Grupo Sala de Espera de um      Ambulatório de Infectologia                         SERVIÇO SOCIAL   Nome do responsável e...
Introdução              O Grupo Sala de Espera:                    Ampliar o diálogo com a população                     ...
Objetivo Geral:       Promover a informação, educação e prevenção.       Situar e integrar os usuários no contexto insti...
Metodologia.Coordenação: Equipe Serviço Social do Ambulatório.Colaboração: Equipe Multidisciplinar do Ambulatório.Dias e H...
Resultados     O resultado desta ação pode ser confirmado na análise dos      questionários realizados pelos usuários apó...
CONCLUSÕES PRELIMINARES                  O Trabalho de Grupo proporciona:   Exercício da         Cultiva as atividades    ...
REFERÊNCIAS-Plano de Trabalho da equipe de Serviço Social doInstituto de Infectologia Emílio Ribas. 2007.-Conselho Regiona...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia

2.812 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.812
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia

  1. 1. Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia SERVIÇO SOCIAL Nome do responsável e dos integrantes da equipe:ANA DIAS DE MELO, CLAUDEMIR LEITE DE ALMEIDA, NEUSA SANTOS DO NASCIMENTO, SILVIA REGINA ALVES FERNANDES, LUIS ALBERTO VENTURA FERNANDES. (Equipe Serviço Social) Instituto de Infectologia Emilio Ribas - Ambulatório
  2. 2. Introdução O Grupo Sala de Espera:  Ampliar o diálogo com a população usuária do Serviço do Ambulatório do Instituto de Infectologia Emilio Ribas.  Estabelecer um espaço de interação e de multiplicação de informações junto aos usuários que aguardam atendimento na Sala de Espera.  Esclarecer dúvidas sobre o diagnóstico, formas de prevenção e tratamento e em relação ao funcionamento dos diversos setores do Instituto.GRUPO SALA DE ESPERA DE UM AMBULATÓRIO DE INFECTOLGOIA
  3. 3. Objetivo Geral:  Promover a informação, educação e prevenção.  Situar e integrar os usuários no contexto institucional.Objetivos Específicos:  Propiciar a troca de experiências, estimulando a ajuda mútua, a participação e acompanhamento do tratamento, principalmente pelos familiares e colaterais, objetivando melhora na qualidade de vida.  Estimular a reflexão acerca dos direitos dos usuários das Políticas de Saúde e Cidadania..
  4. 4. Metodologia.Coordenação: Equipe Serviço Social do Ambulatório.Colaboração: Equipe Multidisciplinar do Ambulatório.Dias e Horários: (semanalmente) 3ªF das 15h00min às 16h00min 4ªF das 09h00min às 10h00minAvaliaçãoQuestionário para cada participante para avaliação, sugestões ecríticas. Sugestões de temas para próximos encontros.Recursos materiais:  “Flip Sharp”  DVD  Data Show  Recursos Multi Mídia  Folders Informativos
  5. 5. Resultados  O resultado desta ação pode ser confirmado na análise dos questionários realizados pelos usuários após o Grupo Sala de Espera.  A Equipe elaborou um questionário bem prático e objetivo onde a grande maioria dos participantes responde e devolve.  Nestes questionários podemos analisar: - Temas sugeridos. - Dúvidas em relação ao tratamento. - Informações sobre o fluxo.  A atividade atinge de 15 a 25 participantes por grupo, totalizando aproximadamente 160 participantes / mês.
  6. 6. CONCLUSÕES PRELIMINARES O Trabalho de Grupo proporciona: Exercício da Cultiva as atividades Socializa cidadania. associativas. informações.Trabalha a Orientações Troca de saberes.prevenção. quanto aos direitos.
  7. 7. REFERÊNCIAS-Plano de Trabalho da equipe de Serviço Social doInstituto de Infectologia Emílio Ribas. 2007.-Conselho Regional de Serviço Social do Estado deSão Paulo (Org.) .Legislação Brasileira para o ServiçoSocial. 2. ed. rev., ampl. e atual. 9ª região. São Paulo:CRESS, 2006.-Serviço Social e saúde / Ana Elizabete Mota...[et al.],(orgs). - 4. Ed. – São Paulo: Cortez; Brasília<DF:OPAS, OMS, Ministério da Saúde, 2009.

×