SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
2010
COMPROMISSO COM DEUS




             Antonio R. Feitosa
                    Igreja Evangélica
                   Avivamento Bíblico
             14/02/2010
COMPROMISSO COM DEUS            1

TEXTO: Êxodo 3.1-4 (NVI)
“1 Moisés pastoreava o rebanho de seu sogro Jetro, que era sacerdote de Midiã. Um dia levou o rebanho
para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus. 2 Ali o Anjo do Senhor lhe apareceu
numa chama de fogo que saía do meio de uma sarça. Moisés viu que, embora a sarça estivesse em
chamas, não era consumida pelo fogo. 3 Que impressionante!, pensou. Por que a sarça não se queima?
Vou ver isso de perto. 4 O Senhor viu que ele se aproximava para observar. E então, do meio da sarça
Deus o chamou: Moisés, Moisés! Eis-me aqui, respondeu ele.”

I. OBJETIVO GERAL
O objetivo geral deste estudo será auxiliar os crentes a serem:
    1. Comprometidos – Entender que sua contribuição particular num ministério pode fazer a diferença
       no reino com implicações para a eternidade;

    2. Frutíferos – Entender mais sobre como Deus o fez ser.

II. INTRDUÇÃO
        O mundo moderno é o mundo dos compromissos. Na área dos negócios, por exemplo,
comprometimento é a palavra chave. As empresas querem funcionários, parceiros e prestadores de
serviços 100% comprometidos com seu sucesso. Na área pública, não é diferente. O governo precisa que
as empresas paguem seus impostos e, de igual modo, que os cidadãos também o façam. Os serviços só
podem funcionar se houver esse compromisso. Se entrarmos no terreno afetivo, homens e mulheres
dizem que, relacionamentos, mesmo que na prática não se observe isto, só funcionam se tiverem um alto
grau de compromisso. Nas relações familiares, psicólogos advertem que, para se criar crianças saudáveis,
os pais precisam estar comprometidos. Os pais, por sua vez, dizem que a escola tem de estar
comprometida com a educação, pois eles não possuem tempo para educar de forma satisfatória os filhos.
Se exige tanto compromisso, em tantas áreas que, quando se chega na igreja e, sobretudo, na relação
com Deus, não sobra mais nem um “caco” de compromisso para nada. Vive-se, simplesmente, via de
regra, sem compromissos...
           No entanto antes de se estar comprometidos com Deus é necessário entender o que significa
“servir”


III. DESENVOLVIMENTO

1. Repensando minha posição de servo

Objetivos de servir

           a) Objetivo de servir - O serviço é uma forma de glorificar e adorar a Deus – I Pe 4.11
                                   O serviço promove a edificação da igreja – Ef 4.11-12

           b) Servil – servilismo é servir por tempo limitado e sem amor;
           c) Servo é para toda vida – serviço ou ministério é servir com amor.
COMPROMISSO COM DEUS              2

2. Diferença de postura entre do servo e do servil


                                                 SERVILISMO                              SERVIÇO
                                       Obrigação                             Obediência
       Motivo para servir
                                       “eu tenho que fazer isso”             “Eu quero fazer isso”
                                       Outros vejam                          Deus veja
   Preocupado em servir para
            que...                     “o que outros vão dizer se eu não     “O que Deus vai dizer se eu não
                                       fizer”                                fizer”
                                       Não é minha obrigação                 Eis-me aqui
     Serve com atitude de...           “Devo fazer somente o                 “Devo ir além de minha
                                       necessário”                           obrigação”
                                       Primeiro eu                           Primeiro Deus
Tem uma mentalidade que diz... “o que eu ganho com isso”                     “Quanto eu glorifico a Deus e
                                                                             edifico a igreja”

                                       Orgulho                               Humildade
     Serve com espírito de...          “Olha o que eu fiz, eu tenho algo     Deus fez isso! Deus me usou
                                       a contribuir, eu sou especial!!”      para tocar a vida de alguém!”
                                       Glória pessoal                        Glória de Deus
      Os resultados são...
                                       “Olhem pra mim”                       “Estou feliz em servi-lo!”

3. Crente ativo X Crente eficiente

                 Crente Ativo                                               Crente Eficiente
a) Crentes que servem sempre que há                         a) Crentes que servem sempre nas horas e
   necessidade (topa-tudo)                                     lugares certos

b) Muita atividade; pouco resultado.                        b) Atividades com prazer; muitos resultados.




Servir envolve:

    a) Contribuição individual – O que eu vou fazer
    b) Contribuição comunitária – Como vou influenciar
COMPROMISSO COM DEUS                3

4. Na igreja cada membro deve funcionar em harmonia e interdependência


                          Dependência, independência e Interdependência
           Dependência                        Independência                    Interdependência




                                                                             Um precisa do outro
     Eu Preciso do outro              Eu não preciso do outro
                                                                             Rm 12.5;I Co 12.27



4. Unidade não é igualdade - I Co 12.17-20


    a) Deus não nos designou para sermos iguais;
    b) A unidade não se alcança por ser parecido;
    c) A unidade se alcança quando temos o mesmo propósito. (glorificar a Deus e edificar os outros)


6. O compromisso
Existem duas palavras que são parecidas, porém, com significados diferentes: comprometimento e
envolvimento. Com relação à primeira deve-se lembrar que significa um compromisso, uma obrigação ou
promessa entre duas pessoas. Uma aliança. Quanto à segunda: ato ou efeito de envolver-se, ou seja,
relacionamento (esp. amoroso); caso, aventura. Hoje temos uma geração de envolvidos e pouco
comprometidos.
Não há maior necessidade em nossos dias do que é, para aqueles que professam ser discípulos do
Senhor, decidir e focalizar seus corações em Deus com um compromisso profundo.


IV. EM QUE CONSISTE UM VERDADEIRO COMPROMISSO COM DEUS?


1. Compromisso com sua Palavra - Ele espera que aqueles que desejam servi-lo, seja plenamente
                             consciente de se empenhar exclusivamente a Ele. Mt 4.10b - O cristão
                             deve estar consciente de que está numa guerra espiritual contra
                             poderes malignos invisíveis, porém claramente reais (ver Ef6.11,12).

2. Compromisso com a Família – I Tm 5.8 - Os filhos devem ter consciência da sujeição, respeito e
                             submissão que devem a seus pais, além da obediência. Ef 6.2-3

                                   Os pais devem assumir a responsabilidade que lhes foi dada por
                                   Deus, de ensinar seus filhos e mostrar-lhes a importância de viver na
                                   presença de Deus. (Ef 6.4)
COMPROMISSO COM DEUS          4


3. Compromisso com a Sociedade - Deus chamou o homem para ser "sal" e "luz". Mt 5.14 - Sua
                                 obrigação é influenciar a sociedade com suas palavras,
                                 gestos,ações, atitudes, isto é, seu testemunho; e não influenciá-
                                 la, pelo linguajar, pelos conceitos e padrões do mundo. At 1.8

4. Compromisso com a Igreja - Muitas pessoas estão na igreja como meros espectadores. Vão aos
                               cultos, aos trabalhos externos, são alunos da EBD, mas nunca se
                               comprometem de uma forma afetiva, participando com os seus dons
                               e talentos na realização da obra de Deus. Estão para a igreja como
                               alguém que compra o seu ingresso e "assiste" passivamente a tudo
                               o que já está pronto no espetáculo. Lc 7.31-32

V. CORAÇÃO COMPROMETIDO

1. Reconhece que:

    a)   Deus está no trono
    b)   Deus é santo
    c)   Os seres mais exaltados adoram a Deus da maneira mais humilde
    d)   Os seres mais exaltados proclamam quem Deus é e o que Deus faz

2. Tem:

    a)   Uma visão pessoal da sua real condição aos olhos de Deus
    b)   Uma visão de profunda angústia pelo seu pecado
    c)   Uma visão do pecado que o rodeia
    d)   Uma visão da graça perdoadora de Deus

3. Conclusão

Quando firma-se um compromisso com Deus é dever seguir em frente e não olhar para trás (Lucas 9:62) -
“E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus”.

Se juntarmos essas condições básicas ou características juntamente com nosso amor por Cristo, teremos
uma só: COMPROMISSO


BIBLIOLOGIA
        Bíblia NVI – Editora Vida
        Bíblia de Estudo Pentecostal – Editora CPAD
        Bíblia Online 3.00 – Editora SBB
        Bíblia Ilúmina Gold – Editora SBB
        The Word Software 3.1.0.995 - © 2003-2010 - Costas Stergiou
        Guia do Leitor da Bíblia – Editora CPAD
        Site - www.vivos.com.br
        Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards – Editora Vida
        Site – www.ebdonlie.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
IBMemorialJC
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Joanilson França Garcia
 

Mais procurados (20)

Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
 
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante VigilânciaLição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
Pregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento EspiritualPregação crescimento Espiritual
Pregação crescimento Espiritual
 
Apostila obreiros
Apostila obreirosApostila obreiros
Apostila obreiros
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
Discipulado: uma necessidade urgente!
Discipulado: uma necessidade urgente!Discipulado: uma necessidade urgente!
Discipulado: uma necessidade urgente!
 
A igrea e a disciplina
A igrea e a disciplinaA igrea e a disciplina
A igrea e a disciplina
 
Treinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliaresTreinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliares
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
 
Diáconos apostila
Diáconos   apostilaDiáconos   apostila
Diáconos apostila
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Maturidade CRISTA
Maturidade CRISTAMaturidade CRISTA
Maturidade CRISTA
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Liderança cristã
Liderança cristãLiderança cristã
Liderança cristã
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 

Destaque

Comprometidos Com o Reino de Deus
Comprometidos Com o Reino de DeusComprometidos Com o Reino de Deus
Comprometidos Com o Reino de Deus
Eliezer Almeida
 
Jesus nos chama ao compromisso Lucas 14.25-33
Jesus nos chama ao compromisso   Lucas 14.25-33Jesus nos chama ao compromisso   Lucas 14.25-33
Jesus nos chama ao compromisso Lucas 14.25-33
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Paulo Dias Nogueira
 
Aula EBD - Feitos para Boas Obras
Aula EBD - Feitos para Boas ObrasAula EBD - Feitos para Boas Obras
Aula EBD - Feitos para Boas Obras
Dilsilei Monteiro
 
Lição 2 - Compromisso na Comunhão
Lição 2 - Compromisso na ComunhãoLição 2 - Compromisso na Comunhão
Lição 2 - Compromisso na Comunhão
Elder Moraes
 
Caráter e principios versus a responsabilidade cristã
Caráter e principios versus a responsabilidade cristãCaráter e principios versus a responsabilidade cristã
Caráter e principios versus a responsabilidade cristã
vanderleicruz
 
Apresentação compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
Apresentação   compromisso, fidelidade e honra ao senhor.Apresentação   compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
Apresentação compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
eschappy
 

Destaque (20)

Compromisso de ser igreja
Compromisso de ser igrejaCompromisso de ser igreja
Compromisso de ser igreja
 
Comprometidos Com o Reino de Deus
Comprometidos Com o Reino de DeusComprometidos Com o Reino de Deus
Comprometidos Com o Reino de Deus
 
Jesus nos chama ao compromisso Lucas 14.25-33
Jesus nos chama ao compromisso   Lucas 14.25-33Jesus nos chama ao compromisso   Lucas 14.25-33
Jesus nos chama ao compromisso Lucas 14.25-33
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
 
Envolvidos ou comprometidos parte 1
Envolvidos ou comprometidos parte 1Envolvidos ou comprometidos parte 1
Envolvidos ou comprometidos parte 1
 
Envolvimento x Comprometimento
Envolvimento x ComprometimentoEnvolvimento x Comprometimento
Envolvimento x Comprometimento
 
Paulo de tarso
Paulo de tarsoPaulo de tarso
Paulo de tarso
 
John r. w. stott batismo e plenitude do e. santo
John r. w. stott   batismo e plenitude do e. santoJohn r. w. stott   batismo e plenitude do e. santo
John r. w. stott batismo e plenitude do e. santo
 
O papel do cristão
O papel do cristão O papel do cristão
O papel do cristão
 
Aula EBD - Feitos para Boas Obras
Aula EBD - Feitos para Boas ObrasAula EBD - Feitos para Boas Obras
Aula EBD - Feitos para Boas Obras
 
Lição 2 - Compromisso na Comunhão
Lição 2 - Compromisso na ComunhãoLição 2 - Compromisso na Comunhão
Lição 2 - Compromisso na Comunhão
 
Compromisso, fidelidade e honra ao senhor
Compromisso, fidelidade e honra ao senhorCompromisso, fidelidade e honra ao senhor
Compromisso, fidelidade e honra ao senhor
 
Propósito com a obra de Deus.
Propósito com a obra de Deus.Propósito com a obra de Deus.
Propósito com a obra de Deus.
 
Compromisso com Deus comigo
Compromisso com Deus  comigoCompromisso com Deus  comigo
Compromisso com Deus comigo
 
Caráter e principios versus a responsabilidade cristã
Caráter e principios versus a responsabilidade cristãCaráter e principios versus a responsabilidade cristã
Caráter e principios versus a responsabilidade cristã
 
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
É MISSÃO DE TODOS BATIZADOS!
 
Apresentação compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
Apresentação   compromisso, fidelidade e honra ao senhor.Apresentação   compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
Apresentação compromisso, fidelidade e honra ao senhor.
 
21 DESCULPAS QUE AS PESSOAS USAM QUANDO NÃO QUEREM ASSUMIREM UM COMPROMISSO C...
21 DESCULPAS QUE AS PESSOAS USAM QUANDO NÃO QUEREM ASSUMIREM UM COMPROMISSO C...21 DESCULPAS QUE AS PESSOAS USAM QUANDO NÃO QUEREM ASSUMIREM UM COMPROMISSO C...
21 DESCULPAS QUE AS PESSOAS USAM QUANDO NÃO QUEREM ASSUMIREM UM COMPROMISSO C...
 
O Chamado de Deus
O Chamado de DeusO Chamado de Deus
O Chamado de Deus
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
 

Semelhante a Compromisso com deus

Cumprindo as obrigações diante de deus
Cumprindo as obrigações diante de deusCumprindo as obrigações diante de deus
Cumprindo as obrigações diante de deus
Moisés Sampaio
 

Semelhante a Compromisso com deus (20)

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptxCURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DIÁCONOS E PRESBÍTEROS.pptx
 
11 Diferenças entre Trabalho e Ministério
11 Diferenças entre Trabalho e Ministério11 Diferenças entre Trabalho e Ministério
11 Diferenças entre Trabalho e Ministério
 
EBJ - Encontro 08/07/2012
EBJ - Encontro 08/07/2012EBJ - Encontro 08/07/2012
EBJ - Encontro 08/07/2012
 
Dons a serviço do Reino Dons a serviço do Reino
Dons a serviço do Reino Dons a serviço do ReinoDons a serviço do Reino Dons a serviço do Reino
Dons a serviço do Reino Dons a serviço do Reino
 
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptxSERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
 
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptxSERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
SERVIR AO SENHOR COM OS NOSSOS BENS.pptx
 
ministerio videira2.pdf
ministerio videira2.pdfministerio videira2.pdf
ministerio videira2.pdf
 
Lealdade nos Relacionamentos - Tema 08/07/12
Lealdade nos Relacionamentos - Tema 08/07/12Lealdade nos Relacionamentos - Tema 08/07/12
Lealdade nos Relacionamentos - Tema 08/07/12
 
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viverAdorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
 
Treinamento de gc
Treinamento de gcTreinamento de gc
Treinamento de gc
 
10 Características da Igreja que Agrada a Deus continua.pptx
10 Características da Igreja que Agrada a Deus continua.pptx10 Características da Igreja que Agrada a Deus continua.pptx
10 Características da Igreja que Agrada a Deus continua.pptx
 
Livro o discipulado ao Surdo, criado através do uso da língua de Sinais brasi...
Livro o discipulado ao Surdo, criado através do uso da língua de Sinais brasi...Livro o discipulado ao Surdo, criado através do uso da língua de Sinais brasi...
Livro o discipulado ao Surdo, criado através do uso da língua de Sinais brasi...
 
Livro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdosLivro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdos
 
Livrodediscipuladosurdo 150520193821-lva1-app6892
Livrodediscipuladosurdo 150520193821-lva1-app6892Livrodediscipuladosurdo 150520193821-lva1-app6892
Livrodediscipuladosurdo 150520193821-lva1-app6892
 
Meditação na palavra
Meditação na palavraMeditação na palavra
Meditação na palavra
 
ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL
 
Crescendo na vida
Crescendo na vidaCrescendo na vida
Crescendo na vida
 
Estudos estudo-novembro-2012
Estudos estudo-novembro-2012Estudos estudo-novembro-2012
Estudos estudo-novembro-2012
 
Cumprindo as obrigações diante de deus
Cumprindo as obrigações diante de deusCumprindo as obrigações diante de deus
Cumprindo as obrigações diante de deus
 
Do esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à quedaDo esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à queda
 

Mais de Antonio Rodrigues

Apostila teol contemporanea curso
Apostila teol contemporanea  curso Apostila teol contemporanea  curso
Apostila teol contemporanea curso
Antonio Rodrigues
 
Apostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religiãoApostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religião
Antonio Rodrigues
 
Apostila louvor e adoração
Apostila louvor e adoraçãoApostila louvor e adoração
Apostila louvor e adoração
Antonio Rodrigues
 

Mais de Antonio Rodrigues (18)

Vivendo os últimos dias
Vivendo os últimos diasVivendo os últimos dias
Vivendo os últimos dias
 
Firmes na fé
Firmes na féFirmes na fé
Firmes na fé
 
Priorizando o discipulado
Priorizando o discipuladoPriorizando o discipulado
Priorizando o discipulado
 
Vivendo de maneira santa
Vivendo de maneira santaVivendo de maneira santa
Vivendo de maneira santa
 
Liderança santa
Liderança santaLiderança santa
Liderança santa
 
Socorro! quero casar!
Socorro! quero casar!Socorro! quero casar!
Socorro! quero casar!
 
Teologia contemporanea
Teologia contemporaneaTeologia contemporanea
Teologia contemporanea
 
Fiéis à verdade
Fiéis à verdadeFiéis à verdade
Fiéis à verdade
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
 
Curso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismoCurso basico de evangelismo
Curso basico de evangelismo
 
Apostila teol contemporanea curso
Apostila teol contemporanea  curso Apostila teol contemporanea  curso
Apostila teol contemporanea curso
 
Apostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religiãoApostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religião
 
Apostila louvor e adoração
Apostila louvor e adoraçãoApostila louvor e adoração
Apostila louvor e adoração
 
As parabolas do reino
As parabolas do reinoAs parabolas do reino
As parabolas do reino
 
Apostila de bibliologia
Apostila de bibliologiaApostila de bibliologia
Apostila de bibliologia
 
Apostila doutrina dos anjos
Apostila  doutrina dos anjosApostila  doutrina dos anjos
Apostila doutrina dos anjos
 
Estudando a bíblia
Estudando a bíbliaEstudando a bíblia
Estudando a bíblia
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 

Compromisso com deus

  • 1. 2010 COMPROMISSO COM DEUS Antonio R. Feitosa Igreja Evangélica Avivamento Bíblico 14/02/2010
  • 2. COMPROMISSO COM DEUS 1 TEXTO: Êxodo 3.1-4 (NVI) “1 Moisés pastoreava o rebanho de seu sogro Jetro, que era sacerdote de Midiã. Um dia levou o rebanho para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus. 2 Ali o Anjo do Senhor lhe apareceu numa chama de fogo que saía do meio de uma sarça. Moisés viu que, embora a sarça estivesse em chamas, não era consumida pelo fogo. 3 Que impressionante!, pensou. Por que a sarça não se queima? Vou ver isso de perto. 4 O Senhor viu que ele se aproximava para observar. E então, do meio da sarça Deus o chamou: Moisés, Moisés! Eis-me aqui, respondeu ele.” I. OBJETIVO GERAL O objetivo geral deste estudo será auxiliar os crentes a serem: 1. Comprometidos – Entender que sua contribuição particular num ministério pode fazer a diferença no reino com implicações para a eternidade; 2. Frutíferos – Entender mais sobre como Deus o fez ser. II. INTRDUÇÃO O mundo moderno é o mundo dos compromissos. Na área dos negócios, por exemplo, comprometimento é a palavra chave. As empresas querem funcionários, parceiros e prestadores de serviços 100% comprometidos com seu sucesso. Na área pública, não é diferente. O governo precisa que as empresas paguem seus impostos e, de igual modo, que os cidadãos também o façam. Os serviços só podem funcionar se houver esse compromisso. Se entrarmos no terreno afetivo, homens e mulheres dizem que, relacionamentos, mesmo que na prática não se observe isto, só funcionam se tiverem um alto grau de compromisso. Nas relações familiares, psicólogos advertem que, para se criar crianças saudáveis, os pais precisam estar comprometidos. Os pais, por sua vez, dizem que a escola tem de estar comprometida com a educação, pois eles não possuem tempo para educar de forma satisfatória os filhos. Se exige tanto compromisso, em tantas áreas que, quando se chega na igreja e, sobretudo, na relação com Deus, não sobra mais nem um “caco” de compromisso para nada. Vive-se, simplesmente, via de regra, sem compromissos... No entanto antes de se estar comprometidos com Deus é necessário entender o que significa “servir” III. DESENVOLVIMENTO 1. Repensando minha posição de servo Objetivos de servir a) Objetivo de servir - O serviço é uma forma de glorificar e adorar a Deus – I Pe 4.11 O serviço promove a edificação da igreja – Ef 4.11-12 b) Servil – servilismo é servir por tempo limitado e sem amor; c) Servo é para toda vida – serviço ou ministério é servir com amor.
  • 3. COMPROMISSO COM DEUS 2 2. Diferença de postura entre do servo e do servil SERVILISMO SERVIÇO Obrigação Obediência Motivo para servir “eu tenho que fazer isso” “Eu quero fazer isso” Outros vejam Deus veja Preocupado em servir para que... “o que outros vão dizer se eu não “O que Deus vai dizer se eu não fizer” fizer” Não é minha obrigação Eis-me aqui Serve com atitude de... “Devo fazer somente o “Devo ir além de minha necessário” obrigação” Primeiro eu Primeiro Deus Tem uma mentalidade que diz... “o que eu ganho com isso” “Quanto eu glorifico a Deus e edifico a igreja” Orgulho Humildade Serve com espírito de... “Olha o que eu fiz, eu tenho algo Deus fez isso! Deus me usou a contribuir, eu sou especial!!” para tocar a vida de alguém!” Glória pessoal Glória de Deus Os resultados são... “Olhem pra mim” “Estou feliz em servi-lo!” 3. Crente ativo X Crente eficiente Crente Ativo Crente Eficiente a) Crentes que servem sempre que há a) Crentes que servem sempre nas horas e necessidade (topa-tudo) lugares certos b) Muita atividade; pouco resultado. b) Atividades com prazer; muitos resultados. Servir envolve: a) Contribuição individual – O que eu vou fazer b) Contribuição comunitária – Como vou influenciar
  • 4. COMPROMISSO COM DEUS 3 4. Na igreja cada membro deve funcionar em harmonia e interdependência Dependência, independência e Interdependência Dependência Independência Interdependência Um precisa do outro Eu Preciso do outro Eu não preciso do outro Rm 12.5;I Co 12.27 4. Unidade não é igualdade - I Co 12.17-20 a) Deus não nos designou para sermos iguais; b) A unidade não se alcança por ser parecido; c) A unidade se alcança quando temos o mesmo propósito. (glorificar a Deus e edificar os outros) 6. O compromisso Existem duas palavras que são parecidas, porém, com significados diferentes: comprometimento e envolvimento. Com relação à primeira deve-se lembrar que significa um compromisso, uma obrigação ou promessa entre duas pessoas. Uma aliança. Quanto à segunda: ato ou efeito de envolver-se, ou seja, relacionamento (esp. amoroso); caso, aventura. Hoje temos uma geração de envolvidos e pouco comprometidos. Não há maior necessidade em nossos dias do que é, para aqueles que professam ser discípulos do Senhor, decidir e focalizar seus corações em Deus com um compromisso profundo. IV. EM QUE CONSISTE UM VERDADEIRO COMPROMISSO COM DEUS? 1. Compromisso com sua Palavra - Ele espera que aqueles que desejam servi-lo, seja plenamente consciente de se empenhar exclusivamente a Ele. Mt 4.10b - O cristão deve estar consciente de que está numa guerra espiritual contra poderes malignos invisíveis, porém claramente reais (ver Ef6.11,12). 2. Compromisso com a Família – I Tm 5.8 - Os filhos devem ter consciência da sujeição, respeito e submissão que devem a seus pais, além da obediência. Ef 6.2-3 Os pais devem assumir a responsabilidade que lhes foi dada por Deus, de ensinar seus filhos e mostrar-lhes a importância de viver na presença de Deus. (Ef 6.4)
  • 5. COMPROMISSO COM DEUS 4 3. Compromisso com a Sociedade - Deus chamou o homem para ser "sal" e "luz". Mt 5.14 - Sua obrigação é influenciar a sociedade com suas palavras, gestos,ações, atitudes, isto é, seu testemunho; e não influenciá- la, pelo linguajar, pelos conceitos e padrões do mundo. At 1.8 4. Compromisso com a Igreja - Muitas pessoas estão na igreja como meros espectadores. Vão aos cultos, aos trabalhos externos, são alunos da EBD, mas nunca se comprometem de uma forma afetiva, participando com os seus dons e talentos na realização da obra de Deus. Estão para a igreja como alguém que compra o seu ingresso e "assiste" passivamente a tudo o que já está pronto no espetáculo. Lc 7.31-32 V. CORAÇÃO COMPROMETIDO 1. Reconhece que: a) Deus está no trono b) Deus é santo c) Os seres mais exaltados adoram a Deus da maneira mais humilde d) Os seres mais exaltados proclamam quem Deus é e o que Deus faz 2. Tem: a) Uma visão pessoal da sua real condição aos olhos de Deus b) Uma visão de profunda angústia pelo seu pecado c) Uma visão do pecado que o rodeia d) Uma visão da graça perdoadora de Deus 3. Conclusão Quando firma-se um compromisso com Deus é dever seguir em frente e não olhar para trás (Lucas 9:62) - “E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus”. Se juntarmos essas condições básicas ou características juntamente com nosso amor por Cristo, teremos uma só: COMPROMISSO BIBLIOLOGIA  Bíblia NVI – Editora Vida  Bíblia de Estudo Pentecostal – Editora CPAD  Bíblia Online 3.00 – Editora SBB  Bíblia Ilúmina Gold – Editora SBB  The Word Software 3.1.0.995 - © 2003-2010 - Costas Stergiou  Guia do Leitor da Bíblia – Editora CPAD  Site - www.vivos.com.br  Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards – Editora Vida  Site – www.ebdonlie.com.br