SlideShare uma empresa Scribd logo

Anatomia bases

O documento discute a anatomia humana, definindo-a como o estudo da estrutura e organização do corpo. Explica os termos anatômicos como variação, anomalia e monstruosidade. Também descreve os principais sistemas e divisões do corpo, incluindo ossos, articulações e músculos.

1 de 89
Baixar para ler offline
Bases de
ANATOMIA
HUMANA
IMAGIOLOGIA PARA ESPECIALISTAS EM MEDICINA
TRADICIONAL CHINESA E OSTEOPATAS
Anatomia ?
Ana = em partes Tomia = cortar
No português= dissecação
é a ciência que estuda a
organização e estrutura do corpo
humano.
Variação Anatómica
Uma vez que a Anatomia utiliza como material de
estudo o corpo humano, torna-se necessário fazer alguns
comentários.
A simples observação de um agrupamento humano
evidencia de imediato diferenças morfológicas entre
elementos que compõem o grupo. Estas diferenças
morfológicas são denominadas variações anatómicas e
podem apresentar-se externamente ou em qualquer dos
sistemas do organismo, por vezes isso não traz prejuízo
funcional para os indivíduos.
Anomalia e
Monstruosidade
Na variação anatómica não há prejuízo da função,
no entanto podem ocorrer variações morfológicas
que determinem perturbação funcional.
Ex. o indivíduo pode nascer com um dedo a mais na
mão.
Quando o desvio do padrão anatómico perturba a
função, diz-se que se trata de uma anormalidade e
não de uma variação.
Anomalia e
Monstruosidade
Se o desvio à normalidade for tão acentuada que
deforme profundamente a construção do corpo do
indivíduo, sendo em geral, incompatível com a vida,
denomina-se monstruosidade.
Ex. agenesia ( não formação) do encéfalo.
Nomenclatura Anatómica
A Anatomia tem uma terminologia própria.
A Nomenclatura Anatómica.
Exemplos de Abreviaturas comuns usadas na Anatomia
a. – artéria aa. – artérias
gl. – glândula lig. – ligamento
ligg. – ligamentos
m. – músculo mm. – músculos
n. – nervo nn. – nervos
r. – ramo rr. – ramos
v. – veia vv. – veias
Corpo
Humano
Cabeça
Crânio
Face
Pescoço
Tronco
Tórax
Abdómen
Membros
Raiz Ombro
Superior
Parte livre
Braço
Antebraço
Mão
Inferior
Raiz Anca
Parte livre
Coxa
Perna
Pé
Descrição da Posição
Anatómica Descritiva ou
Fundamental: Em pé, com a
face para frente e
olhar dirigido
para o horizonte
Membros inferiores
unidos, com as
pontas dos pés
dirigidas para frente
Membros superiores
em extensão juntos
ao tronco e palmas
das mãos voltadas
para a frente
Eixos do Corpo Humano
São linhas imaginárias traçadas no individuo.
 Eixo Ântero-posterior – unindo o centro do Plano
ventral ao centro do Plano Dorsal.
 Eixo Longitudinal – unindo o centro do Plano cranial ao
centro do Plano podálico.
 Eixo Transversal – unindo o centro do Plano lateral
direito ao Plano lateral esquerdo.
PLANO SAGITAL ou
MEDIANO
é um plano vertical que passa
através do eixo mais longo que
cruza o corpo, dos pés até a
cabeça; este plano separa o corpo
em direito e esquerdo. O que quer
que esteja situado próximo a este
plano é chamado medial, e o que
esta longe dele, lateral.
PLANO FRONTAL ou
CORONAL
é também um plano vertical que
passa pelo eixo maior (dos pés a
cabeça), mas e perpendicular ao
plano mediano, separando a frente
do corpo, ou ventre, da parte de
trás, ou dorso. Algo em posição a
frente do plano frontal e chamado
anterior, ao passo que algo situado
atrás desse plano e chamado
posterior.
PLANO TRANSVERSO ou
HORIZONTAL
também chamado horizontal ou
axial atravessa o eixo menor do
corpo, do dorso ate o ventre, isto e,
da posição posterior para a anterior.
Divide a estrutura atravessada em
porções superior e inferior.
Secções (cortes) que
atravessam o corpo:
Plano de secção mediana que
divide o corpo em duas metades
– direita e esquerda
(Secção sagital)(Secção sagital)
Plano de secção Frontal que
divide o corpo em duas metades
– anterior / posterior
(Secção frontal ou coronal)(Secção frontal ou coronal)
Termos de Relação:
•Anterior / Ventral / Frontal: na direção da
frente do corpo.
•Posterior / Dorsal: na direção das costas
•Superior / Cranial/Cefálico: na direção
da parte superior do corpo.
•Inferior / Caudal : na direção da parte
inferior do corpo.
Relações de Simetria e
Justaposição
 Antimeria – Simetria no plano Sagital
 Metameria – Justaposição no plano
Transversal
 Paquimeria – Organização em grandes
cavidades
 Estratemeria – Estratificação por
camadas da superfície para a
profundidade
DECÚBITO DORSAL
DECÚBITO VENTRAL
DECÚBITO LATERAL
POSIÇÃO DE LITOTOMIA
POSIÇÃO DE TRENDELEMBURG
Termos de Movimento
•Flexão: curvatura ou diminuição do
ângulo entre os ossos ou partes do
corpo.
•Extensão: endireitar ou aumentar o
ângulo entre os ossos ou partes do
corpo.
Adução: movimento na direção do
plano mediano em um plano
coronal.
Abdução: afastar-se do plano
mediano no plano coronal.
Rotação Medial: traz a face
anterior de um membro para mais
perto do plano mediano.
Rotação Lateral: leva a face
anterior para longe do plano
mediano.
•Retrusão: movimento de retracção
(para trás) como ocorre na retrusão da
mandíbula e no ombro.
• Protrusão: movimento dianteiro (para
frente) como ocorre na protrusão da
mandíbula e no ombro.
•Pronação: movimento do antebraço e mão que
gira o rádio medialmente em torno de seu eixo
longitudinal de modo que a palma da mão olha
posteriormente.
•Supinação: movimento do antebraço e mão que
gira o rádio lateralmente em torno de seu eixo
longitudinal de modo que a palma da mão olha
anteriormente.
•Inversão: movimento da planta do pé em
direcção ao plano mediano. Quando o pé
está totalmente invertido, ele também está
flexão plantar.
•Eversão: movimento da planta do pé que
afasta do plano mediano. Quando o pé
está totalmente evertido, ele também está
em dorsiflexão.
•Dorsi-flexão (flexão dorsal):
movimento de flexão na articulação
do tornozelo, como acontece quando
se levantam os dedos do solo.
•Planti-flexão (flexão plantar): flexão
do pé, ou dedos, em direcção à face
plantar, quando se fica em pé na
ponta dos dedos.
Grupos regionais
 Os livros de anatomia humana geralmente
dividem o corpo nos seguintes grupos
regionais:
 Cabeça e Pescoço — inclui tudo que está
acima da abertura torácica superior
 Membro superior — inclui a mão, antebraço,
braço, ombro, axila, região peitoral e região
escapular.
 Tórax — é a região do Tronco compreendida
entre a abertura torácica superior e o
diafragma torácico
Grupos regionais – cont.
Os livros de anatomia humana geralmente
dividem o corpo nos seguintes grupos regionais:
Abdómen —
Costas — a coluna vertebral e seus
componentes, as vértebras e os discos
intervertebrais
Pelve e Períneo —
Membro inferior — geralmente é tudo que está
abaixo do ligamento inguinal, incluindo a
articulação da anca, coxa, perna e pé.
Sistemas do corpo humano
 Sistema circulatório: circulação do sangue
como coração e vasos sanguíneos.
 Sistema digestivo: processamento do
alimento com a boca, estômago e intestinos.
Sistemas do corpo humano
 Sistema endócrino: comunicação interna do
corpo através de hormônios.
 Sistema imunológico: defesa do corpo contra
os agentes patogénicos.
 Sistema tegumentar: pele, cabelo e unhas.
 Sistema linfático: estruturas envolvidas na
transferência de linfa entre tecidos e o fluxo
sanguíneo.
 Sistema muscular: proporciona o movimento
ao corpo.
 Sistema nervoso: colecta, transfere e processa
informação com o cérebro e nervos.
 Sistema reprodutor: os órgãos sexuais.
 Sistema respiratório: os órgão usados para
inspiração e o pulmão.
 Sistema ósseo: suporte estrutural e protecção
através dos ossos.
 Sistema excretor: os rins e estruturas
envolvidas na produção e excreção da urina.
Sitema
esquelético
Anatomia do Aparelho Locomotor
APARELHO LOCOMOTOR
SISTEMA ESQUELÉTICO SISTEMA ARTICULAR SISTEMA MUSCULAR
PASSIVO
UNIÃO
ATIVO
SISTEMA ESQUELÉTICO
É constituído por um total de 206 ossos.
Funções
1. Sustentação e conformação do corpo.
2. Proteção de órgãos internos
Local de armazenamento de Ca (cálcio) e P (fósforo).
Local de produção de células sangüíneas (na medula óssea).
Sistema de alavanca que, movimentada pelos músculos,
permitem o deslocamento do corpo no todo em partes.
Outras funções
SISTEMA ESQUELÉTICO
 Funções:
 Arcabouço de sustentação
 Movimento (deambulação)
 Proteção de órgãos vitais (encéfalo)
 Armazenamento de íons (cálcio, fósforo)
 Hematopoiese
CABEÇA
PESCOÇO
TRONCO
MEMBROS
INFERIORES
MEMBROS
SUPERIORES
ESQUELETO
AXIAL
ESQUELETO
APENDICULAR
ESQUELETO
APENDICULAR
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
TRONCO
TÓRAX
ABDÓMEN
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
MEMBROS
SUPERIORES
INFERIORES
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
MEMBROS
SUPERIORES
RAIZ OMBRO
BRAÇO
ANTEBRAÇO
MÃO
PARTE LIVRE
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
MEMBROS
INFERIORES
RAIZ ANCA ou QUADRIL
COXA
PERNA
PÉ
PARTE LIVRE
Osso pneumático
(contém cavidades (sinus) no
seu interior com espaço
vazio). Porquê?
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
SISTEMA ESQUELÉTICOSISTEMA ESQUELÉTICO
CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DOS OSSOSCLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DOS OSSOS
Ossocurto
Osso laminar Osso irregular
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS (FORMA)
Osso longo
OSSOS LONGOS
- Comprimento predomina sobre a
largura e a espessura. (C>L/E)
- Estão localizados principalmente no
esqueleto apendicular.
- Suas extremidades são denominadas
epífises (proximal e distal).
OSSOS LONGOS
-A parte média é denominada diáfise.
-Possui um canal que abriga a medula
óssea denominado canal medular.
- Entre as epífise e a diáfise está a
cartilagem epifisial, mais aparente
nas crianças, onde a ossificação não se
completou (responsável pelo
crescimento ósseo em comprimento)
OSSOS LONGOS
MEMBRO INFERIOR MEMBRO SUPERIOR
 Úmero
 Ulna
 Rádio
 Metacarpo
 Falanges
 Fémur
 Tíbia
 Fíbula
 Metatarso
 Falanges
OSSOS LONGOS
OSSOS LONGOS
Diáfise (corpo)
epífises
(extremidades)
OSSOS LAMINARES
- Comprimento e largura semelhantes,
predominam sobre a espessura. (C=L>E)
- Frontal - Occipital
- Parietal - Escápula
- Osso do quadril
OSSOS LAMINARES
OSSOS LAMINARES
OSSOS CURTOS
- As três dimensões são semelhantes. (C=L=E)
- Carpo (escafóide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio,
trapezóide, capitato, hamato).
- Tarso (Talus ou Astragalo, e Calcâneo, Navicular, Cubóide,
cuneiformes)
OSSOS CURTOS
OSSOS IRREGULARES
- Forma geométrica mal definida. Não pode ser
classificado como longo, laminar ou curto.
- Vértebras
- Osso temporal
OSSOS IRREGULARES
OSSOS PNEUMÁTICOS
- Apresentam uma ou mais cavidades, revestidas
por mucosa e repletas de ar (seios).
- Esfenóide - Frontal
- Etmóide - Temporal
- Maxilar
OSSOS PNEUMÁTICOS
OSSOS SESAMÓIDES
- Estão localizados no interior de tendões (intratendíneos) ou
da cápsula fibrosa de algumas articulações (intracapsulares).
- São frequentes junto aos ossos da mão e do pé,
nomeadamente nas falanges
Sistema Esquelético
Dividido em duas porções
 Esqueleto Axial ou Mediano
 OSSOS DO CRÂNIO (frontal, parietal, occipital,
temporal, ossos do nariz, zigomáticos,
esfenóide)
 OSSOS DO PESCOÇO (vértebras cervicais,
Hioide)
 OSSOS DO TRONCO (esterno, costelas,
vértebras torácicas e lombares)
Sistema Esquelético
Dividido em duas porções
 Esqueleto Apendicular
Componentes do membro superior
 Cintura escapular:
 consiste nas articulações esternoclavicular,
acromioclavicular e do ombro;escápula ou omoplata,
clavícula: fazem a movimentação da escápula;
 Parte livre do membro superior: úmero, ulna, rádio,
ossos do carpo, metacarpo e falanges.
Sistema Esquelético
Dividido em duas porções
 Apendicular
Componentes do membro inferior
 Cintura pélvica:
 Anel de ossos que une a coluna vertebral aos dois
fémures
 consiste nos ossos sacro, cóccix e do quadril;
 Parte livre do membro inferior: fémur, patela, tíbia,
fíbula, tarso, metatarso e falanges.
SISTEMA ESQUELÉTICO
“A união entre os esqueletos axial e apendicular faz-se
por meio das cinturas escapular e pélvica”
 Cintura escapular: ossos que unem os
esqueletos axial e apendicular superior
(escápula e clavícula).
 Cintura pélvica: ossos da anca.
ACIDENTES ÓSSEOS
- São formações que aparecem nos pontos de inserção de
ligamentos, fáscias, tendões e no trajeto de vasos sanguíneos e
nervos.
-Côndilo - Crista - Epicôndilo
-Fóvea - Foramen - Fossa
-Trocânter - Espinha - Tubérculo
Enumere mais…..
ACIDENTES ÓSSEOS
ACIDENTES ÓSSEOS
Osso
ÚMERO
TIPOS DE SUBSTÂNCIA OSSEA
- Compacta
Lamínulas ósseas fortemente unidas.
Osso denso.
Localização periférica.
- Esponjosa
Lamínulas ósseas entremeadas por
lacunas.
Localização central
CRESCIMENTO ÓSSEO
- Crescimento em comprimento é função da cartilagem
epifisial!!
- Crescimento em espessura é função do periósteo!!
ESTRUTURA DE
UM OSSO LONGO
•r do canal de Havers estão as lamelas ósseas, onde se encontram os osteócitos dentro de osteoplastos, comunicando entre si por canalículos radiais.
COMPOSIÇÃO DE
UM OSSO LONGO
•r do canal de Havers estão as lamelas ósseas, onde se encontram os osteócitos dentro de osteoplastos, comunicando entre si por canalículos radiais.
7 vértebras cervicais
12 vértebras torácicas
5 vértebras lombares
4 vértebras coccígeas
5 vértebras sacrais
COLUNA VERTEBRAL
Discos intervertebrais
COLUNA VERTEBRAL
Protegem as vértebras de
impactos. Podem sofrer
lesões diversas (não
necessariamente
simultâneas) que provocam
dores fortes, de difícil
tratamento.
Clavícula
Costelas
Úmero
Ulna
Rádio
Fêmur
Fíbula
Tíbia
Esterno
Processo xifóide
Ilíaco
Patela
PRINCIPAIS OSSOS
Corpo do
Esterno
Processo Xifóide
Caixa
torácica
Manúbrio do
esterno
PRINCIPAIS OSSOS
Articulações são estruturas
que servem para unir dois
ou mais ossos.
Permitem a realização de
movimentos.
Articulações
Articulações fixas ou suturas x Articulações móveis
X
Lesões (graves) em
atletas, normalmente
envolvem articulações.
Articulações
(detalhe)
A osteoporose é considerada pela
Organização Mundial de Saúde
(OMS) como a “epidemia
silenciosa do século”.
DOENÇAS DO SISTEMA ESQUELÉTICO
Existem diversos fatores
de risco associados à
baixa massa óssea como
ausência de terapia
hormonal após a
menopausa, baixa
exposição solar, consumo
de bebidas alcoólicas,
ingestão inadequada de
cálcio, sedentarismo,
história familiar de
osteoporose, tabagismo,
baixo peso e baixa
estatura, idade avançada.
Osteoporose
Os sintomas dolorosos
geralmente não aparecem
durante a adolescência,
mas é comum na fase
adulta. A queixa mais
comum de pais e
pacientes são devido à
aparência com
deformidades.
Escoliose
É o aumento anormal da
curva lombar levando a
uma acentuação da
lordose lombar normal
(hiperlordose). Os
músculos abdominais
fracos e um abdómen
protuberante são fatores
de risco.
Lordose
ANATOMIA RADIOLÓGICA
Comparação entre os ossos e as imagens de radiografias:
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA RADIOLÓGICA
ANATOMIA
RADIOLÓGICA
FRATURA DO COLO DO FÉMUR

Recomendados

Aula 1 introdução a anatomia humana
Aula 1  introdução a anatomia humanaAula 1  introdução a anatomia humana
Aula 1 introdução a anatomia humanadigaomedina
 
Introdução a anatomia
Introdução a anatomiaIntrodução a anatomia
Introdução a anatomiaMaxsuell Lopes
 
Aula01 Introducao ao Estudo de Anatomia
Aula01 Introducao ao Estudo de AnatomiaAula01 Introducao ao Estudo de Anatomia
Aula01 Introducao ao Estudo de AnatomiaLeonardo Delgado
 
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIAAula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIALeonardo Delgado
 
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Hamilton Nobrega
 
Anatomia e fisiologia humana
Anatomia e fisiologia humanaAnatomia e fisiologia humana
Anatomia e fisiologia humanaJorge Santos
 
Terminologia anatomica
Terminologia anatomicaTerminologia anatomica
Terminologia anatomicaCristiane Dias
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a anatomia por Robson Lucas
Introdução a anatomia por Robson LucasIntrodução a anatomia por Robson Lucas
Introdução a anatomia por Robson Lucasrobson lucas pontes
 
Planos de delimitação e secção do corpo humano
Planos de delimitação e secção do corpo humanoPlanos de delimitação e secção do corpo humano
Planos de delimitação e secção do corpo humanoMunicípio de Galinhos
 
Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Claudio Poeta
 
1. aula 1 anatomia e fisiologia
1. aula 1 anatomia e fisiologia1. aula 1 anatomia e fisiologia
1. aula 1 anatomia e fisiologiaIeda Dorneles
 
Anatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema MuscularAnatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema MuscularPedro Miguel
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaHerbert Santana
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologiaHamilton Nobrega
 
Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.Zeca Ribeiro
 
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptxAndré Moreira Rocha
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esqueléticoMaxsuell Lopes
 

Mais procurados (20)

Introdução a anatomia por Robson Lucas
Introdução a anatomia por Robson LucasIntrodução a anatomia por Robson Lucas
Introdução a anatomia por Robson Lucas
 
Planos de delimitação e secção do corpo humano
Planos de delimitação e secção do corpo humanoPlanos de delimitação e secção do corpo humano
Planos de delimitação e secção do corpo humano
 
Anatomia e fisiologia
Anatomia e  fisiologiaAnatomia e  fisiologia
Anatomia e fisiologia
 
Introdução a anatomia
Introdução a anatomiaIntrodução a anatomia
Introdução a anatomia
 
Sistema esqueletico.ppt
Sistema esqueletico.pptSistema esqueletico.ppt
Sistema esqueletico.ppt
 
Sistema Esqueletico
Sistema EsqueleticoSistema Esqueletico
Sistema Esqueletico
 
Sistema esquelético
Sistema esqueléticoSistema esquelético
Sistema esquelético
 
Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
 
Aula de anatomia humana 1º
Aula de anatomia humana 1ºAula de anatomia humana 1º
Aula de anatomia humana 1º
 
1. aula 1 anatomia e fisiologia
1. aula 1 anatomia e fisiologia1. aula 1 anatomia e fisiologia
1. aula 1 anatomia e fisiologia
 
Anatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema MuscularAnatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema Muscular
 
Sistema óSseo
Sistema óSseoSistema óSseo
Sistema óSseo
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
 
Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.
 
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
 
Siatema muscular
Siatema muscularSiatema muscular
Siatema muscular
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esquelético
 

Semelhante a Anatomia bases

ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.pptANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.pptBentoGilUane
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I -  ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I -  ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptxEvandroOliveira914702
 
Trabalho Anatomia
Trabalho AnatomiaTrabalho Anatomia
Trabalho Anatomiaguest9bc091
 
Anatomiaasdsdda e Fisiologia aula 2.pdf
Anatomiaasdsdda e Fisiologia  aula 2.pdfAnatomiaasdsdda e Fisiologia  aula 2.pdf
Anatomiaasdsdda e Fisiologia aula 2.pdfLuizMiguelGuajajara
 
Aula 1 anatomia planos
Aula 1 anatomia planosAula 1 anatomia planos
Aula 1 anatomia planosDébora Souto
 
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida ok
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida okAnatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida ok
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida okThalitaMoraes12
 
Apostila de anatomia pronta
Apostila de anatomia prontaApostila de anatomia pronta
Apostila de anatomia prontaEliane Suzete
 
Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Claudio Poeta
 
1 Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular
1  Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular1  Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular
1 Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. ArticularMichaela Helena Moretto Alves
 
Anatomia - Introdução
Anatomia - IntroduçãoAnatomia - Introdução
Anatomia - IntroduçãoPedro Miguel
 
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdf
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdfAnatomia e Fisiologia Humana Básica.pdf
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdfGlauber Rodrigues
 
Introdução a Anatomia e Fisiologia Veterinária
Introdução a Anatomia e Fisiologia VeterináriaIntrodução a Anatomia e Fisiologia Veterinária
Introdução a Anatomia e Fisiologia VeterináriaFelipe Damschi
 
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdfNaiaraMendes13
 

Semelhante a Anatomia bases (20)

Anatomia humana
Anatomia humanaAnatomia humana
Anatomia humana
 
Anatomia humana
Anatomia humanaAnatomia humana
Anatomia humana
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.pptANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
ANATOMIA HUMANA E ANIMAL 07.ppt
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I -  ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I -  ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - ANATOMIA E FISIOLOGIA revisada.pptx
 
Trabalho Anatomia
Trabalho AnatomiaTrabalho Anatomia
Trabalho Anatomia
 
Introdução anatomia
Introdução anatomiaIntrodução anatomia
Introdução anatomia
 
Anatomiaasdsdda e Fisiologia aula 2.pdf
Anatomiaasdsdda e Fisiologia  aula 2.pdfAnatomiaasdsdda e Fisiologia  aula 2.pdf
Anatomiaasdsdda e Fisiologia aula 2.pdf
 
Aula 1 anatomia planos
Aula 1 anatomia planosAula 1 anatomia planos
Aula 1 anatomia planos
 
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida ok
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida okAnatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida ok
Anatomia Humana aula 1 TE 2023 resumida ok
 
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica  - ricardoAnatomia geral terminologia anatômica  - ricardo
Anatomia geral terminologia anatômica - ricardo
 
Apostila de anatomia pronta
Apostila de anatomia prontaApostila de anatomia pronta
Apostila de anatomia pronta
 
Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01Anatomia humana pronatec 01
Anatomia humana pronatec 01
 
1 Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular
1  Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular1  Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular
1 Apostila Anato - Introdução, Sis. Esquelético e Sis. Articular
 
Anatomia - Introdução
Anatomia - IntroduçãoAnatomia - Introdução
Anatomia - Introdução
 
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdf
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdfAnatomia e Fisiologia Humana Básica.pdf
Anatomia e Fisiologia Humana Básica.pdf
 
1 aula prof
1 aula prof 1 aula prof
1 aula prof
 
Introdução a Anatomia e Fisiologia Veterinária
Introdução a Anatomia e Fisiologia VeterináriaIntrodução a Anatomia e Fisiologia Veterinária
Introdução a Anatomia e Fisiologia Veterinária
 
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf
38139_55fb6af78d1cd9fbb9eb68b559ea28b0.pdf
 
Aula 1 - Introdução.pptx
Aula 1 - Introdução.pptxAula 1 - Introdução.pptx
Aula 1 - Introdução.pptx
 

Mais de Antonio Moreira

Mais de Antonio Moreira (10)

LER_natacao_v2_p2.pptx
LER_natacao_v2_p2.pptxLER_natacao_v2_p2.pptx
LER_natacao_v2_p2.pptx
 
LER_natacao_v2_p1.pptx
LER_natacao_v2_p1.pptxLER_natacao_v2_p1.pptx
LER_natacao_v2_p1.pptx
 
German program
German programGerman program
German program
 
Classificacao sm 2018
Classificacao sm 2018Classificacao sm 2018
Classificacao sm 2018
 
Efeitos da Prática de Qi Gong na Melhoria da Atenção em Adolescentes
Efeitos da Prática de Qi Gong na Melhoria da Atenção em AdolescentesEfeitos da Prática de Qi Gong na Melhoria da Atenção em Adolescentes
Efeitos da Prática de Qi Gong na Melhoria da Atenção em Adolescentes
 
Plano de carreira
Plano de carreiraPlano de carreira
Plano de carreira
 
Plano de carreira
Plano de carreiraPlano de carreira
Plano de carreira
 
Antonio moreira aptn_2016
Antonio moreira aptn_2016Antonio moreira aptn_2016
Antonio moreira aptn_2016
 
Phda
PhdaPhda
Phda
 
Etapas Desportivas
Etapas DesportivasEtapas Desportivas
Etapas Desportivas
 

Último

- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.
- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.
- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.PrimeAssessoriaAcadm3
 
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfProfissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfendres.bazz bazz
 
Queimando Calorias em menos de 24h acesse agora
Queimando Calorias  em menos de 24h acesse agoraQueimando Calorias  em menos de 24h acesse agora
Queimando Calorias em menos de 24h acesse agoraframciscoj136
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...PrimeAssessoriaAcadm3
 
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e PrevençãoAlerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevençãolojaperfeita43
 
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudável
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudávelCatalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudável
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudávelJorge Favato
 
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Lusani Dias
 
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdf
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdfaula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdf
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdfIsabelleSampaio10
 
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...deiserabello223
 
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfSaude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfDiego Cesar
 
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.pptApresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.pptALucasBarros
 
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptx
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptxAula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptx
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptxprofwilberthlincoln1
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas ModernasTeoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas ModernasPrimeAssessoriaAcadm3
 

Último (13)

- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.
- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.
- Ler o conteúdo da unidade 2 do livro da disciplina.
 
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfProfissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
 
Queimando Calorias em menos de 24h acesse agora
Queimando Calorias  em menos de 24h acesse agoraQueimando Calorias  em menos de 24h acesse agora
Queimando Calorias em menos de 24h acesse agora
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e PrevençãoAlerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção
 
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudável
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudávelCatalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudável
Catalogo de Ofertas SCG - EKTUS - para uma vida mais saudável
 
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
 
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdf
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdfaula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdf
aula1sadecoletivai-slidesaula-cpia-160815095802.pdf
 
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
 
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfSaude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
 
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.pptApresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
 
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptx
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptxAula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptx
Aula sobreo Sistema Único de Saúde slides_SUS.pptx
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas ModernasTeoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas
 

Anatomia bases

  • 1. Bases de ANATOMIA HUMANA IMAGIOLOGIA PARA ESPECIALISTAS EM MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E OSTEOPATAS
  • 2. Anatomia ? Ana = em partes Tomia = cortar No português= dissecação é a ciência que estuda a organização e estrutura do corpo humano.
  • 3. Variação Anatómica Uma vez que a Anatomia utiliza como material de estudo o corpo humano, torna-se necessário fazer alguns comentários. A simples observação de um agrupamento humano evidencia de imediato diferenças morfológicas entre elementos que compõem o grupo. Estas diferenças morfológicas são denominadas variações anatómicas e podem apresentar-se externamente ou em qualquer dos sistemas do organismo, por vezes isso não traz prejuízo funcional para os indivíduos.
  • 4. Anomalia e Monstruosidade Na variação anatómica não há prejuízo da função, no entanto podem ocorrer variações morfológicas que determinem perturbação funcional. Ex. o indivíduo pode nascer com um dedo a mais na mão. Quando o desvio do padrão anatómico perturba a função, diz-se que se trata de uma anormalidade e não de uma variação.
  • 5. Anomalia e Monstruosidade Se o desvio à normalidade for tão acentuada que deforme profundamente a construção do corpo do indivíduo, sendo em geral, incompatível com a vida, denomina-se monstruosidade. Ex. agenesia ( não formação) do encéfalo.
  • 6. Nomenclatura Anatómica A Anatomia tem uma terminologia própria. A Nomenclatura Anatómica. Exemplos de Abreviaturas comuns usadas na Anatomia a. – artéria aa. – artérias gl. – glândula lig. – ligamento ligg. – ligamentos m. – músculo mm. – músculos n. – nervo nn. – nervos r. – ramo rr. – ramos v. – veia vv. – veias
  • 8. Descrição da Posição Anatómica Descritiva ou Fundamental: Em pé, com a face para frente e olhar dirigido para o horizonte Membros inferiores unidos, com as pontas dos pés dirigidas para frente Membros superiores em extensão juntos ao tronco e palmas das mãos voltadas para a frente
  • 9. Eixos do Corpo Humano São linhas imaginárias traçadas no individuo.  Eixo Ântero-posterior – unindo o centro do Plano ventral ao centro do Plano Dorsal.  Eixo Longitudinal – unindo o centro do Plano cranial ao centro do Plano podálico.  Eixo Transversal – unindo o centro do Plano lateral direito ao Plano lateral esquerdo.
  • 10. PLANO SAGITAL ou MEDIANO é um plano vertical que passa através do eixo mais longo que cruza o corpo, dos pés até a cabeça; este plano separa o corpo em direito e esquerdo. O que quer que esteja situado próximo a este plano é chamado medial, e o que esta longe dele, lateral.
  • 11. PLANO FRONTAL ou CORONAL é também um plano vertical que passa pelo eixo maior (dos pés a cabeça), mas e perpendicular ao plano mediano, separando a frente do corpo, ou ventre, da parte de trás, ou dorso. Algo em posição a frente do plano frontal e chamado anterior, ao passo que algo situado atrás desse plano e chamado posterior.
  • 12. PLANO TRANSVERSO ou HORIZONTAL também chamado horizontal ou axial atravessa o eixo menor do corpo, do dorso ate o ventre, isto e, da posição posterior para a anterior. Divide a estrutura atravessada em porções superior e inferior.
  • 13. Secções (cortes) que atravessam o corpo: Plano de secção mediana que divide o corpo em duas metades – direita e esquerda (Secção sagital)(Secção sagital) Plano de secção Frontal que divide o corpo em duas metades – anterior / posterior (Secção frontal ou coronal)(Secção frontal ou coronal)
  • 14. Termos de Relação: •Anterior / Ventral / Frontal: na direção da frente do corpo. •Posterior / Dorsal: na direção das costas •Superior / Cranial/Cefálico: na direção da parte superior do corpo. •Inferior / Caudal : na direção da parte inferior do corpo.
  • 15. Relações de Simetria e Justaposição  Antimeria – Simetria no plano Sagital  Metameria – Justaposição no plano Transversal  Paquimeria – Organização em grandes cavidades  Estratemeria – Estratificação por camadas da superfície para a profundidade
  • 16. DECÚBITO DORSAL DECÚBITO VENTRAL DECÚBITO LATERAL POSIÇÃO DE LITOTOMIA POSIÇÃO DE TRENDELEMBURG
  • 17. Termos de Movimento •Flexão: curvatura ou diminuição do ângulo entre os ossos ou partes do corpo. •Extensão: endireitar ou aumentar o ângulo entre os ossos ou partes do corpo.
  • 18. Adução: movimento na direção do plano mediano em um plano coronal. Abdução: afastar-se do plano mediano no plano coronal. Rotação Medial: traz a face anterior de um membro para mais perto do plano mediano. Rotação Lateral: leva a face anterior para longe do plano mediano.
  • 19. •Retrusão: movimento de retracção (para trás) como ocorre na retrusão da mandíbula e no ombro. • Protrusão: movimento dianteiro (para frente) como ocorre na protrusão da mandíbula e no ombro. •Pronação: movimento do antebraço e mão que gira o rádio medialmente em torno de seu eixo longitudinal de modo que a palma da mão olha posteriormente. •Supinação: movimento do antebraço e mão que gira o rádio lateralmente em torno de seu eixo longitudinal de modo que a palma da mão olha anteriormente.
  • 20. •Inversão: movimento da planta do pé em direcção ao plano mediano. Quando o pé está totalmente invertido, ele também está flexão plantar. •Eversão: movimento da planta do pé que afasta do plano mediano. Quando o pé está totalmente evertido, ele também está em dorsiflexão. •Dorsi-flexão (flexão dorsal): movimento de flexão na articulação do tornozelo, como acontece quando se levantam os dedos do solo. •Planti-flexão (flexão plantar): flexão do pé, ou dedos, em direcção à face plantar, quando se fica em pé na ponta dos dedos.
  • 21. Grupos regionais  Os livros de anatomia humana geralmente dividem o corpo nos seguintes grupos regionais:  Cabeça e Pescoço — inclui tudo que está acima da abertura torácica superior  Membro superior — inclui a mão, antebraço, braço, ombro, axila, região peitoral e região escapular.  Tórax — é a região do Tronco compreendida entre a abertura torácica superior e o diafragma torácico
  • 22. Grupos regionais – cont. Os livros de anatomia humana geralmente dividem o corpo nos seguintes grupos regionais: Abdómen — Costas — a coluna vertebral e seus componentes, as vértebras e os discos intervertebrais Pelve e Períneo — Membro inferior — geralmente é tudo que está abaixo do ligamento inguinal, incluindo a articulação da anca, coxa, perna e pé.
  • 23. Sistemas do corpo humano  Sistema circulatório: circulação do sangue como coração e vasos sanguíneos.  Sistema digestivo: processamento do alimento com a boca, estômago e intestinos.
  • 24. Sistemas do corpo humano  Sistema endócrino: comunicação interna do corpo através de hormônios.  Sistema imunológico: defesa do corpo contra os agentes patogénicos.  Sistema tegumentar: pele, cabelo e unhas.
  • 25.  Sistema linfático: estruturas envolvidas na transferência de linfa entre tecidos e o fluxo sanguíneo.  Sistema muscular: proporciona o movimento ao corpo.  Sistema nervoso: colecta, transfere e processa informação com o cérebro e nervos.  Sistema reprodutor: os órgãos sexuais.
  • 26.  Sistema respiratório: os órgão usados para inspiração e o pulmão.  Sistema ósseo: suporte estrutural e protecção através dos ossos.  Sistema excretor: os rins e estruturas envolvidas na produção e excreção da urina.
  • 28. Anatomia do Aparelho Locomotor APARELHO LOCOMOTOR SISTEMA ESQUELÉTICO SISTEMA ARTICULAR SISTEMA MUSCULAR PASSIVO UNIÃO ATIVO
  • 29. SISTEMA ESQUELÉTICO É constituído por um total de 206 ossos. Funções 1. Sustentação e conformação do corpo. 2. Proteção de órgãos internos
  • 30. Local de armazenamento de Ca (cálcio) e P (fósforo). Local de produção de células sangüíneas (na medula óssea). Sistema de alavanca que, movimentada pelos músculos, permitem o deslocamento do corpo no todo em partes. Outras funções
  • 31. SISTEMA ESQUELÉTICO  Funções:  Arcabouço de sustentação  Movimento (deambulação)  Proteção de órgãos vitais (encéfalo)  Armazenamento de íons (cálcio, fósforo)  Hematopoiese
  • 33. DIVISÃO DO CORPO HUMANO TRONCO TÓRAX ABDÓMEN
  • 34. DIVISÃO DO CORPO HUMANO MEMBROS SUPERIORES INFERIORES
  • 35. DIVISÃO DO CORPO HUMANO MEMBROS SUPERIORES RAIZ OMBRO BRAÇO ANTEBRAÇO MÃO PARTE LIVRE
  • 36. DIVISÃO DO CORPO HUMANO MEMBROS INFERIORES RAIZ ANCA ou QUADRIL COXA PERNA PÉ PARTE LIVRE
  • 37. Osso pneumático (contém cavidades (sinus) no seu interior com espaço vazio). Porquê? CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
  • 38. SISTEMA ESQUELÉTICOSISTEMA ESQUELÉTICO CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DOS OSSOSCLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DOS OSSOS
  • 39. Ossocurto Osso laminar Osso irregular CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS (FORMA) Osso longo
  • 40. OSSOS LONGOS - Comprimento predomina sobre a largura e a espessura. (C>L/E) - Estão localizados principalmente no esqueleto apendicular. - Suas extremidades são denominadas epífises (proximal e distal).
  • 41. OSSOS LONGOS -A parte média é denominada diáfise. -Possui um canal que abriga a medula óssea denominado canal medular. - Entre as epífise e a diáfise está a cartilagem epifisial, mais aparente nas crianças, onde a ossificação não se completou (responsável pelo crescimento ósseo em comprimento)
  • 42. OSSOS LONGOS MEMBRO INFERIOR MEMBRO SUPERIOR  Úmero  Ulna  Rádio  Metacarpo  Falanges  Fémur  Tíbia  Fíbula  Metatarso  Falanges
  • 45. OSSOS LAMINARES - Comprimento e largura semelhantes, predominam sobre a espessura. (C=L>E) - Frontal - Occipital - Parietal - Escápula - Osso do quadril
  • 48. OSSOS CURTOS - As três dimensões são semelhantes. (C=L=E) - Carpo (escafóide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezóide, capitato, hamato). - Tarso (Talus ou Astragalo, e Calcâneo, Navicular, Cubóide, cuneiformes)
  • 50. OSSOS IRREGULARES - Forma geométrica mal definida. Não pode ser classificado como longo, laminar ou curto. - Vértebras - Osso temporal
  • 52. OSSOS PNEUMÁTICOS - Apresentam uma ou mais cavidades, revestidas por mucosa e repletas de ar (seios). - Esfenóide - Frontal - Etmóide - Temporal - Maxilar
  • 54. OSSOS SESAMÓIDES - Estão localizados no interior de tendões (intratendíneos) ou da cápsula fibrosa de algumas articulações (intracapsulares). - São frequentes junto aos ossos da mão e do pé, nomeadamente nas falanges
  • 55. Sistema Esquelético Dividido em duas porções  Esqueleto Axial ou Mediano  OSSOS DO CRÂNIO (frontal, parietal, occipital, temporal, ossos do nariz, zigomáticos, esfenóide)  OSSOS DO PESCOÇO (vértebras cervicais, Hioide)  OSSOS DO TRONCO (esterno, costelas, vértebras torácicas e lombares)
  • 56. Sistema Esquelético Dividido em duas porções  Esqueleto Apendicular Componentes do membro superior  Cintura escapular:  consiste nas articulações esternoclavicular, acromioclavicular e do ombro;escápula ou omoplata, clavícula: fazem a movimentação da escápula;  Parte livre do membro superior: úmero, ulna, rádio, ossos do carpo, metacarpo e falanges.
  • 57. Sistema Esquelético Dividido em duas porções  Apendicular Componentes do membro inferior  Cintura pélvica:  Anel de ossos que une a coluna vertebral aos dois fémures  consiste nos ossos sacro, cóccix e do quadril;  Parte livre do membro inferior: fémur, patela, tíbia, fíbula, tarso, metatarso e falanges.
  • 58. SISTEMA ESQUELÉTICO “A união entre os esqueletos axial e apendicular faz-se por meio das cinturas escapular e pélvica”  Cintura escapular: ossos que unem os esqueletos axial e apendicular superior (escápula e clavícula).  Cintura pélvica: ossos da anca.
  • 59. ACIDENTES ÓSSEOS - São formações que aparecem nos pontos de inserção de ligamentos, fáscias, tendões e no trajeto de vasos sanguíneos e nervos. -Côndilo - Crista - Epicôndilo -Fóvea - Foramen - Fossa -Trocânter - Espinha - Tubérculo Enumere mais…..
  • 62. TIPOS DE SUBSTÂNCIA OSSEA - Compacta Lamínulas ósseas fortemente unidas. Osso denso. Localização periférica. - Esponjosa Lamínulas ósseas entremeadas por lacunas. Localização central
  • 63. CRESCIMENTO ÓSSEO - Crescimento em comprimento é função da cartilagem epifisial!! - Crescimento em espessura é função do periósteo!!
  • 64. ESTRUTURA DE UM OSSO LONGO •r do canal de Havers estão as lamelas ósseas, onde se encontram os osteócitos dentro de osteoplastos, comunicando entre si por canalículos radiais.
  • 65. COMPOSIÇÃO DE UM OSSO LONGO •r do canal de Havers estão as lamelas ósseas, onde se encontram os osteócitos dentro de osteoplastos, comunicando entre si por canalículos radiais.
  • 66. 7 vértebras cervicais 12 vértebras torácicas 5 vértebras lombares 4 vértebras coccígeas 5 vértebras sacrais COLUNA VERTEBRAL
  • 67. Discos intervertebrais COLUNA VERTEBRAL Protegem as vértebras de impactos. Podem sofrer lesões diversas (não necessariamente simultâneas) que provocam dores fortes, de difícil tratamento.
  • 70. Articulações são estruturas que servem para unir dois ou mais ossos. Permitem a realização de movimentos. Articulações
  • 71. Articulações fixas ou suturas x Articulações móveis X
  • 72. Lesões (graves) em atletas, normalmente envolvem articulações. Articulações (detalhe)
  • 73. A osteoporose é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a “epidemia silenciosa do século”. DOENÇAS DO SISTEMA ESQUELÉTICO
  • 74. Existem diversos fatores de risco associados à baixa massa óssea como ausência de terapia hormonal após a menopausa, baixa exposição solar, consumo de bebidas alcoólicas, ingestão inadequada de cálcio, sedentarismo, história familiar de osteoporose, tabagismo, baixo peso e baixa estatura, idade avançada. Osteoporose
  • 75. Os sintomas dolorosos geralmente não aparecem durante a adolescência, mas é comum na fase adulta. A queixa mais comum de pais e pacientes são devido à aparência com deformidades. Escoliose
  • 76. É o aumento anormal da curva lombar levando a uma acentuação da lordose lombar normal (hiperlordose). Os músculos abdominais fracos e um abdómen protuberante são fatores de risco. Lordose
  • 77. ANATOMIA RADIOLÓGICA Comparação entre os ossos e as imagens de radiografias:
  • 89. FRATURA DO COLO DO FÉMUR

Notas do Editor

  1. Alterar o texto
  2. Alterar o texto
  3. Alterar o Texto . Reunir os 3 diapositivos num só e com uma imagem!
  4. Confirmar a premência