SlideShare uma empresa Scribd logo

Situação e Perspectivas da Inadimplência

Palestra do Dr Marcel Soliemeo

1 de 22
Baixar para ler offline
Marcel Solimeo
Economista-Chefe e Superintendente
Institucional – ACSP
04 de Novembro de 2010
Situação, Perspectivas e
Desafios da Inadimplência
Índice
• Situação Atual
• Perspectivas
• Desafios
Situação Atual
• Taxa de inadimplência da PF continua mostrando
tendência decrescente, situando-se em níveis
historicamente baixos;
• Recuperações de crédito aumentaram de forma
importante durante os últimos meses;
Situação Atual
Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP.
Situação Atual
• Tendência decrescente da inadimplência se mantém,
apesar da entrada de novos consumidores, que menos
habituados com a administração do crédito, apresentam
maior taxa de inadimplência;
• Participação relativa de novos consumidores tem
apresentado redução a partir de 2009, o que reduz seu
impacto na taxa de inadimplência total;
Situação Atual
Procura por Crédito x InadimplênciaProcura por Crédito x Inadimplência
Inadimplência no associado observada até 6 meses a frente da data da consulta
Inadimplência
NOVOS CONSUMIDORESNOVOS CONSUMIDORES ANTIGOS CONSUMIDORESANTIGOS CONSUMIDORES
Fonte: SCPC / ASCP.
Consultas
Situação Atual
Entrada dos Novos Consumidores no Mercado de CréditoEntrada dos Novos Consumidores no Mercado de Crédito
Base 100 – considerando consultas SCPC de jan./07Base 100 – considerando consultas SCPC de jan./07
Fonte: SCPC / ASCP.
40
60
80
100
120
140
set/10
Situação Atual
• De acordo com a pesquisa “Perfil do Inadimplente”
realizada na ACSP em setembro de 2010, a principal
causa da inadimplência é o desemprego (48,5%);
• Recuperação e elevação do emprego e maior
disposição das instituições em renegociar têm
produzido maior recuperação do crédito;
Situação Atual
Fonte: IEGV / ASCP.
Situação Atual
• Aumento relativo da importância do desemprego
reflete, na verdade, intensa recuperação de empregos
perdidos em 2007 (18%), 2008 (23%), 2009 (30%) e 2010
(10%) ;
• Crescimento do emprego e dos salários reais (massa
salarial) tem sido a principal causa da queda na
inadimplência.
Situação Atual
Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP.
EMPREGO, SALEMPREGO, SALÁÁRIO E MASSARIO E MASSA
Perspectivas
• Massa salarial deverá continuar aumentando, em ritmo
com a atividade econômica, ainda que provavelmente
de forma mais moderada;
• Trajetórias de expansão do crédito (descontada a
inflação) e da massa salarial real deverão manter
convergência;
• Maior parte do crédito à PF (77%) destina-se a
operações com garantia;
Perspectivas
Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP.
Perspectivas
Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP.
Perspectivas
• Endividamento (35,6%) e comprometimento de renda
das famílias (18,2%) ainda são relativamente baixos e
não se alteram de forma importante ao considerar
diferenças de renda familiar (POF);
• Comparação de comprometimento de com EUA é
espúria se não inclui dívida hipotecária das famílias.
Perspectivas
Fonte: IBGE / Banco Central / IEGV-ACSP.
Perspectivas
Fonte: IBGE / Banco Central / IEGV-ACSP.
Desafios
• Sistema de informação de crédito atual é somente de
tipo negativo (inadimplência), não considerando
informação de bom comportamento de pagamentos
diversos (informação positiva);
• Sistema atual não possui informações consolidadas,
permitindo que uma mesma pessoa se endivide
simultaneamente com várias instituições;
Desafios
Os CPF’s com débito ativo possuem quantos débitos?Os CPF’s com débito ativo possuem quantos débitos?
CPF’s que possuem de 6 a 10 débitos devemCPF’s que possuem de 6 a 10 débitos devem
em quantos associados diferentes?em quantos associados diferentes?
Fonte: SCPC / ACSP.
1 associado 5%
2 associados 11%
3 associados 17%
4 associados 23%
5 associados 22%
6 a 10 associados 23%
CPFs
Saldo Devedor
Médio
1 débito 41% 1.270,52
2 débitos 20% 2.232,92
3 débitos 12% 3.495,95
4 débitos 8% 4.143,51
5 débitos 5% 5.046,32
6 a 10 débitos 10% 8.545,51
acima de 11 débitos 4% 17.969,12
Desafios
Fonte: SCPC / ACSP.
Influência do volume da procura por créditoInfluência do volume da procura por crédito
na Inadimplênciana Inadimplência
Inadimplência observada até 6 meses a frente da data da consultaInadimplência observada até 6 meses a frente da data da consulta
Total de Consultas SCPC, seis meses antes da consulta observadaTotal de Consultas SCPC, seis meses antes da consulta observada
Desafios
• Cadastro positivo permitiria incorporar os dois tipos
de informação, incorporando novos consumidores ao
sistema, e, ao mesmo tempo, contribuindo para reduzir
risco de inadimplência (taxa de juros);
• Novo sistema também incluiria informação de
endividamento consolidado, desincentivando
comportamentos de endividamento irresponsável.
OBRIGADO(A)
Marcel Solimeo
Economista-Chefe e
Superintendente Institucional
ACSP
msolimeo@acsp.com.br
www.acsp.com.br

Recomendados

Contradições no Mercado de Crédito | Comentários Diários de Economia e Negócios
Contradições no Mercado de Crédito | Comentários Diários de Economia e NegóciosContradições no Mercado de Crédito | Comentários Diários de Economia e Negócios
Contradições no Mercado de Crédito | Comentários Diários de Economia e NegóciosBanco Pine
 
Pine Flash Note: Dinâmica desfavorável para o crescimento
Pine Flash Note: Dinâmica desfavorável para o crescimentoPine Flash Note: Dinâmica desfavorável para o crescimento
Pine Flash Note: Dinâmica desfavorável para o crescimentoBanco Pine
 
Análise de Riscos e Estabilidade Fianceira
Análise de Riscos e Estabilidade FianceiraAnálise de Riscos e Estabilidade Fianceira
Análise de Riscos e Estabilidade FianceiraAnderson Reis
 
Carlos thadeu ap 020713 recife
Carlos thadeu ap 020713   recifeCarlos thadeu ap 020713   recife
Carlos thadeu ap 020713 recifeSistema CNC
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anual
Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anualRegularização de dívidas recua 8,72% na comparação anual
Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anualSPC Brasil
 
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileira
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileiraOs problemas da taxa de juros para a economia brasileira
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileiraDeputado Paulo Rubem - PDT
 
Teleconferência de Resultados 1T09
Teleconferência de Resultados 1T09Teleconferência de Resultados 1T09
Teleconferência de Resultados 1T09Kianne Paganini
 
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestre
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestreInadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestre
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestreSPC Brasil
 
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestre
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestreRegularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestre
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestreSPC Brasil
 
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%SPC Brasil
 
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebral
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebralModalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebral
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebralAlexandre Lourenço
 
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...Andre Riva
 
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...Instituto Besc
 
Renegociação de dívida - Agosto 2014
Renegociação de dívida - Agosto 2014Renegociação de dívida - Agosto 2014
Renegociação de dívida - Agosto 2014SPC Brasil
 

Mais procurados (12)

Slides taxa SELIC
Slides taxa SELICSlides taxa SELIC
Slides taxa SELIC
 
Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anual
Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anualRegularização de dívidas recua 8,72% na comparação anual
Regularização de dívidas recua 8,72% na comparação anual
 
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileira
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileiraOs problemas da taxa de juros para a economia brasileira
Os problemas da taxa de juros para a economia brasileira
 
Teleconferência de Resultados 1T09
Teleconferência de Resultados 1T09Teleconferência de Resultados 1T09
Teleconferência de Resultados 1T09
 
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestre
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestreInadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestre
Inadimplência aumenta 4,60% no primeiro semestre
 
Crédito vencido em Portugal
Crédito vencido em PortugalCrédito vencido em Portugal
Crédito vencido em Portugal
 
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestre
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestreRegularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestre
Regularização de dívidas tem queda de 4,86% no primeiro semestre
 
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%
Recuperação de crédito fecha o primeiro trimestre em queda de 2,30%
 
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebral
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebralModalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebral
Modalidades de pagamento - o caso do acidente vascular cerebral
 
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...
Participação em Matéria do Estado de SP (27/07/2013): Crédito de bancos públi...
 
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...
PAC como Alavanca no Investimento Público em Saneamento, por Elvio Lima Gaspa...
 
Renegociação de dívida - Agosto 2014
Renegociação de dívida - Agosto 2014Renegociação de dívida - Agosto 2014
Renegociação de dívida - Agosto 2014
 

Destaque

Destaque (8)

Impactos da Economia no Varejo - Crédito e Inadimplência
Impactos da Economia no Varejo - Crédito e InadimplênciaImpactos da Economia no Varejo - Crédito e Inadimplência
Impactos da Economia no Varejo - Crédito e Inadimplência
 
Inadimplencia zero
Inadimplencia zero Inadimplencia zero
Inadimplencia zero
 
4 survey monkey
4 survey monkey4 survey monkey
4 survey monkey
 
PontoCob Soluções em Cobrança
PontoCob Soluções em CobrançaPontoCob Soluções em Cobrança
PontoCob Soluções em Cobrança
 
As redes de Franquias mais baratas - 2011 e 2012
As redes de Franquias mais baratas - 2011 e 2012As redes de Franquias mais baratas - 2011 e 2012
As redes de Franquias mais baratas - 2011 e 2012
 
Treinamento Anaccon Analise De Credito
Treinamento Anaccon Analise De CreditoTreinamento Anaccon Analise De Credito
Treinamento Anaccon Analise De Credito
 
Curso análise de crédito (Slide)
Curso análise de crédito (Slide)Curso análise de crédito (Slide)
Curso análise de crédito (Slide)
 
Treinamento Profissional De Cobranca
Treinamento Profissional De CobrancaTreinamento Profissional De Cobranca
Treinamento Profissional De Cobranca
 

Semelhante a Situação e Perspectivas da Inadimplência

Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e Inadimplentes
Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e InadimplentesPesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e Inadimplentes
Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e InadimplentesSPC Brasil
 
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014DenizecomZ
 
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01Carlosthadeu 130809124014-phpapp01
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01CNC
 
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%SPC Brasil
 
14 30 23.09.09 Luciano Coutinho Grand
14 30   23.09.09   Luciano Coutinho   Grand14 30   23.09.09   Luciano Coutinho   Grand
14 30 23.09.09 Luciano Coutinho GrandDaniel Florence
 
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido Mudanças nos planos de pensão de benefício definido
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido Daniel Fuks
 
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)Ministério da Economia
 
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remunerados
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remuneradosMedidas de Reforma Fiscal - Depósitos remunerados
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remuneradosMinistério da Economia
 
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%Luciano Mestrich Motta
 
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Fernando Moura
 
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009SEBRAE MS
 
Apresentação do MZ Real Estate Conference
Apresentação do MZ Real Estate ConferenceApresentação do MZ Real Estate Conference
Apresentação do MZ Real Estate ConferenceRiRossi
 
Inclusao pelo credito
Inclusao pelo creditoInclusao pelo credito
Inclusao pelo creditovitadenarium
 
Indicador de Vendas e Inadimplência
Indicador de Vendas e InadimplênciaIndicador de Vendas e Inadimplência
Indicador de Vendas e InadimplênciaSPC Brasil
 

Semelhante a Situação e Perspectivas da Inadimplência (20)

Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e Inadimplentes
Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e InadimplentesPesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e Inadimplentes
Pesquisa SPC Hábitos de consumidores Adimplentes e Inadimplentes
 
APRESENTAÇÃO CAC
APRESENTAÇÃO CACAPRESENTAÇÃO CAC
APRESENTAÇÃO CAC
 
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
Panorama Econômico e Setorial Transportes e Logística
 
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014
Apresentação Carlos Hamilton_relatório de inflação_23_12_2014
 
Sbcs 14062011. r.kaufamnn
Sbcs   14062011. r.kaufamnnSbcs   14062011. r.kaufamnn
Sbcs 14062011. r.kaufamnn
 
Carlos Thadeu
Carlos ThadeuCarlos Thadeu
Carlos Thadeu
 
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01Carlosthadeu 130809124014-phpapp01
Carlosthadeu 130809124014-phpapp01
 
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%
Inadimplência das empresas volta a crescer em março e registra alta de 7,04%
 
14 30 23.09.09 Luciano Coutinho Grand
14 30   23.09.09   Luciano Coutinho   Grand14 30   23.09.09   Luciano Coutinho   Grand
14 30 23.09.09 Luciano Coutinho Grand
 
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido Mudanças nos planos de pensão de benefício definido
Mudanças nos planos de pensão de benefício definido
 
Panorama economico
Panorama economicoPanorama economico
Panorama economico
 
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)
Apresentação – 20 mitos sobre a reforma da Previdência (08/05/2017)
 
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remunerados
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remuneradosMedidas de Reforma Fiscal - Depósitos remunerados
Medidas de Reforma Fiscal - Depósitos remunerados
 
1. ulisses cenário macroeconômico
1. ulisses cenário macroeconômico1. ulisses cenário macroeconômico
1. ulisses cenário macroeconômico
 
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%
Luciano Mestrich comenta o impacto da Selic a 13,75%
 
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
 
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009
Palestra Buscando Recursos Financeiros 2009
 
Apresentação do MZ Real Estate Conference
Apresentação do MZ Real Estate ConferenceApresentação do MZ Real Estate Conference
Apresentação do MZ Real Estate Conference
 
Inclusao pelo credito
Inclusao pelo creditoInclusao pelo credito
Inclusao pelo credito
 
Indicador de Vendas e Inadimplência
Indicador de Vendas e InadimplênciaIndicador de Vendas e Inadimplência
Indicador de Vendas e Inadimplência
 

Mais de Associação Comercial de São Paulo

Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...
Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...
Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...Associação Comercial de São Paulo
 
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...Associação Comercial de São Paulo
 
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais Associação Comercial de São Paulo
 

Mais de Associação Comercial de São Paulo (20)

eCommerce Meeting
eCommerce MeetingeCommerce Meeting
eCommerce Meeting
 
eCommerce Meeting
eCommerce MeetingeCommerce Meeting
eCommerce Meeting
 
eCommerce Meeting
eCommerce MeetingeCommerce Meeting
eCommerce Meeting
 
DIFERENCIAIS PARA O SUCESSO DE SUA LOJA VIRTUAL
DIFERENCIAIS PARA O SUCESSO DE SUA LOJA VIRTUALDIFERENCIAIS PARA O SUCESSO DE SUA LOJA VIRTUAL
DIFERENCIAIS PARA O SUCESSO DE SUA LOJA VIRTUAL
 
MEIOS DE PAGAMENTO SEGUROS NA INTERNET
MEIOS DE PAGAMENTO SEGUROS NA INTERNET MEIOS DE PAGAMENTO SEGUROS NA INTERNET
MEIOS DE PAGAMENTO SEGUROS NA INTERNET
 
MARKETPLACE: UM ÓTIMO CANAL PARA AUMENTAR SUAS VENDAS
MARKETPLACE: UM ÓTIMO CANAL PARA AUMENTAR SUAS VENDASMARKETPLACE: UM ÓTIMO CANAL PARA AUMENTAR SUAS VENDAS
MARKETPLACE: UM ÓTIMO CANAL PARA AUMENTAR SUAS VENDAS
 
MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ECOMMERCE BRASILEIRO
MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ECOMMERCE BRASILEIROMICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ECOMMERCE BRASILEIRO
MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ECOMMERCE BRASILEIRO
 
Palestra de Paulo Sidney - Teoria sem mistério da NF-e
Palestra de Paulo Sidney - Teoria sem mistério da NF-ePalestra de Paulo Sidney - Teoria sem mistério da NF-e
Palestra de Paulo Sidney - Teoria sem mistério da NF-e
 
Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...
Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...
Palestra de Nelson Castilho - ACSP, uma facilitadora de acesso às exigências ...
 
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...
Palestra de Renan Luiz da Silva - Certificação Digital, um requisito de uso d...
 
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
 
Palestra de Marcos Hiller – Redes Sociais & Mundo Digital
Palestra de Marcos Hiller – Redes Sociais & Mundo Digital Palestra de Marcos Hiller – Redes Sociais & Mundo Digital
Palestra de Marcos Hiller – Redes Sociais & Mundo Digital
 
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouroPalestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
 
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouroPalestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
Palestra de Monica Pontalti - Como montar um time medalha de ouro
 
Economia brasileira: uma visão macro e setorial
Economia brasileira: uma visão macro e setorialEconomia brasileira: uma visão macro e setorial
Economia brasileira: uma visão macro e setorial
 
PERSPECTIVAS DA ECONOMIA BRASILEIRA
PERSPECTIVAS DA ECONOMIA BRASILEIRAPERSPECTIVAS DA ECONOMIA BRASILEIRA
PERSPECTIVAS DA ECONOMIA BRASILEIRA
 
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistasComunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
 
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistasComunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
Comunicação eficaz e marketing pessoal para jornalistas
 
Protocolo e Cerimonial
Protocolo e CerimonialProtocolo e Cerimonial
Protocolo e Cerimonial
 
FEDEX
FEDEXFEDEX
FEDEX
 

Último

1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...
1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...
1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...Prime Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024DL assessoria 29
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...dl assessoria 8
 
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...Prime Assessoria
 
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...Prime Assessoria
 
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MED
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MEDELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MED
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MEDJoefersonDelfino2
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...DL assessoria 28
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024Prime Assessoria
 
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...Prime Assessoria
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024DL assessoria 30
 
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...Prime Assessoria
 
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...Prime Assessoria
 
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...AgnesVitoriano
 
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024DL assessoria 35
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...DlAssessoriaacadmica2
 
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...Prime Assessoria
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...AssessoriaAcadmicaDl
 
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...dl assessoria 8
 
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...assessoria DL S5
 

Último (20)

1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...
1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...
1) Explique o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do trato reprodut...
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
ATIVIDADE 1 - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...
A fisioterapia, uma profissão originada em meio a uma crise de saúde global, ...
 
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...
a) Cite e Explique os princípios doutrinários/éticos e organizacionais que re...
 
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MED
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MEDELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MED
ELETIVA II.pptxSEGUNDO ANO DO ENSINO MED
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA - 51/2024
 
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...
Frente ao excerto acima, explique como o cianeto, um inibidor da cadeia trans...
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...
f) No caso clínico relatado nesta atividade, o paciente apresentou atrofia mu...
 
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...
Na manipulação dos microrganismos, deve-se classificá-los para detectar a qua...
 
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...
EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 05-2024 - 17º SALÃO DO ARTESANATO - RAÍZES BR...
 
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024
MAPA - BIOSSEGURANÇA E BIOÉTICA - 51/2024
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
DISCORRA sobre os quatro níveis de biossegurança e apresente as barreiras pri...
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...
Para melhor compreendermos as relações em sociedade e suas formas de organiza...
 
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
 
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
Presente nas discussões de quase todas as áreas das atividades humanas, a Bio...
 

Situação e Perspectivas da Inadimplência

  • 1. Marcel Solimeo Economista-Chefe e Superintendente Institucional – ACSP 04 de Novembro de 2010 Situação, Perspectivas e Desafios da Inadimplência
  • 2. Índice • Situação Atual • Perspectivas • Desafios
  • 3. Situação Atual • Taxa de inadimplência da PF continua mostrando tendência decrescente, situando-se em níveis historicamente baixos; • Recuperações de crédito aumentaram de forma importante durante os últimos meses;
  • 4. Situação Atual Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP.
  • 5. Situação Atual • Tendência decrescente da inadimplência se mantém, apesar da entrada de novos consumidores, que menos habituados com a administração do crédito, apresentam maior taxa de inadimplência; • Participação relativa de novos consumidores tem apresentado redução a partir de 2009, o que reduz seu impacto na taxa de inadimplência total;
  • 6. Situação Atual Procura por Crédito x InadimplênciaProcura por Crédito x Inadimplência Inadimplência no associado observada até 6 meses a frente da data da consulta Inadimplência NOVOS CONSUMIDORESNOVOS CONSUMIDORES ANTIGOS CONSUMIDORESANTIGOS CONSUMIDORES Fonte: SCPC / ASCP. Consultas
  • 7. Situação Atual Entrada dos Novos Consumidores no Mercado de CréditoEntrada dos Novos Consumidores no Mercado de Crédito Base 100 – considerando consultas SCPC de jan./07Base 100 – considerando consultas SCPC de jan./07 Fonte: SCPC / ASCP. 40 60 80 100 120 140 set/10
  • 8. Situação Atual • De acordo com a pesquisa “Perfil do Inadimplente” realizada na ACSP em setembro de 2010, a principal causa da inadimplência é o desemprego (48,5%); • Recuperação e elevação do emprego e maior disposição das instituições em renegociar têm produzido maior recuperação do crédito;
  • 10. Situação Atual • Aumento relativo da importância do desemprego reflete, na verdade, intensa recuperação de empregos perdidos em 2007 (18%), 2008 (23%), 2009 (30%) e 2010 (10%) ; • Crescimento do emprego e dos salários reais (massa salarial) tem sido a principal causa da queda na inadimplência.
  • 11. Situação Atual Fonte: Banco Central / IEGV-ACSP. EMPREGO, SALEMPREGO, SALÁÁRIO E MASSARIO E MASSA
  • 12. Perspectivas • Massa salarial deverá continuar aumentando, em ritmo com a atividade econômica, ainda que provavelmente de forma mais moderada; • Trajetórias de expansão do crédito (descontada a inflação) e da massa salarial real deverão manter convergência; • Maior parte do crédito à PF (77%) destina-se a operações com garantia;
  • 15. Perspectivas • Endividamento (35,6%) e comprometimento de renda das famílias (18,2%) ainda são relativamente baixos e não se alteram de forma importante ao considerar diferenças de renda familiar (POF); • Comparação de comprometimento de com EUA é espúria se não inclui dívida hipotecária das famílias.
  • 16. Perspectivas Fonte: IBGE / Banco Central / IEGV-ACSP.
  • 17. Perspectivas Fonte: IBGE / Banco Central / IEGV-ACSP.
  • 18. Desafios • Sistema de informação de crédito atual é somente de tipo negativo (inadimplência), não considerando informação de bom comportamento de pagamentos diversos (informação positiva); • Sistema atual não possui informações consolidadas, permitindo que uma mesma pessoa se endivide simultaneamente com várias instituições;
  • 19. Desafios Os CPF’s com débito ativo possuem quantos débitos?Os CPF’s com débito ativo possuem quantos débitos? CPF’s que possuem de 6 a 10 débitos devemCPF’s que possuem de 6 a 10 débitos devem em quantos associados diferentes?em quantos associados diferentes? Fonte: SCPC / ACSP. 1 associado 5% 2 associados 11% 3 associados 17% 4 associados 23% 5 associados 22% 6 a 10 associados 23% CPFs Saldo Devedor Médio 1 débito 41% 1.270,52 2 débitos 20% 2.232,92 3 débitos 12% 3.495,95 4 débitos 8% 4.143,51 5 débitos 5% 5.046,32 6 a 10 débitos 10% 8.545,51 acima de 11 débitos 4% 17.969,12
  • 20. Desafios Fonte: SCPC / ACSP. Influência do volume da procura por créditoInfluência do volume da procura por crédito na Inadimplênciana Inadimplência Inadimplência observada até 6 meses a frente da data da consultaInadimplência observada até 6 meses a frente da data da consulta Total de Consultas SCPC, seis meses antes da consulta observadaTotal de Consultas SCPC, seis meses antes da consulta observada
  • 21. Desafios • Cadastro positivo permitiria incorporar os dois tipos de informação, incorporando novos consumidores ao sistema, e, ao mesmo tempo, contribuindo para reduzir risco de inadimplência (taxa de juros); • Novo sistema também incluiria informação de endividamento consolidado, desincentivando comportamentos de endividamento irresponsável.
  • 22. OBRIGADO(A) Marcel Solimeo Economista-Chefe e Superintendente Institucional ACSP msolimeo@acsp.com.br www.acsp.com.br