SlideShare uma empresa Scribd logo
Servidor - cargo em comissão - critério de ocupação. O TCE/RO aprovou
ato normativo definindo critérios impessoais e qualitativos para selecionar
candidatos para prover cargos em comissão. Prós e contras.
Portaria nº 469, 22 de junho de 2017
Estabelece normas gerais e diretrizes que disciplinam o processo seletivo para cargos
em comissão no âmbito da Presidência e setores a ela vinculados, das Secretarias da
Corte e para atender as necessidades da Procuradoria Geral do Estado junto ao
Tribunal de Contas.
Art. 1º Instituir o processo seletivo que, dentre outros, orientar-se-á pelos
seguintes princípios:
I – democratização de acesso de candidatos aos cargos em comissão;
II – meritocracia no procedimento de escolha, que deve ser pautado pela
observância das competências, habilidades e atitudes;
III – impessoalidade na indicação de candidatos a cargos em comissão;
IV – eficiência no exercício das funções;
V – valorização de servidores;
VI – legitimidade do exercício do cargo em comissão;
VII - aperfeiçoamento da cultura organizacional;
VIII – celeridade e economicidade no processo seletivo em atenção à
continuidade do serviço e a concretização do interesse público;
VIII – primazia das ações que estejam em consonância com o plano de
implementação de Gestão de Pessoas por Competências.
Art. 2º A nomeação de cargos em comissão para a Presidência e os setores a
ela relacionados, Secretarias, bem como para atender as necessidades da
Procuradoria Geral do Estado junto ao Tribunal de Contas, dependerá da
realização prévia de processo seletivo segundo as regras estabelecidas pela
presente Portaria.
Art. 3º Em atenção à celeridade e economicidade, para fins da incidência do
art. 2º, admite-se a utilização de relação de candidatos obtida em processo
seletivo anterior, pelo prazo previsto no §2º do art. 8° desta Portaria,
segundo juízo de conveniência e oportunidade do gestor demandante,
observadas as seguintes regras cumulativamente:
I – compatibilidade entre os conhecimentos, habilidades, atitudes e
responsabilidades para o cargo a ser ocupado e aquelas identificadas nos
candidatos constantes no banco de dados de seleções anteriores;
II – equivalência entre o CDS do cargo a ser ocupado e o CDS do cargo
objeto do processo seletivo anterior.
Parágrafo único. A ausência de equivalência prevista no inciso II deste artigo,
não obsta a aplicação do aproveitamento previsto no caput, desde que
presentes as exigências do inciso I, e:
a) deliberação da Presidência após manifestação fundamentada do gestor
demandante quando a ausência de equivalência entre os CDS’s revelar-se
maior para o cargo a ser ocupado em relação ao CDS do cargo de processo
seletivo anterior;
b) anuência do candidato quando a ausência de equivalência entre os CDS’s
revelar-se menor para o cargo a ser ocupado em relação ao CDS do cargo de
processo seletivo anterior.
Art. 4º O processo seletivo para nomeação de cargo em comissão será
acessível a candidatos pertencentes ou não ao quadro de servidores do
Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, podendo, a critério do gestor e
observadas às disposições legais, ser restrito a determinada categoria de
servidores deste Tribunal.
Art. 5º O processo seletivo será pautado por ampla discricionariedade, não
conferindo ao interessado direito à nomeação e/ou direito de precedência
de nomeação em face de outro interessado.
Parágrafo único. O provimento, por meio de processo seletivo, não
descaracteriza a natureza do cargo em comissão, que é de livre nomeação e
exoneração.
Art. 6º O Processo Seletivo para Cargo em Comissão será instaurado a
pedido do gestor demandante que, dentre outros elementos, indicará o
cargo em comissão a ser provido, o propósito da admissão e a urgência da
solicitação.
Art. 7º O processo de seleção para escolha de candidato para ocupar cargo
em comissão será composto das seguintes etapas:
I – análise curricular e de memorial;
II – prova teórica e/ou prática;
III – exame de projeto/plano de melhoria, para os cargos de nível
estratégico;
IV – avaliação de perfil comportamental;
V – entrevista técnica e/ou comportamental, a ser realizada em conjunto
com o gestor demandante, para escolha do candidato indicado à nomeação.
§1º A depender do nível de complexidade, da urgência e da duração do
vínculo, sem prejuízo dos princípios estabelecidos nesta Portaria, poderão
ser acrescentadas ou suprimidas etapas ao procedimento, consoante
entendimento da comissão responsável pelo processo seletivo e do gestor
demandante.
§2º As etapas previstas nos incisos I, II, III e IV são eliminatórias.
Acesse os demais artigos da Portaria no link a seguir:
http://www.tce.ro.gov.br/arquivos/Diario/Diario_01415_2017-6-22-13-43-
25.pdf

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Servidor de cargo em comissão e os critérios de ocupação no TCE/RO

Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitóriaImplantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
CONGESP
 
SEAP-BA 2014
SEAP-BA 2014SEAP-BA 2014
SEAP-BA 2014
Concurso Virtual
 
Decreto nº 15.514 de 2006
Decreto nº 15.514 de 2006Decreto nº 15.514 de 2006
Decreto nº 15.514 de 2006
Marcus Cabral
 
Decreto 9998 2014
Decreto 9998 2014Decreto 9998 2014
Decreto 9998 2014
Simone Gimenez
 
Edital Polícia Civil de Goiás - Agente
Edital Polícia Civil de Goiás - AgenteEdital Polícia Civil de Goiás - Agente
Edital Polícia Civil de Goiás - Agente
Concurso Virtual
 
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
ricardo644666
 
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ceEdita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
José Ripardo
 
Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-
Junior Campos
 
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
Jornal do Commercio
 
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
Portal NE10
 
Edital e-regulamento-passira
Edital e-regulamento-passiraEdital e-regulamento-passira
Edital e-regulamento-passira
Portal NE10
 
Edital Passira
Edital PassiraEdital Passira
Edital Passira
Jornal do Commercio
 
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
GERSON LINDOSO
 
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - EscrivãoEdital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
Concurso Virtual
 
TJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz SubstitutoTJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz Substituto
Curso Forum
 
Processo seletivo simplificado
Processo seletivo simplificadoProcesso seletivo simplificado
Processo seletivo simplificado
Ciruspar
 
O recrutamento de_trabalhador_publico
O recrutamento de_trabalhador_publicoO recrutamento de_trabalhador_publico
O recrutamento de_trabalhador_publico
Do outro lado da barricada
 
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da FalaContratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
Pedro França
 
Edital processo seletivo 01 2013
Edital processo seletivo 01 2013Edital processo seletivo 01 2013
Edital processo seletivo 01 2013
Ciruspar
 
Cress ro
Cress roCress ro

Semelhante a Servidor de cargo em comissão e os critérios de ocupação no TCE/RO (20)

Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitóriaImplantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
Implantação da avaliação especial de desempenho no município de vitória
 
SEAP-BA 2014
SEAP-BA 2014SEAP-BA 2014
SEAP-BA 2014
 
Decreto nº 15.514 de 2006
Decreto nº 15.514 de 2006Decreto nº 15.514 de 2006
Decreto nº 15.514 de 2006
 
Decreto 9998 2014
Decreto 9998 2014Decreto 9998 2014
Decreto 9998 2014
 
Edital Polícia Civil de Goiás - Agente
Edital Polícia Civil de Goiás - AgenteEdital Polícia Civil de Goiás - Agente
Edital Polícia Civil de Goiás - Agente
 
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
processo seletivo araruama professor 2023-11-08-17-43-a87f6d294ec3aa8cde6e3d5...
 
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ceEdita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
Edita do concurso para o hospital do sertão central, em quixeramobim ce
 
Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-
 
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
Prefeitura do Recife divulga edital de concurso na área de saúde com salários...
 
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
[Jc online] Edital concurso grande recife consórcio de transporte
 
Edital e-regulamento-passira
Edital e-regulamento-passiraEdital e-regulamento-passira
Edital e-regulamento-passira
 
Edital Passira
Edital PassiraEdital Passira
Edital Passira
 
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
001 concurso reit_edital_n%c2%ba_22_de_21.08.2019
 
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - EscrivãoEdital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
Edital concurso Polícia Civil de Goiás - Escrivão
 
TJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz SubstitutoTJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz Substituto
 
Processo seletivo simplificado
Processo seletivo simplificadoProcesso seletivo simplificado
Processo seletivo simplificado
 
O recrutamento de_trabalhador_publico
O recrutamento de_trabalhador_publicoO recrutamento de_trabalhador_publico
O recrutamento de_trabalhador_publico
 
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da FalaContratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
Contratação de Escola 2014/2015 – Terapeutas da Fala
 
Edital processo seletivo 01 2013
Edital processo seletivo 01 2013Edital processo seletivo 01 2013
Edital processo seletivo 01 2013
 
Cress ro
Cress roCress ro
Cress ro
 

Mais de Alveni Lisboa

Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de Software
Alveni Lisboa
 
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCUAlterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alveni Lisboa
 
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economiaSlides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Alveni Lisboa
 
Slides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle InternoSlides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle Interno
Alveni Lisboa
 
Plano Anual de Contratações
Plano Anual de ContrataçõesPlano Anual de Contratações
Plano Anual de Contratações
Alveni Lisboa
 
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitaçãoCarta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Alveni Lisboa
 
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICASEFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
Alveni Lisboa
 
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
Alveni Lisboa
 
Portaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - PrecatoriosPortaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - Precatorios
Alveni Lisboa
 
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresárioSimples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Alveni Lisboa
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
Alveni Lisboa
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
Alveni Lisboa
 
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Alveni Lisboa
 
Sigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no PregãoSigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no Pregão
Alveni Lisboa
 
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCUNovas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Alveni Lisboa
 
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediataTCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
Alveni Lisboa
 
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade FiscalEmpréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Alveni Lisboa
 
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itensParcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Alveni Lisboa
 
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestãoPlano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Alveni Lisboa
 
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
Alveni Lisboa
 

Mais de Alveni Lisboa (20)

Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de Software
 
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCUAlterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
 
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economiaSlides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
 
Slides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle InternoSlides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle Interno
 
Plano Anual de Contratações
Plano Anual de ContrataçõesPlano Anual de Contratações
Plano Anual de Contratações
 
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitaçãoCarta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
 
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICASEFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
 
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
 
Portaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - PrecatoriosPortaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - Precatorios
 
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresárioSimples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
 
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
 
Sigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no PregãoSigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no Pregão
 
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCUNovas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCU
 
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediataTCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
 
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade FiscalEmpréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
 
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itensParcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
 
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestãoPlano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
 
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
 

Servidor de cargo em comissão e os critérios de ocupação no TCE/RO

  • 1. Servidor - cargo em comissão - critério de ocupação. O TCE/RO aprovou ato normativo definindo critérios impessoais e qualitativos para selecionar candidatos para prover cargos em comissão. Prós e contras. Portaria nº 469, 22 de junho de 2017 Estabelece normas gerais e diretrizes que disciplinam o processo seletivo para cargos em comissão no âmbito da Presidência e setores a ela vinculados, das Secretarias da Corte e para atender as necessidades da Procuradoria Geral do Estado junto ao Tribunal de Contas. Art. 1º Instituir o processo seletivo que, dentre outros, orientar-se-á pelos seguintes princípios:
  • 2. I – democratização de acesso de candidatos aos cargos em comissão; II – meritocracia no procedimento de escolha, que deve ser pautado pela observância das competências, habilidades e atitudes; III – impessoalidade na indicação de candidatos a cargos em comissão; IV – eficiência no exercício das funções; V – valorização de servidores; VI – legitimidade do exercício do cargo em comissão; VII - aperfeiçoamento da cultura organizacional; VIII – celeridade e economicidade no processo seletivo em atenção à continuidade do serviço e a concretização do interesse público; VIII – primazia das ações que estejam em consonância com o plano de implementação de Gestão de Pessoas por Competências.
  • 3. Art. 2º A nomeação de cargos em comissão para a Presidência e os setores a ela relacionados, Secretarias, bem como para atender as necessidades da Procuradoria Geral do Estado junto ao Tribunal de Contas, dependerá da realização prévia de processo seletivo segundo as regras estabelecidas pela presente Portaria. Art. 3º Em atenção à celeridade e economicidade, para fins da incidência do art. 2º, admite-se a utilização de relação de candidatos obtida em processo seletivo anterior, pelo prazo previsto no §2º do art. 8° desta Portaria, segundo juízo de conveniência e oportunidade do gestor demandante, observadas as seguintes regras cumulativamente:
  • 4. I – compatibilidade entre os conhecimentos, habilidades, atitudes e responsabilidades para o cargo a ser ocupado e aquelas identificadas nos candidatos constantes no banco de dados de seleções anteriores; II – equivalência entre o CDS do cargo a ser ocupado e o CDS do cargo objeto do processo seletivo anterior. Parágrafo único. A ausência de equivalência prevista no inciso II deste artigo, não obsta a aplicação do aproveitamento previsto no caput, desde que presentes as exigências do inciso I, e:
  • 5. a) deliberação da Presidência após manifestação fundamentada do gestor demandante quando a ausência de equivalência entre os CDS’s revelar-se maior para o cargo a ser ocupado em relação ao CDS do cargo de processo seletivo anterior; b) anuência do candidato quando a ausência de equivalência entre os CDS’s revelar-se menor para o cargo a ser ocupado em relação ao CDS do cargo de processo seletivo anterior. Art. 4º O processo seletivo para nomeação de cargo em comissão será acessível a candidatos pertencentes ou não ao quadro de servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, podendo, a critério do gestor e observadas às disposições legais, ser restrito a determinada categoria de servidores deste Tribunal.
  • 6. Art. 5º O processo seletivo será pautado por ampla discricionariedade, não conferindo ao interessado direito à nomeação e/ou direito de precedência de nomeação em face de outro interessado. Parágrafo único. O provimento, por meio de processo seletivo, não descaracteriza a natureza do cargo em comissão, que é de livre nomeação e exoneração. Art. 6º O Processo Seletivo para Cargo em Comissão será instaurado a pedido do gestor demandante que, dentre outros elementos, indicará o cargo em comissão a ser provido, o propósito da admissão e a urgência da solicitação.
  • 7. Art. 7º O processo de seleção para escolha de candidato para ocupar cargo em comissão será composto das seguintes etapas: I – análise curricular e de memorial; II – prova teórica e/ou prática; III – exame de projeto/plano de melhoria, para os cargos de nível estratégico; IV – avaliação de perfil comportamental; V – entrevista técnica e/ou comportamental, a ser realizada em conjunto com o gestor demandante, para escolha do candidato indicado à nomeação.
  • 8. §1º A depender do nível de complexidade, da urgência e da duração do vínculo, sem prejuízo dos princípios estabelecidos nesta Portaria, poderão ser acrescentadas ou suprimidas etapas ao procedimento, consoante entendimento da comissão responsável pelo processo seletivo e do gestor demandante. §2º As etapas previstas nos incisos I, II, III e IV são eliminatórias. Acesse os demais artigos da Portaria no link a seguir: http://www.tce.ro.gov.br/arquivos/Diario/Diario_01415_2017-6-22-13-43- 25.pdf