SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO
Cultura organizacional: conceitos e elementos
Você sabia que cada empresa possui sua cultura organizacional ou cultura corporativa?
A cultura nada mais é do que a identidade da empresa, é o primeiro elemento que devemos
conhecer dela.
A cultura de uma organização é vista como caráter, personalidade utilizada como
mecanismo de controle organizacional. Neste sentido, ela pode ser entendida como o
conjunto de convicções importantes que os membros de uma organização compartilham.
Podemos dizer que é a forma como a empresa percebe seus colaboradores, se são
confiáveis ou não, se necessitam de controle ou não. É um fator que deve ser levado em
consideração devido ao valor que a empresa dá aos seus recursos humanos. Desta forma,
uma organização caracteriza a sua cultura e a sua maneira de ser.
O modo como as pessoas interagem em uma organização, as atitudes predominantes, as
aspirações e os assuntos relevantes nas interações entre os membros fazem parte da
cultura organizacional. A cultura de uma organização não pode ser resumida em regras
escritas. Seus limites incluem as práticas informais que orientam o comportamento dos
membros de uma organização no seu dia a dia e conduzem seus esforços para alcançar os
objetivos organizacionais.
É possível analisar a cultura de uma organização identificando as percepções dos
funcionários a respeito do ambiente de trabalho. Somos capazes de fazer essa identificação
quando percebemos que tipos de valores e crenças são compartilhados entre os membros
da empresa.
Imagine uma empresa em que você já trabalhou ou simplesmente que você conhece por
meio de seus amigos e familiares. Você consegue visualizar a sua cultura?
Os fundadores de uma organização, tradicionalmente, exercem um impacto importante na
cultura inicial da empresa, pois possuem uma visão daquilo que a organização deve ser. Eles
não são restringidos por costumes ou ideologias anteriores.
O orgulho que as pessoas têm de pertencer a uma empresa fortalece a cultura
organizacional dela, pois esse comportamento, se reforçado pelos diretores, faz com que os
colaboradores se sintam importantes por trabalharem ali. Sendo assim, a cultura
organizacional condiciona e determina as normas de comportamento das pessoas dentro de
cada empresa.
Para Moura (2009), a cultura deve ser compreendida como um fenômeno ativo, vivo, por
meio do qual as pessoas criam e recriam os mundos dentro dos quais vivem. Ela sofre
influência das pessoas, portanto não é estática. Dessa forma, a cultura de uma empresa está
sempre em constante mudança.
Nesse sentido, a cultura organizacional envolve um conjunto de pressupostos psicossociais,
como os que você verá a seguir.
Normas
Regras ou padrões de conduta nos quais os colaboradores da organização se enquadram.
Valores
Normas e valores se
inter-relacionam. O conjunto de fatores que os colaboradores julgam positivo ou negativo na
organização constitui o seu sistema de valores.
Recompensa
Equivale a valorizar não só o colaborador que se destaca, mas também estimular os menos
dedicados.
Poder
Algumas questões devem ser levadas em conta, como quem tem o poder na organização, o
grau de centralização ou de descentralização da autoridade e quem determina as
recompensas.
Esses quatro pressupostos são o ponto básico para obter o diagnóstico organizacional e,
com isso, compreender como a organização funciona sob o ponto de vista do
comportamento humano. Moscovici coloca que a cultura organizacional apresenta três
funções básicas. Veja-as a seguir.
Favorecer a integração de seus membros
Ser referência na busca de solução de problemas
Auxiliar na redução da ansiedade
A cultura é algo muito forte e fácil de ser percebido no ambiente organizacional. Podemos
destacar algumas características principais que nos ajudam a identificar traços da cultura
em uma empresa. Veja abaixo o que cada item apresenta.
Regularidades nos comportamentos observados: as interações entre os indivíduos
apresentam linguagem comum, tecnologias próprias e rituais relacionados com condutas e
diferenças.
Normas: padrões de comportamento que incluem instruções sobre a maneira de agir.
Valores dominantes: são os principais valores que a direção da empresa defende e espera
que seus funcionários compartilhem. Podemos citar como exemplos: baixos índices de
absenteísmo, alto desempenho na prestação de serviços, eficácia no atendimento ao cliente
e produtos com zero defeito.
Filosofia: políticas que reforçam as crenças sobre como os clientes internos e externos
devem ser tratados.
Regras: são guias estabelecidos e relacionados com o comportamento na organização. Os
novos funcionários devem aprender estas regras para serem aceitos no grupo.
Clima organizacional: é o sentimento transmitido pelo ambiente físico, pela maneira como as
pessoas se relacionam com o público interno, com clientes, fornecedores e outros.
Elementos da cultura organizacional
Os principais elementos da cultura de uma empresa são demonstrados pela forma como ela
realiza seus negócios, pela maneira como trata clientes e funcionários, pelo nível de
autonomia e liberdade existente nos departamentos e nas divisões e pelo grau de liberdade
demonstrado pelos funcionários em relação à empresa.
Veja, a seguir, os oito elementos da cultura organizacional.
Algumas características foram detectadas em estudos recentes quanto à essência da cultura
de uma organização, conforme segue abaixo.
Inovação e ousadia: grau em que os colaboradores são incentivados a serem inovadores e a
correrem riscos.
Atenção ao detalhe: grau em que se espera precisão, análise e atenção dos colaboradores.
Busca de resultados: grau em que a administração se concentra mais nos resultados do que
nas técnicas utilizadas para alcançá-los.
Concentração nas pessoas: grau em que as decisões da administração levam em
onsideração o efeito dos resultados sobre as pessoas da organização.
Orientação para equipe: grau em que as atividades são organizadas mais em torno das
equipes do que das pessoas.
Agressividade: grau em que as pessoas são mais agressivas e competitivas.
Estabilidade: grau em que as atividades organizacionais enfatizam a manutenção da
condição em oposição ao crescimento.
Além disso, a comunicação está interligada com a cultura organizacional, pois é pela
comunicação que a cultura é transmitida. É por meio da interação entre os membros mais
antigos da organização com os mais novos contratados que estes aprendem a linguagem e
o comportamento adequado ao grupo.
Agradecemos pelo interesse. Esta é apenas uma amostra do que você poderá conhecer e
vivenciar como aluno ao longo do curso.
Para que você possa inscrever-se em nosso curso técnico, acesse ao site:
http://www.ead.senac.br/
Estamos a disposição para esclarecer suas dúvidas.
Seja bem-vindo ao SENAC EAD.
Referências bibliográficas
BATEMAN, Thomas S., SNELL, Scott A. Administração: novo cenário competitivo. 2a ed. São
Paulo: Atlas, 2006.
CONTABILBR. Natureza jurídica das empresas. Disponível em:
<http://www.contabilbr.com/servicoscontabeis/natureza-juridica-empresas.html>. Acesso
em: 18 jan. 2016.
HITT, Michael A. IRELAND, R. Duane, HOSKISSON. Robert E. Administração Estratégica:
Competitividade e Globalização.São Paulo: Cengage Learning, 2008.
IBGE. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/>. Acesso em: 18 jan. 2016.
LAPENDA, José Ticiano Beltrão. Planejamento estratégico e processo decisório. Disponível
em: <http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/planejamento-estrategico-e-
processo-decisorio/64798/>. Acesso em 18 jan. 2016.
LIRA, Luiza. Administração Geral. Disponível em:
<http://pt.scribd.com/doc/129434381/ADMINISTRACAO-GERAL-pdf>. Acesso em: 18 jan.
2016.
MOTTA, Carolina Fontoura da. Administração TRT 4 2011. Disponível em:
<http://pt.scribd.com/doc/47360583/ADMINISTRACAO-TRT-4-2011>. Acesso em: 18 jan.
2016.
PORTAL SÃO FRANCISCO. Dia do Administrador de empresas. Disponível em:
<http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/setembro/dia-do-administrador-de-
empresas.php>. Acesso em: 18 jan. 2016.
SCHERMERHORN, John R. Administração: em módulos interativos.Rio de Janeiro: LTC, 2008.
THOMPSON JR., Arthur A.; STRICKLAND III, A. J; GAMBLE, John E. Administração Estratégica.
São Paulo: McGraw-Hill, 2008.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Cultura Organizacional

CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdf
CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdfCULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdf
CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdfjoaoantunes110
 
Aulas 14 e 15 orientação das pessoas
Aulas 14 e 15   orientação das pessoasAulas 14 e 15   orientação das pessoas
Aulas 14 e 15 orientação das pessoasRD COACH
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacionalmxpantoja
 
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Airam Lyra Raposo
 
Atps tecnologias de gestão
Atps tecnologias de gestãoAtps tecnologias de gestão
Atps tecnologias de gestão55556681
 
Aula 2 Cultura Organizacional
Aula 2  Cultura OrganizacionalAula 2  Cultura Organizacional
Aula 2 Cultura OrganizacionalRafaela Marques
 
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e Poder
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e PoderA Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e Poder
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e PoderPaulo Saldanha
 
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdfAntonioCandidoRodrig2
 
Cultura Organizacional-Professor Adão Ladeira
Cultura Organizacional-Professor Adão LadeiraCultura Organizacional-Professor Adão Ladeira
Cultura Organizacional-Professor Adão LadeiraAdão Ladeira
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11UNICEP
 
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdf
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdfAula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdf
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdfAndraAndrade16
 

Semelhante a Cultura Organizacional (20)

Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Cultura Organizacional
Cultura Organizacional Cultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdf
CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdfCULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdf
CULTURA_E_CLIMA_ORGANIZACIONAL_APOSTILA.pdf
 
Cultura organizacional.
Cultura organizacional.Cultura organizacional.
Cultura organizacional.
 
Comportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade OrganizacionalComportamento e Personalidade Organizacional
Comportamento e Personalidade Organizacional
 
Aulas 14 e 15 orientação das pessoas
Aulas 14 e 15   orientação das pessoasAulas 14 e 15   orientação das pessoas
Aulas 14 e 15 orientação das pessoas
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacional
 
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
Curso Introdutório de RH (ALR_Consultoria)
 
C U L T
C U L TC U L T
C U L T
 
Atps tecnologias de gestão
Atps tecnologias de gestãoAtps tecnologias de gestão
Atps tecnologias de gestão
 
RESUMO AULA 2.ppt
RESUMO AULA 2.pptRESUMO AULA 2.ppt
RESUMO AULA 2.ppt
 
Aula 5 comportamento macroorganizacional
Aula 5   comportamento macroorganizacionalAula 5   comportamento macroorganizacional
Aula 5 comportamento macroorganizacional
 
Aula 2 Cultura Organizacional
Aula 2  Cultura OrganizacionalAula 2  Cultura Organizacional
Aula 2 Cultura Organizacional
 
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e Poder
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e PoderA Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e Poder
A Influência da Cultura Organizacional no Processo de Liderança e Poder
 
comportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacionalcomportamento macroorganizacional
comportamento macroorganizacional
 
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf
13 Reflexões sobre Cultura Organizacional Ok.pdf
 
Cultura Organizacional-Professor Adão Ladeira
Cultura Organizacional-Professor Adão LadeiraCultura Organizacional-Professor Adão Ladeira
Cultura Organizacional-Professor Adão Ladeira
 
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11Indivíduos e organizações   rh - aula 5-11
Indivíduos e organizações rh - aula 5-11
 
Clima organizacional_USTM
Clima organizacional_USTMClima organizacional_USTM
Clima organizacional_USTM
 
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdf
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdfAula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdf
Aula 01 - Introdução à Cultura Organizacional_PPT_novo.pdf
 

Último

Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 

Último (20)

Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 

Cultura Organizacional

  • 1. TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Cultura organizacional: conceitos e elementos Você sabia que cada empresa possui sua cultura organizacional ou cultura corporativa? A cultura nada mais é do que a identidade da empresa, é o primeiro elemento que devemos conhecer dela. A cultura de uma organização é vista como caráter, personalidade utilizada como mecanismo de controle organizacional. Neste sentido, ela pode ser entendida como o conjunto de convicções importantes que os membros de uma organização compartilham. Podemos dizer que é a forma como a empresa percebe seus colaboradores, se são confiáveis ou não, se necessitam de controle ou não. É um fator que deve ser levado em consideração devido ao valor que a empresa dá aos seus recursos humanos. Desta forma, uma organização caracteriza a sua cultura e a sua maneira de ser. O modo como as pessoas interagem em uma organização, as atitudes predominantes, as aspirações e os assuntos relevantes nas interações entre os membros fazem parte da cultura organizacional. A cultura de uma organização não pode ser resumida em regras escritas. Seus limites incluem as práticas informais que orientam o comportamento dos membros de uma organização no seu dia a dia e conduzem seus esforços para alcançar os objetivos organizacionais. É possível analisar a cultura de uma organização identificando as percepções dos funcionários a respeito do ambiente de trabalho. Somos capazes de fazer essa identificação quando percebemos que tipos de valores e crenças são compartilhados entre os membros da empresa. Imagine uma empresa em que você já trabalhou ou simplesmente que você conhece por meio de seus amigos e familiares. Você consegue visualizar a sua cultura? Os fundadores de uma organização, tradicionalmente, exercem um impacto importante na cultura inicial da empresa, pois possuem uma visão daquilo que a organização deve ser. Eles não são restringidos por costumes ou ideologias anteriores. O orgulho que as pessoas têm de pertencer a uma empresa fortalece a cultura organizacional dela, pois esse comportamento, se reforçado pelos diretores, faz com que os colaboradores se sintam importantes por trabalharem ali. Sendo assim, a cultura organizacional condiciona e determina as normas de comportamento das pessoas dentro de cada empresa. Para Moura (2009), a cultura deve ser compreendida como um fenômeno ativo, vivo, por meio do qual as pessoas criam e recriam os mundos dentro dos quais vivem. Ela sofre influência das pessoas, portanto não é estática. Dessa forma, a cultura de uma empresa está sempre em constante mudança. Nesse sentido, a cultura organizacional envolve um conjunto de pressupostos psicossociais, como os que você verá a seguir. Normas Regras ou padrões de conduta nos quais os colaboradores da organização se enquadram. Valores Normas e valores se inter-relacionam. O conjunto de fatores que os colaboradores julgam positivo ou negativo na organização constitui o seu sistema de valores.
  • 2. Recompensa Equivale a valorizar não só o colaborador que se destaca, mas também estimular os menos dedicados. Poder Algumas questões devem ser levadas em conta, como quem tem o poder na organização, o grau de centralização ou de descentralização da autoridade e quem determina as recompensas. Esses quatro pressupostos são o ponto básico para obter o diagnóstico organizacional e, com isso, compreender como a organização funciona sob o ponto de vista do comportamento humano. Moscovici coloca que a cultura organizacional apresenta três funções básicas. Veja-as a seguir. Favorecer a integração de seus membros Ser referência na busca de solução de problemas Auxiliar na redução da ansiedade A cultura é algo muito forte e fácil de ser percebido no ambiente organizacional. Podemos destacar algumas características principais que nos ajudam a identificar traços da cultura em uma empresa. Veja abaixo o que cada item apresenta. Regularidades nos comportamentos observados: as interações entre os indivíduos apresentam linguagem comum, tecnologias próprias e rituais relacionados com condutas e diferenças. Normas: padrões de comportamento que incluem instruções sobre a maneira de agir. Valores dominantes: são os principais valores que a direção da empresa defende e espera que seus funcionários compartilhem. Podemos citar como exemplos: baixos índices de absenteísmo, alto desempenho na prestação de serviços, eficácia no atendimento ao cliente e produtos com zero defeito. Filosofia: políticas que reforçam as crenças sobre como os clientes internos e externos devem ser tratados. Regras: são guias estabelecidos e relacionados com o comportamento na organização. Os novos funcionários devem aprender estas regras para serem aceitos no grupo. Clima organizacional: é o sentimento transmitido pelo ambiente físico, pela maneira como as pessoas se relacionam com o público interno, com clientes, fornecedores e outros. Elementos da cultura organizacional Os principais elementos da cultura de uma empresa são demonstrados pela forma como ela realiza seus negócios, pela maneira como trata clientes e funcionários, pelo nível de autonomia e liberdade existente nos departamentos e nas divisões e pelo grau de liberdade demonstrado pelos funcionários em relação à empresa. Veja, a seguir, os oito elementos da cultura organizacional. Algumas características foram detectadas em estudos recentes quanto à essência da cultura de uma organização, conforme segue abaixo. Inovação e ousadia: grau em que os colaboradores são incentivados a serem inovadores e a
  • 3. correrem riscos. Atenção ao detalhe: grau em que se espera precisão, análise e atenção dos colaboradores. Busca de resultados: grau em que a administração se concentra mais nos resultados do que nas técnicas utilizadas para alcançá-los. Concentração nas pessoas: grau em que as decisões da administração levam em onsideração o efeito dos resultados sobre as pessoas da organização. Orientação para equipe: grau em que as atividades são organizadas mais em torno das equipes do que das pessoas. Agressividade: grau em que as pessoas são mais agressivas e competitivas. Estabilidade: grau em que as atividades organizacionais enfatizam a manutenção da condição em oposição ao crescimento. Além disso, a comunicação está interligada com a cultura organizacional, pois é pela comunicação que a cultura é transmitida. É por meio da interação entre os membros mais antigos da organização com os mais novos contratados que estes aprendem a linguagem e o comportamento adequado ao grupo. Agradecemos pelo interesse. Esta é apenas uma amostra do que você poderá conhecer e vivenciar como aluno ao longo do curso. Para que você possa inscrever-se em nosso curso técnico, acesse ao site: http://www.ead.senac.br/ Estamos a disposição para esclarecer suas dúvidas. Seja bem-vindo ao SENAC EAD. Referências bibliográficas BATEMAN, Thomas S., SNELL, Scott A. Administração: novo cenário competitivo. 2a ed. São Paulo: Atlas, 2006. CONTABILBR. Natureza jurídica das empresas. Disponível em: <http://www.contabilbr.com/servicoscontabeis/natureza-juridica-empresas.html>. Acesso em: 18 jan. 2016. HITT, Michael A. IRELAND, R. Duane, HOSKISSON. Robert E. Administração Estratégica: Competitividade e Globalização.São Paulo: Cengage Learning, 2008. IBGE. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/>. Acesso em: 18 jan. 2016. LAPENDA, José Ticiano Beltrão. Planejamento estratégico e processo decisório. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/planejamento-estrategico-e- processo-decisorio/64798/>. Acesso em 18 jan. 2016. LIRA, Luiza. Administração Geral. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/129434381/ADMINISTRACAO-GERAL-pdf>. Acesso em: 18 jan. 2016. MOTTA, Carolina Fontoura da. Administração TRT 4 2011. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/47360583/ADMINISTRACAO-TRT-4-2011>. Acesso em: 18 jan. 2016. PORTAL SÃO FRANCISCO. Dia do Administrador de empresas. Disponível em: <http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/setembro/dia-do-administrador-de- empresas.php>. Acesso em: 18 jan. 2016. SCHERMERHORN, John R. Administração: em módulos interativos.Rio de Janeiro: LTC, 2008. THOMPSON JR., Arthur A.; STRICKLAND III, A. J; GAMBLE, John E. Administração Estratégica. São Paulo: McGraw-Hill, 2008.