SlideShare uma empresa Scribd logo
Higiene do Trabalho
Elaboração: Everaldo Mota
Engenheiro Mecânico/Pós-Graduação em
Engenharia de Segurança do Trabalho e
Gestão Ambiental.
Email: everaldomota@yahoo.com.br
HIGIENEINDUSTRIAL
HIGIENEOCUP
ACIONAL
HIGIENEDOTRABALHO
HIGIENEINDUSTRIAL
É a ciência que tem como objetivo antecipar
, reconhecer
,avaliar e
controlartodososfatoresouagentesdoambientedetrabalho,quepodem
causardanosàsaúdedotrabalhador
.
HIGIENE OCUPACIONAL
É uma ciência voltada à prevenção
de riscos à saúde oriundos do
ambiente ou atividade profissional,
e de várias outras ciências para
atingir seu objetivo.
A exposição profissional a um dado
agente pode levar ao aparecimento
de uma doença que pode não ser
considerada profissional e até
mesmo não receber cuidados
médicos.
•Antecipação– identificarospotenciaisderiscoseperigosàsaúde,antesqueumdeterminado
processoindustrialsejaimplementadooumodificado,ouquenovosagentesgeradoresderiscos
sejamintroduzidosnoam
bientedetrabalho.
•Reconhecimento– análiseeobservaçãodoambientedetrabalhoafimdeidentificarmosos
agentesexistentes,ospotenciaisderiscosaelesassociadosequalaprioridadedeavaliaçãoou
controleexistenesteambiente.
•Avaliação – Designaprincipalmenteasmediçõesemonitorizaçõesqueserãoconduzidas no
am
bientedetrabalho.
•Controle – Está associado a minimização ou eliminação dos potenciais de exposição,
antecipados,reconhecidoseavaliadosnoambientedetrabalho.
PrincípiodeAtuação
O QUE É RISCO E O QUE É
PERIGO?
PERIGO
Situação ou fonte
potencial de dano
em termos de
acidentes pessoais,
doenças, danos
materiais e ao meio
ambiente de
trabalho, ou a
combinação dos
mesmos
RISCO
Combinação da
probabilidade e
gravidade
(Conseqüência)
de um
determinado
evento (perigo)
ocorrer.
•T
oxicologia– Éaciênciaquelidacomaspropriedadestóxicasdassubstâncias.
•T
oxicidade– Éacapacidadedeumasubstânciaproduzirefeitosindesejáveisporalcançarcertos
órgãosdocorpo,adeterminadasconcentrações.
•DoseLetal– Dosedeumasubstânciacapazdecausarmortedametadedeumapopulaçãode
animaisdelaboratório,pelaexposiçãoporoutraviaquenãoinalatória.
•ConcentraçãoLetal– Concentraçãonoarcapazdecausaramortedametadedeuma
populaçãodeanimaisnumaduraçãodetempodeterminada.
Toxicologia
TiposdeAgentesTóxicos:
Aclassificaçãodosagentestóxicossegundoaaçãosobreoorganismo.
Irritantes:devidoaumaaçãoquímicaoucorrosiva,têmapropriedadedeproduzir
inflamaçãonostecidoscomosquaisentrame
mcontato.Atuamprincipalmentenas
mucosas das vias respiratórias, conjuntiva ocular
, etc. Ex.: amoniaco, cloro, ácido
sulfúrico.
Asfixiantes:estaspodemserdedoistipos:
-Simples:nãointerferemnasfunçõesdoorganismo,masreduzemaconcentraçãodeoxigênionoar
.
Ex.
:nitrogênio.
-Químicos:interferemnoprocessodeabsorçãodeoxigênionosangueounostecidos.Ex.:monóxido
decarbono.
Toxicologia
TiposdeAgentesTóxicos:
Classificaçãodosagentestóxicossegundoaaçãosobreoorganismo.
Narcóticos:açãodepressivasobreosistemanervosocentral,produzindoefeito
anestésico,apósteremsidoabsorvidospelosangue.Ex.:éteretílico,acetona.
IntoxicantesSistêmicos:sãocompostosquepodemcausartantointoxicações
agudasquantocrônicase
msistemasdoorganismo.
Toxicologia
Toxicologia
TiposdeAgentesTóxicos:
MaterialParticulado:sãocompostossólidosquesemantême
msuspensãoe
podemcausarefeitosnocivos.
Poeirasprodutorasdefibrose;
PoeirasInertes
P
artículasalergizantes
eirritantes.
FatoresDesencadeantesdeDoençasoudedanosàSaúde
T
empodeexposição
Susceptibilidadedoindivíduo
Concentraçãoouintensidade
Formadoagente
Faltademanutençãonasmáquinaseequipam
entos
Faltadesinalização
Faltadetreinamento
Desconhecim
entodosriscos
Faltadeequipam
entosdeproteção
Inobservânciadasnormasdesegurança.
RISCOSAMBIENTAIS
Conceitos
ClassificaçãodoRiscosAmbientais
 AgentesFísicos
 AgentesQuímicos
 AgentesBiológicos
 AgentesErgonômicos
 AgentesdeAcidentes
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConseqüências
AgentesFísicos– ConceitoseConseqüências
Ruído:Barulhoousomindesejávelproduzidospormáquinas,equipamentos
ouprocessos.
EfeitosàAudição
Sensaçãode
Zumbido Surdez
T
emporária Ruptura
doTímpano Surdez
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Ruído
EfeitosnoT
rabalho
Problemasnacomunicação
Baixaconcentração
Desconfort
o Cansaço
Nervosismo
Diminuiçãodaprodutividade
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Ruído
EfeitosaoOrganismo
Aumentodapressãoarterial
Ansiedadeetensão
Insônia
Alteraçõesmenstruais
Impotênciasexual
Desequilíbrioemocional
Contraçãodosmúsculos
Estreitamentodosvasossangüíneos
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Vibrações
Vibrações Mecânicas: São oscilações, tre
mores, balanços,
m
ovimentos vibratóriosetrepidaçõesproduzidaspormáquinase
equipamentos.
VibraçõesLocalizadas
AlteraçõesNeuro-V
asculares
ProblemasnasArticulações
Osteoporose
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Vibrações
VibraçõesdeCorpoInteiro
Problemasnacolunavertebral
Doreslombares
Lesõesnosrins
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
T
emperaturasExtremas
Sãocondiçõestérmicasrigorosasbastantediferentes
daquelas a que o organismo humano está
habitualmentesubmetido,ondeotrabalhadorrealiza
suasatividadesprofissionais.
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
T
emperaturasExtremas
CalorIntenso
Insolação
ProstraçãoTérmica
Desidratação
Queimaduras
Caimbrasdo
calor
FrioIntenso
Enregelamentodosmembros
Hipotermia
Ulceraçõesdofrio
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
PressõesAnormais
PressõesAnormais:sãoaspressõesaqueestãoexpostostrabalhadoresque
realizamsuasatividadesabaixoouacimadoníveldomar
.
Intoxicaçãopelogáscarbônico(CO2)
Embolia
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
RadiaçõesIonizantes
Radiações Ionizantes: energia produzida por materiais artificiais ou naturais
queafetamgravementeoorganismohumanocom
o:césio,cobalto,aparelhos
deRX,ultra-sonografia,irídio,etc.
.
Anemia
Câncer
Leucemia
AlteraçõesGenéticas
QuedadeCabelo
Etc.
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Radiaçõesnãoionizantes
Energiaeletromagnéticaencontradae
mdiversasformas:
RadiaçãoInfravermelho- tambémchamadadecalorradiante,ébastante
comume
mindústriassiderúrgicasemetalúrgicas.
RadiaçãoUltravioleta-sãoencontradase
moperaçõesdesoldaelétrica,fusão
demetais,calorradiantedosol.
AgentesAgressivosàSaúdeesuasConsequências
Catarata
Radiaçõesnãoionizantes
Radiaçãoalaser--Encontradasnasatividadesdelevantamentotopográficos,
medicinas,comunicações.
Radiaçãodemicroondas-sãobastanteutilizadasnascomunicaçõessendo
produzidae
minstalaçõesderadarerádiotransmissores.
Queimaduras Câncerdepele
Conjuntivite AlteraçõesnoSNC
Agentes Químicos
Conceitos
Sãoagentesambientais
causadorese
mpotencialde
doenças profissionaisdevido
a suaaçãoquímicasobreo
organismodotrabalhador
.
Conceitos
Agentes Químicos
Sãoagentesambientaiscausadorese
mpotencialdedoençasprofissionais
devidoasuaaçãoquímicasobreoorganismodotrabalhador
.
Gases
SubstânciasquenasCNTP(CondiçõesNormaisdeT
emperaturaePressão)
estãonoestadogasosocomo:metano,monóxidodecarbono,etc.
Agentes Químicos
Poeira
Partículas sólidas e
m suspensão no ar derivadas de esmerilhamento, trituração,
impacto,manejodemateriais,e
tc.
Fumos
Partículassólidassuspensasnoargeradaspeloprocessodecondensaçãodevapores
m
e
tálicoscomo:chumbo,antimônio,manganês,ferro,e
tc.
Agentes Químicos
Névoas
P
artículas em suspensão derivadas de: pintura por pistola
, spray
, processo de
lubrificação,e
tc.
Agentes Químicos
Neblina
Partículasfinasnoar
.
V
apores
FasegasosadeumasubstanciaquenasCondiçõesNormaisdeT
emperaturaePressãoé
sólidaoulíquidacomo:vapordegasolina,álcool,benzeno,etc.
Agentes Químicos
SUBST
.COMPOSTOSOUPRODUTOSQUÍMICOSEMGERAL-P
odemenglobarqualquerumadasformasde
riscosquímicosapresentadasanteriormentecomo:sodacáustica,ácidos,cálcio,etc.
Agentes Químicos
VIASDEPENETRAÇÃO-CONSEQÜÊNCIAS
VIARESPIRA
TÓRIA
Asma
Bronquites
Pneumoconioses
Agentes Químicos
VIASDEPENETRAÇÃO-CONSEQÜÊNCIAS
ViaCutânea
Alteraçõesnacirculação
e oxigenaçãodosangue
Dermatose
sAnemia
Agentes Químicos
VIASDEPENETRAÇÃO-CONSEQÜÊNCIAS
ViaDigestiva
Intoxicaçãoacidental
Agentes Biológicos
Sãomicroorganismospresentesnoambientedetrabalho,causadoresde
doençascomasquaispodeotrabalhadorentrare
mcontatonoexercíciode
suasatividadesprofissionais.
Principaisagentesbiológicos:
Bactérias
Parasitas
Vírus
Bacilos
Protozoários
Fungos
Agentes Biológicos
Conseqüênciasàsaúdedotrabalhador:
T
uberculose Malária
Brucelose Febrea
m
arela
Febretifóide AIDS
Gripe Cólera
Tétano Leptospirose
Outros agentes causadores
de males ao trabalhador,
mas não considerados
Riscos Ambientais.
Agentes Ergonômicos
Situações deinadaptação das condições de trabalho às características
psicofisiológicasdostrabalhadorescomo:desorganizaçãodotrabalho,
sobrecargamuscular
,fadiga,etc..
ERGONOMIA
Conjunto dos conhecimentos científicos necessários para alcançar o
ajustamentomútuoidealentreohomemeseutrabalho,cujosresultados
semedeme
mtermosdeeficiênciahumanaebem-estarnotrabalho.
Agentes Ergonômicos
PrincipaisFatoresErgonômicos
Esforçofísicointenso
Levantamentoetransportemanualdepeso
Exigênciadeposturainadequada
Controlerígidodeprodutividade
Imposiçãoderitmosexcessivos
T
rabalhoe
mturnoenoturno
Jornadadetrabalho
prolongada Monotoniae
Agentes Ergonômicos
Consequênciasàsaúdeotrabalhador
Cansaço
Hipertensãoarterial
Fraqueza
Alteraçõesdosono
Alteraçõesdalibidoedavidasocial
Doresmusculares
T
aquicardia
Doençasdoaparelhodigestivo(gastrite,úlcera,etc.)
Angina Infarto
Diabetes DORT
Agentes deAcidentes
Agentes deAcidentes
Algunsriscosdeacidentes
Arranjofísicoinadequado
Máquinaseequipamentossemproteção
Ferrame
ntasinadequadasoudefeituosas
Iluminaçãoinadequada
Eletricidade
Probabilidadedeincêndioouexplosão
Animaispeçonhentos
Arm
azenamentoinadequado
Outrassituaçõesderisco.
Agentes deAcidentes
MedidasdeControledosAgentesAgressivosàSaúde
RelativasaoAmbiente
Substituiçãodoprodutotóxico
Mudançadoprocessoouequipam
entos
Enclausuramentoouconfinamento
V
entilação
Umidificação
Segregação
Manutençãoeconservação
Ordemelimpeza.
Agentes deAcidentes
MedidasdeControledosAgentesAgressivosàSaúde
RelativasaoTrabalhador
Equipamentodeproteçãoindividual
Limitedetolerância
Vacinação
Controlemédicopermanente.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 3-Higiene-do-Trabalho.pptx

HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E ProxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncriHIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
malvs7507
 
Higiene apresentação
Higiene apresentaçãoHigiene apresentação
Higiene apresentação
CEWK2010
 
Procedimentos em caso de acidentes
Procedimentos em caso de acidentesProcedimentos em caso de acidentes
Procedimentos em caso de acidentes
amaiarolim
 
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
artursil
 
Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08
Jupira Silva
 

Semelhante a 3-Higiene-do-Trabalho.pptx (20)

HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E ProxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncriHIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
 
Higiene apresentação
Higiene apresentaçãoHigiene apresentação
Higiene apresentação
 
Apostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoApostila cipa umberto
Apostila cipa umberto
 
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)
 
Apostila
Apostila Apostila
Apostila
 
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptxBIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
 
Procedimentos em caso de acidentes
Procedimentos em caso de acidentesProcedimentos em caso de acidentes
Procedimentos em caso de acidentes
 
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca
 
7 higiene e segurança no trabalho
7   higiene e segurança no trabalho7   higiene e segurança no trabalho
7 higiene e segurança no trabalho
 
Que é segurança do trabalho
Que é segurança do trabalhoQue é segurança do trabalho
Que é segurança do trabalho
 
Engenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalhoEngenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalho
 
Segurança no trabalho
Segurança no trabalhoSegurança no trabalho
Segurança no trabalho
 
Formação HST - Módulo I.pptx
Formação HST - Módulo I.pptxFormação HST - Módulo I.pptx
Formação HST - Módulo I.pptx
 
Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08
 
Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08
 
Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08Agte quimico 19 02 08
Agte quimico 19 02 08
 
aula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptxaula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptx
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Aula 26-04-16 - Segurança do Trabalho
Aula   26-04-16 - Segurança do TrabalhoAula   26-04-16 - Segurança do Trabalho
Aula 26-04-16 - Segurança do Trabalho
 
treinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptxtreinamento nr 31.7.pptx
treinamento nr 31.7.pptx
 

Mais de Aloisio Amaral

trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdftrivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
Aloisio Amaral
 
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdfergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
Aloisio Amaral
 
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptxaula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
Aloisio Amaral
 
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptxPromoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
Aloisio Amaral
 
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdfmonkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
Aloisio Amaral
 

Mais de Aloisio Amaral (18)

trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdftrivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
trivelato-2020-webinar-4-como-construir-um-inventario-de-riscos-ocupacionais.pdf
 
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdfergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
ergonomia-aula-130408212502-phpapp02.pdf
 
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptxaula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
aula2-normasregulamentadoras-141101085857-conversion-gate01.pptx
 
insalubridadepericulosidade-160619220607.pptx
insalubridadepericulosidade-160619220607.pptxinsalubridadepericulosidade-160619220607.pptx
insalubridadepericulosidade-160619220607.pptx
 
AET Salão de Beleza SEMINÁRIO.ppt
AET Salão de Beleza SEMINÁRIO.pptAET Salão de Beleza SEMINÁRIO.ppt
AET Salão de Beleza SEMINÁRIO.ppt
 
Carcinogênicos (1).pdf
Carcinogênicos (1).pdfCarcinogênicos (1).pdf
Carcinogênicos (1).pdf
 
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptxPromoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
Promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno (1).pptx
 
Cuidados ao RN no AC.pptx
Cuidados ao RN no AC.pptxCuidados ao RN no AC.pptx
Cuidados ao RN no AC.pptx
 
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptxmonkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pptx
 
Grupos farmacológicos.pptx
Grupos farmacológicos.pptxGrupos farmacológicos.pptx
Grupos farmacológicos.pptx
 
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdfmonkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
monkeypox-variola-dos-macacos-anvisa.pdf
 
1higiene-e-seguranc3a7a-do-trabalho.ppt
1higiene-e-seguranc3a7a-do-trabalho.ppt1higiene-e-seguranc3a7a-do-trabalho.ppt
1higiene-e-seguranc3a7a-do-trabalho.ppt
 
03 raciocinio logico-1
03 raciocinio logico-103 raciocinio logico-1
03 raciocinio logico-1
 
Procedimento operacional padrao_pop
Procedimento operacional padrao_popProcedimento operacional padrao_pop
Procedimento operacional padrao_pop
 
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergenciaPortaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
 
Doc go.net nbr-14277 campo treinamento
Doc go.net nbr-14277 campo treinamentoDoc go.net nbr-14277 campo treinamento
Doc go.net nbr-14277 campo treinamento
 
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergenciaPortaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
Portaria 2048 de_2002_urgencia_e_emergencia
 
Doc go.net nbr-14277 campo treinamento
Doc go.net nbr-14277 campo treinamentoDoc go.net nbr-14277 campo treinamento
Doc go.net nbr-14277 campo treinamento
 

Último

CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
wilkaccb
 
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdfRelação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
AdivaldoSantosRibeir
 

Último (10)

Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
 
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
 
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso AutonomoFarmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
 
Anticonvulsivante / Hipnoanalgésicos.pdf
Anticonvulsivante / Hipnoanalgésicos.pdfAnticonvulsivante / Hipnoanalgésicos.pdf
Anticonvulsivante / Hipnoanalgésicos.pdf
 
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdfManual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
 
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
 
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptxAULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
 
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismoEscala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
 
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptxaula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
 
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdfRelação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
Relação de Medicos Edital 13 - Coparticipação (1).pdf
 

3-Higiene-do-Trabalho.pptx