SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Quais as competências do professor
no século XXI?
 Ensinar é uma tarefa que precisa de esforço e dedicação de todas
as partes. Em uma sociedade que gera novos conhecimentos
constantemente, professores abertos a serem também
aprendizes são o diferencial. Formar pessoas neste século,
envolve um ensino de dentro e fora da sala de aula, que integre
conteúdos já tradicionais e habilidades de uma realidade
tecnológica e comunicativa.
 Educação 4.0
 A educação 4.0 teve início a partir da quarta onda
da Revolução Industrial e das tecnologias
disruptivas. Nessa última onda, é modificada
também a maneira de se adquirir conhecimento
pela automatização e facilidade nos processos. E
para a educação 4.0 une-se todo o conhecimento
já aplicado dentro da sala de aula com a inserção
das novas tendências digitais.
 Geração Z e Alpha
 Nossos alunos fazem parte da geração Z (nascidos entre o final
de 1990 e início de 2000), ou alpha (nascidos a partir de 2010).
Mas o que querem e como são movidas essas gerações?
 A Z se caracteriza por jovens que compreendem e vivem a
diversidade, lutam por suas causas, são autênticos,
comunicadores e conectados.
 Já a Geração Alpha representa todas as crianças que já nasceram
na era dos recursos e meios digitais. E a partir do momento em
que recebem o acesso às possibilidades tecnológicas, tornam-se
um grupo que se desenvolve pelo estímulo e são mais
independentes para resolver conflitos desde pequenos.
 Em qualquer época essa é uma atividade
desafiadora, mas podemos dizer que as
mudanças ocorridas ao longo do tempo
aumentaram as exigências para esse tipo de
profissional.
 Afinal, é enorme a responsabilidade de formar
pessoas no mundo de hoje.
Boa comunicação
 A base do ato de lecionar é comunicar-se com o outro. A troca
entre pelo menos duas pessoas (no caso, o professor e o
aluno) é fundamental para a aprendizagem, a não ser que se
trate de um autodidata.
 Sendo assim, o ideal é que esse intercâmbio aconteça da
melhor forma possível para que ambos consigam dividir
experiências, dúvidas e soluções. Para isso, é importante que as
informações sejam bem transmitidas — ou seja, que o
professor tenha a habilidade de expressar claramente sua
mensagem, instruindo e motivando o aluno.
Criatividade
 Não há nada mais desgastante do que participar de
aulas que seguem o mesmo ritual sempre. Essa
previsibilidade e a falta de inovação acabam gerando
desinteresse do aluno, que sente falta de algo novo que
prenda sua atenção.
 É claro que inventar uma coisa diferente a cada dia
também não é uma tarefa fácil ou obrigatória. Contudo,
trabalhar a criatividade para despertar a disposição dos
estudantes é uma tática que apresenta bons resultados.
Pensamento crítico
 As redes sociais e a internet de forma geral nos colocam hoje
diante de uma imensidão de dados e opiniões. Notícias
verídicas e outras que nem sempre contêm verdades, mas que
correm o risco de se tornar realidade quando expostos em
massa (muitas vezes, a intenção é realmente essa).
 Diante disso, é essencial que os alunos sejam incentivados a
refletir sobre tudo o que ouvem, leem e consomem. Essa
postura evita a reprodução automática e inconsciente e
conduz os jovens à pesquisa e reflexão — o que fortalece sua
capacidade de analisar informações e estruturar a própria
opinião a partir delas.
Capacidade de lidar com as
tecnologias
 Para muitos isso foi uma grande dificuldade, pois sair
da zona de conforto nem sempre é simples. No
entanto, é extremamente importante que um
profissional conheça e consiga lidar com as
tecnologias atuais, sobretudo para oferecer um
ensino diferenciado e cheio de facilidades para seus
alunos.
Empatia
 Uma das habilidades do século 21 é a empatia, tanto no mundo
corporativo, acadêmico quanto em qualquer outro. Quando o convívio e
a colaboração devem estar presentes, é de grande valor a capacidade de
se colocar no lugar do outro.
 Isso facilita a aproximação e as interações em sala de aula, já que o
aluno é respeitado e sua condição é considerada. Para o professor, o
desafio está em perceber as diferenças existentes em sala de aula, de
forma a adequar sua abordagem sempre que sentir necessidade.
Consequentemente, as distâncias e as dificuldades são minimizadas.
Liderança
 O professor deve ser capaz de direcionar uma turma com
diferentes perfis, adotando metodologias ativas de ensino e
propondo inovações que desafiem e façam sentido para todos,
como um verdadeiro líder de equipe. Ou seja, bons professores
precisam desenvolver competências técnicas que, somadas às
suas competências comportamentais, os tornem semelhantes
aos líderes empresariais.
 Nesse sentido, um bom professor, assim como um grande líder,
não é aquele que apenas ensina, mas o que inspira, instrui e
motiva seus alunos.
ORIENTAÇÃO E SERVIÇOS
 Se antes o professor era o detentor do conhecimento, principal
responsável por transmiti-lo ao aluno, hoje ele precisa se
colocar mais como um curador de conteúdo. Isso porque a
informação está aí, disponível e acessível aos alunos por meio
da internet, vinda das mais variadas fontes e nos mais diversos
formatos possíveis.
 Dessa forma, cabe ao professor de hoje identificar os
conteúdos de boa qualidade e direcionar o aluno em sua
própria busca pelo conhecimento.
Capacidade de Inovação
 Um dos maiores desafios do educador na educação 4.0 é o
fato de ele próprio ainda estar assimilando a transformação
digital enquanto leciona para uma geração de nativos digitais.
 Apostar em novas metodologias, ferramentas e técnicas de
ensino é um ponto crucial, porém, mais do que isso, precisam
criar novas formas de se conectar com seus alunos, criando
espaços de construção do saber e não mais de transferência
de conhecimento.
Atualização constante
 Adquirir conhecimento nunca é demais, pois há sempre
algo novo a se aprender.
 Por isso, todo meio de absorver bons conteúdos deve
ser aproveitado: livros, cursos, palestras, seminários,
congressos, entre outros. Um profissional que está
sempre em busca de conquistar novas competências
certamente tem mais chances de contribuir com o outro
Integralidade
 No século XXI, os alunos deixaram de ser passivos no aprendizado e agora
querem ter uma participação ativa. Professores não são mais apenas
transmissores de conteúdo, mas mediadores. Ou seja, agora é preciso que
ofereçam recursos e possibilidades de que alunos criem também seu
próprio aprendizado pela integralidade e colaboração.
 Essa mudança no comportamento dos alunos, faz com que metodologias
de ensino também precisem ser adaptadas. Em conjunto, os educandos
conseguem aprender melhor, entender o outro e trabalhar o convívio.
Então, proporcionar ambientes integrativos desde a infância faz com que
cresçam entendendo as diferenças e opiniões de cada um.
Precisamos de professores que
também sejam alunos
 A tecnologia está ocupando mais espaço na educação e o papel do
professor no século XXI aos poucos mudando. Educadores são a base
da educação e agora compartilham esse posto ao lado dos seus
alunos que também querem fazer parte do aprendizado. Como
educador que acredita em uma escola transformadora, não deixe para
trás o aluno que também há em você. Sempre há novas formas de
inovarmos dentro da sala de aula!
 “O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender.”
Janoí Mamedes

Resolução de Problemas Complexos
 O contexto escolar no qual o professor está inserido é um ambiente de muitas situações
conflitantes e estressantes. Assim sendo, é urgente a necessidade de se estruturar e
implementar um programa de formação que almeje o desenvolvimento da Inteligência
Emocional do professor a fim de desenvolver nele a capacidade para gerir
adequadamente as emoções, favorecendo, com isso, abertura para as mudanças sociais e
o equilíbrio emocional, pois, “O professor para este novo século terá que ser capaz de
ensinar a aritmética do coração e a gramática das relações sociais” porque “A verdadeira
Inteligência Emocional é o que une o emocional e o cognitivo, e a sua harmonia é o que
garante o seu desenvolvimento eficaz para enfrentarmos qualquer situação da vida”
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
 “A Inteligência Emocional se revela primordial
na atividade dos professores, pois pode
promover melhores resultados, aumentar a
capacidade para lidar com as tensões
vivenciadas na escola, assim como melhorar as
competências de relacionamento interpessoal.”
 Conhecimento intrapessoal como maneira de aprender
consigo e desenvolver habilidades socioemocionais;
 o aumento de casos de docentes que estão perdendo
“facilmente” o controle em sala de aula; que estão saturados
de apelar para o bom senso e respeito de pais e alunos; que
estão cansados de sua longa jornada de trabalho para
sobreviver; que estão adoecendo, com, por exemplo, a
síndrome de Burnout; e que estão, principalmente, passando a
maior parte do seu tempo a refletir sobre o seu papel na
sociedade que aí está.
 A Inteligência Emocional é a competência que
as pessoas têm para se automotivar e fazer
face às frustrações, para controlar os seus
impulsos adiando o prazer da recompensa,
para fazer autorregulação do estado de
espírito impedindo que o desânimo controle
ou reprima a capacidade de pensar,
fomentando ainda o sentimento de empatia e
esperança (GOLEMAN
Um professor com Inteligência
Emocional é capaz de:
 1. Relacionar-se melhor consigo e com o outro.
 2. Ter determinação para com os seus objetivos
pessoais e profissionais.
 3. Gerir melhor os sentimentos negativos e
positivos.
 4. Ser resiliente.
 5. Tomar decisões conscientes.
 6. Ter empatia pelo outro.
 7. Conseguir maior produtividade.
 8. Refletir sobre o seu próprio comportamento
e corrigi-lo quando necessário.
 9. Ter melhor autoestima.
 10. Ter menos ansiedade e estresse.
 11. Saber equilibrar razão e emoção.
 12. Ser mais comedido emocionalmente

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação1.pptx

Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2
Leo Macena
 
Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2
Leo Macena
 
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
SimoneHelenDrumond
 
A escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensarA escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensar
Renata Peruce
 
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parceriasDesign didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
juroanny
 

Semelhante a Apresentação1.pptx (20)

Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
 
Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
 
Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2
 
Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2Leomacenaativi3.1.2
Leomacenaativi3.1.2
 
AD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-DidáticaAD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-Didática
 
Desafio de aprender diferente
Desafio de aprender diferenteDesafio de aprender diferente
Desafio de aprender diferente
 
Desafio de aprender diferente completo
Desafio de aprender diferente completoDesafio de aprender diferente completo
Desafio de aprender diferente completo
 
Desafio de aprender diferente completo
Desafio de aprender diferente completoDesafio de aprender diferente completo
Desafio de aprender diferente completo
 
Cartilha do tutor
Cartilha do tutorCartilha do tutor
Cartilha do tutor
 
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicionalUm olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
 
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
 
Planejar 2011: planejando aulas para a Geração Y
Planejar 2011: planejando aulas para a Geração Y Planejar 2011: planejando aulas para a Geração Y
Planejar 2011: planejando aulas para a Geração Y
 
Apresentação janice raimundo
Apresentação janice raimundoApresentação janice raimundo
Apresentação janice raimundo
 
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
ARTIGO 1 EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E INCLUSÃO CONTORNO E ENTORNO NAS FORMAS DE ENS...
 
@rca2010
@rca2010@rca2010
@rca2010
 
A escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensarA escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensar
 
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parceriasDesign didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 

Último (20)

MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 

Apresentação1.pptx

  • 1.
  • 2. Quais as competências do professor no século XXI?  Ensinar é uma tarefa que precisa de esforço e dedicação de todas as partes. Em uma sociedade que gera novos conhecimentos constantemente, professores abertos a serem também aprendizes são o diferencial. Formar pessoas neste século, envolve um ensino de dentro e fora da sala de aula, que integre conteúdos já tradicionais e habilidades de uma realidade tecnológica e comunicativa.
  • 3.  Educação 4.0  A educação 4.0 teve início a partir da quarta onda da Revolução Industrial e das tecnologias disruptivas. Nessa última onda, é modificada também a maneira de se adquirir conhecimento pela automatização e facilidade nos processos. E para a educação 4.0 une-se todo o conhecimento já aplicado dentro da sala de aula com a inserção das novas tendências digitais.
  • 4.  Geração Z e Alpha  Nossos alunos fazem parte da geração Z (nascidos entre o final de 1990 e início de 2000), ou alpha (nascidos a partir de 2010). Mas o que querem e como são movidas essas gerações?  A Z se caracteriza por jovens que compreendem e vivem a diversidade, lutam por suas causas, são autênticos, comunicadores e conectados.  Já a Geração Alpha representa todas as crianças que já nasceram na era dos recursos e meios digitais. E a partir do momento em que recebem o acesso às possibilidades tecnológicas, tornam-se um grupo que se desenvolve pelo estímulo e são mais independentes para resolver conflitos desde pequenos.
  • 5.  Em qualquer época essa é uma atividade desafiadora, mas podemos dizer que as mudanças ocorridas ao longo do tempo aumentaram as exigências para esse tipo de profissional.  Afinal, é enorme a responsabilidade de formar pessoas no mundo de hoje.
  • 6. Boa comunicação  A base do ato de lecionar é comunicar-se com o outro. A troca entre pelo menos duas pessoas (no caso, o professor e o aluno) é fundamental para a aprendizagem, a não ser que se trate de um autodidata.  Sendo assim, o ideal é que esse intercâmbio aconteça da melhor forma possível para que ambos consigam dividir experiências, dúvidas e soluções. Para isso, é importante que as informações sejam bem transmitidas — ou seja, que o professor tenha a habilidade de expressar claramente sua mensagem, instruindo e motivando o aluno.
  • 7. Criatividade  Não há nada mais desgastante do que participar de aulas que seguem o mesmo ritual sempre. Essa previsibilidade e a falta de inovação acabam gerando desinteresse do aluno, que sente falta de algo novo que prenda sua atenção.  É claro que inventar uma coisa diferente a cada dia também não é uma tarefa fácil ou obrigatória. Contudo, trabalhar a criatividade para despertar a disposição dos estudantes é uma tática que apresenta bons resultados.
  • 8. Pensamento crítico  As redes sociais e a internet de forma geral nos colocam hoje diante de uma imensidão de dados e opiniões. Notícias verídicas e outras que nem sempre contêm verdades, mas que correm o risco de se tornar realidade quando expostos em massa (muitas vezes, a intenção é realmente essa).  Diante disso, é essencial que os alunos sejam incentivados a refletir sobre tudo o que ouvem, leem e consomem. Essa postura evita a reprodução automática e inconsciente e conduz os jovens à pesquisa e reflexão — o que fortalece sua capacidade de analisar informações e estruturar a própria opinião a partir delas.
  • 9. Capacidade de lidar com as tecnologias  Para muitos isso foi uma grande dificuldade, pois sair da zona de conforto nem sempre é simples. No entanto, é extremamente importante que um profissional conheça e consiga lidar com as tecnologias atuais, sobretudo para oferecer um ensino diferenciado e cheio de facilidades para seus alunos.
  • 10. Empatia  Uma das habilidades do século 21 é a empatia, tanto no mundo corporativo, acadêmico quanto em qualquer outro. Quando o convívio e a colaboração devem estar presentes, é de grande valor a capacidade de se colocar no lugar do outro.  Isso facilita a aproximação e as interações em sala de aula, já que o aluno é respeitado e sua condição é considerada. Para o professor, o desafio está em perceber as diferenças existentes em sala de aula, de forma a adequar sua abordagem sempre que sentir necessidade. Consequentemente, as distâncias e as dificuldades são minimizadas.
  • 11. Liderança  O professor deve ser capaz de direcionar uma turma com diferentes perfis, adotando metodologias ativas de ensino e propondo inovações que desafiem e façam sentido para todos, como um verdadeiro líder de equipe. Ou seja, bons professores precisam desenvolver competências técnicas que, somadas às suas competências comportamentais, os tornem semelhantes aos líderes empresariais.  Nesse sentido, um bom professor, assim como um grande líder, não é aquele que apenas ensina, mas o que inspira, instrui e motiva seus alunos.
  • 12. ORIENTAÇÃO E SERVIÇOS  Se antes o professor era o detentor do conhecimento, principal responsável por transmiti-lo ao aluno, hoje ele precisa se colocar mais como um curador de conteúdo. Isso porque a informação está aí, disponível e acessível aos alunos por meio da internet, vinda das mais variadas fontes e nos mais diversos formatos possíveis.  Dessa forma, cabe ao professor de hoje identificar os conteúdos de boa qualidade e direcionar o aluno em sua própria busca pelo conhecimento.
  • 13. Capacidade de Inovação  Um dos maiores desafios do educador na educação 4.0 é o fato de ele próprio ainda estar assimilando a transformação digital enquanto leciona para uma geração de nativos digitais.  Apostar em novas metodologias, ferramentas e técnicas de ensino é um ponto crucial, porém, mais do que isso, precisam criar novas formas de se conectar com seus alunos, criando espaços de construção do saber e não mais de transferência de conhecimento.
  • 14. Atualização constante  Adquirir conhecimento nunca é demais, pois há sempre algo novo a se aprender.  Por isso, todo meio de absorver bons conteúdos deve ser aproveitado: livros, cursos, palestras, seminários, congressos, entre outros. Um profissional que está sempre em busca de conquistar novas competências certamente tem mais chances de contribuir com o outro
  • 15. Integralidade  No século XXI, os alunos deixaram de ser passivos no aprendizado e agora querem ter uma participação ativa. Professores não são mais apenas transmissores de conteúdo, mas mediadores. Ou seja, agora é preciso que ofereçam recursos e possibilidades de que alunos criem também seu próprio aprendizado pela integralidade e colaboração.  Essa mudança no comportamento dos alunos, faz com que metodologias de ensino também precisem ser adaptadas. Em conjunto, os educandos conseguem aprender melhor, entender o outro e trabalhar o convívio. Então, proporcionar ambientes integrativos desde a infância faz com que cresçam entendendo as diferenças e opiniões de cada um.
  • 16. Precisamos de professores que também sejam alunos  A tecnologia está ocupando mais espaço na educação e o papel do professor no século XXI aos poucos mudando. Educadores são a base da educação e agora compartilham esse posto ao lado dos seus alunos que também querem fazer parte do aprendizado. Como educador que acredita em uma escola transformadora, não deixe para trás o aluno que também há em você. Sempre há novas formas de inovarmos dentro da sala de aula!  “O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender.” Janoí Mamedes 
  • 17. Resolução de Problemas Complexos  O contexto escolar no qual o professor está inserido é um ambiente de muitas situações conflitantes e estressantes. Assim sendo, é urgente a necessidade de se estruturar e implementar um programa de formação que almeje o desenvolvimento da Inteligência Emocional do professor a fim de desenvolver nele a capacidade para gerir adequadamente as emoções, favorecendo, com isso, abertura para as mudanças sociais e o equilíbrio emocional, pois, “O professor para este novo século terá que ser capaz de ensinar a aritmética do coração e a gramática das relações sociais” porque “A verdadeira Inteligência Emocional é o que une o emocional e o cognitivo, e a sua harmonia é o que garante o seu desenvolvimento eficaz para enfrentarmos qualquer situação da vida”
  • 18. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL  “A Inteligência Emocional se revela primordial na atividade dos professores, pois pode promover melhores resultados, aumentar a capacidade para lidar com as tensões vivenciadas na escola, assim como melhorar as competências de relacionamento interpessoal.”
  • 19.  Conhecimento intrapessoal como maneira de aprender consigo e desenvolver habilidades socioemocionais;  o aumento de casos de docentes que estão perdendo “facilmente” o controle em sala de aula; que estão saturados de apelar para o bom senso e respeito de pais e alunos; que estão cansados de sua longa jornada de trabalho para sobreviver; que estão adoecendo, com, por exemplo, a síndrome de Burnout; e que estão, principalmente, passando a maior parte do seu tempo a refletir sobre o seu papel na sociedade que aí está.
  • 20.  A Inteligência Emocional é a competência que as pessoas têm para se automotivar e fazer face às frustrações, para controlar os seus impulsos adiando o prazer da recompensa, para fazer autorregulação do estado de espírito impedindo que o desânimo controle ou reprima a capacidade de pensar, fomentando ainda o sentimento de empatia e esperança (GOLEMAN
  • 21. Um professor com Inteligência Emocional é capaz de:  1. Relacionar-se melhor consigo e com o outro.  2. Ter determinação para com os seus objetivos pessoais e profissionais.  3. Gerir melhor os sentimentos negativos e positivos.  4. Ser resiliente.  5. Tomar decisões conscientes.
  • 22.  6. Ter empatia pelo outro.  7. Conseguir maior produtividade.  8. Refletir sobre o seu próprio comportamento e corrigi-lo quando necessário.  9. Ter melhor autoestima.  10. Ter menos ansiedade e estresse.  11. Saber equilibrar razão e emoção.  12. Ser mais comedido emocionalmente