SlideShare uma empresa Scribd logo
Ferramentas de PE
Modelo SWOT e forças competitivas
(MICHEL PORTER)
“O homem só se move para
evitar a dor ou procurar prazer”
(Michel Porter)
FOFA ou SWOT
• No Planeamento Estratégico deve conhecer
e utilizar melhor os Pontos Fortes,
eliminando, ou adequando, seus Pontos
Fracos, conhecendo e usufruindo as
Oportunidades externas, afastando, ou
reduzindo, o impacto negativo das
Ameaças.
DIAGNÓSTICO: INTERNO
“Pontos fortes”: são variáveis internas e
controláveis que propiciam uma condição
favorável para a organização, em relação ao
seu ambiente;
“Pontos fracos” são variáveis internas e
controláveis que provocam uma situação
desfavorável para a organização, em relação
ao seu ambiente;
Ponto Neutro
• Para alguns especialistas, são considerados
para além dos pontos fortes e fracos, surge
em determinado momento, uma variável
que, embora identificada pela organização,
não estaria em condições de ser classificada
como ponto forte ou fraco.
• Exemplo: tecnologia.
DIAGNÓSTICO: EXTERNO
“Oportunidade” são variáveis externas não
controláveis pela organização, que podem
criar condições favoráveis para ela, desde
que a mesma tenha condições e/ou interesse
de usufruí-las;
“Ameaças” são variáveis externas não
controláveis pela organização, que podem
criar condições desfavoráveis para a mesma.
O crescimento de um mercado pode
ser considerado uma oportunidade?
• Se a organização tiver pontos fortes como
recursos financeiros suficientes para
financiar seu crescimento, seria um ponto
forte;
• Caso contrário a organização perderia
participação no mercado mesmo com igual
número de clientes.
Ambiente
Interno
Ambien
te
Externo
OPORTUNIDADES AMEAÇAS
Clientes
A e B
Fo
rne
ce
dor
es
Vocação do
ro
Sub-
Total
Concorrê
ncia
Legisla
ção
Novas
tecnologias
Sub-
Total
F O R Ç A S
Localizaç
ão
2 1 2 5 2 0 0 2 7
Gestão
de RH
1 0 0 1 2 2 2 6 7
Mix de
produtos
2 2 2 6 2 1 2 5 11
0 0 0
0 0 0
Sub-
Total
5 3 4 0 0 12 6 3 4 0 0 13 25
FRAQUEZAS
Comunica
ção
interna
2 1 0 3 1 0 1 2 5
Política
de
vendas
2 2 2 6 1 1 2 4 10
Política
de salário
1 0 0 1 1 1 1 3 4
0 0 0
0 0 0
Modelo de Porter (1980)
Fornecedores
A empresa
Competidores
tradicionais
Consumidores
Novos produtos
Produtos e serviços substitutos
As forças do mercado
• Qual o poder de negociação dos
fornecedores da maior empresa do mundo?
• Identifica um novo produto que surgiu no
mercado dos hipermercados?
• Qual a maior ameaça?
• Qual o poder de negociação de um cliente
de uma empresa de telefonia celular?
Produtos Substitutos X Alternativos
• Substitutos: forma diferente e a mesma
função. Exemplo: lápis, calculadora e
software de contabilidade;
• Alternativos: forma e função diferentes,
mas objetivos iguais. O cinema e
restaurante tem o mesmo objetivo: o lazer.
Análise PEST
• Fatores políticos referem-se a questões
regulamentares que afetam a empresa
como regras regulamentares, aspectos
legais ou apenas o ambiente político.
• Fatores económicos referem-se às
forças financeiras atuais que agem no
seu mercado-alvo. Avalia aspectos como
recessão ou mercado de ações.
Análise PEST
• Fatores sociais referem-se a mudanças
nas tendências sociais, modismos ou
grupos demográficos que afetam o seu
mercado-alvo e suas opiniões atuais.
• Fatores tecnológicos incluem todas as
mudanças tecnológicas que afetam seu
produto, seu mercado ou seus esforços
de coleta de informações sobre esse
mercado.
Matriz BCG
Boston Consulting Group
• BCG é um
modelo utilizado
para análise de
portfólio de
produtos ou de
unidades de
negócio baseado
no conceito de
ciclo de vida do
produto.
Matriz BCG
• “Ponto de interrogação” (também
conhecido como "criança-prodígio"): tem a
pior característica relativamente a fluxo de
caixa, pois exige altos investimentos e
apresenta baixo retorno e possui baixa
participação de mercado.
• Estrela: exige grandes investimentos e
são líderes no mercado, gera receitas.
Ficam frequentemente no equilíbrio
quanto ao fluxo de caixa.
Matriz BCG
• Vaca leiteira: os lucros e a geração
de caixa devem ser altos. Como o
crescimento do mercado é baixo,poucos
investimentos deverão ser exigidos. Pode
ser a base de uma empresa.
• Abacaxi também conhecido como
"cachorro", "vira-lata" ou "animal de
estimação", expressões que não traduzem
bem o conceito em português:
os "abacaxis" devem ser evitados e
minimizados numa empresa.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 4FERRAMENTAS_matriz.ppt

Plano de negócios 1
Plano de negócios 1Plano de negócios 1
Plano de negócios 1
Yzes Araujo
 
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.pptfep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
paulojunior282065
 
ANÁLISE SWOT
ANÁLISE SWOTANÁLISE SWOT
ANÁLISE SWOT
PatrickAnjos1
 
Aula 7 Planejamento EstratéGico
Aula 7   Planejamento EstratéGicoAula 7   Planejamento EstratéGico
Aula 7 Planejamento EstratéGico
humbertoandrade
 
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptxAULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
Lorena Carvalho
 
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias EmpresasPlano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Alexandre Grolla
 
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdfAula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
profnatanaelsombra
 
Planejamento Estratégio
Planejamento EstratégioPlanejamento Estratégio
Planejamento Estratégio
Eliseu Fortolan
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
Roberto Augusto Queiroz da Silva
 
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenáriosAula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
Kesia Rozzett Oliveira
 
Cultivo dcogumelo
Cultivo dcogumeloCultivo dcogumelo
Cultivo dcogumelo
Daniel Ayres
 
estrategia de negocio N.ppt
estrategia de negocio N.pptestrategia de negocio N.ppt
estrategia de negocio N.ppt
TeresaSantosSeabra
 
Análise do ambiente: concorrência
Análise do ambiente: concorrênciaAnálise do ambiente: concorrência
Análise do ambiente: concorrência
Wilian Gatti Jr
 
Plano de Negocio para Empresas da Internet
Plano de Negocio para Empresas da InternetPlano de Negocio para Empresas da Internet
Plano de Negocio para Empresas da Internet
Inventtando Agencia de Palestrantes
 
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
Isaac Domingos
 
Business Development - Biz Dev
Business Development  -  Biz DevBusiness Development  -  Biz Dev
Business Development - Biz Dev
Rui Loureiro
 
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
Jacques Chicourel
 
Digicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamentoDigicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamento
Marcus Vinicius Bonfim
 
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
Ricardo Americo
 
Estra 01
Estra 01Estra 01
Estra 01
Angelo Yasui
 

Semelhante a 4FERRAMENTAS_matriz.ppt (20)

Plano de negócios 1
Plano de negócios 1Plano de negócios 1
Plano de negócios 1
 
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.pptfep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
fep_1-2_estratc3a9gia-de-produc3a7c3a3o.ppt
 
ANÁLISE SWOT
ANÁLISE SWOTANÁLISE SWOT
ANÁLISE SWOT
 
Aula 7 Planejamento EstratéGico
Aula 7   Planejamento EstratéGicoAula 7   Planejamento EstratéGico
Aula 7 Planejamento EstratéGico
 
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptxAULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
AULA IV- ANÁLISE SWOT.pptx
 
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias EmpresasPlano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
Plano de Marketing para Pequenas e Médias Empresas
 
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdfAula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
Aula 04 - Análise Ambiental e Matriz SWOT.pptx.pdf
 
Planejamento Estratégio
Planejamento EstratégioPlanejamento Estratégio
Planejamento Estratégio
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenáriosAula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
Aula 3 - Diagnóstico organizacional: análise de ambientes e cenários
 
Cultivo dcogumelo
Cultivo dcogumeloCultivo dcogumelo
Cultivo dcogumelo
 
estrategia de negocio N.ppt
estrategia de negocio N.pptestrategia de negocio N.ppt
estrategia de negocio N.ppt
 
Análise do ambiente: concorrência
Análise do ambiente: concorrênciaAnálise do ambiente: concorrência
Análise do ambiente: concorrência
 
Plano de Negocio para Empresas da Internet
Plano de Negocio para Empresas da InternetPlano de Negocio para Empresas da Internet
Plano de Negocio para Empresas da Internet
 
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
Análise de mercado permite conhecer de perto o ambiente onde o produto/serviç...
 
Business Development - Biz Dev
Business Development  -  Biz DevBusiness Development  -  Biz Dev
Business Development - Biz Dev
 
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
Tópico 5 – Desenvolvimento de Clientes e EstratéGias de Marketing Para Early ...
 
Digicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamentoDigicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamento
 
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
Gestão de Empreendimentos de comunicação aula 5
 
Estra 01
Estra 01Estra 01
Estra 01
 

Mais de Beacarol

2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
Beacarol
 
2164299.pdf_file- reclamações.pdf
2164299.pdf_file- reclamações.pdf2164299.pdf_file- reclamações.pdf
2164299.pdf_file- reclamações.pdf
Beacarol
 
UE_funcionamento.pdf
UE_funcionamento.pdfUE_funcionamento.pdf
UE_funcionamento.pdf
Beacarol
 
referencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdfreferencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdf
Beacarol
 
paises_da_ue.pdf
paises_da_ue.pdfpaises_da_ue.pdf
paises_da_ue.pdf
Beacarol
 
ficamos todos a ganhar.pdf
ficamos todos a ganhar.pdfficamos todos a ganhar.pdf
ficamos todos a ganhar.pdf
Beacarol
 
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdfEuropa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
Beacarol
 
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
Beacarol
 
mapas_conceptuais.pdf
mapas_conceptuais.pdfmapas_conceptuais.pdf
mapas_conceptuais.pdf
Beacarol
 
O que é um problema.pdf
O que é um problema.pdfO que é um problema.pdf
O que é um problema.pdf
Beacarol
 
como se faz uma reflexão crítica.pdf
como se faz uma reflexão crítica.pdfcomo se faz uma reflexão crítica.pdf
como se faz uma reflexão crítica.pdf
Beacarol
 
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdfE-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
Beacarol
 
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdfCadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
Beacarol
 
AF_CIG_FactSheet.pdf
AF_CIG_FactSheet.pdfAF_CIG_FactSheet.pdf
AF_CIG_FactSheet.pdf
Beacarol
 
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
Beacarol
 
25mais1.pdf
25mais1.pdf25mais1.pdf
25mais1.pdf
Beacarol
 
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.docManual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
Beacarol
 
Quiz_sobre_discriminacao.ppt
Quiz_sobre_discriminacao.pptQuiz_sobre_discriminacao.ppt
Quiz_sobre_discriminacao.ppt
Beacarol
 
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
Beacarol
 
publ_bullying_nao_.pdf
publ_bullying_nao_.pdfpubl_bullying_nao_.pdf
publ_bullying_nao_.pdf
Beacarol
 

Mais de Beacarol (20)

2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
2253075.pdf - 7844- gestão de equipas.pdf
 
2164299.pdf_file- reclamações.pdf
2164299.pdf_file- reclamações.pdf2164299.pdf_file- reclamações.pdf
2164299.pdf_file- reclamações.pdf
 
UE_funcionamento.pdf
UE_funcionamento.pdfUE_funcionamento.pdf
UE_funcionamento.pdf
 
referencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdfreferencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdf
 
paises_da_ue.pdf
paises_da_ue.pdfpaises_da_ue.pdf
paises_da_ue.pdf
 
ficamos todos a ganhar.pdf
ficamos todos a ganhar.pdfficamos todos a ganhar.pdf
ficamos todos a ganhar.pdf
 
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdfEuropa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
Europa_revista_do_conhecimento_para_jovens.pdf
 
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
Manual TV ufcd 0388 - Prospeção comercial, preparação e planeamento da venda ...
 
mapas_conceptuais.pdf
mapas_conceptuais.pdfmapas_conceptuais.pdf
mapas_conceptuais.pdf
 
O que é um problema.pdf
O que é um problema.pdfO que é um problema.pdf
O que é um problema.pdf
 
como se faz uma reflexão crítica.pdf
como se faz uma reflexão crítica.pdfcomo se faz uma reflexão crítica.pdf
como se faz uma reflexão crítica.pdf
 
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdfE-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
E-BOOK_SUSTENTABILIDADE.pdf
 
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdfCadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
CadernoPresseSecundario_conhecimentoValorizacaoCorpo.pdf
 
AF_CIG_FactSheet.pdf
AF_CIG_FactSheet.pdfAF_CIG_FactSheet.pdf
AF_CIG_FactSheet.pdf
 
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
4_3ciclo_contra_a_corrupcao.pdf
 
25mais1.pdf
25mais1.pdf25mais1.pdf
25mais1.pdf
 
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.docManual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
Manual_TMK_ufcd_0429- Serviços – princípios básicos.doc
 
Quiz_sobre_discriminacao.ppt
Quiz_sobre_discriminacao.pptQuiz_sobre_discriminacao.ppt
Quiz_sobre_discriminacao.ppt
 
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
4_-_Atividade_A_relacao_entre_os_problemas_globais_11-18.pdf
 
publ_bullying_nao_.pdf
publ_bullying_nao_.pdfpubl_bullying_nao_.pdf
publ_bullying_nao_.pdf
 

4FERRAMENTAS_matriz.ppt

  • 2. Modelo SWOT e forças competitivas (MICHEL PORTER)
  • 3. “O homem só se move para evitar a dor ou procurar prazer” (Michel Porter)
  • 4. FOFA ou SWOT • No Planeamento Estratégico deve conhecer e utilizar melhor os Pontos Fortes, eliminando, ou adequando, seus Pontos Fracos, conhecendo e usufruindo as Oportunidades externas, afastando, ou reduzindo, o impacto negativo das Ameaças.
  • 5. DIAGNÓSTICO: INTERNO “Pontos fortes”: são variáveis internas e controláveis que propiciam uma condição favorável para a organização, em relação ao seu ambiente; “Pontos fracos” são variáveis internas e controláveis que provocam uma situação desfavorável para a organização, em relação ao seu ambiente;
  • 6. Ponto Neutro • Para alguns especialistas, são considerados para além dos pontos fortes e fracos, surge em determinado momento, uma variável que, embora identificada pela organização, não estaria em condições de ser classificada como ponto forte ou fraco. • Exemplo: tecnologia.
  • 7. DIAGNÓSTICO: EXTERNO “Oportunidade” são variáveis externas não controláveis pela organização, que podem criar condições favoráveis para ela, desde que a mesma tenha condições e/ou interesse de usufruí-las; “Ameaças” são variáveis externas não controláveis pela organização, que podem criar condições desfavoráveis para a mesma.
  • 8. O crescimento de um mercado pode ser considerado uma oportunidade? • Se a organização tiver pontos fortes como recursos financeiros suficientes para financiar seu crescimento, seria um ponto forte; • Caso contrário a organização perderia participação no mercado mesmo com igual número de clientes.
  • 9. Ambiente Interno Ambien te Externo OPORTUNIDADES AMEAÇAS Clientes A e B Fo rne ce dor es Vocação do ro Sub- Total Concorrê ncia Legisla ção Novas tecnologias Sub- Total F O R Ç A S Localizaç ão 2 1 2 5 2 0 0 2 7 Gestão de RH 1 0 0 1 2 2 2 6 7 Mix de produtos 2 2 2 6 2 1 2 5 11 0 0 0 0 0 0 Sub- Total 5 3 4 0 0 12 6 3 4 0 0 13 25 FRAQUEZAS Comunica ção interna 2 1 0 3 1 0 1 2 5 Política de vendas 2 2 2 6 1 1 2 4 10 Política de salário 1 0 0 1 1 1 1 3 4 0 0 0 0 0 0
  • 10. Modelo de Porter (1980) Fornecedores A empresa Competidores tradicionais Consumidores Novos produtos Produtos e serviços substitutos
  • 11. As forças do mercado • Qual o poder de negociação dos fornecedores da maior empresa do mundo? • Identifica um novo produto que surgiu no mercado dos hipermercados? • Qual a maior ameaça? • Qual o poder de negociação de um cliente de uma empresa de telefonia celular?
  • 12. Produtos Substitutos X Alternativos • Substitutos: forma diferente e a mesma função. Exemplo: lápis, calculadora e software de contabilidade; • Alternativos: forma e função diferentes, mas objetivos iguais. O cinema e restaurante tem o mesmo objetivo: o lazer.
  • 13. Análise PEST • Fatores políticos referem-se a questões regulamentares que afetam a empresa como regras regulamentares, aspectos legais ou apenas o ambiente político. • Fatores económicos referem-se às forças financeiras atuais que agem no seu mercado-alvo. Avalia aspectos como recessão ou mercado de ações.
  • 14. Análise PEST • Fatores sociais referem-se a mudanças nas tendências sociais, modismos ou grupos demográficos que afetam o seu mercado-alvo e suas opiniões atuais. • Fatores tecnológicos incluem todas as mudanças tecnológicas que afetam seu produto, seu mercado ou seus esforços de coleta de informações sobre esse mercado.
  • 15. Matriz BCG Boston Consulting Group • BCG é um modelo utilizado para análise de portfólio de produtos ou de unidades de negócio baseado no conceito de ciclo de vida do produto.
  • 16. Matriz BCG • “Ponto de interrogação” (também conhecido como "criança-prodígio"): tem a pior característica relativamente a fluxo de caixa, pois exige altos investimentos e apresenta baixo retorno e possui baixa participação de mercado. • Estrela: exige grandes investimentos e são líderes no mercado, gera receitas. Ficam frequentemente no equilíbrio quanto ao fluxo de caixa.
  • 17. Matriz BCG • Vaca leiteira: os lucros e a geração de caixa devem ser altos. Como o crescimento do mercado é baixo,poucos investimentos deverão ser exigidos. Pode ser a base de uma empresa. • Abacaxi também conhecido como "cachorro", "vira-lata" ou "animal de estimação", expressões que não traduzem bem o conceito em português: os "abacaxis" devem ser evitados e minimizados numa empresa.