Higiene apresentação

11.001 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Higiene apresentação

  1. 1. HISTÓRICO DE HIGIENE OCUPACIONAL
  2. 2. INTRODUÇÃO DE HIGIENE OCUPACIONAL <ul><li>Segundo a Associação Norte-Americana de Higienistas Industriais – AIHA, “A higiene industrial é uma ciência e uma arte, que tem por objetivo, o reconhecimento, avaliação e o controle daqueles fatores ambientais ou tensões, originadas no local de trabalho, que podem provocar doenças, prejuízos à saúde ou bem-estar, desconforto significativo e ineficiência nos trabalhadores ou entre as pessoas da comunidade”. </li></ul>
  3. 3. ASPECTOS HISTÓRICOS <ul><li>Muitos dos praticantes iniciais de higiene industrial eram médicos, os quais não estavam interresados apenas no diagnostico e tratamento de doença. O foco deles era também o controle dos riscos para prevenir casos futuros. Esses médicos trabalhavam com engenheiros e outros cientistas interessados em saúde pública e riscos ambientais. Dessa forma, deram inicio a um processo incubado desde Hipocrates, visando deliberadamente modificar os ambientes de trabalho com o objetivo de prevenir doenças ocupacionais. </li></ul>
  4. 4. HIGIENE x MEDICINA DO TRABALHO <ul><li>A diferença entre elas, é que: </li></ul><ul><li>A higiene avalia e corrige as condições ambientais; </li></ul><ul><li>E a medicina do trabalho exerce o controle e vigilância direta sobre o estado de saúde do trabalhador. </li></ul>
  5. 5. RAMOS DA HIGIENE OCUPACIONAL <ul><li>Higiene teórica </li></ul><ul><li>Dedicada ao estudo dos contaminantes, através dos estudos e experimentos com o objetivo de analisar a relação “Dose-Resposta” e estabelecer limites de tolerância. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Higiene de Campo </li></ul><ul><li>É encarregada de realizar os estudos da situação higiênica do ambiente de trabalho, através de análise do posto de trabalho, reconhecimento de contaminantes, tempo de exposição, amostras dos contaminantes e limites de tolerância. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Higiene Analítica </li></ul><ul><li>Realiza a investigação e determinação qualitativa e quantitativa dos contaminantes em estreita colaboração com a higiene teórica. </li></ul><ul><li>Higiene Operativa </li></ul><ul><li>Compreende a utilização, a recomendação e a padronização de métodos para reduzir os níveis de concentração até valores não prejudiciais a saúde. </li></ul>
  8. 8. ATUAÇÃO DO TECNICO DE SEGURANÇA NA HIGIENE DO TRABALHO <ul><li>Determinar e combater no ambiente de trabalho fatores físicos, químicos, biológicos e ergonômicos de reconhecida nocividade. </li></ul><ul><li>Conseguir que o esforço físico e mental de cada trabalhador, no exercício da profissão, esteja adaptado as suas atitudes, limitações fisiológicas e psicológicas. </li></ul><ul><li>Adotar medidas eficazes de proteção para reduzir a vulnerabilidade e aumentar a resistência dos trabalhadores. </li></ul><ul><li>Descobrir situações que possam deteriorar a saúde dos trabalhadores. </li></ul><ul><li>Educar diretores, chefes e trabalhadores no cumprimento de suas obrigações. </li></ul><ul><li>Aplicar programas educacionais que abranjam toda a comunidade e os aspectos de saúde. </li></ul>
  9. 9. RISCOS OCUPACIONAIS <ul><li>Os riscos ocupacionais são aqueles presentes no ambiente,decorrentes das condições precárias de trabalho ou ao próprio processo operacional das diversas atividades profissionais.São, portanto as condições ambientais de insegurança do trabalho, capazes de afetar a saúde, a segurança e o bem-estar do trabalhador. Podemos apresentar e definir os riscos ocupacionais, como: </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Riscos Físicos: </li></ul><ul><li>Entre os mais importantes podemos citar: temperaturas extremas (frio e calor), ruído, vibrações, pressões anormais, radiações ionizantes, radiações não ionizantes e umidade. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Riscos Químicos: </li></ul><ul><li>Gases ou vapores, aerodispersóides (podendo ser sólidos: fumos e poeiras ou líquidos: neblinas e névoas), substâncias, compostos ou produtos químicos em geral. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Riscos Biológicos: </li></ul><ul><li>Agentes biológicos são as diversas espécies de microorganismos, tais como as bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários e vírus. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Riscos Ergonômicos: </li></ul><ul><li>São os decorrentes de fatores biomecânicos (da postura, do esforço e/ou do movimento); </li></ul><ul><li>Exigências psicofísicas do trabalho (esforço visual, atenção e raciocínio); </li></ul><ul><li>Deficiências do processo (ritmo de produção, trabalho monótono e repetitivo, trabalho noturno ou em turno) ou, até mesmo, </li></ul><ul><li>Condições ambientais como ventilação, iluminação e ruído, que podem acarretar grande desconforto ou estresse ocupacional. </li></ul>
  14. 14. TRABALHO APRESENTADO PELAS ALUNAS: <ul><li>Alane Xavier; </li></ul><ul><li>Angela Bini; </li></ul><ul><li>Elana Santos; </li></ul><ul><li>Eliane Souza; </li></ul><ul><li>Kelli Morski; </li></ul><ul><li>Lais Pinheiro. </li></ul>

×