16_04_2012

438 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
438
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
51
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

16_04_2012

  1. 1. Shopping Center Varejo Fashion Móveis e Eletro Economia Construção Super & Hiper Marcas Próprias Internacional Mercado Sustentabilidade Canal Farma Marketing Mix TecnologiaE-Commerce do V arejo Cl ipping
  2. 2. Caros Leitores Caros Leitores, A queda dos juros vão ajudar as vendas no varejo? A queda dos juros bancários patrocinada pelo governo federal a partir dos bancos oficiais - Banco do Brasil e Caixa Econômica - certamente vai acelerar o consumo. Portanto, a pergunta acima deve ser, “de que forma a queda dos juros vai ajudar as vendas no varejo”? Sem dúvida haverá aumento nas vendas dos itens mais sensíveis à venda financiada, aqueles cujo valor torna pouco comum a venda desses itens à vista, portanto, incluem-se nesse perfil produtos da linha branca, tecnologias em geral, móveis, os itens de moda mais sofisticados, construção, casa e decoração, automóveis entre outros. Redução de juros, ampliação do número de parcelas sem juros, redução dos custos financeiros, são todos impulsionadores das vendas noRicardo Pastore, Prof. Msc varejo, mas de nada valeriam se não houvesse um clima de confiança noCoordenador do Núcleo de consumidor. Essa sensação de que é possível gastar pois será possívelEstudos do Varejo - ESPM pagar, está ancorada em salários crescentes, emprego em alta e expectativa por dias melhores nos próximos anos. Quanto aos consumidores, haverá aumento da inadimplência por excessos de gastos? Pode ser que sim, mas não generalizadamente, afinal somos consumidores carentes por dificuldade de acesso a bens de todos os tipos, ou por sua disponibilidade ou pelo preço e ausência de crédito. Boa leitura!
  3. 3. Super & HiperVendas do Pão de Açúcar sobem quase 12% no 1º triAs vendas líquidas no segmento alimentar mesmas lojas 15,3 maiores, incluindo atacado,(supermercados e hipermercados) foram 11,2% enquanto os sites registraram alta de 21,2%.maiores no trimestre passado, somando R$ 6,656 “Entre as bandeiras, os destaques foram Assaí,bilhões, enquanto as da Viavarejo -ex-Globex, que Extra Super e Minimercado Extra, cujas vendasconcentra ativos de eletroeletrônicos e loja virtual- brutas no conceito mesmas lojas cresceramsubiram 12,4%, a R$ 5,491 bilhões. acima da média do grupo”, afirmou a varejistaJá as vendas brutas do grupo totalizaram R$ 13,66 no demonstrativo.bilhões entre janeiro e março, alta anual de 10,4%, A companhia informou ainda que, no período,sendo R$ 7,371 bilhões provenientes do segmento foram inauguradas duas lojas (Extra Hiper e Assaí)alimentar e R$ 6,289 bilhões da Viavarejo. e cinco foram convertidas em Minimercado Extra.As vendas brutas do grupo pelo conceito Outras 14 unidades estão em fase de construção.mesmas lojas -que considera aquelas em Mais cedo, o grupo informou em documentooperação há pelo menos 12 meses- cresceram enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM)9,6% no primeiro trimestre, sendo que a que planeja investir R$ 1,966 bilhão ao longo deViavarejo contribuiu com aumento de 10 % e a 2012, montante 24,3% superior ao desembolsadoárea alimentar, com alta de 9,3%. no ano passado. (Brasil Econômico– 12/04/2012)A Nova Pontocom, que reúne as operações decomércio eletrônico do grupo, apurou vendas
  4. 4. MercadoPagamentos via mobile dobram nos últimos seis meses, diz pesquisaOs pagamentos móveis no mundo passaram de Em relação às fraudes, o risco é 50% menor3,7% para 6,2%, entre setembro de 2011 e março em dispositivos móveis do que em pagamentosdeste ano. Com o avanço dos smartphones, online. Apesar da alta penetração dosiPads e tablets Android, o serviço continua smartphones e do avanço dos tablets no país,crescendo rapidamente e tornou a prática de o Brasil apresenta uma baixa utilização doscompra de produtos e serviços online mais aparelhos para realizar compras. O acesso àrápida e possível em qualquer lugar. internet a partir dos equipamentos é somente deA pesquisa mostra que a maior parte das 1,5% e as compras representam apenas 1% docomercializações em setembro globalmente era total do comércio eletrônico.realizada em iPhones (57%), seguida pelo iPad O mobile commerce, entretanto, demonstra(25%) e dispositivos com o sistema operacional um enorme potencial no mercado brasileiro.Android (14%). Apenas 4% de todas as transações Segundo a Anatel, há 116 celulares para cadaforam realizadas pelo Blackberry. Em seis meses, 100 pessoas e até 2015 mais da metade daos equipamentos com Android passaram a ter população, cerca de 100 milhões de usuários,20% do mercado, roubando market share do terá um celular com acesso à internet.iPhone, agora com 50% dos pagamentos. (Mundo do Marketing – 11/04/2012)
  5. 5. Mercado74% dos brasileiros valorizam empresas com programas sustentáveisSegundo a Pesquisa Global sobre Porém, o percentual de toda a América Latina caiResponsabilidade Social Corporativa, realizada de forma expressiva quando o ponto abordado épela Nielsen, 77% da população da América estar disposto a ter um salário menor para trabalharLatina preferem comprar produtos e serviços em empresas sustentáveis. Com o menor índice,de empresas que tenham programas de apenas 24%, os argentinos aceitariam essaresponsabilidade social. O destaque fica por situação, já no Brasil 27% da população estariaconta da Colômbia, em que 86% da população disposta a ganhar menos. O México, com o maiorapresentam essa preferência. índice, chega a 31%.Cerca de 46% dos brasileiros estão dispostos a Entretanto, quando o impacto não é nopagar mais por produtos e serviços que venham bolso, os latinos aumentam a preferência,dessas empresas, percentual também abaixo da 73% afirmam preferir trabalhar em empresasmédia dos latinos que é de 49%. Os argentinos socialmente responsáveis.são os que menos estão dispostos a tal atitude, Quando questionados sobre que tipo de empresacom apenas 42%. Ainda assim, a região como os brasileiros preferem investir e fazer negócios,um todo aparece com índices superiores aos mais de 70% também elegem empresas queencontrados na Europa e na América do Norte, possuem programas de responsabilidade social.que tem em média 32% e 35%, respectivamente. (Supermercado Moderno – 13/04/2012)
  6. 6. MercadoCargill investe US$ 200 mi em nova fábricaA americana Cargill, uma das maiores empresas está hoje presente em 63 países e sua matriz estáagrícolas do mundo, deve investir US$ 200 milhões localizada em Minnesota (EUA). A companhia,para a construção de uma fábrica voltada para que conserva a gestão familiar desde a suaa produção de derivados do milho. De acordo fundação, chegou ao Brasil em 1965. Sediadacom informações publicadas na edição dessa em São Paulo, a operação brasileira oferecesegunda-feira, 16, pelo jornal Valor Econômico, soluções em comercialização, processamento ea planta será erguida na cidade de Castro (PR), distribuição de produtos e serviços nos setoresconstituindo um dos maiores aportes previsto agrícola, alimentício, industrial, financeiro e depara o ano pela Cargill no mundo. gerenciamento de risco.O plano da empresa, que em 2010 já havia Entre as principais marcas presentes hoje noexpandido em 70% as operações da outra portfólio da empresa, estão Gallo, Liza, Maria,unidade de processamento de milho localizada Olívia, Mazola, Pomarola, Tarantella, entre outros.em Uberlândia (MG), é fortalecer os seus negócios São mais de seis mil funcionários distribuídosna América Latina, aproveitando o aumento do em unidades industriais, armazéns, escritórios econsumo nos países emergentes. terminais portuários em cerca de 120 municípios.Fundada nos Estados Unidos em 1865, a Cargill (Meio e Mensagem– 16/04/2012)
  7. 7. MercadoMercado de produtos para pessoa com deficiência deve crescer 20%O mercado de bens e serviços de tecnologia do Plano Nacional dos Direitos da Pessoaassistiva – voltado não apenas ao público que com Deficiência (Viver sem Limite), lançadonasceu ou adquiriu ao longo da vida algum em novembro pelo governo federal. No Brasil,problema físico, visual, auditivo, etc, mas segundo dados preliminares do Censo de 2010,também ao crescente número de idosos no país existem cerca de 45 milhões de pessoas com– movimentou cerca de 1,5 bilhão de reais em deficiência, o equivalente a 23% da população.2011. A projeção em 2012 é de elevação de (Gouvêa de Souza – 15/04/2012)20% do faturamento. Os dados são do GrupoCipa Fiera Milano, organizador da XI FeiraInternacional de Tecnologias em Reabilitação,Inclusão e Acessibilidade (Reatech).O crescimento do mercado de tecnologiaassistiva deve-se a uma conjunção de fatores:desde a melhoria geral do ambiente econômico,passando pelo aumento do emprego daspessoas com deficiência, até a oferta de créditoespecial por alguns bancos. Há ainda grandeexpectativa no setor em 2012 com o impacto
  8. 8. Marketing MixSerenata de Amor ganha nova identidade visualA Garoto reformulou a identidade visual de um dos de afeto, como “Com carinho” e “Quer sairseus produtos mais tradicionais. O Serenata de comigo?”, para reforçar o conceito da marca:Amor está de cara nova e, com as mudanças, o logo “delícia que aproxima”. Com a iniciativa, toda apassa a ser um balão de diálogo, para promover linha Serenata de Amor recebeu nova aparência,a interatividade com os consumidores. A fonte incluindo o pacote com 1kg de bombom, queda assinatura foi mantida e, ao redor, aparecem agora conta com uma “janela” transparente paragrafismos como corações, beijos e o violão, que facilitar a visualização dos produtos e dar maispretendem inspirar momentos românticos. destaque à cor amarela.A nova embalagem também traz frases com (Mundo do Marketing – 12/04/2012)expressões de sentimentos e demonstrações
  9. 9. TecnologiaBradesco lança cartão para pagamento por aproximaçãoO Bradesco lança cartões com a tecnologia hoje, há mais de 238 mil máquinas habilitadascontactless para os clientes do segmento para a transação por aproximação, sinalizadasBradesco Prime. Com a iniciativa, os correntistas com o símbolo de quatro ondas sonoras, íconepoderão realizar compras de bens e serviços em mundial da tecnologia contactless.estabelecimentos credenciados à rede Cielo por (Mundo do Marketing– 12/04/2012)aproximação, sem contato, gerando mais agilidadenas transações em relação aos cartões tradicionais.A tecnologia permite um processo de pagamentoaté 30% mais rápido do que cheque e dinheiro epromete tornar a compra mais segura, pois nãohá necessidade de manipulação do cartão porterceiros. Para a empresa, o uso de contactlessé ainda um meio de familiarizar os consumidoresbrasileiros ao pagamento por proximidade,caminho para a adoção em escala de transaçõesvia aparelhos de telefonia móvel, conhecidoscomo mobile payment.A nova funcionalidade é testada desde 2008 e,
  10. 10. Marketing MixActivia lança sabores Maçã & Banana e Abacaxi & LaranjaMarca dá continuidade à estratégia de ofereceredições limitadas sazonais. No verão de 2011, foi avez das versões Tangerina e Abacaxi com Hortelã.A Danone amplia a linha de iogurtes Activia comdois novos sabores. Agora, os consumidoresencontram as versões Maçã & Banana e Abacaxi& Laranja, disponíveis no pack de 400g, comquatro potes de 100g cada. Para destacar asedições limitadas, os produtos ganharam umaidentidade visual diferenciada, que reforçaas frutas com o uso de cores marcantes. Asnovidades são divulgadas por meio do site deActivia e da fan page no Facebook. A iniciativafaz parte da estratégia de lançamento desabores sazonais. No verão de 2011, a marcacolocou nas gôndolas dos pontos de venda ossabores Tangerina e Abacaxi com Hortelã.(Mundo do Marketing– 10/04/2012)
  11. 11. Shopping CenterAlshop faz previsão para Dia das MãesContrariando previsões de retração do consumo no ano passado ”, disse.no segundo trimestre, a Associação Brasileira A projeção é resultado de amostragem realizadados Lojistas de Shopping (Alshop) está prevendo pela associação junto a 50 varejistas de váriosaumento de 8% nas vendas durante o período segmentos. As estratégias dos lojistas tambémque antecede o Dia das Mães. Continua sendo se dividem entre ações mais agressivas deum incremento, mas as declarações de Nabil marketing e, por outro lado, em lançamento deSahyoun, presidente da Alshop revelam que a produtos e realização de promoções.performance poderia ser ainda melhor: “Grande As categorias de produtos que mais sãoparte do sucesso do varejo nacional deve-se às demandadas no período, segundo a Alshop, sãomulheres. E os lojistas, conscientes do poder de artigos para o lar e objetos de decoração; CDs ecompra deste público, utilizam-se de diversas DVDs; bijuterias e acessórios; roupas e sapatos;ferramentas de incentivo, tornando ainda mais perfumaria e cosméticos. E objetos tecnológicosdinâmico o dia-a-dia dos centros de compras e ganham cada vez mais espaço na lista, como TVsdos que ali atuam. Este índice de expectativa de LCD e LED, celulares de última geração e tablets.retrata o impacto do varejo dentro do mercado (Meio e Mensagem– 13/04/2012)interno brasileiro, em razão de uma situaçãoeconômica um pouco menos expressiva do que
  12. 12. EconomiaConsumidor está mais precavido em relação a gastos em 2012, diz estudoO consumidor brasileiro está mais tímido em compras. Houve estabilidade com os índices dorelação a seus planos de consumo para 2012. É o ano anterior referentes a propriedades (11%), motoque aponta uma pesquisa realizada pela Cetelem/ (9%) e equipamentos esportivos (7%). OutrosBNG durante o primeiro trimestre de 2012. O setores tiveram alta em 2011, mas registraramlevantamento mostra uma redução na pretensão queda em 2012, como eletrodomésticos, de 38%de compra na categoria de automóveis, de 18% para 30%, móveis, (40% para 31%) e aparelhospara 15%, em relação ao ano passado, e de celulares (de 25% para 17%).computadores, de 20% para 16%. (Mundo do Marketing– 10/04/2012)O estudo apresenta ainda que não há produtosem que os brasileiros pretendem concentrar suas
  13. 13. EconomiaComércio lidera bom desempenho das micro e pequenas empresasAs micro e pequenas empresas (MPEs) de São “efeito calendário”, visto que fevereiro teve trêsPaulo apresentaram um aumento de 8,2% no dias úteis a menos que o mês anterior, que podefaturamento em fevereiro, em comparação ao ter influenciado negativamente no faturamentomesmo período de 2011. Os dados do Sebrae- do setor. Com os resultados, as MPEs paulistasSP também apontam que os setores com melhor fecharam o primeiro bimestre de 2012 com umdesempenho foram comércio (+13,5%), serviços crescimento de 8,5% em relação a 2011.(+3,4%) e indústria (+1,9%). (Mundo do Marketing– 11/04/2012)As MPEs do comércio foram favorecidas peloaumento de 14% do salário mínimo, injetadona economia no final de janeiro. Considerandosomente o setor comercial, existem mais de 850mil micro e pequenas empresas de São Paulo. Apesquisa destaca ainda o crescimento do estadono período por regiões, como metropolitana(13%), Grande ABC (4,3%) e interior (3,7%).No comparativo entre fevereiro e janeiro de2012, as MPEs registraram queda de 3,5% nofaturamento. O Sebrae-SP atribui a redução ao
  14. 14. Shopping Center Varejo Fashion 16/04/2012 Móveis e Eletro Economia unidadeConstrução om de stinado à c Este info rmativo é de & , forma or alunos ex SuperarejoHiperda pMarcas, Próprias bre v interesse so Internacional empresas un cionários de essores e f nos, profMercado alu io de Varejo Sustentabilidade Reta il Lab , o laboratór Canal Farma as do Marketingrejo da ESPM. parceir Va Mix e Estudos de do Núcleo d Tecnologia :E-Commerce Coordenação or: Produzido p astore Pro f. Ricardo P rvoli Raphael Spa mo João do Car

×