INTRODUÇÃO AOINTRODUÇÃO AO
ESTUDO DA QUÍMICAESTUDO DA QUÍMICA
Profª Ana Cristina Félix Vieira Dias
UNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIAUNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIA
Tudo aquilo que tem massa
e ocupa lugar no espaço.
Ex.: TERRA
ÁGU...
UNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIAUNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIA
SUBSTÂNCIAS: OS DIFERENTES TIPOS DE MATÉRIA
CORPO: PORÇÃO LIMITAD...
CLASSIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS
SUBSTÂNCIAS PURAS: FORMADAS POR
UM ÚNICO TIPO DE UNIDADE (ÁTOMO, MOLÉCULA,
OU CONJUNTO DE ÍO...
CLASSIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS
Substâncias
Puras
Simples
Compostas
Um só tipo de átomos
Oxigênio
(O2)
Ozônio
(O3) Enxofre (...
SubstânciasSubstâncias
Puras
Misturas
Simples
Compostas
Homogêneas
Heterogêneas
Uma fase
Duas ou mais fases
Substâncias simples tem p.e. e p.f constantes para determinada
pressão.
Calor fornecido
Fusão
Ebulição
Sólido
Líquido
Gaso...
Misturas, em geral, não tem p.e. e p.f das substâncias originais –
geralmente elas têm uma “faixa de fusão ou ebulição” .
...
Liga ou mistura
eutética: é quando
uma mistura tem p.f
constante.
Mistura azeotrópica
é quando a mistura
tem p.e constante.
CRITÉRIOS DE PUREZA
PROPRIEDADES ORGANOLÉPTICAS:
COR, CHEIRO E SABOR
Alumínio
d = 2,7 g/cm3
Ouro
d = 19,3 g/cm3
ÁGUA (1 at...
FENÔMENOS QUÍMICOS E FÍSICOS
* OCORRE FORMAÇÃO DE
NOVAS SUBSTÂNCIAS
(REAÇÕES QUÍMICAS).
EX.: C + O2 CO2
* DURANTE AS REAÇÕ...
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
SEPARAÇÃO DE MISTURAS
CROMATOGRAFIA:
UTILIZAÇÃO DE SOLVENTES PARA
SEPARAR SUBSTÂNCIAS. ÚTIL PARA A SEPARAÇÃO
DE PIGMENTOS, ANÁLISE DA GASOLINA E...
ELETROFORESE: SEPARAÇÃO DE MOLÉCULAS
OU FRAGMENTOS DE MOLÉCULAS EM UM GEL USANDO
UMA DIFERENÇA DE POTENCIAL ELÉTRICO.
ÚTIL...
VIDRARIA DE LABORATÓRIO
BibliografiaBibliografia
Feltre, Ricardo
Fundamentos de Química: volume
único/Ricardo Feltre. -. 4.ed – São Paulo:
Modern...
BibliografiaBibliografia
 Quím. Nova, Vol. 28, No. 1, 19-23, 2005 - Biodiesel De
Soja – Taxa De Conversão Em Ésteres Etíl...
BibliografiaBibliografia
 www.iupac.org
 www.cq.ufam.edu.br
 www.khemis.vilabol.uol.com.br
 www.nautilus.fis.uc.com.br...
BibliografiaBibliografia
www.recicloteca.org.br (Centro de
Informações sobre Reciclagem e Meio
Ambiente.)
www.sbpcnet.or...
Introdução ao estudo da quimica
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução ao estudo da quimica

628 visualizações

Publicada em

REVISÃO DOS PRINCIPAIS CONCEITOS DE QUÍMICA, DE SUBSTÂNCIAS, MISTURAS E PRATICAS BÁSICAS DE LABORATÓRIO.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao estudo da quimica

  1. 1. INTRODUÇÃO AOINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICAESTUDO DA QUÍMICA Profª Ana Cristina Félix Vieira Dias
  2. 2. UNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIAUNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIA Tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Ex.: TERRA ÁGUA AR MADEIRA OURO Capacidade de realizar trabalho. Ex.: CINÉTICA LUMINOSA TÉRMICA ELÉTRICA MAGNÉTICA
  3. 3. UNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIAUNIVERSO = MATÉRIA + ENERGIA SUBSTÂNCIAS: OS DIFERENTES TIPOS DE MATÉRIA CORPO: PORÇÃO LIMITADA DE MATÉRIA OBJETO: CORPO COM FUNÇÃO DEFINIDA
  4. 4. CLASSIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS SUBSTÂNCIAS PURAS: FORMADAS POR UM ÚNICO TIPO DE UNIDADE (ÁTOMO, MOLÉCULA, OU CONJUNTO DE ÍONS) UNIDADES: ÁTOMO: GRAFITE, OURO, HÉLIO MOLÉCULA: ÁGUA (H2O) CONJUNTO DE ÍONS: SAL (Na+ Cl- )... (Na+Cl-)
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS Substâncias Puras Simples Compostas Um só tipo de átomos Oxigênio (O2) Ozônio (O3) Enxofre (S8) Mais de um tipo de átomo Água (H2O) Gás Carbônico (CO2)
  6. 6. SubstânciasSubstâncias Puras Misturas Simples Compostas Homogêneas Heterogêneas Uma fase Duas ou mais fases
  7. 7. Substâncias simples tem p.e. e p.f constantes para determinada pressão. Calor fornecido Fusão Ebulição Sólido Líquido Gasoso Temperatura P.F P.E Substâncias Simples
  8. 8. Misturas, em geral, não tem p.e. e p.f das substâncias originais – geralmente elas têm uma “faixa de fusão ou ebulição” . Calor fornecido Fusão Ebulição Sólido Líquido Gasoso Temperatura P.F P.E Misturas
  9. 9. Liga ou mistura eutética: é quando uma mistura tem p.f constante. Mistura azeotrópica é quando a mistura tem p.e constante.
  10. 10. CRITÉRIOS DE PUREZA PROPRIEDADES ORGANOLÉPTICAS: COR, CHEIRO E SABOR Alumínio d = 2,7 g/cm3 Ouro d = 19,3 g/cm3 ÁGUA (1 atm) PF = 0° C PE = 100 ° C PONTOS DE FUSÃO E EBULIÇÃO DENSIDADE (d = m/V) SOLUBILIDADE
  11. 11. FENÔMENOS QUÍMICOS E FÍSICOS * OCORRE FORMAÇÃO DE NOVAS SUBSTÂNCIAS (REAÇÕES QUÍMICAS). EX.: C + O2 CO2 * DURANTE AS REAÇÕES PODEM OCORRER FENÔMENOS COMO: - MUDANCA DE COR, CHEIRO, EFERVESCÊNCIA, - FORMAÇÃO DE PRECIPITADO NÃO OCORRE FORMAÇÃO DE NOVAS SUBSTÂNCIAS. EX.: - MUDANÇAS DE ESTADO, - PREPARAÇÃO E SEPARAÇÃO DE MISTURAS, - FENÔMENOS ELÉTRICOS, - MAGNÉTICOS, - GRAVITACIONAIS, - ÓPTICOS, ETC.
  12. 12. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  13. 13. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  14. 14. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  15. 15. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  16. 16. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  17. 17. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  18. 18. SEPARAÇÃO DE MISTURAS
  19. 19. CROMATOGRAFIA: UTILIZAÇÃO DE SOLVENTES PARA SEPARAR SUBSTÂNCIAS. ÚTIL PARA A SEPARAÇÃO DE PIGMENTOS, ANÁLISE DA GASOLINA ETC.
  20. 20. ELETROFORESE: SEPARAÇÃO DE MOLÉCULAS OU FRAGMENTOS DE MOLÉCULAS EM UM GEL USANDO UMA DIFERENÇA DE POTENCIAL ELÉTRICO. ÚTIL PARA A SEPARAÇÃO DE PROTEÍNAS, DNA E RNA.
  21. 21. VIDRARIA DE LABORATÓRIO
  22. 22. BibliografiaBibliografia Feltre, Ricardo Fundamentos de Química: volume único/Ricardo Feltre. -. 4.ed – São Paulo: Moderna, 2005. Vanin, José Atílio Alquimistas e Químicos, 2ª edição, 2005, Editora Moderna.
  23. 23. BibliografiaBibliografia  Quím. Nova, Vol. 28, No. 1, 19-23, 2005 - Biodiesel De Soja – Taxa De Conversão Em Ésteres Etílicos, Caracterização Físico-química E Consumo Em Gerador De Energia - Roseli Aparecida Ferrari, Vanessa da Silva Oliveira e Ardalla Scabio.  Peruzzo, Francisco Miragaia Química na abordagem do cotidiano/ Francisco Miragaia Peruzzo (Tito), Eduardo Leite do Canto, – 4.ed. – São Paulo: Moderna, 2006.
  24. 24. BibliografiaBibliografia  www.iupac.org  www.cq.ufam.edu.br  www.khemis.vilabol.uol.com.br  www.nautilus.fis.uc.com.br  www.mct.gov.br  www.mec.gov.br  www.cdcc.sc.usp.br/ciencia/index.html (revista eletrônica de Ciências, apresenta artigos.)
  25. 25. BibliografiaBibliografia www.recicloteca.org.br (Centro de Informações sobre Reciclagem e Meio Ambiente.) www.sbpcnet.org.br/sbpc.html (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.) www.sbq.org.br (Sociedade Brasileira de Química – site oficial.)

×