Jogos e brincadeiras para desenvolver a lateralidade

101.839 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
30 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
101.839
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
153
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.764
Comentários
1
Gostaram
30
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jogos e brincadeiras para desenvolver a lateralidade

  1. 1. JOGOS E BRINCADEIRAS PARA DESENVOLVER A LATERALIDADELATERALIDADETrabalhar noções de lateralidade Colocar uma criança no centro. Pedir a outra criança que fique à direita dela; outraatrás; outra à frente e outra à esquerda. Batendo palmas, as crianças mudam de posição edizem a sua nova posição. Brincar solicitando que apontem ou levantem as partes do corpo solicitadas.- Identificação de esquerda e direita;- Levantar mão direita; mão esquerda; pé esquerdo; pé direito; mostrar o joelho direito; joelhoesquerdo; mostrar o olho direito; olho esquerdo; orelha esquerda, orelha direita;- mão direita, no pé esquerdo; mão direita no pé direito; mão esquerda no pé esquerdo; mãoesquerda no pé direito;- mão direita no olho esquerdo; mão esquerda no olho direito; mão esquerda no olhoesquerdo; mão direita no olho direito;...Esquema corporal: é o conhecimento que temos do corpo em movimento ou em posiçãoestática, em relação aos objetos e o espaço que o cerca. É através do desenvolvimento doesquema corporal que a criança toma consciência de seu corpo e das possibilidades deexpressar-se por meio desse corpo. Exemplo de atividade: raposa que gostava de comercapim. EstátuaObjetivo: Desenvolver o esquema corporal, capacidade de expressão corporal, criatividade esocializaçãoParte Prática: o professor sugere ou uma roda ou um local mais alto como um palco onde aspessoas possam ver com facilidade o que será feito . Duas crianças serão escolhidas para ir àfrente, as quais serão estátuas, ou seja, não poderão se movimentar. Em seguida dois-a-doisda platéia devem ser chamados para modificar como queiram as duas estátuas. Mímica teatralObjetivo: Desenvolver o esquema corporal, capacidade de expressão corporal, criatividade esocialização.Material: um espaço privado, gravuras e fotografias.Parte Prática: o professor antes de iniciar o jogo deve preparar um material diferente paraescolher pares, por exemplo: separe gravuras, fotografias que têm relação uma com a outratipo um animal e uma floresta, foto de uma criança e de um parque artistas, ou corte asgravuras ao meio . Distribua as gravuras entre os alunos (em número par). Ao sinal, todosterão que achar seus pares. Quando isso acontecer terão que montar um mini-teatro oumímica que expresse o que está na fotografia. Os outros participantes vão tentar descobrir. Aturma que fizer melhor e com maior perfeição será a vencedora.
  2. 2.  João boboOrganizar os alunos em trios e propor a brincadeira do “João Bobo” – Em que um aluno fica nocentro com o corpo rígido deixando-se movimentar para frente e para trás pelos dois colegas. Identificando partes do corpoOrientar, com uma música clássica ao fundo, que os alunos, de olhos fechados, toquem cadaparte do corpo: cabeça, cabelos, rosto, braços, mãos, pernas, pés, barriga etc. Desenhando o colegaCada aluno deitará em uma folha grande de papel pardo do tamanho suficiente para que ocolega contorne o perfil do seu corpo. Todos com seus perfis contornados deverão completar afigura de seu corpo acrescentando detalhes que o identifiquem. EspelhoEscolhem entre si quem primeiro será a imagem e quem será o executor dos movimentos. ConversaConversar de forma informal sobre cada parte do corpo: boca, nariz, orelhas, braços, mãos,tronco, pernas, pés... Para que servem? Deixar que os alunos se expressem livremente,fazendo as devidas colocações e orientações.MúsicasPartes do Corpo:Cabeça, ombro, joelho e pé.Cabeça, ombro, joelho e pé.Olhos, ouvidos, boca e nariz.Cabeça, ombro, joelho e pé.Pop Pop:Coloque a mão para frente,Coloque a mão para o lado,Coloque a mão para frente,Balança ela agoraEu danço pop popEu danço pop popEu danço pop popAssim é bem melhor!(Repetir com todas as partes do corpo possíveis.)Remexo:Ponha a mão na cabeçaPonha a mão na cintura
  3. 3. Dá um abraço no corpoDá um abraço doçuraSai sai sai Oh! Piaba Sai lá da lagoaEquilíbrio Fazer uma linha no chão e pedir para que andem nela; Pular de um pé só sobre a linha; Engatinhar sobre a linha sem tirar as mãos e os joelhos dela; Ficar equilibrado num pé só, e em seguida alternar os pés; Equilíbrio com os olhos fechados; Senso de direção com os olhos fechados; Equilíbrio agachado; Seguir orientação do professor para encontrar um objeto com os olhos vendados; Brincadeira de estátua, permanecendo na posição que o professor orientar; Sentar, deitar e levantar sem se apoiar; Equilibrar a bola na mão direita durante o percurso proposto (trocar a mão na volta); Permanecer na ponta dos pés, enquanto se conta até dez; Levantar e baixar na ponta dos pés; Andar sobre linhas marcadas no chão: retas, quebradas, curvas, sinuosas, círculos, mistas.RITMORitmo é o tempo que demora a repetir-se um qualquer fenômeno repetitivo, mas a palavra énormalmente usada para falar do ritmo quando associado à música, à dança, ou a parte dapoesia, onde designa a variação (explícita ou implícita) da duração de sons com o tempo.Quando se rege por regras, chama-se métrica. O estudo do ritmo, entoação e intensidade dodiscurso chama-se prosódia e é um tópico pertencente à linguística. Na música, todos osinstrumentistas lidam com o ritmo, mas é freqüentemente encarado como o domínio principaldos bateristas e percussionistas.Objetivos:• Desenvolver a capacidade física dos educandos assim como a saúde e a qualidade de vida.• Propiciar a descoberta do próprio corpo e de suas possibilidades de movimento.• Desenvolver o ritmo natural.• Possibilitar o desenvolvimento da criatividade para descoberta do estilo pessoal.• Despertar sentido de cooperação, solidariedade, comunicação, liderança e entrosamentoatravés de trabalho em grupo. Bater palmas no ritmo do professor (rápido, lento, forte, fraco). Bater bola com a mão seguindo o ritmo marcado pelo professor.Jogos de Trabalho com corpo e explorando os sentidos: Caçador de tartarugasOs jogadores dispersam-se pelo pátio: são as tartarugas. Ao sinal, o caçador sai correndo parapegar as tartarugas. Estas evitarão ser apanhadas deitando-se de costas, pernas e braços
  4. 4. encolhidos, imitando tartaruga deitada de costas. Enquanto estiverem nesta posição, nãopoderão ser caçadas. O jogador que for apanhado será eliminado. Jogo das CoresSentados em círculos, os alunos devem aguardar a indicação do professor.Ao indicar uma cor, exemplo: verde – Todos devem sair correndo e tocar em algo da corindicada. Me dá um abraçoOs alunos devem estar distantes um do outro. Ao sinal especificado: Três palminhas dadaspelo professor, por exemplo, todos devem correr e encontrar um amigo para abraçar. Lobos e CarneirinhosFormação: Traçar no chão duas linhas afastadas cerca de 20 metros uma da outra. As criançassão divididas em dois grupos: lobos e Carneirinhos. Cada grupo se coloca atrás de uma linha. Ogrupo dos lobos fica de costas para o grupo dos Carneirinhos.Desenvolvimento: Ao sinal do professor, os Carneirinhos saem a caminhar, o maissilenciosamente possível, em direção aos lobos. Quando estiverem bem próximo deles oprofessor diz: “Cuidado com os lobos”!Estes, então, voltam-se rapidamente em partem emperseguição aos Carneirinhos. Os Carneirinhos apanhados antes de alcançar a linha original (deonde vieram) passam a ser lobos. Na repetição da brincadeira invertem-se os papéis.Sugestão: Antes de proporcionar essa brincadeira, é interessante que se explore o que se sabee se discuta sobre esses animais: Como são? Quem já viu um carneirinho? Quem já viu umlobo? Onde? Quando? Se viu, o que achou do animal? Vamos imitar um lobo? Vamos imitarum carneirinho?O professor deve explorar o tema de acordo com o interesse das crianças. Onça DorminhocaFormação: Formar com os alunos uma roda grande. Cada criança fica dentro de um pequenocírculo desenhado sob os pés, exceto uma que ficará no centro da roda, deitada de olhosfechados. Ela é a Onça dorminhoca.Desenvolvimento: Todos os jogadores andam a vontade, saindo de seus lugares, exceto a onçadorminhoca que continua dormindo. Eles deverão desafiar a onça gritando-lhe: “Onçadorminhoca”! Inesperadamente, a onça acorda e corre para pegar um dos lugares assinaladosno chão. Todas as outras crianças procuram fazer o mesmo. Quem ficar sem lugar será a novaOnça dorminhoca.Sugestão: Proporcionar um estudo sobre a onça, de acordo com o interesse das crianças:Quem já viu uma onça?Aonde? Quando?Como ela é? Como vive? O que come?Quem quer imitá-la?Confeccionar uma máscara de cartolina ou papelão para aquele que fará o papel da onça.Partindo deste estudo, a criança, quando for desenvolver a atividade, criará um personagemseu relativo à brincadeira.
  5. 5.  Corrida do ElefanteFormação: As crianças andam à vontade pelo pátio. Uma delas separada utiliza um braçosegurando com a mão a ponta do nariz e o outro braço passando pelo espaço vazio formadopelo braço. ( Imitando uma tromba de elefante).Desenvolvimento: Ao sinal, o pegador sai a pegar os demais usando somente o braço que estálivre (O outro continua segurando o nariz). Quem for tocado transforma-se também emelefante, logo, em pegador, adotando a mesma posição. Será vencedor o último a ser preso.

×