Atividades de quebra gelo

22.093 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
22.093
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
244
Comentários
1
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividades de quebra gelo

  1. 1. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL ULBRA GRAVATAÍ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Disciplina de Recreação e Lazer ATIVIDADES DE QUEBRA-GELO Situações como esta acontecem no dia-a-dia, as pessoas se vêem, diferentes denós neste momento, e ficam pensando em como é o outro, como é o grupo no qual estãovivenciando uma situação ou iniciando um trabalho, seja ele qual for, onde irão passarmais momento junto. O impacto inicial, chamamos de primeira impressão, em umaatividade de recreação tem que ser muito prazeroso, para que haja prazer e satisfação.No início de um trabalho, independente da área, devemos realizar atividades deintegração, as chamadas “quebra-gelo” para propiciar a integração do grupo, gerandoconhecimento entre as pessoas e um “clima” favorável para o que vai acontecer. Estasatividades devem possibilitar a aproximação das pessoas, proporcionando momentosonde devam conversar, se olhar, observando os principais traços físicos, para depoiscaptar os psicológicos. O toque também é importante, mas deve ser introduzido peloprofessor ou recreador com muita cautela, respeitando os limites que o próprio grupoimpõe. E, por fim recomenda-se também as atividades em grupo, onde um desafio élançado e o objetivo dos grupo é alcançá-lo. Os jogos cooperativos, conteúdo destadisciplina, que será visto mais adiante, funcionam muito bem neste propósito. O que deveser evitado em atividades “quebra-gelo”é a competição, pois pode ocasionar desavençase conseqüente desunião. De acordo com Cavallari e Zacharias (1994) é fundamental na escolha dasatividades a presença de certas atitudes como por exemplo:• os participantes, durante a atividade, deverão ter momentos onde irão se olhar, observando detalhes;• oportunizar para que as pessoas possam trocar informações, idéias, palavras. Um exemplo bem interessante é estimular os participantes a dizerem seus nomes, apelidos;• proporcionar momentos onde os participantes sejam estimulados a realizarem um aperto de mão, um toque de dedos, abraços. Esse contato físico, ajuda a deixar os participantes mais desinibidos;• atividades incluindo todos os participantes, fazendo com que eles façam parte de um mesmo grupo;• é importante que essas atitudes sejam colocadas como simples regras da atividade, e assim, os participantes terão prazer em cumpri-las.Exemplificação de atividades "quebra-gelo":Nó humano: Formam-se dois círculos testa, em cada um, os indivíduos deverão se daras mãos, não podendo dá-las para os colegas que estiverem ao seu lado direito nemesquerdo e não podendo dar as duas mãos a um mesmo colega. No final terão quedesfazer o nó humano, sem soltar as mãos tentando formar o círculo original.Urso: Em círculo testa, sentados em cadeiras, cada aluno deve fazer alguma coisa com ourso de pelúcia (abraçar, dar um beijo, jogar para cima...). Depois que todos o fizeramrevela-se que o que eles fizeram com o urso, deve ser feito com o colega que estiver asua direita.Material: um urso de pelúcia.
  2. 2. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL ULBRA GRAVATAÍ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Disciplina de Recreação e LazerBalões: A brincadeira começa com a limitação de um espaço. Entrega-se um balão paracada participante. Enquanto a música estiver tocando, eles estarão livres para brincarcom os balões. Quando a música parar, os participantes devem colocar as mãos para tráse deixar cair o menor número possível de balões no chão.Material: aparelho de som e CD.Bola de Papel: em círculo testa, um aluno se apresenta com uma bola de papel nasmãos e passa aleatoriamente para um colega que também irá se apresentar e assimsucessivamente até que todos tenham se apresentado. O último a se apresentar deveráfazer o inverso: dizendo o nome do colega que lhe passou a bola e assim por diante, demaneira que todos se conheçam e se desinibam, procurando uma melhor integração.Material: uma bola de papel.Cadeiras: o grupo organiza-se em círculo. Cada um em cima de uma cadeira. Apóssolicita-se que os participantes se posicionem no círculo pelos nomes em ordemalfabética, ou pela data do aniversário (dia e mês), sem que desçam das cadeiras, ouseja passando por elas em pé, pois há um mar de piranhas for a das cadeiras. Destemodo todos vão se conhecendo e sabendo o nome dos outros participantes ou a data deaniversário.Material: uma cadeira por aluno.Nomes: todos os participantes devem subir no banco sueco aleatoriamente, de uma sóvez. Depois que todos estiverem no banco, devem se organizar em ordem alfabética peloprimeiro nome sem descer do banco ou pela ordem do dia do aniversário.Material: um banco sueco.Vende-se: A turma estará organizada em um círculo, e cada colega deverá conversarcom os colegas colocados a sua direita e a sua esquerda, tendo que em seguida servendido pelo colega da esquerda e tentar vender o da direita. A atividade proporciona aintegração e o conhecimento entre os colegas, uma vez que eles irão conversar entre siobtendo informações da vida pessoal de cada um. Para a tarefa de vender o colega,deve-se falar para todos da turma as maiores qualidades, tentando assim convencer queé uma ótima compra.Náufrago: divide-se a turma em 2 grupos e as cadeiras da sala de aula são colocadas emfileira no fundo da sala. O grupo A se dirige para o lugar do grupo B e este vai para olugar do grupo A os grupos não podem descer das cadeiras e um grupo deve ajudar ooutro, passando por cima das cadeiras e as deslocando no espaço sem descer para ochão.Material: uma cadeira por aluno.História: escolhe-se um participante que irá começar a contar uma história. A seguir oseu colega da direita deverá continuá-la e assim sucessivamente até todos terem faladopara a história poder ser encerrada.Se Descobrindo no Toque: os participantes estão dispersos pela sala dançandolivremente. Ao som do professor, irão receber a ordem do “chefe”: dançar bochecha combochecha com o colega da esquerda, joelho com joelho, etc...Material: aparelho de som e cd.
  3. 3. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL ULBRA GRAVATAÍ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Disciplina de Recreação e LazerEstátua: os participantes em círculo testa, formam-se duplas com o colega da direita. Umcomponente da dupla fecha os olhos e o outro faz uma posse. A pessoa que estiver deolhos fechados deverá descobrir a posse do colega através do toque e após , imitá-lo.Depois inverte.Este é o ... : os participantes estão sentados em círculo testa. Um aluno é escolhidoaleatoriamente para se apresentar. O aluno seguinte deverá se apresentar e repetir onome do colega anterior. A situação se repetirá até que o último aluno tenha seapresentado e apresentado todos os seus colegas. É uma atividade cumulativa dememorizar os nomes.Melhores Histórias: os alunos devem localizar um colega com quem ainda não tenhamfalado e contar-lhe um acontecimento bom e outro ruim. Formadas as duplas, tem-se umtempo para o próximo passo que é a união de duas duplas formando um quarteto, ondedevem, como ocorreu no início, fazer a apresentação com seus nomes e histórias. Depoisde contarem as histórias, devem em comum acordo, destacar as melhores. Após, deverãoreunir-se dois quartetos, para elegerem as melhores histórias, e fazerem uma pequena“squett” abordando o tema da melhor e pior história.Descrição das atividades práticas de integração:1)Atividade de apresentaçãoEm círculo, o primeiro (voluntário) se desloca ao centro e diz: oi, meu nome é_________,ao mesmo tempo em que faz um gesto/movimento, seguindo com a atividade pela direitado círculo. Após todos se apresentarem, o primeiro volta a se apresentar, mas como sefosse o colega da sua esquerda ( dizendo o nome e fazendo o gesto/movimento docolega), e assim por diante.2)Cara de bichinhoEm círculo, sentados, os alunos deverão escrever num papel adesivo o nome do seucolega da direita e um bichinho com que este colega mais se parece. Após isso, iniciam-se as revelações, colocando-se os adesivos nas roupas e explicando o porque da escolhado bicho.3)O feitiço vira contra o feiticeiroÀ vontade pela sala os alunos deverão escrever num papel o nome de um colega ( a suaescolha) e uma prenda para este colega cumprir, não esquecendo-se de colocar o seunome. O professor recolhe os papéis, observando se todos estão assinados e após issodiz o nome da brincadeira: “O feitiço vira contra o feiticeiro”, solicitando que os alunossentem-se em círculo e inicia a leitura dos papéis, onde quem solicitou a prenda é quemirá realizá-la.4)Máquina MalucaDispostos à vontade pela sala, os alunos, um por vez, iniciando por um voluntário, irão aocentro para fazer o barulho de uma máquina e um movimento, unindo-se todos por umaparte corporal, e de forma cumulativa de sons e movimentos, até o último se juntar aogrupo.
  4. 4. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL ULBRA GRAVATAÍ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Disciplina de Recreação e Lazer5)Orquestra CooperativaSentados em círculo e descalços, com um voluntário no centro, que será o maestro, osalunos deverão, ao comando do maestro (que irá fazê-lo através de toques na ponta dospés) realizar um som de sua livre escolha que poderá ser continuo ou não, conformecombinado, como se fosse uma orquestra musical.6)Aniversariantes ordenadosOs alunos estarão dispostos um atrás do outro na posição de pé em cima de um bancosueco e após a ordem do professor deverão ordenar-se no banco sem descer do mesmoconforme a data do seu aniversário, na ordem de janeiro à dezembro.7)Máquina HumanaOs alunos serão divididos em grupos de 5 ou 6 elementos e deverão representar umamáquina, com sons e movimentos característicos e apresentar para a turma que deveráadivinhar qual é a máquina.8)Qual é a charada?Um aluno voluntário sai da sala e a turma combina com o professor uma charada que porexemplo será sobre o que se leva à praia e a charada é algo que o colega da esquerdaestá vestindo ou algum de seus pertences. Ao sinal o colega que estava fora pergunta uma um o que vai levar a praia e tenta adivinhar a charada.9)Sorria se você gosta de mim – Sorria se você gosta de mimEm círculo na posição de pé a brincadeira inicia com um aluno voluntário que seposiciona na frente de um colega e com a intenção de fazê-lo sorrir fala (por 3x): Sorria sevocê gosta de mim. O colega tem que responder: Sorria se você gosta de mim. Se estecolega sorrir vai para o centro e juntamente com o primeiro colega continua a brincadeira,e assim por diante.10)A Foto – a) foto de família b) no banheiro c) que cheiro ruim d) ai, que dorOs alunos serão divididos em 4 grupos e deverão representar poses de fotos conforme asolicitação do professor , que poderão ser de: a) foto de família b) no banheiro c) quecheiro ruim d) ai, que dor. Após demonstrarão para o grande grupo que tentará adivinharo motivo da foto.11)Bingo de comidasCada aluno deverá ter um pedaço de papel com um riscado de jogo da velha e em cadaespaço deverá preencher com o nome de um colega e de sua comida preferida, conformeeste escolher. Os colegas não poderão trocar as comidas preferidas conformeentrevistados. Ao final, quando todos tiverem com o seu papel preenchido, o professorpassa uma bola para um colega que fala seu nome e sua comida preferida em voz alta eos colegas que o tiverem entrevistado assinalam seu nome no papel e este colegarepassa a bola para outro e assim por diante. Ganha o jogo quem preencher uma linha nahorizontal ou na vertical primeiro. Como forma alternativa de continuar o jogo pode-severificar quem consegue preencher todos os espaços da folha primeiro.

×