Projeto c blogeee

616 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
616
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto c blogeee

  1. 1. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 28envolvente, bem como algumas noções básicas da vivência e convivência emsociedade. B. Relatório de Avaliação1. Actividades desenvolvidas ……………………………………………………  o que se fez  quando  como  onde2. Recursos mobilizados ………………………………………………………….  humanos  físicos e materiais  financeiros3. Ambiente de trabalho ………………………………………………………….  relação da equipa  relação do grupo de crianças  relação com os outros parceiros  adesão dos intervenientes no projecto4. Efeitos ………………………………………………………………………………  na prática educativa  na aprendizagem das crianças  no grupo  nas famílias  na equipa  no jardim de infância5. Avaliação final ……………………………………………………………………6. Perspectivas para o ano lectivo seguinte ……………………………….. Educadora Raquel Pinto
  2. 2. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 27 9. COMUNICAÇÃO DOS RESULTADOS E DIVULGAÇÃO DA INFORMAÇÃO PRODUZIDA No presente ano, nas Reuniões de Conselho Pedagógico serão comunicadas asavaliações do grupo, informando o corpo docente sobre as dificuldades, interesses enecessidades do grupo de crianças. Também, serão realizadas semestralmente, avaliações informando aosencarregados de educação o desenvolvimento dos seus educandos. Outra forma, dos pais acompanharem todo o processo educativo e evolução dacriança, será através da observação dos trabalhos desenvolvidos pelas mesmas,expostos nos placares que se encontrarão dispersos pelas paredes da sala e tendoacesso ao blogue da sala. É de realçar, que este aspecto contribui para que a criança se sinta realizada evalorizada ao poder mostrar o seu trabalho às famílias e à comunidade. 10. PLANIFICAÇÃO DAS ACTIVIDADES A planificação é elaborada a pensar no grupo, nas suas características e cadacriança em particular. A planificação é flexível e aberta a alterações sempre que for necessário, indoassim, ao encontro das necessidades e interesses do grupo e de cada criança emparticular. Mensalmente, serão planificadas as atividades que abordem as diferentesáreas de conteúdos e respectivos domínios, desenvolvendo as crianças ao nívelsócioafetivo, psico-motor, cognitivo e a nível linguístico. Para que tal aconteça, com sucesso, será importante transmitir-lhes, umgrande leque de experiências que funcionem como “alimento” ao seudesenvolvimento. Assim sendo, abordaremos um conjunto de temáticas, com o intuito deconseguir uma grande variedade de conhecimentos sobre o quotidiano e o meio Educadora Raquel Pinto
  3. 3. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 268. RELAÇÃO COM A FAMÍLIA E OUTROS PARCEIROS EDUCATIVOS Família A ligação da “escola” com a família e a sua participação nas atividades éessencial para que o processo educativo seja mais rico e bem sucedido. Conhecendo a realidade das famílias e integrando os seus saberes e culturasna vida e nos projetos do Infantário, as crianças sentir-se-ão mais integradas e ospais valorizarão mais a ação educativa. Deste modo, ao longo do ano letivo tentaremos estabelecer boas relações comos encarregados de educação, baseando-nos sempre na confiança, honestidade erespeito mútuos. A comunicação com os pais é fundamental, para a compreensão das vivênciasdiárias das crianças, para a interpretação das suas ações, sentimentos, preferências einteresses. Deste modo, os momentos da chegada e partidas das crianças, assimcomo os momentos de atendimento aos pais, a documentação afixada na sala e osrecados enviados para casa, serão cruciais para esta troca de informação. Outros Parceiros Educativos Mais uma vez, ao longo do ano tentaremos estabelecer relações positivas comtodos os elementos do corpo docente e não docente da Instituição, contribuindo assimpara um bom ambiente de trabalho. No que diz respeito, à relação com a equipa da sala (educadora e ajudantes)durante o ano iremos trabalhar sempre em cooperação, partilhando novas ideias,materiais, conhecimentos e experiências. . Atendimento aos pais O atendimento aos pais será semanalmente, à quinta feira, das 14h ás 15h,com marcação prévia. Educadora Raquel Pinto
  4. 4. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 25 7. PREVISÃO DE PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃODos processos e dos efeitos Tendo consciência que a avaliação é um processo exigente e complexoconsideramos que é necessário um tempo e um espaço de discussão e reflexão quepermitam o esclarecimento de conceitos e formas de avaliação, pois cabe ao Educadora tarefa de avaliar o que fez, o que fizeram as crianças e quais os efeitos dessa açãoem termos de aprendizagens. As observações diretas, os registos, a avaliação daplanificação e as avaliações semestrais do grupo tornam-se assim processosfundamentais para a avaliação das intencionalidades educativas.Com as crianças As observações diárias do grupo e individuais serão fundamentais paradiagnosticar as dificuldades das crianças na execução das atividades, assim como, oseu desempenho e interesse pelas mesmas. Deste modo, também poderemosconstatar se as aprendizagens serão assimiladas e interiorizadas. Estas observações serão igualmente importantes, para compreender as relaçõesinterpessoais das crianças umas com as outras e com os adultos.Com a equipa A avaliação com a equipa pedagógica será feita através da partilha deinformações sobre as dificuldades e necessidades das crianças uma vez que asajudantes da ação educativa poderão dar alguma continuidade às atividades.Com a família No final de cada semestre, será realizada uma avaliação escrita sobre cadacriança, de modo a informar, aos encarregados de educação, sobre o atual estado dedesenvolvimento em que o educando se encontra.Com a comunidade educativa A avaliação com a comunidade educativa será feita através do feedback dadopor todos os agentes da comunidade escolar em relação aos trabalhos elaborados. Asreuniões pedagógicas serão cruciais para avaliar os trabalhos efetuados pelascrianças. Estas reuniões servirão também, para avaliar/refletir, sobre estratégias detrabalho utilizadas no desenvolvimento do trabalho pedagógico. Educadora Raquel Pinto
  5. 5. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 24Áreas Conteúdo Objectivos Gerais Objectivos Específicos Domínio da Matemática 2.1 - Desenvolver a 2.1.23 – Relacionar objectos pelas semelhanças e expressão e a diferenças; comunicação através 2.1.24 – Agrupar objectos por categorias; de linguagens 2.1.25 – Realizar seriação;2. Expressão e múltiplas como 2.1.26 – Ser capaz de contar até 10; comunicação meios de relação, de 2.1.27 – Favorecer a apreensão das seguintes informação, de noções: cheio/vazio, cima/baixo, dentro/fora, sensibilização grande/pequeno, muito/poucos. estética e de 2.1.28 – Identificar e nomear as cores (vermelho, compreensão do azul, amarelo e verde). mundo. 3.1.1 – Vivenciar tradições alusivas ao Natal, Carnaval, Páscoa. 3.1.2 – Sensibilizar a criança para a observação e exploração do meio que a rodeia. 3.1.3 – Promover o alargamento do conhecimento do3.Conhecimento mundo que a rodeia. do Mundo 3.1.4 – Fomentar o desejo de saber; 3.1 – Despertar a curiosidade e o 3.1.5 - Reconhecer alguns elementos próprios da pensamento crítico. Primavera, Verão, Outono e Inverno. 3.1.6 – Saber o seu nome completo, dos pais e dos irmãos. 3.1.7 – Saber dizer a sua idade. 3.1.8 – Identificar e nomear alguns meios de transporte. 3.1.9 – Identificar e nomear algumas profissões. 3.1.10 – Identificar características de animais. Estratégias pedagógicas de apoio à família Nos períodos de interrupção letiva as ajudantes de ação socioeducativa de educação pré-escolar dinamizam as atividades planificadas anteriormente pela educadora. Educadora Raquel Pinto
  6. 6. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 23Áreas Conteúdo Objectivos Gerais Objectivos Específicos 2.1.10 – Proporcionar a exploração de diversos e novos materiais e técnicas; 2.1.11 – Promover o desenvolvimento da capacidade de identificação das cores. Expressão Musical 2.1.12 – Proporcionar a exploração de diferentes instrumentos; 2.1 - Desenvolver a 2.1.13 - Proporcionar o desenvolvimento de expressão e a capacidades de produção de sons e do próprio corpo; comunicação através 2.1.14 – Promover a exploração de sons e ritmos. de linguagens 2.1.15 – Desenvolver a capacidade de escutar,2. Expressão e múltiplas como identificar e reproduzir sons e ruídos. comunicação meios de relação, de 2.1.16 – Despertar o gosto pela música. informação, de sensibilização Domínio da Linguagem Oral e Abordagens à Escrita estética e de 2.1.17 – Desenvolver o domínio da oralidade simples; compreensão do 2.1.18 – Ser capaz de perceber a palavra falada e mundo. repeti-la; 2.1.19 – Alargar o vocabulário e melhorar a articulação das palavras; 2.1.20 – Promover o contacto com os diferentes sons; 2.1.21 – A partir de imagens ser capaz de identificar i nome; 2.1.22 – Utilizar correctamente o nome próprio e os pronomes “eu”, “meu”, “teu”, “nosso”. Educadora Raquel Pinto
  7. 7. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 22 2.1.10 – Proporcionar a exploração de diversos e novos materiais e técnicas; 2.1.11 – Promover o desenvolvimento da capacidade de identificação das cores. Expressão Musical 2.1.12 – Proporcionar a exploração de diferentes instrumentos; 2.1 - Desenvolver a 2.1.13 - Proporcionar o desenvolvimento de expressão e a capacidades de produção de sons e do próprio corpo; comunicação através 2.1.14 – Promover a exploração de sons e ritmos. de linguagens 2.1.15 – Desenvolver a capacidade de escutar,2. Expressão e múltiplas como identificar e reproduzir sons e ruídos.comunicação meios de relação, de 2.1.16 – Despertar o gosto pela música. informação, de sensibilização Domínio da Linguagem Oral e Abordagens à Escrita estética e de 2.1.17 – Desenvolver o domínio da oralidade simples; compreensão do 2.1.18 – Ser capaz de perceber a palavra falada e mundo. repeti-la; 2.1.19 – Alargar o vocabulário e melhorar a articulação das palavras; 2.1.20 – Promover o contacto com os diferentes sons; 2.1.21 – A partir de imagens ser capaz de identificar o nome; 2.1.22 – Utilizar correctamente o nome próprio e os pronomes “eu”, “meu”, “teu”, “nosso”. Educadora Raquel Pinto
  8. 8. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 21 6. INTENÇÕES DE TRABALHO PARA O ANO LECTIVO Áreas Objectivos Gerais Objectivos Específicos Conteúdo 1.1- Estimular o 1.1.1 - Promover a relação humana nas rotinas desenvolvimento diárias; global da criança no 1.1.2 - Incutir regras de convivência; respeito pelas suas 1.1.3 - Estimular a autonomia da criança; características 1.1.4 - Ajudar a criança na aquisição de confiança em 1. Formação individuais, si mesma e nos que a rodeiam; Pessoal e incutindo 1.1.5 – Desenvolver a socialização; Social comportamentos que 1.1.6 – Promover a descoberta do “eu” e dos outros; favoreçam 1.1.7 - Reconhecer os membros da família: Pai, Mãe, aprendizagens Irmãos. significativas e diferenciadas. Expressão Motora 2.1.1 - Desenvolver a motricidade fina e global; 2.1.2 – Promover a coordenação motora; 2.1.3 - Desenvolver a agilidade e o sentido do equilíbrio; 2.1.4 – Desenvolver a coordenação óculo-manual e 2.1 - Desenvolver a óculo-pedal. expressão e a 2.1.5 – Conseguir transpor obstáculos. comunicação através2. Expressão e de linguagenscomunicação Expressão Dramática múltiplas como 2.1.6 - Desenvolver a expressividade através de meios de relação, de fantoches, imitação e dramatização; informação, de 2.1.7 – Estimular a imaginação e a capacidade de sensibilização expressão. estética e de 2.1.8 - Desenvolver o interesse pelo jogo simbólico. compreensão do mundo. Expressão Plástica 2.1.9 – Aprender a manusear correctamente os materiais;Áreas Conteúdo Objectivos Gerais Objectivos Específicos Educadora Raquel Pinto
  9. 9. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 20  Ajudantes de ação socioeducativa de educação pré-escolar: Andreia Macedo e Irene Irene Silva Horário: 08h00 às 12h e das 13h às 17h ou das 10h às 13h e das 14h30m às19h30m. (horário rotativo, semanalmente)Componente não letiva:2 horas mensais de reunião;Do estabelecimento educativoHorário de funcionamento do Infantário: - Abertura: 07h30m - Encerramento: 20h00m Educadora Raquel Pinto
  10. 10. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 19 HORA Actividade 7h30 ás 9h Acolhimento - Atividades livres Higiene- Reforço da manhã - higiene 9.00h ás 9.45h Bons dias/ Actividades Orientadas (grande grupo/pequeno ou 9h45 ás 10h50 individual) Tempo de arrumar 10h50 ás 11h Higiene- Almoço- Higiene 11h ás 12h Descanso - higiene 12h ás 15h 15h ás 15h40 Lanche da tarde 15h45 – 17h45 Actividades livres/orientadas 18h ás 18h30 Reforço da tarde 18h30 ás 20h Atividades livres – Saída As atividades de enriquecimento curricular estão organizadas daseguinte forma:Expressão Motora – quinta feira das 10h00 às 10h30;Expressão Musical – sexta feira das 9h30 às 10h;Quintinha pedagógica – Sexta-feira das 16h às 16h30m.** Como medida de precaução da Dengue, as visitas à quintinha estão canceladas!Da equipaIdentificação da equipa pedagógica:  Educadora de Infância: Raquel Pinto Horário: 09h ás 13h – 15h ás 17h15 Educadora Raquel Pinto
  11. 11. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 18Área da casinha – local onde as crianças podem realizar brincadeiras de fazde conta, explorando utensílios/instrumentos da vida diária, desenvolvendo aimaginação e a capacidade de representar diversos papéis/situações. Nesteespaço, as crianças têm à disposição uma cozinha, composta pelos acessórioscaracterísticos.Área da garagem - esta área possibilita a socialização, a partilha entrecrianças, bem como o conhecimento de regras da sociedade em que vivem.Neste espaço as crianças têm à disposição um tapete (pista) e carros;Área da biblioteca – Esta área permite às crianças o contacto com o códigoescrito, trabalhar o repouso físico/relaxamento, estimulando o gosto pelaleitura e pelas diferentes formas de comunicação, bem como odesenvolvimento da capacidade de memorizar e recontar. Neste espaço ascrianças têm a disposição um tapete com almofadas e um móvel comhistórias.Área dos jogos/construções – Através da exploração dos diversos tipos dejogos as crianças desenvolvem a motricidade fina, trabalham o pensamentoespacial (equilíbrio…), bem como a capacidade de agrupar, classificar,ordenar objectos. Neste espaço as crianças têm à disposição diversos jogos deconstrução, enfiamentos e peças de encaixe;Área dos trabalhos orientados - este espaço tem diversas funcionalidades poisnele são desenvolvidas não só as actividades orientadas pelos adultos, comotambém alguns jogos. Nesta área podemos encontrar duas mesas e cadeiras.Do tempo “O tempo educativo tem, em geral, uma distribuição flexível, emboracorresponda a momentos que se repetem com uma certa periodicidade. Asucessão de cada dia ou sessão tem um determinado ritmo existindo, destemodo uma rotina que é educativa porque é intencionalmente planeada peloeducador e porque é conhecida pelas crianças que sabem o que podem fazer nosvários momentos e prever a sua sucessão (…) Nem todos os dias são iguais, aspropostas do educador ou das crianças podem modificar o quotidiano habitual.” (Orientações Curriculares, 2002) Educadora Raquel Pinto
  12. 12. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 17 5. ORGANIZAÇÃO DO AMBIENTE EDUCATIVODo grupoFormas de organização do grupo na sala: O grupo de crianças será organizado tendo em conta o tipo deatividades desenvolvidas. No acolhimento as crianças realizam atividadeslivres nas diferentes áreas de interesse existentes na sala, estas podem serrealizadas individualmente, em pequenos grupos ou em grandes grupos. Osmomentos de trabalho em grande grupo são: cantar bons dias; conversas degrupo; realização de jogos de roda; histórias. Poderão ser ainda realizadas atividades em pequenos grupos, emparcerias e individualmente, de acordo com as atividades planificadas.Do espaço “Um ambiente bem pensado e centrado no bebé, promove o desenvolvimentofísico, comunicação, competências cognitivas e interacções sociais. Assim, deveráser suave, ter mobiliário à medida, proporcionar uma variedade de níveis emateriais e ter áreas distintas para comer, dormir, mudar a fralda e brincar.” (Manuel Alves Ribeiro Figueiredo, 2008) A sala Bambi está organizada de forma a ir de encontro ás necessidadesdo grupo. Esta organização é flexível, para poder acomodar o espaço para asdiversas atividades diárias e ter a possibilidade de modificar ao longo do anosegundo as necessidades. Descrição da sala: A sala de atividades é um espaço arejado e com boa luminosidade. Oespaço está delimitado em áreas, nas quais se diferenciam as áreas detrabalho e jogos. Assim sendo, a sala ,está dividida em 5 áreas: Educadora Raquel Pinto
  13. 13. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 16 4. METODOLOGIA Por não considerar perfeito e aplicável qualquer modelo educativo, não merestrinjo apenas a um. Posso dizer que no dia a dia utilizo váriosinstrumentos de trabalho de alguns modelos como:. Metodologia de trabalho de projecto - com atividades desenvolvidas emequipa para trabalhar um tema sugerido pelas crianças. As estratégias vãosendo definidas ao longo do tempo, a partir de uma grande flexibilidade narelação plano/ concretização.. Movimento da Escola Moderna – também através das conversas diárias notapete surgem algumas atividades que através do diálogo/ questionamentosão postas em prática. Os quadros/tabelas facilitam a organização da sala, aplanificação e avaliação das crianças/atividades.. Movimento High Scope – com a organização de um espaço acolhedor,dividido por áreas bem definidas e com interesse, ter vários materiaisacessíveis. Tudo tem de ser pensado para que a utilização seja fácil e prática.Este modelo define também uma rotina diária constante, estável e previsível. Assim, as crianças desenvolvem a capacidade de: planear, tomardecisões e executar projectos, de trabalhar em diferentes ambientes,relacionar - se em momentos diferentes com grupos de trabalho diferentes,criar hábitos de colaboração e partilha e ser autónoma. Educadora Raquel Pinto
  14. 14. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 15motricidade fina espera-se que a criança adquira uma destreza e coordenação demovimentos. - Domínio da Expressão Dramática:Crescemos a brincar. É através da exploração do jogo simbólico, dramático, que acriança terá oportunidade de se descobrir, conhecer-se, realizando experiência davida quotidiano, outras imaginárias, estimulando o seu processo criativo , e assim,conseguindo resolver os seus conflitos. - Domínio da Expressão Plástica:proporciona a experimentação de diversos materiais, instrumento e sua manipulação.Através das técnicas que lhes são propostas e dos materiais colocados à disposição,está irá aperfeiçoar as suas capacidades motoras, o cuidade e a destreza nomanipular. - Domínio da Expressão Musical:A criança explora sons e ritmos. Vai permitir à criança aprender a escutar, tocar,dançar e cantar. - Domínio da Linguagem Oral e Abordagem à Escrita:Este domínio vai facilitar a exploração/enriquecimento da linguagem oral. Para queisto fluía a criança deve estar inserido num meio onde haja um clima decomunicação, em que se constitui um modelo para a interação e a aprendizagem dacriança. - Domínio da Matemática:Proporcionar experiência diversificadas para que a criança vá construindo noçõesmatemáticas.Área do Conhecimento do Mundo:Permite que a criança aprenda/pesquise sobre assuntos envolvidos na sua vida,alargando os seus conhecimentos, enriquecendo e aumentando as suaspotencialidades.A curiosidade deve ser fundamentada e alargada na educação através de novassituações e vivenciar ocasiões de descoberta. Educadora Raquel Pinto
  15. 15. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 14 3. FUNDAMENTAÇÃO DAS OPÇÕES EDUCATIVAS Na Educação Pré-escolar o educador orienta-se pelas Orientações Curricularespois não existe um programa de ensino como nos outros níveis. Por isto, para quehaja um “fio condutor” entre os assunto trabalhados na sala, o educador guia-sepelas áreas de conteúdo estudadas, analisadas e revistas pelo Ministério daEducação. Área de conteúdo é o termo usado na educação pré-escolar para definir aintervenção e a organização do educador(a), nas experiências proporcionadas aogrupo. As áreas de conteúdo possibilitam à criança que desenvolvam o desejo decriar, explorar, transformar... A criança é o sujeito da aprendizagem, que traz consigo muitos conhecimentosadquiridos. Tendo em conta um diagnóstico inicial e o Projeto Educativo “Brinco,Aprendo e…Cresço com Valores”, que trabalha o tema principal no presente ano“Uma escola para todos...”, que visa atingir as seguintes metas:- sensibilizar a família para a importância da moral das histórias, envolvendo-as nasatividades do infantário;- sensibilizar as crianças/pais para valor da solidariedade ;- despertar o gosto pelos livros;- promover atividades de intercâmbio pelas crianças das diferentes salas. Relativamente ao diagnóstico inicial foram estabelecidos os seguintes objetivos, deacordo com as áreas de conteúdo:Área de Formação pessoal e SocialO seu principal objetivo favorecer a formação da criança a sua inserção na sociedadecomo ser autónomo livre, responsável e solidário. Visa favorecer o espírito crítico e ainteriorização de valores, preparando a acriança para a resolução de problemas.Área de Expressão e ComunicaçãoNesta área estão envolvidas todas as aprendizagens relacionadas com odesenvolvimento psicomotor e simbólico que determinam a compreensão dediferentes formas de linguagem. - Domínio da Expressão Motora:Possibilitam à criança desenvolver e explorara a motricidade global (saltar, trepar,correr,...) e a motricidade fina (envolve o uso de membro como mãos, pés, dedos). Na Educadora Raquel Pinto
  16. 16. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 13Área do Conhecimento do Mundo Relativamente à área do conhecimento do mundo as crianças demonstram umgrande interesse sobretudo pelos animais, o desejo de experimentar/explorar,sobretudo no que está ao alcance da sua percepção.Levantamento de recursos Humanos: - Crianças; - Famílias; - Educadora; - Ajudantes de ação socioeducativa de educação pré-escolar; - Comunidade. Materiais: - Material escolar; - Material de desperdício; - Material lúdico- didático. Educadora Raquel Pinto
  17. 17. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 12tentando atirar bolas e brinquedos, entre outras atividades. Assim, posso afirmar quea motricidade global do grupo está adequada á faixa etária em que se encontra. Quanto á motricidade fina, a mesma também se encontra adequada à faixaetária, situação verificada através de atividades realizadas nomeadamente folhearlivros e revistas, pintar com os dedos, fazer carimbagens, colagens, entre outras. No que diz respeito ao conceito de esquema corporal, a maioria das crianças jáconhece as partes constituintes do corpo, conseguindo identificá-las. Domínio da Expressão Dramática O jogo simbólico é uma das “brincadeiras” que começa a despertar no grupo.Algumas crianças envolvem-se ativamente no jogo simbólico, conseguindodesempenhar papéis diversificados, mas ainda em “monólogo”, com poucoenvolvimento das outras crianças numa dramatização. Domínio da Expressão Plástica Relativamente à expressão plástica, a maioria do grupo demonstra um grandeinteresse em realizar atividades neste domínio (sobretudo desenhos com tinta epintura com o dedo e mãos). A nível do desenho a maior parte das crianças ainda se encontra na fase dorealismo fortuito, onde as suas representações são apenas riscos. Todos fazem traços descontrolados com lápis de cera ou pau. Domínio da Expressão Musical Relativamente à expressão musical, considero que o grupo expressa umgrande prazer ao ouvir o adulto cantar e mimar músicas. Uma grande parte cantaalgumas canções e imitam os próprios gestos. Domínio da Linguagem Oral e Abordagem à Escrita No domínio da linguagem oral uma grande parte do grupo tem uma linguagemperceptível, com expressões com sentido completo e à sucessiva formação de frasecom várias palavras. Alguns já têm uma conversa muito coerente com o adulto. Ospronomes possessivos (“é meu!”) são predominantes maior parte do dia, salvoalgumas excepções que já são substituídos pelos pronomes pessoais. Domínio da Matemática Algumas criança adquiriram noções topológicas (grande/pequeno, dentro/fora,muito/pouco), noções de cor. Educadora Raquel Pinto
  18. 18. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 11  Ao longo do primeiro período, foi possível observar algumas característicasespecíficas do grupo. Estas são o ponto de partida para um melhor planeamento eestruturação do dia a dia na sala, e, de certa forma, fazer com que o grupo se sintamotivado e consigamos ir ao encontro das suas necessidades, como também colmataralgumas dificuldades que possam existir ao nível das três áreas de conteúdo:Formação Pessoal e Social, Expressão e Comunicação e o Conhecimento do mundo. Área de Formação Pessoal e Social Todas as crianças conhecem o seu nome e identificam os colegas e adultos dasala pelo nome. No que diz respeito à autonomia, todas as crianças conseguem utilizar acolher, no entanto, ainda com alguma dificuldade em levar a comida sem deixar cair,pois a sua motricidade fina ainda não está totalmente desenvolvida. Todas sedeslocam autonomamente, sobem e trepam objetos com muita facilidade. No que respeita às rotinas da sala, a maioria das crianças já tem noção deacontecimentos que se repetem diariamente (reunir em roda para cantar bons dias,repouso depois do almoço, entre outras actividades). Embora sejam ainda noçõestemporais muito básicas a maioria das crianças já demonstra a sua interiorização.Em relação à higiene pessoal, onze das crianças, já iniciaram o processo do controledos esfíncteres, com sucesso.No que concerne à área da formação pessoal e social, considero que o grupoestabelece boas relações entre si e com os adultos, contudo, uma vez que uma dasprincipais características desta faixa etária é o egocentrismo, por vezes, durante asatividades livres, as crianças entram em conflito e lutam pela posse de brinquedos eatenção do adulto. Posso afirmar que, é um grupo cheio de energia, sociável, simpático, mas quetem algumas dificuldades na aceitação de regras.Área de Expressão e Comunicação Domínio da Expressão Motora Todas as crianças se deslocam perfeitamente. Sobem e descem escadassozinhas, mesmo que o façam colocando os dois pés no mesmo degrau. Estadeslocação é sempre feita com segurança com apoio de mão, onde se podem agarrar,e a ajuda do adulto. A grande maioria explora as suas capacidades motoras, correndo, saltando, Educadora Raquel Pinto
  19. 19. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 10 Mantém uma conversa sozinha com um brinquedo. Começa a utilizar o artigo, acompanhando o substantivo. Começa a utilizar substantivos depois dos verbos. Combina palavras em orações simples. Começa a utilizar alguns pronomes quando manipula objectos (eu, meu, a mim, a ti). Utiliza algum pronome interrogativo (quem, o quê, onde). Compreende e utiliza frases negativas. Utiliza alguns advérbios (aqui, ali, dentro, fora). Reproduz sons de objectos e de animais. Recorda sequências de algumas histórias. Distingue o contraste36M ruído/silêncio. Utiliza características: pequeno, grande, frio, quente. Diferencia e conhece alguns veículos. Imita frases e é capaz de construí-las com quatro palavras. Nomeia alguns objectos familiares. Diz o nome de utensílios de limpeza. Formula juízos negativos, crise do negativismo. ► Desenvolvimento da compreensão e uso da linguagem oralMeses Desenvolvimento Combina substantivos ou adjectivos e substantivos em frases de duas palavras. Ouve histórias simples, gostando das que já ouviu. Utiliza uma linguagem mais inteligível. Pergunta pelo nome das coisas e exprime desejos. A criança refere-se a si mesma utilizando o seu próprio nome.24M Mantém uma conversa sozinha com um brinquedo. Começa a utilizar o artigo, acompanhando o substantivo. Começa a utilizar substantivos depois dos verbos. Combina palavras em orações simples. Começa a utilizar alguns pronomes quando manipula objectos (eu, meu, a mim, a ti). Utiliza algum pronome interrogativo (quem, o quê, onde). Compreende e utiliza frases negativas. Utiliza alguns advérbios (aqui, ali, dentro, fora). Reproduz sons de objectos e de animais. Recorda sequências de algumas histórias. Distingue o contraste ruído/silêncio. Utiliza características:36M pequeno, grande, frio, quente. Diferencia e conhece alguns veículos. Imita frases e é capaz de construí-las com quatro palavras. Nomeia alguns objectos familiares. Diz o nome de utensílios de limpeza. Formula juízos negativos, crise do negativismo. Educadora Raquel Pinto
  20. 20. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 9 de seis a sete cubos. Segura o lápis com a ponta dos dedos no lugar de o punho e começa a desenhar. Passa as páginas, uma de cada vez. Constrói torres de nove a dez cubos. Vira a maçaneta da porta. Sabe 36M despir-se sozinho e começa a vestir qualquer peça. Pode começar a apertar os botões. Copia um círculo. ► Socialização Meses Desenvolvimento Ao nível da socialização obedece aos pais em 50% das vezes. Em casa mostra-se autoritário e fora dela tímido com os desconhecidos. Costuma brincar prescindindo de outras crianças. Mostra egoísmo exacerbado com os seus brinquedos. Sabe esperar pela sua vez. Vai adquirindo maior independência em relação à mãe. Pede ajuda ao 24M adulto. Mantém uma grande atenção aos brinquedos. Diverte-se procurando objectos que lhe esconderam. Gosta de disfarçar-se e olhar-se ao espelho. Presta atenção durante 10 minutos a uma música ou a uma história. Diz “por favor” e “obrigado”. Tenta adaptar- se aos costumes da família na alimentação, vestir e lavar-se. Procura ajudar em casa nas tarefas domésticas. Brinca vestindo as roupas do adulto. Compreende os sentimentos exprimindo amor, aborrecimento, tristeza, alegria, etc. Demonstra sentimentos de afecto, compaixão e culpabilidade. Procura fazer rir os outros, rindo- 36M se subitamente ou fazendo algum gesto ou movimento inesperado. Procura o conselho dos adultos para o seu comportamento. Gosta de brincar com outras crianças, mas em paralelo; imita. Mas não coopera com o outro. Reconhece em fotografia as pessoas mais próximas da família. ► Desenvolvimento da compreensão e uso da linguagem oralMeses Desenvolvimento Combina substantivos ou adjectivos e substantivos em frases de duas palavras. Ouve histórias simples, gostando das que já ouviu. Utiliza uma24M linguagem mais inteligível. Pergunta pelo nome das coisas e exprime desejos. A criança refere-se a si mesma utilizando o seu próprio nome. Educadora Raquel Pinto
  21. 21. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 8 aberto-fechado; dentro-fora; à frente-atrás; em cima-em baixo. Conhece a procedência de alguns alimentos (leite, ovos). Dá os objectos um a um quando se lhe pede. Diferencia formas básicas. Diferencia e classifica alguns frutos e animais. ► Desenvolvimento motorMeses Desenvolvimento Dá um pontapé na bola. Corre sem perder o equilíbrio. Sobe e desce escadas sozinho, apoiando-se no corrimão ou na parede e pondo os dois pés em cada degrau. Tenta manter-se sobre um pé. Caminha24M sobre planos elevados. Caminha para trás. Pedala num triciclo. Agarra uma bola que se lance pelo solo, a curta distância. Desloca-se a quatro, apoiando-se nas mãos e nos pés. Caminha entre diferentes obstáculos sem perder o equilíbrio. Salta de um pequeno colchão e de um bloco pra o chão. Dá saltos para cima, para dianta e para trás. Caminha para frente e para trás. Desembrulha um rebuçado. Roda os puxadores ou os manípulos das36M portas. Desenrosca parafusos. Faz desenhos com diferentes materiais. Faz rolos com argila ou plasticina. Introduz argolas pequenas num eixo. Rasga papel. Salta com os pés juntos. Com ajuda, tenta dar a cambalhota num pequeno colchão. ► ManipulaçãoMeses Desenvolvimento Ao nível da autonomia usa a colher e o garfo, embora lhe caiam os alimentos. Come só, mas precisa de ajuda para acabar. Come alimentos variados. Necessita de babete, porque se suja. Bebe pelo copo mas molha-se. Segura o copo pequeno com uma só mão. Diferencia o que é comida do que não é. Colabora no despir-se,24M começando a desabotoar a roupa e fica contente quando estreia roupa. Ordena e guarda pequenos objectos pessoais. Põe a roupa num cabide colocado à sua altura. Controla os esfíncteres de dia, avisa quando quer ir à casa de banho, embora às vezes lhe escape. Lava as mãos e pega na toalha que o adulto lhe dá para enxugar a cara e as mãos. Escova os dentes, imitando o adulto. Constrói torres Educadora Raquel Pinto
  22. 22. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 7É um grupo “vivaço”, surgindo conflitos principalmente pelo desejo eapropriação e de individualização de um objeto ou brinquedo. Confrontadascom esta situação reagem chorando, batendo e mordendo.As experiências de vivências reais de participação de vida em grupo, dentro doqual se encontra o estabelecimento das regras, gradualmente começam a serassimiladas.No entanto, são crianças muito recetivas ao adulto, gostam muito de atenção,de canções, de brincarem nas construções e na casinha. Gostam de novasexperiências e adoram as descobertas. Características gerais das crianças dos 24 aos 36meses Segundo Jean Piaget “o conhecimento não provém, nem dos objectos,nem da criança, mas sim das interacções entre a criança e os objectos”. Desde onascimento os bebés e as crianças aprendem activamente, através dasrelações que estabelecem com as pessoas e das explorações dos materiais.Como elementos activos no percurso do seu próprio desenvolvimento, os bebése as crianças observam, alcançam e agarram pessoas e objectos, queespecialmente despertam a sua atenção. Desta forma, uma aprendizagemactiva ocorre de forma mais eficaz em contextos que providenciamoportunidades de aprendizagem adequadas do ponto de vista dodesenvolvimento. ► Desenvolvimento cognitivo Meses Desenvolvimento A criança constrói uma torre com seis cubos. Imita traços sem direcção determinada. Encaixa três peças de madeira num tabuleiro. Constrói uma ponte com três cubos. Diz o nome de três partes do corpo. Enfia cinco bolas. Conhece o significado de quatro ou oito imagens. Diz o nome de 24M quatro ou oito objectos usuais. Distingue o tamanho de grande e pequeno. Compreende duas ordens dadas simultaneamente. Constrói uma torre de oito cubos. Imita um traço vertical e horizontal. Coloca três peças num tabuleiro depois de o rodar. A criança faz encaixes de quatro peças. Conhece duas a quatro cores. Pode 36M contar até quatro. Menciona quatro a oito partes do corpo. Copia um círculo. Junta objectos com a mesma textura. Distingue os conceitos: Educadora Raquel Pinto
  23. 23. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 6 2. CARACTERIZAÇÃO DA TURMA – DIAGNÓSTICOConstituição do grupo N.º Sexo Data de de Nome completo Nascimento M F ordem 1 X 2 X 3 X 4 X 5 X 6 X 7 X 8 X 9 X 10 X 11 X 12 X 13 X 14 X 15 X O grupo é constituído por quinze crianças, das quais dez são do sexomasculino e cinco do sexo feminino, com idades compreendidas entre os doisanos e os dois anos e meio. Dez das crianças continuam do ano transato, trêsfrequenta o ICB pela primeira vez e dois nunca haviam frequentado umestabelecimento de ensino, tendo ficado aos cuidados dos pais e avós.Encontram-se numa fase de observação e imitação de tudo que os rodeia. É um grupo heterogéneo nas suas competências, apesar de todosterem dois anos, verifica-se alguma diferença entre os que completaram aténovembro dois anos, e os que já estão perto dos três anos. Educadora Raquel Pinto
  24. 24. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 5 1. INTRODUÇÃOEnquadramento legal “O projeto curricular de grupo é um documento que define asestratégias de concretização e de desenvolvimento das orientações curricularespara a educação pré-escolar, visando adequá-lo ao contexto de cada grupo.”. Ofício circular nº 5.0.0-567/07 de 19-11-2007 da Direcção Regional de EducaçãoObjetivos A Educadora da sala “Bambi”, em colaboração com o Conselho deDocentes, elaboraram este Projeto Curricular de Grupo para o ano letivo2012/2013, com o propósito de adequar o processo de ensino/aprendizagemàs características do grupo, nomeadamente às particularidadesdesenvolvimentais, cognitivas, sócioafectivas, comportamentais, bem como aomeio em que a Escola está inserida. Este documento deriva do Projeto Educativo, cujo tema é “Brinco,cresço e…aprendo com Valores” tendo como subtema este ano “Uma escolapara todos...” e visa adaptar e gerir autonomamente os objetivos enunciadosnas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Ao mesmo tempo, pretende-se promover, no seio do conselho dedocentes, o trabalho colaborativo entre os mesmos e modos de articulação eatuação entre profissionais. A Educadora. _______________________________ Educadora Raquel Pinto
  25. 25. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 4  no jardim de infância5. Avaliação final ……………………………………………………………………6. Perspetivas para o ano letivo seguinte ……………………………….. Anexos1. … Educadora Raquel Pinto
  26. 26. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 3  com a equipa  com a família  com a comunidade educativa8. Relação com a família e outros parceiros educativos ……………….9. Comunicação dos resultados e divulgação da informaçãoproduzida ……………………………………………………………………………..10. Planificação das atividades ………………………………………………. B. Relatório de Avaliação1. Atividades desenvolvidas ……………………………………………………  o que se fez  quando  como  onde2. Recursos mobilizados ………………………………………………………….  humanos  físicos e materiais  financeiros3. Ambiente de trabalho …………………………………………………………  relação da equipa  relação do grupo de crianças  relação com os outros parceiros  adesão dos intervenientes no projeto4. Efeitos ………………………………………………………………………………  na prática educativa  na aprendizagem das crianças  no grupo  nas famílias  na equipa Educadora Raquel Pinto
  27. 27. Projeto Curricular de Grupo – Sala Bambi 2 Índice A. Projeto Curricular de Grupo1. Introdução………………………………………………………………………….  Enquadramento legal  Objetivos2. Caracterização da Turma – Diagnóstico ………………………………….  Caracterização do grupo  Levantamento de recursos3. Fundamentação das opções educativas ……………………………….4. Metodologia ……………………………………………………………………….5. Organização do ambiente educativo ………………………………………  do grupo  do espaço  do tempo  da equipa  do estabelecimento educativo6. Intenções de trabalho para o ano letivo ………………………………..  objetivos/efeitos esperados  estratégias pedagógicas e organizativas previstas das componentes educativa e de apoio à família  previsão dos intervenientes e definição de papéis7. Previsão de procedimentos de avaliação ………………..………………  dos processos e dos efeitos  com as crianças Educadora Raquel Pinto
  28. 28. PROJETO CURRICULAR DE GRUPO Sala “Bambi” Ano letivo 2012/2013 Educadora: Raquel Pinto

×