SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
A Bela Adormecida
Era uma vez, um rei e uma rainha que tinham um enorme desejo: ter um filho.
Tiveram de esperar vários anos até que, finalmente tiveram uma menina. Os pais
ficaram muito felizes e, pediram a sete fadas para serem madrinhas da sua pequena
princesinha. Como o costume era cada uma das fadas conceder um dom, a sua filha
seria a princesa mais perfeita do mundo.
Já na festa do batizado, cada fada-madrinha recebeu um prato, um garfo e uma faca
em ouro. Tudo parecia estar a correr bem, até que entrou na sala uma oitava fada, muito
velha e feia. O rei prontamente declarou:
- Há cinquenta anos que ninguém a via! Como não sabia onde estava, não a pude convidar e,
agora também não pode ficar na festa! Infelizmente, eu não lhe posso dar um prato, uma faca
e um garfo em ouro, porque só mandei fazer sete.
A fada velha resmungou:
- Isso é um insulto! Eu ainda sou uma fada, tal como as outras!
Observando que a fada velha estava muito zangada e, para desfazer alguma maldade que ela
fizesse, a fada mais nova escondeu-se, deixando assim a sua prenda para o fim.
Quando a festa acabou, as fadas ofereceram as suas dádivas à princesa bebé:
- Eu te dou o dom da beleza!
- Já eu, te concedo o dom da sabedoria!
- Eu ofereço-te o dom da graciosidade…
- Declaro que serás uma excelente bailarina!
- Terás sempre uma bela voz e, vais ser uma magnífica cantora!
- No teu longo percurso, serás uma artista de renome...
Com grande rancor e fúria, a fada velha disse:
- A princesa vai picar um dedo num fuso e, morrerá!
Todos ficaram apavorados, até que a fada mais nova apareceu e declarou:
Isso não vai acontecer, a princesa não vai morrer! Quando ela se picar no dedo, cairá num
sono profundo, durante cem anos. Aparecerá um príncipe, que a acordará!
Mesmo assim, o rei ficou com receio:
- Ordeno que sejam queimados todos os fusos que existam no reino, imediatamente!
E, assim foi. Durante muito tempo a menina, foi crescendo livre de perigo.
Um dia, já com dezoito anos, a princesa viajou com os pais até um reino próximo. Ao dar um
passeio sozinha pelos campos, encontrou uma casa com a porta aberta. Aí estava uma
velhinha, a fada má disfarçada, com uma roca e um fuso.
A princesa disse:
- Estes são objetos que nunca vi! Posso experimentar?
- Claro que sim, minha menina! - disse a velha manhosa.
A princesa, sem saber de nada, estendeu a mão, tocou no fuso, picou-se no dedo e,
desmaiou…
Quando foi encontrada e levada para o seu castelo, os seus olhos já não se abriam, mas ela
continuava a respirar, ainda que devagarinho. Ao ver que, a maldição se tinha concretizado, o
rei, emocionado, ordenou:
- Levem a minha querida filha para o seu quarto!
Já deitada na sua cama bordada a ouro e prata, a princesa parecia um anjinho a dormir.
A mais nova das fadas soube o que tinha acontecido e, foi para o castelo:
A princesa vai dormir em paz, mas com a minha varinha vou tocar em todos os seres vivos,
para que eles durmam com ela!
Os reis e todos os que estavam naquele castelo, criados, soldados, cavalos e até os cães,
adormeceram também. Cem anos passaram… e o reino estava ainda adormecido.
Um príncipe, que vivia num reino distante, ouviu histórias sobre uma bela princesa que dormia
há muito tempo naquele castelo, à espera de um príncipe que a iria acordar. Com o coração a
bater pela bela rapariga que o esperava, decidiu partir até lá. No entanto, a fada má,
transformada em dragão, aguardava-o:
- Tu não vais ao castelo. Isso nunca vai acontecer!
Mas o príncipe, só a pensar no seu amor, arranjou forças suficientes para conseguir derrotar o
dragão, que acabou por morrer.
Ao chegar ao castelo, este estava coberto por uma mata de silvas e de espinhos que,
misteriosamente, abriu-se para deixar passar o príncipe:
- Ah!!! Tantas pessoas no chão! Parece que estão mortas, mas afinal estão num sono
profundo! Mas onde está a minha amada?
E o príncipe entrou, em todos os quartos até que, encontrou a princesa deitada. Ele caiu de
joelhos e, emocionado declarou:
- A minha princesa é tão bela! - e deu-lhe um beijo.
- És tu, meu príncipe? Esperei tanto tempo por ti! - disse ela a sorrir.
Entretanto, pelo castelo os reis e todos os outros iam acordando ficaram muito felizes. Nessa
mesma noite, chamaram o padre e toda a família do príncipe, para ser celebrado o maior
casamento alguma vez visto e realizado no reino.
Envolvidos num grande abraço, unidos de amor um pelo outro, o príncipe e a princesa viveram
felizes para sempre!...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraRoseli Aparecida Tavares
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha contoLuísa Marques
 
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHAJulioAtlas
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilhavera1979
 
Lp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilhaLp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilhaCentral Didática
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecidafsantos514
 
Ficha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdfFicha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdflasalete marques
 
Livro pronto
Livro prontoLivro pronto
Livro prontolabneusa
 
A Bela Adormecida
A Bela AdormecidaA Bela Adormecida
A Bela Adormecidasusana cruz
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecidaNMBQ
 
A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritorespipatcleopoldina
 

Mais procurados (19)

A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
 
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA
3ºA- A PRINCESA E A ERVILHA
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
 
Lp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilhaLp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilha
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
Princesa Ervilha
Princesa ErvilhaPrincesa Ervilha
Princesa Ervilha
 
Ficha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdfFicha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdf
 
Livro pronto
Livro prontoLivro pronto
Livro pronto
 
A Bela Adormecida
A Bela AdormecidaA Bela Adormecida
A Bela Adormecida
 
Lengalenga
LengalengaLengalenga
Lengalenga
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritores
 
Ficha de leitura
Ficha de leituraFicha de leitura
Ficha de leitura
 
Historias Etc
Historias EtcHistorias Etc
Historias Etc
 

Destaque

Pensar sustentável é questão de sobrevivência
Pensar sustentável é questão de sobrevivênciaPensar sustentável é questão de sobrevivência
Pensar sustentável é questão de sobrevivênciaFernando Jose Novaes
 
Exercicio da-elipse2complexos
Exercicio da-elipse2complexosExercicio da-elipse2complexos
Exercicio da-elipse2complexoskapizany
 
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mães
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mãesMissões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mães
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mãesBernadetecebs .
 
A chegada do mascote elmer
A chegada do mascote elmerA chegada do mascote elmer
A chegada do mascote elmeralunoitv
 
A21 paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...
A21   paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...A21   paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...
A21 paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...BIBrasil
 
A10 paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...
A10   paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...A10   paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...
A10 paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...Marcelo Krug
 
Exim
EximExim
EximG T
 
Alimentos isabela e luiza terra
Alimentos isabela e luiza terraAlimentos isabela e luiza terra
Alimentos isabela e luiza terraArgos Santos
 
A17 paper - perfil business intelligence - o etl
A17   paper - perfil business intelligence - o etlA17   paper - perfil business intelligence - o etl
A17 paper - perfil business intelligence - o etlMarcelo Krug
 
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015CBH Rio das Velhas
 

Destaque (17)

Pensar sustentável é questão de sobrevivência
Pensar sustentável é questão de sobrevivênciaPensar sustentável é questão de sobrevivência
Pensar sustentável é questão de sobrevivência
 
Exercicio da-elipse2complexos
Exercicio da-elipse2complexosExercicio da-elipse2complexos
Exercicio da-elipse2complexos
 
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mães
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mãesMissões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mães
Missões no Setor 9 das CEBs - Homenagem para as mães
 
Desporto Escolar
Desporto EscolarDesporto Escolar
Desporto Escolar
 
Relatorio inquerito policial
Relatorio inquerito policialRelatorio inquerito policial
Relatorio inquerito policial
 
Tarifas
TarifasTarifas
Tarifas
 
A chegada do mascote elmer
A chegada do mascote elmerA chegada do mascote elmer
A chegada do mascote elmer
 
Caminhos manuella
Caminhos manuellaCaminhos manuella
Caminhos manuella
 
Pn ricardo
Pn ricardoPn ricardo
Pn ricardo
 
A21 paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...
A21   paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...A21   paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...
A21 paper - perfil business intelligence - o papel das reuniões e o verdade...
 
A10 paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...
A10   paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...A10   paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...
A10 paper - perfil business intelligence - business intelligence e o client...
 
Exim
EximExim
Exim
 
Alimentos isabela e luiza terra
Alimentos isabela e luiza terraAlimentos isabela e luiza terra
Alimentos isabela e luiza terra
 
A17 paper - perfil business intelligence - o etl
A17   paper - perfil business intelligence - o etlA17   paper - perfil business intelligence - o etl
A17 paper - perfil business intelligence - o etl
 
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS No 03, de 30 de março de 2015
 
Boletim 112
Boletim 112Boletim 112
Boletim 112
 
Caba tipos de voto
Caba tipos de votoCaba tipos de voto
Caba tipos de voto
 

Semelhante a Adormecida

Bela
BelaBela
BelaCJM
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia ciaMilena Sampaio
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Maria Pinto
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Nome Sobrenome
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasAna Pacheco
 
Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anõesBranca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anõesFilipa Cunha
 
05. Rapunzel Autor Hermanos Grimm.pdf
05. Rapunzel  Autor Hermanos Grimm.pdf05. Rapunzel  Autor Hermanos Grimm.pdf
05. Rapunzel Autor Hermanos Grimm.pdfPauloPereira34163
 
Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anões Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anões belanata
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesVilma Amaral
 
Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...Bruno Reimão
 
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela   ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela   ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...PLindaura
 

Semelhante a Adormecida (20)

Bela
BelaBela
Bela
 
Branca de Neve
Branca de NeveBranca de Neve
Branca de Neve
 
os seis cisnes.pdf
os seis cisnes.pdfos seis cisnes.pdf
os seis cisnes.pdf
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...
 
Historias etc[1]
Historias etc[1]Historias etc[1]
Historias etc[1]
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anõesBranca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anões
 
Prin Serp
Prin SerpPrin Serp
Prin Serp
 
05. Rapunzel Autor Hermanos Grimm.pdf
05. Rapunzel  Autor Hermanos Grimm.pdf05. Rapunzel  Autor Hermanos Grimm.pdf
05. Rapunzel Autor Hermanos Grimm.pdf
 
Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anões Branca de neve e os sete anões
Branca de neve e os sete anões
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
 
O conto em word
O conto em wordO conto em word
O conto em word
 
Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...Quando o feitiço é quebrado...
Quando o feitiço é quebrado...
 
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela   ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela   ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...
A rainha muda, a bruxa feiona e a irmã dela ji pernes+ eb1 arneiro 1 e 4+ 8...
 
Contos
ContosContos
Contos
 
Projeto Contos
Projeto ContosProjeto Contos
Projeto Contos
 

Mais de Marina Carvalho

2 ficha de revisão matemática 4° ano
2 ficha de revisão matemática 4° ano2 ficha de revisão matemática 4° ano
2 ficha de revisão matemática 4° anoMarina Carvalho
 
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)Marina Carvalho
 
1 ficha de interpretação (5º) - lazarilho andarinho
1   ficha de interpretação (5º) -  lazarilho andarinho1   ficha de interpretação (5º) -  lazarilho andarinho
1 ficha de interpretação (5º) - lazarilho andarinhoMarina Carvalho
 
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-iFicha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-iMarina Carvalho
 

Mais de Marina Carvalho (10)

2 ficha de revisão matemática 4° ano
2 ficha de revisão matemática 4° ano2 ficha de revisão matemática 4° ano
2 ficha de revisão matemática 4° ano
 
Ficha de 8⺠ano
Ficha de 8⺠anoFicha de 8⺠ano
Ficha de 8⺠ano
 
Abecedário
AbecedárioAbecedário
Abecedário
 
Musica
MusicaMusica
Musica
 
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)
Ficha formativa – a luz e a cor dos objectos. (1)
 
1 ficha de interpretação (5º) - lazarilho andarinho
1   ficha de interpretação (5º) -  lazarilho andarinho1   ficha de interpretação (5º) -  lazarilho andarinho
1 ficha de interpretação (5º) - lazarilho andarinho
 
A rosa-dos-ventos2
A rosa-dos-ventos2A rosa-dos-ventos2
A rosa-dos-ventos2
 
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-iFicha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
 
Labirinto2
Labirinto2Labirinto2
Labirinto2
 
Teste de concentração
Teste de concentraçãoTeste de concentração
Teste de concentração
 

Último

cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 

Último (20)

cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 

Adormecida

  • 1. A Bela Adormecida Era uma vez, um rei e uma rainha que tinham um enorme desejo: ter um filho. Tiveram de esperar vários anos até que, finalmente tiveram uma menina. Os pais ficaram muito felizes e, pediram a sete fadas para serem madrinhas da sua pequena princesinha. Como o costume era cada uma das fadas conceder um dom, a sua filha seria a princesa mais perfeita do mundo. Já na festa do batizado, cada fada-madrinha recebeu um prato, um garfo e uma faca em ouro. Tudo parecia estar a correr bem, até que entrou na sala uma oitava fada, muito velha e feia. O rei prontamente declarou: - Há cinquenta anos que ninguém a via! Como não sabia onde estava, não a pude convidar e, agora também não pode ficar na festa! Infelizmente, eu não lhe posso dar um prato, uma faca e um garfo em ouro, porque só mandei fazer sete. A fada velha resmungou: - Isso é um insulto! Eu ainda sou uma fada, tal como as outras! Observando que a fada velha estava muito zangada e, para desfazer alguma maldade que ela fizesse, a fada mais nova escondeu-se, deixando assim a sua prenda para o fim. Quando a festa acabou, as fadas ofereceram as suas dádivas à princesa bebé: - Eu te dou o dom da beleza! - Já eu, te concedo o dom da sabedoria! - Eu ofereço-te o dom da graciosidade… - Declaro que serás uma excelente bailarina! - Terás sempre uma bela voz e, vais ser uma magnífica cantora! - No teu longo percurso, serás uma artista de renome... Com grande rancor e fúria, a fada velha disse: - A princesa vai picar um dedo num fuso e, morrerá! Todos ficaram apavorados, até que a fada mais nova apareceu e declarou: Isso não vai acontecer, a princesa não vai morrer! Quando ela se picar no dedo, cairá num sono profundo, durante cem anos. Aparecerá um príncipe, que a acordará! Mesmo assim, o rei ficou com receio: - Ordeno que sejam queimados todos os fusos que existam no reino, imediatamente! E, assim foi. Durante muito tempo a menina, foi crescendo livre de perigo. Um dia, já com dezoito anos, a princesa viajou com os pais até um reino próximo. Ao dar um passeio sozinha pelos campos, encontrou uma casa com a porta aberta. Aí estava uma velhinha, a fada má disfarçada, com uma roca e um fuso. A princesa disse: - Estes são objetos que nunca vi! Posso experimentar?
  • 2. - Claro que sim, minha menina! - disse a velha manhosa. A princesa, sem saber de nada, estendeu a mão, tocou no fuso, picou-se no dedo e, desmaiou… Quando foi encontrada e levada para o seu castelo, os seus olhos já não se abriam, mas ela continuava a respirar, ainda que devagarinho. Ao ver que, a maldição se tinha concretizado, o rei, emocionado, ordenou: - Levem a minha querida filha para o seu quarto! Já deitada na sua cama bordada a ouro e prata, a princesa parecia um anjinho a dormir. A mais nova das fadas soube o que tinha acontecido e, foi para o castelo: A princesa vai dormir em paz, mas com a minha varinha vou tocar em todos os seres vivos, para que eles durmam com ela! Os reis e todos os que estavam naquele castelo, criados, soldados, cavalos e até os cães, adormeceram também. Cem anos passaram… e o reino estava ainda adormecido. Um príncipe, que vivia num reino distante, ouviu histórias sobre uma bela princesa que dormia há muito tempo naquele castelo, à espera de um príncipe que a iria acordar. Com o coração a bater pela bela rapariga que o esperava, decidiu partir até lá. No entanto, a fada má, transformada em dragão, aguardava-o: - Tu não vais ao castelo. Isso nunca vai acontecer! Mas o príncipe, só a pensar no seu amor, arranjou forças suficientes para conseguir derrotar o dragão, que acabou por morrer. Ao chegar ao castelo, este estava coberto por uma mata de silvas e de espinhos que, misteriosamente, abriu-se para deixar passar o príncipe: - Ah!!! Tantas pessoas no chão! Parece que estão mortas, mas afinal estão num sono profundo! Mas onde está a minha amada? E o príncipe entrou, em todos os quartos até que, encontrou a princesa deitada. Ele caiu de joelhos e, emocionado declarou: - A minha princesa é tão bela! - e deu-lhe um beijo. - És tu, meu príncipe? Esperei tanto tempo por ti! - disse ela a sorrir. Entretanto, pelo castelo os reis e todos os outros iam acordando ficaram muito felizes. Nessa mesma noite, chamaram o padre e toda a família do príncipe, para ser celebrado o maior casamento alguma vez visto e realizado no reino. Envolvidos num grande abraço, unidos de amor um pelo outro, o príncipe e a princesa viveram felizes para sempre!...