SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
MODELO DE PARECER
DE UMA CRIANÇA COM
   NECESSIDADES
     ESPECIAIS.



       Autora : Simone Helen Drumond
     simone_drumond@hotmail.com
        (92) 8808-2372 / 8813-9525
MODELO DE PARECER DE
            UMA CRIANÇA COM
         NECESSIDADES ESPECIAIS.
                 Autora: Simone Helen Drumond
                 simone-drumond@hotmail.com




                         A criança com Necessidades Especiais
Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
Escola: _________________________________________
Professor (a): ____________________________________
Aluno (a): _______________________________________
Série: ____________________ Turma: _______________

   A validade da educação especial se justifica na certeza
da importância da educação para todos. Assim, para
alguns,    no    caso    ...................................., esta se
desenvolvendo de forma especial, para atender às diferenças
individuais que ela tem.

   A educação de ...............................................consiste em
um trabalho que visa desenvolver as oportunidades para
que ela venha a ser uma pessoa em toda a sua plenitude,
apoiando-se nos recursos da pessoa, mediante a
consideração de suas necessidades e fraquezas, suas forças
e esperanças.
                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
O princípio do desenvolvimento cognitivo
e físico da ........................................está na
capacidade de crescimento do ser humano,
que é ilimitada.

   Crianças com necessidades especiais
são aquelas que, por alguma espécie de
limitação requerem certas modificações ou
adaptações no programa educacional, a fim
de que possam atingir seu potencial
máximo. Essas limitações podem decorrer
de problemas visuais, auditivos, mentais ou
motores,    bem    como     de    condições
ambientais desfavoráveis.

                          A criança com Necessidades Especiais
 Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
Para ........................................................, a
educação torna-se ainda mais necessária, pois
oportuniza que desfrute ao máximo todas as
possibilidades de um ambiente educacional
organizado, aproveitando ainda os benefícios
do convívio com outros colegas.
    Ela não aprende como as outras crianças, e
nesse período conseguiu assimilar: ..................
    ........................................................................
............................................................................
............................................................................

   Ela gosta muito de cantar e já consegue
cantarola enredos completos de uma musica.

                            A criança com Necessidades Especiais
   Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
As           necessidades         educacionais    de
..............................revelam  que    a    mesma
necessita de um estimulo educação especial. Um
acompanhamento de um especialista.

  Esta    parceria FAMILIA x ESCOLA            x
ESPECIALISTA irá ajudar a aluna desenvolver
suas habilidades e projetar competências de
acordo com sua maturação intelectual e física.

   A aluna necessita de um acompanhamento
enquanto ainda é pequena, a realização de um
diagnóstico educacional por uma equipe
interdisciplinar, faz-se necessário, do contrario ela
terá acentuados problemas no seu processo de
desenvolvimentos de habilidades.
                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
Diagnóstico e Classificação da necessidade.

    O                     diagnóstico              educacional
de...............................ira ajudar o (a) educador (a)
que irá trabalhar com ela, pois esse consiste na
utilização de recursos, meios e técnicas para analisar
e avaliar as situações educacionais, os problemas e
as dificuldades, bem como, tomar conhecimento de
suas causas para preveni-las e corrigi-las, quando
possível.

      A família e os educadores de ...........................
e necessitam saber que o diagnóstico tem duas
funções básicas:
   1- Localizar e analisar as causas das dificuldades
da ......................... em todas as áreas das suas
atividades.
   2- Identificar e avaliar as áreas de aprendizagem e
ajustamento, tanto as positivas, quanto as negativas.
                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
São inúmeras as desvantagens e desvios
existentes na classificação de pessoas em
categorias, mas, elas acabam tornando-se
necessárias, principalmente do ponto de vista da
administração do Sistema Educacional.

   Recursos Educacionais Especiais

            É de extrema importância que sejam
consideradas      primeiramente               todas      as
possibilidades de utilização da escola comum,
como um recurso integrado com outras formas de
atendimento que o (a)                aluno (a) tenha
necessidade, mas ................................. necessita
de um diagnostico para que seus educadores
permeiem caminhos coerentes no seu processo
de desenvolvimento de habilidades.
                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
E o que diz a principal Lei da nação quanto à
               Educação Especial?
   A Educação Especial na Lei de Diretrizes e Bases da
Educação Nacional - Lei 9394 de 20 de dezembro de 1996
 Capítulo V - Da Educação Especial- (Artigos 58 ao 60)

   A lei entende como educação especial a
modalidade de educação escolar, oferecida
preferencialmente na rede regular de ensino, para
educandos portadores de necessidades especiais.

   Haverá, quando necessário, serviços de apoio
especializado, na escola regular, para atender às
peculiaridades da clientela de educação especial. O
atendimento educacional será feito em classes,
escolas ou serviços especializados, sempre que, em
função das condições específicas do aluno, não for
possível a sua integração nas classes comuns de
ensino regular.
                          A criança com Necessidades Especiais
 Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
A oferta de educação especial é dever
constitucional do Estado e tem início na faixa etária
de zero a cinco anos, durante a educação infantil,
devendo os sistemas de ensino assegurarem aos
educandos com necessidades especiais, currículos,
professores e outras condições de organização escolar
adequadas     às     necessidades,    inclusive  dos
superdotados.

         Em todo o mundo se iniciou um processo de
reintegração da criança portadora de deficiências ou
distúrbios de aprendizagem na Escola e classes
comuns.

      O nome desse movimento mundial é Educação
Inclusiva, que propõe o atendimento da criança em
classes comuns, garantindo-se as especificidades
necessárias, com um atendimento de um professor
especialista ao professor da classe comum.

                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
O mais importante documento que norteia a
Educação Inclusiva é a Declaração de Salamanca.

      Esta, é ao mesmo tempo, uma Declaração de
Direitos e uma proposta de ação. Surgiu na Conferência
Mundial, patrocinada pela UNESCO em junho de 1994,
em Salamanca, na Espanha.

    Tem como objetivo maior garantir o direito a
todos os alunos, com qualquer grau de deficiência
ou distúrbio de aprendizagem, ao que comumente
chamamos e Educação Comum.

        Os         conteúdos          ministrados nesse    série
................................mostram que, por meio do lúdico,
descrição argumentação dos conteúdos, musica, dança,
jogos, brinquedos educativos e afetivos, modelagem e
vivencias do contexto planejado, as crianças conseguem
desenvolver-se de forma harmoniosa.
                           A criança com Necessidades Especiais
  Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
A família tem papel muito importante no aprendizado, materializando o processo o
                    saber ser, saber fazer e o aprender a aprender.

 Tem boa formação Pessoal e Social                          ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Revela boa formação da identidade e da auto-estima         ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Mostra construção da autonomia nas atividades              ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Tem bom movimento e educação psicomotora                   ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Possui conhecimento e cuidados corporais                   ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Revela boa criação de vínculos                             ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Retrata bom conhecimento do Mundo                          ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Tem boa linguagem oral e escrita                           ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Expõe saberes infantis em Natureza e sociedade             ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Tem assimilado os conteúdos de Matemática                  ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Artes Visuais - revela habilidade nesse aspecto            ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX
 Gosta de participar das situações com musica Música        ( )PM     ( )S     ( )NO      ( )AV     ( )ED   ( )EX


      Legenda avaliativa do processo de desenvolvimento do educando.
 PM   Precisa Melhorar nesse aspecto                   NO   Não observado esse aspecto
 S    Sim, revela saberes nesse aspecto                AV   Às vezes participa ativamente do processo
 ED   Em desenvolvimento nesse aspecto                 EX   Excelente Participação no processo


    Assinatura dos responsáveis _____________________________________________________________________
    Data __________________________________________________________________________________________
    Observações __________________________________________________________________________________
    ______________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________

                            A criança com Necessidades Especiais
   Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1SimoneHelenDrumond
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestreAraceli Kleemann
 
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitadoParecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitadoSimoneHelenDrumond
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
260 adaptacçoes curriculares para autistas.
260 adaptacçoes curriculares para autistas.260 adaptacçoes curriculares para autistas.
260 adaptacçoes curriculares para autistas.SimoneHelenDrumond
 
Parecer escolar de uma aluna reprovada
Parecer escolar de uma aluna reprovadaParecer escolar de uma aluna reprovada
Parecer escolar de uma aluna reprovadaSimoneHelenDrumond
 
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educaçãoSimoneHelenDrumond
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individualstraraposa
 
Caderno Pedagogico Autismo
Caderno Pedagogico AutismoCaderno Pedagogico Autismo
Caderno Pedagogico AutismoSarah Olliver
 
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumond
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumondProjeto páscoa cmei2009 s imone drumond
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumondSimoneHelenDrumond
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesSimoneHelenDrumond
 
Plano aula matematica
Plano aula matematicaPlano aula matematica
Plano aula matematicaivanetesantos
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaSimoneHelenDrumond
 
Relatorio conselho tutelar denilson e jacson
Relatorio conselho tutelar denilson e jacsonRelatorio conselho tutelar denilson e jacson
Relatorio conselho tutelar denilson e jacsonRaquel Becker
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observaçãoArte Tecnologia
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Debora Silva
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Isa ...
 

Mais procurados (20)

Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
 
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitadoParecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
260 adaptacçoes curriculares para autistas.
260 adaptacçoes curriculares para autistas.260 adaptacçoes curriculares para autistas.
260 adaptacçoes curriculares para autistas.
 
Parecer escolar de uma aluna reprovada
Parecer escolar de uma aluna reprovadaParecer escolar de uma aluna reprovada
Parecer escolar de uma aluna reprovada
 
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
81 planejamento brincando a aprendendo com a matemática autismo e educação
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individual
 
Caderno Pedagogico Autismo
Caderno Pedagogico AutismoCaderno Pedagogico Autismo
Caderno Pedagogico Autismo
 
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumond
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumondProjeto páscoa cmei2009 s imone drumond
Projeto páscoa cmei2009 s imone drumond
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 
Plano aula matematica
Plano aula matematicaPlano aula matematica
Plano aula matematica
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
 
Relatorio conselho tutelar denilson e jacson
Relatorio conselho tutelar denilson e jacsonRelatorio conselho tutelar denilson e jacson
Relatorio conselho tutelar denilson e jacson
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42
 

Destaque

Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilMelissa Oliveira
 
Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Victor Said
 
Desenvolvimento emocional
Desenvolvimento emocionalDesenvolvimento emocional
Desenvolvimento emocionalmayarafn
 
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarO desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarWagner Luiz Garcia Teodoro
 
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAISINCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIStiago.ufc
 
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópia
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópiaModalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópia
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópiaELOI DE OLIVEIRA BATISTA
 
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane munizPortfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane munizfamiliaestagio
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilMeire Moura
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertidoermelinda mestre
 
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática Vyeyra Santos
 
Portfólio luciana andrade
Portfólio luciana andradePortfólio luciana andrade
Portfólio luciana andradefamiliaestagio
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silvapaulasilva80
 
Portfolio adaptação curricular
Portfolio adaptação curricularPortfolio adaptação curricular
Portfolio adaptação curricularJuvenal Alves
 

Destaque (20)

Orientações sobre avaliação do aluno da Educação Especial
Orientações sobre avaliação do aluno da Educação EspecialOrientações sobre avaliação do aluno da Educação Especial
Orientações sobre avaliação do aluno da Educação Especial
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
 
Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Desenvolvimento emocional
Desenvolvimento emocionalDesenvolvimento emocional
Desenvolvimento emocional
 
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarO desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
 
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAISINCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS
INCLUSÃO DOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS
 
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópia
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópiaModalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópia
Modalidades avaliativas pareceres descritivos-2013 - cópia
 
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane munizPortfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantil
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido
 
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática
Relatório de Estágio Supervisionado IV em Matemática
 
modelo relatório
modelo relatóriomodelo relatório
modelo relatório
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
 
Portfólio luciana andrade
Portfólio luciana andradePortfólio luciana andrade
Portfólio luciana andrade
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
 
Planificação novembro
Planificação novembroPlanificação novembro
Planificação novembro
 
A rotina de um autista
A rotina de um autistaA rotina de um autista
A rotina de um autista
 
Portfolio adaptação curricular
Portfolio adaptação curricularPortfolio adaptação curricular
Portfolio adaptação curricular
 

Semelhante a Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.

28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.1228 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12SimoneHelenDrumond
 
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.1228 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12SimoneHelenDrumond
 
Saberes e práticas da inclusão dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...
Saberes e práticas da inclusão   dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...Saberes e práticas da inclusão   dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...
Saberes e práticas da inclusão dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...Rosane Domingues
 
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Rosane Domingues
 
Autismo dificuldades acentuadas de aprendizagem
Autismo   dificuldades acentuadas de aprendizagemAutismo   dificuldades acentuadas de aprendizagem
Autismo dificuldades acentuadas de aprendizagemRosane Domingues
 
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Rosane Domingues
 
Projeto integrador - Educação Especial.
Projeto integrador - Educação Especial.Projeto integrador - Educação Especial.
Projeto integrador - Educação Especial.Stefanie Rodrigues
 
Sexualidade simone helen drumond
Sexualidade simone helen  drumondSexualidade simone helen  drumond
Sexualidade simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃO
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃOAUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃO
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃOCaminhos do Autismo
 
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolar
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolarAltas habilidades superdotação e a inclusão escolar
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolarSimoneHelenDrumond
 
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",..."O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...Desafios da Educação
 
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...Veronica Cruz
 
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusão
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusãoEducação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusão
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusãoadrianamnf13
 
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)SimoneHelenDrumond
 
Deficiência múltipla
Deficiência múltiplaDeficiência múltipla
Deficiência múltiplaVeronica Cruz
 
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagem
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de AprendizagemSaberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagem
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagemasustecnologia
 

Semelhante a Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais. (20)

28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.1228 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
 
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.1228 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
28 atividades com o alfabeto para autistas 1.12
 
Mec autismo
Mec autismoMec autismo
Mec autismo
 
Saberes e práticas da inclusão dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...
Saberes e práticas da inclusão   dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...Saberes e práticas da inclusão   dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...
Saberes e práticas da inclusão dificuldades acentuadas de aprendizagem - au...
 
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
 
Autismo dificuldades acentuadas de aprendizagem
Autismo   dificuldades acentuadas de aprendizagemAutismo   dificuldades acentuadas de aprendizagem
Autismo dificuldades acentuadas de aprendizagem
 
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
Saberes e Práticas da Inclusão - Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem - Au...
 
Projeto integrador - Educação Especial.
Projeto integrador - Educação Especial.Projeto integrador - Educação Especial.
Projeto integrador - Educação Especial.
 
Sexualidade simone helen drumond
Sexualidade simone helen  drumondSexualidade simone helen  drumond
Sexualidade simone helen drumond
 
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃO
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃOAUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃO
AUTISMO - SABERES E PRÁTICAS DA INCLUSÃO
 
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolar
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolarAltas habilidades superdotação e a inclusão escolar
Altas habilidades superdotação e a inclusão escolar
 
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",..."O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...
"O desafio da personalização do ensino em massa e o movimento Re-generation",...
 
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...
Dificuldades acentuadas de aprendizagem ou limitações no processo de desenvol...
 
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusão
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusãoEducação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusão
Educação especial -_saberes_e_práticas_da_inclusão
 
Mec autismo
Mec autismoMec autismo
Mec autismo
 
26 autismo planejamento
26 autismo planejamento26 autismo planejamento
26 autismo planejamento
 
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)
PANEJAMENTO PARA PESSOAS AUTISTAS (ESCOLA E CLINICA)
 
Deficiência múltipla
Deficiência múltiplaDeficiência múltipla
Deficiência múltipla
 
Dificuldadesdeaprendizagem
DificuldadesdeaprendizagemDificuldadesdeaprendizagem
Dificuldadesdeaprendizagem
 
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagem
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de AprendizagemSaberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagem
Saberes e Praticas da Inclusão - Dificuldades de Aprendizagem
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfSimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Último

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 

Último (20)

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 

Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.

  • 1. MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Autora : Simone Helen Drumond simone_drumond@hotmail.com (92) 8808-2372 / 8813-9525
  • 2. MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Autora: Simone Helen Drumond simone-drumond@hotmail.com A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 3. Escola: _________________________________________ Professor (a): ____________________________________ Aluno (a): _______________________________________ Série: ____________________ Turma: _______________ A validade da educação especial se justifica na certeza da importância da educação para todos. Assim, para alguns, no caso ...................................., esta se desenvolvendo de forma especial, para atender às diferenças individuais que ela tem. A educação de ...............................................consiste em um trabalho que visa desenvolver as oportunidades para que ela venha a ser uma pessoa em toda a sua plenitude, apoiando-se nos recursos da pessoa, mediante a consideração de suas necessidades e fraquezas, suas forças e esperanças. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 4. O princípio do desenvolvimento cognitivo e físico da ........................................está na capacidade de crescimento do ser humano, que é ilimitada. Crianças com necessidades especiais são aquelas que, por alguma espécie de limitação requerem certas modificações ou adaptações no programa educacional, a fim de que possam atingir seu potencial máximo. Essas limitações podem decorrer de problemas visuais, auditivos, mentais ou motores, bem como de condições ambientais desfavoráveis. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 5. Para ........................................................, a educação torna-se ainda mais necessária, pois oportuniza que desfrute ao máximo todas as possibilidades de um ambiente educacional organizado, aproveitando ainda os benefícios do convívio com outros colegas. Ela não aprende como as outras crianças, e nesse período conseguiu assimilar: .................. ........................................................................ ............................................................................ ............................................................................ Ela gosta muito de cantar e já consegue cantarola enredos completos de uma musica. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 6. As necessidades educacionais de ..............................revelam que a mesma necessita de um estimulo educação especial. Um acompanhamento de um especialista. Esta parceria FAMILIA x ESCOLA x ESPECIALISTA irá ajudar a aluna desenvolver suas habilidades e projetar competências de acordo com sua maturação intelectual e física. A aluna necessita de um acompanhamento enquanto ainda é pequena, a realização de um diagnóstico educacional por uma equipe interdisciplinar, faz-se necessário, do contrario ela terá acentuados problemas no seu processo de desenvolvimentos de habilidades. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 7. Diagnóstico e Classificação da necessidade. O diagnóstico educacional de...............................ira ajudar o (a) educador (a) que irá trabalhar com ela, pois esse consiste na utilização de recursos, meios e técnicas para analisar e avaliar as situações educacionais, os problemas e as dificuldades, bem como, tomar conhecimento de suas causas para preveni-las e corrigi-las, quando possível. A família e os educadores de ........................... e necessitam saber que o diagnóstico tem duas funções básicas: 1- Localizar e analisar as causas das dificuldades da ......................... em todas as áreas das suas atividades. 2- Identificar e avaliar as áreas de aprendizagem e ajustamento, tanto as positivas, quanto as negativas. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 8. São inúmeras as desvantagens e desvios existentes na classificação de pessoas em categorias, mas, elas acabam tornando-se necessárias, principalmente do ponto de vista da administração do Sistema Educacional. Recursos Educacionais Especiais É de extrema importância que sejam consideradas primeiramente todas as possibilidades de utilização da escola comum, como um recurso integrado com outras formas de atendimento que o (a) aluno (a) tenha necessidade, mas ................................. necessita de um diagnostico para que seus educadores permeiem caminhos coerentes no seu processo de desenvolvimento de habilidades. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 9. E o que diz a principal Lei da nação quanto à Educação Especial? A Educação Especial na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei 9394 de 20 de dezembro de 1996 Capítulo V - Da Educação Especial- (Artigos 58 ao 60) A lei entende como educação especial a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos portadores de necessidades especiais. Haverá, quando necessário, serviços de apoio especializado, na escola regular, para atender às peculiaridades da clientela de educação especial. O atendimento educacional será feito em classes, escolas ou serviços especializados, sempre que, em função das condições específicas do aluno, não for possível a sua integração nas classes comuns de ensino regular. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 10. A oferta de educação especial é dever constitucional do Estado e tem início na faixa etária de zero a cinco anos, durante a educação infantil, devendo os sistemas de ensino assegurarem aos educandos com necessidades especiais, currículos, professores e outras condições de organização escolar adequadas às necessidades, inclusive dos superdotados. Em todo o mundo se iniciou um processo de reintegração da criança portadora de deficiências ou distúrbios de aprendizagem na Escola e classes comuns. O nome desse movimento mundial é Educação Inclusiva, que propõe o atendimento da criança em classes comuns, garantindo-se as especificidades necessárias, com um atendimento de um professor especialista ao professor da classe comum. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 11. O mais importante documento que norteia a Educação Inclusiva é a Declaração de Salamanca. Esta, é ao mesmo tempo, uma Declaração de Direitos e uma proposta de ação. Surgiu na Conferência Mundial, patrocinada pela UNESCO em junho de 1994, em Salamanca, na Espanha. Tem como objetivo maior garantir o direito a todos os alunos, com qualquer grau de deficiência ou distúrbio de aprendizagem, ao que comumente chamamos e Educação Comum. Os conteúdos ministrados nesse série ................................mostram que, por meio do lúdico, descrição argumentação dos conteúdos, musica, dança, jogos, brinquedos educativos e afetivos, modelagem e vivencias do contexto planejado, as crianças conseguem desenvolver-se de forma harmoniosa. A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com
  • 12. A família tem papel muito importante no aprendizado, materializando o processo o saber ser, saber fazer e o aprender a aprender. Tem boa formação Pessoal e Social ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Revela boa formação da identidade e da auto-estima ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Mostra construção da autonomia nas atividades ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Tem bom movimento e educação psicomotora ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Possui conhecimento e cuidados corporais ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Revela boa criação de vínculos ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Retrata bom conhecimento do Mundo ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Tem boa linguagem oral e escrita ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Expõe saberes infantis em Natureza e sociedade ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Tem assimilado os conteúdos de Matemática ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Artes Visuais - revela habilidade nesse aspecto ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Gosta de participar das situações com musica Música ( )PM ( )S ( )NO ( )AV ( )ED ( )EX Legenda avaliativa do processo de desenvolvimento do educando. PM Precisa Melhorar nesse aspecto NO Não observado esse aspecto S Sim, revela saberes nesse aspecto AV Às vezes participa ativamente do processo ED Em desenvolvimento nesse aspecto EX Excelente Participação no processo Assinatura dos responsáveis _____________________________________________________________________ Data __________________________________________________________________________________________ Observações __________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________ A criança com Necessidades Especiais Autora : Simone Helen Drumond (92) 8808-2372 / 8813-9525 - simone_drumond@hotmail.com