Apresentação Manifesto Comunista Marx

56.451 visualizações

Publicada em

Apresentação Manifesto comunista Marx

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
56.451
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38.590
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
383
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Manifesto Comunista Marx

  1. 1. Resumo do Manifesto do Partido Comunista Karl Marx e Friedrich Engels Comunicadores: Carlos Faria e Ana Carolina Ribeiro Disciplina: Filosofia da Educação Prof. Darlan Faccin Weide Guarapuava, Outubro de 2010 Universidade Estadual do Centro-Oeste Unicentro
  2. 2. “ A história de toda a sociedade até hoje é a história de luta de classes” (p.66) “ A sociedade inteira vai-se dividindo cada vez mais em dois grandes campos inimigos, em duas grandes classes diretamente opostas entre si: burguesia e proletariado” (p. 67) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  3. 3. “ A própria burguesia moderna é o produto de um longo processo de desenvolvimento, de uma série de revoluções nos modos de produção e de troca. […] O poder político do Estado moderno nada mais é do que um comitê para administrar os negócios comuns de toda classe burguesa.” (p. 68) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  4. 4. “ A burguesia desempenhou na história um papel extremamente revolucionário. Onde quer que tenha chegado ao poder, a burguesia destruiu todas as relações feudais, patriarcais, idílicas. ” (p. 68) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  5. 5. “ A necessidade de mercados cada vez mais extensos para seus produtos impele a burguesia para todo o globo terrestre.” (p. 69) “ A burguesia não pode existir sem revolucionar continuamente os instrumentos de produção e, por conseguinte, as relações de produção, portanto todo o conjunto das relações sociais.” (p. 69) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  6. 6. “ A burguesia submeteu o campo ao domínio da cidade [...] suprime cada vez mais a dispersão dos meios de produção, da propriedade e da população [...] criou forças produtivas mais poderosas e colossais do que todas as gerações passadas em conjunto”(p. 70-71) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  7. 7. - “As relações burguesas de propriedade, a moderna sociedade burguesa, que fez surgir como que por encanto possantes meios de produção e de troca, assemelha-se ao feiticeiro que já não pode controlar as potências infernais por ele postas em movimento. Há mais de uma década a história da indústria e do comércio não é senão a história da revolta das forças produtivas modernas contra as modernas relações de produção, contra as relações de propriedade que são a condição de existência da burguesia e de seu domínio. [...] Nessas crises, irrompe uma epidemia social que em épocas precedentes teria parecido um absurdo – a epidemia da superprodução. [...] E de que modo a burguesia vence tais crises? De um lado, através da destruição forçada de uma massa de forças produtivas;de outro, através da conquista de novos mercados e da exploração mais intensa dos antigos” (p. 71-72) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  8. 8. “ A burguesia não forjou apenas as armas que lhe trarão a morte; produziu também os homens que empunharão essas armas – os operários modernos, os proletários. [...] O proletariado passa por diferentes fases de desenvolvimento. Sua luta contra a burguesia começa com sua própria existência. [...] Com o desenvolvimento da indústria, o proletariado não apenas se multiplica; concentra-se em massas cada vez maiores, sua força aumenta e ele sente mais tudo isso. [...] De todas as classes que hoje se opõem à burguesia, apenas o proletariado é uma classe verdadeiramente revolucionária” (p. 72-75) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  9. 9. “ Todos os movimentos precedentes foram movimentos de minorias ou no interesse de minorias. O movimento proletário é o movimento independente da imensa maioria no interesse da imensa maioria. O proletariado, estrato inferior da atual sociedade, não pode erguer-se, pôr-se de pé, sem que salte pelos ares toda a superestrutura dos estratos que constituem a sociedade civil oficial.” (p. 77) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  10. 10. “ A condição mais essencial para a existência e a dominação da classe burguesa é a acumulação da riqueza nas mãos de particulares, a formação e o aumento do capital; a condição do capital é o trabalho assalariado. [...] A burguesia produz, acima de tudo, seus próprios coveiros. Seu declínio e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis.” (p. 77-78) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  11. 11. “ O que caracteriza o comunismo não é a aboliçÃo da propriedade em geral, mas a abolição da propriedade burguesa. [...] Nesse sentido, os comunistas podem resumir sua teoria nessa única expressão: abolição da propriedade privada.” (p. 79) “ O objetivo imediato dos comunistas é o mesmo que o de todos os demais partidos proletários: constituição do proletariado em classe, derrubada da dominação da burguesia, conquista do poder político pelo proletariado.” (p. 80) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  12. 12. “ O capital é um produto coletivo e só pode ser colocado em movimento pela atividade comum de muitos membros da sociedade e mesmo, em última instância, pela atividade comum de todos os membros da sociedade. O capital, portanto, não é uma potência pessoal, é uma potência social.” (p. 81) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  13. 13. “ Assim, se o capital é transformado em propriedade comum pertencente a todos os membros da sociedade, não é uma propriedade pessoal que se transforma em propriedade social. Transforma-se apenas o caráter social da propriedade. Ela perde o ser caráter de classe.” (p. 81) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  14. 14. “ O preço médio do trabalho assalariado é o mínimo de salário, ou seja, a soma dos meios de subsistência necessários para que o operário viva como operário.” (p. 81) “ Na sociedade burguesa o trabalho vivo é apenas um meio para aumentar o trabalho acumulado. Na sociedade comunista o trabalho acumulado é apenas um meio para ampliar, enriquecer, promover o processo de vida do operário” (p. 81) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  15. 15. “ O comunismo não priva ninguém do poder de se apropriar dos produtos sociais; o que faz é eliminar o poder de subjugar o trabalho alheio por meio dessa apropriação.” (p. 82) “ Os comunistas são censurados por querer suprimir a pátria, a nacionalidade. Os operários não têm pátria. Não se lhes pode tomar aquilo que não têm.” (p. 84) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  16. 16. “ As separações e os antagonismos nacionais entre os povos desaparecem com o desenvolvimento da burguesia, com a liberdade de comércio, com o mercado mundial, com a uniformidade da produção industrial e com as condições de existência a ela correspondentes. A dominação do proletariado industrial e com as condições de existência a ela correspondentes. A dominação do proletariado fará com que desapareçam ainda mais. [...] Na medida em que é abolida a exploração de um indivíduo por outro, é abolida também a exploração de uma nação por outra. Com o desaparecimento do antagonismo das classes no interior das nações, desaparece também a posição de hostilidade entre as nações.” (p. 84-85) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  17. 17. “ O que demonstra a história das ideias senão que a produção intelectual se transforma com a produção material? As ideias dominantes de uma época sempre foram as ideias da classe dominante.” (p. 85) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  18. 18. “ O proletariado utilizará seu domínio político para arrancar pouco a pouco todo o capital à burguesia, para centralizar todos os instrumentos de produção nas mãos do Estado, ou seja, do proletariado organizado como classe dominante, e para aumentar o mais rapidamente possível a massa das forças produtivas. Isso naturalmente só poderá ser realizado, no princípio, por uma intervenção despótica no direito de propriedade e nas relações burguesas de produção.” (p. 86) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  19. 19. “ Quando as diferenças de classe desaparecerem no curso do desenvolvimento e toda a produção concentrar-se nas mãos dos indivíduos associados, o poder político perderá seu caráter político. O poder político propriamente dito é o poder organizado de uma classe para a opressão da outra.” (p. 87) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  20. 20. “ Se na luta contra a burguesia o proletariado é forçado a organizar-se como classe, se mediante uma revolução torna-se a classe dominante e como classe dominante suprime violentamente as antigas relações de produção, as condições de existência dos antagonismos de classe, as classes em geral e, com isso, sua própria dominação de classe.” (p. 87) Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  21. 21. “ Em lugar da velha sociedade burguesa, com suas classes e seus antagonismos de classes, surge uma associação na qual o livre desenvolvimento de cada um é a condição para o livre desenvolvimento de todos” Karl Marx Friedrich Engels Resumo do Manifesto do Partido Comunista
  22. 22. Referências Bibliográficas Marx, K.; Engels, F. Manifesto do Partido Comunista . 6ª ed. Petrópolis: Vozes, 1996. Resumo do Manifesto do Partido Comunista

×