• Compartilhar
  • Email
  • Incorporado
  • Curtir
  • Salvar
  • Conteúdo privado
Isabel Alarcão -  Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva
 

Isabel Alarcão - Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva

on

  • 94,819 visualizações

Resumo do livro de Isabel Alarcão -"Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva".

Resumo do livro de Isabel Alarcão -"Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva".

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
94,819
Visualizações no SlideShare
93,565
Visualizações incorporadas
1,254

Actions

Curtidas
16
Downloads
1,395
Comentários
15

12 Incorporações 1,254

http://wwwportalpedagogico.blogspot.com.br 474
http://www.slideshare.net 204
http://magisterioestadualrs.blogspot.com 175
http://wwwportalpedagogico.blogspot.com 172
http://profissaomagisterio.blogspot.com 105
http://www.scoop.it 64
http://wwwportalpedagogico.blogspot.pt 22
http://naturezavamoscuidar.blogspot.com 17
http://www.blogger.com 14
http://profissaomagisterio.blogspot.com.br 5
http://crazyandhappy00.blogspot.com 1
http://www.google.com.br 1
Mais...

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Adobe PDF

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar

110 de 15anterioresseguinte Publicar um comentário

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...

110 de 15anterioresseguinte

Publicar comentário
Editar seu comentário

    Isabel Alarcão -  Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva Isabel Alarcão - Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva Presentation Transcript

    • Resumo do livro de Isabel Alarcão, Professores Reflexivos em uma Escola Reflexiva. Profº. Valdeci Correia 1
    • ESTA VÍDEO-AULA FOI ELABORADA PELO PROFº. VALDECI CORREIA E-mail: prof.valdecicorreia@yahoo.com.br Profº. Valdeci Correia 2
    • Isabel Alarcão Maria Isabel Alarcão, nascida a 9 de Março de 1940, em Coimbra, Portugal, licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Exerceu a docência no ensino secundário durante sete anos tendo sido também orientadora de estágios. Professora catedrática desde 1990, integra, desde a sua criação (1993), a Unidade/Centro de Investigação Didática e Tecnologia Educativa na Formação de Formadores.
    • SUMÁRIO  A era da informação, da comunicação, do conhecimento.  O excesso de informação.  A competência para lidar com a informação na sociedade da aprendizagem.  O conhecimento pertinente.  A sociedade da aprendizagem.  A sala de aula.  As novas competências exigidas pela sociedade da aprendizagem.  Os alunos na sociedade da aprendizagem. Profº. Valdeci Correia 4
    • SUMÁRIO  Os professores na sociedade da aprendizagem.  Como formar professores reflexivos para e uma escola reflexiva.  O que é pesquisa-ação?  Características importantes de pesquisa-ação.  Estratégias de desenvolvimento da capacidade de reflexão.  A escola na sociedade da aprendizagem.  O que é escola reflexiva? Profº. Valdeci Correia 5
    • SUMÁRIO  Característica de uma escola reflexiva.  O que é projeto escolar?  O que é currículo?  Gerir uma escola reflexiva é gerir uma escola com projeto.  Gerir um escola reflexiva é... Profº. Valdeci Correia 6
    • A Era da Informação, da Comunicação, do Conhecimento A sociedade da informação exige competências de acesso, avaliação e gestão da informação oferecida. Tais competências devem ser adquiridas ou reconhecidas e desenvolvidas nas escolas. Neste contexto surgem questões como as diferenças ao acesso à informação e a necessidade de providenciar igualdade de oportunidades para evitar a exclusão social: a info-exclusão. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 7
    • O excesso de informação O cidadão comum dificilmente consegue lidar com a avalanche de novas informações que o inundam e que se entrecruzam com novas ideias e problemas, novas oportunidades, desafios e ameaças. O mundo, marcado por tanta riqueza informativa , precisa urgentemente do poder clarificador do pensamento . A informação, se não for organizada, não se constitui em conhecimento, não é saber, e não se traduz em poder. Não há conhecimento sem aprendizagem. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 8
    • A competência para lidar com a informação na sociedade da aprendizagem É preciso saber o que procurar e onde procurar. Uma vez conectado, é preciso distinguir entre o que é relevante e irrelevante, sério e fraudulento para reter o importante e deitar ao lixo o que não presta ou não se adapta. A informação, pela sua grande quantidade e pela multiplicidade de utilizações que potencialmente encerra, tem de ser reorganizada por quem a procura, a quem compete agora pôr em ação a sua mente interpretativa, seletiva, sistematizadora, criadora. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 9
    • O conhecimento pertinente Só o pensamento pode organizar o conhecimento. Para conhecer, é preciso pensar. Em vez de uma cabeça bem cheia, reclama-se uma cabeça bem feita. E uma cabeça bem feita é a que é capaz de transformar a informação em conhecimento pertinente. O conhecimento pertinente é o conhecimento que é capaz de situar qualquer informação em seu contexto, e se possível, no conjunto em que está inscrita. (Morin, 2000) Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 10
    • A Sociedade da Aprendizagem A escola não detém o monopólio do saber. A escola, como organização, tem de ser um sistema aberto, pensante e flexível. Sistema aberto sobre si mesmo, e aberto à comunidade em que se insere. O professor não é o único transmissor do saber e tem de aceitar situar-se nas suas novas circunstâncias, que são bem mais exigentes. O aluno também já não é mais o receptáculo a deixar-se rechear de conteúdos. O seu papel impõe- lhe exigências acrescidas. Ele tem de aprender a gerir e a relacionar informações para as transformar no seu conhecimento e no seu saber. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 11
    • A sala de aula A sala de aula deixou de ser um espaço onde se transmitem conhecimentos, passando a ser um espaço onde se procura e onde se produz conhecimento, (Demo). Uma conceptualização da escolarização neste sentido implica a utilização de estratégias de organização das aprendizagens que assentem no próprio aluno e promovam a sua capacidade de auto e hetero-aprendizagem. E que, por isso mesmo, lhe conferem poder, o responsabilizam e autonomizam e, deste modo, contribuem para a tão desejada democratização. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 12
    • As novas competências exigidas pela sociedade da aprendizagem • Valorizar a curiosidade intelectual; A capacidade de: • utilizar e recriar o conhecimento; • questionar e indagar; • ter um pensamento próprio; • desenvolver mecanismos de auto-aprendizagem; • gerir a sua vida individual e em grupo; • se adaptar sem deixar de ter a sua própria identidade; • se sentir responsável pelo seu desenvolvimento constante; Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 13
    • As novas competências exigidas pela sociedade da aprendizagem • lidar com situações que fujam à rotina; • decidir e assumir responsabilidades; • resolver problemas; • trabalhar em colaboração; • aceitar os outros. • Que os cidadãos tenham horizontes temporais e geográficos alargados não se limitando a ver o seu pequeno mundo, que tenham dos acontecimentos uma compreensão sistêmica, que sejam capazes de comunicar e interagir, e que desenvolvam a capacidade de autoconhecimento e auto-estima. Profº. Valdeci Correia 14
    • Os alunos na sociedade da aprendizagem Numa “sociedade que aprende e se desenvolve”1, ser aluno é ser aprendente. Em constante interação com as oportunidades que o mundo lhe oferece. Mais do que isso : é aprender a ser aprendente ao longo da vida. O aluno tem de se assumir como um ser que observa o mundo e se observa a si, se questiona e procura atribuir sentido aos objetos, aos acontecimentos e às interações. Tem de se convencer de que tem de ir à procura do saber. Continua... Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 15
    • Os alunos na sociedade da aprendizagem É o aluno que tem de descobrir o prazer de ser uma mente ativa e não meramente receptiva. É um indivíduo que faz relação entre as coisas ao seu redor, que as define e lhes dá sentido – tem uma mente ativa. Os alunos passam a depender menos do professor, a ter mais autodeterminação, maior consciência crítica, valorizam mais suas capacidades, conhecem o sentido de prazer que deriva da consciência do seu próprio progresso. São mais responsivos perante os contextos. São INDEPENDENTES. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 16
    • Os professores na sociedade da aprendizagem O papel dos professores nos dias de hoje: Criar, estruturar e dinamizar situações de aprendizagem e estimular a aprendizagem e a autoconfiança nas capacidades individuais para aprender. O grande desafio dos professores: É ajudar a desenvolver nos alunos (futuros cidadãos) a capacidade de trabalho autônomo e colaborativo, não esquecendo o espírito crítico. Continua... Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 17
    • Os professores na sociedade da aprendizagem Os professores são estruturadores e animadores das aprendizagens e não apenas estruturadores do ensino. Têm que repensar o seu papel. Têm de se consciencializar que são apenas uma fonte de informação, entre muitas outras. Para não se sentirem ultrapassados, os professores precisam urgentemente de recontextualizarem na sua identidade e responsabilidades profissionais. O professor tem de se considerar num constante processo de autoformação e identificação profissional. Tem de ser um professor reflexivo numa comunidade profissional reflexiva. Profº. Valdeci Correia Voltar ao sumário 18
    • Como formar professores reflexivos para e numa escola reflexiva? Queremos que os professores sejam seres pensantes, intelectuais, capazes de gerir a sua ação profissional. Queremos também que a escola se questione a si própria, como motor do seu desenvolvimento institucional. Na escola, e nos professores, a constante atitude de reflexão manterá presente a importante questão da função que os professores e a escola desenpemham na sociedade e ajudará a equacionar e resolver dilemas e problemas. A metodologia de pesquisa-ação apresenta-se com potencialidades para servir este objetivo. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 19
    • O que é pesquisa-ação? “Pesquisa-ação é uma aplicação da metodologia científica à clarificação e à resolução dos problemas práticos. E também um processo de mudança pessoal e social planeada. Em ambos os sentidos constitui um processo de aprendizagem que dá particular relevo à qualidade da colaboração no planejamento da ação e na avaliação dos resultados” (Benne, Bradford e Lippitt, 1964:33). Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 20
    • Características importantes de pesquisa-ação: • a contribuição para a mudança; • o caráter participativo, motivador e apoiante do grupo; • o impulso democrático. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 21
    • Em complementaridade com a pesquisa-ação, existem outras estratégias de desenvolvimento da capacidade de reflexão: • a análise de casos; • as narrativas; • a elaboração de portfólios reveladores do processo de desenvolvimento seguido; • o questionamento dos outros fatores educativos; • o confronto de opiniões e abordagens; • os grupos de discussão ou círculos de estudo; • a auto-observação; • a supervisão colaborativa; • as perguntas pedagógicas. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 22
    • A escola na sociedade da aprendizagem O que é escola? “Escola comunidade educativa, sistema local de aprendizagem e formação: grupo constituído por alunos, professores, pais/encarregados de educação, representantes do poder autárquico, econômico e social que, compartilhando um mesmo território e participando de uma herança cultural comum, constituem um todo, com características específicas e com uma dinâmica própria” (MACEDO, 1995:68). A escola é uma comunidade social, organizada para exercer a funçãoProfº. Valdeci Correia e instruir. Voltar ao sumário de educar 23
    • A escola na sociedade da aprendizagem A escola: • não detém o monopólio do saber; • como organização, tem de ser um sistema aberto, pensante e flexível; • tem de repensar, para transformar-se por dentro com as pessoas que a constituem, e, em interação com a comunidade circundante; • se questione a si própria, como motor do seu desenvolvimento institucional . Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 24
    • A escola na sociedade da aprendizagem O que é escola reflexiva? Escola reflexiva é a organização que continuadamente se pensa a si própria, na sua missão social e na sua organização e se confronta com o desenrolar da sua atividade num processo heurístico simultaneamente avaliativo e formativo. (Alarcão, 2001) Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 25
    • A escola na sociedade da aprendizagem Características de uma escola reflexiva:  Não é telecomandada do exterior. É autogerida;  Tem projeto próprio, construído com a colaboração dos seus membros;  Sabe para onde quer ir e avalia-se permanentemente na sua caminhada;  Contextualiza-se na comunidade que serve e com esta interage;  Acredita nos seus professores, cuja capacidade de pensamento e de ação sempre fomenta; Continua... Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 26
    • A escola na sociedade da aprendizagem Características de uma escola reflexiva:  Envolve os alunos na construção de uma escola cada vez melhor;  Não esquece o contributo dos pais e toda a comunidade;  Considera-se uma instituição em desenvolvimento e em aprendizagem;  Pensa-se e avalia-se;  Constrói conhecimento sobre si própria; Continua... Profº. Valdeci Correia 27
    • A escola na sociedade da aprendizagem Características de uma escola reflexiva:  Nunca está verdadeiramente feita, mas se encontra sempre em construção, da comunidade social, dinâmica; mediada pela interação dos diferentes autores sociais que nela vivem e com ela convivem;  Ideias de pensamento e reflexão, organização e missão, avaliação e formação;  É uma organização simultaneamente aprendente e qualificante. Profº. Valdeci Correia 28
    • O currículo no centro do projeto de escola O que é projeto Escolar? “ Projeto de escola é a carta de definição da política educativa da escola. É o cerne da política da escola – política distinta e original de cada comunidade educativa, definida na gestão de tensões positivas, princípios, normas nacionais e objetivos, necessidades, recursos e modos de funcionamento específicos de cada escola” (Macedo, 1995). Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 29
    • O currículo no centro do projeto de escola O que é currículo? “Currículo é o conjunto de aprendizagens proporcionadas pela escola e consideradas socialmente necessárias num dado tempo e contexto. É o currículo que legitima socialmente a escola, como instituição a quem a sociedade remete a ‘passagem’ sistemática das aprendizagens tidas como necessárias” (Roldão, 2000). Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 30
    • Gerir uma escola reflexiva é gerir uma escola com projeto A escola reflexiva tem a capacidade de se pensar para se projetar e desenvolver. O projeto de escola, na sua dimensão de produto, é um documento. Mas esse projeto/documento resulta de um processo de pensamento sobre a missão da escola e o modo como ela se organiza para cumprir essa missão. Mas é também o resultado de um processo de vontade para concretizar, na ação, um projeto delineado, o que faz com que ele, uma vez aprovado se constituia como referência sistemática de atuação e avaliação. Voltar ao sumário Continua... Profº. Valdeci Correia 31
    • Assim, não será “projeto por decreto”, nem “projeto mosaico”, conglomerado de projetos setoriais avulsos, nem “projeto ghetto”, marginal e aceite por um só setor (Barroso, 1992). Há em uma escola reflexiva um gestão participada, determinada, coerente, desafiadora e exigente, interativa, flexível e resiliente face às situações, avaliadora, formadora. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 32
    • Gerir uma escola reflexiva é:  ser capaz de liderar e mobilizar as pessoas;  saber agir em situação;  nortear-se pelo projeto de escola;  assegurar uma atuação sistêmica;  assegurar a participação democrática;  pensar e escutar antes de decidir; Continua... Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 33
    • Gerir uma escola reflexiva é:  saber avaliar e deixar-se avaliar;  ser consequente;  ser capaz de ultrapassar dicotomias paralisantes;  decidir;  acreditar que todos e a própria escola se encontram num processo de desenvolvimento e de aprendizagem. Voltar ao sumário Profº. Valdeci Correia 34
    • REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003. Profº. Valdeci Correia 35
    • ESTA VÍDEO-AULA FOI ELABORADA PELO PROFº. VALDECI CORREIA E-mail: prof.valdecicorreia@yahoo.com.br Voltar ao início Profº. Valdeci Correia 36