Distribuição Gratuita e Circulação Dirigida para Público Pré-selecionado - MAIO de 2014 - Circulação: Magé/RJ.
Ano I - XI ...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 02
50 ANOS DEDICADOS ÀS LETRA,
EDUCAÇÃO E CULTURA.
TRISTEZA
Que triste sina ...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 03
MOMENTO REFLEXÃO
O que você espera do amanhã?
O que você está fazendo pa...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 04
Excursões da Carminha
Para maiores informações:
2631-0858 ou 9-9317-1922
...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 05
QUALIDADE E BOM PREÇO
UMBANDA E CANDOMBLÉ
FLORA
YEMANJÁ
ARTIGOS RELIGIOS...
Página 06 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.
O Jornal No Compasso de Magé e seus patrocinadores
parabenizam todas as ...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 07
O equilíbrio mantenedor do
espaço cósmico, composto por
insondáveis corp...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 08
TEMOS ERVAS FRESCAS.
Desde a mais remota época da história da
civilização...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 9
Meus irmãos, por questão de justi-
ça, parabenizo nesta coluna os fun-
ci...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 10
Datas Comemorativas e Feriados.
MAIO 2014
01 · Dia Mundial do Trabalho
(F...
Orquestra Aquarius e MPB na comemoração dos
160 anos da primeira Estrada de Ferro do Brasil
Página 11JORNAL NO COMPASSO DE...
Página 12 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.
No início da colonização do Bra-
sil (século XVI), não havia no
Brasil t...
Página 13JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.
34º BPM em Ação.
Policiais Militares do 34° BPM , na
noite de sexta-feira...
Página 14 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.
WWW.MARCELOIMOBILIARIA.COM.BR
2631-3537
2631-3539
AV. ROBERTO SILVEIRA, ...
Página 15JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.
66ª DP no Combate a Criminalidade
Policiais civis lotados na 66ª Delega-
...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2013.Página 16
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal no compasso de magé edição maio 2014

541 visualizações

Publicada em

Está é mais uma edição do Jornal no Compasso de Magé, que visa trazer informação a todo povo Mageense.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal no compasso de magé edição maio 2014

  1. 1. Distribuição Gratuita e Circulação Dirigida para Público Pré-selecionado - MAIO de 2014 - Circulação: Magé/RJ. Ano I - XI Edição - MAIO 2014. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ 2631-0624 Por DEUS, pela PÁTRIA e pela FAMÍLIA. MEUSIRMÃOSMAGEENSES pg 12 facebook/jornalnocompassodemage nocompassodemage.blogspot.com twitter/compassodemage Dedicamos esta capa a todas as mamães. Parabéns pelo seu dia. A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.A-PDF.com to remove the watermark
  2. 2. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 02 50 ANOS DEDICADOS ÀS LETRA, EDUCAÇÃO E CULTURA. TRISTEZA Que triste sina a minha neste amor Por um homem repleto de ciúmes; E nesta descoberta de terror, Somava com tristeza meus queixumes. E meu sonho desfeito me entristece E a afronta inesperada, o desafio... Deixando minha casa co’o estresse De retorna à casa do meu tio. E aquele amor bonito desmorona Pelas intrigas de quem o queria. Descontrolado e violento ele abona Com ação praticada em vilania. Comovida eu os via destruindo Minha família, pois tínhamos filhos. O amor e o casamento já ruindo Neste tão pouco tempo, já sem brilhos. Tão grande o sofrimento me aniquila E ainda se quisesse não podia, Ficar longe dos filhos intranquila, Sem meus filhos viver não poderia! São Luís – MA, 14 de maio de 1964 Primeira poesia guardada, escrita em um caderno. Biobibliografia Benedita Azevedo (Benedita Silva de Azevedo) Filha de Euzébio Alberto da Silva e Rosenda Matos da Silva. Nas- ceu a 10 de maio de 1944, na cidade de Itapecuru-Mirim-MA. Morou em São Paulo, Santa Catarina e está radicada no Rio de Janeiro desde janeiro 1987. Recebeu o título de cidadã Mageense em 2003. Educadora, poeta, escritora, PROFESSORA BENEDITA haicaísta e ativista cultural. Formada em Letras, especialista em Educação e pós-graduada em Linguística. I. MEMBRO EFETIVO 1.Presidente da Academia Pan-Americana de Letras e Artes, 2010-2012; 2. Presidente-Fundadora da ACLAM; Academia de Ciências, Letras e Artes de Magé; 3. Diretora Cultural do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais, ImBrasCI/RJ 4. Academia Brasileira de Estudos e pesquisas Literárias/RJ; 5. Academia Mageense de Letras – Vice- -Presidente, 2005-2006; 6. Membro fundador da Academia de Letras e Artes Lusófonas-ACLAL; 7. Patronesse da Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores; 8. Poetas Del Mundo - Cônsul de Magé/ RJ 9. Centro de Literatura do Forte de Copacabana/RJ 10. União Brasileira de Trovadores, sessão RJ; 11. Grêmio Haicai Ipê-SP; 12. Sociedade Brasileira dos Poetas Aldravianistas – SBPA, Mariana-MG; 13. Membro do Portal CEN, Cá Estamos Nós – Portugal; 14. Portal BVEC - Portugal; 15. Sócia do Sindicato dos Escritores do Estado do Rio de Janeiro. II. MEMBRO CORRESPONDENTE 16. Real Academia de Letras de Porto Alegre 17. Divine Academie Française des arts Lettres et Culture/França 18. Correspondente Honorário – Universidade LusófonadeHumanidades e Tecnologia/Portugal 19.AcademiaPortuguesadeEX-LÌBRIS/ Portugal III. MEMBRO HONORÁRIO 20. Real Academia de Letras de Porto Alegre-Ordem da Confraria dos Poetas/ RS-Cônsul Honorífico de Magé/RJ 21. Academia de Letras, Artes e Ciência Brasil (ALACIL) – Mariana-MG 22.AssociaçãodePoetasAldravianistas– Mariana - MG 23. Academia de Letras e Artes de Castro/Acre 24. Academia Internacional de Heráldica/Portugal 25. Tertúlia Rafael Bordalo Pinheiro/ Portugal IV. DELEGADA 26. Associação Profissional de Poetas do Rio de Janeiro (APPERJ) 27. Clube de Escritores de Piracicaba/SP. V. PREMIAÇÃO (no Mundo do haicai) a). 1º lugar: 17º Encontro Brasileiro de haicai, Grêmio Haicai Ipê/SP, novembro/2005; b). 4º lugar Concurso de Haicais do 28º Festival das Estrelas-Tanabata Matsuri/ SP/2006 c). 4º e 9º lugares, na 1ª edição do Concurso Nacional de Haicai Caminho das Águas,Santos/SP/ 2006 d). 4º lugar na 2ª edição do Concurso Nacional de Haicai Caminho das Águas, Santos/SP/ 2007 e). Menção Honrosa no 27º Concurso Literário Yoshio Takemoto de haicai/ SP/2008 f). Menção Honrosa no 1º Concurso Nacional de Haicai Nempuku Sato, Curitiba/PR/2008 g). 4º lugar na 4ª edição do Concurso Nacional de Haicai Caminho das Águas, Santos/SP/2009 h). 1º lugar - Concurso Nacional de Haicai Caminho das Águas,Santos/ SP/2011 VI. PREMIAÇÃO (Outras Áreas) 1.Diploma e a Medalha “Henrique Valadares” Rio de Janeiro/2008 2. Diploma e a Medalha Recompensa à Mulher na Maçonaria Fluminense/ RL/2008 3. Prêmio Personalidade de Destaque na Literatura, 8º Fórum Cultural da Baixada Fluminense/2009 4. X Prêmio Cultura Nacional- Talento Literário 2010-Re. A. L. Ordem da Confraria dos Poetas/RS 5. Rumor das ondas-haicai recebeu da Câmara do livro a classificação de “Livro medalha de ouro 2010” 6. Medalha de Mérito Cultura “Austregésilo de Athayde, outorgada pelaALAP/RJ/2011 7. Título de “Dama Grã-Cruz” Real Academia de Letras-Prêmio Jucá Santos, Natal/outubro de 2011 8. XI Prêmio Cultura Nacional-Ordem da Confraria dos Poetas-Brasil, Porto Alegre/RS/2011 9. Comenda Arcádia Real, Ordem da Confraria dos Poetas-Brasil/RS/2012 10. Título de Cônsul Honorífico, Real Academia de Letras, Porto Alegre- -RS/2012 11. Recebeu as Altas Insígnias da Divine Academie Française des arts Lettres et Culture/2012 12. Medalha Jorge Amado, pelos 6 anos de fundação do ImBrasCI, do qual é Membro Fundador/RJ/2012 13. XII Prêmio Cultura Nacional-Ordem da Confraria do Poetas-Brasil/2012. 14. XIII Prêmio Cultura Nacional-Ordem da Confraria do Poetas-Brasil/2013. 15. Seu livro “Pedras no Caminho” recebeu da Câmara do livro a classifi- cação “Livro Medalha de Ouro 2012” (ABEPL-RJ) OBRAS INDIVIDUAIS 01. Marista, 60 anos a serviço da comunidade maranhense (1985); 02. Voltando a viver (2000); 03. Trajetória (2001); 04. Shena e Hércules (infantil-2002); 05.Odia-a-diadeumaprofessora(2004), 06.NasTrilhasdoHaicai–poesia(2004). 07. Fatalidades da Vida (2006), 08. Canto de Sabiá – Haikai (2006), 09. Praia do Anil – Haikai (2006). 10. Gotas de Orvalho – Haikai (2007) 11. Novo Desafio – Impresso (2008) 12 Silêncio da tarde: haicai (2010) 13 Rumor das ondas: haicai (2010) 14- Pedras no Caminho – contos (2012) 15- Bússola da Vida – Crônicas (2012) 16- Trilhas e Veredas, Contos e Causos (2013) 17- Sem Hora Marcada, Cordel (2013) 18- Sonho, Miragem ou Realidade, Poemas e Glosas (2013) 19- Sonetos, Sonetilhos, Aldravias e Trovas (2013) 20- Noções Elementares de versificação (2014) no prelo 21. O Segredo – Romance (2014) no prelo 22- Maldições, Amores e Crenças (Em parceria com Demétrio Sena (2011) Continua na próxima edição www.beneditaazevedo.com benedita_azevedo@yahoo.com.br
  3. 3. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 03 MOMENTO REFLEXÃO O que você espera do amanhã? O que você está fazendo para alcançar o que você espera do amanhã. É importante para você falar de seus objetivos para o amanhã a alguém, ou é mais importante ficar calado e agir para alcançar tal objetivo, O que você acredita que os outros farão a teu favor se contares a eles sobre teus objetivos? Você acredita que alguém possa atrapalhar os teus planos se você contar? Se sim porque o faz? Se não, porque o faz? Como é que você sabe se esta agindo a seu favor? É porque está agindo de tal forma? Quem você acha que gostaria que você ganhasse numa loteria e não ele? Você gostaria de ficar rico por qual motivo? Você acredita que se ficar rico vai ajudar as pessoas para que não sofram? E que vão ficar felizes porque você as ajudou? Você acredita que um grande prêmio lotérico possa melhorar a tua vida? Porque você joga na loteria para ficar rico ao invés de pedir a Deus a riqueza? Se você gosta tanto de ter as pessoas que tem a teu lado, porque então quer ficar rico, sabendo que muitos não aceitarão mudar suas vidas e você não será mais a mesma pessoa que era e com isto muitos se afastaram ou você se afastará delas. Um dos maiores problemas que terá que enfrentar o novo milionário será ajudar aos outros e sofrer criticas por ter ajudado a alguém a que outro alguém não queria a você ajudasse. O homem rico se sujeita as vaidades pelo dinheiro que tem, o pobre se sujeita ao dinheiro do rico por suas necessidades, mas o homem sensato trabalha com amor ao que faz e tem fé na recompensa. A maioria dos que querem ganhar fortuna em prêmios, não o querem semente pelo valor do prêmio, mas principalmente para se verem livres da humilhação e das incertezas do amanhã. Mensagem escrita pelo saudoso e mestre Natan Felipe Holmes Burchtein, falecido em 22/12/2012. Preserve a Natureza.
  4. 4. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 04 Excursões da Carminha Para maiores informações: 2631-0858 ou 9-9317-1922 Carminha. Aproveite e faça logo sua reserva. * Espera Feliz (MG) * São Lourenço (MG) * Carangola (MG) O menor preço, conforto e Segurança. Venha conhecer: No dia 20 de abril de 2014, por volta das 16h40min a Patamo I composta pelos Policiais Mi- litares SGT Cabral, CB Mello e CB Cláudio e SD Bruno após receber informação do 2º SGT Guilherme do 26° BPM dizen- do que na Rua Luiz Gama n° 120 no bairro Lagoa - Magé, se encontrava um elemento de vulgo "Zefe" e que após soube chamar-se Josefe Conrado da Costa traficando, e ao chega- rem no local juntamente com a Supervisão de Oficial, Sr Asp. PM Diogo e SD PM Gilcilei e RP "A" fora feito o cerco na ci- tada residência; e aparentemen- te encontrava-se vazia e com as janelas e portas fechadas, onde a Srª Cleidemar Soliva da Cos- ta se aproximou dos policiais informando que a proprieda- de era de sua família e que seu irmão Josefe, morava na mes- ma e que ao chamá-lo abriu a porta e na presença de sua irmã franqueoua entrada; estando em seu interior a menor Diana Manhães Pereira que segundo Jesefe era sua namorada. Após busca e uma minuciosa revista no interior da residência logrou êxito em localizar uma sacola plástica onde estava condicio- nado, após contagem, 1.262 in- vólucros plásticos contendo pó branco que após exame na 59ª DP comprovou ser 888,9 gra- mas de Cloridrato de Cocaína, que procedeu à 62ª DP sendo que a menor fora acompanha- da por seu pai, o Srº Claudinei Pereira, onde após apreciação do Delegado o acusado fora in- curso no artigo 33 e 35 da Lei 11.343/2006 e artigo 14 da Lei 10.826/2003 (Porte de Muni- ção de calibre permitido), por ter sido encontrada (01) uma munição de calibre 380 intacta no interior da gaveta da cômo- da do seu quarto, conforme RO nº 02213/62DP/2014 e BOPM nº 0621737, ficando o acusado acautelado em perfeitas condi- ções físicas. Parabenizamos os policiais pelo sucesso desta ocorrência, que se fez possível pelo profis- sionalismo e comprometimen- to dos mesmos. Policiaisdo34BPMapreendem1.262papelotes de Cocaína no Bairro Lagoa em Magé. Espaço publicitário reservado a anunciantes que querem prosperar em seus negócios. Ligue: 98834-2238 / 2631-0624 EXPEDIENTE JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ EDILEUZA ALVES EDITORA DE JORNAIS CNPJ: 17.997.692/0001-97 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 240860 EDITOR RESPONSÁVEL: FERNANDO HOLMES BURCHTEIN EDITOR DE JORNAIS CNPJ: 18.158.932/0001-22 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 241199 END: RUA ALBANO, 902 IMPERADOR MAUÁ MAGÉ TEL: 2631-0624 / 98834-2238 Email: jornalnocompassodemage@gmail.com ASSESSORIA JURÍDICA: DR. JORGE DA S. NEVES JÚNIOR - OAB/RJ Nº 141.158 DRª. MARIA TEREZA FERREIRA DA SILVA - OAB/RJ Nº 134.089 DRª. MARY LUCY LOPES FERREIRA - OAB/RJ Nº 167.806 DR. SERGIO MOREIRA DA SILVA - OAB/RJ Nº 33.458 COLABORADORES: DR. JOSÉ GOMES SOBRINHO DA SILVA “AMIGO ZÉ” EVERALDO TEIXEIRA JORNALISTA JR. SOBRINHO L.S. SOUZA - MANUTENÇÃO DE ELEVADORES As matérias vinculadas nesta mídia não refletem necessariamente a opnião deste jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. TELEFONES ÚTEIS Agência Nacional de Saúde 0800-61-1997 Ampla 0800 280 0120 Banco do Brasil 0800 729 0722 Caixa Econômica Federal 0800-726-0101 Corpo de Bombeiros 193 Correios 0800-570-0100 Defesa Civil 199 INSS 135 Justiça Eleitoral 148 Ministério da Educação 0800 61 61 61 Polícia Civil 197 Polícia Federal 194 Polícia Militar 190 Prefeitura de Magé 2633-2944 / 2631-2052 / 2633-2090 Procon 151 Receita Federal 146 SAMU 192 TRE 2262-7757 / 2524-5806 CURTA NOSSA RÁDIO ONLINE ACESSE: radionocompassodemage.com
  5. 5. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 05 QUALIDADE E BOM PREÇO UMBANDA E CANDOMBLÉ FLORA YEMANJÁ ARTIGOS RELIGIOSOS PIABETÁ EM FRENTEARODOVIÁRIA AV. SANTOS DUMONT, 427 O guerreiro da luz senta-se com seus companheiros em torno de uma fogueira. Comentam suas conquistas - e os estranhos que se juntam ao grupo são bem-vin- dos, porque todos têm orgulho de sua vida e do Bom Combate. O guerreiro sabe como é importante dividir sua expe- riência com os outros. Fala com entusiasmo do cami- nho, conta como resistiu a certo desafio, que solução encontrou para um momento difícil. Quando conta histórias, reveste suas palavras de paixão e romantis- mo. As vezes se permite exagerar um pouco. Lembra-se que seus antepassados também exageravam de vez em quando. Por isso um guerreiro da luz pode fazer a mesma coisa. Mas sem jamais confundir orgulho com vaidade, e sem acreditar em seus próprios exageros. O Manual do Guerreiro da Luz Paulo Coelho Inspiração para o Bom Combate.
  6. 6. Página 06 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. O Jornal No Compasso de Magé e seus patrocinadores parabenizam todas as queridas Mamães pelo seu dia. Por mais que o tempo passe E as estações se movam, Ainda será minha estrela, A mais linda, a mais radiante... Será pra mim sempre bela, Sempre amiga. Podem todos me crucificar, Mas sei que saberás a verdade E com todas suas forças irá me defender Como ninguém me defenderia. Está presente em todos os felizes e tristes momentos. Está sempre forte para vencer mais um desafio. Por mais que eu cresça e amadureça, Sempre serei seu fruto, E orgulho total de minha raiz... Te amo de forma insubstituível, És robusto meu amor És sincero meu afeto. Trouxe-me ao mun- do, Agüentou toda dor E sorriu ao me ver pela primeira vez. Com muito carinho es- tou a pensar em você, Pois de carinho me alimenta. Minha mãe querida Da mesma forma que deseja a mim saúde e felicida- de, Desejo-te também com toda certeza que tenho, Em nome do grande valor que tem pra mim, Te Amo Minha Mãe!!!
  7. 7. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 07 O equilíbrio mantenedor do espaço cósmico, composto por insondáveis corpos invisíveis foi, é e será um infindável mistério; incógnito nos seres humanos. Até hoje, todos os que tentaram desvendar este mistério; não che- garam e nem chegarão jamais a um ponto de persuacividade determinativa quanto ao equi- líbriocósmico. OgrandeLeonardodaVinci;de- poisdeintermináveispesquisas,e quando passouavivernocastelo Coux, perto de Ambróise perce- beu o quanto é difícil para os se- res humanos compreenderem o funcionamento cósmico, e como desmedida a falta de unidade da matéria. Nos anos 50, os estados unidos e união soviética lutavam para mostraremaomundoassuaspo- tencialidades.Então,começaram uma grande disputa demonstra- tivadepoderespátrios.Iniciou-se entãoacorridaespacial. Yuri Alexeyevich Gargarin, foi o primeiro piloto cosmonauta do mundo a aventurar-se pelo espaçocósmico.Apósasuaaven- tura, esteve no Brasil e foi re- cepcionado em São Paulo como sendo o fenômeno terrestre que se atreveu a penetrar na ampli- dão cosmológica; foi considerado como grande herói do século, os Estados Unidos começaram en- tão a caminhar na mesma estra- dacosmológicaemdireçãoalua; e o Americano Armstrong foi o segundo que os noticiários do tio Sam apresentou ao mundo como grande homem que aven- turou-se e chegou a lua e que desvendou omistérioastrológico ateentãodesconhecidoeimpene- trável. Esteacontecimentoquenãoétão realista foi a maior proeza pro- pagadaemtodoomundo,sóque não houve continuidade esplo- rativa pelos Estados Unidos ne- nhum trabalho esplorativo para odomíniolunar. Essa ausência de interesse pela posse da lua nos leva a crer que a ida do homem na lua e o seu pouso no solo lunar podem ser uma visão de montagem de ex- clusivafantasia. Vamos á mecânica celestial: Quando o criador do universo criou o espaço cosmológico ele não precisou de matéria; pois ele tinha em si todo espaço cosmo- lógico. Ele simplesmente disse: faça-se isto, faça-se aquilo e tudo ficava pronto da forma que ele pensou e ordenou a sua forma- ção. Dessa maneira ele criou todo o cosmoeodotoudeumequilíbrio infindávelportodaeternidade. As milhares de galáxias exis- tentes no desconhecido espaço uranoscópico, é pouco entendi- do pela ciência humana; e estão no mesmo lugar cosmologístico onde foi criado pelo infalível Se- nhor Yhav-Nyssy, que traduzido do hebraico para o português significa: o senhor que é a nossa bandeira. Osnoveplanetasquecompõemo sistema solar estão mantidos no mesmo lugar onde foram cria- dos; entre eles há uma força cós- mica equilibradora que os con- serva no espaço a eles reservado. Cada um deles alimenta os elos, ou seja as formas de vida que compõem a sua função mante- nedora.Oequilíbriomecanologi- co colocado entre eles os mantém distanciados uns dos outros sem que haja choque; porque a força equilibratoria da mecânica celes- tialcontémemsioúnicoeperfei- toequilíbrio. Este ponto de apoio é exata- mente a Mão do Senhor Yha- v-Nyssy; que conserva tudo o que criou para toda eternidade. Uma grande e incontestável pro- va disso nos vislumbramos aqui na terra. Quando forma-se um temporal que alcança uma dis- tancia de 100, 200, 300, 400, 500 quilômetrosquadrados. É impossível calcular-se o peso da água contida no espaço; en- tretanto as nuvens não caem! E porque isso não acontece? É por- que o mecanismo celestial equili- bratórioestanasmãosdosenhor quecrioutudoissoemantémem funcionamento. O seu nome é Yhav-Nyssy em hebraico, Jeová em português; e é o mantenedor do universo por ele criado e é quem alimenta a todos que vi- vemnesseespaçoinfinito;oDeus autordacriação. AÇÃO EQUILIBRATÓRIA DO UNIVERSO; MECÂNICA CELESTIAL por Benedito José da Silva
  8. 8. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 08 TEMOS ERVAS FRESCAS. Desde a mais remota época da história da civilização temos convivido com a intole- rância. O ser humano parece não conseguir livrar seu espírito da necessidade quase doentia dejulgarecondenarosdiferentes. As perseguições a grupos étnicos são fa- mosas. Negros, judeus, ciganos e árabes desde sempre sofreram com a intolerância e o fanatismo de Homens que, por medo, ignorância e arrogância lhes escravizaram, torturaram,censurarameassassinaram. Essaintolerânciachegouaoaugecomain- quisição,períodonegrodaHistóriadareli- gião Católica, onde o clérigo em nome de Deus matou, torturou, roubou, humilhou, pilhou povos inteiros, estuprou e queimou mulheressobaalegaçãodequepraticavam bruxaria. No Brasil, os negros e os índios que não aceitassemaqueleDeusimpiedosoetirano que a antiga Igreja Católica preconizava, Nos Caminhos da Umbanda O RENASCER DA PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA Visite: www.tucaboclojundiara.com.br eramtorturadosemortos. Também foi sob suas bênçãos que negros eíndiosforamescravizados,poisospadres os classificavam como animais e não pos- suidoresdealmahumana. Modernamente, Hitler demonstrou os horrores da intolerância e até onde os Ho- mens são capazes de ir para eliminar as diferenças. ApósaSegundaGrandeGuerra,oMundo, aterrorizado com o que viu, começou uma discretalutaemnomedaLiberdade. No Brasil, apesar de sermos uma raça miscigenada, de forma sutil e camuflada a perseguição às chamadas minorias e prin- cipalmente aos negros e à cultura negra sempre existiu. A tal ponto que a própria Constituição de 1988 em seu artigo 5º in- cisos VI a VIII, dedicou sua atenção a pro- tegerodireitoàliberdadedecrençaeculto. Ainda assim, deparamo-nos nos dias atu- ais com práticas discriminatórias. Cons- tantementetemosnotíciadeirmãosnossos que foram aviltados em razão de sua fé e apesar de todas as garantias legais, muitas vezes, em razão da forma covarde como é feitaaofensa,sequerconseguemreagir. Mas não podemos desistir. Unir nossas forças e buscar os meios para resistir é de sumaimportância. A discriminação deve ser reprimida. Não devemosnoscalar.Conheceralei,escolher nossos representantes junto ao legislativo, participar de todas as formas de afirmação da nossa cultura e da nossa religião são meios lícitos para conquistarmos definiti- vamenteorespeito. Precisamos demonstrar nossa força. Está nahoradepararmosdenosesconderden- tro de nossos terreiros. Devemos eleger umbandistas e candomblecistas para nos representar,masnãoapenasisso.Devemos ainda cobrar todos os dias destes políticos suaatuaçãoemdefesadenossosideais. As leis estão aí para nos defender. Não dei- xem de processar qualquer um que tente vilipendiar nossos ritos, que tentem atra- palharnossoscultos,quetentemintimidar nossagente. Ao tomar conhecimento da prática de dis- criminação e perseguição religiosa, deve- mosimediatamentedenunciar. Osilênciosónosenfraquece.Oisolamento aumenta o poder de nossos perseguido- res. Somente a união de todos nós poderá venceropreconceitoeaondadefanatismo religiosoqueassolanossoPaís. Por:MãeJulianadeIansã Mãe Andréia de Oxossi e Mãe Juliana de Iansã são comerciantes de Praia de Mauá com o Bazar Aruanda e dirigentes da TendaUmbandistaCabocloJundiara.
  9. 9. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. Página 9 Meus irmãos, por questão de justi- ça, parabenizo nesta coluna os fun- cionários públicos de Magé, pois reconheço os seus valores, mesmo com salários baixos são dedicados nos cargos que exercem e ainda en- frentando dificuldades sempre nos acolhem com muito carinho. desta- co principalmente os funcionários mais idosos, pelo dinamismo e dedi- cação, valorizando o nosso municí- pio. Entendo que o poder executivo e Legislativo não tem medido es- forços para das o de melhor a nossa população. Reconheço o trabalho e o esforço de todos, pois existem municípios que possuem melhor es- trutura que o nosso e não oferecem a população o bom atendimento como o nosso, pois não tem em seus quadros funcionais pessoas como nós temos, amáveis, gentis, interes- sadas e acima de tudo Humanistas. Digo isso com conhecimento pro- fundo, pois atuei durante três anos na área de saúde exercendo o car- go de auxiliar administrativo, na função de coordenador de plantão, lotado no Posto 24 Horas de Emer- gência da Praia de Mauá. Durante esse período testemunhei os esfor- ços de Médicos, Acadêmicos, Téc- nicos de Enfermagem, Motoristas e entre outros que sempre fizeram de tudo para melhor atender a nos- sa população. Motivo por qual até hoje ao passar por aquela unidade me sinto orgulhoso de ter partici- pado junto com todos aqueles que lá ainda estão. Aproveito para agradecer o carinho que todos ti- veram por mim e especialmente o Diretor Jeferson, os Coordenadores Joel, Claudia Carcanha, Alexandre e a Recepcionista, hoje no cargo de Técnico de Enfermagem Sandra. Que Deus Pai Todo Poderoso abençoes a todos rica e abundantemente. Um abraço fraternal. Fernando Holmes Burchtein Pedrinha de coluna MEUS IRMÃOS MAGEENSES
  10. 10. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014.Página 10 Datas Comemorativas e Feriados. MAIO 2014 01 · Dia Mundial do Trabalho (Feriado) 02 · Dia Nacional do Ex-combatente 02 · Dia do Taquígrafo 03 · Dia do Sertanejo 03 . Assinatura da Ata de Consti- tuição do Museu de Arte Moderna RJ - (1948) 03 . Dia Mundial da Liberdade de Imprensa 05 · Dia da Comunidade 05 · Dia Nacional do Expedicionário 05 · Dia do Artista Pintor 05 . Dia do Marechal Rondon 06 · Dia do Cartógrafo 07 · Dia do Oftalmologista 08 · Dia do Profissional Marketing 08 · Dia do Artista Plástico 08 · Internacional da Cruz Vermelha 11 · Integração do Telégrafo no Brasil 11 . Dia das Mães 12 · Dia Mundial do Enfermeiro 13 · Abolição da Escravatura 13 · Dia da Fraternidade Brasileira 13 . Dia do Zootecnista 15 · Dia do Assistente Social 15 · Dia do Gerente Bancário 16 · Dia do Gari 17 · DiaInternacionaldaComunicação edasTelecomunicações 17 · Dia da Constituição 17 . Dia Internacional contra a Homofobia 18 · Dia Internacional dos Museus 19 · Dia dos Acadêmicos do Direito 22 · Dia do Apicultor 24 · Dia do Datilógrafo 24 · Dia do Telegrafista 25 · Dia do Trabalhador Rural 25 . Dia do Vigilante 29 · Dia do Geógrafo 30 · Dia do Geólogo 31 · Dia do Comissário de Bordo 31 · Dia Mundial das Comunicações Sociais 31 · Dia do Espírito Santo Aí está a jovem Erika Deodoro, moradora da Praia de Mauá que com- pletou no dia 27 de abril mais uma primavera para alegria de sua mãe Pina e sua avó Báda e é claro to- dos os familiares e amigos. Nós do Jornal No Compas- so desejamos a esta Linda Princesa os mais sinceros votos de Saúde, Paz, Amor e Felicidade. E que o Sr DEUS possa abençoá-la para que esta data se repita por muitos e muitos anos. Parabéns. Equipe do Jornal no Compasso Feliz Aniversário !!!
  11. 11. Orquestra Aquarius e MPB na comemoração dos 160 anos da primeira Estrada de Ferro do Brasil Página 11JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. As informações divulgadas nesta página tem como fonte o Site Oficial da Prefeitura Municipal de Magé: www.mage.rj.gov.br A prefeitura de Magé, através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, em parceria com o Poder Judiciário, realiza- rá uma ação social para oferecer serviços gratuitos à população. O evento acontecerá no dia 24 de maio, no CIEP 327 – Pedro Amé- rico, localizado na Rua Rosa Angé- lica, 315, no distrito de Suruí, das 8h ás 18h. Neste dia, serão realizados casa- mentos, conversão de união estável em casamento, divórcio consensu- al, registro civil (inclusive tardio), carteira de trabalho, segunda via da identidade, certidão de óbito, orientações jurídicas, aferição de pressão, informações sobre doen- ças sexualmente transmissíveis, e muitos outros serviços. Todos os procedimentos serão sem custos Os interessados em casar ou di- vorciar-se devem procurar um dos oito CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do municí- pio, pois os documentos precisam ser entregues até o dia 9 de maio. Para o casamento são necessários os seguintes documentos: dos noivos é preciso original e uma cópia da identidade, do CPF, certi- dão de nascimento ou casamento (com o divórcio averbado, se for o caso), certidão de nascimento dos filhos, se houver, e comprovante de residências dos dois. Das testemu- nhas (são necessárias duas) apenas identidade e CPF, sem esquecer as cópias. Mageenses têm a oportunidade de retirar documentos,casareatésedivorciardegraça No sábado, 26 de abril, a Prefeitura Municipal de Magé, em parceria com o Instituto do Patri- mônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), preparou uma festa, digna de Barão, para co- memorar um marco histórico no progresso brasileiro, que facilitou o comércio, transporte e redução das distâncias que levavam dias para serem percorridas. O evento foi na estação Guia de Pacobaíba, inaugurada em 1854, localizada em Praia de Mauá, quinto distrito de Magé. Para incentivar a cultura e manter viva a história da região, foram preparadas exposições de fotos e exibidos documentários sobre a importância histórica da estação. Os visitantes puderam ver a réplica da "Baroneza", a locomotiva que viveu a história no Século 19. Curiosidade A "Baroneza", uma homenagem à esposa do Barão de Mauá, Dona Maria Joaquina, foi a primeira locomotiva a vapor no Brasil e a úni- ca transformada em monumento cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), circulou pela primeira vez em 30 de abril de 1854, quando foi inaugurada a Estrada de Ferro Petrópolis, fundada por Iri- neu Evangelista de Souza, Visconde e Barão de Mauá, patrono do Ministério dos Transportes. Cenários da festa Com a presença ilustre de parentes de Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, sempre sorridentes, demonstravam satisfação pela ho- menagem. Cinco jovens vestidos com roupas da época representavam a realeza. O Imperador D. Pedro II, sua esposa, Amélia e sua filha, Prince- sa Isabel andavam ao lado do Barão de Mauá e da Baronesa Maria Joaquina. "A emoção é grande. Sempre que venho aqui fico emocionada. É um pedaço da história da vida da gente também. Muitas recordações, a lembrança é grande. Fiquei encantada como isto aqui está bonito", disse a trineta do Barão, Francisca Chaves Nedehf, que foi acompanhada por seu filho, tetraneto de Irineu Evangelista, o Marquês de Viana, Eduardo Nedehf, que torce pela revitalização da ferrovia. "Se a primeira ferrovia voltar a funcionar, você vai ter psicolo- gicamente a possibilidade de um retorno da va- lorização de toda malha ferroviária do Brasil.", falou emocionado. No evento, foram montados espaços para que os convidados participassem de diversas ativi- dades na comemoração. Puderam aproveitar as delícias na praça de alimentação e as crianças se divertiram no espaço Kids, montado exclusiva- mente para elas. Para os jovens, o DJ Biro Jack preparou um repertório variado indo da música relaxante e Lounge, não esquecendo o Chori- nho e o Samba de Raiz. Nos estandes montados, artistas mostraram seus trabalhos com artesa- nato e pinturas de momentos do passado tão distante, todas as obras ligadas ao tema do even- to. No estande da Secretaria da Saúde, um tema bem atual, os presentes tinham a chance de to- mar a vacina contra a gripe. Também presentes com estande as Secretarias de Meio Ambiente, de Esporte, Turismo, Lazer e Terceira Idade e o da Coordenadoria Municipal de Promoção de Políticas Públicas da Igualdade Racial. O Prefeito de Magé, Nestor Vidal, falou sobre o acontecimento histórico. "Essa homenagem ao Barão de Mauá, que fez essa obra que é marcan- te no desenvolvimento do nosso país, é impor- tante para tentar resgatar a memória, até para o nosso povo aqui, que fazemos parte desta his- tória". O Prefeito se diz ainda ficar triste em ver o Dis- trito sem ligação com a estrada de ferro, que poderia ser usada para o lazer e turismo, mas não perde as esperanças. "Nós estamos lutando para isso. A gente observa outros Estados man- tendo sua historia através das locomotivas, e nós temos tudo aqui, sem precisar de grandes investimentos para reestabelecer. Há uma falta de vontade política para que a gente realize esse sonho de ver a locomotiva apitar novamente nas nossas terras", completou o Prefeito. Estiveram presentes, acompanhando os paren- tes do Barão, a Sra. Idalina Andrade Gonçalves, do Real Gabinete Português de Leitura e do consulado de Portugal, Marcelo Roberto Fer- reira, representando a Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e a Dra. Maria Glaudia Ferré Mamed, da Academia Cearense de Letras. Foto: Ação Social realizada em 2012 Na última quinta-feira, dia 24 de abril, foi lançado, no Jar- dim Botânico, Rio de Janeiro, o livro Mangue Vivo, que narra o esforço da organização não go- vernamental Onda Azul para recuperar as áreas de mangue- zais. No quinto distrito de Magé, em Mauá, foram recuperados mais de 10 hectares de mangue- zal graças ao trabalho da ONG e o apoio do governo municipal e da comunidade local. A recu- peração da vegetação caracte- rística do mangue acabou pro- movendo a criação do Parque Natural Barão de Mauá. "Estamos trabalhando para pro- mover a conservação do meio ambiente. É um projeto que visa o reflorestamento dos man- gues, realizado por uma insti- tuição com mais de uma década de experiência nessa área. Tem tudo para virar referência. Além disso, o Parque Natural Munici- pal Barão de Mauá pode se tor- nar um grande polo de ecoturis- mo na região e, ainda, funcionar como celeiro de educação am- biental e de pesquisa científi- ca", declarou Leandro Vidal, secretário de Meio Ambiente de Magé, durante o lançamento. Livro destaca iniciativas na recuperação de manguezais
  12. 12. Página 12 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. No início da colonização do Bra- sil (século XVI), não havia no Brasil trabalhadores para a re- alização de trabalhos manuais pesados. Os portugueses coloni- zadores tentaram usar o trabalho indígena nas lavouras. A escravi- dão indígena não pôde ser levada adiante, pois os religiosos católi- cos se posicionaram em defesa dos índios condenando sua es- cravidão. Logo, os colonizadores buscaram uma outra alternativa. Eles buscaram negros na África para submetê-los à força ao tra- balho escravo em sua colônia. Foi neste contexto que começou a entrada dos escravos africanos no Brasil. Os negros africanos, trazidos da África, eram transportados nos porões dos navios negreiros. Em função das péssimas condições deste meio de transporte desu- mano, muitos morreram durante a viagem. Após desembarcaram no Brasil eram comprados como mercadorias por fazendeiros e senhores de engenho, que os tra- tavam de forma cruel e, muitas vezes, violenta. Embora muitos considerassem normal e aceitável, a escravidão naquela época, havia aqueles que eram contra este tipo de prática, porém eram a minoria e não ti- nham influência política para mudar a situação. Contudo, a es- cravidão permaneceu por quase 300 anos. O principal fator que manteve o sistema escravista por tantos anos foi o econômico. A economia do Brasil contava quase que exclusivamente com o trabalho escravo para realizar os trabalhos nas fazendas e nas minas. As providências para a li- bertação dos escravos, de acordo com alguns políticos da época, deveriam ser tomadas lentamen- te. Na segunda metade do século XIX surgiu o movimento aboli- cionista, que defendia a abolição da escravidão no Brasil. Joaquim Nabuco foi um dos principais abolicionistas deste período. A região Sul do Brasil passou a empregar trabalhadores assala- riados brasileiros e imigrantes estrangeiros, a partir de 1870. Na região Norte, as usinas pro- dutoras de açúcar substituíram os primitivos engenhos, fato que possibilitou o uso de um número menor de escravos. Já nos princi- pais centros urbanos, era grande a necessidade do surgimento de indústrias. Visando não causar prejuízo financeiros aos proprie- tários rurais, o governo brasilei- ro, pressionado pelo Reino Uni- do, foi alcançando seus objetivos lentamente. A primeira etapa do processo foi tomada em 1850, com a extinção do tráfico de escravos no Brasil. Vinte e um anos mais tarde, em de 28 de setembro de 1871, foi promulgada a Lei do Ventre-Li- vre. Esta lei tornava livres os fi- lhos de escravos que nascessem a partir da decretação da lei. No ano de 1885, foi promulgada a lei Saraiva-Cotegipe (também conhecida como Lei dos Sexage- nários) que beneficiava os negros com mais de 65 anos de idade. Foi somente em 13 de maio de 1888, através da Lei Áurea, que a liberdade total e definitiva final- mente foi alcançada pelos negros brasileiros. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel (filha de D. Pedro II), abolia de vez a escravidão em nosso país. UM POUCO DE NOSSA TRISTE HISTÓRIA Princesa Isabel onde quer que esteja, que DEUS lhe abençoe, pelo seu ato humano e corajoso de Libertar nosso Irmãos em 13 de maio de 1888. Salve a Paz ! Salve o Amor ! Salve a Liberdade ! Graças a DEUS.
  13. 13. Página 13JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. 34º BPM em Ação. Policiais Militares do 34° BPM , na noite de sexta-feira, dia 12/04/2014, após receberem denúncia anônima sobre tráfico de drogas e indivíduos armados no Bairro Fonte em Magé, procederam até o local onde prende- ram dois indivíduos e apreenderam 1 rádio transmissor, 1 réplica de fuzil, 1 pistola CAL.380 e dois carregadores, 3 relógios, 1 cordão, 1 faca, 53 papelo- tes de pó de 15 (cocaína) 69 papelotes de pó de 20 (cocaína), 45 papelotes de pó de 10 (cocaína), 43 sacolés de ma- conha e 249 Reais em espécie. A ocor- rência foi encaminhada para a 62 ª DP Apreensão de Drogas, Arma e Dinheiro em Magé. No dia 26/04/2014 (sexta- feira), equipe de Poli- ciais Militares do 34° BPM estavam em patrulhamen- to quando tiveram a atenção voltada para uma moto- cicleta vermelha e para um veí- culo cinza, onde após a abordagem e consulta da placa foi constatado que a motocicleta era produto de roubo. O indi- víduo que conduzia a motocicleta informou que esta era de um outro indivíduo, a guarnição foi até a residência do dito proprietário, mas no local só estava um terceiro indivíduo. Diante dos fatos procedeu com os indivíduos para a 62ª DP. Moto é recuperada por policiais do 34º BPM DISQUE DENÚNCIA (21) 2253-1177
  14. 14. Página 14 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. WWW.MARCELOIMOBILIARIA.COM.BR 2631-3537 2631-3539 AV. ROBERTO SILVEIRA, 184 LOJA D FIGUEIRA É um programa do Ministério da Edu- cação, criado pelo Governo Federal em 2004, que concede bolsas de estudo in- tegrais e parciais de 50% em instituições privadas de educação superior, em cur- sos de graduação e sequenciais de for- mação específica, a estudantes brasilei- ros, sem diploma de nível superior. Quem pode se inscrever às bolsas rema- nescentes Pode se inscrever às bolsas remanescen- tes do Prouni 1º/2014 o candidato que atenda a uma das condições a seguir: - tenha efetuado inscrição, em todas as suas opções, em cursos com registro de não formação de turma no processo se- letivo do Prouni referente ao primeiro semestre de 2014; - seja professor da rede pública de en- sino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o qua- dro de pessoal permanente da institui- ção pública, para os cursos com grau de licenciatura destinados à formação do magistério da educação básica; ou - tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem, a partir da edição de 2010, que tenha obtido, em uma mesma edição do referido exame, média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação. Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve ter renda familiar bru- ta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais de 50%, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos um dos re- quisitos abaixo: - ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede particular na condição de bol- sista integral da própria escola; - ser pessoa com deficiência; ou - ser professor da rede pública de ensi- no, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o qua- dro de pessoal permanente da institui- ção pública e concorrer a bolsas exclu- sivamente nos cursos de licenciatura. Nesse caso, não é necessário comprovar renda. FIQUE SABENDO: O que é o Prouni? Graças lhe dou pela minha recuperação. Edileuza Alves. Nossa Senhora das Graças
  15. 15. Página 15JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2014. 66ª DP no Combate a Criminalidade Policiais civis lotados na 66ª Delega- cia Policial - Piabetá prenderam, na manhã do dia 24/04/2014, KELLY CRISTINA NETANE CALDAS, vul- go "KELLY DA PROVIDÊNCIA" (28 anos), em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela 40ª Vara Criminal da comarca da Capital, pelo crime de associação para tráfico de entorpecentes. KELLY foi presa em sua residência, na Rua F, nº 84 - fun- dos, bairro Parque Humaitá / Piabetá, após investigação de policiais daquela Delegacia sobre tráfico de entorpecen- tes naquela localidade. KELLY estava foragida desde 2012, quando teve sua prisão preventiva de- cretada após a "Operação Fortaleza", desencadeada pela DPCA - Capital, que resultou na expedição de 73 man- dadosdeprisão,sendo,naépoca,cum- pridos 46 deles. KELLY é acusada de ser a responsá- vel pelo transporte e abastecimento de drogas no morro da Providência, no Centro da cidade do Rio de Janeiro, e o Disque Denúncia oferecia recompensa de R$ 1.000(mil reais) por informação que ajudasse em sua captura. Policiais Civis da 66ª DP prendem em Piabetá “Kelly da Providência”. Policiais civis lotados na 66ª De- legacia Policial - Piabetá, prende- ram, no início da tarde de quinta feira (17/04/2014), PAULO AL- VES (65 anos), que foi autuado em flagrante pela prática do cri- me de estupro de vulnerável. De- núncia telefônica anônima che- gada àquela Delegacia Policial informou que a casa situada na Rua Henrique José, nº 25, bairro Maurimárcia - Piabetá, era usada como um mini-prostíbulo, onde homens mantinham encontros se- xuais com crianças e adolescentes do sexo feminino, em troca de di- nheiro e mantimentos. No dia 17/04/2014, em diligência no local, foi encontrado PAULO ALVES, que estava nu, sendo en- contrada escondida embaixo da cama uma adolescente de 12 anos de idade, que estava com a blusa levantada até a altura dos seios e o short com os botões abertos; A adolescente disse que não man- teve relação sexual com PAULO naquele dia, sendo apenas alisada pelo mesmo, estando ali esperan- do mais duas meninas, ambas de 12 anos, que com ele manteriam relação sexual em troca de di- nheiro, sendo que a adolescente encontrada na casa também rece- beria a quantia de R$ 20,00 (vinte reais) por tê-las convencido a ir ao local A jovem disse que manteve a pri- meira relação sexual com PAULO quando tinha 10 anos de idade, passando, a partir daí, a receber dinheiro e mantimentos para que permitisse ser acariciada por ele. Ainda são procuradas outras três adolescentes, com idades entre 12 e 14 anos, que também pratica- vam atos sexuais no local, em tro- ca de dinheiro, bem como um ou- tro homem que também mantinha relação sexual com essas meninas. Pedófilo é preso em flagrante.
  16. 16. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - MAIO 2013.Página 16

×