Desemprego

4.569 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.569
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desemprego

  1. 1. - Trabalho realizado por: Miguel Santos
  2. 2. Desemprego Desemprego é a medida da parcela da força de trabalho disponível que se encontra sem emprego.  Esse fenómeno social é observado principalmente em países subdesenvolvidos cujas economias não conseguem suprir o crescimento populacional. Uma agravante é a crescente mecanização e informatização dos processos de trabalho, acabando com cargos que antes eram desempenhados por pessoas sem instrução e, agora, por exigirem conhecimento e formação, acabam excluindo muitos trabalhadores do mercado. 
  3. 3. Taxa de Desemprego     Noção : - diz-nos qual a percentagem de desempregados existentes numa economia e em determinado ano, relativamente à população activa ( empregados e desempregados). O desemprego em Portugal aumentou mais nas mulheres e nos jovens. O desemprego juvenil varia com o nível de escolaridade. A taxa de desemprego varia ao nível regional.
  4. 4. Taxas de Desemprego em todo o Mundo
  5. 5. Desemprego em Portugal entre 1990 e 2010
  6. 6. Duração do Desemprego    O desemprego de longa duração verifica-se em Portugal. Em 2006 representava cerca de 52% do total de desempregados. Considera-se desempregado de longa duração a pessoa que está desempregada há um ano ou mais.
  7. 7. Subsídios do Desemprego    O subsídio do desemprego é pagamento mensal efectuado aos desempregados do Estado. Em Portugal no mês de Setembro em 2010, registaram-se 581 mil de pessoas que estão no desemprego e só 330 mil têm subsidio de desemprego. Analisando esta situação existem 251 mil desempregados que não têm acesso ao subsídio de desemprego.
  8. 8. As Políticas Activas de Combate ao Desemprego  Há várias medidas:  1- O combate ao desemprego juvenil. 2- O combate ao desemprego de longa duração. 3- O combate ao desemprego dos trabalhadores mais idosos ( 55 e mais anos). 4- A promoção da igualdade de género no mercado do trabalho,   
  9. 9. As Políticas Passivas de Combate ao Desemprego  Há diversas políticas de combate:  1- As transferências para os indivíduos. 2- As transferências para os empregadores. 3- As transferências para os serviços. 4- A formação e educação nas empresas. 5- As atitudes inovadoras e empreendedoras nas empresas e instituições.    
  10. 10. Tipos de Desemprego  Existem três tipos de desemprego:      Desemprego Estrutural; Desemprego Natural; Desemprego Conjugal; Desemprego Ficcional; Desemprego Cíclico;
  11. 11. Tipos de Desemprego Desemprego Estrutural     O desemprego estrutural resulta das mudanças da estrutura da economia. O desemprego estrutural não é resultado de uma crise económica, mas sim das novas formas de organização do trabalho e da produção. Esse tipo de desemprego é mais comum em países desenvolvidos devido à grande mecanização das indústrias, reduzindo os postos de trabalho. Os principais sectores atingidos pelo desemprego estrutural são:  Agricultura;  Prestação de serviços;  Indústria.
  12. 12. Tipos de Desemprego Desemprego Natural   O desemprego natural é a taxa para a qual uma economia caminha no longo prazo, sendo compatível com o estado de equilíbrio de pleno emprego e com a ausência de inflação. Nessa situação, há um número de trabalhadores sem emprego, mas a oferta e o pedido por emprego estão em equilíbrio.
  13. 13. Tipos de Desemprego Desemprego Conjuntural     É o desemprego causado por uma crise económica. Existe uma tendência secular de variações periódicas que têm uma duração de 3 anos. É aquele em que a demissão é ocasionada, na maioria das vezes, por crises passageiras. Portanto a demissão é temporária, uma vez que, superada a crise, o emprego é novamente oferecido.
  14. 14. Tipos de Desemprego Desemprego Friccional  O desemprego friccional é conseqüência de pessoas que se encontram desempregadas por curtos períodos, ou seja, por pouco tempo. É o desemprego que ocorre quando uma pessoa está mudando de ocupação ou procurando por melhores oportunidades de emprego.
  15. 15. Tipos de Desemprego Desemprego Cíclico  O desemprego cíclico é mais freqüente em áreas rurais e nas entressafras, na maioria das vezes são severos, temporários e generalizados. Exemplos são os cortadores de cana de açúcar, que o trabalhador levanta cedo, leva o almoço que acaba comendo frio por não ter aonde esquentar, trabalha num sol escaldante e recebe pouco pelo que faz e para este tipo de trabalho não têm uma pessoa especifica, tanto homem como mulher e até mesmo adolescentes fazem este tipo de trabalho e quando o empregador não precisa mais de seus serviços são dispensados.

×