Aula 1 introdução a anatomia humana

3.050 visualizações

Publicada em

introdução a anatomia humana

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.050
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
215
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 introdução a anatomia humana

  1. 1. Prof. Rodrigo Medina
  2. 2. Respeito ao Cadáver
  3. 3. Importância da Anatomia para o Fisioterapêuta
  4. 4. Definição Etimologia grega: “anatome” Ana = em partes tomein = cortar
  5. 5. Definição A anatomia é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a forma e a constituição do corpo, pré-requisito indispensável para o estudo da fisiologia dos órgãos. Seu estudo compreende tanto a evolução do indivíduo desde a fase de zigoto até a velhice (ontogenia), como o desenvolvimento de uma estrutura no reino animal (filogenia).
  6. 6. Definição Tecídos Células Aparelho Sistema Órgãos
  7. 7. Sistemas         
  8. 8. Divisão do Corpo Humano Cabeça Pescoço Tronco Membros
  9. 9. Cabeça: Crânio e Face
  10. 10. Pescoço
  11. 11. Tronco: Tórax e Abdomem
  12. 12. Membros Superiores  Ombro  Braço  Cotovelo  Antebraço  Punho  Mão
  13. 13. Membros Inferiores  Quadril  Coxa  Joelho  Perna  Tornozelo  Pé
  14. 14. Variações Anatômicas Diferenças morfológicas sem prejuízos funcionais. Variações anatômicas externas: a) diferença de altura entre duas pessoas. b) uma pessoa obesa diante de uma magra. Variações anatômicas internas: a) forma do estômago entre dois indivíduos. b) as veias superficiais dos braços de um indivíduo. mesmo
  15. 15. Variações Anatômicas
  16. 16. Anomalias “Variação anatômica não há prejuízo da função.” Entretanto, podem ocorrer variações morfológicas que determinam perturbação funcional por exemplo, o indivíduo pode nascer com um dedo a menos na mão direita.
  17. 17. Monstruosidade Se a anomalia for tão acentuada de modo a deformar profundamente a construção do corpo do indivíduo, sendo, em geral, incompatível com a vida, denomina-se monstruosidade. Por exemplo: a agenesia ( não formação) do encéfalo.
  18. 18. Fatores Gerais de Variação Idade Sexo Raça Biótipo Evolução
  19. 19. Fatores Gerais de Variação
  20. 20. Posição Anatômica
  21. 21. Planos Anatômicos
  22. 22. Planos de Secção
  23. 23. Eixos Anatômicos Eixo Sargital ou Ântero-posterior Eixo Longitudinal ou Crânio-Caudal Eixo Transversal ou Látero-lateral
  24. 24. Termos de Relação Anterior: Ventral Posterior: Dorsal Superior: Cranial Inferior: Caudal
  25. 25. Termos de Comparação Superficial: tudo o que está mais para fora do corpo. Exemplo: pele. Profundo: tudo o que está mais fundo. Exemplo: ossos. Lateral: mais afastado do plano sagital. Medial: mais perto do plano sagital
  26. 26. Termos de Comparação Outros Termos utilizados: Médio ou intermédio: entre estruturas ímpares Mediano: no meio, próximo ao plano mediano Mão: Região Palmar: anterior Região Dorsal: posterior Pé: Região Plantar: inferior Região Dorsal: superior
  27. 27. Aula Prática

×