Universidade Federal de Minas GeraisEscola de Ed. Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional                Mariana Coutin...
Introdução Organização = grupo de pessoas  trabalhando juntas para alcançar um  propósito em comum, isto é, produzir bens...
IntroduçãoQuatro funções básicas da gerência: planejamento, organização, liderança e controle.
Planejamento Primeira função básica da gerência Processo de estabelecer objetivos e decidir como  realizá-los.Passos que...
Planejamento   Feito de forma contínua, em qualquer ambiente de    trabalho,   Usa-se o julgamento e a intuição,   É fr...
Planejamento   Planos de curto prazo :1 ano ou menos   Planos de prazo intermediário: de 1 a 2 anos   Planos de longo p...
Planejamento   Planos Permanentes: orientações contínuas de ações    destinadas a abranger situações recorrentes   Plano...
Planejamento   Planejamento de cima para baixo: a gerencia do topo    define os objetivos amplos e permite que os níveis ...
PlanejamentoAs bases importantes para o bom planejamento são: previsão, planejamento de cenário, benchmarking, partici...
PlanejamentoA Administração por Objetivos (APO) envolve um  acordo formal entre supervisor e subordinados  com relação a:...
Planejamento   Estratégia é um plano de ação completo que dá o rumo crítico e orienta a    alocação de recursos para alca...
Planejamento   Analisar os pontos fortes e os fracos, as ameaças e as    oportunidades   Para pôr estratégias em ação co...
Planejamento3 tipos diferentes de lidar com problemas: gerentes evitadores de problemas gerentes solucionadores de probl...
PlanejamentoO processo de resolver problemas envolve os seguintes    passos:   Descobrir e definir o problema   Gerar e ...
Planejamento   Decisões programadas : decisões já disponíveis oriundas de    experiências passadas.   Decisões não-progr...
Organização      PlanejamentoControle             Organização           Direção
Organização   “É o processo de dispor pessoas e    outros recursos para realizar tarefas a    serviço de um propósito com...
Organização   ESTRUTURA ORGANIZACIONAL é    definido    formalmente  como     um    sistema de redes de tarefas, relações...
Organização   ORGANOGRAMAS: digramas que    descrevem o arranjo formal das    posições de trabalho dentro da    organizaç...
Organização   ORGANOGRAMA
Organização
Organização   DESENHO        ORGANIZACIONAL:        é    aquele que melhor organize os    recursos para atender à missão ...
Organização
Organização
Organização   Subsistema organizacional é uma    divisão em departamento, unidades    de trabalhos que são chefiadas por ...
Organização   DIFERENCIAÇÃO é o grau de distinção que    existe entre várias partes de uma organização;    pode ser uma d...
Organização   Já INTEGRAÇÃO é o nível de coordenação    alcançado entre componentes internos de uma    organização. Assim...
Organização   A CULTURA ORGANIZACIONAL funciona    como uma força por trás de tudo, capaz de    moldar comportamentos, re...
Organização   PROGRAMAS DE TRABALHO         ALTERNATIVO
Liderança   “Gerente” X          “Líder”   “Você gerencia coisas; você lidera    pessoas”.          Grace Hooper
Liderança   A liderança cria os compromissos e o entusiasmo necessários    para as pessoas aplicarem todo o seu talento n...
Liderança   A visão: ingrediente essencial da liderança eficaz       sentido claro do futuro e uma compreensão das ações...
LiderançaLiderança e poder Poder á a habilidade para conseguir com que  outra pessoa faça alguma coisa que você quer  que...
Liderança   As fontes de poder se dividem em duas categorias. Os    gerentes eficazes adquirem e usam poder de ambas as f...
LiderançaA Busca por traços da liderança   Traços físicos como altura, peso, físico e aparência não    fazem diferença na...
LiderançaComportamentos e liderança       Preocupação com tarefas e com pessoas   Um líder preocupado com a tarefa tende...
Liderança   Um líder preocupado com pessoas tende a se    comportar desse modo:   - Age de forma amistosa e dá apoio aos...
LiderançaTEORIAS CONTIGENCIAIS DA LIDERANÇA   “Quando e sob que circunstâncias um    determinado estilo de liderança é   ...
LiderançaO modelo contingencial de Fiedler   A boa liderança depende do casamento entre o estilo de    liderança e as dem...
LiderançaA Teoria de Liderança Situacional de Hersey-Blanchard Sugere que os líderes de sucesso ajustem seus estilos  dep...
LiderançaTeoria de Liderança Caminho-objetivo de House Sugere que um líder eficaz é o que esclarece caminhos  através dos...
Liderança   Liderança de apoio:       Faz coisas que tornam o trabalho mais agradável;       trata os membros do grupo ...
LiderançaO modelo de participação do líder de Vroom-Jago   Se destina a ajudar o líder a escolher o melhor método de toma...
LiderançaLiderança carismática Liderança transacional: gerentes que aplicam as visões tanto  do comportamento quanto das ...
Liderança   Liderança transformacional: descreve alguém que usa    carisma e qualidades relacionadas para gerar aspiraçõe...
LiderançaSexo e liderança   Mulheres e homens: líderes eficazes.   Contudo, podem tender para abordagens de liderança um...
LiderançaAspectos éticos da liderança Os líderes       altos padrões éticos     para guiar o  comportamento dos seguidore...
ControleO controle como uma função gerencial    O controle é a quarta função gerencial,e seu objetivo é direto –  assegura...
ControlePassos no processo de controle  O processo de controle envolve os seguintes passos:    1)Estabelece objetivos e pa...
Controle  C)CONTROLES DE FEEDBACK    Acontecem depois que uma ação está completaEstratégias de controle gerencialCONTROLE ...
ControleTORNANDO OS CONTROLES EFICAZES   Os bons gerentes entendem que os sistemas de controle  verdadeiramente eficazes s...
ControleOs sistemas organizacionais e o controle  Cada componente dos sistemas de controle da organização deve  ajudar a p...
ControleGERÊNCIA DE COMPRAS  O controle de custos para uma organização,como para qualquer consumidor,deve incluir preocupa...
ControleCONTROLE DE PROJETO  Entre as técnicas usadas para facilitar a gerência de projeto está a técnica de avaliação e r...
ControleInformação e controle gerencial A informação é a base para o controle gerencial. Qualquer sistema de controle deve...
Controle NECESSIDADES DE INFORMAÇÃO DOS GERENTES      Os sistemas de informações assistem na gerência do complexo relacion...
Controle-COMPONENTES DE UM SIG COMPUTADORIZADO      A maioria dos sistemas de informações gerenciais está  agora computado...
Controle-SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA EXECUTIVOS   São projetados para ajudar a atender às necessidade de   informações e t...
ControleGERÊNCIA E AS IMPLICAÇÕES ORGANIZACIONAIS   Com as novas tecnologias,as organizações estão  capacitadas a funciona...
ControleInformação e controle orçamentário -Os orçamentos alocam recursos,financeiros e outros,para  atividades identifica...
Bibliografia   SCHERMERHORN, John R; NAUMES, William; NAUMES,    Margaret J. Administração. 5.ed. Rio de Janeiro: LTC, c1...
Trabalho adm
Trabalho adm
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho adm

1.347 visualizações

Publicada em

fisioterapia

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho adm

  1. 1. Universidade Federal de Minas GeraisEscola de Ed. Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional Mariana Coutinho Natália de Aguiar Tatiana Gobbi Tatiana Maciel Administração Belo Horizonte 07 de novembro de 2008
  2. 2. Introdução Organização = grupo de pessoas trabalhando juntas para alcançar um propósito em comum, isto é, produzir bens e/ou serviços que satisfação às necessidades dos clientes. O sucesso no processo gerencial requer:_capacidade de reconhecimento de problemas e de oportunidades,_decidir acertadamente e tomar as providências necessárias
  3. 3. IntroduçãoQuatro funções básicas da gerência: planejamento, organização, liderança e controle.
  4. 4. Planejamento Primeira função básica da gerência Processo de estabelecer objetivos e decidir como realizá-los.Passos que devem ser seguidos: defina seus objetivos determine onde está em relação aos seus objetivos desenvolva premissas com relação às condições futuras analise ações alternativas e faça um plano para realizar os objetivos implemente o plano e avalie resultados
  5. 5. Planejamento Feito de forma contínua, em qualquer ambiente de trabalho, Usa-se o julgamento e a intuição, É freqüente a ajuda de outras pessoas Aperfeiçoa o foco, a flexibilidade, a coordenação, o controle e a administração do tempo Diga não quando o pedido vai desviá-lo do trabalho que está fazendo; Não se atole em detalhes e rotinas que podem ser deixadas para outros; Não deixe que “visitas-supresa” usem muito do seu tempo; Priorize tarefas no trabalho em ordem de importância e urgência; Faça as tarefas do trabalho em ordem de prioridade.
  6. 6. Planejamento Planos de curto prazo :1 ano ou menos Planos de prazo intermediário: de 1 a 2 anos Planos de longo prazo: 5 anos ou mais Planos estratégicos: necessidades de longo prazo e estabelecem diretrizes de ação completas Planos operacionais: o que precisa ser feito para implementar planos estratégicos e para alcançar objetivos estratégicos.
  7. 7. Planejamento Planos Permanentes: orientações contínuas de ações destinadas a abranger situações recorrentes Planos para uso único: usados apenas uma vez para atender às necessidades de situações específicas, de objetivos específicos num intervalo de tempo definido Planejamento de dentro para fora: focalizar no que já está fazendo, tentando fazê-lo da melhor forma que puder. Planejamento de fora para dentro: analisa o ambiente externo e faz planos para explorar as oportunidades e minimizar os problemas que elas apresentam.
  8. 8. Planejamento Planejamento de cima para baixo: a gerencia do topo define os objetivos amplos e permite que os níveis inferiores façam planos dentro dessas limitações. Planejamento de baixo para cima: começa com planos que são desenvolvidos nos níveis mais baixos, sem limitações. São então passados para cima, até a gerência do topo. Planejamento contingencial: identificar cursos de ação alternativos que possam ser implementados se e quando um plano original se torna impróprio.
  9. 9. PlanejamentoAs bases importantes para o bom planejamento são: previsão, planejamento de cenário, benchmarking, participação e envolvimento uso de staff de planejadores.
  10. 10. PlanejamentoA Administração por Objetivos (APO) envolve um acordo formal entre supervisor e subordinados com relação a: objetivos de desempenho do subordinado por um determinado período de tempo; planos através dos quais ele será realizado; padrões para medir s eles foram ou não alcançados procedimentos para a revisão dos resultados.
  11. 11. Planejamento Estratégia é um plano de ação completo que dá o rumo crítico e orienta a alocação de recursos para alcançar objetivos organizacionais a longo prazo A gerência estratégica é o processo de liderar o esforço de planejamento estratégico e assegurar que as estratégias sejam bem implementadas para garantir o sucesso organizacional As estratégias devem apoiar diretamente a realização da missão e dos objetivos organizacionais Estratégia corporativa: se preocupa com a organização como um todo. O seu propósito é dar rumo e orientar a alocação de recursos para o empreendimento como um todo. Estratégia de negócio: é a estratégia para uma única unidade de negócio ou linha de produto. Evolve decisões como o tipo de produtos, a localização das instalações. Estratégia funcional: orienta as atividades dentro de uma área de operações funcional especifica.
  12. 12. Planejamento Analisar os pontos fortes e os fracos, as ameaças e as oportunidades Para pôr estratégias em ação com sucesso, toda a organização e todos os seus recursos devem estar mobilizados em apoio a elas. Á medida que os gerentes adquirem experiências, as estratégias são incrementadas e aperfeiçoadas. A tomada de decisão, como parte da solução do problema, é o processo de escolher um curso de ação preferido entre um conjunto de alternativas.
  13. 13. Planejamento3 tipos diferentes de lidar com problemas: gerentes evitadores de problemas gerentes solucionadores de problemas gerentes farejadores de problemas Pensamento sistemático: aborda o problema de um modo racional e analítico. Envolve fracionar um problema complexo em fragmentos e então cuidar deles de uma forma lógica e integrada. Pensamento intuitivo: mais flexível e espontâneo, criativo.
  14. 14. PlanejamentoO processo de resolver problemas envolve os seguintes passos: Descobrir e definir o problema Gerar e avaliar soluções alternativas Escolher uma solução preferida e conduzir a “dupla verificação ética” Implementar a solução Avaliar resultados
  15. 15. Planejamento Decisões programadas : decisões já disponíveis oriundas de experiências passadas. Decisões não-programadas: surgem com problemas não- familiares, sendo ajustadas especificamente à situação. Uma vez que as alternativas foram geradas e avaliadas, é preciso fazer uma escolha final entre elas. Para uma tomada de decisão adequada é necessário: criatividade, apoio de decisão baseado em computador e pensamento multidimensional.Os bons gerentes usam cada uma das seguintes abordagens de decisão: Decisão individual Decisão consultiva Decisão em grupo
  16. 16. Organização PlanejamentoControle Organização Direção
  17. 17. Organização “É o processo de dispor pessoas e outros recursos para realizar tarefas a serviço de um propósito comum, sendo esta disposição representada por uma pequena unidade ou uma grande divisão ou todo um empreendimento.”
  18. 18. Organização ESTRUTURA ORGANIZACIONAL é definido formalmente como um sistema de redes de tarefas, relações de quem se reporta a quem e as comunicações que inter-relacionam o trabalho de indivíduos e grupos. É uma ferramenta essencial para alcançar as metas almejadas pela empresa.
  19. 19. Organização ORGANOGRAMAS: digramas que descrevem o arranjo formal das posições de trabalho dentro da organização. Nos organogramas encontramos as estruturas formais em seu estado oficial, ou seja, no modo como a organização pretende funcionar.
  20. 20. Organização ORGANOGRAMA
  21. 21. Organização
  22. 22. Organização DESENHO ORGANIZACIONAL: é aquele que melhor organize os recursos para atender à missão e aos objetivos, colocando no lugar as estruturas que facilitem o alcance das metas de um modo verdadeiramente contingencial, ou seja, de forma a se ajustar as circunstâncias peculiares de qualquer subunidade.
  23. 23. Organização
  24. 24. Organização
  25. 25. Organização Subsistema organizacional é uma divisão em departamento, unidades de trabalhos que são chefiadas por um gerente e que opera como uma parte menor de uma grande organização. O ideal é que o trabalho do subsistema sirva às necessidades da grande organização na diferenciação e integração.
  26. 26. Organização DIFERENCIAÇÃO é o grau de distinção que existe entre várias partes de uma organização; pode ser uma diferenciação interpessoal que afetam na comunicação, tomada de decisão e a na interação social; na diferenciação na estrutura formal, afeta o comportamento dos subsistemas, em que um funcionário está acostumado a trabalhar com flexibilidade em um cenário orgânico, se frustra diante de um ambiente mecanicista com regras rígidas.
  27. 27. Organização Já INTEGRAÇÃO é o nível de coordenação alcançado entre componentes internos de uma organização. Assim, as empresas quando adquirem maior grau de diferenciação, necessitam cada vez mais de integração, e esta se torna cada vez mais difícil. Menos diferenciação permite a coordenação através dos relacionamentos de autoridade e mais desenhos organizacionais mecanicistas. Uma grande diferenciação requer coordenação através de desenhos orgânicos com ênfase nas equipes multifuncionais e relações laterais.
  28. 28. Organização A CULTURA ORGANIZACIONAL funciona como uma força por trás de tudo, capaz de moldar comportamentos, reforçar crenças comuns e estimular os membros a aplicar seus esforços para alcançar importantes objetivos organizacionais. A cultura pode ser observável, é aquela encontrada nos ritos, rituais, histórias, heróis e símbolos da organização. Já a cultura nuclear consiste nos valores compartilhados que são a base da organização.
  29. 29. Organização PROGRAMAS DE TRABALHO ALTERNATIVO
  30. 30. Liderança “Gerente” X “Líder” “Você gerencia coisas; você lidera pessoas”. Grace Hooper
  31. 31. Liderança A liderança cria os compromissos e o entusiasmo necessários para as pessoas aplicarem todo o seu talento na ajuda para a realização dos planos “Grandes líderes”, diz-se “conseguem que coisas extraordinárias sejam feitas nas organizações inspirando e motivando os outros na direção de um propósito comum”
  32. 32. Liderança A visão: ingrediente essencial da liderança eficaz  sentido claro do futuro e uma compreensão das ações necessárias para chegar lá, com sucesso. A liderança visionária é composta por cinco princípios: 1)Desafie o processo: Seja um pioneiro; estimule a inovação e apóie as pessoas com idéias. 2)Seja entusiasmado: Por meio do entusiasmo pessoal, inspire os outros a compartilhar uma visão comum. 3)Ajude as ações dos outros: Seja um jogador do time e apóie os esforços e talentos dos outros. 4) Dê o exemplo: Seja um modelo de ação coerente sobre como os outros podem e devem agir. 5)Comemore as conquistas: Leve emoção para o local de trabalho e entusiasme “corações” e “mentes”.
  33. 33. LiderançaLiderança e poder Poder á a habilidade para conseguir com que outra pessoa faça alguma coisa que você quer que seja feita e para fazer com que as coisas aconteçam da maneira que você quer. A necessidade de poder, essencial para o sucesso do executivo, é um desejo de influenciar e controlar os outros para o bem do grupo ou da organização como um todo. Esta fase “positiva” do poder é o fundamento da liderança eficaz.
  34. 34. Liderança As fontes de poder se dividem em duas categorias. Os gerentes eficazes adquirem e usam poder de ambas as fontes quando lideram outras pessoas no cenário de trabalho.
  35. 35. LiderançaA Busca por traços da liderança Traços físicos como altura, peso, físico e aparência não fazem diferença na determinação da liderança de sucesso. Entre os traços pessoais considerados importantes como fundamentos para a liderança de sucesso estão:  determinação,  Honestidade  integridade,  autoconfiança,  inteligência,  conhecimento  e flexibilidade.
  36. 36. LiderançaComportamentos e liderança  Preocupação com tarefas e com pessoas Um líder preocupado com a tarefa tende a se comportar desse modo: - Planeja e define o trabalho a der feito - Atribui responsabilidades por tarefas - Estabelece padrões de trabalho claros - Pressiona pela conclusão das tarefas - Monitora os resultados do desempenho
  37. 37. Liderança Um líder preocupado com pessoas tende a se comportar desse modo: - Age de forma amistosa e dá apoio aos seguidores - Desenvolve relacionamentos sociais com os seguidores - Respeita os sentimentos dos seguidores - É sensível às necessidades dos seguidores - Mostra confiança nos seguidores
  38. 38. LiderançaTEORIAS CONTIGENCIAIS DA LIDERANÇA “Quando e sob que circunstâncias um determinado estilo de liderança é preferível aos outros? Uma tentativa de entender as condições para liderança numa ampla variedade de situações.
  39. 39. LiderançaO modelo contingencial de Fiedler A boa liderança depende do casamento entre o estilo de liderança e as demandas da situação. A chave para a liderança de sucesso é colocar os estilos existentes para trabalhar em situações à quais eles se “ajustam” melhor Nenhum dos dois estilos, liderança orientada para a tarefa e liderança orientada para relacionamentos, é eficaz o tempo todo.
  40. 40. LiderançaA Teoria de Liderança Situacional de Hersey-Blanchard Sugere que os líderes de sucesso ajustem seus estilos dependendo da presteza dos seguidores para atuar em uma dada situação. Os possíveis estilos de liderança resultantes são:
  41. 41. LiderançaTeoria de Liderança Caminho-objetivo de House Sugere que um líder eficaz é o que esclarece caminhos através dos quais os seguidores podem atingir objetivos relacionados tanto à tarefa quanto pessoais. Identifica quatro tipos de liderança: Liderança diretiva:  Deixa os subordinados saberem o que se espera;  dá diretrizes sobre o que tem que ser feito e como;  programa o trabalho a ser feito;  mantém padrões fixos de desempenho;  esclarece o papel do líder no grupo.
  42. 42. Liderança Liderança de apoio:  Faz coisas que tornam o trabalho mais agradável;  trata os membros do grupo como iguais;  é amistoso e acessível;  mostra preocupação pelo bem-estar dos subordinados. Liderança orientada para a realização:  Estabelece metas desafiadoras;  aspira aos mais altos níveis de desempenho;  enfatiza o aperfeiçoamento contínuo do desempenho;  exibe confiança quanto ao alcance de altos padrões. Liderança de participação:  Envolve os subordinados na tomada de decisões;  consulta os subordinados;  pede sugestão aos subordinados;  usa essas sugestões quando toma decisões.
  43. 43. LiderançaO modelo de participação do líder de Vroom-Jago Se destina a ajudar o líder a escolher o melhor método de tomada de decisão para qualquer situação problemática Decisão autoritária: tomada pelo gerente e então comunicada ao grupo. Decisão consultiva: tomada pelo gerente depois de ouvir informações, conselhos e opiniões dos membros do grupo. Decisão de grupo: todos os membros participam da tomada de decisão e trabalham com o gerente na busca do “consenso” ou do curso de ação a ser tomado. A liderança eficaz acontece ocorre quando o método de decisão usado ajusta-se corretamente às características do problema a ser resolvido.
  44. 44. LiderançaLiderança carismática Liderança transacional: gerentes que aplicam as visões tanto do comportamento quanto das teorias contingenciais. Mas a liderança transacional satisfaz apenas parte das necessidades de liderança da organização. Os tempos dinâmicos de hoje exigem algo mais. “superlíderes” Líderes carismáticos: desenvolvem relações líder-seguidor especiais e que inspiram os liderados de modos extraordinários. fazem com que seus seguidores não apenas atinjam suas expectativas de desempenho, mas atinjam acima e além delas.
  45. 45. Liderança Liderança transformacional: descreve alguém que usa carisma e qualidades relacionadas para gerar aspirações e mudar pessoas e sistemas organizacionais para novos padrões de alto desempenho. Inclui qualidades especiais como: visão, carisma, simbolismo, delegação de poder, estimulação intelectual, integridade.
  46. 46. LiderançaSexo e liderança Mulheres e homens: líderes eficazes. Contudo, podem tender para abordagens de liderança um tanto diferentes. Mulheres: mais dispostas a comportamentos considerados geralmente democráticos e participantes, como mostrar mais respeito pelos outros, cuidar dos outros e dividir o poder e as informações com outros. Homens: mais transacionais em suas tendências de liderança, agindo mais diretiva e assertivamente e usando a autoridade com um sentido mais tradicional de “comando e controle”.
  47. 47. LiderançaAspectos éticos da liderança Os líderes altos padrões éticos para guiar o comportamento dos seguidores. Os aspectos éticos da liderança são importantes e são preocupações de todo dia. A “integridade” honestidade do líder, sua credibilidade e coerência para pôr valores em ação. Os líderes, de acordo com Gardner, têm a obrigação moral de oferecer as centelhas necessárias para despertar o potencial de cada individuo, para impelir cada pessoa a “tomar a iniciativa no desempenho das ações de liderança”.
  48. 48. ControleO controle como uma função gerencial O controle é a quarta função gerencial,e seu objetivo é direto – assegurar que o desempenho atual atenda ou ultrapasse os objetivos.Um fundamento básico para o controle é a informação que é bem usada para a tomada de decisão e para a solução de problemas.A importância do controle O controle complementa o planejamento,a orientação e a liderança,cuidando para que as coisas certas aconteçam, do modo certo e no tempo certo. Quando bem feito,o controle ajuda a assegurar que os rumos gerais de indivíduos e grupos sejam compatíveis com os planos organizacionais de curtos e longos prazos
  49. 49. ControlePassos no processo de controle O processo de controle envolve os seguintes passos: 1)Estabelece objetivos e padrões. 2)Mede o desempenho real. 3)Compara resultados com objetivos e padrões. 4)Toma as medidas necessáriasTipos de controles A)CONTROLES PREVENTIVOS São realizados antes que comece a atividade de trabalho. B)CONTROLES CONCOMITANTES Focalizam o que acontece durante o processo de trabalho
  50. 50. Controle C)CONTROLES DE FEEDBACK Acontecem depois que uma ação está completaEstratégias de controle gerencialCONTROLE INTERNO VERSUS CONTROLE EXTERNO O controle interno é o autocontrole.É exercido por pessoas motivadas a tomar conta de seu próprio comportamento na função O controle externo amplia o processo de controle em diversos modos.Envolve a supervisão ativa dia-a-dia,envolve sistema e tecnologia.
  51. 51. ControleTORNANDO OS CONTROLES EFICAZES Os bons gerentes entendem que os sistemas de controle verdadeiramente eficazes são: -Estratégicos e orientados para resultados -Compreensíveis -Imediatos e orientados para a execução -Flexíveis -Apoiadores do autocontrole -Positivos em sua natureza -Justos e objetivos
  52. 52. ControleOs sistemas organizacionais e o controle Cada componente dos sistemas de controle da organização deve ajudar a previsibilidade do desempenho em todos os aspectos das operações.-CONTROLES ADMINISTRATIVOS-O CONTROLE ATRAVÉS DA COMPENSAÇÃO E BENEFÍCIOS-OS SISTEMAS DE DISCIPLINA PARA EMPREGADOSGerência e controle de operações O controle é um elemento essencial no processo de gerência de operações,em que a ênfase está sempre na utilização de pessoas,recursos e tecnologia para obter melhor vantagem.
  53. 53. ControleGERÊNCIA DE COMPRAS O controle de custos para uma organização,como para qualquer consumidor,deve incluir preocupações quanto ao que ele paga pelo que compra.CONTROLE DE ESTOQUE Como os estoques podem representar um recurso importante de investimento,precisam ser bem administrados.O objetivo básico do controle de estoque é assegurar que qualquer estoque exista no tamanho exato para as tarefas em.
  54. 54. ControleCONTROLE DE PROJETO Entre as técnicas usadas para facilitar a gerência de projeto está a técnica de avaliação e revisão de programa,PERT,que identifica e controla os muitos eventos separados necessários para concluir um projeto.CONTROLE ESTATÍSTICO DE QUALIDADE Envolve processos de verificação,materiais,produtos e serviços para assegurar que eles atinjam altos padrões.Feito corretamente melhora a produtividade,reduzindo o desperdício no lado dos insumos e os refugos no lado da produção.
  55. 55. ControleInformação e controle gerencial A informação é a base para o controle gerencial. Qualquer sistema de controle deve comunicar a informação certa no tempo certo e para as pessoas certas,se quiser funcionar com eficácia.DADOS,INFORMAÇÕES E SISTEMAS DE INFORMAÇÕESUm sistema de informações coleta,organiza e distribui dadosde tal modo que eles tornem significativos comoinformação.Os sistemas de informação são tambémessenciais no processo de controla;Eles dão a base para adocumentação,a armazenagem e a disseminação dos resultados do desempenho
  56. 56. Controle NECESSIDADES DE INFORMAÇÃO DOS GERENTES Os sistemas de informações assistem na gerência do complexo relacionamento entre uma organização e seu ambiente,facilita a coleta de dados e processa-os transformando-os em informações de inteligência para uso dos principais tomadores de decisões,facilita a coleta de dados internos para divulgação às entidades do ambiente na forma de informação ao público.Desenvolvimentos nos sistemas de informaçõesgerenciais Um sistema de informações gerencial,SIG,coleta,organiza e distribui dados de tal modo que eles atendam às necessidades de informações dos gerentes.
  57. 57. Controle-COMPONENTES DE UM SIG COMPUTADORIZADO A maioria dos sistemas de informações gerenciais está agora computadorizada e é capaz de processar grandes quantidades de dados,em formas fáceis para os gerentes usarem.-SISTEMA DE APOIO A DECISÕES Permite ao usuário interagir diretamente com o computador para ajudá-lo na tomada de decisões e na resolução de problemas complexos e às vezes desestruturados
  58. 58. Controle-SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA EXECUTIVOS São projetados para ajudar a atender às necessidade de informações e tomada de decisões de gerentes seniores.A tecnologia da informação e o novo local de trabalhoINFLUÊNCIA DOS SISTEMAS ESPECIALISTASO ESCRITÓRIO ELETRÔNICO E O TRABALHO EM REDEA tecnologia da informação e o desempenho A tecnologia da informação baseada em computador deve aumentar a eficiência e eficácia do desempenho no local de trabalho.
  59. 59. ControleGERÊNCIA E AS IMPLICAÇÕES ORGANIZACIONAIS Com as novas tecnologias,as organizações estão capacitadas a funcionar com menos níveis de gerência e descentralização,sem perda do controleA OBTENÇÃO DE EFICÁCIA NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Em geral, os fundamentos para a eficácia dos sistemas de informações são encontrados: -Na qualidade técnica do sistema -No apoio gerencial ao sistema -No envolvimento do usuário no projeto dos sistemas
  60. 60. ControleInformação e controle orçamentário -Os orçamentos alocam recursos,financeiros e outros,para atividades identificadas nos planos. -Os sistemas de informações dão suporte ao processo orçamentário e facilitam o uso de dados financeiros para o controle gerencial. -Gerentes eficazes alcançam os objetivos de desempenho dentro dos orçamentos estabelecidos
  61. 61. Bibliografia SCHERMERHORN, John R; NAUMES, William; NAUMES, Margaret J. Administração. 5.ed. Rio de Janeiro: LTC, c1999. 395p

×