Seminário SSD - Sistemas De Informação - FAC2

6.550 visualizações

Publicada em

Seminário sobre SSD - Sistemas de Suporte à Decisão apresentado em 19/03/2008, aula de Sistemas de Informação - FAC 2 - Sala 1

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
183
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário SSD - Sistemas De Informação - FAC2

  1. 1. Sistema de Suporte a Decisão Sistemas de Informação João Batista RA:0735126 Adrielso RA:0730325 Flávio RA:0750333 Odair José Asarias RA: 6900155
  2. 2. Histórico <ul><li>Surgimento: Anos 60 </li></ul><ul><ul><li>experiências de utilização de modelos sistemáticos quantitativos computadorizados, no apoio ao processo de decisão e planejamento. </li></ul></ul><ul><li>Conceito: Anos 70 </li></ul><ul><ul><li>John Little </li></ul></ul><ul><li>Explosão: Anos 80 </li></ul><ul><ul><li>empresas e Universidades das atividades associadas á construção e estudo dos DSS, o resultado foi a proliferação do conceito e das aplicações associadas, que emergiram para além do domínio tradicional de aplicação, a gestão. </li></ul></ul><ul><li>Atualidade </li></ul><ul><ul><li>Utilização da tecnologia para produção sistemas onde é possível obter todas as informações on-line e rapidamente e com a capacidade para realizar a sua análise e formatação da informação de acordo com suas necessidades. </li></ul></ul>
  3. 3. A Evolução dos SSD
  4. 4. Conceito <ul><li>“ UM SSD CORRESPONDE A UM CONJUNTO ORGANIZADO DE PESSOAS, PROCEDIMENTOS, SOFTWARE, BANCO DE DADOS E DISPOSITIVOS USADOS PARA DAR SUPORTE À TOMADA DE DECISÕES RELACIONADAS A UM PROBLEMA ESPECÍFICO.” </li></ul>
  5. 5. Objetivo <ul><li>O foco de um SSD centraliza-se deparar com problemas empresariais desestruturados ou semi-estruturados. Os sistemas de suporte à decisão oferecem potencial para gerar: </li></ul><ul><ul><ul><li>Maiores lucros; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Custos menores; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Melhores produtos e serviços; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Etc; </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Características <ul><li>Lidar com grandes quantidades de dados de diferentes fontes; </li></ul><ul><li>Prover flexibilidade de relatório e de apresentação; </li></ul><ul><li>Oferecer orientação gráfica e de texto; </li></ul><ul><li>Suporte a análise de drill down; </li></ul><ul><li>Executar análises complexas e sofisticadas; </li></ul><ul><li>Prover suporte às abordagens de otimização, convencionais e heurísticas; </li></ul><ul><li>Executar análise de sensibilidade, simulações e dispor de ferramentas de “atingir-meta”; </li></ul>
  7. 7. Recursos <ul><li>Recursos do SSD: </li></ul><ul><ul><li>Suporte às fases de solução de problemas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a diferentes situações de decisão: decisões programadas ou não-programadas, únicas ou repetidas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte a diferentes estruturas de problema; </li></ul></ul><ul><li>SPT, SIG e SSD: funções complementares . </li></ul><ul><ul><li>Ex: SPT faturamento: envio de faturas a cliente </li></ul></ul><ul><ul><li>SIG faturamento: relatórios gerenciais faturas </li></ul></ul><ul><ul><li>SSD faturamento: análise do impacto das faturas atrasadas sobre o fluxo de caixa, receitas e lucros totais. </li></ul></ul>
  8. 8. Componentes do SSD <ul><li>Banco de Dados </li></ul><ul><li>Bancos de Modelos </li></ul><ul><li>Gerador de SSD </li></ul><ul><li>Interface do com usuário (Gerenciador de dialogo) </li></ul>
  9. 9. Banco de Modelos (SGM) <ul><li>Modelos financeiros </li></ul><ul><ul><li>Fluxo de caixa, taxa interna de retorno, investimentos </li></ul></ul><ul><li>Modelos de analise estatística </li></ul><ul><ul><li>Resumos estatísticos, projeções de tendências, testes de hipóteses </li></ul></ul><ul><li>Modelos gráficos </li></ul><ul><ul><li>Auxiliam os tomadores de decisões a projetar, desenvolver e utilizar apresentações gráficas </li></ul></ul><ul><li>Modelos de Gerenciamento de Projetos </li></ul><ul><ul><li>Manipulam e coordenam grandes projetos para descobrir tarefas críticas que podem atrasar ou colocar o projeto em perigo </li></ul></ul>
  10. 10. Banco de Modelos <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><ul><li>Os modelos podem ser manipulados e construídos a baixo custo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Agiliza o processo de decisão por ser um procedimento rápido; </li></ul></ul><ul><li>Desvantagens </li></ul><ul><ul><li>Desperdício de tempo na escolha do modelo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alguns modelos não simulam sistemas reais, efetuando conclusões falsas ou conduzir a erros. </li></ul></ul>
  11. 11. Interface com o usuário <ul><li>Linguagem de ação </li></ul><ul><ul><li>O usuário tem que ser capaz de dizer ao SSD o que é preciso e fornece-lhe todos os dados necessários </li></ul></ul><ul><ul><li>Linguagem de apresentação </li></ul></ul><ul><ul><li>O SSD precisa ter a capacidade de apresentar resultados para o usuário. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ex: Utilização de Shell </li></ul></ul>
  12. 12. Exemplo de Interface com o usuário
  13. 13. Tipos de SSD <ul><li>SSD para grandes empresas (Suporte a vários gerentes) </li></ul><ul><ul><li>Ex: Decision Maker’s Workbench (DMW) desenvolvido em 1994 pelo Mervyn’s Department Stores e pela MicroStrategy. </li></ul></ul><ul><li>SSD Individuais </li></ul><ul><ul><li>Ex: Sistema desenvolvido em Access, Excel (Desktop) </li></ul></ul><ul><ul><li>Expert choice (Servidor) - Este software para Windows pode ser utilizado para suportar um grande número de situações de decisão, incluindo a estruturação de problemas complexos </li></ul></ul>
  14. 14. Tomada de Decisão e Solução de Problema Para alcançar seus objetivos e metas, a organização depende de uma tomada de decisão efetiva. O Modelo de Herbert Simon, divide a fase de tomada de decisão do processo de solução de problema em três estágios: inteligência, projeto e escolha. Posteriormente esse modelo foi expandido por George Hurber, tornando-o um modelo de processo de solução de problema.
  15. 15. Tomada de Decisão e Solução de Problema INTELIGÊNCIA PROJETO ESCOLHA IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO TOMADA DE DECISÃO SOLUÇÃO DO PROBLEMA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificar /definir problemas e/ou oportunidades. Coleta de informações. Soluções alternativas e análise de viabilidade. Seleção de um curso de ação Coloca-se a solução em prática Avaliação da implementação e verificação dos resultados.
  16. 16. Tomada de Decisão e Solução de Problema <ul><li>Múltiplos objetivos de decisão; </li></ul><ul><li>Surgimento de novas alternativas; </li></ul><ul><li>Aumento da concorrência; </li></ul><ul><li>Necessidade de criatividade; </li></ul><ul><li>Ações políticas e sociais; </li></ul><ul><li>Aspectos internacionais; </li></ul><ul><li>Tecnologia; </li></ul><ul><li>Pressão do tempo. </li></ul>Vários fatores são importantes na solução de problemas. Conforme a conscientização desses fatores, maior será a capacidade do gerente em analisar apropriadamente um problema e tomar boas decisões. Esses fatores incluem: <ul><li>Fatores para solução de problema </li></ul>
  17. 17. Exemplo Prático <ul><li>Sistemas de irrigação </li></ul><ul><ul><li>Qual o problema ? </li></ul></ul><ul><ul><li>A irrigação no Brasil é manejada, em sua grande parte, de forma artesanal, gerando perdas significativas, pois não existe um sistema técnico de controle. A falta de um manejo adequado na irrigação ocasiona prejuízos como perdas de energia, de água e, conseqüentemente, de dinheiro. Tais prejuízos afetam diretamente a produtividade e a rentabilidade comprometendo a produção. </li></ul></ul>
  18. 18. Exemplos Práticos <ul><li>Sistemas de irrigação </li></ul><ul><ul><li>Qual a solução ? </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Implantar um sistema de suporte à decisão na agricultura irrigada indicando, dentre outras informações, o momento correto para irrigar (quando), a lâmina de irrigação (quanto), a qualidade da irrigação (uniformidade e outras perdas), consumo de energia e lâmina de dimensionamento (lâmina de projeto). Pode-se, assim, evitar o desperdício e trabalhar de forma adequada no meio ambiente. A tudo isso, somam-se uma maior rentabilidade e produtividade. </li></ul></ul></ul>
  19. 19. Exemplo Prático
  20. 20. Perguntas ? ? ?
  21. 21. Questões <ul><li>Qual o conceito de SSD. </li></ul><ul><li>Cite 3 características de um SSD. </li></ul><ul><li>Cite um exemplo de onde pode ser aplicado um SSD. </li></ul>

×