SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
 
- O que vês? - As palavras “Orelhas de Borboleta” o que representam? - Que parte do livro te parece que é? Porquê? - Porque será que o livro se chama “Orelhas de Borboleta”? - Que outras informações podemos obter a partir da capa deste livro?
 
- Pedir aos alunos que leiam a frase. Sugerir que dêem a entoação à leitura associada a esta atitude. - O que está a acontecer? - O que significa “orelhuda”? - Quantos meninos vês? Descreve-os! - A quem estarão a dizer isto? - Acham correcta esta atitude? - Como reagirá a menina? Vamos ver… (criar suspense, pedir que fechem os olhos).
 
- Qual foi a reacção da menina? (espanto, admiração, etc.) - Façam todos o mesmo gesto? Que som fazemos, geralmente? - Porquê? (era a primeira vez que lhe chamavam aquilo?) - E vocês o que fariam a seguir? (não ligavam? iam dizer à vossa mãe?...) Vamos ver o que aconteceu?
 
- Quem será esta senhora? - Que características físicas são semelhantes entre mãe e filha? (olhos, cabelo, nariz, braços, orelhas…) - Quem disse: «Não, filha. Tens é orelhas de borboleta.» - Qual foi a pergunta que a menina fez à sua mãe? - Na tua opinião, como serão as orelhas de borboleta?
 
- A menina parece-te feliz? Porquê?  (algumas crianças – 1.º ano - têm dificuldade em associar o sorriso à felicidade da menina). - O que estará a fazer a menina? - O que quererá dizer “ revolu teiam”?  (voar em torno de; esvoaçar; agitar-se) - O que fazem então as orelhas de borboleta? - A menina ficou satisfeita com a resposta da mãe?
 
- Quantos meninos vês? Onde estão? O que estão a fazer? - Ler com entoação. Pedir que a turma repita. - O que é “palha de aço”? - Como será que a menina vai reagir desta vez?
 
- Como reagiu a menina? - Como é a relva recém-cortada? Que cheiro tem? Qual é o seu aspecto? - Conhecem outras palavras começadas por recém?  (recém-nascido; recém-casado; recém-chegado; recém-finado…)
 
- Os meninos dizem que a Mara veste uma toalha de mesa. Porquê? - Qual foi a resposta da Mara? - Consegues ver algumas peças de xadrez? Como se chamam? - Quantos meninos estão na torre? Quem espreita atrás do bispo?
 
- De que a acusam agora? - Quantos pés vês? De quem serão?  - sete pés, cada um deve pertencer a um dos(as) outros(as) meninos(as); - Conseguem imaginar a resposta da Mara?
 
- O que será um dedo curioso? - Pela expressão da Mara conseguem adivinhar como se sente?
 
- Onde está a Mara? - O que estaria a fazer? - De que estarão a “gozar” os outros meninos, agora?
 
- O que serão sapatos muito viajados? - Ela calça sapatos usados porquê? (São de irmãs mais velhas? Foram-lhes dados por outras pessoas? Os pais não têm dinheiro para lhe comprar sapatos novos?) - Ela reagiu bem ou mal?
 
- O que é que a Mara não tem? - Porque será? - Como são as mochilas e a carteira destes meninos? - Quando se passará esta cena? (Durante o percurso casa/escola ou escola/casa).
 
- A Mara não tem carteira nem mochila porquê? - O que é uma gazela? - Achas que a Mara corre como uma gazela? Porquê? - Como terão reagido os meninos à sua resposta? - Acham que eles vão continuar a “fazer troça”?
 
- O que faz a Mara? - O que pensam os outros meninos? - Porque lê a Mara livros usados? - Qual é a tua opinião sobre ler livros usados? - O que significa a expressão “acariciados por mil mãos mais”? - Faz uma carícia ao colega mais próximo. O que sentes? É uma sensação agradável? Porquê? - Também acaricias os livros? - Como devemos tratar os livros? - Como chegou aquele livro às mãos da Mara?
 
- O que são as “tripas”? - O que significa “ter as tripas a fazer barulho”? - A tua barriga já fez barulho? Ainda te lembras porquê? - Porque farão barulho as tripas da Mara? - O que é uma orquestra? - Que tipo de instrumentos se vêem nesta imagem?
 
- Onde se passa esta cena? Justifica. - Quantos meninos vês? Onde se encontram? - O que é ser uma “estaca”? - Onde chega a Mara nos bicos dos pés? - Qual é a expressão da Mara?
 
- Qual será a razão para lhe voltarem a chamar “orelhuda”? - Consegues adivinhar a resposta? - Como responderias se estivesses na situação da Mara? - Se acabássemos a história nesta imagem o que aconteceria? - Conseguiríamos compreendê-la? Suspense… fechem os olhos, de novo. 1… 2… 3…
 
- Qual é a tua opinião sobre a resposta da Mara? - A sua resposta significa que… (ela aceitou-se tal como é) - Já viveste situações parecidas com esta? - Como te sentiste? - Já fizeste troça de alguém? - O que devemos fazer para que estas situações não se repitam ? E agora? Para onde irá a Mara?
 
- O que achas que aconteceu? Justifica. - Quais foram as acusações que os meninos fizeram à Mara? - Depois de ter falado com a mãe como passou a reagir a Mara? - Já ouviste falar em “bullying? é um termo  inglês  utilizado para descrever actos de  violência  física ou  psicológica , intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ( bully  ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O pai galinha e o filho pintainho
O pai galinha e o filho pintainhoO pai galinha e o filho pintainho
O pai galinha e o filho pintainhoAny Tabuada
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesRita Arantes
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Tânia Alves
 
História infantil- A Amizade
História infantil- A AmizadeHistória infantil- A Amizade
História infantil- A Amizadefprc
 
Jogos para 1º dia de aulas
Jogos para 1º dia de aulasJogos para 1º dia de aulas
Jogos para 1º dia de aulasRaquel Campos
 
Os direitos as crianças luiísa ducla soares
Os direitos as crianças   luiísa ducla soaresOs direitos as crianças   luiísa ducla soares
Os direitos as crianças luiísa ducla soaresBe Moinho Das Leituras
 
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30Terceira, Azores
 
Histórias para todas as letras
Histórias para todas as letrasHistórias para todas as letras
Histórias para todas as letrasProfessora
 
Não abras este livro
Não abras este livroNão abras este livro
Não abras este livroTatianaCarmo4
 
Cartaz fabrica de histórias
Cartaz fabrica de históriasCartaz fabrica de histórias
Cartaz fabrica de históriasSandra Costa
 
A viagem da sementinha
A viagem da sementinha A viagem da sementinha
A viagem da sementinha Aldalu
 
Adivinhas com animais
Adivinhas com animaisAdivinhas com animais
Adivinhas com animaisJosé Martins
 

Mais procurados (20)

O pai galinha e o filho pintainho
O pai galinha e o filho pintainhoO pai galinha e o filho pintainho
O pai galinha e o filho pintainho
 
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pagesConto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
Conto torrado trinta-por-uma-linha_18pages
 
Um bocadinho de inverno
Um bocadinho de invernoUm bocadinho de inverno
Um bocadinho de inverno
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
 
História infantil- A Amizade
História infantil- A AmizadeHistória infantil- A Amizade
História infantil- A Amizade
 
Jogos para 1º dia de aulas
Jogos para 1º dia de aulasJogos para 1º dia de aulas
Jogos para 1º dia de aulas
 
Natal, história
Natal, históriaNatal, história
Natal, história
 
Peixinho arco íris
Peixinho arco írisPeixinho arco íris
Peixinho arco íris
 
Romeu e Julieta Ruth Rocha
Romeu e Julieta   Ruth RochaRomeu e Julieta   Ruth Rocha
Romeu e Julieta Ruth Rocha
 
A bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio motaA bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio mota
 
Os direitos as crianças luiísa ducla soares
Os direitos as crianças   luiísa ducla soaresOs direitos as crianças   luiísa ducla soares
Os direitos as crianças luiísa ducla soares
 
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30
Ficheiros de-escrita-criativa-varias-30
 
Histórias para todas as letras
Histórias para todas as letrasHistórias para todas as letras
Histórias para todas as letras
 
Não abras este livro
Não abras este livroNão abras este livro
Não abras este livro
 
Cartaz fabrica de histórias
Cartaz fabrica de históriasCartaz fabrica de histórias
Cartaz fabrica de histórias
 
O outono
O outonoO outono
O outono
 
A viagem da sementinha
A viagem da sementinha A viagem da sementinha
A viagem da sementinha
 
O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]
 
bichos-bicharocos
bichos-bicharocosbichos-bicharocos
bichos-bicharocos
 
Adivinhas com animais
Adivinhas com animaisAdivinhas com animais
Adivinhas com animais
 

Mais de genarui

A partir de uma proposta de um livro
A partir de uma proposta de um livroA partir de uma proposta de um livro
A partir de uma proposta de um livrogenarui
 
Atividades na escola afonso iii
Atividades na escola afonso iiiAtividades na escola afonso iii
Atividades na escola afonso iiigenarui
 
Como se faz o mel
Como se faz o melComo se faz o mel
Como se faz o melgenarui
 
Hubel dia 4.06.2012
Hubel dia 4.06.2012Hubel dia 4.06.2012
Hubel dia 4.06.2012genarui
 
Dia da criança
Dia da criançaDia da criança
Dia da criançagenarui
 
A caracolinha carolina
A  caracolinha  carolinaA  caracolinha  carolina
A caracolinha carolinagenarui
 
Cartaz4 docente emergencia
Cartaz4 docente emergenciaCartaz4 docente emergencia
Cartaz4 docente emergenciagenarui
 
João pedro pais
João pedro paisJoão pedro pais
João pedro paisgenarui
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homemgenarui
 
Quinta pedagógica de portimão
Quinta pedagógica de portimãoQuinta pedagógica de portimão
Quinta pedagógica de portimãogenarui
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homemgenarui
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homemgenarui
 
Pão caseiro
Pão caseiroPão caseiro
Pão caseirogenarui
 
Probabilidades
ProbabilidadesProbabilidades
Probabilidadesgenarui
 
Erupções vulcânicas 1
Erupções vulcânicas 1Erupções vulcânicas 1
Erupções vulcânicas 1genarui
 
Gravida no coracao
Gravida no coracaoGravida no coracao
Gravida no coracaogenarui
 

Mais de genarui (20)

A partir de uma proposta de um livro
A partir de uma proposta de um livroA partir de uma proposta de um livro
A partir de uma proposta de um livro
 
Atividades na escola afonso iii
Atividades na escola afonso iiiAtividades na escola afonso iii
Atividades na escola afonso iii
 
Javi
JaviJavi
Javi
 
Como se faz o mel
Como se faz o melComo se faz o mel
Como se faz o mel
 
Turismo
TurismoTurismo
Turismo
 
Salinas
SalinasSalinas
Salinas
 
Hubel dia 4.06.2012
Hubel dia 4.06.2012Hubel dia 4.06.2012
Hubel dia 4.06.2012
 
Dia da criança
Dia da criançaDia da criança
Dia da criança
 
A caracolinha carolina
A  caracolinha  carolinaA  caracolinha  carolina
A caracolinha carolina
 
Messi
MessiMessi
Messi
 
Cartaz4 docente emergencia
Cartaz4 docente emergenciaCartaz4 docente emergencia
Cartaz4 docente emergencia
 
João pedro pais
João pedro paisJoão pedro pais
João pedro pais
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
Quinta pedagógica de portimão
Quinta pedagógica de portimãoQuinta pedagógica de portimão
Quinta pedagógica de portimão
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
Pão caseiro
Pão caseiroPão caseiro
Pão caseiro
 
Probabilidades
ProbabilidadesProbabilidades
Probabilidades
 
Erupções vulcânicas 1
Erupções vulcânicas 1Erupções vulcânicas 1
Erupções vulcânicas 1
 
Gravida no coracao
Gravida no coracaoGravida no coracao
Gravida no coracao
 

1. orelhas de_borboleta_

  • 1.  
  • 2. - O que vês? - As palavras “Orelhas de Borboleta” o que representam? - Que parte do livro te parece que é? Porquê? - Porque será que o livro se chama “Orelhas de Borboleta”? - Que outras informações podemos obter a partir da capa deste livro?
  • 3.  
  • 4. - Pedir aos alunos que leiam a frase. Sugerir que dêem a entoação à leitura associada a esta atitude. - O que está a acontecer? - O que significa “orelhuda”? - Quantos meninos vês? Descreve-os! - A quem estarão a dizer isto? - Acham correcta esta atitude? - Como reagirá a menina? Vamos ver… (criar suspense, pedir que fechem os olhos).
  • 5.  
  • 6. - Qual foi a reacção da menina? (espanto, admiração, etc.) - Façam todos o mesmo gesto? Que som fazemos, geralmente? - Porquê? (era a primeira vez que lhe chamavam aquilo?) - E vocês o que fariam a seguir? (não ligavam? iam dizer à vossa mãe?...) Vamos ver o que aconteceu?
  • 7.  
  • 8. - Quem será esta senhora? - Que características físicas são semelhantes entre mãe e filha? (olhos, cabelo, nariz, braços, orelhas…) - Quem disse: «Não, filha. Tens é orelhas de borboleta.» - Qual foi a pergunta que a menina fez à sua mãe? - Na tua opinião, como serão as orelhas de borboleta?
  • 9.  
  • 10. - A menina parece-te feliz? Porquê? (algumas crianças – 1.º ano - têm dificuldade em associar o sorriso à felicidade da menina). - O que estará a fazer a menina? - O que quererá dizer “ revolu teiam”? (voar em torno de; esvoaçar; agitar-se) - O que fazem então as orelhas de borboleta? - A menina ficou satisfeita com a resposta da mãe?
  • 11.  
  • 12. - Quantos meninos vês? Onde estão? O que estão a fazer? - Ler com entoação. Pedir que a turma repita. - O que é “palha de aço”? - Como será que a menina vai reagir desta vez?
  • 13.  
  • 14. - Como reagiu a menina? - Como é a relva recém-cortada? Que cheiro tem? Qual é o seu aspecto? - Conhecem outras palavras começadas por recém? (recém-nascido; recém-casado; recém-chegado; recém-finado…)
  • 15.  
  • 16. - Os meninos dizem que a Mara veste uma toalha de mesa. Porquê? - Qual foi a resposta da Mara? - Consegues ver algumas peças de xadrez? Como se chamam? - Quantos meninos estão na torre? Quem espreita atrás do bispo?
  • 17.  
  • 18. - De que a acusam agora? - Quantos pés vês? De quem serão? - sete pés, cada um deve pertencer a um dos(as) outros(as) meninos(as); - Conseguem imaginar a resposta da Mara?
  • 19.  
  • 20. - O que será um dedo curioso? - Pela expressão da Mara conseguem adivinhar como se sente?
  • 21.  
  • 22. - Onde está a Mara? - O que estaria a fazer? - De que estarão a “gozar” os outros meninos, agora?
  • 23.  
  • 24. - O que serão sapatos muito viajados? - Ela calça sapatos usados porquê? (São de irmãs mais velhas? Foram-lhes dados por outras pessoas? Os pais não têm dinheiro para lhe comprar sapatos novos?) - Ela reagiu bem ou mal?
  • 25.  
  • 26. - O que é que a Mara não tem? - Porque será? - Como são as mochilas e a carteira destes meninos? - Quando se passará esta cena? (Durante o percurso casa/escola ou escola/casa).
  • 27.  
  • 28. - A Mara não tem carteira nem mochila porquê? - O que é uma gazela? - Achas que a Mara corre como uma gazela? Porquê? - Como terão reagido os meninos à sua resposta? - Acham que eles vão continuar a “fazer troça”?
  • 29.  
  • 30. - O que faz a Mara? - O que pensam os outros meninos? - Porque lê a Mara livros usados? - Qual é a tua opinião sobre ler livros usados? - O que significa a expressão “acariciados por mil mãos mais”? - Faz uma carícia ao colega mais próximo. O que sentes? É uma sensação agradável? Porquê? - Também acaricias os livros? - Como devemos tratar os livros? - Como chegou aquele livro às mãos da Mara?
  • 31.  
  • 32. - O que são as “tripas”? - O que significa “ter as tripas a fazer barulho”? - A tua barriga já fez barulho? Ainda te lembras porquê? - Porque farão barulho as tripas da Mara? - O que é uma orquestra? - Que tipo de instrumentos se vêem nesta imagem?
  • 33.  
  • 34. - Onde se passa esta cena? Justifica. - Quantos meninos vês? Onde se encontram? - O que é ser uma “estaca”? - Onde chega a Mara nos bicos dos pés? - Qual é a expressão da Mara?
  • 35.  
  • 36. - Qual será a razão para lhe voltarem a chamar “orelhuda”? - Consegues adivinhar a resposta? - Como responderias se estivesses na situação da Mara? - Se acabássemos a história nesta imagem o que aconteceria? - Conseguiríamos compreendê-la? Suspense… fechem os olhos, de novo. 1… 2… 3…
  • 37.  
  • 38. - Qual é a tua opinião sobre a resposta da Mara? - A sua resposta significa que… (ela aceitou-se tal como é) - Já viveste situações parecidas com esta? - Como te sentiste? - Já fizeste troça de alguém? - O que devemos fazer para que estas situações não se repitam ? E agora? Para onde irá a Mara?
  • 39.  
  • 40. - O que achas que aconteceu? Justifica. - Quais foram as acusações que os meninos fizeram à Mara? - Depois de ter falado com a mãe como passou a reagir a Mara? - Já ouviste falar em “bullying? é um termo inglês utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica , intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ( bully ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender.