Escala

5.121 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escala

  1. 1. ESCALA (O ESPAÇO DA GEOGRAFIA) http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/ 01 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006) Com base no mapa, calcule o tamanho real aproximado da rua Maria Antônia a) 375 m b) 4,16 km c) 3,75 km d) 37,5 m e) 3750 m 02 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006) Considere que a distância real, em linha reta, entre Conchas e Pereiras, no interior de São Paulo seja de 7,5 km. Isso equivale a 1 cm no mapa. Em que escala o mapa foi desenhado? a) 1: 7 500 000 b) 1: 750 000 c) 1: 750 d) 1: 7 500 e) 1: 75 000 03 - (Fatec SP/2006) Considere um mapa a ser usado em sala de aula para representar diferentes temas geográficos. Assinale a alternativa que relaciona, corretamente, a escala, a área mapeada e o exemplo. 04 - (UFPB PB/2006) O cartograma, ao lado, é uma representação do Projeto de Integração das Bacias Setentrionais do Nordeste, mais conhecido como Transposição do Rio São Francisco, que prevê, entre outros objetivos, atender a cidade de Campina Grande. Com base no cartograma e usando o recurso da escala gráfica, a extensão do EIXO LESTE até Campina Grande é estimada em: (OBS: considere a distância, no mapa, de Campina Grande ao Eixo Leste igual a 3 cm) a) 100 km b) 200 km c) 300 km d) 400 km e) 500 km 05 - (UFLA MG/2005) Em um mapa de uma cidade qualquer, para que a distância real entre dois pontos seja de 3 km,
  2. 2. a distância medida no mapa e a escala deveriam ser, respectivamente, de a) 1,5 cm e 1: 30000000. b) 2 cm e 1: 150000. c) 3 cm e 1: 2000000. d) 6 cm e 1: 1000000. e) 2,5 cm e 1: 250000. 06 - (UFRN RN/2005) Um professor de Geografia solicitou aos alunos que representassem, por meio de cartogramas, os resultados de um estudo sobre o bairro onde a escola está localizada. Foram colocadas à disposição dos alunos duas bases cartográficas com as seguintes escalas: cartograma 1 - escala de 1:25.000; cartograma 2 - escala de 1:500.000. Considerando que devem ser representados, no mapa, ruas, avenidas e outros componentes do bairro, os alunos devem utilizar o: a) cartograma 1, porque a escala é maior e oferece a possibilidade de representação de mais detalhes. b) cartograma 2, porque a escala é menor, possibilitando trabalhar com mais detalhes. c) cartograma 1, porque a escala é menor, sendo ideal para trabalhos com pequenas áreas. d) cartograma 2, porque a escala é maior, sendo ideal para representar mais detalhes de uma determinada área. 07 - (UECE/CE/1ªFase/Janeiro/2005) Considere mapas com as seguintes escalas numéricas: I. 1: 1.000.000 II. 1: 2.000.000 III. 1: 1.000 IV. 1: 2.000 Pode-se afirmar corretamente que: a) Dentre as escalas apresentadas, III é a maior, servindo para mapeamentos de detalhe, inclusive de áreas urbanas. b) A escala II é a maior, viabilizando mapeamentos com elevado grau de detalhamento. c) As escalas III e IV permitem o mapeamento de áreas extensas, superiores a 1.000.000 km 2 , como o Estado do Ceará. d) A escala I é a que melhor se adequa para o mapeamento detalhado do município de Fortaleza. 08 - (Fatec SP/2005) Para indicar a localização de casas comerciais e edificações antigas em uma área de 250.000m2, de uma metrópole como São Paulo (SP), as plantas mais adequadas estão na escala: a) 1: 500.000. c) 1: 5.000. e) 1: 100.000. b) 1: 250.000. d) 1: 50.000. 09 - (UEG GO/Janeiro/2005) No mapa, cuja escala é 1:55.000.000, a distância, em linha reta, entre as cidades de São Paulo e Brasília é de 1,6 cm. Na realidade, essa distância é de aproximadamente a) 880 km b) 1200 m c) 8875 km d) 239 km e) 890 m 10 - (UFAM AM/2005) Os principais elementos de um mapa são a escala, a projeção cartográfica, os símbolos e convenções. A escala é: a) um instrumento de alta tecnologia para obtenção de informações da superfície terrestre. b) a declividade de um terreno. c) a proporção entre o desenho (mapa) e a superfície real. d) o conjunto de linhas, sobre o qual se pode desenhar um mapa. e) um sinal que representa aspectos do terreno. 11 - (UFPel RS/2005) A representação da realidade estabelece uma correspondência entre as dimensões do terreno e as do papel. Para que se consiga representar com clareza os elementos da realidade, é fundamental a escolha da forma de representação e da escala adequadas. Observe as figuras a seguir, alusivas a três tipos diferentes de representação da superfície terrestre.
  3. 3. Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos, é correto afirmar que tradicionalmente se utiliza: a) uma escala grande, como mostra a Figura 3, capaz de representar grandes superfícies da Terra, com muitos detalhes, como no caso de cartas topográficas na escala de 1: 1.000. b) uma escala pequena, como aparece na Figura 1, para mostrar uma área muito extensa, com poucos detalhes, como no caso de mapas na escala de 1: 1.250.000. c) uma escala pequena, como a da Figura 2, quando os elementos devem aparecer muito reduzidos, como no caso de um mapa na escala de 1: 1.000. d) uma escala muito grande, como mostra a Figura 3, para representar, com grande riqueza de detalhes, áreas de uma cidade, como no caso da escala 1: 1.000.000. e) uma escala grande, como mostra a Figura 1, que representa áreas menores, porém com maior grau de detalhamento, como no caso de cartas topográficas na escala 1: 500.000. 12 - (Fepecs/2005) Observe as figuras. I) II) III) IV) V) Todas as figuras representam a mesma área de uma determinada cidade. As variações na representação cartográfica da figura I até a figura V resultam: a) do efeito provocado pela diminuição da escala na representação cartográfica; b) do efeito provocado pelo aumento da escala na representação cartográfica; c) da maior distância do cartógrafo em relação ao objeto representado; d) da menor distância do cartógrafo em relação ao objeto representado; e) da mudança de posição do objeto representado pelo recurso cartográfico. 13 - (PUC MG/2005) Considerando-se que a distância entre os extremos Leste e o Oeste do perfil topográfico abaixo é de aproximadamente 650 km, estando expressa em 14 cm, e que a altitude máxima do perfil é de 2000 m e está expressa por 1cm, as escalas horizontal e vertical nele apresentadas estão CORRETAMENTE indicadas em: 1 cm a) vertical = 1:2000000 / horizontal = 1:200000 b) vertical = 1:200000 / horizontal = 1:4642000 c) vertical = 1:4642000 / horizontal = 1:2000000 d) vertical = 1:4642 / horizontal = 1:2000000 14 - (UEPG PR/Julho/2005) Com relação aos mapas e cartas geográficos, seus elementos e classificação, assinale o que for correto. 01. O elemento que estabelece a relação ou a proporção entre a dimensão real de um lugar e sua representação no mapa é denominado de escala. 02. O método mais comum de representar as elevações do relevo são as curvas de nível, linhas que ligam pontos ou cotas de igual altitude em intervalos iguais. 04. A representação de uma superfície esférica em um plano, o mapa, ou um sistema plano de paralelos e meridianos sobre os quais pode-se desenhar um mapa é a projeção cartográfica.
  4. 4. 08. Os mapas básicos mostram temas específicos como relevo, clima, solos, hidrografia (mapas físicos); fitogeografia e zoogeografia (mapas biogeográficos), além dos mapas econômicos, políticos e outros. 16. Uma escala numérica é representada através de uma linha reta graduada enquanto que uma escala gráfica é representada sob a forma de uma razão (1:50.000) ou de uma proporção (1/50.000). 15 - (UEM PR/Julho/2005) Assinale o que for correto sobre as escalas de representação, recorrendo à figura quando necessário. Fonte: PEREIRA, D.; SANTOS, D. e CARVALHO, M. de. Geografia: Ciência do Espaço. São Paulo: Atual, 1998. p. 12. 01. A riqueza de detalhes que pode ser observada em um mapa é diretamente proporcional à escala, ou seja, quanto maior for a escala, maior será a riqueza de detalhes. 02. A utilização de escalas diferentes nos permite visualizar aspectos diferentes das realidades geográficas. Assim, a escolha desta ou daquela escala não é uma decisão meramente técnica e, sim, política e estratégica. O cartógrafo, ao escolher a escala, pode omitir ou revelar informações ou, então, localizar o fenômeno representado com muita ou com pouca precisão. 04. Todo mapa é uma representação reduzida da realidade e é a escala que indica essa redução. A escala, por exemplo, do mapa B indica que a superfície real foi reduzida 13.000.000 (treze milhões) de vezes. 08. As escalas dos mapas A e C revelam, respectivamente, que um centímetro no mapa representa, na realidade, 2.000 km e 7,5 km. 16. As escalas mais utilizadas na confecção de mapas são as numéricas e as gráficas. O tipo de escala utilizada nos mapas da figura é um exemplo de escala numérica. 32. O tamanho da escala varia de acordo com a área a ser representada no mapa. Uma área pequena, como um bairro, exige uma escala grande. Uma área grande, como o Brasil, exige uma escala pequena. 64. Conforme a escala do mapa aumenta, a área representada aumenta. Assim, pode-se afirmar que o mapa A foi construído em uma escala grande e o mapa C em uma escala pequena.

×