SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL 
LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTANCIA - EaD 
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA VALE DO JACUÍ – CEAD 
PÓLO CACHOEIRA DO SUL – RS 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO 
PRÁTICA DOCENTE I 
Filícia Terezinha Nunes da Silva 
Cachoeira do Sul, 2013.
Filícia Terezinha Nunes da Silva 
Relatório de Estágio em Educação Infantil 
Relatório de Prática Docente I apresentado ao Curso de Licenciatura em Pedagogia- UFPel/UAB, como requisito à conclusão do Estágio Supervisionado de Educação Infantil 
Supervisor do Estágio CLPD : Lilian Lorenzato 
Supervisor do Estágio Escola: Josiele Flores 
Cachoeira do Sul, 2013.
Equipe docente responsável: 
Professores a distância 
Suzana Mattos da Rosa 
Professores presenciais 
Edeni Aparecida Leal Silveira 
Fernanda da Silva Rosa 
Professor Formador 
Márcia Berenice Pereira André
Resumo 
O presente artigo tem como objetivo não apenas descrever o estágio realizado na Escola Municipal de Educação Infantil Pró-Infância Patrona Marisa Timm Sari, Rua Gregório da Fonseca, 700 – Tibiriçá, Cachoeira do Sul – RS, Pré-Nível A I, faixa etária de três a quatro anos e aplicação do Projeto Brinquedos e Brincadeiras, mas também regatar experiências vividas por pais, avós, tios e professores unindo estudos teóricos com a prática vivenciada. O estágio Supervisionado contribuiu para nossa formação, pois podemos compreender que o papel do professor de Educação Infantil é fundamental para a construção das crianças, proporcionando a analise de que teoria e prática devem caminhar juntas, possibilitando a construção da identidade profissional do educador. 
Palavras-chaves: Brinquedos, Brincadeiras, Vivências, Teoria e Prática
SUMÁRIO 
1. Apresentação..................................................................................................5 
2.Desenvolvimento..............................................................................................6 
2.1. Etapa de Ensino...........................................................................................6 
2.2. Processo de Ensino.....................................................................................6 
2.3. Aprendizagem dos Alunos............................................................................7 
2.4. Trabalho Docente.........................................................................................8 
CONCLUSÃO......................................................................................................9 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................10
5 
1. Apresentação 
O presente artigo tem por objetivo apresentar situações que demonstram a importância da brincadeira e brinquedos construídos juntamente com os alunos com materiais diversos, bem como o resultado obtido através do estágio realizado na Educação Infantil, onde são citados itens como: aprendizagem, avaliação, planejamento adequado e diferenças. Traz ainda o relato da realização de prática que proporcionaram novas experiências para pais, alunos e professores que interagiram neste projeto. 
O trabalho teve como enfoque o desenvolvimento do planejamento e avaliação dos resultados obtidos, bem como uma reflexão sobre a prática docente. Traz ainda uma abordagem sobre as etapas de ensino durante o estágio, tendo como embasamento teórico Vygotsky e a LDB. 
Na reflexão sobre as atividades propostas e a participação de todos os envolvidos, pais, professores e alunos, observou-se o desenvolvimento, aprendizagem e interação das crianças frente a estratégias diferenciadas.
6 
2. Desenvolvimento 
O desenvolvimento deste trabalho se dividirá em quatro subtemas como veremos a seguir: 
2.1. ETAPA DE ENSINO 
A primeira etapa da educação básica prima pelo desenvolvimento da criança e seu bem estar no convívio social. Dentro desta ainda realizam-se estimulação para o desenvolvimento do corpo, das relações interpessoais, estratégias para que os alunos tenham contato com o mundo letrado de forma lúdica e natural aprendendo assim a reconhecer seu nome, manipular e apreciar materiais diversos, reconhecer numerais até 10, vivenciar e resgatar brinquedos, brincadeiras e valores, promovendo a socialização e interação afetiva entre criança, escola e família. Assim observamos o Art. 29 da LDB: 
A Educação Infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e comunidade. (Art.29, Lei 9.394/1996 - LDB). 
Dessa forma a Educação Infantil tem sido o centro de atenção na educação das crianças desde o nascimento, para o pleno desenvolvimento das mesmas. Para tanto, cada escola tem suas estratégias quanto à rotina diária. 
Assim sendo, durante a prática de estágio na turma de pré-nível A I, o desenvolvimento da rotina de planejamento quanto aos materiais, espaço e tempo, foram sendo ajustados conforme andamento do trabalho, de acordo com a necessidade da turma. Por isso é fundamental o papel do professor na observação e ajustes de seu trabalho diariamente, fazendo com que a criança seja plenamente inserida no meio, relacionando-se com colegas e professores de forma prazerosa. 
2.2. PROCESSO DE ENSINO 
Durante o período de aplicação do planejamento percebeu-se que as atividades propostas foram todas executadas por inteiro, porém foi preciso
7 
alguns ajustes como adaptação de exercícios: pintura realizada no muro (não no papel pardo), gráfico realizado com brinquedos da sala de aula e levados pelos professores (não vindos de casa), ambas as atividades atendendo ao tempo disponível e a adequação a proposta pedagógica da escola. 
Conforme cada situação e objetivo alcançado através da prática docente na turma de pré-nível A I, podemos perceber que todos têm potencial, porém cada aluno com suas especificidades e ao seu tempo, obtém sucesso no que é proposto, mesmo a turma sendo pouco frequente e diferente em seu aprendizado. 
2.3. APRENDIZAGEM DOS ALUNOS 
Ao decorrer do estágio percebemos que a turma de pré-nível A I apresentou algumas dificuldades de concentração, pois a turma no geral é muito agitada. Foi observado também que alguns alunos são pouco frequentes nas aulas, tornando assim o papel do educador mais desafiador na questão de cobrar dos mesmos regras e limites. Por esse motivo decidimos construir junto com eles os brinquedos e as atividades práticas, lúdicas e psicomotoras com a intenção de envolvê-los no grupo e individualmente, permitindo assim que todos participassem e pudessem ser avaliados e acompanhados de forma que fosse trabalhado em seu intelectual, emocional, social, psicomotor. 
De acordo com Vygotsky: 
O brincar é uma atividade humana criadora, na qual imaginação, fantasia e realidade interagem na produção de novas possibilidades de interpretação, de expressão e de ação pelas crianças, assim como de novas formas de construir relações sociais com outros sujeitos, crianças e adultos. ( Vygotsky 1987, p.35) 
Brincar é uma ação que ocorre no campo da imaginação, assim ao brincar está se fazendo uso da linguagem simbólica. Poder brincar já é um processo terapêutico, brinca-se para ressignificar a vida. Na brincadeira o sujeito exercita-se cognitivamente, socialmente e efetivamente. Toda criança
8 
deve ter prazer no que faz, no que estuda, brincar é a verdadeira atuação entre o divertimento e a aprendizagem deve fazer sentido para a vida da criança. 
Ao observar e analisar os questionamentos e comentários realizados após cada atividade, percebemos que quase todos extraíram aprendizado do conteúdo realizado, tendo em vista que é necessário buscar atividades ainda mais envolventes e que se encaixem no perfil de cada um, mas que possam ser trabalhados num todo. 
2.4. TRABALHO DOCENTE 
O educador precisa ter total domínio das atividades, porém não realizá- las pelos alunos. O educador deve ser um mediador entre a atividade e o aluno, mostrando o caminho para o conhecimento e aprendizado. 
A respeito da sala de aula deve ser organizada de forma lúdica, com materiais que estimulem e estejam de acordo com a faixa-etária dos alunos, como: livros, brinquedos, jogos, obstáculos, ser alegre e bem higienizada para que transmita aos mesmos o bem estar e prazer ao ocupá-la. 
As propostas pedagógicas tanto da escola quanto do professor devem ser de acordo com a realidade e idade dos educandos. É essencial para a aprendizagem dos mesmos que o educador conheça a realidade, cultura e toda bagagem que estes possuem. Só assim o educador terá ferramentas e embasamento adequado para transmitir seu ensinamento e despertar o interesse na turma, analisando respeitando o tempo, espaço, fragilidades e potencialidades de cada aluno. 
A aplicação do projeto brinquedos e brincadeiras proporcionaram momentos importantes à prática docente tais como: a exposição dos brinquedos construídos por eles quando os alunos fizeram demonstração de suas criações. É importante salientar que os mesmos ao apresentar suas produções demonstraram euforia, isso tudo no dia da brincadeira quando pais e responsável foram convidados a participar, promovendo a socialização e a interação entre pais, alunos e professores.
9 
Conclusão 
Neste estágio prática docente I, tive como experiência o fato de que mesmo sendo crianças de uma mesma faixa etária é necessário conhecer cada um mais profundamente tendo um olhar não apenas de alguém que está ali para ensinar,mas para aprender e trocar experiências,assim como se deparar com culturas diferentes que precisamos saber dominá-las e respeitá-las. 
Através dos estudos e atividades realizadas durante o estágio pude perceber que a educação infantil tem como objetivo o desenvolvimento das crianças até seis anos. Assim sendo, o trabalho do professor deve buscar esse desenvolvimento através de atividades lúdicas e prazerosas que envolvam a criança nos diversos aspectos, não se esquecendo da interação família e sociedade em geral. 
Um professor deve ter um olhar diagnóstico defensor, corretor, sensível, emocional equilibrado, sobretudo amar o que faz, procurando sempre resgatar valores. 
Percebi ainda que cada criança tem um jeito único de participar das atividades propostas, sendo que devemos respeitar cada um no seu tempo e capacidade de desenvolver as tarefas solicitadas. Sendo assim, precisamos ter um olhar atento a cada um de nossos alunos, para que todos tenham suas potencialidades desenvolvidas e aproveitadas para seu pleno desenvolvimento. 
Por tanto na minha concepção o professor precisa sempre buscar novos conhecimentos, evitando acomodar-se ou cair na rotina, buscando novas estratégias para motivar os alunos conforme seus interesses, tornando o ambiente agradável e propício a aprendizagem.
10 
Referências Bibliográficas 
BRASIL. LEI Nº 9. 394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm, Acesso em 24-11-13. 
DASILVA, Aline Fernandes Felix e DOS SANTOS Ellen Costa Machado, A importância do Brincar na Educação Infantil, Rio de Janeiro, 2009. Disponível em: http://www.ufrrj.br/graduacao/prodocencia/publicacoes/desafios- cotidianos/arquivos/integra/integra_SILVA%20e%20SANTOS.pdf 
CRAIDY, Carmem Maria e KAERCH Gládis Elise, Educação Infantil: pra que te quero, secretaria do Trabalho e Cidadania e Assistência Social, Porto Alegre, 1998.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio de estagio observação
Relatorio de estagio observaçãoRelatorio de estagio observação
Relatorio de estagio observaçãoLena_md
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014Solange Coutinho
 
Orientações estágio educação infantil - cópia
  Orientações estágio educação infantil - cópia  Orientações estágio educação infantil - cópia
Orientações estágio educação infantil - cópiaLarissa Soares
 
Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Lindomar Oliveira
 
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoAlessandra Alves
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL IESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL IFábio Ribeiro Silva
 
Estágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilEstágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilRosinara Azeredo
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observaçãoArte Tecnologia
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 muni2014
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarBelister Paulino
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara narajoiramara
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágioLeilany Campos
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borgespdescola
 
Projeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialProjeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialFábio Ribeiro Silva
 

Mais procurados (20)

Relatorio de estagio observação
Relatorio de estagio observaçãoRelatorio de estagio observação
Relatorio de estagio observação
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014
 
Orientações estágio educação infantil - cópia
  Orientações estágio educação infantil - cópia  Orientações estágio educação infantil - cópia
Orientações estágio educação infantil - cópia
 
Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental
 
Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
 
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL IESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
 
Estágio em Educação Infantil
Estágio em Educação InfantilEstágio em Educação Infantil
Estágio em Educação Infantil
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
 
Plano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógicaPlano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógica
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágio
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
 
Projeto familia na escola
Projeto familia na escolaProjeto familia na escola
Projeto familia na escola
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Projeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialProjeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação Especial
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 

Destaque

Pasta de estágio educação infantil
Pasta de estágio educação infantilPasta de estágio educação infantil
Pasta de estágio educação infantilLuccia Roccha
 
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superior
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superiorO estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superior
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superiordiagoprof
 
Apresentação do relatorio de estagio
Apresentação do relatorio de estagioApresentação do relatorio de estagio
Apresentação do relatorio de estagioMiguel Farinha
 
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarO desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarWagner Luiz Garcia Teodoro
 
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...Káttia Gonçalves
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPwww.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilMelissa Oliveira
 

Destaque (10)

1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
 
Pasta de estágio educação infantil
Pasta de estágio educação infantilPasta de estágio educação infantil
Pasta de estágio educação infantil
 
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superior
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superiorO estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superior
O estagio-curricular-e-sua-eficacia-na-educacao-superior
 
Apresentação do relatorio de estagio
Apresentação do relatorio de estagioApresentação do relatorio de estagio
Apresentação do relatorio de estagio
 
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolarO desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
O desenvolvimento infantil de 0 a 6 e a vida pré-escolar
 
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
 

Semelhante a Relato de estágio em Educação Infantil com foco em brinquedos e brincadeiras

Estágio nos anos iniciais
Estágio nos anos iniciaisEstágio nos anos iniciais
Estágio nos anos iniciaisRosinara Azeredo
 
Berçário simone helen drumond
Berçário simone helen  drumondBerçário simone helen  drumond
Berçário simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Apostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminarioApostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminariopatricia vieira
 
Prática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantilPrática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantilRosinara Azeredo
 
Modelo artigo prática docente i 1- -1-
Modelo artigo prática docente i  1- -1-Modelo artigo prática docente i  1- -1-
Modelo artigo prática docente i 1- -1-pedagogianh
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução170477
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução170477
 
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014 Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014 Kleriton Franklin
 
Formação Continuada para Educadores do 2º Segmento
Formação Continuada para Educadores do 2º SegmentoFormação Continuada para Educadores do 2º Segmento
Formação Continuada para Educadores do 2º SegmentoCENFOP - Ipatinga
 
Artigo prática docência II
Artigo prática docência IIArtigo prática docência II
Artigo prática docência IIfilicianunes
 
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...AFONSO ABREU ABREU
 
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...Capacitações Pedagógicas
 
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...ProfessorPrincipiante
 
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinho
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinhoTrabalho metodol matematica: brincando de mercadinho
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinhoJomari
 
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia grupodisseia
 
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseiaProjeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseiagrupodisseia
 
Avaliação na Educação Infantil
Avaliação na Educação InfantilAvaliação na Educação Infantil
Avaliação na Educação InfantilAna Pierangeli
 
Heterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciaisHeterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciaisrenatalguterres
 

Semelhante a Relato de estágio em Educação Infantil com foco em brinquedos e brincadeiras (20)

Estágio nos anos iniciais
Estágio nos anos iniciaisEstágio nos anos iniciais
Estágio nos anos iniciais
 
Berçário simone helen drumond
Berçário simone helen  drumondBerçário simone helen  drumond
Berçário simone helen drumond
 
Apostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminarioApostilha para estudo de seminario
Apostilha para estudo de seminario
 
Prática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantilPrática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantil
 
Modelo artigo prática docente i 1- -1-
Modelo artigo prática docente i  1- -1-Modelo artigo prática docente i  1- -1-
Modelo artigo prática docente i 1- -1-
 
Orientações professor
 Orientações professor Orientações professor
Orientações professor
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014 Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
Projeto pibid ieeoa 1ºsem2014
 
Formação Continuada para Educadores do 2º Segmento
Formação Continuada para Educadores do 2º SegmentoFormação Continuada para Educadores do 2º Segmento
Formação Continuada para Educadores do 2º Segmento
 
Artigo prática docência II
Artigo prática docência IIArtigo prática docência II
Artigo prática docência II
 
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...
As contribuicoes do_gestor_escolar_na_formacao_de_sua_equipe_e_no_ensino_apre...
 
Adoleta professor
Adoleta professorAdoleta professor
Adoleta professor
 
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...
A escola que ensina: A prática dos novos saberes no processo de ensino e apre...
 
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...
BRINCANDO E APRENDENDO: UMA ARTICULAÇÃO POSSÍVEL ENTRE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA...
 
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinho
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinhoTrabalho metodol matematica: brincando de mercadinho
Trabalho metodol matematica: brincando de mercadinho
 
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
 
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseiaProjeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
Projeto interdisciplinar fundamentos educação infantil grupo odisseia
 
Avaliação na Educação Infantil
Avaliação na Educação InfantilAvaliação na Educação Infantil
Avaliação na Educação Infantil
 
Heterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciaisHeterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciais
 

Relato de estágio em Educação Infantil com foco em brinquedos e brincadeiras

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL LICENCIATURA EM PEDAGOGIA A DISTANCIA - EaD CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA VALE DO JACUÍ – CEAD PÓLO CACHOEIRA DO SUL – RS RELATÓRIO DE ESTÁGIO PRÁTICA DOCENTE I Filícia Terezinha Nunes da Silva Cachoeira do Sul, 2013.
  • 2. Filícia Terezinha Nunes da Silva Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório de Prática Docente I apresentado ao Curso de Licenciatura em Pedagogia- UFPel/UAB, como requisito à conclusão do Estágio Supervisionado de Educação Infantil Supervisor do Estágio CLPD : Lilian Lorenzato Supervisor do Estágio Escola: Josiele Flores Cachoeira do Sul, 2013.
  • 3. Equipe docente responsável: Professores a distância Suzana Mattos da Rosa Professores presenciais Edeni Aparecida Leal Silveira Fernanda da Silva Rosa Professor Formador Márcia Berenice Pereira André
  • 4. Resumo O presente artigo tem como objetivo não apenas descrever o estágio realizado na Escola Municipal de Educação Infantil Pró-Infância Patrona Marisa Timm Sari, Rua Gregório da Fonseca, 700 – Tibiriçá, Cachoeira do Sul – RS, Pré-Nível A I, faixa etária de três a quatro anos e aplicação do Projeto Brinquedos e Brincadeiras, mas também regatar experiências vividas por pais, avós, tios e professores unindo estudos teóricos com a prática vivenciada. O estágio Supervisionado contribuiu para nossa formação, pois podemos compreender que o papel do professor de Educação Infantil é fundamental para a construção das crianças, proporcionando a analise de que teoria e prática devem caminhar juntas, possibilitando a construção da identidade profissional do educador. Palavras-chaves: Brinquedos, Brincadeiras, Vivências, Teoria e Prática
  • 5. SUMÁRIO 1. Apresentação..................................................................................................5 2.Desenvolvimento..............................................................................................6 2.1. Etapa de Ensino...........................................................................................6 2.2. Processo de Ensino.....................................................................................6 2.3. Aprendizagem dos Alunos............................................................................7 2.4. Trabalho Docente.........................................................................................8 CONCLUSÃO......................................................................................................9 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................10
  • 6. 5 1. Apresentação O presente artigo tem por objetivo apresentar situações que demonstram a importância da brincadeira e brinquedos construídos juntamente com os alunos com materiais diversos, bem como o resultado obtido através do estágio realizado na Educação Infantil, onde são citados itens como: aprendizagem, avaliação, planejamento adequado e diferenças. Traz ainda o relato da realização de prática que proporcionaram novas experiências para pais, alunos e professores que interagiram neste projeto. O trabalho teve como enfoque o desenvolvimento do planejamento e avaliação dos resultados obtidos, bem como uma reflexão sobre a prática docente. Traz ainda uma abordagem sobre as etapas de ensino durante o estágio, tendo como embasamento teórico Vygotsky e a LDB. Na reflexão sobre as atividades propostas e a participação de todos os envolvidos, pais, professores e alunos, observou-se o desenvolvimento, aprendizagem e interação das crianças frente a estratégias diferenciadas.
  • 7. 6 2. Desenvolvimento O desenvolvimento deste trabalho se dividirá em quatro subtemas como veremos a seguir: 2.1. ETAPA DE ENSINO A primeira etapa da educação básica prima pelo desenvolvimento da criança e seu bem estar no convívio social. Dentro desta ainda realizam-se estimulação para o desenvolvimento do corpo, das relações interpessoais, estratégias para que os alunos tenham contato com o mundo letrado de forma lúdica e natural aprendendo assim a reconhecer seu nome, manipular e apreciar materiais diversos, reconhecer numerais até 10, vivenciar e resgatar brinquedos, brincadeiras e valores, promovendo a socialização e interação afetiva entre criança, escola e família. Assim observamos o Art. 29 da LDB: A Educação Infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e comunidade. (Art.29, Lei 9.394/1996 - LDB). Dessa forma a Educação Infantil tem sido o centro de atenção na educação das crianças desde o nascimento, para o pleno desenvolvimento das mesmas. Para tanto, cada escola tem suas estratégias quanto à rotina diária. Assim sendo, durante a prática de estágio na turma de pré-nível A I, o desenvolvimento da rotina de planejamento quanto aos materiais, espaço e tempo, foram sendo ajustados conforme andamento do trabalho, de acordo com a necessidade da turma. Por isso é fundamental o papel do professor na observação e ajustes de seu trabalho diariamente, fazendo com que a criança seja plenamente inserida no meio, relacionando-se com colegas e professores de forma prazerosa. 2.2. PROCESSO DE ENSINO Durante o período de aplicação do planejamento percebeu-se que as atividades propostas foram todas executadas por inteiro, porém foi preciso
  • 8. 7 alguns ajustes como adaptação de exercícios: pintura realizada no muro (não no papel pardo), gráfico realizado com brinquedos da sala de aula e levados pelos professores (não vindos de casa), ambas as atividades atendendo ao tempo disponível e a adequação a proposta pedagógica da escola. Conforme cada situação e objetivo alcançado através da prática docente na turma de pré-nível A I, podemos perceber que todos têm potencial, porém cada aluno com suas especificidades e ao seu tempo, obtém sucesso no que é proposto, mesmo a turma sendo pouco frequente e diferente em seu aprendizado. 2.3. APRENDIZAGEM DOS ALUNOS Ao decorrer do estágio percebemos que a turma de pré-nível A I apresentou algumas dificuldades de concentração, pois a turma no geral é muito agitada. Foi observado também que alguns alunos são pouco frequentes nas aulas, tornando assim o papel do educador mais desafiador na questão de cobrar dos mesmos regras e limites. Por esse motivo decidimos construir junto com eles os brinquedos e as atividades práticas, lúdicas e psicomotoras com a intenção de envolvê-los no grupo e individualmente, permitindo assim que todos participassem e pudessem ser avaliados e acompanhados de forma que fosse trabalhado em seu intelectual, emocional, social, psicomotor. De acordo com Vygotsky: O brincar é uma atividade humana criadora, na qual imaginação, fantasia e realidade interagem na produção de novas possibilidades de interpretação, de expressão e de ação pelas crianças, assim como de novas formas de construir relações sociais com outros sujeitos, crianças e adultos. ( Vygotsky 1987, p.35) Brincar é uma ação que ocorre no campo da imaginação, assim ao brincar está se fazendo uso da linguagem simbólica. Poder brincar já é um processo terapêutico, brinca-se para ressignificar a vida. Na brincadeira o sujeito exercita-se cognitivamente, socialmente e efetivamente. Toda criança
  • 9. 8 deve ter prazer no que faz, no que estuda, brincar é a verdadeira atuação entre o divertimento e a aprendizagem deve fazer sentido para a vida da criança. Ao observar e analisar os questionamentos e comentários realizados após cada atividade, percebemos que quase todos extraíram aprendizado do conteúdo realizado, tendo em vista que é necessário buscar atividades ainda mais envolventes e que se encaixem no perfil de cada um, mas que possam ser trabalhados num todo. 2.4. TRABALHO DOCENTE O educador precisa ter total domínio das atividades, porém não realizá- las pelos alunos. O educador deve ser um mediador entre a atividade e o aluno, mostrando o caminho para o conhecimento e aprendizado. A respeito da sala de aula deve ser organizada de forma lúdica, com materiais que estimulem e estejam de acordo com a faixa-etária dos alunos, como: livros, brinquedos, jogos, obstáculos, ser alegre e bem higienizada para que transmita aos mesmos o bem estar e prazer ao ocupá-la. As propostas pedagógicas tanto da escola quanto do professor devem ser de acordo com a realidade e idade dos educandos. É essencial para a aprendizagem dos mesmos que o educador conheça a realidade, cultura e toda bagagem que estes possuem. Só assim o educador terá ferramentas e embasamento adequado para transmitir seu ensinamento e despertar o interesse na turma, analisando respeitando o tempo, espaço, fragilidades e potencialidades de cada aluno. A aplicação do projeto brinquedos e brincadeiras proporcionaram momentos importantes à prática docente tais como: a exposição dos brinquedos construídos por eles quando os alunos fizeram demonstração de suas criações. É importante salientar que os mesmos ao apresentar suas produções demonstraram euforia, isso tudo no dia da brincadeira quando pais e responsável foram convidados a participar, promovendo a socialização e a interação entre pais, alunos e professores.
  • 10. 9 Conclusão Neste estágio prática docente I, tive como experiência o fato de que mesmo sendo crianças de uma mesma faixa etária é necessário conhecer cada um mais profundamente tendo um olhar não apenas de alguém que está ali para ensinar,mas para aprender e trocar experiências,assim como se deparar com culturas diferentes que precisamos saber dominá-las e respeitá-las. Através dos estudos e atividades realizadas durante o estágio pude perceber que a educação infantil tem como objetivo o desenvolvimento das crianças até seis anos. Assim sendo, o trabalho do professor deve buscar esse desenvolvimento através de atividades lúdicas e prazerosas que envolvam a criança nos diversos aspectos, não se esquecendo da interação família e sociedade em geral. Um professor deve ter um olhar diagnóstico defensor, corretor, sensível, emocional equilibrado, sobretudo amar o que faz, procurando sempre resgatar valores. Percebi ainda que cada criança tem um jeito único de participar das atividades propostas, sendo que devemos respeitar cada um no seu tempo e capacidade de desenvolver as tarefas solicitadas. Sendo assim, precisamos ter um olhar atento a cada um de nossos alunos, para que todos tenham suas potencialidades desenvolvidas e aproveitadas para seu pleno desenvolvimento. Por tanto na minha concepção o professor precisa sempre buscar novos conhecimentos, evitando acomodar-se ou cair na rotina, buscando novas estratégias para motivar os alunos conforme seus interesses, tornando o ambiente agradável e propício a aprendizagem.
  • 11. 10 Referências Bibliográficas BRASIL. LEI Nº 9. 394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm, Acesso em 24-11-13. DASILVA, Aline Fernandes Felix e DOS SANTOS Ellen Costa Machado, A importância do Brincar na Educação Infantil, Rio de Janeiro, 2009. Disponível em: http://www.ufrrj.br/graduacao/prodocencia/publicacoes/desafios- cotidianos/arquivos/integra/integra_SILVA%20e%20SANTOS.pdf CRAIDY, Carmem Maria e KAERCH Gládis Elise, Educação Infantil: pra que te quero, secretaria do Trabalho e Cidadania e Assistência Social, Porto Alegre, 1998.