SlideShare uma empresa Scribd logo

A princesa e a ervilha

História tradicional...

1 de 23
Baixar para ler offline
A Princesa e a Ervilha
É sempre bom assistir
E procurar pelo mundo.
Mas a nossa felicidade
Pode surgir num segundo
Era uma vez um príncipe que sonhava casar
com uma Princesa. Mas não queria uma
donzela qualquer, tinha de arranjar uma
Princesa que fosse realmente verdadeira.
Decidido a procurar a
sua amada,
resolveu partir.
Só regressaria ao seu
reino quando
encontrasse,
para se casar com ela
Durante algum tempo, a Príncipe
viajou por todo o lado , mas não
havia maneira de arranjar
a rapariga
perfeita para casar.
Conheceu muitas,
umas lindas, outras
alegres, umas
simpáticas, outras
elegantes, mas todas
tinham sempre algum
defeito, por mais
pequenino que fosse
Quando regressou
ao castelo, já
desesperado, disse
ao rei e á Rainha.

Recomendados

Ficha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdfFicha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdflasalete marques
 
A lenda de arlequim
A lenda de arlequimA lenda de arlequim
A lenda de arlequimcasmaria
 
O menino recompensado - António Botto
O menino recompensado - António BottoO menino recompensado - António Botto
O menino recompensado - António BottoCarla Maia
 
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai NatalNinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Nataldaliatrigo
 
A princesa baixinha power point
A princesa baixinha   power pointA princesa baixinha   power point
A princesa baixinha power pointlabeques
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais Lengalengas
Mais LengalengasMais Lengalengas
Mais LengalengasLuis Rolhas
 
Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integralCorre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integralBibliotecadaEscoladaPonte
 
São martinho.ppt lenda
São martinho.ppt lendaSão martinho.ppt lenda
São martinho.ppt lendadinaflopes
 
O menino que não gostava de sopa
O menino que não gostava de sopaO menino que não gostava de sopa
O menino que não gostava de sopaDébora Frazao
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoCarla Ferreira
 
A história da bruxinha
A história da bruxinhaA história da bruxinha
A história da bruxinhaKatia Martinez
 
Destrava linguas
Destrava linguasDestrava linguas
Destrava linguasLuisa Dinis
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoSilvares
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesRita Arantes
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreMarisol Santos
 
O senhor do seu nariz
O senhor do seu narizO senhor do seu nariz
O senhor do seu nariz12_A
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de MãePedro Moura
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Tânia Alves
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoFátima Lares Correia
 

Mais procurados (20)

Mais Lengalengas
Mais LengalengasMais Lengalengas
Mais Lengalengas
 
Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integralCorre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integral
 
São martinho.ppt lenda
São martinho.ppt lendaSão martinho.ppt lenda
São martinho.ppt lenda
 
O menino que não gostava de sopa
O menino que não gostava de sopaO menino que não gostava de sopa
O menino que não gostava de sopa
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
 
História com recadinho txt
História com recadinho txtHistória com recadinho txt
História com recadinho txt
 
Corre, corre, cabacinha atividades
Corre, corre, cabacinha   atividadesCorre, corre, cabacinha   atividades
Corre, corre, cabacinha atividades
 
A história da bruxinha
A história da bruxinhaA história da bruxinha
A história da bruxinha
 
História da Maria Castanha
História da Maria CastanhaHistória da Maria Castanha
História da Maria Castanha
 
Destrava linguas
Destrava linguasDestrava linguas
Destrava linguas
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoleto
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
O dia em que a barriga rebentou josé fanha
O dia em que a barriga rebentou  josé fanhaO dia em que a barriga rebentou  josé fanha
O dia em que a barriga rebentou josé fanha
 
O senhor do seu nariz
O senhor do seu narizO senhor do seu nariz
O senhor do seu nariz
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
 
História de outono
História de outonoHistória de outono
História de outono
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentação
 

Semelhante a A princesa e a ervilha

A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilhavera1979
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha contoLuísa Marques
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaSuzy Santana
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, característicasHelena Coutinho
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraRoseli Aparecida Tavares
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesVilma Amaral
 
Tic conto infantil
Tic conto infantilTic conto infantil
Tic conto infantilVPS1
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia ciaMilena Sampaio
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Nome Sobrenome
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasAna Pacheco
 
Bela
BelaBela
BelaCJM
 

Semelhante a A princesa e a ervilha (20)

A princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºbA princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºb
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Conto
ContoConto
Conto
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
 
Branca de Neve
Branca de NeveBranca de Neve
Branca de Neve
 
Adormecida
AdormecidaAdormecida
Adormecida
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
 
Tic conto infantil
Tic conto infantilTic conto infantil
Tic conto infantil
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Bela
BelaBela
Bela
 
Historias Etc
Historias EtcHistorias Etc
Historias Etc
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 

Último

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 

A princesa e a ervilha

  • 1. A Princesa e a Ervilha
  • 2. É sempre bom assistir E procurar pelo mundo. Mas a nossa felicidade Pode surgir num segundo
  • 3. Era uma vez um príncipe que sonhava casar com uma Princesa. Mas não queria uma donzela qualquer, tinha de arranjar uma Princesa que fosse realmente verdadeira. Decidido a procurar a sua amada, resolveu partir. Só regressaria ao seu reino quando encontrasse, para se casar com ela
  • 4. Durante algum tempo, a Príncipe viajou por todo o lado , mas não havia maneira de arranjar a rapariga perfeita para casar.
  • 5. Conheceu muitas, umas lindas, outras alegres, umas simpáticas, outras elegantes, mas todas tinham sempre algum defeito, por mais pequenino que fosse
  • 6. Quando regressou ao castelo, já desesperado, disse ao rei e á Rainha.
  • 7. Andei pelo mundo fora, Encontrei muitas donzelas, mas todas têm defeito… Não quero nenhuma delas.
  • 8. Ao perceber a tristeza do seu filho , a rainha prometeu: - Meu filho, sabes que podes contar com a minha ajuda. Juntos , encontraremos uma Princesa de verdade, genuína! Hás-de ser muito feliz ao lado da mulher dos teus sonhos
  • 9. Nessa noite, houve uma terrível tempestade. O vento soprava muito forte, a chuva caía intensamente, os relâmpagos iluminavam a escuridão e o som dos trovões fazia estremecer todo o castelo. No meio daquele tremendo barulho, alguém bateu à porta. O príncipe depressa a abriu e deparou com uma linda rapariga que procurava abrigar-se do frio e da chuva:
  • 10. Podem deixar-me ficar? Sou a princesa de verdade. Por favor, deixem-me entrar! Não trago qualquer maldade.
  • 11. Ao ouvir isto, o Principie nem queria acreditar! Seria mesmo verdade? Teria encontrado a sua futura noiva? Não perdeu tempo, pediu à Princesa que entrasse, chamou a Rainha e muito entusiasmado, contou-lhe tudo:
  • 12. - Minha mãe, esta donzela diz que é uma Princesa de verdade! Assim, já passo casar… É esta a noiva que procuro há muito.
  • 13. Sempre muito cautelosa, a Rainha não queria correr qualquer risco de ser enganada e disse ao Principie:
  • 14. Temos de tirar a limpo não podemos arriscar. Se é Princesa verdadeira, Ela terá de o provar!
  • 15. O Príncipe ficou muito intrigado. Não fazia ideia de como a sua mãe conseguiria ter a certeza de que esta donzela era uma Princesa autentica: -Mas como é que vamos confirmar se ela é uma verdadeira Princesa? A Rainha respondeu: - Não te preocupes filho! Eu tratarei de tudo.
  • 16. De seguida foi até ao quarto onde esta passaria a noite, colocou uma ervilha na cama e, depois, pois vinte colchões e vinte cobertores por cima. Satisfeita, chamou a donzela e disse-lhe:
  • 17. - Nesta cama poderá dormir confortavelmente! Boa-noite, Linda Princesa! Isto era o suficiente para descobrir se aquela era a rapariga ideal para casar com o seu filho.
  • 18. Ora bem vamos saber: Esta noite dormiu bem? Não está com boa cara, Diga lá, o que é que tem? Na manhã seguinte, ao ver a Princesa, a Rainha perguntou, cheia de curiosidade:
  • 19. Na verdade, a Princesa tinha passado uma noite horrível: - Dormi muito mal! Tenho o corpo dorido! Não sei o que havia naquela cama, mas durante toda a noite senti qualquer coisa dura debaixo dos colchões… Procurei, procurei, mas não consegui descobrir nada.
  • 20. Para a Rainha já não havia dúvidas, agora tinha a certeza de que estava perante uma Princesa autentica. É que só uma verdadeira Princesa seria capaz de ter uma sensibilidade tão apurada para sentir o desconforto causado por uma pequena ervilha. Correu a chamar o seu filho para lhe contar:
  • 21. Afinal é uma princesa, Genuína, verdadeira! Consegui confirmar isso Com uma simples brincadeira!
  • 22. O Príncipe ficou muito feliz. Finalmente, iria concretizar o seu sonho. Mandou chamar os criados e pediu-lhes que arranjassem o melhor banquete, que mandassem vir flores mais bonitas para decorar o palácio e que não falassem os músicos. Queria que a sua boda fosse farta e muito animada. Queria que a sua boda fosse farta e muito animada. Depois, agradeceu à mãe:
  • 23. Obrigado, querida mãe, Pela ajuda preciosa! Agora vou ser feliz Com uma donzela formosa FIM