SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Baixar para ler offline
DOING
DESIGN
JUN 2014
bit.ly/1mN2ECE
1 FORMAR
OS GRUPOS
Vamos fazer grupos de 4
pessoas e nos conhecer. Fale
sobre seu trabalho, seu hobbies
e sua comida preferida.
Estimular o cuidado com a
alimentação entre adultos jovens
(25 - 35) moradores de centros
urbanos.
OBJETIVO DO PROJETO
2 IMERSÃO
PRELIMINAR
Vamos conhecer as personas e
identificar similaridades entre
elas (problemas, necessidades,
rotina, etc).
EX:
Aumentar a adesão de
mulheres de baixa
renda em uma
plataforma de
aprendizado online.
falta de tempo,

acúmulo de tarefas,

menor interesse em
tecnologia,
necessidade de
subsídio ou incentivo
3 IMERSÃO EM
PROFUNDIDADE
Vamos formular uma entrevista para criar

empatia com as pessoas e extrair coisas

que não estão na superfície do problema.
!
Um integrante de cada grupo vai visitar um

grupo vizinho para ser entrevistado.
Identificar o que motiva o usuário a
optar por uma alimentação mais
saudável.
OBJETIVO DA PESQUISA
Espere o inesperado.
Seja neutro nas colocações.
Tenha paciência.
O silêncio não é ruim
Explore as inconsistências.
Não suponha nada.
Respeite a intimidade do
entrevistado
Disfrute a experiência
COMO ENTREVISTAR
4 EMPATHY MAP /
INSIGHTS
Agora vamos organizar o que
captamos nas entrevistas e
organizar o mapa de empatia,
de onde podemos extrair
insights para a próxima etapa.
Trazer luz e clareza para significados
previamente ocultos.



Uma forma comum de frasear um insight é
descrever o usuário, sua necessidade e a
problemática relacionada.
!
!
!
INSIGHT
EX:
Adolescentes (usuário) buscam aceitação
através do consumo de bebidas alcoólicas
(necessidade) porque para eles um “fiasco”
social é muito mais destrutivo do que o risco à
saúde. (problemática)
5 DESAFIOS
Com base nos insights, precisamos propor
desafios para solucionar o problema.
!
Um desafio é sempre pergunta sobre
o que podemos fazer, mudar ou aperfeiçoar
a favor do usuário.
HMW?
6 BRAINSTORM
É hora de ter ideias!
!
Precisamos te rmuitas ideias. Com a combinação
ou persistência delas temos mais chances de
sermos acertivos na solução.
É uma boa ideia, mas…
Isso vai contra as políticas da empresa…
Em teoria é boa, mas…
Não parece muito prático…
Não temos verba para isso…
O consumidor não quer isso…
É muito avançado…
Quem mais já fez isso?
Nós fazemos isso de outro jeito aqui…
BRAINSTORM KILLERS
7 SELEÇÃO
DE IDEIAS
Agora devemos filtrar nossas ideias.
Vamos escolher apenas três.
!
Discutam sobre a relevância de cada
uma delas.
+ INOVADORA
+ FUNCIONAL
+ SEXY
8 PROTÓTIPO
Esse é um momento importante, vamos
colocar nossas ideias em prova. Precisamos
ilustrar as ideias o máximo que conseguirmos
para simular seu uso e descobrir onde
podemos melhorar ou o que precisamos
corrigir.
TESTE RÁPIDO
TESTE SEMPRE
9 TESTE
Vamos misturar os grupos.



Dois integrantes de cada grupo
visitam um grupo vizinho para
apresentar a ideia e o protótipo

e captar as impressões sobre eles.
+ - ? !
10REFINAMENTO
De posse dos relatos das pessoas, refine suas
ideias e tente combiná-las. Absorva as
críticas e as converta em melhorias.
!
Escolha mais madura, prototipe novamente
e confira se o caso foi resolvido.
BOM REFINAMENTO
Discuta bem o modelo de negócios
Discuta como será resolvido tecnicamente
Discuta o ripple effect
Quase lá!
!
Precisamos entender o projeto
como parte da vida das
pessoas. Para isso, organize a
forma de processá-la no
contexto do usuário.
11 STORYTELLING
WHERE
WHEN
WHAT
WHO
WHY
HOW
12APRESENTAÇÃO
Parabéns!
!
Em poucos horas o trabalho em grupo gerou
um projeto de co-criação, e aumentamos a
possibilidade de melhorar a vida das pessoas.
!
Apresente sua ideia para todos

com orgulho!
DESIGN
TECNOLOGIA NEGÓCIOS
inovação
TKS chicovisck@gmail.com
Chico Adelano
Designer | Creative Technologist

Mais conteúdo relacionado

Destaque

COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERG
COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERGCOMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERG
COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERGMonique Barth
 
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da Competividade
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da CompetividadeMBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da Competividade
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da CompetividadeIvan de Souza
 
Aula Estratégia _ Análise Interna
Aula Estratégia _ Análise InternaAula Estratégia _ Análise Interna
Aula Estratégia _ Análise InternaWilian Gatti Jr
 
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de Janeiro
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de JaneiroDesign Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de Janeiro
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de JaneiroAndré Diniz de Moraes
 
Toolkit para concepção de produtos e serviços
Toolkit para concepção de produtos e serviçosToolkit para concepção de produtos e serviços
Toolkit para concepção de produtos e serviçosDTStartups
 
Resenha safári de estratégia
Resenha safári de estratégiaResenha safári de estratégia
Resenha safári de estratégiabiatuca
 
Escola do design - Safari de Estratégia
Escola do design - Safari de EstratégiaEscola do design - Safari de Estratégia
Escola do design - Safari de EstratégiaTomas Pinheiro
 
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08Givanildo Silva
 
Escola do poder - Safari de estratégia
Escola do poder - Safari de estratégiaEscola do poder - Safari de estratégia
Escola do poder - Safari de estratégiaTomas Pinheiro
 
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014Touchpoint Dashboard
 
Transforming Customer Experience: From Moments to Journeys
Transforming Customer Experience: From Moments to JourneysTransforming Customer Experience: From Moments to Journeys
Transforming Customer Experience: From Moments to JourneysMcKinsey on Marketing & Sales
 
Customer Journey Map Template
Customer Journey Map TemplateCustomer Journey Map Template
Customer Journey Map TemplateOpsPanda
 
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey maps
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey mapsMapping the customer experience: innovate using customer experience journey maps
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey mapsJoyce Hostyn
 

Destaque (17)

COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERG
COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERGCOMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERG
COMPREENSÃO SOBRE A ESCOLA CULTURAL DE HENRY MINTZBERG
 
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da Competividade
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da CompetividadeMBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da Competividade
MBA Marketing Digital: Análise da Indústria e da Competividade
 
Aula Estratégia _ Análise Interna
Aula Estratégia _ Análise InternaAula Estratégia _ Análise Interna
Aula Estratégia _ Análise Interna
 
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de Janeiro
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de JaneiroDesign Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de Janeiro
Design Thinking Weekend - 3ª Edição - Rio de Janeiro
 
Recife GovJam 2016
Recife GovJam 2016Recife GovJam 2016
Recife GovJam 2016
 
Influire - Competição
Influire - CompetiçãoInfluire - Competição
Influire - Competição
 
Toolkit para concepção de produtos e serviços
Toolkit para concepção de produtos e serviçosToolkit para concepção de produtos e serviços
Toolkit para concepção de produtos e serviços
 
Resenha safári de estratégia
Resenha safári de estratégiaResenha safári de estratégia
Resenha safári de estratégia
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 
Escola do design - Safari de Estratégia
Escola do design - Safari de EstratégiaEscola do design - Safari de Estratégia
Escola do design - Safari de Estratégia
 
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08
Safari De Estrategia Escola Cognitiva 24 08 08
 
Escola do poder - Safari de estratégia
Escola do poder - Safari de estratégiaEscola do poder - Safari de estratégia
Escola do poder - Safari de estratégia
 
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014
Touchpoint Dashboard Journey Mapping Guide 2014
 
Transforming Customer Experience: From Moments to Journeys
Transforming Customer Experience: From Moments to JourneysTransforming Customer Experience: From Moments to Journeys
Transforming Customer Experience: From Moments to Journeys
 
Customer Journey Analytics and Big Data
Customer Journey Analytics and Big DataCustomer Journey Analytics and Big Data
Customer Journey Analytics and Big Data
 
Customer Journey Map Template
Customer Journey Map TemplateCustomer Journey Map Template
Customer Journey Map Template
 
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey maps
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey mapsMapping the customer experience: innovate using customer experience journey maps
Mapping the customer experience: innovate using customer experience journey maps
 

Semelhante a Designing for Healthy Eating

2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinkingRafaella Cavalca
 
Desenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a CriatividadeDesenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a Criatividadetati_spazziano
 
InovaSession - Design Thinking 2012
InovaSession - Design Thinking 2012InovaSession - Design Thinking 2012
InovaSession - Design Thinking 2012rcmello13
 
Tap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaTap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaMarcelo Ribas
 
Tap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaTap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaMarcelo Ribas
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo iiSilvana
 
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...Vinícius Silva de Andrade
 
Criatividade como diferencial profissional.ppt
Criatividade como diferencial profissional.pptCriatividade como diferencial profissional.ppt
Criatividade como diferencial profissional.pptEdilsondoValle1
 
Open ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPOpen ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPNatalia Lion
 
LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosOdair Tuono
 
_Apresentação Aprender a Transformar.pdf
_Apresentação Aprender a Transformar.pdf_Apresentação Aprender a Transformar.pdf
_Apresentação Aprender a Transformar.pdfRicardoReis505841
 
Inovação além das técnicas e ferramentas HUB ESCOLA
Inovação além das técnicas e ferramentas   HUB ESCOLAInovação além das técnicas e ferramentas   HUB ESCOLA
Inovação além das técnicas e ferramentas HUB ESCOLADébora Brauhardt
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedAntonio Costa
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
CriatividadeNina
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieRafaella Cavalca
 
Exercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullyingExercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullyingPaula Santos
 
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosCurso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosJulien Condamines
 

Semelhante a Designing for Healthy Eating (20)

2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinking
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Desenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a CriatividadeDesenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a Criatividade
 
InovaSession - Design Thinking 2012
InovaSession - Design Thinking 2012InovaSession - Design Thinking 2012
InovaSession - Design Thinking 2012
 
Tap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaTap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamica
 
Tap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamicaTap aula1e2-diagrama dinamica
Tap aula1e2-diagrama dinamica
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo ii
 
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
 
Criatividade como diferencial profissional.ppt
Criatividade como diferencial profissional.pptCriatividade como diferencial profissional.ppt
Criatividade como diferencial profissional.ppt
 
Open ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SPOpen ideo OutPost - SP
Open ideo OutPost - SP
 
LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos Criativos
 
_Apresentação Aprender a Transformar.pdf
_Apresentação Aprender a Transformar.pdf_Apresentação Aprender a Transformar.pdf
_Apresentação Aprender a Transformar.pdf
 
Inovação além das técnicas e ferramentas HUB ESCOLA
Inovação além das técnicas e ferramentas   HUB ESCOLAInovação além das técnicas e ferramentas   HUB ESCOLA
Inovação além das técnicas e ferramentas HUB ESCOLA
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
 
Bloqueios mentais
Bloqueios mentaisBloqueios mentais
Bloqueios mentais
 
Design Thinking para Startups
Design Thinking para StartupsDesign Thinking para Startups
Design Thinking para Startups
 
Exercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullyingExercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullying
 
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de ProjetosCurso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
Curso de design thinking FIAP 2016 - MBA Gestão de Projetos
 

Designing for Healthy Eating

  • 3. 1 FORMAR OS GRUPOS Vamos fazer grupos de 4 pessoas e nos conhecer. Fale sobre seu trabalho, seu hobbies e sua comida preferida.
  • 4. Estimular o cuidado com a alimentação entre adultos jovens (25 - 35) moradores de centros urbanos. OBJETIVO DO PROJETO
  • 5. 2 IMERSÃO PRELIMINAR Vamos conhecer as personas e identificar similaridades entre elas (problemas, necessidades, rotina, etc).
  • 6. EX: Aumentar a adesão de mulheres de baixa renda em uma plataforma de aprendizado online. falta de tempo,
 acúmulo de tarefas,
 menor interesse em tecnologia, necessidade de subsídio ou incentivo
  • 7. 3 IMERSÃO EM PROFUNDIDADE Vamos formular uma entrevista para criar
 empatia com as pessoas e extrair coisas
 que não estão na superfície do problema. ! Um integrante de cada grupo vai visitar um
 grupo vizinho para ser entrevistado.
  • 8. Identificar o que motiva o usuário a optar por uma alimentação mais saudável. OBJETIVO DA PESQUISA
  • 9. Espere o inesperado. Seja neutro nas colocações. Tenha paciência. O silêncio não é ruim Explore as inconsistências. Não suponha nada. Respeite a intimidade do entrevistado Disfrute a experiência COMO ENTREVISTAR
  • 10. 4 EMPATHY MAP / INSIGHTS Agora vamos organizar o que captamos nas entrevistas e organizar o mapa de empatia, de onde podemos extrair insights para a próxima etapa.
  • 11. Trazer luz e clareza para significados previamente ocultos.
 
 Uma forma comum de frasear um insight é descrever o usuário, sua necessidade e a problemática relacionada. ! ! ! INSIGHT
  • 12. EX: Adolescentes (usuário) buscam aceitação através do consumo de bebidas alcoólicas (necessidade) porque para eles um “fiasco” social é muito mais destrutivo do que o risco à saúde. (problemática)
  • 13. 5 DESAFIOS Com base nos insights, precisamos propor desafios para solucionar o problema. ! Um desafio é sempre pergunta sobre o que podemos fazer, mudar ou aperfeiçoar a favor do usuário.
  • 14. HMW?
  • 15. 6 BRAINSTORM É hora de ter ideias! ! Precisamos te rmuitas ideias. Com a combinação ou persistência delas temos mais chances de sermos acertivos na solução.
  • 16. É uma boa ideia, mas… Isso vai contra as políticas da empresa… Em teoria é boa, mas… Não parece muito prático… Não temos verba para isso… O consumidor não quer isso… É muito avançado… Quem mais já fez isso? Nós fazemos isso de outro jeito aqui… BRAINSTORM KILLERS
  • 17. 7 SELEÇÃO DE IDEIAS Agora devemos filtrar nossas ideias. Vamos escolher apenas três. ! Discutam sobre a relevância de cada uma delas.
  • 19. 8 PROTÓTIPO Esse é um momento importante, vamos colocar nossas ideias em prova. Precisamos ilustrar as ideias o máximo que conseguirmos para simular seu uso e descobrir onde podemos melhorar ou o que precisamos corrigir.
  • 21. 9 TESTE Vamos misturar os grupos.
 
 Dois integrantes de cada grupo visitam um grupo vizinho para apresentar a ideia e o protótipo
 e captar as impressões sobre eles.
  • 22. + - ? !
  • 23. 10REFINAMENTO De posse dos relatos das pessoas, refine suas ideias e tente combiná-las. Absorva as críticas e as converta em melhorias. ! Escolha mais madura, prototipe novamente e confira se o caso foi resolvido.
  • 24. BOM REFINAMENTO Discuta bem o modelo de negócios Discuta como será resolvido tecnicamente Discuta o ripple effect
  • 25. Quase lá! ! Precisamos entender o projeto como parte da vida das pessoas. Para isso, organize a forma de processá-la no contexto do usuário. 11 STORYTELLING
  • 27. 12APRESENTAÇÃO Parabéns! ! Em poucos horas o trabalho em grupo gerou um projeto de co-criação, e aumentamos a possibilidade de melhorar a vida das pessoas. ! Apresente sua ideia para todos
 com orgulho!