O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

O QUE JOSEPH RATZINGER DISSE SOBRE MATEUS 28:19

6.181 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
  • Login to see the comments

O QUE JOSEPH RATZINGER DISSE SOBRE MATEUS 28:19

  1. 1. 1
  2. 2. * SERÁ QUE ISSO ESTÁ CERTO? * QUER VER O QUE REALMENTE O PAPA ESCREVEU? * ENTÃO PROSSIGA COMIGO
  3. 3. O livro foi escrito originalmente em alemão, com o título: Einführung in das Christentum Traduzido para o inglês, com o título: Introduction to Christianity Traduzido para o português, com o título: Introdução ao Cristianismo
  4. 4. Para compreender e verificar a verdade sobre o assunto, fiz algo que qualquer um pode fazer também: Baixei as versões em alemão, inglês e português do livro Introdução ao Cristianismo. Com o auxílio do Google tradutor, comparei o que está escrito em alemão com o inglês e português. O resultado é o seguinte:
  5. 5. Percebi que a confusão está acontecendo basicamente devido a um problema de INTERPRETAÇÃO DE TEXTO. O texto foi mal interpretado e encontrou ninho no seio daqueles que já vinham abrigando a ideia de que Mateus 28:19 foi adulterado, mesmo com todas as inúmeras evidências dadas pelo Espírito de Profecia de que o texto é original, provindo diretamente do Senhor Jesus, registrado no manuscrito grego Textus Receptus - original da Bíblia.
  6. 6. O texto objeto da polêmica está no capítulo 2, na página 45 do original em alemão, onde o autor tenta explicar o origem e a estrutura do Credo Apostólico, e sua influência nas crenças católicas.
  7. 7. O papa diz: “Talvez seja útil começar a discussão com alguns poucos fatos sobre a origem e estrutura do Credo.” De qual Credo o papa está falando? ►Do Credo Apostólico, como ele mesmo disse no início do capítulo.
  8. 8. ► Esse é o Credo Apostólico, o qual, segundo o papa, é o guia para compreender a base da crença cristã. ► O que o papa disse é que o CREDO APOSTÓLICO, e não Mateus 28:19, foi originado na cidade de ROMA. Ele não estava se referindo ao batismo ou Mateus 28:19, como muitos pensam. Basta ler todo o contexto e analisar atentamente.
  9. 9. Veja o texto em inglês: “The basic form of our profession of faith took shape during the course of the second and third centuries in connection with the ceremony of baptism. So far as its place of origin is concerned, the text came from the city of Rome.” (p. 83). Agora compare com a tradução que fizeram para o português: “A forma básica do nosso símbolo apostólico cristalizou-se no correr do segundo e terceiro século, em nexo com o rito batismal. Trata-se originariamente de uma fórmula nascida na cidade de Roma.” (p. 54).
  10. 10. Naquilo que eu conferi, a tradução para o inglês está de acordo com o original alemão. Mas veja que a tradução para o português não foi fiel ao texto original. ► Profession of faith (profissão de fé), que está se referindo ao texto do Credo, foi traduzidopor símbolo apostólico. ► The text (o texto), foi traduzido por uma fórmula.
  11. 11. O papa prossegue. E nisso ele confirma algumas coisas muito interessantes. Veja primeiro a continuação do texto. “Contudo, seu lugar interno de origem é a liturgia, ou mais exatamente, o batismo. O rito batismal fundamentalmente orientava-se pelas palavras de Cristo: "Ide, fazei discípulos a todos os povos e batizai-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo" (Mt 28, 19).” (p.54).
  12. 12. O que o autor está dizendo aqui? Quando diz “seu lugar interno de origem”, ele está se referindo à origem do Credo católico. Aqui fica claro que o pronome “seu” retoma o substantivo Credo. Isso é simples interpretação de texto. Ele não pode estar se referindo a algo que ainda nem citou, portanto, definitivamente não estava fazendo menção a Mateus 28:19.
  13. 13. Além disso, ele diz que a Igreja foi buscar a base do Credo no rito batismal, citado no texto de Mateus 28:19.
  14. 14. Com isso podemos facilmente concluir que Joseph Ratzinger está, na verdade, confirmando que Mateus 28:19 é autêntico, uma vez que ele diz que esse foi o texto que serviu de base para a Igreja estabelecer o seu Credo. Em momento algum ele diz que o texto não é autêntico ou que a Igreja o adulterou.
  15. 15. Na continuidade do texto, veja como Joseph Ratzinger confirma sua crença na autenticidade de Mateus 28:19: “This again was fundamentally based on the words of the risen Christ recorded in Matthew 28:19: “Therefore go and make disciples of all nations, baptizing them in the name of the Father and of the Son and of the Holy Spirit.” (p. 83) “Isso novamente estava baseado fundamentalmente nas palavras do Cristo ressuscitado, registradas em Mateus 28:19: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.”
  16. 16. CONCLUSÃO: ►Não podemos acreditar em tudo o que nos dizem sem verificar por nós mesmos se está de acordo com a Palavra de Deus e os Testemunhos. ►Mais uma vez muitos são enganados, por causa de um erro que está baseado em outro grande erro: a incapacidade de harmonizar a Bíblia com o Espírito de Profecia, sem achar que foram mudados.
  17. 17. ►Se não ficou claro para você o que foi explicado aqui, ou tiver dúvidas, por favor, escreva ou ligue-nos, que estaremos abertos a esclarecer o que for necessário.
  18. 18. PROJETO PREPARAR UM POVO Email: prepararumpovo@aol.com Telefone: (51) 8255-3539 - TIM

×