Agente comunitário de saúde

1.979 visualizações

Publicada em

Aula sobre a função do agente comunitario de saude e sua importancia na comunidade

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.979
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
173
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agente comunitário de saúde

  1. 1. AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Enf.: Sheilla de Lima Sandes
  2. 2. Quem é o ACS? • O agente comunitário de saúde – ACS é um personagem muito importante na implementação do Sistema Único de Saúde, fortalecendo a integração entre os serviços de saúde da Atenção Primária à Saúde e a comunidade.
  3. 3. Equipe de Saúde da Família • Uma equipe (...) pode ser responsável (...) por, no máximo, 1000 famílias ou 4.500 pessoas.
  4. 4. • Recomenda-se que uma equipe de saúde da família deva ser composta minimamente pelos seguintes profissionais: médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem e ACS (na proporção de uma ACS para, no máximo, 150 famílias ou 750 pessoas).
  5. 5. Atribuições do ACS • Realizar mapeamento de sua microárea; • Cadastrar as famílias e atualizar permanentemente esse cadastro – cadastrar somente as famílias que serão acompanhadas mensalmente;
  6. 6. • Identificar indivíduos e famílias expostos a situações de risco; • Nos casos de visitas domiciliares em que a família não quer receber a visita do agente, este deverá proceder da seguinte maneira: far- se-á três visitas consecutivas, no caso de negação em todas.
  7. 7. • O agente deverá solicitar assinatura da família em uma declaração que dispensa a visita deste, além de comunicar sua equipe. Tendo a declaração em mãos, o agente voltará a visitar a família a cada 6 meses, a fim de saber se houve mudança na conduta da família frente as visitas.
  8. 8. Atuação do ACS na saúde da criança • Incentivo ao cumprimento do calendário vacinal, a busca ativa dos faltosos às vacinas e consultas, a prevenção de acidentes na infância, o incentivo ao aleitamento materno, que é uma das estratégias mais eficazes para redução da morbimortalidade (adoecimento e morte) infantil, possibilitando um grande impacto na saúde integral da criança
  9. 9. Atuação do ACS na saúde do adolescente • Os serviços de saúde consideram adolescência a fase entre 10 e 19 anos; • Ações para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, uso de preservativo, incentivo ao esporte, grupo jovens, oficinas, sensibilização ao uso de contraceptivos, sensibilização ao não uso de drogas, bebidas alcoólicas e ao fumo.
  10. 10. Atuação do ACS na saúde do adulto • Entende-se por adulto idade entre 20 e 59 anos • Os programas que envolvem a saúde do adulto são: Saúde do Homem, Saúde da Mulher e doenças mais incidentes neste grupo (hanseníase, tuberculose, diabetes mellitus, hipertensão arterial).
  11. 11. Atuação do ACS na saúde da mulher • Ações que abrangem a assistência em todas as fases da vida, clínico ginecológico, no campo da reprodução (planejamento familiar, pré-natal, parto e puerpério) como nos casos de doenças crônicas ou agudas (câncer de colo de útero e mama).
  12. 12. ATUAÇÃO DO ACS NA SAÚDE DO HOMEM • Diferentemente das mulheres, os homens não costumam procurar os serviços de saúde. • Busca ativa de indivíduos propícios a desenvolver Disfunção erétil, Câncer de próstata e Câncer de pênis.
  13. 13. Atuação do ACS na saúde do idoso • Entende-se por idoso indivíduos na faixa etária acima de 60 anos. • Estimular atividade física, busca ativa de hipertensos e diabéticos, obesos mórbidos, acamados, portadores de deficiência física, participação nas atividades coletivas, desabrigados.
  14. 14. Atuação do ACS ao portador de hanseníase • A hanseníase, conhecida também como Lepra, doença de Hansen, é uma doença infecciosa crônica, causada pela bactéria denominada de Mycobacterium leprae e afeta predominantemente a pele (com aparecimento de manchas com alteração de sensibilidade), nervos periféricos e membranas mucosas. • BUSCA ATIVA E COLHEITA
  15. 15. Atuação do ACS ao portador de tuberculose • A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e contagiosa, causada por uma bactéria. O termo tuberculose se origina do fato de a doença causar lesões chamadas tubérculos. • É facilmente transmitida de pessoa para pessoa. Quando uma pessoa com tuberculose tosse ou espirra, a bactéria é expelida no ar, podendo assim, contaminar outras pessoas • BUSCA ATIVA E COLHEITA
  16. 16. Atuação do ACS ao portador de diabetes • Diabetes tipo 1: Pode ocorrer de forma rapidamente progressiva, principalmente, em crianças e adolescentes, ou de forma lentamente progressiva, geralmente em adultos. Necessita de uso diário de insulina para se manter controlado. • Diabetes tipo 2: O termo tipo 2, normalmente ocorre após os 40 anos e, usualmente se controla apenas com dieta, atividade física e/ou medicamento oral • BUSCA ATIVA DESSE PORTADOR, AGENDAMENTO DE CONSULTA E EDUCAÇÃO EM SAÚDE
  17. 17. Atuação do ACS ao portador de hipertensão • É quando a pressão que o sangue exerce na parede das artérias para se movimentar é muito forte, ficando acima dos valores considerados normais. A pessoa é considerada hipertensa quando a sua pressão arterial estiver maior ou igual a 140mmHg x 90mmHg, popularmente conhecida por 14 por 9. • BUSCA ATIVA DESSE PORTADOR, AGENDAMENTO DE CONSULTA E EDUCAÇÃO EM SAÚDE
  18. 18. Atuação do ACS ao portador de dengue • É uma doença infecciosa, febril aguda causada pelo mosquito Aedes aegypti. • Pessoas com febre até sete dias acompanhadas de pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor por trás dos olhos, dores musculares e articulações, prostração ou manchas pequenas e vermelhas pelo corpo com ou sem hemorragia. • BUSCA ATIVA E COLHEITA
  19. 19. OBRIGADO! O SUCESSO DEPENDE MAIS DE VOCÊ DO QUE DOS OUTROS!!!

×