mos- tram que eles estão em todo o território nacional, concen- trados em algumas regiões, mas presente em todas. Isso significa que nós podemos atrair jovens de todo o Bra- sil, que terão muito orgulho de fazer uma graduação em São Paulo, na USP”, afirmou Haddad. O ex-ministro defendeu a reforma proposta pelo Mi- nistério da Educação quando o Enem foi criado e criticou o formato atual dos vestibu- lares. “Quando nós tomamos a decisão de utilizar o Enem, que não era utilizado nas universidades em função do seu formato, [considerado] inadequável para a seleção, fizemos a reforma no sentido de oferecer às universidades um instrumento robusto, por meio do qual eles pudessem fazer uma seleção rigorosa dos alunos, atribuindo even- tuais pesos diferentes às pro- vas. Isso no sistema federal vingou”, disse Haddad. Prouni de meio de ano teve 1,3 milhão de inscrições REGRAS DA LISTA DE ESPERA DO PROUNI Pode tentar a lista de espera para o curso correspondente à sua PRIMEIRA OPÇÃO: - o candidato que não foi pré- -selecionado nas chamadas regu- lares; - o candidato que foi pré-se- lecionado em sua segunda opção de curso, reprovado por não for- mação de turma. Pode tentar a lista de espera para o curso correspondente à sua SEGUNDA OPÇÃO: - o candidato que não foi pré- -selecionado nas chamadas regu- lares em que não tenha ocorrido a formação de turma na primeira opção de curso; - o candidato não pré-sele- cionado nas chamadas regulares em que não existam bolsas dis- poníveis na sua primeira opção de curso; - o candidato pré-selecionado em sua primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma. CRITÉRIOS PARA BOLSAS DO PROUNI Nesta edição, somente pode- rá se candidatar ao processo se- letivo do Prouni o candidato que tiver feito o Enem (Exame Nacio- nal do Ensino Médio) em 2014, obtido nota maior de 450 pontos e não tiver zerado a redação. O candidanto também não pode ter concluído o ensino su- perior e deve atender a pelo menos uma das seguintes condi- ções: - ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pú- blica; - ter feito ensino médio com- pleto em instituição privada, na condição de bolsista integral; - ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em insti- tuição privada como bolsista in- tegral; - comprovar deficiência; - ser professor da rede públi- ca de ensino em exercício. O programa concede bolsas integrais apenas para candidatos com renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário-mí- nimo. Já as parciais são dadas no caso em que a renda familiar bru- ta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários-mínimos.
  24. 24. 2 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 26 QUINZENA DE JUNHO 2015 Publicidade

×