SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
E              D              I            Ç              Ã              O                          V              E              R              Ã              O                          2             0            0             9


                                                               o
                         FAMÍLIa Silva 
                           GRALHA AZUL
                          GRALHA AZUL
   BOLETIM MENSAL - No. 25 - SETEMBRO - 2012 - SOCIEDADE BRASILEIRA DE MÉDICOS ESCRITORES - SOBRAMES - PR




                SOCIEDADE	
  BRASILEIRA	
  DE	
  MÉDICOS	
  ESCRITORES	
  (SOBRAMES)	
  -­‐	
  EDITAL	
  DE	
  CONVOCAÇÃO	
  ASSEMBLÉIA	
  GERAL	
  ORDINÁRIA	
  (AGO)	
  

O	
   Presidente	
   da	
   SOCIEDADE	
   BRASILEIRA	
  DE	
   MÉDICOS	
  ESCRITORES	
  (SOBRAMES),	
   DR.	
   MARCO	
  AURÉLIO	
  BAGGIO,	
   no	
  uso	
  de	
   suas	
  atribuições	
  conferidas	
  
pelo	
  Inciso	
  II	
  do	
  Art.	
  31,	
   combinado	
  com	
   o	
  Art.	
  22,	
  &&	
   1º	
   e	
   2º;	
  Art.	
   23,	
   Incisos	
  I	
  a	
   V	
   e	
   &&	
   2º	
  e	
  3º;	
  Art.	
  43	
  e	
   seu	
   Parágrafo	
  Único	
   do	
  ESTATUTO	
   SOCIAL	
  
DA	
   SOBRAMES	
   CONVOCA	
   a	
   todos	
   os	
   membros	
  Qtulares,	
   acadêmicos	
  e	
   colaboradores,	
   através	
  dos	
   PRESIDENTES	
  DAS	
   REGIONAIS,	
   para	
   a	
   ASSEMBLÉIA	
  
GERAL	
   ORDINÁRIA	
   (AGO),	
   a	
   se	
   realizar	
   durante	
   o	
   XXIV	
   Congresso	
  Nacional	
   da	
   Sobrames,	
   no	
  dia	
   13	
  (treze)	
   de	
   Outubro,	
   de	
   2012,	
   no	
   Salão	
   Nobre	
   do	
  
Bourbon	
  CuriQba	
   ConvenQon	
  Hotel,	
   Rua	
  Candido	
  Lopes,	
   102,	
   Centro,	
   CEP:	
  80020-­‐060	
   –	
   CuriQba-­‐PR, a	
   fim	
  de	
  deliberarem	
  em	
   primeira	
  convocação	
  às	
  
12:00	
   (doze)	
   horas,	
   com	
   quorum	
   da	
   metade	
   mais	
   um	
   dos	
   membros	
   em	
  dia	
   com	
   suas	
   obrigações	
   nas	
  suas	
  Regionais	
   e,	
   em	
   segunda	
   convocação,	
   30	
  
(trinta)	
  minutos	
  após,	
  com	
  qualquer	
  número	
  de	
  membros	
  presentes,	
  obedecendo	
  a	
  PAUTA:	
  	
  	
  	
  

I	
  –	
   Ler	
   e	
   deliberar	
  sobre	
   a	
  Ata	
  da	
  AGO	
  anterior;	
  II	
  -­‐	
   Exposição	
  do	
  Balanço	
  Geral	
   e	
   o	
  Parecer	
   do	
  Conselho	
  Fiscal	
   para	
   exame	
   e	
   aprovação	
  do	
  relatório	
  de	
  
aQvidades	
   relaQvo	
   ao	
   exercício	
   biênio	
   2011/2012;	
   III	
   -­‐	
   Eleger	
   e	
   Empossar	
   os	
   novos	
   membros	
   da	
   Diretoria	
   e	
   do	
   Conselho	
   Fiscal	
   para	
   o	
   Biênio	
  
2013/2014;	
  V	
  –	
  Votar	
  a	
  sede	
  do	
  próximo	
  Congresso	
  e	
  demais	
  eventos;	
  VI	
  -­‐	
  Apreciar	
  e	
  deliberar	
  sobre	
  outros	
  assuntos	
  da	
  competência	
  da	
  AGO.	
  	
  	
  	
  

	
  	
  	
  	
  Belo	
  Horizonte,	
  23	
  de	
  agosto	
  de	
  2012.	
  	
  	
  Dr.	
  Marco	
  Aurélio	
  Baggio	
  	
  Presidente	
  da	
  SOBRAMES
CENTE
NÁRIO                                                       &
Nelson Falcão Rodrigues                                                HELENA KOLODY


                                                  Nasceu em Cruz Machado no Paraná em 12 de
Nasceu em Recife em 23 de agosto de 1912          outubro de 1912 e faleceu em Curitiba em 15 de
e faleceu no Rio de Janeiro em 21 de              fevereiro de 2004. Seus pais nasceram na
dezembro de1980. Foi um importante                Galícia Oriental, Ucrânia, mas se conheceram no
jornalista e escritor brasileiro, e tido como o   Brasil, onde se casaram em janeiro de 1912.
mais influente dramaturgo do Brasil.              Passou a maior parte da infância em Três Barras.
                                                  Foi professora do ensino médio e inspetora de
Nascido no Recife, Pernambuco, mudou-se
                                                  escola pública. De 1928 a 1931, cursa a Escola
em 1916 para a cidade do Rio de Janeiro.
                                                  Normal Secundária (atual Instituto de Educação
Quando maior, trabalhou no jornal A Manhã,
                                                  do Paraná). Consta que foi a primeira mulher a
de propriedade de seu pai. Foi repórter
                                                  publicar hai-kais no Brasil (1941). Foi admirada
policial durante longos anos, de onde
                                                  por poetas como Carlos Drummond de Andrade
acumulou uma vasta experiência para
                                                  e Paulo Leminski, sendo que, com esse último,
escrever suas peças a respeito da sociedade.      teve uma grande relação de amizade. A partir
Sua primeira peça foi A Mulher sem Pecado,        de 1985, quando recebe o Diploma de Mérito
que lhe deu os primeiros sinais de prestígio      Literário da Prefeitura de Curitiba, a sua obra
dentro do cenário teatral. O sucesso mesmo        passou a ter grande repercussão no seu estado e
veio com Vestido de Noiva, que trazia, em         no restante do País. Em 1988, é criado o
matéria de teatro, uma renovação nunca            importante Concurso Nacional de Poesia Helena
vista nos palcos brasileiros. A consagração       Kolody", realizado anualmente pela Secretaria da

se seguiria com vários outros sucessos,           Cultura do Paraná. Em 1989, o Museu da

transformando-o no grande representante           Imagem e do Som do Paraná grava e publica um

da literatura teatral do seu tempo, apesar de     seu depoimento. Em 1991, é eleita para a
                                                  Academia Paranaense de Letras. Em 1992, o
suas peças serem tachadas muitas vezes
                                                  cineasta Sylvio Back faz filme "A Babel de Luz"
como obscenas e imorais. Em 1962,
                                                  em homenageia aos seus 80 anos, tendo
começou a escrever crônicas esportivas,
                                                  recebido o prêmio de melhor curta e melhor
deixando transparecer toda a sua paixão por
                                                  montagem, do 25° Festival de Brasília. E, 2003,
futebol. Veio a falecer em 1980, no Rio de
                                                  recebe o título de "Doutora Honoris Causa" pela
Janeiro.
                                                  Universidade Federal do Paraná.



BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012
EDITORIAL DA REVISTA DO MÉDICO RESIDENTE DO CRM PARANÁ

                                                   João Carlos Simões

                   é fundador e editor científico da Revista do Médico Residente do CRM Paraná;

                   membro emérito da Sociedade Brasileira de Cancerologia,

                              ex-presidente da Regional do Paraná da Sociedade Brasileira de Médicos
Escritores.

 “Não se pode imaginar um futuro para a humanidade sem educadores, como não se pode pensar
num futuro sem poetas e filósofos. Os educadores, numa visão emancipadora, não só transformam a
informação em conhecimento e em consciência crítica, mas também formam pessoas.”

(Moacir Gadotti)


 Estamos vivendo um momento delicado de perplexidades, incoerência política e de violência em
vários aspectos da Medicina, da educação médica e da saúde no Brasil.

 A maioria dos estudantes dos cursos de Medicina está alienada e desmotivada. Não tem aulas
práticas, nem examinam os pacientes. O Internato não é mais treinamento em serviço! Os
estudantes não gostam de extensão nos ambulatórios da periferia das cidades. Não se interessam
por pesquisa. Nem a escola lhes proporciona pesquisa. Querem só o diploma no final do curso.

Os médicos residentes trabalham intensamente e a grande maioria não tem um programa de
treinamento em serviço apropriado. Muitos não têm supervisão adequada e os preceptores são
incompetentes. Os médicos residentes não reivindicam nada em relação aos seus programas
inadequados e que não seguem as competências e diretrizes da Comissão Nacional de Residência
Médica. Querem, apenas, o título de especialista no final da residência.

Os profissionais médicos estão abúlicos, amímicos e atímicos. Os médicos estão em processo de
desagregação, são autofágicos e vibram as suas línguas como espadas uns contra os outros e,
desrespeitosamente, até contra os seus mestres e entidades de classe. O governo, por outro lado,
aumentou, inconsequentemente, em 2.500 vagas de alguns cursos de Medicina com a pretensão de
que haja uma distribuição equânime dos médicos no território nacional. Servirá apenas para insuflar
mais e mais os profissionais nos grandes centros urbanos. Não fixará o médico no seio da população
e nas periferias das grandes cidades – que é um problema tão grave quanto a falta de médicos em
mais de 500 municípios no País.

O modelo de saúde atual no País é um triângulo autofágico composto pelo paciente, as fontes
pagadoras e os prestadores de serviço, que se distanciam progressivamente e que levará a um
colapso futuramente. Vivemos um verdadeiro “apartheid”

médico que é mostrado todos os dias pelos programas

jornalísticos da televisão.

Qual a saída? A reflexão crítica não basta, como também

não basta a prática sem a reflexão sobre ela. Seremos

prisioneiros dos processos econômicos, das políticas

delirantes do governo federal, da violência social e

das palavras, ou reabilitaremos o pragmatismo da ética

e do humanismo na Medicina contemporânea.

Depende só de nós.

 BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012
Caruaru e seus cognomes
                                                 Valéria Barbalho (valeriageni@gmail.com)

      Minha cidade, Caruaru, a mais importante do Agrste de Pernambuco, está
aniversariando em 18 de maio. Sabendo que, desde a sua fundação ela também é
conhecida por diversos cognomes, para homenageá-la decidi por relembrá-los.

      Quando o Capitão José Rodrigues da Cruz, em 1781, filiou a igreja da Fazenda do
Caruru ao Curato de São José dos Bezerros, o povo apelidou a fazenda deCaruru dos
Bezerros, surgindo, tempos depois, o Caruaru dos Bezerros. Em 1800, depois que esta
fazenda tornou-se povoado e o mesmo Capitão construiu a Capela da Conceição, o lugar
ficou conhecido como Terra de Zé Rodrigues. Município, em 1849, com sua Câmara
Municipal dominada pelos Vieira de Melo, surgiu o apelido Caruaru dos Vieiras.

       Em fevereiro de 1857, ainda vila, chamaram-na de Terra dos Urus. Nesse mesmo
ano, a imprensa recifense passou a apelidá-la de Torrãozinho de Açúcar ou Torrãozinho.
Fundadores do Clube do Cupim, de Recife, em homenagem a um dos colegas, o importante
caruaruense Alfredo Pinto Vieira de Melo, que sempre exaltava sua terra natal em seus
discursos, passaram a chamá-la de Terra de Alfredo Pinto.

      Cidade das Gameleiras; Cidade Serrana; Princesa dos Sertões ou do Sertão;Cidade
Princesa e Cidade das Festas foram os apelidos dados pelos funcionários da Estrada de
Ferro Central de Pernambuco, que no final do século XIX, lá se instalaram. Em 1904, época
do todo poderoso Coronel Neco Porto, seus fãs, chamaram Caruaru de Cidade do Porto, até
descobrirem que essa já existia em Portugal. Mudaram, então, para Portópolis, mas não
vingou. Em 1909, Dr. Porto Carreiro, agradando-se do seu clima, chamou-a dePetrópolis
Pernambucana.

       Devido ao elevado índice de mortalidade infantil, em 1914, o então chefe do
Comissariado de Higiene Municipal de Caruaru, Sr. Afonso Ligório Veloso, tachou a cidade
com o triste cognome, embora, na época, verdadeiro, deCemitério das Crianças. Pérola
Sertaneja foi como o Dr. Antônio Austregésilo a chamou. Quando o coronel Leocádio Porto
foi prefeito, Caruaru viveu um alegre período de festas, daí o maestro Ernani Braga chamá-
la de O Céu ouCidade Céu.

      Foi o jornalista Godofredo de Medeiros quem inventou o poético Cidade dos Avelozes
Esmeraldinos. Em 1941, o engenheiro caruaruense Gercino de Pontes criou o expressivo
Capital do Agreste, apelido este que foi popularizado pelo governador Agamenom
Magalhães que assim se referia à cidade. Logo após, surgiu o Princesa do Agreste. O
antológico Capital do Forró foi imortalizado pela bela música de Jorge de Altinho e Lindolfo
Rocha.

       Em 1961, o caruaruólatra Nelson Barbalho, batizou seu lugar de País de Caruaru,
publicando, inclusive, um livro com esse título. Por Cidade das Feirasé como muitos a
conhece. Para enaltecer seus filhos ilustres, também nos referimos à cidade como: Terra de
Major Sinval; de Vitalino; de Álvaro Lins; de José Condé, entre tantos. Outros apelidos
devem existir.

       Nossa, acho que Caruaru é a Capital dos Cognomes!


EXPEDIENTE: Editor Responsável e Presidente Sobrames Paraná: Sérgio Pitaki ;Vice-Presidentes: Fahed Daher e
Sonia Braga; Secretários: Paulo Maurício Piá de Adrade e Maurício Norberto Friedrich; Tesoureiros: Maria Fernanda
Caboclo Ribeiro e Edival Perrini. contacto: sergiopitaki@gmail.com , fones:41-30131133; 41-99691233




 BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012                                             4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAV
REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAVREVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAV
REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAVRaphael Galante
 
Pagina 12
Pagina 12Pagina 12
Pagina 12josy145
 
Ano I nº1 junho 2008
Ano I nº1 junho 2008Ano I nº1 junho 2008
Ano I nº1 junho 2008AMACLERJ
 
Jornal Sul das Gerais - edição 76
Jornal Sul das Gerais - edição 76Jornal Sul das Gerais - edição 76
Jornal Sul das Gerais - edição 76Pedro Cotrim
 
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009Marcos Gimenes Salun
 
Grupo Corpo: Dimensões do Amor
Grupo Corpo: Dimensões do AmorGrupo Corpo: Dimensões do Amor
Grupo Corpo: Dimensões do AmorJuliana Ravelli
 
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do cariri
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do caririReportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do cariri
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do caririRaquel Alves
 
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadores
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadoresÀ Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadores
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadoresJamildo Melo
 

Mais procurados (16)

000767622
000767622000767622
000767622
 
Suplemento cultural apm set2013
Suplemento cultural apm set2013Suplemento cultural apm set2013
Suplemento cultural apm set2013
 
REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAV
REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAVREVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAV
REVISTA SHOW ROOM - ASSOBRAV
 
Pagina 12
Pagina 12Pagina 12
Pagina 12
 
Ano I nº1 junho 2008
Ano I nº1 junho 2008Ano I nº1 junho 2008
Ano I nº1 junho 2008
 
Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8Jornal escola viva 8
Jornal escola viva 8
 
Jornal Sul das Gerais - edição 76
Jornal Sul das Gerais - edição 76Jornal Sul das Gerais - edição 76
Jornal Sul das Gerais - edição 76
 
Sobre Terras e gentes
Sobre Terras e gentesSobre Terras e gentes
Sobre Terras e gentes
 
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009
O Bandeirante - n.203 - Outubro de 2009
 
Jornal escola viva 6
Jornal escola viva 6Jornal escola viva 6
Jornal escola viva 6
 
Grupo Corpo: Dimensões do Amor
Grupo Corpo: Dimensões do AmorGrupo Corpo: Dimensões do Amor
Grupo Corpo: Dimensões do Amor
 
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do cariri
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do caririReportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do cariri
Reportagem oficial sobre o cenário do heavy metal na região do cariri
 
Bandeirante 102012
Bandeirante 102012Bandeirante 102012
Bandeirante 102012
 
O Foco 153 Pdf
O Foco 153 PdfO Foco 153 Pdf
O Foco 153 Pdf
 
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadores
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadoresÀ Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadores
À Comissão executiva nacional do partido dos trabalhadores
 
19 Baixa
19 Baixa19 Baixa
19 Baixa
 

Destaque

Memoria_Ecoturismo
Memoria_EcoturismoMemoria_Ecoturismo
Memoria_Ecoturismokmiiar
 
Presentacion confiteca 97 2003
Presentacion confiteca 97 2003Presentacion confiteca 97 2003
Presentacion confiteca 97 2003pguman
 
Home Solar System Must Know Tips
Home Solar System Must Know TipsHome Solar System Must Know Tips
Home Solar System Must Know Tipscashtextsbiz
 

Destaque (7)

Sor maría
Sor maríaSor maría
Sor maría
 
Memoria_Ecoturismo
Memoria_EcoturismoMemoria_Ecoturismo
Memoria_Ecoturismo
 
Coca En Una Hora
Coca En Una HoraCoca En Una Hora
Coca En Una Hora
 
Presentacion confiteca 97 2003
Presentacion confiteca 97 2003Presentacion confiteca 97 2003
Presentacion confiteca 97 2003
 
Home Solar System Must Know Tips
Home Solar System Must Know TipsHome Solar System Must Know Tips
Home Solar System Must Know Tips
 
Planicel
PlanicelPlanicel
Planicel
 
Home Solar System
Home Solar SystemHome Solar System
Home Solar System
 

Semelhante a AGO SOBRAMES 2012

Gralha azul no. 23 julho 2012
Gralha azul no. 23   julho 2012Gralha azul no. 23   julho 2012
Gralha azul no. 23 julho 2012Sérgio Pitaki
 
Jb news informativo nr. 1068
Jb news   informativo nr. 1068Jb news   informativo nr. 1068
Jb news informativo nr. 1068JBNews
 
Jb news informativo nr. 1.069
Jb news   informativo nr. 1.069Jb news   informativo nr. 1.069
Jb news informativo nr. 1.069Informativojbnews
 
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013Sérgio Pitaki
 
Gralha azul no. 39 outubro - 2013 web
Gralha azul no. 39   outubro - 2013 webGralha azul no. 39   outubro - 2013 web
Gralha azul no. 39 outubro - 2013 webSérgio Pitaki
 
Carlos drummond de andrade biografia
Carlos drummond de andrade biografiaCarlos drummond de andrade biografia
Carlos drummond de andrade biografiaLuzia Gabriele
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaguestdb7cec
 
Emprodutividade, a Bahia é primeira do Nordeste
Emprodutividade, a Bahia é primeira do NordesteEmprodutividade, a Bahia é primeira do Nordeste
Emprodutividade, a Bahia é primeira do NordesteRanieri Muricy Barreto
 
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011Sérgio Pitaki
 

Semelhante a AGO SOBRAMES 2012 (20)

Gralha azul no. 23 julho 2012
Gralha azul no. 23   julho 2012Gralha azul no. 23   julho 2012
Gralha azul no. 23 julho 2012
 
Jb news informativo nr. 1068
Jb news   informativo nr. 1068Jb news   informativo nr. 1068
Jb news informativo nr. 1068
 
Jb news informativo nr. 1.069
Jb news   informativo nr. 1.069Jb news   informativo nr. 1.069
Jb news informativo nr. 1.069
 
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013
GRALHA AZUL No. 40 - NOVEMBRO 2013
 
Tp 24032014
Tp 24032014Tp 24032014
Tp 24032014
 
Cremilda medina
Cremilda medinaCremilda medina
Cremilda medina
 
Gralha azul no. 39 outubro - 2013 web
Gralha azul no. 39   outubro - 2013 webGralha azul no. 39   outubro - 2013 web
Gralha azul no. 39 outubro - 2013 web
 
Carlos drummond de andrade biografia
Carlos drummond de andrade biografiaCarlos drummond de andrade biografia
Carlos drummond de andrade biografia
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Emprodutividade, a Bahia é primeira do Nordeste
Emprodutividade, a Bahia é primeira do NordesteEmprodutividade, a Bahia é primeira do Nordeste
Emprodutividade, a Bahia é primeira do Nordeste
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Apresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativaApresentação1 atividade avaliativa
Apresentação1 atividade avaliativa
 
Anais X Jornada 2009
Anais X Jornada 2009Anais X Jornada 2009
Anais X Jornada 2009
 
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011
Gralha Azul No. 7 - Sobrames Paraná - Janeiro 2011
 

Mais de Sérgio Pitaki

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxSérgio Pitaki
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019Sérgio Pitaki
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁSérgio Pitaki
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENSérgio Pitaki
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019Sérgio Pitaki
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Sérgio Pitaki
 
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017Sérgio Pitaki
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017Sérgio Pitaki
 

Mais de Sérgio Pitaki (20)

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
 
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
 

Último

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

AGO SOBRAMES 2012

  • 1. E D I Ç Ã O V E R Ã O 2 0 0 9 o FAMÍLIa Silva  GRALHA AZUL GRALHA AZUL BOLETIM MENSAL - No. 25 - SETEMBRO - 2012 - SOCIEDADE BRASILEIRA DE MÉDICOS ESCRITORES - SOBRAMES - PR SOCIEDADE  BRASILEIRA  DE  MÉDICOS  ESCRITORES  (SOBRAMES)  -­‐  EDITAL  DE  CONVOCAÇÃO  ASSEMBLÉIA  GERAL  ORDINÁRIA  (AGO)   O   Presidente   da   SOCIEDADE   BRASILEIRA  DE   MÉDICOS  ESCRITORES  (SOBRAMES),   DR.   MARCO  AURÉLIO  BAGGIO,   no  uso  de   suas  atribuições  conferidas   pelo  Inciso  II  do  Art.  31,   combinado  com   o  Art.  22,  &&   1º   e   2º;  Art.   23,   Incisos  I  a   V   e   &&   2º  e  3º;  Art.  43  e   seu   Parágrafo  Único   do  ESTATUTO   SOCIAL   DA   SOBRAMES   CONVOCA   a   todos   os   membros  Qtulares,   acadêmicos  e   colaboradores,   através  dos   PRESIDENTES  DAS   REGIONAIS,   para   a   ASSEMBLÉIA   GERAL   ORDINÁRIA   (AGO),   a   se   realizar   durante   o   XXIV   Congresso  Nacional   da   Sobrames,   no  dia   13  (treze)   de   Outubro,   de   2012,   no   Salão   Nobre   do   Bourbon  CuriQba   ConvenQon  Hotel,   Rua  Candido  Lopes,   102,   Centro,   CEP:  80020-­‐060   –   CuriQba-­‐PR, a   fim  de  deliberarem  em   primeira  convocação  às   12:00   (doze)   horas,   com   quorum   da   metade   mais   um   dos   membros   em  dia   com   suas   obrigações   nas  suas  Regionais   e,   em   segunda   convocação,   30   (trinta)  minutos  após,  com  qualquer  número  de  membros  presentes,  obedecendo  a  PAUTA:         I  –   Ler   e   deliberar  sobre   a  Ata  da  AGO  anterior;  II  -­‐   Exposição  do  Balanço  Geral   e   o  Parecer   do  Conselho  Fiscal   para   exame   e   aprovação  do  relatório  de   aQvidades   relaQvo   ao   exercício   biênio   2011/2012;   III   -­‐   Eleger   e   Empossar   os   novos   membros   da   Diretoria   e   do   Conselho   Fiscal   para   o   Biênio   2013/2014;  V  –  Votar  a  sede  do  próximo  Congresso  e  demais  eventos;  VI  -­‐  Apreciar  e  deliberar  sobre  outros  assuntos  da  competência  da  AGO.                Belo  Horizonte,  23  de  agosto  de  2012.      Dr.  Marco  Aurélio  Baggio    Presidente  da  SOBRAMES
  • 2. CENTE NÁRIO & Nelson Falcão Rodrigues HELENA KOLODY Nasceu em Cruz Machado no Paraná em 12 de Nasceu em Recife em 23 de agosto de 1912 outubro de 1912 e faleceu em Curitiba em 15 de e faleceu no Rio de Janeiro em 21 de fevereiro de 2004. Seus pais nasceram na dezembro de1980. Foi um importante Galícia Oriental, Ucrânia, mas se conheceram no jornalista e escritor brasileiro, e tido como o Brasil, onde se casaram em janeiro de 1912. mais influente dramaturgo do Brasil. Passou a maior parte da infância em Três Barras. Foi professora do ensino médio e inspetora de Nascido no Recife, Pernambuco, mudou-se escola pública. De 1928 a 1931, cursa a Escola em 1916 para a cidade do Rio de Janeiro. Normal Secundária (atual Instituto de Educação Quando maior, trabalhou no jornal A Manhã, do Paraná). Consta que foi a primeira mulher a de propriedade de seu pai. Foi repórter publicar hai-kais no Brasil (1941). Foi admirada policial durante longos anos, de onde por poetas como Carlos Drummond de Andrade acumulou uma vasta experiência para e Paulo Leminski, sendo que, com esse último, escrever suas peças a respeito da sociedade. teve uma grande relação de amizade. A partir Sua primeira peça foi A Mulher sem Pecado, de 1985, quando recebe o Diploma de Mérito que lhe deu os primeiros sinais de prestígio Literário da Prefeitura de Curitiba, a sua obra dentro do cenário teatral. O sucesso mesmo passou a ter grande repercussão no seu estado e veio com Vestido de Noiva, que trazia, em no restante do País. Em 1988, é criado o matéria de teatro, uma renovação nunca importante Concurso Nacional de Poesia Helena vista nos palcos brasileiros. A consagração Kolody", realizado anualmente pela Secretaria da se seguiria com vários outros sucessos, Cultura do Paraná. Em 1989, o Museu da transformando-o no grande representante Imagem e do Som do Paraná grava e publica um da literatura teatral do seu tempo, apesar de seu depoimento. Em 1991, é eleita para a Academia Paranaense de Letras. Em 1992, o suas peças serem tachadas muitas vezes cineasta Sylvio Back faz filme "A Babel de Luz" como obscenas e imorais. Em 1962, em homenageia aos seus 80 anos, tendo começou a escrever crônicas esportivas, recebido o prêmio de melhor curta e melhor deixando transparecer toda a sua paixão por montagem, do 25° Festival de Brasília. E, 2003, futebol. Veio a falecer em 1980, no Rio de recebe o título de "Doutora Honoris Causa" pela Janeiro. Universidade Federal do Paraná. BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012
  • 3. EDITORIAL DA REVISTA DO MÉDICO RESIDENTE DO CRM PARANÁ João Carlos Simões é fundador e editor científico da Revista do Médico Residente do CRM Paraná; membro emérito da Sociedade Brasileira de Cancerologia, ex-presidente da Regional do Paraná da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores. “Não se pode imaginar um futuro para a humanidade sem educadores, como não se pode pensar num futuro sem poetas e filósofos. Os educadores, numa visão emancipadora, não só transformam a informação em conhecimento e em consciência crítica, mas também formam pessoas.” (Moacir Gadotti) Estamos vivendo um momento delicado de perplexidades, incoerência política e de violência em vários aspectos da Medicina, da educação médica e da saúde no Brasil. A maioria dos estudantes dos cursos de Medicina está alienada e desmotivada. Não tem aulas práticas, nem examinam os pacientes. O Internato não é mais treinamento em serviço! Os estudantes não gostam de extensão nos ambulatórios da periferia das cidades. Não se interessam por pesquisa. Nem a escola lhes proporciona pesquisa. Querem só o diploma no final do curso. Os médicos residentes trabalham intensamente e a grande maioria não tem um programa de treinamento em serviço apropriado. Muitos não têm supervisão adequada e os preceptores são incompetentes. Os médicos residentes não reivindicam nada em relação aos seus programas inadequados e que não seguem as competências e diretrizes da Comissão Nacional de Residência Médica. Querem, apenas, o título de especialista no final da residência. Os profissionais médicos estão abúlicos, amímicos e atímicos. Os médicos estão em processo de desagregação, são autofágicos e vibram as suas línguas como espadas uns contra os outros e, desrespeitosamente, até contra os seus mestres e entidades de classe. O governo, por outro lado, aumentou, inconsequentemente, em 2.500 vagas de alguns cursos de Medicina com a pretensão de que haja uma distribuição equânime dos médicos no território nacional. Servirá apenas para insuflar mais e mais os profissionais nos grandes centros urbanos. Não fixará o médico no seio da população e nas periferias das grandes cidades – que é um problema tão grave quanto a falta de médicos em mais de 500 municípios no País. O modelo de saúde atual no País é um triângulo autofágico composto pelo paciente, as fontes pagadoras e os prestadores de serviço, que se distanciam progressivamente e que levará a um colapso futuramente. Vivemos um verdadeiro “apartheid” médico que é mostrado todos os dias pelos programas jornalísticos da televisão. Qual a saída? A reflexão crítica não basta, como também não basta a prática sem a reflexão sobre ela. Seremos prisioneiros dos processos econômicos, das políticas delirantes do governo federal, da violência social e das palavras, ou reabilitaremos o pragmatismo da ética e do humanismo na Medicina contemporânea. Depende só de nós. BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012
  • 4. Caruaru e seus cognomes Valéria Barbalho (valeriageni@gmail.com) Minha cidade, Caruaru, a mais importante do Agrste de Pernambuco, está aniversariando em 18 de maio. Sabendo que, desde a sua fundação ela também é conhecida por diversos cognomes, para homenageá-la decidi por relembrá-los. Quando o Capitão José Rodrigues da Cruz, em 1781, filiou a igreja da Fazenda do Caruru ao Curato de São José dos Bezerros, o povo apelidou a fazenda deCaruru dos Bezerros, surgindo, tempos depois, o Caruaru dos Bezerros. Em 1800, depois que esta fazenda tornou-se povoado e o mesmo Capitão construiu a Capela da Conceição, o lugar ficou conhecido como Terra de Zé Rodrigues. Município, em 1849, com sua Câmara Municipal dominada pelos Vieira de Melo, surgiu o apelido Caruaru dos Vieiras. Em fevereiro de 1857, ainda vila, chamaram-na de Terra dos Urus. Nesse mesmo ano, a imprensa recifense passou a apelidá-la de Torrãozinho de Açúcar ou Torrãozinho. Fundadores do Clube do Cupim, de Recife, em homenagem a um dos colegas, o importante caruaruense Alfredo Pinto Vieira de Melo, que sempre exaltava sua terra natal em seus discursos, passaram a chamá-la de Terra de Alfredo Pinto. Cidade das Gameleiras; Cidade Serrana; Princesa dos Sertões ou do Sertão;Cidade Princesa e Cidade das Festas foram os apelidos dados pelos funcionários da Estrada de Ferro Central de Pernambuco, que no final do século XIX, lá se instalaram. Em 1904, época do todo poderoso Coronel Neco Porto, seus fãs, chamaram Caruaru de Cidade do Porto, até descobrirem que essa já existia em Portugal. Mudaram, então, para Portópolis, mas não vingou. Em 1909, Dr. Porto Carreiro, agradando-se do seu clima, chamou-a dePetrópolis Pernambucana. Devido ao elevado índice de mortalidade infantil, em 1914, o então chefe do Comissariado de Higiene Municipal de Caruaru, Sr. Afonso Ligório Veloso, tachou a cidade com o triste cognome, embora, na época, verdadeiro, deCemitério das Crianças. Pérola Sertaneja foi como o Dr. Antônio Austregésilo a chamou. Quando o coronel Leocádio Porto foi prefeito, Caruaru viveu um alegre período de festas, daí o maestro Ernani Braga chamá- la de O Céu ouCidade Céu. Foi o jornalista Godofredo de Medeiros quem inventou o poético Cidade dos Avelozes Esmeraldinos. Em 1941, o engenheiro caruaruense Gercino de Pontes criou o expressivo Capital do Agreste, apelido este que foi popularizado pelo governador Agamenom Magalhães que assim se referia à cidade. Logo após, surgiu o Princesa do Agreste. O antológico Capital do Forró foi imortalizado pela bela música de Jorge de Altinho e Lindolfo Rocha. Em 1961, o caruaruólatra Nelson Barbalho, batizou seu lugar de País de Caruaru, publicando, inclusive, um livro com esse título. Por Cidade das Feirasé como muitos a conhece. Para enaltecer seus filhos ilustres, também nos referimos à cidade como: Terra de Major Sinval; de Vitalino; de Álvaro Lins; de José Condé, entre tantos. Outros apelidos devem existir. Nossa, acho que Caruaru é a Capital dos Cognomes! EXPEDIENTE: Editor Responsável e Presidente Sobrames Paraná: Sérgio Pitaki ;Vice-Presidentes: Fahed Daher e Sonia Braga; Secretários: Paulo Maurício Piá de Adrade e Maurício Norberto Friedrich; Tesoureiros: Maria Fernanda Caboclo Ribeiro e Edival Perrini. contacto: sergiopitaki@gmail.com , fones:41-30131133; 41-99691233 BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 25 - SETEMBRO - 2012 4