Cradle-to-cradle: Remaking the way we make things 
‘Refazendo o jeito como nós fazemos as coisas’ 
Maio 2013 
UNIVERSIDADE...
Cradle to cradle: remaking the way we make things >> McDonough e Braumgart (2002); 
Design for the other 90% >> Smithsonia...
MCDONOUGH, W. BRAUMGART, M. Cradle to cradle: remaking the way we make things. North Point Press, New York. USA, 2002. 
Ar...
Nota acerca de como o conteúdo da complexidade pode ser aversivo: 'Para muitos de nós acostumados á cultura do controle, n...
Sobre o conteúdo adverso e discursivo da eficiência sem uma compreensão complexa do termo: 'Beleza, criatividade, fantasia...
É verificado um conteúdo sintomático e pessimista acerca da própria validação subjetiva acerca do valor da ecoeficiência, ...
Adolf Loos Gui 
ornamento=delito Bonsiepe 
ULM Le corbuisier, Minimalismo 
William Morris, Arts & Crafts Walter Gropius, B...
Louis Sullivan 
Steve Jobs
Portanto, é preciso um revisionismo da prática eficiente da reciclagem, a realizar uma melhor opção acerca da terminação r...
1.Antimônio, resíduos catalísticos, estabilizadores ultravioleta, plasticizantes e antioxidantes  Ruptores endócrinos; 
2...
Malefícios da revolução industrial 
Propõe de avaliação em ecoeficiência para sistemas produtivos que contenha 
coloca bil...
É retomado o conceito de metabolismo para descrever como biociclo e tecnociclo podem apresentar biocompatibilidade. Porém,...
A hipótese forte da ecoeficiência estaria imbricada de um sentido ampliatório, 'como uma ferramenta em serviços para uma v...
Inovação radical 
Consumo radical 
Necessidade radical 
Hipertecnologia 
Hipercultura
Inovação radical 
Consumo radical 
Necessidade radical 
Hipertecnologia 
Hipercultura
bgugapimentel.designer@yahoo.com.br 
MCDONOUGH, W. BRAUMGART, M. Cradle to cradle: remaking the way we make things. North ...
Do berço ao berço
Do berço ao berço
Do berço ao berço
Do berço ao berço
Do berço ao berço
Do berço ao berço
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Do berço ao berço

354 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
354
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Do berço ao berço

  1. 1. Cradle-to-cradle: Remaking the way we make things ‘Refazendo o jeito como nós fazemos as coisas’ Maio 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESIGN CURSO DE MESTRADO COM ÁREA DE CONCENTRAÇÃO DESIGN & TECNOLOGIA Disciplina: Sustentabilidade Orientação: Profa. Dra. Jocelise Jacques Aluno: Msc. Bento Gustavo Pimentel
  2. 2. Cradle to cradle: remaking the way we make things >> McDonough e Braumgart (2002); Design for the other 90% >> Smithsonian (2007); Nature design: from inspiration to innovation >> Museum für, Gestaltung Zürich (2007); O desenvolvimento de Produtos Sustentáveis >> Manzini e Vezzoli (2008); Biodiseño. Biologia y diseño >> Villarreal (2012);
  3. 3. MCDONOUGH, W. BRAUMGART, M. Cradle to cradle: remaking the way we make things. North Point Press, New York. USA, 2002. Arquiteto William McDonough pratica arquitetura verde em escala maciça. Em um projeto de 20 anos, ele está redesenhando na cidade de porte River Rouge , uma fábrica de caminhões da Ford e transformando-o em ‘criança eco-poster’ do Rust Belt, com a maior ‘telhado vivo’ do mundo para o reaproveitamento pluvial. Ele criou edifícios ecoeficientes e está construindo o design do futuro no lugar de uma futura exploração: a Base de Sustentabilidade NASA. Também está projetando sete cidades totalmente novas e inteiramente verdes na China. http://www.mcdonough.com/biography/ Já foi considerado o melhor químico indsutrial do mundo. É acadêmico na Cradle to Cradle Innovation & Quality na Rotterdam School of Management (RSM); Fundador Diretor Científico na EPEA Internationale Umweltforschung GmbH, Co-fundador da MBDC McDonough Braungart Design Chemistry, L.L.C., e Fundador e Diretor Científico na Hamburger Umweltinstitut. http://www.braungart.com/
  4. 4. Nota acerca de como o conteúdo da complexidade pode ser aversivo: 'Para muitos de nós acostumados á cultura do controle, natureza em seu não contido estado não é sequer um familiar ou morável lugar' (MCDONOUGH, et al., 2002, p. 85). Traduzido de: 'For many of us used to a culture of control, nature in its untamed state is neither a familiar nor a welcoming place‘.
  5. 5. Sobre o conteúdo adverso e discursivo da eficiência sem uma compreensão complexa do termo: 'Beleza, criatividade, fantasia, aproveitamento, inspiração, e poesia iriam cair pelo pelos lados, criando um desapelativo mundo realmente (...) Um mundo eficiente não é um que vislumbramos prazerosamente. Em contraste com a natureza, é um parcimonioso sub- acerto (MCDONOUGH, et al., 2002, p. 65). Traduzido de: 'Beauty, creativity, fantasy, enjoyment, inspiration, and poetry would fall by the wayside, creating an unappeling world indeed (...) An efficient world is not one we envision as delightfull. In contrast to nature, it is downright parsimonious‘.
  6. 6. É verificado um conteúdo sintomático e pessimista acerca da própria validação subjetiva acerca do valor da ecoeficiência, apontado de forma profunda com fundamento nas raízes ocidentais com pertinência moral, algo que pode ser verificado de forma abrangente em praticamente toda a compreensão acerca da mitigação das práticas produtivas e ligadas ao resíduo, do ponto de vista ambiental e social. Há incluso, a possibilidade de relatar a discursividade e adversidade das teorias científicas anteriores, uma vez que estas, nos termos de verificabilidade, predictibilidade (LAKATOS, 1982) e conteúdo precautivo (SAREWITZ, 1999), não conseguiram ou não aderiram à verificação de que a problemática do meio ambiente viesse a ser sintomática da forma como esta se apresenta hoje. Reutilizar Reciclar Reduzir
  7. 7. Adolf Loos Gui ornamento=delito Bonsiepe ULM Le corbuisier, Minimalismo William Morris, Arts & Crafts Walter Gropius, Bauhaus Frank lloyd Wright
  8. 8. Louis Sullivan Steve Jobs
  9. 9. Portanto, é preciso um revisionismo da prática eficiente da reciclagem, a realizar uma melhor opção acerca da terminação reciclado, como por exemplo, 'subciclado' e 'sobreciclado' (p.72), de forma a descartar definitivamente as aproximações com a ecoeficiência e viabilizar a efetividade dos processos de reaproveitamento contínuo, ‘unindo respeitosamente um conjunto de considerações e desejos' (MCDONOUGH, et al., 2002). 'Se humanos realmente irão prosperar, nós teremos que aprender a imitar o sistema altamente efetivo do berço-ao- de fluxo de nutrientes e metabolismo, o no qual o conceito fundamental de resíduo não existe' (MCDONOUGH, 2002, p. 103). Traduzido de: 'If humans are truly going to prosper, we will have to learn to imitate nature´s highly effective cradle-to-cradle system of nutrient flow and metabolism, in which the very concept of waste does not exist‘. Reutilizar Reciclar Reduzir
  10. 10. 1.Antimônio, resíduos catalísticos, estabilizadores ultravioleta, plasticizantes e antioxidantes  Ruptores endócrinos; 2.É provável que a compostagem de polímeros artificiais resulte na formação de gás formaldeído nos ambientes de convívio humano; 3.Sal clorinado ocorre naturalmente em árvores. Sendo assim, é discutível a descrição da necessidade de enbranquecer o papel a partir de etapas produtivas utilizando a polpa da madeira. Por sua vez, tinta baseada em pigmento de soja contém hidrocarbonos halogenados durante etapas de desenvolvimento de solução, porém, que tornam a solução estética menos aprazível;
  11. 11. Malefícios da revolução industrial Propõe de avaliação em ecoeficiência para sistemas produtivos que contenha coloca bilhões de toneladas de material tóxico no ar, água e solo todo dia liberar de poucos resíduos tóxicos no ar, solo e água diariamente produz materiais tão danosos que estes requerem constante vigilância por gerações futuras produzir poucos materiais deste tipo coloca materiais de valor em buracos por todo o planeta, aonde eles não podem ser recuperados colocar menores quantidades de material valioso em buracos por todo o planeta requer centenas de regulações complexas - não para manter pessoas e sistema natural a salvo, mas preferivelmente, de serem envenenadas mais rapidamente investigar a criação de centenas de regulações complexas para evitar pessoas e sistemas naturais de serem envenenados tão rapidamente mede produtividade em pessoas acerca de sua pouca produtividade medir prosperidade por menos atividade cria prosperidade ao cortar abaixo recursos naturais, e então queimá-los ou cavá-los resultar em menores quantidades de resíduo inutilizável promove a erosão de uma diversidade de espécies e práticas culturais promover a diversidade cultural
  12. 12. É retomado o conceito de metabolismo para descrever como biociclo e tecnociclo podem apresentar biocompatibilidade. Porém, há uma ressalva acerca da validade total desta biocompatibilidade, uma vez que materiais orgânicos não possuem a mesma viabilidade de reuso seguindo critérios de segurança e viabilidade técnica - que materiais técnicos possuem -, apresentados os riscos e resultados pertinentes a usuários e setores de fabricação;
  13. 13. A hipótese forte da ecoeficiência estaria imbricada de um sentido ampliatório, 'como uma ferramenta em serviços para uma visão mais ampliada, não como uma avaliação em si mesma' (MCDONOUGH, et al., 2002, p. 131).
  14. 14. Inovação radical Consumo radical Necessidade radical Hipertecnologia Hipercultura
  15. 15. Inovação radical Consumo radical Necessidade radical Hipertecnologia Hipercultura
  16. 16. bgugapimentel.designer@yahoo.com.br MCDONOUGH, W. BRAUMGART, M. Cradle to cradle: remaking the way we make things. North Point Press, New York. USA, 2002.

×