SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
BLOQUEIO E
BLOQUEIO E
IDENTIFICAÇÃO
IDENTIFICAÇÃO
DE ENERGIA
DE ENERGIA
LOCK-OUT & TAG-OUT
LOCK-OUT & TAG-OUT
AGUINALDO
ENERGIA
ENERGIA
Elétrica
Elétrica Mecânica
Mecânica Hidraúlica
Hidraúlica Pneumática
Pneumática
Química
Química Térmica
Térmica Gravidade
Gravidade Radiação
Radiação
AGUINALDO
Os procedimentos de Bloqueio e Identificação de Energia são a maneira mais
efetiva para prevenir os acidentes causados pela liberação descontrolada de
energia perigosa.
Seu objetivo é garantir um estado de ENERGIA ZERO
ENERGIA ZERO, onde tem-se a certeza de
que não haverá acionamento inesperado do equipamento ou liberação acidental
de energia perigosa.
BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA
BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA
BLOQUEIO
BLOQUEIO
LOCK-OUT
LOCK-OUT
IDENTIFICAÇÃO
IDENTIFICAÇÃO
TAG-OUT
TAG-OUT
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
COMO APLICAR
COMO APLICAR
O BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA?
O BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA?
“
“Regra dos 10 Passos
Regra dos 10 Passos”
”
AGUINALDO
1. PREPARAÇÃO
I dentifique aenergiaenvolvida
( tipos, fontes e perigos ) e os
dispositivos de controle existentes
( botoeiras, chaves, válvulas, etc)
2. COMUNI CAÇÃO I NI CI AL
C
omunique todo pessoal envolvido
(incluindo seu supervisor e o supervisor da
área) que você irá desligar e bloquear o
equipamento.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
3- DESLI GAMENT O
desligue o equipamento através de todos
os dispositivos normais de controle
existentes ( botão de parada, chave
liga/ desliga, válvula, etc)
4 - I SOLAMENT O
isole todas as fontes de energiado
equipamento. Namaioriados casos
existem várias fontes. Paratanto, poderá
ser necessário desconectar cabos de
força, desligar chaves gerais, retirar
fusíveis, fechar válvulas mestras, flangear
tubulações, etc)
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
5 - BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO
Bloqueie as fontes de energia com dispositivos de bloqueio
adequados e afixe conjuntamente uma etiqueta devidamente
preenchida.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
Mesmo após desligado e bloqueado, um
equipamento ou instalação pode ainda
apresentar alguma energia armazenada
( eletricidade estática, partes aquecidas,
pressão residual em tubulações, etc )
Essa energia deve ser dissipada através de
procedimentos como aterramento, bloqueio
de partes móveis, calço de peças suspensas,
purga de tubulações e resfriamento e partes
aquecidas.
Se possível um novo acúmulo posterior de
energia armazenada, fazer o monitoramento.
6 - DESCARGA DA ENERGIA ARMAZENADA
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
8 - EXECUÇÃO DA ATIVIDADE EM
SEGURANÇA
Finalmente pode-se garantir que temos um
estado de "energia zero”, e há total
segurança para realização dos serviços
necessários junto ao equipamento
7 - VERIFICAÇÃO DO ISOLAMENTO
Teste o equipamento par assegurar-se de
que ele não pode ser energizado. Se
necessário, utiliza instrumentos de medição.
Durante o teste certifique-se que ninguém
está em contato com o equipamento.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
9 - RESTABELECIMENTO DA ENERGIA
Uma vez encerrado o serviço, certifique-se que
todas as proteções foram reinstaladas, e o
equipamento está seguro para voltar a
operar.Assegure-se de que ninguém está em
contato, retire os dispositivos de bloqueio e
etiquetas, acione-o, e teste seu funcionamento.
10 - COMUNICAÇÃO FINAL
Comunique todo o pessoal envolvido
(incluindo seu supervisor e o supervisor
da área ) que o equipamento ou instalação
está operacional novamente.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
AGUINALDO
SI T UAÇÕES ESPECI AI S
Quando hádiversas pessoas trabalhando
num mesmo equipamento ou instalação,
cada uma deve colocar seu próprio
dispositivo de bloqueio e etiqueta. Para
tanto, existem travas especiais que
permitem a aplicação de vários cadeados
simultaneamente.
MUDANÇA DE T URNO OU EQUI PE DE
T RABALHO
Durante mudança de turno, os equipamentos
que precisam ser mantidos sem energianão
devem ficar desbloqueados.Oempregado que
estáencerrando o turno, deve aguardar o
companheiro aplicar seu dispositivo de bloqueio
e identificação, para então retirar os seus.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
IMPOSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DO BLOQUEIO
Eventualmente pode-se encontrar uma situação onde é
necessário manter um equipamento sem energia mas, devido
restrições técnicas, não é possível aplicar o dispositivo de
bloqueio.
• Envolver o SESMT ;
• Aplicar uma etiqueta de
identificação e advertênciano mesmo
local onde seria aplicado o bloqueio;
• designar um funcionário
responsável para garantir que a fonte
de energiasejaacionada. Omesmo
deve manter-se em contato visual
constante com essafonte.
AGUINALDO
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
A violação de um dispositivo de
bloqueio só deve ser feita em
situações excepcionais ( como perda da
chave, ausência do funcionário
responsável ou não identificação do
mesmo ) e sob autorização formal do
supervisor ou gerente da área. C
haves
reservas e chaves mestras só devem
utilizadas nessas situações. Paratanto
deve ser preenchido previamente
formulário especifico.
A violação não autorizada de um dispositivo de bloqueio ( utilização
sem permissão de chave reservaou rompimento proposital de um
cadeado,por exemplo) deve ser considerada falta grave e o
responsável estar sujeito à aplicação de medidas disciplinares.
PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guinchoTreinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guincho
Andressa Macedo
 
Treinamento Esmerilhadeira
Treinamento EsmerilhadeiraTreinamento Esmerilhadeira
Treinamento Esmerilhadeira
Ane Costa
 

Mais procurados (20)

TREINAMENTO BLOQUEIO VALE-PAULO.ppt
TREINAMENTO BLOQUEIO VALE-PAULO.pptTREINAMENTO BLOQUEIO VALE-PAULO.ppt
TREINAMENTO BLOQUEIO VALE-PAULO.ppt
 
Treinamento linha de vidas
Treinamento linha de vidasTreinamento linha de vidas
Treinamento linha de vidas
 
Trabalho de segurança em eletricidade nr 10
Trabalho de segurança em eletricidade nr 10Trabalho de segurança em eletricidade nr 10
Trabalho de segurança em eletricidade nr 10
 
Curso loto
Curso lotoCurso loto
Curso loto
 
Treinamento Loto.pdf
Treinamento Loto.pdfTreinamento Loto.pdf
Treinamento Loto.pdf
 
Treinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guinchoTreinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guincho
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
 
Manual dds
Manual ddsManual dds
Manual dds
 
curso-de-nr-12-unochapeco
curso-de-nr-12-unochapecocurso-de-nr-12-unochapeco
curso-de-nr-12-unochapeco
 
Treinamento Esmerilhadeira
Treinamento EsmerilhadeiraTreinamento Esmerilhadeira
Treinamento Esmerilhadeira
 
Treinamento NR 12
Treinamento NR 12Treinamento NR 12
Treinamento NR 12
 
Perguntas e respostas sobre a nr 20
Perguntas e respostas sobre a nr 20Perguntas e respostas sobre a nr 20
Perguntas e respostas sobre a nr 20
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte
 
Manual de segurança no lar
Manual de segurança no larManual de segurança no lar
Manual de segurança no lar
 
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicosSegurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicos
 
Bloqueios de energia
Bloqueios de energiaBloqueios de energia
Bloqueios de energia
 
Treinamento betoneira
Treinamento betoneiraTreinamento betoneira
Treinamento betoneira
 
130936645 apostila-nr10-sep
130936645 apostila-nr10-sep130936645 apostila-nr10-sep
130936645 apostila-nr10-sep
 
Nr10/SEP - Segurança em instalações e serviços com eletricidade
Nr10/SEP - Segurança em instalações e serviços com eletricidadeNr10/SEP - Segurança em instalações e serviços com eletricidade
Nr10/SEP - Segurança em instalações e serviços com eletricidade
 
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novoTreinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
 

Semelhante a Bloqueio e Etiquetagem.pdf

0051 travamento seguran%e7a-92sld
0051 travamento seguran%e7a-92sld0051 travamento seguran%e7a-92sld
0051 travamento seguran%e7a-92sld
Sávio Gomes
 
Bloqueios de energias
Bloqueios de energias Bloqueios de energias
Bloqueios de energias
NewAge16
 
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energiaMe00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
Johnny Fernandes
 
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTETREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
tstcursino
 
Nocoes basicas de travamento de fontes de energia
Nocoes basicas de travamento de fontes de energiaNocoes basicas de travamento de fontes de energia
Nocoes basicas de travamento de fontes de energia
Cosmo Palasio
 

Semelhante a Bloqueio e Etiquetagem.pdf (20)

lockout-tagout-pdf
 lockout-tagout-pdf lockout-tagout-pdf
lockout-tagout-pdf
 
Sistema LOTO.ppt
Sistema LOTO.pptSistema LOTO.ppt
Sistema LOTO.ppt
 
29 bloqueio efetivo de energia
29   bloqueio efetivo de energia29   bloqueio efetivo de energia
29 bloqueio efetivo de energia
 
Bloqueio-de-Energia.pdf
Bloqueio-de-Energia.pdfBloqueio-de-Energia.pdf
Bloqueio-de-Energia.pdf
 
NR10 - Treinamento LOTO - 2023.pp tx
NR10 - Treinamento LOTO - 2023.pp     txNR10 - Treinamento LOTO - 2023.pp     tx
NR10 - Treinamento LOTO - 2023.pp tx
 
0051 travamento seguran%e7a-92sld
0051 travamento seguran%e7a-92sld0051 travamento seguran%e7a-92sld
0051 travamento seguran%e7a-92sld
 
TREINAMENTO-NR-10_060b07baa0974b39ac8e0e6556b2c899.pptx
TREINAMENTO-NR-10_060b07baa0974b39ac8e0e6556b2c899.pptxTREINAMENTO-NR-10_060b07baa0974b39ac8e0e6556b2c899.pptx
TREINAMENTO-NR-10_060b07baa0974b39ac8e0e6556b2c899.pptx
 
Bloqueios de energias
Bloqueios de energias Bloqueios de energias
Bloqueios de energias
 
Bloqueios de energia
Bloqueios de energiaBloqueios de energia
Bloqueios de energia
 
Mi5500e_UM_pt-br_100-240V_2009-10-26.pdf
Mi5500e_UM_pt-br_100-240V_2009-10-26.pdfMi5500e_UM_pt-br_100-240V_2009-10-26.pdf
Mi5500e_UM_pt-br_100-240V_2009-10-26.pdf
 
BLOQUEIO E ISOLAMENTO DE ENERGIAS SANDEN.pptx
BLOQUEIO E ISOLAMENTO DE ENERGIAS SANDEN.pptxBLOQUEIO E ISOLAMENTO DE ENERGIAS SANDEN.pptx
BLOQUEIO E ISOLAMENTO DE ENERGIAS SANDEN.pptx
 
Treinamento bloqueio 2019
Treinamento bloqueio 2019Treinamento bloqueio 2019
Treinamento bloqueio 2019
 
Medidas de controle
Medidas de controleMedidas de controle
Medidas de controle
 
Regrasdeouronr10
Regrasdeouronr10Regrasdeouronr10
Regrasdeouronr10
 
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energiaMe00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
Me00.22.is009 rev00 etiquetamento e bloqueio de energia
 
TREINAMENTO NR 10 AT.pptx
TREINAMENTO NR 10 AT.pptxTREINAMENTO NR 10 AT.pptx
TREINAMENTO NR 10 AT.pptx
 
Check list de espaço confinado
Check list de espaço confinadoCheck list de espaço confinado
Check list de espaço confinado
 
Tagout Lockout by CLT Services
Tagout Lockout by CLT ServicesTagout Lockout by CLT Services
Tagout Lockout by CLT Services
 
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTETREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
TREINAMENTO NR 10 - ELETRICIDADE SLID DE INICIANTE
 
Nocoes basicas de travamento de fontes de energia
Nocoes basicas de travamento de fontes de energiaNocoes basicas de travamento de fontes de energia
Nocoes basicas de travamento de fontes de energia
 

Mais de ELTONARAUJORAMOS2 (11)

Treinamento de NR 32.ppt
Treinamento de NR 32.pptTreinamento de NR 32.ppt
Treinamento de NR 32.ppt
 
NR18-Treinamento-Montagem-Andaimes.pptx
NR18-Treinamento-Montagem-Andaimes.pptxNR18-Treinamento-Montagem-Andaimes.pptx
NR18-Treinamento-Montagem-Andaimes.pptx
 
NR12-Treinamento-Rocadeira.pptx
NR12-Treinamento-Rocadeira.pptxNR12-Treinamento-Rocadeira.pptx
NR12-Treinamento-Rocadeira.pptx
 
Slides - Manipulação Segura de Alimentos.pdf
Slides - Manipulação Segura de Alimentos.pdfSlides - Manipulação Segura de Alimentos.pdf
Slides - Manipulação Segura de Alimentos.pdf
 
CURSO-bpf.pdf
CURSO-bpf.pdfCURSO-bpf.pdf
CURSO-bpf.pdf
 
Treinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptxTreinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptx
 
PRIMEIROS SOCORROS.ppt
PRIMEIROS SOCORROS.pptPRIMEIROS SOCORROS.ppt
PRIMEIROS SOCORROS.ppt
 
12-ENVENENAMENTO.ppt
12-ENVENENAMENTO.ppt12-ENVENENAMENTO.ppt
12-ENVENENAMENTO.ppt
 
Grupo 01.pdf
Grupo 01.pdfGrupo 01.pdf
Grupo 01.pdf
 
Apresentação do PowerPoint NR 33.pdf
Apresentação do PowerPoint NR 33.pdfApresentação do PowerPoint NR 33.pdf
Apresentação do PowerPoint NR 33.pdf
 
nr11-e-empilhadeiras.ppt
nr11-e-empilhadeiras.pptnr11-e-empilhadeiras.ppt
nr11-e-empilhadeiras.ppt
 

Bloqueio e Etiquetagem.pdf

  • 1. BLOQUEIO E BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA DE ENERGIA LOCK-OUT & TAG-OUT LOCK-OUT & TAG-OUT AGUINALDO
  • 2. ENERGIA ENERGIA Elétrica Elétrica Mecânica Mecânica Hidraúlica Hidraúlica Pneumática Pneumática Química Química Térmica Térmica Gravidade Gravidade Radiação Radiação AGUINALDO
  • 3. Os procedimentos de Bloqueio e Identificação de Energia são a maneira mais efetiva para prevenir os acidentes causados pela liberação descontrolada de energia perigosa. Seu objetivo é garantir um estado de ENERGIA ZERO ENERGIA ZERO, onde tem-se a certeza de que não haverá acionamento inesperado do equipamento ou liberação acidental de energia perigosa. BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA BLOQUEIO BLOQUEIO LOCK-OUT LOCK-OUT IDENTIFICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO TAG-OUT TAG-OUT PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS AGUINALDO
  • 4. COMO APLICAR COMO APLICAR O BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA? O BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA? “ “Regra dos 10 Passos Regra dos 10 Passos” ” AGUINALDO 1. PREPARAÇÃO I dentifique aenergiaenvolvida ( tipos, fontes e perigos ) e os dispositivos de controle existentes ( botoeiras, chaves, válvulas, etc) 2. COMUNI CAÇÃO I NI CI AL C omunique todo pessoal envolvido (incluindo seu supervisor e o supervisor da área) que você irá desligar e bloquear o equipamento. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 5. AGUINALDO 3- DESLI GAMENT O desligue o equipamento através de todos os dispositivos normais de controle existentes ( botão de parada, chave liga/ desliga, válvula, etc) 4 - I SOLAMENT O isole todas as fontes de energiado equipamento. Namaioriados casos existem várias fontes. Paratanto, poderá ser necessário desconectar cabos de força, desligar chaves gerais, retirar fusíveis, fechar válvulas mestras, flangear tubulações, etc) PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 6. AGUINALDO 5 - BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO Bloqueie as fontes de energia com dispositivos de bloqueio adequados e afixe conjuntamente uma etiqueta devidamente preenchida. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 7. AGUINALDO Mesmo após desligado e bloqueado, um equipamento ou instalação pode ainda apresentar alguma energia armazenada ( eletricidade estática, partes aquecidas, pressão residual em tubulações, etc ) Essa energia deve ser dissipada através de procedimentos como aterramento, bloqueio de partes móveis, calço de peças suspensas, purga de tubulações e resfriamento e partes aquecidas. Se possível um novo acúmulo posterior de energia armazenada, fazer o monitoramento. 6 - DESCARGA DA ENERGIA ARMAZENADA PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 8. AGUINALDO 8 - EXECUÇÃO DA ATIVIDADE EM SEGURANÇA Finalmente pode-se garantir que temos um estado de "energia zero”, e há total segurança para realização dos serviços necessários junto ao equipamento 7 - VERIFICAÇÃO DO ISOLAMENTO Teste o equipamento par assegurar-se de que ele não pode ser energizado. Se necessário, utiliza instrumentos de medição. Durante o teste certifique-se que ninguém está em contato com o equipamento. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 9. 9 - RESTABELECIMENTO DA ENERGIA Uma vez encerrado o serviço, certifique-se que todas as proteções foram reinstaladas, e o equipamento está seguro para voltar a operar.Assegure-se de que ninguém está em contato, retire os dispositivos de bloqueio e etiquetas, acione-o, e teste seu funcionamento. 10 - COMUNICAÇÃO FINAL Comunique todo o pessoal envolvido (incluindo seu supervisor e o supervisor da área ) que o equipamento ou instalação está operacional novamente. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 10. AGUINALDO SI T UAÇÕES ESPECI AI S Quando hádiversas pessoas trabalhando num mesmo equipamento ou instalação, cada uma deve colocar seu próprio dispositivo de bloqueio e etiqueta. Para tanto, existem travas especiais que permitem a aplicação de vários cadeados simultaneamente. MUDANÇA DE T URNO OU EQUI PE DE T RABALHO Durante mudança de turno, os equipamentos que precisam ser mantidos sem energianão devem ficar desbloqueados.Oempregado que estáencerrando o turno, deve aguardar o companheiro aplicar seu dispositivo de bloqueio e identificação, para então retirar os seus. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 11. IMPOSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DO BLOQUEIO Eventualmente pode-se encontrar uma situação onde é necessário manter um equipamento sem energia mas, devido restrições técnicas, não é possível aplicar o dispositivo de bloqueio. • Envolver o SESMT ; • Aplicar uma etiqueta de identificação e advertênciano mesmo local onde seria aplicado o bloqueio; • designar um funcionário responsável para garantir que a fonte de energiasejaacionada. Omesmo deve manter-se em contato visual constante com essafonte. AGUINALDO PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS
  • 12. A violação de um dispositivo de bloqueio só deve ser feita em situações excepcionais ( como perda da chave, ausência do funcionário responsável ou não identificação do mesmo ) e sob autorização formal do supervisor ou gerente da área. C haves reservas e chaves mestras só devem utilizadas nessas situações. Paratanto deve ser preenchido previamente formulário especifico. A violação não autorizada de um dispositivo de bloqueio ( utilização sem permissão de chave reservaou rompimento proposital de um cadeado,por exemplo) deve ser considerada falta grave e o responsável estar sujeito à aplicação de medidas disciplinares. PCEP – PROGRAMA DE CONTROLE DE ENERGIAS PERIGOSAS