ORGANIZAÇÕES SUPRANACIONAIS E BLOCOS
(O ESPAÇO DA GEOGRAFIA)
http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/
01 - (FMTM MG/J...
a) à globalização.
b) ao neoliberalismo.
c) ao terrorismo.
d) ao racismo.
e) ao Consenso de Washington.
06 - (Unimontes SP...
a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I e IV, apenas.
d) II e III, apenas.
e) II e IV, apenas.
11 - (Unimontes SP/2004...
d) O livre comércio é compreendido como o
mecanismo mais eficiente para a
transferência de renda e tecnologia dos
países c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Organizações supranacionais e blocos

2.950 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.950
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Organizações supranacionais e blocos

  1. 1. ORGANIZAÇÕES SUPRANACIONAIS E BLOCOS (O ESPAÇO DA GEOGRAFIA) http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/ 01 - (FMTM MG/Janeiro/2006) 1. Acabar com a fome e a miséria. 2. Educação básica de qualidade para todos. 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher. 4. Reduzir a mortalidade infantil. 5. Melhorar a saúde das gestantes. 6. Combater a Aids, a malária e outras doenças. 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente. 8. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento. O conjunto de oito princípios, lançados pela ONU com o objetivo de promover o desenvolvimento global, é o foco das atrações, em agosto, da Semana Nacional de Cidadania e Solidariedade. A iniciativa é uma mobilização da sociedade civil, governo e empresas para disseminar e promover debates sobre os princípios propostos pela ONU, em 2000, para 189 países signatários. A ONU estipulou 2015 como o ano internacional para o cumprimento: a) do Protocolo de Kyoto. b) da constituição da União Européia. c) do Relatório do Desenvolvimento Humano. d) das Metas do Milênio. e) das PPPs (parcerias público-privadas). 02 - (UFRR RR/2006) Trata-se do órgão da Organização das Nações Unidas (ONU). É composto por quinze países, sendo dez membros temporários e cinco permanentes. Assinale a alternativa abaixo que corresponde ao órgão a que se refere o enunciado acima: a) Conselho de Segurança; b) Organização dos Estados Americanos; c) Organização Mundial do Comércio; d) Fundo Monetário Internacional; e) Organização não governamental. 03 - (UFSC SC/2006) Eram 8h51min (Greenwich Meridium Time). A primeira bomba explodiu dentro de um vagão. Os terroristas não só prepararam uma matança coordenada em vários pontos de Londres, como o fizeram no dia em que na Escócia era inaugurado o encontro do G8, o grupo dos oito países mais ricos e poderosos do mundo. (Adaptado da REVISTA VEJA. São Paulo: p. 84, 13 jul. 2005). Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) quanto ao assunto abordado no texto acima. 01. Na década de 1990, pelo seu poderio econômico, a Rússia foi incorporada ao Grupo dos Sete países mais ricos do mundo. 02. Devido à sua posição longitudinal, em Brasília, eram 11h51min no momento da explosão da bomba. 04. De forma geral, no G8, os interesses individuais suplantam o coletivo, pois há divergências quanto ao estabelecimento e à condução de políticas globais. 08. Inspirados na Jihad, os fundamentalistas islâmicos procuram nos atos terroristas um modo de combater costumes ocidentais. 16. Todos os países da América do Norte pertencem ao G8. 32. Todos os países do G8 possuem alto poder de investimentos no exterior. 64. Alguns dos maiores devedores mundiais pertencem ao G8. 04 - (UFMG MG/2005) A ONU organizou, no final do século XX, um plano de ação – denominado Metas do Milênio –, que tem como um de seus objetivos a melhoria da condição de vida nas regiões menos desenvolvidas do mundo. De acordo com o cronograma desse plano, os níveis de pobreza da população mundial começariam a se reduzir nos primeiros anos do século XXI. Considerando-se essa informação, é INCORRETO afirmar que o fator responsável pelo não-cumprimento do cronograma do Plano de Metas da ONU é: a) a exigência da ONU quanto à aplicação de estratégias de desenvolvimento sustentável nos países pobres tem reduzido o retorno de capital, desestimulando os investimentos estrangeiros. b) a defasagem entre a ajuda prometida pelos países da OCDE – ou pelos países mais desenvolvidos – e aquela efetivamente concedida até o momento atual. c) a incapacidade de universalização da educação primária, já constatada em um número significativo dos países-alvo do programa. d) o aumento do percentual da população que convive com a fome em regiões como o Oriente Médio e a África Subsaariana, em contraposição ao que se esperava no conjunto das Metas. 05 - (FMTM MG/Julho/2005) Em março de 2005, o secretário geral, Kofi Annan, propõe que a ONU adote este princípio: qualquer ato com intenção de ferir e matar civis para pressionar governos, organizações ou populações como o preâmbulo para a assinatura de um tratado internacional de combate
  2. 2. a) à globalização. b) ao neoliberalismo. c) ao terrorismo. d) ao racismo. e) ao Consenso de Washington. 06 - (Unimontes SP/2005) “A reforma da ONU (Organização das Nações Unidas), proposta pelo secretário-geral Kofi Annan, teve uma boa acolhida, mas seu ponto principal, a ampliação do Conselho de Segurança, enfrenta rejeição. Em um relatório divulgado no último 21 de março, Annan fez uma série de sugestões para que o mundo possa enfrentar quatro grupos de desafios: viver protegido ante as necessidades, viver protegido contra o terror, viver com dignidade e reforçar a ONU.” Fonte: Folha de São Paulo,14/04/2005 Sobre o Conselho de Segurança da ONU, é INCORRETO afirmar que a) é constituído por 15 membros, sendo cinco permanentes – Estados Unidos, Rússia, Grã- Bretanha, França e China – e dez membros não permanentes, eleitos pela Assembléia Geral, por dois anos. b) tem pequeno poder de decisão nos casos de ação militar contra um agressor, obedecendo às diretrizes e normas dos demais conselhos setoriais, interferindo apenas nos casos em que os direitos humanos são afetados. c) tem por objetivo manter a paz e a segurança internacionais, de acordo com os propósitos e princípios das Nações Unidas, inclusive com o uso da força, se necessário. d) pode recomendar métodos para o acerto de controvérsias existentes entre os países ou condições para sua solução, como sanções econômicas, com o propósito de evitar ou deter uma agressão. 07 - (UFPE PE/2005) Essa organização foi um acordo militar ocorrido em 1949, entre Estados Unidos, Canadá, Islândia, Portugal, França, Reino Unido, Holanda, Bélgica, Itália, Dinamarca, Noruega e Luxemburgo, com a finalidade de defesa e auxílio mútuo, em caso de ataque a um dos países-membros. Sua primeira intervenção armada aconteceu na Guerra da Bósnia. A denominação correta dessa organização é: a) ONU. b) OTAN. c) OEA. d) Pacto Centro-europeu. e) Pacto de Varsóvia. 08 - (UFMS MS/2005) Cerca de 84 países devem ao Fundo Monetário Internacional (FMI) o montante de 97 bilhões de dólares, dados de fevereiro de 2005; dentre os três maiores devedores, dois são latino- americanos. Trata-se de 01. Brasil. 02. Paraguai. 04. Bolívia. 08. Turquia. 16. Iraque. 32. Argentina. 09 - (Fuvest SP/2ªFase/2005) Nas últimas décadas, em Davos, na Suíça, vem ocorrendo anualmente um dos mais importantes eventos sobre a economia mundial. Participam dele especialistas, empresários e governantes que se dedicam a discussão e proposição de metas econômico-financeiras para o planeta. No final da década de 1990, diversas entidades não-governamentais de vários países associaram-se para se contrapor às resoluções de Davos, criando um outro tipo de evento global, que também vem sendo realizado anualmente desde 2001. a) Identifique os eventos citados. b) Caracterize o evento de contraposição mencionado quanto a seus objetivos e participantes. 10 - (Mackenzie SP/Janeiro/2004) A Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente produziu, em 1987, um relatório – Nosso Futuro Comum – que expressava confiança na espécie humana, ao expor que o homem conseguiria sobreviver melhor resolvendo seus problemas ambientais e econômicos e preservando a qualidade de vida para as gerações futuras, criando, dessa forma, o paradigma do Desenvolvimento Sustentável, que tem como princípios: I. aprofundar a visão antropocêntrica, segunda a qual somente o desenvolvimento industrial garante uma ampla inclusão de toda a população mundial na distribuição da renda. II. modificar a noção de desenvolvimento, para que ele não se restrinja apenas ao campo econômico, mas abranja a integração de ações sociais, econômicas e políticas que levem ao progresso humano. III. implantar um modelo de desenvolvimento, adaptando-o conforme surjam as dificuldades ou impactos não previstos, não havendo a necessidade de se usar com parcimônia os recursos nãorenováveis. IV. atender as necessidades do presente, não se restringindo apenas às gerações atuais, mas incluindo também as gerações futuras, e preservando os recursos para os que virão. Estão corretas as afirmativas:
  3. 3. a) I e II, apenas. b) I e III, apenas. c) I e IV, apenas. d) II e III, apenas. e) II e IV, apenas. 11 - (Unimontes SP/2004) LIVRE-COMÉRCIO – Resistência freia avanço do neoliberalismo Os protestos em todo o mundo, e a firmeza dos países menos desenvolvidos, descarrilam o trem da OMC (Organização Mundial do Comércio) na 5ª reunião ministerial na cidade de Cancun - México. Fonte: Brasil de Fato – 18 a 24/09/03. Com base no texto e em seus conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que a) a reunião abriu possibilidades para uma discussão inédita dentro da visão da OMC, que sempre privilegiou as decisões dos países desenvolvidos. b) a reunião contou com a participação de um grupo restrito de países em desenvolvimento e terminou com o consenso entre os participantes. c) a reunião em Cancun pode ter parecido um fracasso aos olhos dos países ricos, mas, seguramente, não o foi do ponto de vista dos países em desenvolvimento. d) a posição firme de um grupo de países pobres e subdesenvolvidos, na referida reunião, impediu que as nações ricas impusessem suas regras ao resto do mundo. 12 - (UFPR/PR/2004) "O FMI não empresta diretamente grandes quantidades de dinheiro, mas tem um importante papel de fiscalizador dos pagamentos, motivo pelo qual é apoiado pelos banqueiros internacionais. Para exercer essa função, o Fundo procura impor aos países endividados uma política econômica recessiva, pois exige a redução dos gastos públicos (prejudicando os setores de saúde e educação) e uma política de juros altos e de contenção dos reajustes salariais para controlar a inflação. Devido aos altos custos sociais dessa política, o FMI costuma ser alvo de violentos protestos populares em países endividados, tais como Venezuela, Peru e Rússia." (Adaptado de VESENTINI, J. W. Sociedade e espaço: geografia geral e do Brasil. 37. ed. São Paulo: Ática, 1996. p. 83.) Sobre o problema da dívida externa dos países subdesenvolvidos e o papel do FMI, é correto afirmar: 01. O FMI foi instituído pela ONU em atendimento às reivindicações dos países subdesenvolvidos, os quais necessitam de empréstimos dessa instituição para saldar suas dívidas. 02. Nos últimos anos, o FMI já não se limita a propor políticas recessivas para estabilizar a economia, mas também reformas destinadas a reduzir as funções econômicas do Estado, como privatizações. 03. No Brasil, ao contrário da Argentina, a estratégia de decretar moratória da dívida externa para obter concessões do FMI não está sendo posta em prática. 04. Os economistas do FMI se utilizam sempre de um discurso técnico, mas o fato é que as negociações com os países endividados dependem também de fatores políticos e diplomáticos, como se pode observar na diferença entre o tratamento dado à Rússia e à Argentina quando esses países declararam moratória, em 1998 e 2001, respectivamente. 05. A postergação de alguns pagamentos da dívida externa como primeiro passo para renegociar os termos dos acordos com o Fundo é uma forma de moratória negociada. 13 - (Unimontes SP/2004) Os mecanismos de segurança da ONU foram elaborados objetivando tratar de conflitos entre Estados. Hoje a ação desse organismo internacional se encontra bastante limitada, pois são freqüentes os conflitos intra-estatais. Assim sendo, a reforma da ONU tem sido tema central da agenda internacional. APRESENTE um outro argumento que justifique a necessidade dessa reforma. 14 - (PUC/Belo Horizonte/MG/Janeiro/2003) A proposta de criação da ALCA visa estabelecer uma Área de Livre Comércio do Continente Americano. Entretanto, os Estados Unidos impõem restrições à negociação de centenas de produtos – coincidentes com os que o Brasil comercializa com competitividade – e mantêm os mecanismos de defesa comercial, sobretarifas e subsídios protecionistas. A partir dessas considerações, assinale a afirmativa INCORRETA. a) O livre comércio pressupõe a existência de condições semelhantes entre os negociadores, ou seja, pequenas empresas de países periféricos concorreriam com megacorporações transnacionais. b) Considerando-se as “vantagens comparativas”, haveria uma divisão internacional estabelecida com base na especialização de cada país, que produziria o que fosse determinado, com um mínimo de custo e maior eficiência. c) Nessa lógica, o Brasil seria fornecedor de bens com baixo valor agregado e não investiria no desenvolvimento tecnológico, importando os produtos mais sofisticados e consolidando a situação de subdesenvolvimento.
  4. 4. d) O livre comércio é compreendido como o mecanismo mais eficiente para a transferência de renda e tecnologia dos países centrais para os países periféricos latino-americanos, melhorando a qualidade de vida de sua população.

×