Ulisses Ruiz de Gamboa Economista - ACSP Panorama Econômico e Setorial 08-06-2010
Índice <ul><li>Evolução da Economia em 2009 </li></ul><ul><li>Varejo e E-Commerce em 2009 </li></ul><ul><li>Perspectivas 2...
Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Atividade econômica mostrou leve queda durante 2009 (-0,2%), devido ao impacto da cri...
Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Setor industrial foi o mais afetado (-5,5%): redução das exportações e da demanda de ...
Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Pelo lado da despesa, devido à continuidade do crescimento da massa salarial e das po...
Evolução da Economia em 2009 <ul><li>A queda da atividade econômica provocou  redução da taxa de inflação, permitindo que ...
Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Essas políticas ajudaram a manter reduzida a taxa de desemprego e promoveram rápida r...
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Impacto diferenciado sobre o comércio varejista, dependendo da maior ou menor dependê...
Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: IBGE.
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Vendas de combustíveis, lubrificantes, supermercados, bebidas, fumo, farmácia, perfum...
Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: IBGE.
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Forte expansão do consumo interno de alimentos, bebidas e itens de higiene pessoal (1...
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Centro-Oeste, Norte e Nordeste (60% das famílias das classes C, D e E) foram os princ...
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>E-commerce foi beneficiado por redução do IPI e pelo aumento da confiança do consumid...
Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: e-bite.
Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Lojas virtuais registraram cerca de 32 milhões de pedidos: livros, assinaturas de rev...
Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: e-bite.
Perspectivas 2010 <ul><li>O maior crescimento da renda e do emprego e a manutenção das políticas de transferência de renda...
Perspectivas 2010 <ul><li>Apesar do novo ciclo de “aperto monetário”, a expansão do crédito à pessoa física (15-20%) també...
Perspectivas 2010 <ul><li>O Investimento de grandes redes varejistas deverá aumentar nas regiões Norte e Nordeste, onde ma...
Perspectivas 2010 <ul><li>E-commerce deverá seguir em forte expansão (24%), terminando o 2010 com faturamento de R$ 13,6 b...
Perspectivas 2010 <ul><li>Setores mais promissores para o e-commerce, de acordo com a intenção de compra: eletrônicos (43%...
Varejo e E- Comerce em 2009 Fonte: e-bite.
Perspectivas 2010 <ul><li>Perspectivas para 2010: </li></ul><ul><ul><li>Crescimento do Varejo Total (8-10%) </li></ul></ul...
OBRIGADO(A) Ulisses Ruiz de Gamboa Economista ACSP [email_address] www.acsp.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Panorama do setor de Tecnologia da Informação

1.174 visualizações

Publicada em

Palestra de Ulisses Ruiz de Gamboa

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.174
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Panorama do setor de Tecnologia da Informação

  1. 1. Ulisses Ruiz de Gamboa Economista - ACSP Panorama Econômico e Setorial 08-06-2010
  2. 2. Índice <ul><li>Evolução da Economia em 2009 </li></ul><ul><li>Varejo e E-Commerce em 2009 </li></ul><ul><li>Perspectivas 2010 </li></ul>
  3. 3. Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Atividade econômica mostrou leve queda durante 2009 (-0,2%), devido ao impacto da crise financeira mundial; </li></ul><ul><li>Setores relativamente menos vinculados ao crédito, como comércio e serviços apresentaram expansão (2,6%); </li></ul>
  4. 4. Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Setor industrial foi o mais afetado (-5,5%): redução das exportações e da demanda de bens de capital (diminuição do investimento produtivo) e contração das vendas de bens duráveis; </li></ul><ul><li>Agropecuária também apresentou queda importante (-5,2%), vinculada à forte redução das vendas no exterior; </li></ul>
  5. 5. Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Pelo lado da despesa, devido à continuidade do crescimento da massa salarial e das políticas de transferência de renda, o consumo das famílias continuou crescendo (4,1%), assim como o consumo de governo (3,7%); </li></ul><ul><li>Nesse contexto, a queda do PIB pode ser explicada pela forte redução dos investimentos produtivos (-9,9%), devido à contração do crédito e da menor confiança dos empresários, e pela queda nas exportações (10,3%); </li></ul>
  6. 6. Evolução da Economia em 2009 <ul><li>A queda da atividade econômica provocou redução da taxa de inflação, permitindo que o Banco Central relaxasse a política monetária; </li></ul><ul><li>A política fiscal promoveu desonerações tributárias programadas e reajustou fortemente os salários e o número de servidores públicos, além de aumentar o salário mínimo (INSS, Bolsa-Família, etc); </li></ul>
  7. 7. Evolução da Economia em 2009 <ul><li>Essas políticas ajudaram a manter reduzida a taxa de desemprego e promoveram rápida recuperação do emprego formal; </li></ul><ul><li>No setor externo, os resultados foram mais negativos, devido à queda das exportações e às maiores remessas de lucros, que foram compensadas pelos maiores investimentos estrangeiros. </li></ul>
  8. 8. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Impacto diferenciado sobre o comércio varejista, dependendo da maior ou menor dependência em relação ao crédito; </li></ul><ul><li>Vendas de tecidos, vestuário, calçados, móveis e eletrodomésticos, fortemente dependentes do crédito, apresentaram forte contração no começo do ano passado; </li></ul>
  9. 9. Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: IBGE.
  10. 10. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Vendas de combustíveis, lubrificantes, supermercados, bebidas, fumo, farmácia, perfumaria e cosméticos, mais dependentes do emprego e da renda, apresentaram estabilidade relativa; </li></ul><ul><li>Apesar da crise, houve continuidade no crescimento da renda durante 2009 (3,2%); </li></ul><ul><li>Política de transferência de rendas (Bolsa-Família, salário mínimo, previdência) também contribui para o crescimento de renda nas classes D e E. </li></ul>
  11. 11. Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: IBGE.
  12. 12. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Forte expansão do consumo interno de alimentos, bebidas e itens de higiene pessoal (17%) durante 2009, substituindo compra de bens duráveis, fortemente dependente do crédito; </li></ul><ul><li>Classes D e E (22 milhões de consumidores) não só incrementaram o consumo desses artigos, como também sofisticaram a cesta de produtos consumidos (sorvetes, refrigerantes, requeijão, cremes e loção hidratante - crescimento de vendas em farmácias e drogarias , entre outros). </li></ul>
  13. 13. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Centro-Oeste, Norte e Nordeste (60% das famílias das classes C, D e E) foram os principais pólos de crescimento do consumo de alimentos, bebidas e artigos de higiene pessoal (Grande SP abaixo de 3%); </li></ul><ul><li>Setor bebidas praticamente não depende das vendas externas, apresentando crescimento de 5,7% na produção (consumo interno) durante 2009. </li></ul>
  14. 14. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>E-commerce foi beneficiado por redução do IPI e pelo aumento da confiança do consumidor nas lojas virtuais, apresentando crescimento de 25,7% no faturamento (R$ 10,6 bilhões) e aumento do tíquete médio (R$ 335); </li></ul><ul><li>Crescimento de 33% no número de consumidores virtuais, que avançou para mais de 17,6 milhões; </li></ul>
  15. 15. Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: e-bite.
  16. 16. Varejo e E- Commerce em 2009 <ul><li>Lojas virtuais registraram cerca de 32 milhões de pedidos: livros, assinaturas de revistas e jornais (1º), saúde, beleza e medicamentos (2º), eletrodomésticos (3º), informática (4º) e eletrônicos (5º); </li></ul><ul><li>No varejo multicanal (online/offline), destaca-se o cartão de crédito como principal meio de pagamento para viagens e turismo, eletrodomésticos e eletrônicos; </li></ul>
  17. 17. Varejo e E- Commerce em 2009 Fonte: e-bite.
  18. 18. Perspectivas 2010 <ul><li>O maior crescimento da renda e do emprego e a manutenção das políticas de transferência de renda durante 2010 deverão favorecer o comércio atacadista e varejista; </li></ul><ul><li>Ainda há espaço para expansão do consumo nas classes C, D e E, especialmente no Norte e Nordeste. </li></ul>
  19. 19. Perspectivas 2010 <ul><li>Apesar do novo ciclo de “aperto monetário”, a expansão do crédito à pessoa física (15-20%) também contribuirá para o crescimento do consumo dos itens mais dependentes do crédito (bens duráveis); </li></ul><ul><li>O comprometimento da renda das famílias em relação ao crédito ainda é relativamente reduzido, o que abre espaço para o crescimento do consumo, independentemente se este é ou não financiado com crédito; </li></ul>
  20. 20. Perspectivas 2010 <ul><li>O Investimento de grandes redes varejistas deverá aumentar nas regiões Norte e Nordeste, onde maior parte do consumo é realizada em mercadinhos de bairro; </li></ul><ul><li>Além da recuperação da economia, 2010 será um ano marcado pela Copa do Mundo, o que também deverá contribuir para a elevação das vendas do varejo; </li></ul>
  21. 21. Perspectivas 2010 <ul><li>E-commerce deverá seguir em forte expansão (24%), terminando o 2010 com faturamento de R$ 13,6 bilhões; </li></ul><ul><li>Número de consumidores virtuais deverá alcançar 23 milhões, com grandes expectativas de crescimento futuro, pois representa apenas 35% do total de usuários de internet no país; </li></ul>
  22. 22. Perspectivas 2010 <ul><li>Setores mais promissores para o e-commerce, de acordo com a intenção de compra: eletrônicos (43%), informática (38%), eletrodomésticos (33%), livros (32%); </li></ul><ul><li>O setor cosméticos e perfumaria, apesar de sua baixa participação atual, apresenta grande espaço para o crescimento futuro das compras online. </li></ul>
  23. 23. Varejo e E- Comerce em 2009 Fonte: e-bite.
  24. 24. Perspectivas 2010 <ul><li>Perspectivas para 2010: </li></ul><ul><ul><li>Crescimento do Varejo Total (8-10%) </li></ul></ul><ul><ul><li>Desempenho mais acentuado no NE e SE </li></ul></ul><ul><ul><li>Expansão do e-commerce (25%) </li></ul></ul>
  25. 25. OBRIGADO(A) Ulisses Ruiz de Gamboa Economista ACSP [email_address] www.acsp.com.br

×