SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA
CATARINA
Acadêmicos: Daniel, Gilmara,
Ingrid, Letícia.
David Paul Ausubel
 Nova York (1918- 2008)
“A escola é um cárcere
para meninos. O crime de
todos é a pouca idade e por
isso os carcereiros lhes
dão castigos”.
 A teoria da assimilação de Ausubel, ou
teoria da aprendizagem significativa, é uma
teoria cognitivista e procura explicar os
mecanismos internos que ocorrem na
mente humana com relação ao aprendizado
e à estruturação do conhecimento;
 Ausubel tem propostas que em alguns
pontos se assemelham às de Piaget, mas
em outros se afastam bastante;
 Ausubel preocupa-se com a
aprendizagem que ocorre na sala de
aula da escola, o fator mais importante
de aprendizagem é o que o aluno já
sabe ;
 acredita no valor da aprendizagem por
descoberta, mas seu enfoque é a
valorização da aula do tipo expositiva;
Processo de Aprendizagem
 Segundo esta teoria, a aprendizagem
ocorre quando uma nova informação
ancora-se em conceitos ou proposições
relevantes preexistentes na estrutura
cognitiva do indivíduo
Estrutura Cognitiva
 A estrutura cognitiva é o conteúdo total e
organizado de idéias de um dado
indivíduo; ou, no contexto da
aprendizagem de certos assuntos, refere-
se ao conteúdo e organização de suas
idéias naquela área particular de
conhecimento.
 Cada indivíduo possue a estrutura
cognitiva extremamente organizada e
hierarquizada, no sentido que as várias
idéias se encadeiam de acordo com a
relação que se estabelece entre elas.
Aprendizagem
 A aprendizagem consiste na “ampliação”
da estrutura cognitiva, através da
incorporação de novas idéias a ela;
 Dependendo do tipo de relacionamento
que se tem entre as idéias já existentes
nesta estrutura e as novas que se estão
internalizando, pode ocorrer um
aprendizado que varia do mecânico ao
significativo;
Aprendizagem Significativa
 Tem lugar quando as novas idéias vão
se relacionando de forma não-arbitrária
e substantiva com as idéias já
existentes;
 Por “não-arbitrariedade entende-se que
existe uma relação lógica e explícita
entre a nova idéia e alguma(s) outra(s)
já existente(s) na estrutura cognitiva do
indivíduo;
 Para ser significativa, a aprendizagem
precisa ser também substantiva, ou seja,
uma vez aprendido determinado conteúdo
desta forma, o indivíduo conseguirá explicá-
lo com as suas próprias palavras;
 O objetivo maior do ensino é que todas as
idéias sejam aprendidas de forma
significativa. Isso porque é somente deste
jeito que estas novas idéias serão
“armazenadas” por bastante tempo e de
maneira estável.
Aprendizagem Mecânica
 Oposto da aprendizagem significativa;
 Neste caso, as novas idéias não se
relacionam de forma lógica e clara com
nenhuma idéia já existente na estrutura
cognitiva do sujeito;
 As ideias são armazenadas de forma
arbitrária, o que não garante flexibilidade
no seu uso, nem longevidade;
 O indivíduo não é capaz de expressar o
novo conteúdo com linguagem diferente
daquela com que este material foi
primeiramente aprendido;
 Não se aprende o significado, o sentido
do novo material;
 Apesar de Ausubel ter enfatizado
sobremaneira a aprendizagem
significativa, ele compreendia que no
processo de ensino-aprendizagem
existem circunstâncias em que a
mecânica era inevitável.
Tipos de Aprendizagem
Segundo Ausubel ,a aprendizagem pode se
processar por:
 Descoberta: o aluno deve aprender “sozinho”,
deve descobrir algum princípio, relação, lei,... ,
como pode acontecer na solução de um
problema.
 Recepção: recebe-se a informação pronta
(como em uma aula expositiva) e o trabalho
do aluno consiste em atuar ativamente sobre
esse material, a fim de relacioná-lo a idéias
relevantes disponíveis em sua estrutura
cognitiva.
Papel do Professor
O principal papel do professor, na promoção
de uma aprendizagem significativa é desafiar
os conceitos já aprendidos, para que eles se
reconstruam mais ampliados e consistentes,
tornando-se assim mais inclusivos com
relação a novos conceitos.
Quanto mais elaborado e enriquecido é um
conceito, maior possibilidade ele tem de servir
de parâmetro para a construção de novos
conceitos. Isso significa dizer que quanto mais
sabemos, mais temos condições de aprender.
Ou seja, auxiliar o aluno a assimilar a
estrutura das disciplinas e a reorganizar
sua própria estrutura cognitiva,
mediante a aquisição de novos
significados que podem gerar conceitos
e princípios;
Papel do Aluno
 A troca de percepções entre os alunos
estimula a ampliação de idéias e a
testagem de hipóteses pessoais.
 O indivíduo não nasce pronto nem é
cópia do ambiente externo. Em sua
evolução intelectual há uma interação
constante e ininterrupta entre processos
internos e influências do mundo social.
 O aprendiz deve possuir determinadas
idéias que servirão de âncora para a
aprendizagem do novo conteúdo;
 Caso ele não apresente real interesse em
aprender significativamente, ele pode
aprender mecanicamente.
Considerações Finais
Com certeza a teoria de Ausubel é uma das
teorias mais completas para uso em sala
de aula. Por tratar-se de uma teoria
realmente de ensino e aprendizagem, e
não uma teoria comportamental ou
psicológica, ela pode facilmente ser
implementada.
As idéias de Ausubel possuem boa
consistência “lógica”, sob o ponto de vista
de professores interessados em aplicar de
imediato os modelos teóricos, o que muitas
vezes não acontece com outras teorias.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 94362140-AUSUBEL.ppt

Teorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sinteseTeorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sintese
Eduardo Lopes
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
Raquel Alves
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
Raquel Alves
 
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educaçãoAprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Kelly Lima
 
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
Patricia Mendes
 
Portfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_aPortfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_a
afermartins
 

Semelhante a 94362140-AUSUBEL.ppt (20)

Teorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sinteseTeorias de aprendizagem.sintese
Teorias de aprendizagem.sintese
 
Mtc 02 aprendizagem significativa
Mtc   02 aprendizagem significativaMtc   02 aprendizagem significativa
Mtc 02 aprendizagem significativa
 
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubelaprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
 
PELIZZARI et al-Teoria da aprendizagem significativa.pdf
PELIZZARI et al-Teoria da aprendizagem significativa.pdfPELIZZARI et al-Teoria da aprendizagem significativa.pdf
PELIZZARI et al-Teoria da aprendizagem significativa.pdf
 
Teoria da Aprendizagem Significativa
Teoria da Aprendizagem SignificativaTeoria da Aprendizagem Significativa
Teoria da Aprendizagem Significativa
 
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para AlunosTeorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
 
Aula19 seminrio-teoriadaaprendizagemsignificativadeausubel-130113181746-phpapp01
Aula19 seminrio-teoriadaaprendizagemsignificativadeausubel-130113181746-phpapp01Aula19 seminrio-teoriadaaprendizagemsignificativadeausubel-130113181746-phpapp01
Aula19 seminrio-teoriadaaprendizagemsignificativadeausubel-130113181746-phpapp01
 
Teoria da aprendizagem_ausubel
Teoria da aprendizagem_ausubelTeoria da aprendizagem_ausubel
Teoria da aprendizagem_ausubel
 
Mtc 01 ausubel
Mtc   01 ausubelMtc   01 ausubel
Mtc 01 ausubel
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
 
Construtivismo
ConstrutivismoConstrutivismo
Construtivismo
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Teorias de Ensino
Teorias de EnsinoTeorias de Ensino
Teorias de Ensino
 
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educaçãoAprendizagem e ensino   as teorias pedagógicas da educação
Aprendizagem e ensino as teorias pedagógicas da educação
 
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
55586200 teorias-da-aprendizagem-aula
 
Tecnologia Lte
Tecnologia LteTecnologia Lte
Tecnologia Lte
 
Teoria de David Ausubel
Teoria de David AusubelTeoria de David Ausubel
Teoria de David Ausubel
 
Portfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_aPortfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_a
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 

Último (20)

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 

94362140-AUSUBEL.ppt

  • 1. UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA Acadêmicos: Daniel, Gilmara, Ingrid, Letícia.
  • 2. David Paul Ausubel  Nova York (1918- 2008) “A escola é um cárcere para meninos. O crime de todos é a pouca idade e por isso os carcereiros lhes dão castigos”.
  • 3.  A teoria da assimilação de Ausubel, ou teoria da aprendizagem significativa, é uma teoria cognitivista e procura explicar os mecanismos internos que ocorrem na mente humana com relação ao aprendizado e à estruturação do conhecimento;  Ausubel tem propostas que em alguns pontos se assemelham às de Piaget, mas em outros se afastam bastante;
  • 4.  Ausubel preocupa-se com a aprendizagem que ocorre na sala de aula da escola, o fator mais importante de aprendizagem é o que o aluno já sabe ;  acredita no valor da aprendizagem por descoberta, mas seu enfoque é a valorização da aula do tipo expositiva;
  • 5. Processo de Aprendizagem  Segundo esta teoria, a aprendizagem ocorre quando uma nova informação ancora-se em conceitos ou proposições relevantes preexistentes na estrutura cognitiva do indivíduo
  • 6.
  • 7. Estrutura Cognitiva  A estrutura cognitiva é o conteúdo total e organizado de idéias de um dado indivíduo; ou, no contexto da aprendizagem de certos assuntos, refere- se ao conteúdo e organização de suas idéias naquela área particular de conhecimento.  Cada indivíduo possue a estrutura cognitiva extremamente organizada e hierarquizada, no sentido que as várias idéias se encadeiam de acordo com a relação que se estabelece entre elas.
  • 8. Aprendizagem  A aprendizagem consiste na “ampliação” da estrutura cognitiva, através da incorporação de novas idéias a ela;  Dependendo do tipo de relacionamento que se tem entre as idéias já existentes nesta estrutura e as novas que se estão internalizando, pode ocorrer um aprendizado que varia do mecânico ao significativo;
  • 9. Aprendizagem Significativa  Tem lugar quando as novas idéias vão se relacionando de forma não-arbitrária e substantiva com as idéias já existentes;  Por “não-arbitrariedade entende-se que existe uma relação lógica e explícita entre a nova idéia e alguma(s) outra(s) já existente(s) na estrutura cognitiva do indivíduo;
  • 10.  Para ser significativa, a aprendizagem precisa ser também substantiva, ou seja, uma vez aprendido determinado conteúdo desta forma, o indivíduo conseguirá explicá- lo com as suas próprias palavras;  O objetivo maior do ensino é que todas as idéias sejam aprendidas de forma significativa. Isso porque é somente deste jeito que estas novas idéias serão “armazenadas” por bastante tempo e de maneira estável.
  • 11. Aprendizagem Mecânica  Oposto da aprendizagem significativa;  Neste caso, as novas idéias não se relacionam de forma lógica e clara com nenhuma idéia já existente na estrutura cognitiva do sujeito;  As ideias são armazenadas de forma arbitrária, o que não garante flexibilidade no seu uso, nem longevidade;
  • 12.  O indivíduo não é capaz de expressar o novo conteúdo com linguagem diferente daquela com que este material foi primeiramente aprendido;  Não se aprende o significado, o sentido do novo material;
  • 13.  Apesar de Ausubel ter enfatizado sobremaneira a aprendizagem significativa, ele compreendia que no processo de ensino-aprendizagem existem circunstâncias em que a mecânica era inevitável.
  • 14. Tipos de Aprendizagem Segundo Ausubel ,a aprendizagem pode se processar por:  Descoberta: o aluno deve aprender “sozinho”, deve descobrir algum princípio, relação, lei,... , como pode acontecer na solução de um problema.  Recepção: recebe-se a informação pronta (como em uma aula expositiva) e o trabalho do aluno consiste em atuar ativamente sobre esse material, a fim de relacioná-lo a idéias relevantes disponíveis em sua estrutura cognitiva.
  • 15. Papel do Professor O principal papel do professor, na promoção de uma aprendizagem significativa é desafiar os conceitos já aprendidos, para que eles se reconstruam mais ampliados e consistentes, tornando-se assim mais inclusivos com relação a novos conceitos. Quanto mais elaborado e enriquecido é um conceito, maior possibilidade ele tem de servir de parâmetro para a construção de novos conceitos. Isso significa dizer que quanto mais sabemos, mais temos condições de aprender.
  • 16. Ou seja, auxiliar o aluno a assimilar a estrutura das disciplinas e a reorganizar sua própria estrutura cognitiva, mediante a aquisição de novos significados que podem gerar conceitos e princípios;
  • 17. Papel do Aluno  A troca de percepções entre os alunos estimula a ampliação de idéias e a testagem de hipóteses pessoais.  O indivíduo não nasce pronto nem é cópia do ambiente externo. Em sua evolução intelectual há uma interação constante e ininterrupta entre processos internos e influências do mundo social.
  • 18.  O aprendiz deve possuir determinadas idéias que servirão de âncora para a aprendizagem do novo conteúdo;  Caso ele não apresente real interesse em aprender significativamente, ele pode aprender mecanicamente.
  • 19. Considerações Finais Com certeza a teoria de Ausubel é uma das teorias mais completas para uso em sala de aula. Por tratar-se de uma teoria realmente de ensino e aprendizagem, e não uma teoria comportamental ou psicológica, ela pode facilmente ser implementada. As idéias de Ausubel possuem boa consistência “lógica”, sob o ponto de vista de professores interessados em aplicar de imediato os modelos teóricos, o que muitas vezes não acontece com outras teorias.