A lideranca processomudanca

179 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A lideranca processomudanca

  1. 1. T4A Liderança e o Processo deMudança 1A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A forma como os Dirigentes interpretam e iniciam as questões estratégicas da organização determina a capacidade de resposta das organizações à mudança. 2 1
  2. 2. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A elaboração e implementação da mudança resulta:  Das oportunidade que se oferecem;  Dos problemas identificados;  Da informação relevante;  Da capacidade e constrangimentos da organização. 3A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança Que factores determinam a forma como os Dirigentes avaliam e direccionam as mudanças? Qual a ligação entre a demografia dos Dirigentes e a mudança? 4 2
  3. 3. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança O processo de decisão que define a mudança é:  Ambíguo;  Complexo;  Não estruturado;  É influenciado pela percepção e interpretação dos Dirigentes. 5A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A decisão de iniciar a mudança depende da percepção da oportunidade e dos constrangimentos. 6 3
  4. 4. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança As organizações desenvolvem uma inércia que promove a manutenção do status quo, mesmo quando tal é disfuncional. Os Dirigentes têm de ser pro-activos para ultrapassar a inércia, se pretendem iniciar a mudança. 7A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança Características dos Dirigentes pró- activos:  Receptividade à mudança;  Predisposição para assumir riscos;  Diversidade de fontes de informação e perspectivas;  Criatividade e inovação. 8 4
  5. 5. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A composição demográfica dos Dirigentes é um indicador importante destas tendências. 9 10 5
  6. 6. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A percepção e interpretação de cada dirigente em relação às decisões sobre a mudança reflectem a base cognitiva de cada um deles. 11A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A base cognitiva condiciona o processo de percepção sobre as decisões:  Limitando o campo de visão do Dirigente ou as áreas em que vai incidir e direccionar a atenção;  A percepção selectiva ocorre porque o Dirigente só presta atenção a alguns dos estímulos do seu campo de acção;  A informação que é processada é filtrada através da „lente‟ da sua base cognitiva. 12 6
  7. 7. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A homogeneidade demográfica está relacionada com a propensão para manter o status quo. 13A Influência da Demografiados Dirigentes na Mudança A homogeneidade promove:  Solidariedade;  Congruência com as crenças e percepções sobre a organização e o seu funcionamento;  Conformidade com a falta de abertura à informação;  Similaridade das percepções em particular as crenças, valores e atitudes, o que aumenta a identificação e coesão do grupo. 14 7
  8. 8. T4A Influência da Demografiados Dirigentes na MudançaA heterogeneidade promove:  A diversidade das bases cognitivas dos Dirigentes;  A diversidade de interpretações e perspectivas;  A diversidade e variedade de Dirigentes facilita a capacidade de mudança da organização;  A heterogeneidade tem associada a criatividade e a inovação. 15O Processo de Liderança A liderança conduz à mudança, pois uma das suas funções consiste em determinar a direcção da organização através do estabelecimento de uma visão e da estratégia. 16 8
  9. 9. T4O Processo de Liderança A visão do líder é a descrição de algo que se pretende no futuro: organização, cultura, tecnologia, actividades….. Em termos da essência daquilo que deve ser. 17O Processo de Liderança A visão é suficientemente específica para proporcionar uma orientação real às pessoas, mas…. É suficientemente vaga para encorajar a iniciativa e para se tornar relevante. 18 9
  10. 10. T4 19O Processo de Liderança O planeamento da mudança e a definição da visão e da estratégia são partes de um todo que serve propósitos diferentes. 20 10
  11. 11. T4O Processo de Liderança No processo de mudança é importante que as pessoas estejam em sintonia com a visão e as estratégias de forma a facilitar a mudança. A comunicação emerge como mecanismo fundamental. 21O Processo de Liderança Para além da compreensão da mensagem, um aspecto central da comunicação é a credibilidade: fazer com que as pessoas acreditem na mensagem. 22 11
  12. 12. T4O Processo de Liderança “As acções falam mais alto do que as palavras.” Necessidade de congruência entre as acções do líder e a mensagem que ele comunica. 23O Processo de Liderança A liderança procura motivar as pessoas satisfazendo as necessidades básicas:  Realização;  Pertença;  Reconhecimento;  Auto-estima. 24 12
  13. 13. T4O Processo de Liderança A motivação deve ser de longo prazo, exigindo:  Visão e estratégia comunicada de forma continua;  Comunicação com informação interessante para as pessoas;  Envolvimento das pessoas nas decisões sobre a implementação. 25O Processo de Liderança A liderança é o processo que ajuda a orientar e mobilizar as pessoas e as suas ideias. 26 13
  14. 14. T4O Processo de Liderança O conceito de gestão está associado ao processo que procura a ordem e a consistência de dimensões chave da organização como a qualidade e eficiência, envolvendo o planeamento, a organização, direcção e controlo. 27O Processo de Liderança A liderança produz movimento. São os lideres que criam as condições para a mudança. A mudança ocorre pelas acções dos líderes. 28 14
  15. 15. T4 29O Processo de Liderança A gestão e a liderança são diferentes:  Na função  Na forma 30 15
  16. 16. T431 16

×