PASTORES E DIÁCONOS - LIÇÃO 04

401 visualizações

Publicada em

PASTORES E DIÁCONOS - LIÇÃO 04 - EBD

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • No começo, detalhes do curso e/ou livros/materiais necessários para uma aula/projeto.
  • Um design de programação para períodos/objetivos opcionais.
  • No começo, detalhes do curso e/ou livros/materiais necessários para uma aula/projeto.
  • Notas introdutórias.
  • Notas introdutórias.
  • Notas introdutórias.
  • Notas introdutórias.
  • Notas introdutórias.
  • Notas introdutórias.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Lista de vocabulário relacionado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Lista de vocabulário relacionado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Lista de vocabulário relacionado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Objetivos da instrução e resultados esperados e/ou habilidades desenvolvidas com o aprendizado.
  • Lista de vocabulário relacionado.
  • Conclusão do curso, palestra etc.
  • Uma oportunidade para perguntas e discussões.
  • PASTORES E DIÁCONOS - LIÇÃO 04

    1. 1. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL PASTORES E DIÁCONOS Data:26/07/2015 Lição: 04 Trim: 03
    2. 2. PASTORES E DIÁCONOS Texto Áureo  "Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar." (1 Tm 3.2) Verdade Prática  Os pastores e os diáconos são líderes, escolhidos por Deus, através do ministério, para cuidarem do serviço cristão na igreja local.
    3. 3. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE  1 - Esta é uma palavra fiel: Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.  2 - Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;  3 - não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;  4 - que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia  8 - Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância,  9 - guardando o mistério da fé em uma pura consciência.  10 - E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.  11 - Da mesma sorte as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo.  12 - Os diáconos sejam maridos de uma mulher e governem bem seus filhos e suas próprias casas.  13 - Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa
    4. 4. OBJETIVOS GERAL  Promover a conscientização de que o pastorado e a diaconia são ministérios dados por Deus. ESPECÍFICO  1. Tratar a respeito do episcopado.  2. Apresentar as qualificações e atribuições de um líder.  3. Refletir a respeito do diaconato.  4. Conscientizar-se de que o serviço é a razão de ser do ministério.
    5. 5. INTERAÇÃO  A palavra grega usada para bispo no capítulo três de 1 Timóteo é episkopos. Esta mesma palavra é utilizada como sinônimo de presbítero e ancião.  Paulo mostra que aqueles que desejam o episcopado, excelente obra desejam. Porém, logo a seguir ele apresenta as qualificações morais e espirituais que este ministério exige  Estas qualificações não são obtidas nos seminários ou nos bancos das universidades, mas são resultados de um caráter transformado e regenerado pelo Senhor Jesus.  O líder é alguém que influencia as pessoas, por isso, precisa ser exemplo. É necessário que ele tenha uma vida ilibada e esteja
    6. 6. TIPOS DE LIDERANÇA  Liderança autocrática  Na liderança autocrática, o líder centraliza totalmente a autoridade e as decisões e os subordinados não têm nenhuma liberdade de escolha. A liderança autocrática enfatiza somente o líder. O líder autocrático é: • Dominador; • Emite ordens e espera obediência plena e cega dos subordinados; • Líder é temido pelo grupo, que só trabalha quando ele está presente.
    7. 7.  Liderança liberal  Neste modelo de liderança, o líder permite total liberdade para a tomada de decisões individuais ou em grupo, participando delas apenas quando solicitado. A liderança liberal enfatiza somente o grupo.  O comportamento do líder é evasivo e sem firmeza.  Os grupos submetidos à liderança liberal não se saíram bem quanto à quantidade nem quanto à qualidade do trabalho. E ainda apresentaram: • Fortes sinais de individualismo; • Desagregação; • Insatisfação; • Agressividade TIPOS DE LIDERANÇA
    8. 8.  Liderança democrática  Na liderança democrática, o líder:  • Interage bem com a equipe e com os indivíduos; • Encoraja a participação das pessoas; • Preocupa-se igualmente com o trabalho e com o grupo.  O líder atua como um facilitador para orientar o grupo, ajudando-o na definição dos problemas e nas soluções, coordenando atividades e sugerindo ideias.  Os grupos submetidos à liderança democrática apresentaram boa quantidade e melhor qualidade de trabalho, acompanhadas de um clima de satisfação, integração, responsabilidade e comprometimento das pessoas. TIPOS DE LIDERANÇA
    9. 9.  Jesus, o verdadeiro líder. O verdadeiro líder:  Jo 13.1 – Jesus, o líder amoroso;  Jo 13.12-17 – Jesus, o líder servo;  Jo 8.46 – Jesus, o líder íntegro;  Mt 23.13-36 – Jesus, o líder corajoso;  Jo 2.13-22 – Jesus, o líder zeloso;  Mt 26.39 – Jesus, o líder fiel;  Lc 9.18-22 – Jesus, o líder focado em sua missão  Mt 10.1 – Jesus, o lider que fez discípulos TIPOS DE LIDERANÇA
    10. 10.  Paulo dá inicio ao capítulo três da Primeira Epístola de Timóteo, falando a respeito do trabalho pastoral.  Ser pastor não é uma profissão  Ser pastor é um ministério  Função primordial é cuidar das ovelhas do Senhor  Nenhum pastor consegue cuidar do rebanho sozinho  São necessários ajudantes, por isso, neste mesmo capítulo, o apóstolo Paulo fala a respeito do diaconato  Funções de extrema importância para o crescimento do Reino de Deus. INTRODUÇÃO
    11. 11. I - QUEM DESEJA O EPISCOPADO 1. "Excelente obra deseja“. Almejar o episcopado, ou seja, o pastorado é aspirar uma obra excelente 1Tm3:1. Porem função pastoral não é uma profissão ou um meio para ascender social e economicamente. 2. A chamada. Paulo afirma que foi chamado pelo Senhor desde o ventre de sua mãe (Gl 1.15) 3. O preparo. Deus chama, o Espírito Santo capacita porém, o preparo cabe aos seus servos. (2Tm2:15) “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergon que maneja bem a palavra da verdade.”
    12. 12. PONTO CENTRAL  Deus vocaciona e separa homens para o diaconato e para o ministério pastoral.  Almejar o episcopado é aspirar uma obra excelente. SÍNTESE DO TÓPICO I
    13. 13. II - QUALIFICAÇÕES E ATRIBUIÇÕES DOS PASTORES E DIÁCONOS (3.1-13) 1. Atribuições dos pastores (v. 1-7) Os que almejam o pastorado necessitam conhecer as atribuições e qualificações que tal atividade exige. O líder e a igreja de um modo geral precisam ver no aspirante algumas características. 2. Qualificações espirituais e ministeriais. Paulo apresenta uma lista de 15 qualificações 3. Qualificações familiares. Precisa governar bem toda a sua família, seus filhos precisam ser crentes e darem bom testemunho (3.4) 4. Qualificações morais. Ser honesto, sincero, verdadeiro (3.2); hospitaleiro, ou acolhedor, sabendo tratar bem as pessoas (3.2); não dado ao vinho, não usuário de bebidas alcoólicas (3.3); não espancador, ou seja não violento, agressivo (3.3; Gl 5.22); não cobiçoso nem ganancioso (3.3); ser sóbrio (3.2), simples, moderado (3.3); não contencioso (3.2; 2 Tm 2.24); não avarento (3.3; 6.10). 5. Infelizmente, há igrejas que desprezam esses aspectos na hora de
    14. 14. SÍNTESE DO TÓPICO II  A Palavra de Deus mostra as qualificações que os que almejam o diaconato e o pastorado precisam ter.
    15. 15. II - CONHEÇA MAIS Quinze qualificações 1. Irrepreensível: inteiramente fiel à sua esposa; 2. Esposo de uma só mulher; inteiramente fiel à sua mulher; 3. Temperante: sóbrio, solícito e modesto; 4. Domínio próprio: discipulado, moderado; 5. Respeitável: modesto, honrado, bem-comportado; 6. Hospitaleiro: que recebe bem os visitantes; 7. Apto para ensinar; capacitado a explicar e aplicar os ensinamentos;
    16. 16. II - CONHEÇA MAIS Quinze qualificações (continuação) 8. Não dado à embriaguez; não dado ao vinho; 9. Não violento; não dado à hostilidade, ao antagonismo; 10. Gentil: bondoso, razoável, de boa família; 11. Não contencioso: não combativo, inimigo de contendas; 12. Não avarento: preocupado com as pessoas, não com as finanças; 13. Bom governante de sua família: administra a vida familiar; 14. Não seja um recém-convertido: maduro e humilde; 15. Reputação imaculada: admitido pelos de fora"
    17. 17. III - O DIACONATO (8-13) 1. Os diáconos. Palavra diácono significa "aquele que serve". São chamados para servir à Igreja do Senhor. Papel muito importante no crescimento da Igreja 2. Chamado para servir. Precisam ter o desejo de servir a Deus e aos irmãos. Hoje muitos querem ser servidos, mas poucos seguem o exemplo de Jesus e querem servir. 3. Qualificações. Necessitam ser honestos, não de língua dobre. Que não tenha nenhum tipo de vício. Que governem bem sua família 4. O ministério cristão é algo muito sério.
    18. 18. SÍNTESE DO TÓPICO III  Cabe ao diácono servir a Igreja do Senhor.  Assim como os pastores, aqueles que almejam o diaconato precisam ter o desejo de servir a Deus e aos irmãos.
    19. 19. III - CONHEÇA MAIS 1. *O diácono  "Sua forma verbal (diakonein) significa 'servir', particularmente 'servir às mesas'. Tem a conotação de um serviço muito pessoal, intimamente ligado ao servir por amor.  Os gregos, não dignificavam este serviço;  O desenvolvimento próprio era a meta de uma pessoa ao invés de humilhação. O judaísmo conserva uma visão diferente sobre o serviço. Foi isso que o nosso Senhor ensinou quando lavou os pés dos seus discípulos" (Dicionário Bíblico Wycliffe, CPAD, p. 552).
    20. 20. IV - SERVIÇO - RAZÃO DE SER DO MINISTÉRIO 1. O exemplo do Mestre.  Jesus despojou-se temporariamente de sua glória plena. (Jo 17:14).  Ele assumiu a forma de servo, mais que isso, a forma de escravo (Fp 2.6-).  Jesus lavou os pés dos discípulos para lhes ensinar uma importante lição. 2. O exemplo de Paulo.  Após seu encontro com Jesus sua vida foi utilizada em prol da Igreja.  Ele não mediu esforços para servir  Não teve medo de se opor aos falsos mestres que estavam tentando seduzir os crentes  Ele jamais usou de fraudulência.  Hoje há muitos falsos obreiros que se aproveitam dos fiéis e da Igreja
    21. 21. IV - SERVIÇO - RAZÃO DE SER DO MINISTÉRIO 3. O exemplo de Timóteo.  Sua mãe Eunice e sua avó Loide eram crentes  Cuidou da Igreja com zelo e não teve medo de se opor aos falsos mestres  O líder de uma Igreja precisa ser corajoso e plenamente comprometido com Jesus Cristo.  Ele também demonstrou não buscar a glória para si.  Infelizmente, há líderes que são movidos a elogios, ou mesmo por lisonjas.
    22. 22. SÍNTESE DO TÓPICO IV A razão de ser do ministério pastoral e do diaconato é o serviço a Deus.
    23. 23. CONCLUSÃO  Os pastores e diáconos são obreiros, instituídos pelo Senhor, para auxiliar os servos de Deus.  Não importa a função que você exerça na Igreja de Cristo, seja você um pastor ou um diácono,  O importante é que "todos sejam um" para a glória de Deus (Jo 17.21), sabendo que para Ele todo serviço tem a sua importância e valor.
    24. 24.  A respeito das Cartas Pastorais:  Paulo inicia o capítulo três falando a respeito de que assunto? Ele fala a respeito da função do pastor.  Qual a função primordial do pastor? Cuidar das ovelhas do Senhor.  Quem separa e escolhe o homem para o ministério pastoral? Deus.  Quais as principais qualificações morais de um pastor? Ele deve ser: honesto, sincero, verdadeiro, etc.  Qual o significado da palavra "diácono"? QUESTÕES / DISCUSSÕES

    ×