SlideShare uma empresa Scribd logo
1
A ECONOMIA CIRCULAR PARA EVITAR A EXAUSTÃO DOS RECURSOS
NATURAIS DO PLANETA TERRA
Fernando Alcoforado*
Um fato indiscutível é o de que a humanidade já consome mais recursos naturais do que
o planeta é capaz de repor. O ritmo atual de consumo é uma ameaça para a prosperidade
futura da humanidade. Nos últimos 45 anos, a demanda pelos recursos naturais do
planeta dobrou, devido à elevação do padrão de vida nos países ricos e emergentes e ao
aumento da população mundial. Hoje a humanidade utiliza 50% da água doce do
planeta. Em 40 anos utilizará 80%. Nos últimos dois séculos a extração dos recursos
minerais tornou-se mais intensa, retirando volumes cada vez maiores da natureza. A
preocupação é que a maioria desses recursos não é renovável, ou seja, não são repostos
pela natureza. Se o ritmo de extração continuar como está, a humanidade certamente
verá alguns minérios extinguir-se. Com base em reservas existentes hoje, determinados
recursos minerais já possuem uma possível data para se esgotar, dentre eles podemos
citar o ouro, o estanho, o níquel e o petróleo.
Tradicionalmente, os processos de produção se caracterizam pela utilização de recursos
naturais (matéria prima) na fabricação de produtos para o consumo humano cujos
resíduos resultantes são levados para um aterro sanitário. Esta dinâmica operacional que
pode ser denominada como Economia Linear, que está apresentada na Figura 1 abaixo,
tende a contribuir para a continuada exaustão dos recursos naturais do planeta.
Figura 1- Economia Linear
Diferentemente do modelo de Economia Linear, a Economia Circular se preocupa com
o desenvolvimento sustentável ao buscar a eficiência na fabricação de produtos e ao
reaproveitar os resíduos sólidos contribuindo, desta forma, no sentido de evitar a
exaustão dos recursos naturais do planeta. A Economia Circular tem como conceito
transformar os resíduos em insumos para a produção de novos produtos. Assim como na
natureza, na qual os restos de frutas consumidas por animais se decompõem e viram
adubo para as plantas fechando o ciclo, peças de eletrodomésticos usadas podem ser
reprocessadas e reintegradas à cadeia de produção.
Um dos principais conceitos da Economia Circular é o Cradle to Cradle (do Berço ao
Berço), que defende que a inovação é o caminho para transformar os resíduos de uma
cadeia produtiva em componentes e materiais para outra. Outros conceitos são
importantes para entender a Economia Circular. Um deles é o Biomimetismo, que
estuda os processos da natureza e os aplica para solucionar problemas, ou seja, trata-se
de imitar a natureza para resolver desafios humanos. Outro conceito importante é a
Ecologia Industrial, que atrelado ao Biomimetismo e ao Cradle to Cradle, visa a criação
Recursos
Naturais
(Matéria
Prima)
Fabricação
de Produtos
Consumo
Humano
Resíduos
Sólidos
Disposição
Final
(Aterro
Sanitário)
2
de processos de ciclo fechado, desenhando sistemas de produção adaptados aos
ecossistemas locais.
Na Figura 2, pode-se constatar que, na Economia Circular, os recursos naturais, que são
utilizados como matérias primas primárias no processo de fabricação, se transformam
em produtos que vão para o consumo humano gerando resíduos sólidos que, após sua
transformação em matéria prima secundária, são usados na fabricação de produtos e,
assim sucessivamente.
Figura 2- Economia Circular
A Figura 3 mostra as alternativas da dinâmica do processo de Economia Circular da
Extração ao Consumo contemplando a reciclagem, remodelação, reparação e
reutilização de um resíduo até a sua disposição final.
Figura 3- Economia Circular
De acordo com a Ellen MacArtur Foundation, essa nova forma de pensar as cadeias
produtivas traz benefícios micro e macro econômicos, além de estimular a inovação. Os
3
produtos e materiais passam a ser desenvolvidos para que voltem à cadeia de produção.
Com isso, a extração de matéria-prima diminui e os recursos naturais que entram no
ciclo produtivo são utilizados por mais tempo, preservando o meio ambiente. A
necessidade de reciclar e reaproveitar materiais promove o desenvolvimento de novas
relações entre as empresas, que passam a ser também fornecedoras e consumidoras de
materiais que serão reincorporados ao ciclo produtivo (Nat.Genius. Economia Circular.
Publicado no website <http://www.natgenius.com/EconomiaCircular.aspx>).
Para aprimorar e expandir a experiência de fechamento de ciclo é imprescindível que
consumidores, empresas de varejo, indústrias e governo entendam seu papel nesse
processo. Isso significa também mudar a forma de criar e de utilizar os produtos: eles
não serão mais consumidos e descartados, mas utilizados e transformados em novos
produtos. A logística reversa é uma forma de romper com a Economia Linear, onde a
matéria-prima é extraída, transformada em produtos e descartada após o uso.
A logística reversa é a área da logística que trata do retorno de produtos, embalagens ou
materiais ao seu centro produtivo, conforme está apresentada na Figura 4 abaixo A
logística reversa no processo de reciclagem faz com que os materiais retornem a
diferentes centros produtivos em forma de matéria prima. Atividades da administração
da logística reversa preveem o reaproveitamento e remoção de refugo e a administração
de devoluções. Com uma economia circular, onde tudo pode ser reaproveitado, é
possível reduzir a extração de matéria-prima e o descarte de resíduos no meio ambiente.
Figura 4- Logística reversa
Adotar os princípios de Economia Circular é fundamental devido à necessidade do ser
humano aproveitar melhor seus recursos naturais para evitar seu esgotamento futuro e
não causar tantos impactos negativos ao meio ambiente. Para atingir seus objetivos, a
Economia Circular se preocupa basicamente com os seguintes temas: 1) Concepção de
produtos utilizando materiais facilmente recicláveis e não perigosos; 2) Leis ambientais
que estimulem o setor; 3) Reintrodução dos resíduos sólidos à cadeia produtiva; e, 4)
Tratamento e reaproveitamento dos resíduos. Inúmeras universidades na Europa já
oferecem graduação em Economia Circular como é o caso da Alemanha que forma
4
mestres e doutores em Economia Circular, também conhecida como Economia do Lixo
(Portal Resíduos Sólidos. Economia Circular. Publicado no website <
http://www.portalresiduossolidos.com/economia-circular/>).
O Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público informa que, em 2012, cerca
de 62 milhões de toneladas de resíduos sólidos foram produzidos no Brasil. Segundo
dados do Ministério do Meio Ambiente, apenas 2% desse material retornam à cadeia
produtiva. Os resíduos que não são reciclados acabam em lixões (17,8%), aterros
controlados (24,2%) e aterros sanitários (58%). O não reaproveitamento dos resíduos
sólidos custa ao país R$ 8 bilhões por ano. Segundo relatório da Ellen MacArthur
Foundation – organização sem fins lucrativos que estuda e estimula a adoção da
economia circular –, 65 bilhões de toneladas de matéria-prima foram inseridas no
sistema produtivo do mundo todo em 2010. Projeções do instituto indicam que até 2020,
a quantidade subirá para 82 bilhões de toneladas por ano (Instituto Brasileiro de Altos
Estudos de Direito Público. Sustentabilidade: Resíduos sólidos: Economia Circular:
Novo negócio: Embraco. Publicado no website
<http://www.altosestudos.com.br/?p=52902>).
Nat. Genius informa que a implantação da Economia Circular não é uma tarefa que
envolve somente as empresas. É necessário que todos os envolvidos no ciclo de vida de
um produto entendam seu papel nesse novo modelo. Em um mundo onde as relações de
produção e comércio são cada vez mais globalizadas, a necessidade de disseminar o
conceito de Economia Circular se faz cada vez mais presente e em larga escala,
incluindo a população consumidora. A disseminação do conceito de Economia Circular
tem ocorrido em vários países. Entre eles, a China, onde a Economia Circular faz parte
da Lei de Promoção da Produção Limpa, promulgada em 2002. Entre as medidas de
conscientização da população estão a rotulagem ecológica de produtos, a difusão de
informações sobre questões ambientais nos veículos de comunicação e os cursos de
Produção Limpa oferecidos pelas instituições de ensino, que têm o objetivo de formar
profissionais familiarizados com a Economia Circular (Nat.Genius. Economia Circular.
Publicado no website <http://www.natgenius.com/EconomiaCircular.aspx>).
Nat. Genius informa ainda que, no Brasil, foi implantada a Política Nacional de
Resíduos Sólidos, lei de 2010, que visa garantir a responsabilidade compartilhada pelo
ciclo de vida dos produtos, operação reversa e o acordo setorial. A responsabilidade
compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos prevê que todos os agentes do ciclo
produtivo, os consumidores e os serviços públicos tenham atribuições para minimizar o
volume de resíduos sólidos e seus impactos ambientais.
* Fernando Alcoforado, 75, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em
Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor
universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento
regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São
Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo,
1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do
desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona,
http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel,
São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era
Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social
Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG,
Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (P&A Gráfica e Editora,
Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global
(Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do
5
Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012) e Energia no Mundo e no Brasil-
Energia e Mudança Climática Catastrófica no Século XXI (Editora CRV, Curitiba, 2015).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
ECCC : Economia Circular, Compartilhada e CriativaECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
ECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
Biotera
 
Café & gestão - gestão ambiental e sustentabilidade
Café & gestão -  gestão ambiental e sustentabilidadeCafé & gestão -  gestão ambiental e sustentabilidade
Café & gestão - gestão ambiental e sustentabilidade
Cra-es Conselho
 
E2009 t00481 pcn81956
E2009 t00481 pcn81956E2009 t00481 pcn81956
E2009 t00481 pcn81956
leonardo2710
 
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PRGestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
ProjetoBr
 
Desenvolvimento rural sustentável
Desenvolvimento rural sustentávelDesenvolvimento rural sustentável
Desenvolvimento rural sustentável
ProjetoBr
 
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVELBIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
Biotera
 
Gestão ambiental
Gestão ambientalGestão ambiental
Gestão ambiental
Edvaldo Amorim
 
1.mód 13 agricultura e desenvolvimento rural sustentável
1.mód 13   agricultura e desenvolvimento rural sustentável1.mód 13   agricultura e desenvolvimento rural sustentável
1.mód 13 agricultura e desenvolvimento rural sustentável
Pelo Siro
 
1624
16241624
1624
Pelo Siro
 
A logística reversa na preservação do meio ambiente1
A logística reversa na preservação do meio ambiente1A logística reversa na preservação do meio ambiente1
A logística reversa na preservação do meio ambiente1
Fernando Alcoforado
 
Atividades 2015 - projetos 2016
Atividades 2015 - projetos 2016Atividades 2015 - projetos 2016
Atividades 2015 - projetos 2016
Fabiola Pecce
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
gabriel180982
 
Introdução aula 6
Introdução   aula 6Introdução   aula 6
Introdução aula 6
Giovanna Ortiz
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
Giovanna Ortiz
 
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - AcreImplantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
Rony Quadros
 
Logistica verde
Logistica verdeLogistica verde
Logistica verde
flavio silva
 
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 21º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
Ana Genesy
 
34 119-3-pb
34 119-3-pb34 119-3-pb
34 119-3-pb
Rony Oliveira
 
Tcc (walter e grupo)
Tcc (walter e grupo)Tcc (walter e grupo)
Tcc (walter e grupo)
André Luiz
 
Ciis 2013 anais- Evento Lixo Zero
Ciis 2013 anais- Evento Lixo ZeroCiis 2013 anais- Evento Lixo Zero
Ciis 2013 anais- Evento Lixo Zero
Novaterra Ambiental
 

Mais procurados (20)

ECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
ECCC : Economia Circular, Compartilhada e CriativaECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
ECCC : Economia Circular, Compartilhada e Criativa
 
Café & gestão - gestão ambiental e sustentabilidade
Café & gestão -  gestão ambiental e sustentabilidadeCafé & gestão -  gestão ambiental e sustentabilidade
Café & gestão - gestão ambiental e sustentabilidade
 
E2009 t00481 pcn81956
E2009 t00481 pcn81956E2009 t00481 pcn81956
E2009 t00481 pcn81956
 
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PRGestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
 
Desenvolvimento rural sustentável
Desenvolvimento rural sustentávelDesenvolvimento rural sustentável
Desenvolvimento rural sustentável
 
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVELBIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
BIOTERA- ESCOLA SUSTENTÁVEL
 
Gestão ambiental
Gestão ambientalGestão ambiental
Gestão ambiental
 
1.mód 13 agricultura e desenvolvimento rural sustentável
1.mód 13   agricultura e desenvolvimento rural sustentável1.mód 13   agricultura e desenvolvimento rural sustentável
1.mód 13 agricultura e desenvolvimento rural sustentável
 
1624
16241624
1624
 
A logística reversa na preservação do meio ambiente1
A logística reversa na preservação do meio ambiente1A logística reversa na preservação do meio ambiente1
A logística reversa na preservação do meio ambiente1
 
Atividades 2015 - projetos 2016
Atividades 2015 - projetos 2016Atividades 2015 - projetos 2016
Atividades 2015 - projetos 2016
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
Introdução aula 6
Introdução   aula 6Introdução   aula 6
Introdução aula 6
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
 
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - AcreImplantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
Implantação da Logística Reversa no Município de Xapuri - Acre
 
Logistica verde
Logistica verdeLogistica verde
Logistica verde
 
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 21º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
1º trabalho analise matriz swot empreendedorismo 2
 
34 119-3-pb
34 119-3-pb34 119-3-pb
34 119-3-pb
 
Tcc (walter e grupo)
Tcc (walter e grupo)Tcc (walter e grupo)
Tcc (walter e grupo)
 
Ciis 2013 anais- Evento Lixo Zero
Ciis 2013 anais- Evento Lixo ZeroCiis 2013 anais- Evento Lixo Zero
Ciis 2013 anais- Evento Lixo Zero
 

Semelhante a A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta terra

A importância da reciclagem na preservação do meio
A importância da reciclagem na preservação do meioA importância da reciclagem na preservação do meio
A importância da reciclagem na preservação do meio
Lareska Rocha
 
Tcc
TccTcc
Atualidades - Economia Circular.ppt
Atualidades - Economia Circular.pptAtualidades - Economia Circular.ppt
Atualidades - Economia Circular.ppt
Igor da Silva
 
Aquicultura
AquiculturaAquicultura
Aquicultura
ClaireJuliana1
 
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente MundialpdfRIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
RicardoPorto48
 
Biotecnologia no meio ambiente
Biotecnologia no meio ambienteBiotecnologia no meio ambiente
Biotecnologia no meio ambiente
Wallace Bertoldi
 
Artigo: Economia Circular
Artigo: Economia CircularArtigo: Economia Circular
Artigo: Economia Circular
Symnetics Business Transformation
 
Artigo gestão
Artigo gestãoArtigo gestão
Artigo gestão
catty27
 
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdfEDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
Silvia Azevedo
 
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
Paulo Cruz
 
Revista Mawé
Revista MawéRevista Mawé
Revista Mawé
PriscilaVasconcelos22
 
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
NeidilMunhoz
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveiswww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
AulasEnsinoMedio
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia – Alternativas Sustentáveis
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  - Geografia – Alternativas Sustentáveis www.AulasDeGeografiaApoio.com  - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia – Alternativas Sustentáveis
Aulas De Geografia Apoio
 
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoesEconomia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
Sher Hamid
 
Trabalho Educação e Sustentabilidade
Trabalho Educação e SustentabilidadeTrabalho Educação e Sustentabilidade
Trabalho Educação e Sustentabilidade
Gellars Tavares
 
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
Design Archiv UP
 
Impacto ambiental
Impacto ambientalImpacto ambiental
Impacto ambiental
Francisco Carvalho
 
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
nATALIA848281
 
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarialA logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
Silvia Maria de Marins e Souza
 

Semelhante a A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta terra (20)

A importância da reciclagem na preservação do meio
A importância da reciclagem na preservação do meioA importância da reciclagem na preservação do meio
A importância da reciclagem na preservação do meio
 
Tcc
TccTcc
Tcc
 
Atualidades - Economia Circular.ppt
Atualidades - Economia Circular.pptAtualidades - Economia Circular.ppt
Atualidades - Economia Circular.ppt
 
Aquicultura
AquiculturaAquicultura
Aquicultura
 
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente MundialpdfRIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
RIO +20 Cuidando do Meio Ambiente Mundialpdf
 
Biotecnologia no meio ambiente
Biotecnologia no meio ambienteBiotecnologia no meio ambiente
Biotecnologia no meio ambiente
 
Artigo: Economia Circular
Artigo: Economia CircularArtigo: Economia Circular
Artigo: Economia Circular
 
Artigo gestão
Artigo gestãoArtigo gestão
Artigo gestão
 
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdfEDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
EDUCACAO_AMBIENTAL_E_ECONOMIA_CIRCULAR_UMA_BREVE_R.pdf
 
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
05 sustentabilidade&amp;pegada ecologica
 
Revista Mawé
Revista MawéRevista Mawé
Revista Mawé
 
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
Amazônia como Geradora de Inovação Sustentável_27_06_2022_Antonia Neidilê Rib...
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveiswww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia – Alternativas Sustentáveis
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia – Alternativas Sustentáveis
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  - Geografia – Alternativas Sustentáveis www.AulasDeGeografiaApoio.com  - Geografia – Alternativas Sustentáveis
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia – Alternativas Sustentáveis
 
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoesEconomia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
Economia Circular no Agronegocio: conceitos e aplicacoes
 
Trabalho Educação e Sustentabilidade
Trabalho Educação e SustentabilidadeTrabalho Educação e Sustentabilidade
Trabalho Educação e Sustentabilidade
 
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
Desenvolvimento de Metodologia Voltada à Sustentabilidade para Lachésis Locaç...
 
Impacto ambiental
Impacto ambientalImpacto ambiental
Impacto ambiental
 
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
337-13-1686-1-10-20200505 (2).pdf
 
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarialA logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
A logistica reversa_e_a_sustentabilidade_empresarial
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
Fernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
Fernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
Fernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
Fernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
Fernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
Fernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
Fernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
Fernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
Fernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta terra

  • 1. 1 A ECONOMIA CIRCULAR PARA EVITAR A EXAUSTÃO DOS RECURSOS NATURAIS DO PLANETA TERRA Fernando Alcoforado* Um fato indiscutível é o de que a humanidade já consome mais recursos naturais do que o planeta é capaz de repor. O ritmo atual de consumo é uma ameaça para a prosperidade futura da humanidade. Nos últimos 45 anos, a demanda pelos recursos naturais do planeta dobrou, devido à elevação do padrão de vida nos países ricos e emergentes e ao aumento da população mundial. Hoje a humanidade utiliza 50% da água doce do planeta. Em 40 anos utilizará 80%. Nos últimos dois séculos a extração dos recursos minerais tornou-se mais intensa, retirando volumes cada vez maiores da natureza. A preocupação é que a maioria desses recursos não é renovável, ou seja, não são repostos pela natureza. Se o ritmo de extração continuar como está, a humanidade certamente verá alguns minérios extinguir-se. Com base em reservas existentes hoje, determinados recursos minerais já possuem uma possível data para se esgotar, dentre eles podemos citar o ouro, o estanho, o níquel e o petróleo. Tradicionalmente, os processos de produção se caracterizam pela utilização de recursos naturais (matéria prima) na fabricação de produtos para o consumo humano cujos resíduos resultantes são levados para um aterro sanitário. Esta dinâmica operacional que pode ser denominada como Economia Linear, que está apresentada na Figura 1 abaixo, tende a contribuir para a continuada exaustão dos recursos naturais do planeta. Figura 1- Economia Linear Diferentemente do modelo de Economia Linear, a Economia Circular se preocupa com o desenvolvimento sustentável ao buscar a eficiência na fabricação de produtos e ao reaproveitar os resíduos sólidos contribuindo, desta forma, no sentido de evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta. A Economia Circular tem como conceito transformar os resíduos em insumos para a produção de novos produtos. Assim como na natureza, na qual os restos de frutas consumidas por animais se decompõem e viram adubo para as plantas fechando o ciclo, peças de eletrodomésticos usadas podem ser reprocessadas e reintegradas à cadeia de produção. Um dos principais conceitos da Economia Circular é o Cradle to Cradle (do Berço ao Berço), que defende que a inovação é o caminho para transformar os resíduos de uma cadeia produtiva em componentes e materiais para outra. Outros conceitos são importantes para entender a Economia Circular. Um deles é o Biomimetismo, que estuda os processos da natureza e os aplica para solucionar problemas, ou seja, trata-se de imitar a natureza para resolver desafios humanos. Outro conceito importante é a Ecologia Industrial, que atrelado ao Biomimetismo e ao Cradle to Cradle, visa a criação Recursos Naturais (Matéria Prima) Fabricação de Produtos Consumo Humano Resíduos Sólidos Disposição Final (Aterro Sanitário)
  • 2. 2 de processos de ciclo fechado, desenhando sistemas de produção adaptados aos ecossistemas locais. Na Figura 2, pode-se constatar que, na Economia Circular, os recursos naturais, que são utilizados como matérias primas primárias no processo de fabricação, se transformam em produtos que vão para o consumo humano gerando resíduos sólidos que, após sua transformação em matéria prima secundária, são usados na fabricação de produtos e, assim sucessivamente. Figura 2- Economia Circular A Figura 3 mostra as alternativas da dinâmica do processo de Economia Circular da Extração ao Consumo contemplando a reciclagem, remodelação, reparação e reutilização de um resíduo até a sua disposição final. Figura 3- Economia Circular De acordo com a Ellen MacArtur Foundation, essa nova forma de pensar as cadeias produtivas traz benefícios micro e macro econômicos, além de estimular a inovação. Os
  • 3. 3 produtos e materiais passam a ser desenvolvidos para que voltem à cadeia de produção. Com isso, a extração de matéria-prima diminui e os recursos naturais que entram no ciclo produtivo são utilizados por mais tempo, preservando o meio ambiente. A necessidade de reciclar e reaproveitar materiais promove o desenvolvimento de novas relações entre as empresas, que passam a ser também fornecedoras e consumidoras de materiais que serão reincorporados ao ciclo produtivo (Nat.Genius. Economia Circular. Publicado no website <http://www.natgenius.com/EconomiaCircular.aspx>). Para aprimorar e expandir a experiência de fechamento de ciclo é imprescindível que consumidores, empresas de varejo, indústrias e governo entendam seu papel nesse processo. Isso significa também mudar a forma de criar e de utilizar os produtos: eles não serão mais consumidos e descartados, mas utilizados e transformados em novos produtos. A logística reversa é uma forma de romper com a Economia Linear, onde a matéria-prima é extraída, transformada em produtos e descartada após o uso. A logística reversa é a área da logística que trata do retorno de produtos, embalagens ou materiais ao seu centro produtivo, conforme está apresentada na Figura 4 abaixo A logística reversa no processo de reciclagem faz com que os materiais retornem a diferentes centros produtivos em forma de matéria prima. Atividades da administração da logística reversa preveem o reaproveitamento e remoção de refugo e a administração de devoluções. Com uma economia circular, onde tudo pode ser reaproveitado, é possível reduzir a extração de matéria-prima e o descarte de resíduos no meio ambiente. Figura 4- Logística reversa Adotar os princípios de Economia Circular é fundamental devido à necessidade do ser humano aproveitar melhor seus recursos naturais para evitar seu esgotamento futuro e não causar tantos impactos negativos ao meio ambiente. Para atingir seus objetivos, a Economia Circular se preocupa basicamente com os seguintes temas: 1) Concepção de produtos utilizando materiais facilmente recicláveis e não perigosos; 2) Leis ambientais que estimulem o setor; 3) Reintrodução dos resíduos sólidos à cadeia produtiva; e, 4) Tratamento e reaproveitamento dos resíduos. Inúmeras universidades na Europa já oferecem graduação em Economia Circular como é o caso da Alemanha que forma
  • 4. 4 mestres e doutores em Economia Circular, também conhecida como Economia do Lixo (Portal Resíduos Sólidos. Economia Circular. Publicado no website < http://www.portalresiduossolidos.com/economia-circular/>). O Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público informa que, em 2012, cerca de 62 milhões de toneladas de resíduos sólidos foram produzidos no Brasil. Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, apenas 2% desse material retornam à cadeia produtiva. Os resíduos que não são reciclados acabam em lixões (17,8%), aterros controlados (24,2%) e aterros sanitários (58%). O não reaproveitamento dos resíduos sólidos custa ao país R$ 8 bilhões por ano. Segundo relatório da Ellen MacArthur Foundation – organização sem fins lucrativos que estuda e estimula a adoção da economia circular –, 65 bilhões de toneladas de matéria-prima foram inseridas no sistema produtivo do mundo todo em 2010. Projeções do instituto indicam que até 2020, a quantidade subirá para 82 bilhões de toneladas por ano (Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público. Sustentabilidade: Resíduos sólidos: Economia Circular: Novo negócio: Embraco. Publicado no website <http://www.altosestudos.com.br/?p=52902>). Nat. Genius informa que a implantação da Economia Circular não é uma tarefa que envolve somente as empresas. É necessário que todos os envolvidos no ciclo de vida de um produto entendam seu papel nesse novo modelo. Em um mundo onde as relações de produção e comércio são cada vez mais globalizadas, a necessidade de disseminar o conceito de Economia Circular se faz cada vez mais presente e em larga escala, incluindo a população consumidora. A disseminação do conceito de Economia Circular tem ocorrido em vários países. Entre eles, a China, onde a Economia Circular faz parte da Lei de Promoção da Produção Limpa, promulgada em 2002. Entre as medidas de conscientização da população estão a rotulagem ecológica de produtos, a difusão de informações sobre questões ambientais nos veículos de comunicação e os cursos de Produção Limpa oferecidos pelas instituições de ensino, que têm o objetivo de formar profissionais familiarizados com a Economia Circular (Nat.Genius. Economia Circular. Publicado no website <http://www.natgenius.com/EconomiaCircular.aspx>). Nat. Genius informa ainda que, no Brasil, foi implantada a Política Nacional de Resíduos Sólidos, lei de 2010, que visa garantir a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, operação reversa e o acordo setorial. A responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos prevê que todos os agentes do ciclo produtivo, os consumidores e os serviços públicos tenham atribuições para minimizar o volume de resíduos sólidos e seus impactos ambientais. * Fernando Alcoforado, 75, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona, http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (P&A Gráfica e Editora, Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do
  • 5. 5 Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012) e Energia no Mundo e no Brasil- Energia e Mudança Climática Catastrófica no Século XXI (Editora CRV, Curitiba, 2015).